Arquivo da tag: sensação

Inverno chega e traz sensação térmica de até 11º C à Paraíba

O inverno começa nesta sexta-feira (21), às 12h54, com a promessa de chuvas regulares e temperaturas abaixo da média na Paraíba. Os termômetros podem despencar aos 14ºC na região próxima ao município de Monteiro, no Cariri, com sensação térmica de 11º C em virtude dos ventos. Para o estado, a temperatura média será de 17º C, segundo previsão da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), e as temperaturas mais baixas ocorrem no final de julho e início de agosto.

“A tendência é que as temperaturas sejam abaixo da média pelo período ter maior intensidade de chuvas e mais regularidade, ou seja, chuva mais regularidade tende a resfriar mais a atmosfera. Há um transporte muito grande de sistemas frontais mais ao Norte e isso deve provocar a queda da temperatura sobre todo o Brasil”, explicou o meteorologista Alexandre Magno, gerente executivo de Monitoramento Hidrométrico da Aesa.

As temperaturas devem oscilar na região do Agreste, chegando a 17ºC, em média. Já no Litoral, sempre é quente por conta do calor e da umidade do Oceano Atlântico que é transportada para a costa.

“A região onde faz mais frio é no Cariri, e próximo a Monteiro, deve chegar a 14ºC”, destacou. Em João Pessoa, por exemplo, já é possível perceber uma redução da temperatura após as chuvas, mas com a chegada do inverno, pode esfriar ainda mais.

Áreas de risco

Os transtornos que ocorrem nas cidades, como deslizamento de barreiras e alagamentos, são decorrentes do processo de urbanização. Com isso, conforme Alexandre Magno, a Defesa Civil deve dar as devidas orientações para áreas de risco e estará atuando de forma efetiva na região.

“A população deve, sempre que vir algum sinistro, procurar a Defesa Civil que dará toda orientação e coordenadas”, alertou o meteorologista.

Ele disse ainda que, de acordo com o prognóstico trimestral, as chuvas serão normais a acima da média, em áreas isoladas, como está acontecendo. “As chuvas mais intensas foram na faixa litorânea e decresceram muito em direção ao Brejo e Agreste”, acrescentou o gerente executivo de Monitoramento Hidrométrico da Aesa.

* Lucilene Meireles, do Jornal CORREIO.

 

 

 

Cientistas criam prótese de mão que restaura sensação de toque

proteseUm dos grandes obstáculos no desenvolvimento de próteses capazes de substituir por completo um membro perdido pode ter sido finalmente superado. Cientistas da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa dos Estados Unidos (DARPA) anunciaram na última sexta-feira, 11, a criação de uma mão robótica que devolve o sentido de tato ao usuário.

Uma rede de eletrodos foi conectada ao cérebro de um voluntário de 28 anos, cuja identidade não foi revelada. Parte dos fios foi ligada ao seu cortex sensorial, região responsável por identificar sensações, como pressão sobre a pele; e parte foi ligada ao cortex motor, que, como o nome diz, controla nossos movimentos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os eletrodos foram então conectados a um braço mecânico capaz de ser controlado pelo pensamento do usuário. Com seu voluntário vendado, os cientistas tocaram delicadamente na ponta de cada um dos dedos da prótese, pedindo ao paciente que identificasse qual dedo estava sendo tocado. Ele conseguiu identificar corretamente o toque em quase 100% dos testes.

Em certo momento, os pesquisadores resolveram “brincar” com seu voluntário e apertaram dois dedos ao mesmo tempo. Mesmo assim, o paciente foi capaz de sentir os dois dedos sendo tocados. “Foi assim que percebemos que as sensações que ele tinha através da mão robótica eram próximas do natural”, explicou Justin Sanchez, responsável pelo estudo.

Apesar do sucesso, ainda há muito trabalho a ser feito. O sistema só consegue transmitir ao usuário a sensação de toque nos dedos, sem fazer o mesmo com a palma da mão ou o braço. Além disso, o paciente não consegue indentificar outras informações, como textura e temperatura do objeto ou superfície que está tocando.

Ainda assim, segundo os cientistas, a descoberta foi um importante passo na busca por próteses quase naturais. “Esse trabalho mostra o potencial de restaurações biotecnológicas de funções motoras. Investimentos do Darpa em neurotecnologia podem ajudar a nos levar a mundos totalmente novos em termos de função e experiência para indivíduos vivendo com paralisia, com o potencial de beneficiar pessoas com danos cerebrais ou doenças semelhantes”, explicam os pesquisadores.

Olhar Digital

Cel. Euller reclama que ‘interesses individuais’ buscam criar sensação de insegurança na PB e culpa redes sociais

Foto: Marcos Weric
Foto: Marcos Weric

O comandante da Polícia Militar na Paraíba, Coronel Euller Chaves, reclamou que existem ‘interesses individuais’ de pessoas que buscam criar a sensação de insegurança na Paraíba.

Em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, o comandante afirmou que a sensação de insegurança é construída no dia-a-dia através da mídia e das redes sociais. Para ele, “tem gente querendo desconstruir o que trabalho do governo”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Há gente que aterroriza nas redes sociais, posso contar vários casos”, afirmou lembrando episódios como o alarde sobre um arrastão no bairro São José e em escolas da Capital. “Tive que ir e mostrar que estava tranquilo”, explica.

De acordo com Chaves, houve ainda outros episódios, porém, para ele, eles retratam “interesses individuais de pessoas que buscam algum tipo de poder”.

Para o comandante, o que há de concreto é que na Paraíba, há três anos o número de crimes violentos letais vem diminuindo e pontuou os problemas com o sistema penitenciário, sócio-educativo e na legislação penal.

“Primeiro é preciso estruturar o sistema prisional e sócio-educativo para crianças e adolescentes para então endurecer a legislação. Nada adianta endurecer sem reforçar o sistema, ou vamos apenas prender mais e mais vão ser soltos escolarizados para o crime. Precisam ser feitas escolas de ressocialização de pessoas para melhorar e voltar a conviver na normalidade”, propõe.

Marília Domingues

Com sensação de 43°C, praias cheias no Rio têm afogamentos e topless

Banhistas lotaram as praias da Zona Sul do Rio mais uma vez nesta terça-feira (20), feriado de São Sebastião, padroeiro da cidade. Na Zona Oeste, a temperatura chegou aos 35°C e a sensação térmica foi a 43°C. Nas praias da Zona Sul, era possível avistar de longe helicópteros da Polícia Civil e dos bombeiros sobrevoando a orla e realizando o resgate de banhistas no mar.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 332 pessoas foram resgatadas pelos militares dos grupamentos do GMar de Botafogo e de Copacabana durante os fins de semana do mês de janeiro, sem contar esta terça, quando o mar ficou mais agitado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Toplessaço
Nas areias da Praia de Ipanema, eleitas por meio de um concurso na internet no fim de 2014, Natache Iamayá e Karla Klemente receberam a faixa de Musas do Toplessaço.

Musas do toplessaço na praia de Ipanema (Foto: Erbs Jr. / Frame / Estadão Conteúdo)Musas do toplessaço na praia de Ipanema (Foto: Erbs Jr. / Frame / Estadão Conteúdo)

O momento do topless foi registrado por uma imensidão de fotógrafos clicando as oito mulheres que tiveram coragem de tirar a parte de cima dos biquínis.

Outras jovens, apesar de apoiarem o movimento, preferiram não exibir os seios.

Toplessaço na Praia de Ipanema nesta terça-feira (20) feriado do padroeiro do Rio  (Foto: Cristina Boeckel/G1)Toplessaço na Praia de Ipanema nesta terça-feira (20) feriado do padroeiro do Rio (Foto: Cristina Boeckel/G1)

De acordo com a meteorologia, uma massa de ar seco, que está sobre a região, mantém o tempo quente e afasta as possibilidades de chuva no Rio durante os próximos dias. O calor pode aumentar devido a máxima prevista de 38°C.

Bombeiros monitoravam a orla da Zona Sul na manhã desta terça (20) (Foto: José Raphael Berrêdo/ G1)Bombeiros monitoravam a orla da Zona Sul na manhã desta terça (Foto: José Raphael Berrêdo/ G1)
G1

Candidato sensação, Eduardo Jorge se formou na UFPB e foi militante revolucionário em João Pessoa

eduardo-jorgeO candidato a presidência da República, Eduardo Jorge (PV), se transformou em uma sensação na internet depois do debate entre os presidenciáveis da TV Bandeirantes no dia 26 de agosto.

Apresentando propostas diferenciadas como legalização da maconha e do aborto, o candidato se diferencia também pelos gestos irreverentes e comentários provocativos. Surgiu até uma comparação com o falecido Plínio Arruda.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Mas são as comparações com um outro político é que chamam mais atenção: Pepe Mujica, presidente do Uruguai. O presidente do PV na Paraíba, Sargento Dênis, comentou com satisfação sobre a comparação e lembrou da humildade e simplicidade de Eduardo. “Ele anda de ônibus, vai trabalhar de bicicleta, é vegetariano. Ele é o Mujica brasileiro”, colocou.

Dênis conversou com o Portal Paraíba e contou um pouco sobre o presidenciável que estudou em João Pessoa e casou com uma paraibana. “Foi aqui que ele iniciou sua carreira médica, morou no bairro de Manaíra, tem família aqui. Ele é amigo dos professores da UFPB”, disse.

Foi justamente na Universidade Federal da Paraíba que começou a entrar em contato  com a política. Em 1968 entrou para o movimento estudantil e para o Partido Comunista Revolucionário Brasileiro.

Foi para São Paulo em 1974, estudar especialização em medicina. Lá se filiou ao PT e se elegeu deputado estadual e depois federal por 4 vezes. Se filiou ao PV em 2003.

Dênis afirmou que tem trabalhado muito na campanha de Eduardo e criticou os grandes veículos de imprensa que só dão espaço para os candidatos dos grandes partidos. “Nós estamos nos esforçando para ele vir aqui em campanha. As propostas que ele tem têm muito a acrescentar para a Paraíba”, continua.

“A legalização da maconha para medicina, como o Canabidiol, já é defendida pelo PV a muito tempo. Além disso tem muitos outros debates como a defesa da mulher, a legalização do aborto”, acrescentou.

O presidente do PV paraibano destacou que a campanha de Eduardo é muito humilde “muito mais do que foi a de Marina Silva, quatro anos atrás. É importante a gente ter esse espaço para as pessoas verem que ele é um candidato diferente, o único diferente”, afirmou.

Pedro Callado

 

Sensação térmica em ônibus que circulam em Niterói bate 50 graus

Niterói embarcou, na última quarta-feira, em quatro ônibus que circulam pela Região Oceânica, pelas zonas Sul e Norte e pelo Centro para registrar a temperatura e calcular a sensação térmica a bordo dos veículos. 

Técnico da UFRJ, Igor Balteiro, registra a temperatura e a umidade em um ônibus da linha 49 ( Fonseca-Centro) fábio rossi
Técnico da UFRJ, Igor Balteiro, registra a temperatura e a umidade em um ônibus da linha 49 ( Fonseca-Centro) fábio rossi

A equipe de reportagem suou a camisa – literalmente – para cumprir a missão. Assim como o valor da tarifa, que aumentou hoje de R$ 2,75 para R$ 3, a marca do termômetro subiu assim que a viagem começou. Na Alameda São Boaventura, no Fonseca, o termômetro marcou 43,4 graus a bordo de um ônibus. A sensação térmica era de 50 graus.

Melhora mesmo, apenas em 2016

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj), somente 21% dos ônibus de Niterói têm ar-condicionado. Isso corresponde a 170 veículos — a frota da cidade conta com 799. Segundo o Setrerj, o município ganhará 27 ônibus refrigerados no mês que vem. Porém, o sufoco da maioria dos passageiros só deverá passar mesmo em 2016. Esse é o prazo previsto num contrato assinado entre as concessionárias que exploram o sistema e a prefeitura. Ainda assim, o acordo só determina que 80% da frota tenha ar-condicionado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Numa nota, o sindicato justifica a situação atual: “O contrato não prevê que todos os carros tenham obrigação de oferecer ar-condicionado. Pelo acordo firmado em 2012, as empresas poderiam ter até 45% da frota com ar, cobrando uma tarifa diferenciada. Essa diferenciação de tarifas, no entanto, foi revogada por decreto do prefeito em junho de 2013”.

Passageiros reclamam do calor

Espremida num ponto de ônibus em frente ao Trevo de Piratininga, a vendedora Regiane Souza tentava fugir da incidência dos raios solares. Era quarta-feira e o relógio marcava 10h30m, em horário de verão. O termômetro – embora faltasse muito para o sol ficar a pino — já se aproximava da casa dos 40 graus. Outros dez passageiros disputavam um espaço na sombra. Foi naquela parada que O GLOBO-Niterói deu início à reportagem. Um veículo da linha 46 (Várzea das Moças-Centro) chegou e a equipe do jornal embarcou. Regiane preferiu ficar: estava decidida a viajar num ônibus com ar-condicionado. Já esperava por um há 20 minutos, mas se recusou a pegar um “quentão’’. Dava para entender, pois a sensação térmica a bordo era de 42 graus. E esse não foi o maior sufoco no caminho.

A experiência contou com aferições do técnico Igor Balteiro, que utilizou um termômetro de confiabilidade do Departamento de Meteorologia da UFRJ. O aparelho mostrava que as temperaturas registradas estavam pareadas com o percentual de umidade relativa no ar (dado utilizado para medir a sensação térmica). Dentro de um veículo da linha 49 (Fonseca-Centro), o equipamento provou que os passageiros estavam cheios de razão ao reclamarem do calor: quando entrou na Alameda São Boaventura, marcou 43,4 graus, e a sensação térmica a bordo chegou a 50 graus. E um detalhe: o ônibus viajava com pouco menos de 20 passageiros.

– Imagine se estivesse lotado. É um absurdo encarar esse calor dentro de um ônibus. Não tinha noção de que o termômetro registraria uma temperatura tão alta, e com o veículo praticamente vazio – reclamou a psicóloga Lione Berber.

Motoristas e cobradores, que pediram anonimato para não serem punidos por suas empresas, contaram que ouvem reclamações de passageiros o tempo inteiro e perderam a conta das vezes que tentaram explicar que não têm culpa alguma pelo problema. Eles também são vítimas e, além do corpo, ficam de cabeça e ouvidos quentes.

– Os micro-ônibus são os verdadeiros “quentões”. O ar não circula dentro deles, e a sensação fica quase insuportável quando ficamos retidos em congestionamentos – disse um motorista.

De fato, a bordo de um micro-ônibus da linha 26 (Caramujo-Centro), a equipe de reportagem teve a impressão de estar dentro de uma pequena sauna móvel. Enquanto o veículo passava pela Rua Teixeira de Freitas, o termômetro marcava 43,1 graus, e a sensação térmica era de 50. Num micro-ônibus com ar-condicionado da linha 47 (Canto do Rio-Centro), o aparelho registrou 16,5 graus a menos.

Especialista aponta riscos para a saúde

O sufoco tão citado nas reclamações de passageiros tem embasamento científico. Na avaliação de Antônio Cláudio Nóbrega, professor de Fisiologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), a sensação térmica de 50 graus é desumana:

– Um calor dessa intensidade dentro de um veículo provoca reações psicoemocionais, tais como irritabilidade, agitação e falta de disposição, e de natureza orgânica, tais como sudorese, sonolência e cansaço extremo. Isso tudo afeta a qualidade de vida das pessoas. E, no caso de quem tem pré-disposição para doenças cardíacas, hipertensão e diabetes, existe o risco de infarto e arritmia.

Ainda de acordo com Nóbrega, a temperatura ideal a bordo de um ônibus é de 26 a 29 graus.

ISABEL DE ARAUJO

Aesa prevê sensação térmica de 40ºC no Sertão e 17ºC no Brejo da Paraíba

calorJá no Brejo, mesmo no verão, as cidades com mais de 500 metros de altitude acima do nível do mar costumam manter temperaturas agradáveis. “Em municípios como Areia é comum vermos os termômetros marcarem 19ºC durante a madrugada. E pode esfriar ainda mais se a pessoa estiver em locais altos e exposta ao vento”, acrescentou Bandeira.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Chuva

De acordo com o boletim de análise meteorológica da Aesa, são pequenas as chances de chover nas próximas 24 horas na Paraíba. “O tempo sobre o Estado apresenta redução da nebulosidade e predomínio de céu claro. Nas próximas horas, não deveremos ter a ocorrência de chuvas”, informou o meteorologista Alexandre Magno.

Monitoramento

O Governo do Estado monitora a variação climática de forma ininterrupta em todo o Estado. Técnicos da Aesa se revezam em sistema de plantão no Centro de Gestão de Situações Críticas, que fica localizado em Campina Grande e também é conhecido como Sala de Situação. No local, computadores recebem dados em tempo real enviados pelas estações meteorológicas, possibilitando a prevenção de eventos críticos como secas e enchentes.

 

portalcorreio

Atual tricampeão, Santos encara a sensação caipira Mogi Mirim

Campeão do Interior em 2012, o Mogi Mirim veio com mais força ainda no Paulistão de 2013 e, neste sábado, às 18h30, encara o atual tricampeão estadual Santos de Neymar, no Estádio Romildo Gomes Ferreira, em Mogi, por um lugar na decisão contra o vencedor de São Paulo e Corinthians.

É a grande chance para o Sapão, que já tem campanha superior à do famoso Carrossel Caipira, de Rivaldo e Valber, nos anos 90, e chega embalado após despachar o Botafogo-SP com um 6 a 0. Para o Santos, que passou pelo Palmeiras nos pênaltis, trata-se de um desafio – brecar o melhor ataque do campeonato e seguir firme na luta por um inédito tetracampeonato paulista. Neymar está confirmado no ataque, ao lado de Miralles.

Montagem Roni Neymar, Mogi Mirim x Santos (Foto: Editoria de Arte)Roni, do Mogi Mirim, encara Neymar, do Santos (Montagem: Editoria de Arte)

Os dois times já haviam se encontrado no mata-mata do ano passado. Nas quartas de final de 2012, o Peixe levou a melhor na Vila Belmiro. Agora, o jogo único é em Mogi, já que o Sapão fez melhor campanha – terminou em segundo na primeira fase, uma posição à frente do Peixe.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Melhores ataques do estadual, Mogi Mirim (42 gols) e Santos (36 gols) prometem jogo aberto e ofensivo. A dupla Henrique e Roni, com oito gols cada, terá duelo pessoal com Neymar, artilheiro isolado do estadual, com 12 bolas na rede.

O árbitro Flávio Rodrigues Guerra apita a partida, auxiliado por Herman Brumel Vani e Danilo Ricardo Simon Manis. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da semifinal, em Tempo Real, com vídeos, a partir das 18h. O SporTV transmite ao vivo.

header as escalações 2 (Foto: arte esporte)

Mogi Mirim: o técnico Dado Cavalcanti terá força máxima. O volante Wagner, que era dúvida ao longo da semana, está recuperado da pancada na coxa e vai para o jogo. Ainda assim, Juninho segue de sobreaviso, caso o volante sinta algum tipo de desconforto muscular. No esquema 4-4-2, o Sapão terá: Daniel; Caramelo, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Wagner e Roger Gaúcho; Roni e Henrique.

Santos: o técnico Muricy Ramalho manteve mistério sobre a equipe da semifinal. As dúvidas estão na lateral direita, setor que deve ser ocupado por Felipe Anderson, improvisado, e no ataque. Em treino secreto realizado na última quinta-feira, o comandante usou Miralles ao lado de Neymar, confirmado para o jogo. Assim, o argentino deve roubar a vaga de André. Desta forma, o provável Peixe para o jogo é o seguinte: Rafael; Felipe Anderson, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e Miralles.

header quem está fora (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

Mogi Mirim: Alex Alves (suspenso por expulsão diante do Botafogo-SP).

Santos: Alan Santos (lesão no músculo posterior da coxa esquerda), Bruno Peres (lesão no músculo adutor da coxa esquerda), Giva (inflamação no púbis) e Galhardo (em razão da morte do irmão, Marcus Vinícius, vítima de acidente de carro, no último dia 23).

header fique de olho 2 (Foto: arte esporte)

Mogi Mirim: Roni. Artilheiro do Sapão na competição, o jovem atacante quer coroar seu bom momento levando o time à final do Paulistão pela primeira vez na história. Na equipe do interior, ele tem sido um dos destaques, principalmente por conta da velocidade e facilidade de driblar em direção ao gol. Pode surpreender na semifinal.

Santos: Neymar. Totalmente recuperado da lesão na coxa esquerda, sofrida no amistoso da Seleção empatado por 2 a 2 com o Chile, no dia 25 de abril, o craque participou dos últimos dois treinamentos e está garantido na semifinal.

header o que eles disseram (Foto: arte esporte)

Tiago Alves, zagueiro do Mogi Mirim: “Temos lutado bastante, sonhando com a conquista do Campeonato Paulista. Os feitos nossos nos credenciam a sonhar mais alto a cada dia com esse título. Esperamos conquistá-lo, com muito respeito aos nossos adversários. Mas para isso temos de vencer um dos melhores times do Brasil nesta semifinal”.

Muricy Ramalho, técnico do Santos: “O Mogi fez uma grande campanha e tem um bom time. Vem mantendo a base há dois anos. Será um jogo difícil, fora de casa, mas o Santos vai com respeito tentar a classificação, apesar da dificuldade”.

header números e curiosidades (Foto: arte esporte)

 

*O Mogi Mirim é a segunda equipe que mais venceu neste campeonato, conseguindo 13 vitórias em 20 jogos, uma a menos que o São Paulo. Já o Santos é a equipe que menos perdeu na competição, sofrendo apenas duas derrotas em 20 partidas, mesmo número de Corinthians e Ponte Preta.

*O Santos chega às semifinais sem perder há 14 jogos, desde o dia 17 de fevereiro, quando foi derrotado pela Ponte Preta por 3 a 1, em Campinas. Nos seus últimos 14 jogos, o Santos obteve oito vitórias e seis empates.

*Mogi Mirim e Santos disputaram 17 jogos, em Mogi Mirim, na história do Campeonato Paulista. Em casa, o Mogi leva vantagem com sete vitórias e seis empates, contra quatro vitórias do Santos e 21 gols marcados por cada equipe.

header último confronto v2 (Foto: arte esporte)

Na primeira fase do Paulistão deste ano, Santos e Mogi Mirim ficaram no empate, por 2 a 2, pela 15ª rodada. O confronto aconteceu no dia 28 de março, na Vila Belmiro, e teve público de 6.454 pagantes. O Peixe abriu o placar com Cícero, aos 42 minutos do primeiro tempo. Henrique, aos quatro da etapa final, deixou tudo igual. Giva, aos 22, recolocou o Alvinegro na frente do placar, mas Wagninho voltou a empatar, aos 34. O Santos atuou com: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo (Guilherme Santos); Arouca, Renê Júnior, Cícero e Montillo; Neymar e Giva. Técnico: Muricy Ramalho. Já o Mogi Mirim teve: Daniel; Roniery, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Wagner (Carlos Alberto) e Roger Gaúcho (Juninho); Roni (Wagninho) e Henrique. Técnico: Dado Cavalcanti.

 

 

Globoesporte.com

Exagerou na noite de Natal? Saiba como driblar essa sensação de desconforto

Se a noite de Natal foi marcada pelo consumo excessivo de comidas e bebidas, vale tomar bastante água e líquidos para prevenir a desidratação. Os sucos são bons, mas devem ser ingeridos com cautela quando muito ácidos

No café da manhã, opte por alimentos leves, como as frutas. Pular essa refeição para economizar as calorias que devem ser consumidas no almoço é um tremendo erro. Essa atitude vai deixá-lo com mais fome e isso certamente refletirá num prato bem maior na hora da refeição.

Uma caminhada leve pode ser uma boa alternativa para aliviar a sensação de desconforto. Ao contrário do que você deve imaginar, nenhum exercício físico intenso deve ser feito após um dia de exagero. O corpo precisa de repouso.

Geralmente, o almoço de Natal é tão calórico quanto a ceia, por isso fique atento às escolhas dos alimentos para evitar intoxicação, diarreia ou vômito. Devido ao alto teor de gordura, sódio e açúcares dos pratos natalinos, o consumo exagerado pode aumentar a pressão e descontrolar o colesterol, o triglicérides e a glicemia.

Uma xícara de chá apás a refeição pode ajudar na digestão. Escolha o sabor de sua preferência, já que a temperatura elevada da bebida favorece a boa digestão dos alimentos.

Caso os sintomas da má digestão estejam instalados, a melhor opção é recorrer aos antiácidos. Este tipo de medicamento promove um alívio imediato, mas se o quadro persistir, é aconselhável procurar o médico.

R7

CPI do Cachoeira: assessora que é sensação na comissão sai de férias após polêmica de vídeo íntimo

Denise vem causando furor não apenas na CPI do Cachoeira

 

“Denise está de férias” tem sido a frase mais repetida pelos funcionários do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI) às dezenas de repórteres e curiosos que têm procurado a concorrida assessora do parlamentar. Loura, bonita, dona de uma muitíssimo bem localizada tatuagem de fênix, Denise Leitão Rocha é o assunto do Congresso Nacional há uma semana, desde que um vídeo com cenas íntimas suas e de outro funcionário da Casa pra lá de tórridas vazou misteriosamente, e passou por nove entre dez celulares e tablets do Senado Federal. Desde o fim da semana passada, diante da polêmica em torno de seu nome, Denise saiu de férias e é tema proibido entre seus colegas.

– Eu trabalhei muito pouco com ela. Nossos horários eram diferentes, mal nos falávamos – saiu pela tangente um colega.

– Parece que ela saiu de férias – respondeu outro.

– Saiu mesmo de férias. Deve voltar só no mês que vem. Não éramos próximos – esquivou-se um terceiro, também sob anonimato, a exemplo dos outros.

De acordo com seus colegas, Denise mal parava no gabinete. Por ser contratada pelo chamado Regime Diferenciado de Frequência, ela não é obrigada a bater ponto. Nenhum deles soube explicar quais eram suas funções no Parlamento.

 

 

Denise Rocha
Denise Rocha Foto: Reprodução

 

Denise era figura fácil da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira, já que Ciro Nogueira é membro da comissão. Segundo a revista “Veja”, em uma das sessões da CPI, após o vazamento do vídeo, Denise teria sido orientada a sair para que não houvesse o risco de ser fotografada ao lado de algum parlamentar.

Suposto affair de Romário, conforme o EXTRA mostrou em maio, Denise não foi encontrada para comentar sua saída de férias, tampouco a afirmação de que foi convidada a se retirar da CPI.

Extra