Arquivo da tag: Seminário

Combate à Fake News é tema de seminário na Assembleia Legislativa

“As fake news estão entre as maiores mazelas da sociedade atual, ao lado das drogas”, declarou o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), ao abrir oficialmente, na manhã desta quinta-feira (30), o I Seminário de Combate às Fake News da ALPB. O evento reuniu jornalistas, pesquisadores, profissionais de saúde, estudantes e parlamentares.

Na oportunidade, o presidente informou que o evento já se enquadra no âmbito da lei nº 11.341, de sua autoria, que estabelece a data 24 de março, no calendário estadual, como Dia de Conscientização e Combate às Fake News, sancionada pelo governador João Azevêdo (PSB) e publicada na edição dessa quarta-feira (29), do Diário oficial do Estado.

A mesa dos trabalhos, presidida por Adriano Galdino, foi composta pelos também deputados estaduais Raniery Paulino (MDB), Estela Bezerra (PSB), LindolFo Pires (Podemos), Júnior Araújo (Avante), Cabo Gilberto Silva (PSL) e Wallber Virgulino (Patriota); além do Tenente Coronel Arnaldo Sobrinho, Doutor em Ciências Jurídicas e Mestre em Direito Econômico.

O jornalista Marcos Wéric, coordenador de Comunicação da ALPB e coordenador geral do evento, fez a saudação às autoridades, convidados e participantes, destacando que o seminário é resultado de uma ação que começou com uma campanha de conscientização da sociedade, encampada pela TV Assembleia sobre o tema.

“A ideia repercutiu muito bem no seio da sociedade e evoluiu para este seminário, porque trata-se de um assunto muito sério, que tem influência direta na vida das pessoas, no cotidiano dos poderes, inclusive. É uma tecla que nós temos que bater sempre, para que o bom jornalismo sempre sobressaia sobre as fake News. Esse é o nosso dever, enquanto comunicação institucional, enquanto TV pública”, disse.

Na sua fala, o deputado Adriano Galdino destacou  que a ideia de realizar o seminário surgiu a partir de uma breve reflexão sobre o papel da imprensa no contexto da sociedade. “Isso me preocupou, naquela oportunidade, e me preocupa ainda hoje, porque nós precisamos de uma imprensa que possa formar jovens, pais e mães de famílias com conhecimento de qualidade, independência e espírito público. Uma imprensa que possa valorizar a defesa do estado democrático de direito, a defesa das instituições brasileiras, a defesa da democracia, do respeito às pessoas e aos indivíduos” declarou.

Entre as autoridades convidadas, o jornalista João Pinto, presidente da Associação Paraibana de Imprensa, declarou que a entidade tem dado apoio necessário a todas as iniciativas de combate às fake news, “que é um fenômeno que tem se alastrado em todo o mundo”. “Diante disso a API também está engajada neste movimento encampado pela Assembleia Legislativa, parabenizando o presidente Adriano Galdino pela excelente iniciativa de levantar esse tema tão atual, sob a coordenação de Marcos Wéric, para que possamos nos unir contra esse mal que ameaça toda a sociedade”, comentou João Pinto.

O deputado Júnior Araújo, que representa a região polarizada pelo município de Cajazeiras, no Alto Sertão paraibano, lembrou a tradição jornalística sertaneja, especialmente na área de rádio. Ele fez um breve histórico das redes sociais e a influência que elas exercem, ao longo do tempo na sociedade, inclusive influenciando diretamente nas eleições em diversos países a exemplo dos Estados Unidos, particularmente na mais recente disputa entre o republicano Donald Trump e a democrata Hilary Clinton. “As mídias sociais têm seu lado positivo, mas também têm o seu lado obscuro, um lado extremamente negativo e ainda não há uma fronteira de se controlar o que é divulgado nas redes sociais. E as fake News são a grande chaga desse processo”, observou.

Para Raniery Paulino, um dos debatedores do seminário, é de fundamental importância discutir algo tão novo, tão presente nas vidas de todos os brasileiros, especialmente aqueles que têm acesso à internet. “Isso mostra que a Assembleia Legislativa está extremamente conectada com a realidade e buscando, através do debate amplo e democrático, encontrar soluções para um problema que aflige a sociedade, não só na Paraíba ou no Brasil, mas em todo o mundo”, destacou.

O Tenente Coronel Arnaldo Sobrinho, também palestrante, manifestou felicidade pela iniciativa da Assembleia Legislativa, parabenizando o presidente Adriano Galdino pela aprovação da Lei que “estabelece um dia específico para combate às Fake News, que se materializa, de forma contundente, com a realização do seminário”.

Arnaldo, que coordena o escritório nacional da Associação Internacional de Combate ao Crime Cibernético, sediado em João Pessoa, disse que ainda não se tem controle sobre a disseminação de informações falsas, mas é possível estabelecer um combate sistemático a essa prática danosa à sociedade, através de diversas ferramentas cibernéticas.

“Da parte de nossa associação, nós temos feito um trabalho preventivo e significativo nas escolas, públicas e privada. Tivemos situação extremamente graves nos últimos anos, a exemplo da baleia Azul e do Momo do WhatsApp. De modo que parabenizo a Assembleia Legislativa, para que possamos fazer das diversas ferramentas da internet um espaço de responsabilidade”, finalizou.

Além de Raniery Paulino e o Coronel Arnaldo Sobrinho, também foram debatedores do seminário a advogada Yasmin Mendonça e os jornalistas Phelipe Caldas, Cândida Nobre e Sony Lacerda.

agenciaalpb

 

Seminário reunirá 160 gestores municipais para debate sobre gestão de recursos hídricos

Seminário de Gestão Estratégica das Águas será realizado nos dias 15 e 16 de fevereiro e  vai apresentar modelos internacionais de gestão de águas, além do processo de Gestão da Integração de Bacias no Estado

SebraeGestores públicos de 160 municípios paraibanos discutem, em Campina Grande, nos dias 15 e 16 de fevereiro, as estratégias para a gestão eficiente dos recursos hídricos do Estado durante o Seminário de Gestão Estratégica das Águas que será realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep). O evento vai apresentar modelos internacionais de gestão de águas que podem ser adotados para impulsionar o desenvolvimento sustentável na região, além de discutir o processo de gestão da integração de bacias no Estado.

O Seminário contará com a participação de prefeitos, secretários de Estado e municipais, representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Fiep, Sebrae, Faepa, Banco do Nordeste, universidades, além de dirigente de projetos dos Estados Unidos, que apresentarão casos de sucesso de manejo eficiente das águas em áreas com histórico de estiagem.

“Verificamos a necessidade da gestão de águas do rio São Francisco, que estão prestes a chegar. Entendemos que é importante conhecer sobre gestão e precificação da água. Por isso, convidamos os técnicos e gestores do Colorado, que tem uma realidade com algumas semelhanças com a Paraíba, sobretudo em relação à pluviometria. Lá chove semelhante ao Cariri paraibano e eles administram muito bem a água, aproveitando a água da chuva e das geleiras, permitindo que se tenha um Estado praticamente todo irrigado”, explicou o presidente da Fiep e do Conselho Deliberativo do Sebrae Paraíba, Francisco Buega Gadelha.

O seminário irá apresentar o modelo de gestão de águas da Agência Nacional de Águas (ANA) e discutir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que é uma agenda universal com um plano de ação para melhorar o planeta e que tem a gestão sustentável da água como parte desses objetivos.

Para o superintendente do Sebrae Paraíba, Walter Aguiar, as discussões sobre a gestão das águas e a troca de experiências de soluções para áreas que sofrem de estiagem são fundamentais para o atual momento da Paraíba. “Precisamos pensar em estratégias para a gestão dos recursos hídricos existentes, aproveitamento de outras fontes, hoje, não utilizadas, e preparação para novos cenários, a exemplo da transposição de bacias. O encontro também será uma oportunidade para conhecermos de perto casos exitosos do manejo da água em regiões secas do continente norte americano e que podem ser aplicados em áreas do nosso Estado que já sofrem e podem vir a sofrer com a estiagem”, disse o superintendente.

Debates -Dois temas principais serão apresentados no evento, divididos em dois painéis. No primeiro dia será a gestão estratégica das águas como fator de desenvolvimento sustentável, soluções e boas práticas. No dia seguinte, serão debatidas novas perspectivas de desenvolvimento sustentável da Paraíba com a transposição do rio São Francisco. Durante o evento também será construída uma agenda estratégica com os objetivos para a gestão das águas e a adesão à Agenda Global para o Desenvolvimento Sustentável.

“Durante o seminário, iremos discutir uma agenda estratégica na qual a gestão de recursos hídricos é o tema principal para o desenvolvimento sustentável. Os participantes do evento poderão vivenciar e opinar sobre essa experiência bem sucedida do Colorado e as referências em nossa região”, destacou o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim.

O evento será realizado pela Fiep e Sebrae Paraíba, com apoio do Governo do Estado, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, PNUD e Faepa. Poderão participar gestores públicos e representantes e técnicos de instituições, universidades e empresários convidados. Os interessados no tema poderão acompanhar o seminário, em tempo real, pela internet.

Projeto Colorado-Big Thompson – Os norte-americanos irão mostrar aos representantes de instituições brasileiras o projeto Colorado-Big Thompson, uma das obras mais conhecidas de integração de bacias hidrográficas, com eficiente uso da água para a agricultura, a indústria, o município e doméstico. O presidente da Fiep, Buega Gadelha, o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, o presidente da Federação da Agricultura e da Pecuária da Paraíba (Faepa), Mário Borba, e o superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Wesley Gonçalves Maciel conheceram de perto este projeto, em setembro do ano passado, e convidaram os gestores do projeto para mostrarem suas experiências na Paraíba.

Entre os benefícios trazidos pela obra, destaca-se o desenvolvimento da agricultura no estado da Califórnia. A transposição possibilitou a produção de leite, carne bovina, tomate, morango, melões, pêssegos e melancias, influenciando diretamente em sua economia.  Após a obra, a Califórnia se tornou um grande produtor americano, o que possibilitou o desenvolvimento do oeste e centro sul dos Estados Unidos. Hoje, é considerada o pomar da América e possui o maior PIB do país.Assim, a transposição do Rio Colorado transformou toda a região da Califórnia, repercutindo na economia de todo e país e mudando a vida de todos os seus moradores.


SEBRAE PARAÍBA

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

CCHSA sedia I Seminário Internacional do NEMDR  

NEMDR 2015Iniciou nesta segunda-feira (28) o I Seminário Internacional do Núcleo de Extensão Multidisciplinar para o Desenvolvimento Rural – NEMDR, no Campus III da Universidade Federal da Paraíba, em Bananeiras. As atividades ocorrerão até a próxima quarta-feira (30) com formação de diversas mesas temáticas, grupos de trabalho, oficinas e minicursos, nos turnos da manhã, tarde e noite.

Como parte das ações do NEMDR o seminário busca proporcionar atividades voltadas para o desenvolvimento rural, ligadas à formação de docentes e de discentes, em particular os universitários e os de escolas públicas localizadas no Campo do Brejo paraibano.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

As atividades deram início às 19h, com a Mesa de Abertura, trazendo o tema “Educação: Desenvolvimento rural e inclusão social”, liderada pelo professor Doutor em Cooperação para o Desenvolvimento, Vicente Ramón Palop Esteban e pela professora Doutora Andréa Alice da Cunha Faria, da UFRPE.

O NEMDR é vinculado ao Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias (CCHSA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), situado em Bananeiras, PB. Foi criado no segundo semestre de 2011 – após aprovação nas instâncias superiores ao CCHSA, como o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) e o Conselho Universitário (CONSUNI).

Desde então vem desenvolvendo experiências de extensão, por meio dos cursos e dos Seminários Temáticos, e realizando pesquisas que abordam temas que contribuem para a formação inicial e continuada dos envolvidos.

Assessoria

Solânea realiza seminário contra a Dengue  

dengueA Prefeitura Municipal de Solânea, juntamente com a Secretaria de Saúde, realizou  na terça-feira, 26 de maio, um Seminário sobre a Dengue. Participaram do momento representantes das demais Secretarias, no intuito de traçar encaminhamentos e estratégias, como  também, meios necessários para a realização da Semana de Mobilização da Dengue.

A Semana de Mobilização contra a Dengue ocorrerá em junho e o trabalho de todos envolvidos nesta ação, será principalmente conscientizar de que cada um deve fazer a sua parte.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O objetivo  da campanha é despertar a consciência das pessoas e o papel que cada um pode assumir, em relação ao agravamento da proliferação da dengue, que vem se alastrando em todo os estados brasileiros.

Dicom Solânea

Seminário reúne secretários municipais de saúde para qualificação da gestão do SUS

susO I Seminário Gílson Carvalho para Qualificação da Gestão do SUS na Paraíba começa neste domingo (24) e segue até o próximo dia 27, no Garden Hotel, em Campina Grande. O evento começa às 8h, com atividades durante todo o dia. Às 19h haverá a abertura oficial, com a palestra do secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, o paraibano André Bonifácio. O nome do seminário é em homenagem ao pediatra Gilson Carvalho, um dos idealizadores do SUS, que morreu recentemente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O evento é uma promoção do Conselho de Secretarias Municipais da Paraíba (Cosems), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS)/ Organização Mundial de Saúde (OMS) e reunirá os secretários de saúde de todos os 223 municípios paraibanos.

“O seminário foi pensado com o objetivo de capacitar os gestores da saúde pública para que sejam garantidas ações de um SUS acessível, integral e com mais qualidade”, disse a presidenta do Cosems, Soraya Galdino.

De acordo com a programação, durante os quatro dias do evento serão debatidos temas como planejamento integrado na Paraíba; as responsabilidades da gestão municipal; rede cegonha, rede psicossocial, rede de urgência, assistência farmacêutica e vigilância em saúde, por palestrantes do Ministério da Saúde, Conass e Cosems de outros estados.

Programação

Dia 24 – 8h às 12h

Mesa 1: Planejamento integrado – capacitação da gestão através da apropriação dos instrumentos de gestão – RENASES, RENAME, PGASS, plano municipal e relatório de gestão

Palestrante: Lourdes Almeida – Conass

Marcos da Silveira Franco – Conasems

Dorian Chimsmarzaro – SGEP/MS

Marcos Elizeu Marinho – PPI/MS

13h às 17h

Roda de conversa: planejamento integrado na Paraíba

19h às 21h (Abertura oficial)

Mesa de abertura: as responsabilidades da gestão municipal

– O gestor e a gestão do SUS, a SES e o Cosems

– O gestor e o decreto nº 7.508

– O gestor e o modelo assistencial e as redes de atenção

Palestrante: André Bonifácio

Dia 25 – 8h às 12h

Mesa 2: Regionalização da Saúde e Gestão Compartilhada –critérios, construção e funcionamento das regiões de saúde e das Comissões Intergestores Regionais de Saúde – CIR

Palestrante: Lourdes Almeida – Conass

Willames Freire – presidente Cosems/CE

Isabel Senra – SGEP/MS

13h às 17h

Roda de conversa: 16 Regiões de saúde, avaliação e monitoramento

Dia 26 – 8h às 12h

Mesa 3: Redes de atenção – processo de pactuação: rede cegonha, rede psicossocial, rede de urgência, assistência farmacêutica e vigilância em saúde

Palestrante: Eugenio Vilaça – Conass

Mario Guimarães Junqueira – presidente Cosems/MG

Jorge Harada – Segep/MS

Waldson Dias de Sousa – secretário de Estado da Saúde da Paraíba

13h às 17h

Roda de conversa: as redes de atenção na Paraíba: desafios e conquistas.

Dia 27 – 8h às 12h

Mesa 4: Lei Complementar 141/11 – aspectos jurídicos, gestão orçamentária e financeira dos fundos de saúde, judicialização

Palestrante: Leni Santos – Conasems

Fernanda Terrazas – assessora jurídica Conasems

Marcos Coelho de Salles – Fórum Nacional de Saúde/PB

Joellygton Santos – SES Maceió (AL)

13h às 17h

Roda de conversa: os impactos da implementação da Lei nº 141 na Paraíba – Fundo Municipal de Saúde – leis e diretrizes,transferências de recursos / SUS


Secom/PB

Seminário discutirá prestação de contas das campanhas eleitorais

urnaO Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba promoverá nesta sexta-feira, das 8h00 às 17h00 no auditório da OAB, em João Pessoa, Seminário estadual sobre a prestação de contas das campanhas eleitorais 2014. As inscrições são gratuitas e ainda podem ser feitas através do telefone 3044-1320 ou do e-mail eventos@crcpb.org.br.

A capacitação é uma iniciativa conjunta com o CFC, OAB e o TRE e consiste em palestras sobre temas como aspectos jurídicos e contábeis das eleições e das prestações de contas, bem como de seu processamento, além da atuação do profissional da contabilidade nesse contexto, proferidas pelo chefe da seção de contas partidárias do TRE André Cabral, advogado Diego Fabrício e a vice-presidente de interiorização do CRCPB, Clair Leitão.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Resolução 23.406/14, proferida em março pelo TSE, prevê a obrigatoriedade da assinatura do profissional da contabilidade na prestação de contas eleitorais a partir deste ano. Para o presidente do CRCPB, Glaydson Trajano Farias, isto implicará em um grande avanço não apenas para a categoria, mas sobretudo para a sociedade, pois garantirá maior lisura aos dados apresentados. “O entendimento do TSE traduz o reconhecimento da importância do profissional da contabilidade no trâmite eleitoral”, afirmou.

Assessoria

 

Seminário fomenta debate entre Imprensa e Organizações da Sociedade Civil

SeminárioProfissionais de comunicação, especialistas e lideranças que são referência no campo social, representando entidades da sociedade civil, organismos internacionais, academia, setor empresarial e entes governamentais participarão, nos dias 12 e 13 de março de 2014, em Brasília (DF), de extensa programação de atividades que fazem parte do Seminário NacionalImprensa e Organizações da Sociedade Civil.

Reunindo cerca de 100 convidados, o evento busca fomentar o debate sobre questões relacionadas às Organizações da Sociedade Civil (OSC), as quais desempenham papel central para a manutenção do equilíbrio social e a consolidação do regime democrático – daí a importância de construir estratégias que promovam a reflexão sobre o funcionamento do setor, com o propósito de fortalecê-lo, e à sua função na sociedade.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Marco Regulatório. É na perspectiva de contribuir para que as redações passem a qualificar o debate público em torno do assunto que se realiza o Seminário. Durante dois dias, será travado um diálogo em profundidade sobre as potencialidades e problemas deste setor, priorizando aspectos relacionados à sua incidência estratégica para a garantia dos direitos humanos, a justiça social e o desenvolvimento inclusivo/sustentável.

Os desafios que esta importante esfera de conhecimento e ação enfrenta estão vinculados a aspectos econômico-financeiros e políticos. E foi para investigá-los que temas como marco legal e mecanismos de financiamento e controle das OSC foram inseridos na programação do Seminário, parte integrante da vasta agenda de reflexões sobre o assunto que vem sendo implementada pela ANDI – Comunicação e Direitos e pela Plataforma por um Novo Marco Regulatório para as Organizações da Sociedade Civil.

Pesquisa. Outro destaque da programação é o lançamento da pesquisa Análise de Cobertura – A Imprensa Brasileira e as Organizações da Sociedade Civil, que radiografa a maneira como 40 diários das diversas regiões do País e quatro revistas semanais trataram das temáticas relativas às OSC no período 2007-2012, alcançando, portanto, o segundo mandato do presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva e a primeira metade do mandato da presidenta Dilma Roussef.

Entre outras organizações, participam do encontro a Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong); Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE); Instituto Socioambiental (ISA), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA); Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE); Instituto Unibanco; Observatório de Favelas; Fundación Avina; Fundação Grupo Esquel Brasil e o Comitê Facilitador da Plataforma por um Novo Marco Regulatório para as Organizações da Sociedade Civil.

Cobertura online. A iniciativa da estratégia é da ANDI – Comunicação e Direitos e da Plataforma por um Novo Marco Regulatório para as Organizações da Sociedade Civil, em parceria com a União Europeia, Fundación Avina, Instituto C&A, Aliança Interage e Secretaria-Geral da Presidência da República, com apoio da Fundação Grupo Esquel Brasil, do GIFE e da Abong. O patrocínio é da Petrobras.

Seminário Nacional Imprensa e Organizações da Sociedade Civilterá cobertura online, por meio do perfil da ANDI no Twitter e no Facebook, com a hashtag #imprensaeosc.  Ao final de cada dia, as matérias consolidadas sobre as discussões nas Mesas Temáticas serão postadas no Blog da ANDI. A programação completa está disponível no site do evento.

Serviço

O quê: Seminário Nacional Imprensa e Organizações da Sociedade Civil

Quando:12 e 13 de março de 2014

Onde: Em Brasília (DF), no Mercure Brasília Lider Hotel (SHN Quadra 5 Bloco I – Asa Norte)

Público-alvo: Profissionais de comunicação, especialistas e lideranças sociais

Informações: http://imprensaesociedadecivil.andi.org.br/

Cobertura onlineTwitter (com a hashtag #imprensaeosc), Facebook Blog

 

 

Portal Andi

II Seminário Regional em Solânea, reuniu grande parte do secretariado do governo do estado

betoNa última sexta-feira,24, foi um dia inesquecível para o funcionalismo público em Solânea, já que grande parte do secretariado do Governo do Estado, se encontrou para promover o II Seminário Regional, a fim de integrar os servidores e agentes governamentais no sentido de dialogar a respeito da construção de novas politicas públicas, avaliar os rumos políticos em curso, bem como informar das ações em andamento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Seminário teve início ás 8h.30min.com uma mensagem de boas vindas, apresentações culturais e a palavra do Prefeito e anfitrião do evento, Beto do Brasil. Em seguida, Walter Aguiar, Secretário da Casa Civil, tratou da importância do servidor público para atingir os novos rumos para o Estado. Um coffee break, marcou um intervalo rápido para a segunda parte do evento durante o período matutino, que foi comandado  pelos secretários Waldson de Souza(Saúde) e Carlos Pereira(Diretor Presidente do DER). Ao término das palestras a palavra foi facultada e bastante aproveitada pelo público presente, que requisitaram melhoramentos na malha rodoviária, ampliação nos serviços de saúde e regionalização da segurança pública.

À tarde o público foi dividido em grupos temáticos que debateram a infraestrutura, emprego e renda e ação social. O Prefeito Beto do Brasil, expôs diversos pedidos baseados nos anseios da população solanense e região do Brejo Paraibano, e também das autoridades presentes, tais como: implantação de uma Casa da Cidadania, Corpo de Bombeiros, Delegacia Distrital, Melhoramentos dos recursos hídricos, Placas sinalizadoras nas BR’S que ligam o Brejo á capital do Estado, dentre outros. Walter Aguiar, destacou a importância do evento como uma inovação lucrativa para o cidadão principal razão da existência do servidor estadual e secretários. Já Guilhermina Oliveira, Chefe de gabinete da Casa Civil, em contato com a assessoria de comunicação afirmou: “o governo do Estado tem total interesse em atender os pedidos dessa cidade”.

Fonte: Prof. Gederlandio A. Santos – Assessoria de Comunicação

Pastoral da Juventude reafirma luta contra a violência em Seminário Nacional

Pastoral da Juventude“Não à redução da maioridade penal e sim a favor da vida das juventudes”. Esse foi o grito dos mais de 150 participantes do Seminário da Campanha Nacional contra a Violência e Extermínio de Jovens ao encerrarem a atividade realizada, em Taguatinga (DF), entre os dias 03 a 05 de maio de 2013.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O evento reuniu pessoas de todo país. Jovens e adultos, religiosos, leigos, que aprofundaram os caminhos para fortalecer a pauta sobre a defesa da vida da juventude e garantia de seus direitos. “A Campanha já se estabeleceu, mas ela precisa ter uma continuidade. Agora temos um olhar de onde a gente está e para onde a gente vai”, afirmou a jovem Elisangela Hahn, da Arquidiocese de Curitiba no Paraná, ao avaliar a importância da atividade.

Para se estabelecer os caminhos para a Campanha foram abordados seis temas centrais: violência e extermínio; tráfico humano (prostituição e trabalho escravo); violência e uso de drogas; redução da maioridade penal; aprisionamento e cárcere; e segurança pública, educação e trabalho. Para a assessora Arleth Gonçalves, da Arquidiocese de Belém do Pará, o extermínio da juventude não pode continuar invisível para a sociedade. “Por isso, os jovens do Brasil se reuniram para dar horizonte à Campanha, levando de volta para os seus estados a esperança que muitas vezes é perdida devido a tantas forças contrárias à nossa causa”, frisou a assessora.

Não só a análise e o debate sobre os rumos da Campanha estiveram em pauta. A avaliação das ações e das conquistas já realizadas ao longo dos quatro anos da iniciativa, também estiveram presente. O jovem Felipe Freitas, que coordena o projeto “Juventude Viva” do governo federal, enfatizou que a Campanha foi a principal ação para pautar o tema na sociedade e motivar a criação dessa e de outras políticas públicas.

A participação de representantes do poder público e de diversas organizações juvenis foi acompanhada de diálogos e conversas a respeito do posicionamento da Pastoral da Juventude contra a redução da maioridade penal. “Dizemos não por acreditar que a redução trata o efeito e não a causa. Além disso, o sistema prisional não reinsere ninguém na sociedade”, esclareceu o jovem Gil Kairós, da Pastoral da Juventude do Piauí.

O evento contou com a parceria da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Província Marista Brasil Centro-Norte (PMBCN), Coordenadoria de Juventude do Distrito Federal, Cáritas Brasileira e o apoio da Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude, Adveniat e DKA Áustria. A atividade contou também com a assessoria de Carmem Lúcia Teixeira, do CAJUEIRO: Centro de Formação, Assessoria e Pesquisa em juventude.

Segundo Fr. Rubens Nunes, assessor da CRB Nacional na área de juventude, “o Seminário Nacional revelou a capacidade das lideranças da Pastoral da Juventude de organização e consciência social e ao mesmo tempo nos alertou para a emergência sobre o risco da redução da maioridade penal”, destacou o religioso.

Destaca-se, ainda, a memória feita ao longo do Seminário, sobre as pessoas que doaram suas vidas em favor dos empobrecidos, em especial das juventudes. Como gesto concreto desta memória, foi entregue a cada participante um pouco da terra do local onde foi assassinado (2009) Pe. Gisley Azevedo Gomes, então assessor do Setor Juventude da CNBB. O símbolo foi utilizado como envio aos jovens que levarão as discussões e assuntos para os grupos de base de todo o Brasil.

A Campanha

Campanha Nacional contra a Violência e Extermínio de Jovens teve início, no ano de 2008, em ação articulada das Pastorais da Juventude do Brasil e de diversas organizações. A ação busca fomentar e provocar toda sociedade para o debate sobre as diversas formas de violência contra a juventude, especialmente, o extermínio de milhares de jovens no Brasil. Com isso, a Campanha objetiva avançar na conscientização e desencadear ações que possam mudar essa realidade de morte juvenil.

Fonte:http://www.pj.org.br/noticias/1652

Governo realiza seminário de mobilização da Conferência das Cidades na Paraíba

 

CONFERENCIA DAS CIDADESA Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba (Cehap) realiza nesta sexta-feira (12), às 9h, o Seminário de Mobilização da Conferência das Cidades na Paraíba.  O evento vai acontecer no auditório da Cehap e contará com a presença da Comissão de Validação, Sistematização e Mobilização do Ministério das Cidades, com o objetivo de esclarecer todas as dúvidas e capacitar as comissões organizadoras sobre como deverão realizar as conferências em cada município.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Durante todo o dia, serão apresentados os procedimentos e a metodologia que devem ser adotadas nas conferências estadual e municipais, discutindo sobre a importância da participação de todos na construção do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano. O público alvo do seminário serão os representantes das comissões preparatórias das conferências municipais, que são os responsáveis pela condução de todo o processo.

5ª Conferência Estadual das Cidades – Com o tema “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana Já!”, a 5ª Conferência Estadual das Cidades será realizada nos dias 22 a 24 de agosto deste ano em João Pessoa e terá como debate principal as discussões para avançar na construção e implementação do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano, indicando ao Ministério das Cidades as prioridades de atuação no Estado.

Na Paraíba, 149 conferências municipais já foram convocadas em várias regiões. Os municípios de Mogeiro, Salgado de São Félix e Monte Horebe já realizaram suas conferências, contribuindo para as proposições que serão discutidas na etapa estadual.

 

 

Secom-PB