Arquivo da tag: seios

Apresentadora é censurada por postar foto com seios à mostra

Na sexta-feira (31), a apresentadora e escritora Fernanda Young postou em seu Instagram duas fotos nas quais aparecia atrás de um plástico com a palavra ‘descartável’.

Apresentadora posou nua duas vezes e nunca teve pudor em mostrar a silhueta
Apresentadora posou nua duas vezes e nunca teve pudor em mostrar a silhueta

Foto: Instagram/@fernandayoung / Reprodução

Na segunda imagem, ela estava com a blusa levantada, deixando aos seios à mostra, e com o dedo médio em riste. Uma criação de protesto fotografada pelo estilista Rodrigo Rosner.

A artista recebeu apoio de centenas de seguidores de sua rede social
A artista recebeu apoio de centenas de seguidores de sua rede social

Foto: Instagram/@fernandayoung / Reprodução

“Aguardando a denúncia”, escreveu Young na legenda. Dito e feito. Logo a foto foi tirada do ar. A artista postou o comunicado enviado pelo Instagram: “Sua publicação foi removida porque ela não está de acordo com as nossas diretrizes”.

Fernanda não deixou barato. Postou outra foto, com um close-up do dedo médio em riste, e uma mensagem nada amistosa: “Bem grande no C de quem denunciou. Ops! Que delícia! Pena que é fino! Bom… metaforicamente, porque imagina!…”

Com 141 mil seguidores na rede social, a atitude da apresentadora gerou centenas de mensagens críticas à política do Instagram, que não permite nenhum tipo de nudez – nem a incontestavelmente artística.

Young, de 46 anos, nunca teve problema em expor o corpo em nome dos ideais em que acredita, como a liberdade de expressão e o feminismo não radical. Foi capa da revista ‘Playboy’ na edição de novembro de 2009 e posou novamente nua no ano passado, para a ‘Top Magazine’.

Atriz e roteirista, ela mantém sólida parceria com o marido, Alexandre Machado, na teledramaturgia. Os dois criaram produções como ‘Os Normais’, ‘O Sistema’, ‘Macho Man’ e ‘Surtadas na Yoga’. Neste mês estreia na Globo ‘Vade Retro’, série criada pelo casal, e protagonizada por Tony Ramos e Monica Iozzi.

Terra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

7 fatores que deixam os seios flácidos

seiosAlguns hábitos comuns feitos pelas mulheres podem ajudar na flacidez dos seios. Fumar, deixar de usar sutiã, não se hidratar são alguns desses fatores que podem desfavorecer os seios.

Pensando nisso, criamos uma lista com alguns hábitos que podem deixar os seios flácidos. Confira:

1. Não tomar água

Tudo que melhore a qualidade da pele, ajuda a manter um aspecto mais bonito. Uma boa hidratação faz toda a diferença na sustentação e na prevenção de estrias.

2. Deixar de usar sutiã

Deixar os seios sem o sutiã pode não ser uma boa ideia. O uso do sutiã favorece para a mama não cair, e o modelo deve ser adequado, no tamanho ideal para você, sem apertar as costas.

3. Efeito sanfona no seu peso

Se você passa pelo famoso “efeito sanfona”, é bom ter atenção. Pois a cada vez que o seu corpo ganha e perde peso em seguida, faz com que o tecido da mama comece a ficar mais flácido e com folgas em sua estrutura, rompendo algumas camadas da pele.

4. Não praticar exercícios

Se você não pratica exercícios, é bom ficar atenta pois o sedentarismo pode contribuir para a queda dos seus seios.

5. Ficar exposta ao sol por muito tempo

Evitar o sol também é importante para a saúde da sua pele. O sol das 10h até às 16h envelhece a pele como um todo e deixa uma aparência ruim e nada saudável.

6. Fumar

Fumar também contribui para que a sua comissão de frente comece a cair. A partir de qualquer quantidade de fumo, a substância consegue enfraquecer e envelhecer a pele, fazendo com que diminua o suprimento de sangue para a superfície dela.

7. Praticar exercícios de alto impacto

Exercícios de alto impacto também podem contribuir, de forma mais rápida, para o decaimento dos seus seios. O balanço repetitivo que acontece quando você corre ou faz algum tipo de treino com impacto parecido pode fazer com que o seu seio passe por uma degradação de colágeno na região das mamas.

Fonte: Ultra Curioso

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

7 curiosidades sobre os seios que homens e mulheres precisam saber

Getty Images
Getty Images

Os seios são comumente vistos como símbolos da sexualidade feminina, têm tamanhos diferentes e podem virar motivo de tortura na TPM (tensão pré-menstrual). Portanto, se você é mulher e já se incomodou com algo em relação a eles, fique tranquila, pois não está sozinha. De acordo com os especialistas entrevistados pelo UOL, os órgãos podem interferir na autoestima e no bem-estar. A seguir respostas para algumas curiosidades a respeito deles.

1 – Eles têm tamanhos diferentes

As mamas são órgãos bastante vascularizados e, na maioria das vezes, a esquerda é maior do que a direita. Isso acontece porque do lado esquerdo do peito está o coração, que exige ainda mais vascularização. Em alguns casos, quando a assimetria é muito grande, recomenda-se cirurgia plástica para correção.

2 – São sensíveis

A sensibilidade se modifica de acordo com o ciclo menstrual. Após a metade do período, a elevação da taxa do hormônio progesterona provoca retenção de água e sal no corpo. Esse inchaço desenvolve uma hipersensibilidade, que pode provocar desconforto, ardência ou queimação. Porém, só passam por essa fase as mulheres que são geneticamente sensíveis à ação do hormônio. Nesse momento do mês, o sexo pode ser motivo de dor, e o companheiro precisa ter cuidado e compreender.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

3 – Eles caem mesmo

O principal motivo é a idade. Após a menopausa, as glândulas mamárias atrofiam por falta de hormônio e se tornam “recipientes de gordura”. Porém, existem fatores físicos que podem influenciar a ocorrência de uma queda mais acentuada ou menos, como o tamanho dos seios. Mulheres magras e altas têm o tecido conjuntivo, responsável pelo suporte estrutural, mais frouxo do que aquelas que são baixas e mais pesadas. E, atenção, pois o efeito de emagrecer e engordar com frequência pode antecipar o processo, que tem o nome de ptose. Para retardá-lo, os especialistas recomendam o uso de sutiãs adequados –peças que dão suporte para que o peso dos seios não fique sobre a pele do tórax e, sim, sobre as alças.

4 – Mexem com a autoestima

Os seios são comumente vistos como símbolo da sexualidade feminina, segundo os especialistas entrevistados pelo UOL. Eles comparam a sua importância à do pênispara o homem. Por estar tão ligado à identidade da mulher, é que tantas procuram remodelá-los com implante de silicone ou redução. Também por isso a reconstrução das mamas é um procedimento coberto pelo SUS (Sistema Único de Saúde) como parte do tratamento do câncer de mama. A lei, que foi sancionada pela presidente Dilma em 2013, entende que a cirurgia reparadora faz parte do processo de cura.

5 – No sexo

Por serem altamente vascularizadas e sensíveis, as mamas são zonas erógenas importantes. Diferentemente do que muitos pensam, o autoconhecimento sexual não está centralizado na vagina. No que diz respeito à erotização, é importante que a mulher conheça seu corpo por inteiro. Como a acessibilidade aos seios é fácil, eles podem ampliar as possibilidades de prazer e serem responsáveis pelo orgasmo –a dois ou não.

6 – Algumas não gostam que eles sejam tocados

Apesar de serem pontos de excitação, existem mulheres que não suportam (mesmo) serem tocadas nessa parte do corpo. Os motivos vão desde simplesmente não sentir prazer, ter hipersensibilidade frequente ou traumas por experiências passadas. No último caso, quando o toque causa angustia e sofrimento, a terapia pode ser uma saída para alcançar o bem-estar. Portanto, não se envergonhe. Assim como qualquer carícia sexual, ela só será proveitosa se você se sentir bem.

7 – O que não fazer com eles

É importante entender –mais uma vez– que os seios são sensíveis e, portanto, não são bem-vindas manobras que coloquem em risco a sua integridade física e que possam causar ferimentos. A mulher deve impor os limites e o parceiro respeitá-los. Algumas pessoas sentem prazer pela dor, mas, se esse for o caso, precisa ser combinado previamente. Por isso, mordidas e apertões, na maioria das vezes, impossibilitam a sensação de prazer e podem interromper uma relação que estava satisfatória.

 

 

Uol

Alemã dona dos maiores seios artificias do mundo diz que ainda não está satisfeita

Foto: Reprodução/ Beshine.com
Foto: Reprodução/ Beshine.com

São quase 20 litros de silicone nas mamas, mas a alemã Mayra Hills ainda quer mais.

Dona dos maiores seios artificiais do mundo, a modelo erótica —também conhecida como Beshine — fez um post em seu site para dizer que quer ter seios ainda maiores.

“Existe um monstro verde dos seios dentro de mim que está sempre guloso e faminto”, escreveu. “Sempre sigo a minha intuição, minha voz interior, e ainda não atingi o meu objetivo. Os meus fãs sabem do que estou falando”, completou.

A modelo também aproveitou para dizer que manter a comissão de frente avantajada dificulta algumas tarefas simples. “É bem difícil calçar os sapatos e depilar as pernas. Também não consigo dormir de bruços ou de barriga para cima. Não é mais possível”, explicou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

virgula

Técnicas para aumentar, diminuir e levantar os seios

Foto: Danilo Borges
Foto: Danilo Borges

Aumentar, diminuir ou empinar os seios. Cada uma dessas vontades pode contribuir para deixar seu decote mais bonito. Independentemente se o seio for muito grande, pequeno ouflácido, a Corpo a Corpo listou as melhores soluções para cada tipo de desconforto nos seios. Confira:

Diminuir seios grandes

Nenhuma roupa fica bacana, isso sem falar na dor da coluna. Esses incômodos provocados pelo peso das mamas podem desaparecer.

Mamoplastia redutora: cirurgia plástica que visa à remoção de excesso de tecido mamário, que engloba pele, gordura e glândula. Após a retirada, é possível remodelar os seios, deixando-os menores e com um formato adequado à silhueta. A cicatriz pode ter o formato de T invertido ou L, indo do sulco mamário até a base da aréola. Após a cirurgia é essencial usar sutiã cirúrgico e ficar sem dirigir e praticar exercícios por um mês.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Sutiãs modeladores (foto): ele não reduz os seios, mas o simples fato de mantê-los no lugar certo e bem sustentado já ajuda a dar a impressão de que não são tão grandes assim.

Como levantar seios caídos

Fruto de uma grande perda de peso ou após o período de amamentação, é possível reverter esse quadro com plástica, tratamento ou cremes.

Técnica do jaquetão: cirurgia plástica indicada para reverter a flacidez de seios pequenos ou médios e, de quebra, aumentar um pouco o volume do colo. Após a incisão em T invertido na parte inferior da mama, o médico desloca a pele, deixando o tecido gorduroso e as glândulas expostos, para, em seguida, aprofundar o corte vertical no tecido, dividindo a parte inferior da mama ao meio. Feito isso, os dois lados são aproximados, como se estivessem sendo abotoados. Durante o pós-operatório é essencial o uso de sutiã cirúrgico por 45 dias eafastamento de atividade física pelo mesmo período.

Cremes antiflacidez: esses produtinhos são excelentes na luta contra a gravidade, já queestimulam a produção de colágeno e elastina, responsáveis pela sustentação da derme.

Como aumentar seios pequenos

Símbolo da feminilidade, seios sem volume afetam diretamente a autoestima. Existem soluções temporárias ou definitivas!

Maquiagem: é isso mesmo que você leu! Anote o truque: esfume um pouco de pó facialbronzant no espaço entre os seios e no início da curva superior interna de cada mama. Para finalizar, dê suaves pinceladas de pó iluminador dourado para criar delicados pontos de luz no colo. O resultado é supersexy!

Sutiã com bojo: ótima pedida para quem não quer encarar o bisturi. Para dar aquele up nos seios, aposte em modelos com bojo. Existem também as versões água e óleo, que vêm com uma espécie de implante dentro do sutiã, fazendo as vezes de prótese de silicone.

Plicatura mamária: cirurgia plástica indicada para aumentar sutilmente o volume do colo feminino e, de quebra, eliminar a flacidez em fase inicial. Após fazer a incisão em T invertido, L ou I, o cirurgião reposiciona o músculo mamário para cima. Geralmente é dado apenas um ponto. Após a cirurgia é essencial usar sutiã cirúrgico por 45 dias e evitar exercícios neste período.

 

corpoacorpo

Japonesas imitam desenhos e usam fita para levantar seios

A nova moda no Japão é usar uma fita azul abaixo dos seios para levantá-los, dando a impressão de que são maiores. A ideia é inspirada na personagem de busto volumoso Hestia, do desenho animado Is It Wrong To Pick Up Girls In A Dungeon? .

 Foto: @lovebasic2905/Instagram / Reprodução
A fita azul passa abaixo dos seios e sobre os braços e é amarrada na lateral do corpo.

Foto: @lovebasic2905/Instagram / Reprodução

A fita deve passar por baixo dos seios e sobre os braços, sendo amarrada na lateral do corpo. Muitas mulheres têm publicado fotos nas redes sociais mostrando o resultado da experiência.

Algumas aprovaram a tendência e até postaram imagens do antes e depois, para mostrar o efeito de “levantar” o busto. “Aparentemente, isso está se tornando tendência no Japão e devo dizer que realmente gostei”, escreveu uma mulher.

Outras já não gostaram muito de se sentirem amarradas. “Será que uma fita como a da Hestia realmente vai me dar algum resultado de elevação nos seios? Nem um pouco. Conclusão: Ela só torna mais difícil de se mover.”

 Foto: @knifepie/Instagram / Reprodução
Japonesas colocam fita abaixo dos seios para destacá-los, imitando personagem de desenho animado

Foto: @knifepie/Instagram / Reprodução

 Foto:  @ceinyan/Instagram / Reprodução
Algumas mulheres mostram antes e depois para provar que os seios parecem maiores

Foto: @ceinyan/Instagram / Reprodução

 Foto:  @the.family.of.theives/Instagram / Reprodução
Aparentemente, isso está se tornando tendência no Japão e devo dizer que realmente gostei, escreveu uma mulher no Instagram

Foto: @the.family.of.theives/Instagram / Reprodução

 Foto: @aerofuyi/Instagram / Reprodução
Muitas mulheres publicam o look inspirado na personagem Hestia

Foto: @aerofuyi/Instagram / Reprodução

Terra

5 hábitos comuns que deixam os seios caídos

Nem toda mulher sabe, mas alguns hábtitos do dia a dia podem agravar os efeitos do fenômeno dos seios caídos. A boa notícia é que essas atitudes são simples e podem ser facilmente evitadas, segundo o cirurgião-plástico Luís Claudio Barbosa. “Apesar da gravidade, que não há como fugir, é possível entardecer esta ação evitando alguns hábitos do dia a dia”, ressalta.

Veja cinco hábitos que aceleram a queda dos seios e que você deve evitar:

Não usar sutiã 

O médico explica que se o sutiã for confortável pode ser usado inclusive para dormir

“O uso do sutiã favorece para a mama não cair, e o modelo deve ser adequado, no tamanho ideal para você, sem apertar as costas”, recomenda o membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O especialista ainda reforça que se o sutiã for de um modelo confortável, o ideal é usar o máximo de tempo possível, inclusive para dormir.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ser sedentária: “Exercício físico ajuda a acelerar o metabolismo colaborando com a saúde da pele, afastando a flacidez e a queda”, indica o cirurgião-plástico.

Não hidratar a pele: O médico explica que a mama é formada por tecido glandular e tecido gorduroso, por isso “tudo que melhore a qualidade da pele, ajuda a manter um aspecto mais bonito”. E recomenda: “Uma boa hidratação faz toda a diferença na sustentação e na prevenção de estrias”.

Tabagismo 

O cigarro pode influenciar na queda da mama e no envelhecimento da pele

“O cigarro suprime os vasos sanguíneos e prejudica a circulação, o que atrofia a pele e reduz o colágeno, influenciando a queda da mama e o envelhecimento”, justifica Luís Claudio.

Se expor ao sol em excesso: “O sol das 10h até às 16h envelhece a pele como um todo e deixa uma aparência ruim e nada saudável”, explica o especialista.

 

 

itodas

Mulher “com três seios” é presa por dirigir embriagada na Flórida

Reprodução Facebook
Reprodução Facebook

Mulher que ficou conhecida por afirmar ter implantado um terceiro seio voltou a ser notícia após ter sido presa em Tampa, nos Estados Unidos, ao dirigir embriagada.

De acordo com a ABC News, Alisha Jasmine Hessler, de 21 anos, que é mais conhecida por Jasmine Tridevil, foi encaminhada, nesta segunda-feira (26), para a prisão do Condado de Hillsborough e deve pagar fiança de 500 dólares (cerca de R$ 1.350) para ser solta.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No ano passada, Tridevil disse para vários meios de comunicação ter pagado cerca de 20 mil dólares no implante do terceiro seio. O objetivo da cirurgia, segundo a americana, era para se tornar menos atraente para os homens.  A cirurgia, no entanto, se provou uma mentira.

A farsa foi revelada em um episódio corriqueiro, quando ela perdeu uma bagagem no aeroporto Internacional de Tampa, em setembro de 2014. Na época ela alegou que o valor total do conteúdo da mala era de cinco mil dólares. No requerimento entre roupas e objetos pessoais, ela alegava que a mala continha uma prótese mamária.

 

Ig

‘Por que resolvi retirar meus seios aos 27 anos’

clairaAos 27 anos de idade, a apresentadora britânica Claira Hermet decidiu retirar seus dois seios após perder a mãe e a irmã mais velha para o câncer de mama.

Claira, que trabalha em uma emissora de rádio da BBC, se submeterá a uma operação chamada dupla mastectomia, que ficou célebre depois de ser realizada na atriz Angelia Jolie em 2013.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Como Jolie, a britânica descobriu através de um teste genético que tinha altas chances – 85% no caso de Claira – de desenvolver esse tipo de câncer.

Sua cirurgia está marcada para 15 de janeiro, e a experiência vai ser transformada em um documentário . No relato abaixo, a apresentadora explica a sua decisão:

“Meu nome é Claira Hermet. Sou apresentadora da rádio 1Xtra, da BBC, e da emissora BT Sport. Também sou portadora do gene BRCA1, o que significa que tenho 85% de chances de desenvolver câncer de mama.

Em 15 de janeiro, terei meus seios retirados e depois reconstruídos. E decidi compartilhar minha história e minha jornada com o maior número de pessoas possível.

Quando eu tinha nove anos de idade, minha mãe morreu de câncer de mama, deixando um vazio imenso na minha vida e na vida da minha família.

 Claira ao lado do irmão e da irmã, que morreu após lutar mais de seis anos contra o câncer  (Foto: BBC)Claira ao lado do irmão e da irmã, que morreu após
lutar mais de seis anos contra o câncer (Foto: BBC)

Eu sabia que sua morte iria mudar o rumo das nossas vidas para sempre. Mas esse não é o fim da minha história com o câncer, porque minha irmã – minha melhor amiga – foi diagnosticada com câncer de mama aos 25 anos e morreu seis anos e meio depois, após uma horrível batalha contra a doença.

Infelizmente, minha mãe não foi testada para a mutação do gene BRCA, uma condição hereditária que implica para o seu portador uma chance de 85% a 87% de desenvolver a doença.

No entanto, minha irmã fez o teste quando soube que tinha câncer. E os resultados mostraram que ela era positiva para BRCA2. Foi então que me pediram para fazer o teste também.

Eu, honestamente, achava que não tinha o gene. Até minha irmã duvidava disso, porque eu tinha puxado mais à família do meu pai, enquanto ela se parecia mais com a da minha mãe.

Poucas semanas depois, recebi os resultados do teste. Estava tão confiante que apesar de várias pessoas se oferecerem para ir comigo, fui sozinha.

Quando me disseram que, sim, eu tinha o gene, falei que estava bem.

Mas enquanto aquela senhora me explicava as minhas escolhas a partir de então, eu não conseguia ouvir nada, só pensava em segurar as lágrimas.

A experiência de Claira será transformada em um documentário da BBC  (Foto: BBC)A experiência de Claira será transformada em um
documentário da BBC (Foto: BBC)

Deixei a clínica pensando em como, com a minha irmã tão doente, dar a notícia a ela e ao restante da minha família.

Mas contei.

E em consultas com cirurgiões e conversas com outros portadores da mutação, descobri que uma dupla mastectomia era praticamente a única medida preventiva para o meu caso.

Munida dessa informação, fui viver minha vida.

Sempre repeti para mim mesma que estaria em uma relação estável quando eu decidisse operar. Dessa maneira, minha aparência não importaria, porque essa pessoa iria me amar de qualquer jeito.

Mas sigo solteira. Não tenho filhos e, na realidade, não vou ter filhos antes de passar por isso. Meu pior pesadelo é ter filhos e ter de deixá-los.

Remover meus seios vai reduzir minhas chances de desenvolver câncer de mama de 85% para 4%.

Jornada compartilhada
Para dividir essa experiência, estou fazendo um documentário com a BBC, que será transmitido em março.

Por algum tempo, à medida que minha operação se aproximava, meus medos e dúvidas aumentavam. Eu me sentia confusa e com medo. Acima de tudo, questionava se essa era a decisão certa para mim.

Eu me preocupava com coisas pequenas, como “será que eu ainda vou me sentir sexy?” Mas depois comecei a rir disso tudo.

É o tipo de dúvida muito menor se comparada com simplesmente estar viva.

Mas eu adoro essas dúvidas, porque elas me lembram de por que estou fazendo essa operação e como é importante para mim dividir minha história com outras pessoas. Minha esperança é que elas consigam racionalizar seus medos e se sentir confiantes e no controle de suas próprias vidas.

Aprendi que só se vive uma vez e que já passei tempo demais me sentindo triste e infeliz.

A morte da minha irmã foi um ponto de inflexão. Ela já não tem a vida dela, mas eu tenho a minha. E vou continuar a lutar para preenchê-la com alegria, positividade e significado.”

G1

 

Atriz de ’50 Tons de Cinza’ curte praia com seios à mostra

atrizDesde que foi anunciada como a protoganista do aguardado filme 50 Tons de Cinza – que estreia em fevereiro do ano que vem -, a atriz Dakota Johnson se tornou uma estrela do cinema e é insistentemente seguida pelos paparazzi. Nesta semana, ela foi flagrada nadando bem à vontade em dia de praia na Itália.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ao lado de uma amiga, Dakota fez topless e mergulhou só com uma calcinha laranja comportada. Tranquila, ela não tentou esconder os seios e entrou no clima local, já que tomar sol sem a parte de cima do biquíni é absolutamente comum em diversos países.

(Fotos: The Grosby Group)

 

Terra