Arquivo da tag: Seis

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega Sena acumula em R$ 125 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.160 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (15) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 01 – 19 – 46 – 47 – 49 – 53.

A quina teve 116 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 49.024,59. Outros 9.486 apostadores acertaram a quadra; cada um receberá R$ 856,42.

O próximo concurso (2.161) será na quarta-feira (19). O prêmio está acumulado em R$ 125 milhões.

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

G1

 

 

Polícia apreende seis adolescentes suspeitos de linchamento em Alagoa Grande

Uma operação policial integrada apreendeu na manhã desta quinta-feira (25), seis menores acusados de um linchamento ocorrido há poucos dias na cidade de Alagoa Grande, na Paraíba. Foram expedidos sete mandados de apreensão, porém até o momento seis foram cumpridos.

A vítima que não teve identidade revelada foi socorrida para o Hospital de Trauma de Campina Grande. De acordo com informações, a vítima encontra-se em coma.

 

clickpb

 

 

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 105 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.145 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta (24) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 06 – 08 – 28 – 51 – 53 – 59.

A quina teve 115 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 55.420,70. A quadra teve 10.504 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 866,79.

O próximo concurso (2.146) será no sábado (27). O prêmio estimado é R$ 105 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

G1

 

 

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 52 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.142 realizado na noite deste sábado (13) em Botucatu (SP). O prêmio acumulou e pode pagar R$ 52 milhões no próximo sorteio.

Veja as dezenas: 07 – 40 – 44 – 50 – 52 – 57.

A quina teve 65 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 55.484,51. Outras 5.028 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 1.024,68.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

G1

 

Seis são presos suspeitos de tentativa de assalto aos Correios

Seis pessoas foram presas, nesta segunda-feira (1º), suspeitas de envolvimento em uma tentativa de assalto a uma agência dos Correios de São José de Piranhas, Sertão paraibano, a 477 quilômetros de João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos planejavam assaltar a agência há dois dias.

Segundo a polícia, dos seis suspeitos um foi preso no lado de fora da agência, enquanto dava cobertura para outros dois homens que estavam dentro do estabelecimento fazendo um vigilante e a gerente como reféns.

Ao perceberem que estavam cercados, os suspeitos abriram uma negociação, que durou pelo menos 20 minutos, libertaram as vítimas e se entregaram.

A partir da prisão dos três, os policiais chegaram até outros dois homens e uma mulher, que estavam no ponto de apoio da quadrilha, na Zona Rural do município. Foram apreendidos três revólveres e recuperada uma moto que tinha sido roubada na noite desse domingo (30).

Outra agência também foi alvo de crime

Também nesta segunda, dois vigilantes autônomos foram rendidos por criminosos durante ataques à agência dos Correios e Telégrafos e de um banco na cidade de Serra Branca, Borborema do estado, a 230 km de João Pessoa. O caso aconteceu por volta das 2h30.

De acordo com o sargento J. Arimatéia, da Polícia Militar, ao menos seis bandidos teriam participado da ação. “Eles se dividiram em dois grupos e realizaram explosões, simultaneamente, no banco e nos Correios”, contou o policial, acrescentando que dois homens que trabalham como vigilantes noturnos das ruas foram rendidos. “Eles não trabalham armados. Foram rendidos, mas não sofreram ferimentos”, completou o sargento.

Antes de fugir, os criminosos ainda dispararam vários tiros. Não há registro de pessoas feridas. “Fizeram isso apenas para amedrontar a população, como é de costume”, avaliou J. Arimatéia. Apesar de haver um posto policial em Serra Branca, não houve confronto entre militares e bandidos.

A polícia segue na busca por suspeitos. As informações são de que eles fugiram por uma estrada de barro que dá acesso a outros municípios da região.

portalcorreio

Semana Santa: PRF/PB contabiliza 22 acidentes, 17 feridos e seis mortes

A Polícia Rodoviária Federal concluiu a Operação Semana Santa, que teve início na última quinta-feira (29) e terminou domingo (01). Seguindo um indicador dos últimos anos, a PRF conseguiu manter a redução no número de acidentes e feridos.

O efetivo da PRF deu ênfase a quatro alvos considerados os que mais afetam a segurança no trânsito rodoviário: excesso de velocidade, ultrapassagens irregulares, uso de equipamentos obrigatórios e embriaguez.

Ao final da Operação Semana Santa, foram registrados 22 acidentes, que produziram 17 feridos e seis mortes. Houve uma redução de 37% no número de feridos em relação ao ano anterior e 15% a menos de acidentes foram registrados; Levando em consideração o aumento da população e frota de veículos em números absolutos, o fato é visto como uma retração no índice de acidentes e feridos em números relativos.

Na Operação Semana Santa de 2018, a PRF na Paraíba fiscalizou 580 veículos, 585 veículos foram detectados pelo radar transitando com excesso de velocidade, 569 pessoas foram fiscalizadas e 6 prisões foram realizadas.

A PRF também realizou 379 testes de alcoolemia, que resultou em 11 motoristas reprovados, sendo um deles conduzido para Delegacia de Polícia por estar com a quantidade superior a 0,34 miligramas de álcool por litro de ar nos pulmões.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Seis são presos e três apreendidos por policiais do 4º BPM em menos de 12 horas

Neste sábado (1º), em menos de 12 horas, seis homens foram presos e três adolescentes apreendidos por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) em duas cidades da região. A primeira prisão aconteceu às 11h, em Pirpirituba, quando as guarnições do CPU (Comandante de Policiamento da Unidade) e do Destacamento local realizavam rondas no bairro da Caixa D’água e se depararam com duas pessoas trafegando em uma moto sem placa.

Os dois tentaram fugir da abordagem, mas foram alcançados e o que estava de carona proferiu palavras de baixo calão contra os policiais. Um deles foi preso e outro, adolescente, apreendido e conduzidos à delegacia. A moto foi apreendida pela guarnição da CPTran. No final da tarde, os policiais foram informados de que três homens em atitude suspeita estariam armados no Sítio Serra da Jurema, em Guarabira. Viaturas, sob o comando do Ten Castro, foram enviadas para o local e visualizaram os suspeitos que, ao perceberem a chegada dos policiais, se embrenharam pelo matagal, mesmo recebendo ordem de parada.

Apesar de ser um local de difícil acesso, os militares deram início às buscas e conseguiram encontrar os acusados escondidos dentro do mato com uma faca peixeira e um porrete de madeira com pregos fixados na ponta. Os dois homens e o adolescente foram conduzidos e apresentados na delegacia, onde foi lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência). Ainda em Guarabira, no início da noite, um homem foi preso acusado de descumprir uma determinação judicial de despejo, depois de retornar ao local e se recusar a sair.

A guarnição comandada pelo Cb Odenir constatou o fato e deteve o acusado, que foi conduzido à delegacia. Por volta das 23h30, também em Guarabira, no bairro Nordeste, os policiais, sob o comando do Ten Castro, averiguavam denúncias de que homens armados estariam praticando assaltos, quando se depararam com sete indivíduos numa calçada, com um som em alto volume. Um deles, inclusive, tinha as mesmas características informadas dos que estariam assaltando.

Os policiais deram ordem de posicionamento para abordagem, mas os homens desobedeceram e passaram a desacatar os militares, proferindo palavras de baixo calão, além de resistirem à prisão, sendo necessário o uso de algemas para a garantia de suas integridades físicas e dos policiais. Dois homens e um adolescente foram conduzidos para a delegacia, onde foram autuados por desobediência, resistência à prisão e desacato.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Litoral Sul cria rede de cooperação para integrar ações de seis municípios

Seminário de Desenvolvimento reuniu cerca de 200 pessoas para discutir as oportunidades e potencialidades da região

seminarioSetor produtivo, empresários, gestores públicos e instituições parceiras criaram na manhã desta terça-feira (28) a Rede de cooperação para o desenvolvimento do Litoral Sul Paraibano durante o Seminário de Desenvolvimento do Litoral Sul, realizado pelo Sebrae, no município do Conde. O evento contou com a participação de 200 pessoas, entre prefeitos, representantes de instituições, além de agentes de desenvolvimento e líderes da governança local dos seis municípios que formam a região.

“O litoral sul paraibano tem diversas oportunidades e potencialidades. Além do turismo, há a agricultura familiar e as indústrias cimenteiras, de vidro, de cerâmica e o complexo da indústria automobilística. Para saber a vocação de cada município, é preciso fazer um diagnóstico e definir os eixos estruturantes”, destacou o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, que participou de um debate com o prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, e o consultor de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Arnaldo Júnior, durante o seminário. Juntos, eles discutiram as perspectivas, desafios e oportunidades da região, mostrando exemplos e casos de sucesso de outras regiões do Estado, como o Brejo e o Cariri.

Na segunda parte do Seminário, houve uma interação com os participantes e formação dos grupos de trabalho que irão contribuir para o desenvolvimento econômico e a transformação da realidade territorial. “A partir de agora vamos elaborar um aplano de ações estratégicas para o fomento e fortalecimento das atividades produtivas da região. Posteriormente vamos realizar encontros temáticos sobre o turismo, a agricultura familiar e a indústria”, explicou Arnaldo Júnior. O Litoral Sul Paraibano é formado por seis municípios (João Pessoa, Alhandra, Caaporã, conde, Pedras de Fogo e Pitimbu) que, juntos, possuem cerca de 115 mil habitantes, se considerarmos apenas os bairros da zona sul da Capital paraibana. “O que vocês precisam para começar a trabalhar, vocês já tem. É preciso apenas refletir sobre o que podemos transformar para construir a própria identidade. O Sebrae está junto de vocês para superarmos os desafios”, disse Luiz Alberto aos gestores públicos e líderes presentes ao evento.

A prefeita do Conde, Márcia Lucena, destacou que, diante de tantos desafios da região, é preciso estabelecer o que deve ser priorizado. “Temos aqui um solo fértil, mas estamos desorganizados e desarticulados. Precisamos enxergar a região como uma unidade e, para isso, é fundamental a criação do consórcio dos municípios do litoral sul. Devemos construir ações conjuntas para mudarmos enquanto região e sermos exemplo para o Estado”, destacou a prefeita.

Caso de sucesso – Durante o seminário, o prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, falou sobre os desafios e soluções encontradas para desenvolver seu município. “Quando assumimos a prefeitura, primeiramente identificamos nossas potencialidades e os entraves. A partir daí, fizemos um plano de desenvolvimento econômico e social e diagnosticamos alguns problemas. Alguns deles, como a baixa qualificação da mão de obra local e a carência de informação e crédito dos microempreendedores, são comuns a todos os municípios da região. Por isso, a importância de se trabalhar integrado”, disse o prefeito.

Ele ainda explicou que, a partir deste diagnóstico, foram encontradas soluções e colocadas em prática, como a captação de recursos e convênios com foco no estímulo ao empreendedorismo e a qualificação da mão de obra, através de parcerias com instituições como Universidade Federal da Paraíba, Sebrae, Sesi, Senai, Senar e Senac. O prefeito também destacou que a gestão municipal começou a comprar a produção da agricultura familiar e, atualmente, 62% do alimento da merenda escolar é adquirido da produção local.

Além disso, inaugurou a Casa do Empreendedor, com auxílio do Sebrae, e criou o Empreender Bananeiras, para oferecer crédito aos empresários. Ele também falou de outras ações integradas com os demais municípios do Brejo paraibano, como o Caminhos do Frio. “O turismo é a nossa atividade de integração entre os municípios do Brejo, que conta com o apoio da gestão pública, mas também dos empresários da região”, completou.

Sebrae/PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Cruzeiro vence Atlético-MG e amplia tabu sobre o rival para seis clássicos

cruzeiroQuando se trata de clássico, nenhum outro número agrada mais ao cruzeirense do que o seis, desde 2011. Número que o torcedor celeste vai poder usar para tirar onda com o amigo atleticano nas próximas semanas. Afinal de contas já são seis clássicos que o Cruzeiro não perde para o Atlético-MG. No primeiro duelo de 2017, a quarta vitória azul nesta sequência. Com gol de Arrascaeta a equipe celeste venceu por 1 a 0, pela primeira rodada da Primeira Liga.

Além de vencer o maior rival e ampliar a invencibilidade no clássico para seis partidas, o bom futebol apresentado diante do Atlético também deixou o cruzeirense satisfeito. Mesmo sem Thiago Neves e Lucas Silva, duas das grandes contratações para a temporada, o Cruzeiro foi sempre melhor do que rival. Portanto, um resultado inquestionável, acabando com o jejum de clássicos sem vitórias no Mineirão, que era de sete confrontos.

À vontade no clássico, Arrascaeta faz outro gol

Iniciando a terceira temporada pelo Cruzeiro, o meia Arrascateta já enfrentou o Atlético-MG em outras oportunidades. O jogador uruguaio mostra que está bem à vontade quando o jogo é diante do maior rival. Com o gol pelo duelo da Primeira Liga, Arrascaeta já tem três gols anotados em clássicos com o Atlético. Além de gols, o uruguaio coleciona assistências e boas atuações diante do rival alvinegro.

Felipe Santana sofre com a falta de ritmo

Após deixar o futebol russo, no meio de 2016, o zagueiro Felipe Santana ficou alguns meses sem jogar. O retorno ao futebol aconteceu na estreia do Atlético, no Mineiro, diante do América, de Teófilo Otoni. Ainda sem ritmo e três dias depois do primeiro jogo oficial após um período parado, o defensor mostra que ainda está sem ritmo. O gol do Cruzeiro deixa claro como Felipe Santana sofre para readquirir a forma técnica e física. O camisa 26 do Atlético errou o tempo de bola, deixando Arrascaeta sozinho com Giovanni. No segundo, uma nova falha e mais susto para os atleticanos, mas o Cruzeiro não aproveitou a chance.

Mano supera Roger no primeiro duelo de gaúchos

Com dois técnicos nascidos no Rio Grande do Sul, os clássicos entre Cruzeiro e Atlético vão ter um gostinho de Gre-Nal em 2017. No primeiro deles, melhor para Mano Menezes. O Cruzeiro foi muito melhor do que o Atlético, em todos aspectos. Abafa e controle do jogo até abrir o placar. Depois uma marcação eficiente com uma equipe postada para o contra-ataque. Não fosse as oportunidades perdidas pelos atacantes, o resultado poderia ser ainda melhor. Um ótimo alento para quem espera voltar a brigar por títulos nesta temporada.

Sem criar, Atlético apela para o lateral alçado na área

O Atlético trocou mais passes do que o Cruzeiro, mas quase sempre no campo de defesa. Com muita dificuldade para chegar perto da área adversária, o time alvinegro voltou a apelar para um velho recurso: bola alçada na área através da cobrança de lateral. Isso ocorreu em pelo menos cinco oportunidades, a primeira delas antes dos 15 minutos de jogo. Mas nada funcionou. Embora já mostre um melhor posicionamento em campo, o time de Roger Machado está muito longe do que espera a torcida alvinegra.

Duelo das torcidas foi o ponto alto da noite

É claro que o cruzeirense deixou o Mineirão muito mais satisfeito do que o atleticano. Mas se teve algo que agradou a todo mundo foi o duelo de torcidas, para ver quem cantava mais alto. Após quatro anos o clássico voltou a ter as duas principais torcidas do estado divididas meio a meio. Desde a abertura dos portões, por volta das 17h30, quando entraram os primeiros torcedores no estádio, já era possível ver a disputa de quem contaria mais. Nesse ponto, vitória do futebol mineiro.

Reforços de Cruzeiro e Atlético foram no Mineirão

Anunciados como reforços do Cruzeiro e do Atlético-MG nos últimos dias, os volantes Lucas Silva e Elias, respectivamente, estiveram no Mineirão na noite desta quarta-feira. Ainda sem condições de jogo, os atletas foram acompanhar o clássico mineiro. Novato em Belo Horizonte, Elias chegou a o estádio com a delegação atleticana, enquanto Lucas Silva já conhece muito bem a capital mineira e não fazia parte da delegação cruzeirense. Ambos acompanharam a partida dos camarotes do Mineirão.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 ATLÉTICO-MG

Data: 01/02/2017 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: 1ª rodada da Primeira Liga
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 39.811 pagantes
Renda: R$ 1.139.052,00
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (MG)
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa (MG) e Felipe Alan de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Rafael Sóbis, Ezequiel e Alisson (CRU) Yago, Lucas Pratto, Ralph, Fábio Santos e Gabriel (CAM)
Cartão vermelho: Robinho (CRU)
Gols: Arrascaeta aos 27 do primeiro tempo

CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique (Hudson, no intervalo), Ariel Cabral, Robinho e Arrascaeta (Rafinha, aos 36 do 2º); Alisson e Rafael Sóbis (Ábila, aos 28 do 2º).
Treinador: Mano Menezes.

ATLÉTICO-MG
Giovanni, Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago (Ralph, no intervalo), Otero, Maicosuel (Clayton, aos 28 do 2º) e Cazares (Rafael Moura, aos 40 do 2º); Lucas Pratto.
Treinador: Roger Machado.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Vereador consegue perfuração de seis poços artesianos em Bananeiras

pedrinhoEm 24 dias de mandato legislativo o vereador de Bananeiras, Pedrinho Batista, conseguiu, em parceria com o deputado federal Luiz Couto e com o pedetista Sérgio Danilo Duarte, a perfuração de seis poços artesianos para o município.

Com isso, o grupo do prefeito Douglas Lucena e do vice, Guga Aragão, traz mais benefícios para o povo Bananeiras. O primeiro poço já está sendo perfurado no Distrito de Roma. Em seguida as comunidades beneficiadas serão Vila Maia, Angelin, Pedreiras, Boa Vitória e Salto do Bode.

Esta iniciativa irá beneficiar as comunidades e amenizar a falta de água, uma vez que ao terminar a perfuração, ocorrerá a instalação de uma bomba e de caixa d’água, garantindo acesso da comunidade a esse trabalho realizado.

Focando a Notícia com assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br