Arquivo da tag: segunda

Veja o que volta a funcionar em João Pessoa a partir de segunda

Com indicadores que mostram a redução dos casos de coronavírus e da pressão hospitalar na Capital, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou, na tarde desta sexta-feira (10), a terceira fase do Plano Estratégico de Flexibilização, a iniciar na próxima segunda-feira (13). Com o estabelecimento de protocolos que visam garantir a segurança para toda a população, o gestor afirma que é o momento de dar mais um passo na retomada econômica da Capital, com o retorno das atividades de comércio varejista e shoppings centers. Durante a apresentação das novas medidas, o prefeito também anunciou o início da ‘Brigada Sanitária’, uma ação porta a porta de busca ativa de casos de covid-19, síndromes gripais e focos de mosquito da dengue, zica e chikungunya.

De acordo com as avaliações permanentes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizadas adotando os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Capital paraibana segue com queda na taxa de ocupação de leitos de UTI, em relação aos últimos 14 dias, quando a cidade ingressou na segunda etapa do Plano de Flexibilização. Esta taxa está atualmente em 63,6% nos hospitais públicos, o que aponta para uma redução no número de pacientes graves. Associado a isso, a transmissão de casos e os números de óbitos estão descendentes.

“A partir destes resultados positivos, verificamos que podemos dar sequência à flexibilização, seguindo para a terceira etapa conforme foi planejado que aconteceria de forma setorial e gradual. João Pessoa serve de referência para o País na transparência com que apresenta os dados das contratações emergenciais da pandemia, conforme atestou a primeira colocação com nota máxima no ranking da ONG Transparência Internacional e também é um exemplo pela cautela e planejamento com que avança na retomada e na prevenção à covid-19. O isolamento mantém-se como fundamental para que continuemos salvando vidas, mas estamos entrando em uma nova fase, que é fundamental para a recuperação da cidade”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Na terceira etapa da flexibilização, os estabelecimentos de comércio varejista poderão funcionar no horário das 9h às 15h, atendendo apenas pessoas com máscaras, respeitando a limitação de uma pessoa a cada 10m² e disponibilizando álcool gel nos estabelecimentos. Os shopping centers terão horário de funcionamento autorizado de 12h às 20h, também admitindo apenas pessoas com máscaras, medição de temperatura dos clientes e respeitando o distanciamento de 10m². A PMJP determina ainda a retirada de todo mobiliário como bancos, sofás e poltronas. Segue vedada a abertura da praça de alimentação, que poderá continuar funcionando apenas com delivery ou drive thru. Também está vedado o funcionamento das áreas de lazer, como os cinemas e as academias.

Também fica autorizada a prática de atividade física individual no asfalto da Orla de João Pessoa no período das 5h às 8h, sendo vedado o acesso à faixa de areia e banho de mar. Ao longo do dia, poderá ser praticada atividade física individual na calçada, sendo vedado o uso de bancos e levar cadeiras. As praças estarão abertas para utilização também em esportes individuais, não sendo permitido o uso de bancos e equipamentos de ginástica ou de recreação, como playgrounds, pois suas superfícies consistem em meio de transmissão do coronavírus. Para evitar a possibilidade de aglomerações, os parques da Lagoa e Bica permanecerão fechados. Os jogos de futebol profissional também estão autorizados a retornar, no entanto, sem torcida.

Portaria – A portaria da Secretaria Municipal de Saúde (nº 26/06/2020) que dispõe sobre as medidas a serem adotadas nas atividades de escritórios de profissionais liberais também passará a ser adotada nesta segunda, nos escritórios de profissionais de eventos, de autoescolas, e de secretarias e tesourarias de escolas e universidades privadas. As aulas presenciais nas autoescolas seguem suspensas, devendo seguir com ensino remoto das aulas teóricas. Missas, cultos e demais cerimônias religiosas, seguem liberadas com 30% da capacidade das igrejas, mantendo os critérios da primeira fase.

Já no próximo dia 20, a Secretaria da Receita Municipal (Serem) retomará o atendimento presencial, com agendamento prévio e com a adoção de protocolos de distanciamento. Para o retorno das feiras livres, a Prefeitura já iniciou o diálogo com feirantes, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) para a definição dos protocolos e da data da retomada. Para todos os segmentos, devem ser observadas todas as demais exigências estabelecidas em normas complementares da Secretaria Municipal de Saúde, que serão disponibilizadas no portal da Prefeitura. A gestão municipal seguirá realizando fiscalização para conferir cumprimento às normas do decreto, feitas pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), Guarda Municipal e Vigilância Sanitária.

Brigada Sanitária – A partir desta segunda-feira (13), a PMJP também dá início à Brigada Sanitária, ação educativa, de diagnóstico, busca ativa e também de tratamento sobre a covid-19, síndromes gripais, dengue, zica e chikungunya. A ação terá a participação de aproximadamente 80 profissionais como agentes de endemias, agentes comunitários de Saúde, profissionais da Atenção Básica, Vigilância Ambiental e Zoonoses. Eles estarão divididos em 40 equipes que visitarão as residências, porta a porta, para aplicar questionários e verificar a situação de saúde das pessoas. Casos suspeitos de covid-19 serão encaminhados à USF de referência da região para testagem e focos de Aedes aegypti serão combatidos com larvicidas. A ação terá início em Mangabeira.

 

com assessoria

 

 

Bananeiras receberá alça de acesso urbano, medida está dentro do pacote de obras anunciado pelo Governo Estadual nesta segunda

O governador João Azevedo anunciou, nesta segunda-feira, a execução de mais de 200 obras no Estado da Paraíba através do ‘Programa de Investimentos em Obras Públicas’, uma injeção de recursos estimados em R$ 798 milhões no Estado. Dentre as obras incluídas está a licitação da alça rodoviária de Bananeiras, no valor de aproximadamente R$ 8 milhões de reais.

O projeto foi encaminhado ano passado pela gestão, após o levantamento topográfico das áreas de intervenção e garantido publicamente pelo governador João Azevedo na abertura do Caminhos do Frio de 2019. A alça vai garantir um maior desenvolvimento para Bananeiras, impactando todo o Brejo Paraibano. A obra também tem apoio e articulação dos Deputados Efraim Filho e Hervazio Bezerra.

A gestão do Prefeito Douglas Lucena se destaca na realização de grandes pavimentações, resolvendo problemas históricos do município, a exemplo da Pavimentação da Integração, que liga Bananeiras a Solânea; a pavimentação de Bananeiras ao Tabuleiro e mais de 23 ruas pavimentadas na Cidade Alta. Ao longo dos anos da gestão, são 63 mil metros de pavimentação entregues.

Um dos projetos criados pela gestão foi o “Caminhos de Bananeiras” que visa melhorar o acesso das comunidades rurais, facilitando o escoamento de mercadorias e o deslocamento de pessoas. Nos últimos dias o Angelim está recebendo as trilhas de concreto que vão garantir o acesso à localidade, uma demanda antiga da comunidade que está sendo realizada pela gestão.

Ascom – PMB

 

 

Decreto efetiva mudanças na 2ª etapa de flexibilização de Campina Grande; shoppings abrem nesta segunda

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), assinou o decreto 4.494, que faz mudanças no plano de flexibilização econômica no município e foi foi publicado na noite de domingo (28). As galerias e shoppings devem reabrir nesta segunda-feira (29), mas com cinemas, praças de alimentação e salões de jogos fechados.

Os bares, restaurantes e academias, que deveriam retornar nesta segunda-feira, continuarão fechados e só devem reabrir na última fase do plano de flexibilização.

Segundo o decreto, “as lojas dos shopping centers, galerias e congêneres poderão abrir na fase amarela, ficando vedada a abertura de game station, cinemas e praças de alimentação”. O prefeito Romero Rodrigues informou ao G1 que a prefeitura enquadra o município na bandeira amarela de classificação e não na laranja, como o governo do estado classifica.

Conforme o decreto, as instituições de ensino deverão programar retorno das suas atividades administrativas apenas na fase verde e as demais na edição de outro decreto. Já os eventos festivos permanecerão fechados e sem plano definido de retomada das suas atividades.

A prefeitura decidiu modificar a 2ª Etapa do Plano de reabertura após duas reuniões com representantes do Ministério Público com a gestão municipal. As etapas de flexibilização que deveriam acontecer a cada 14 dias agora acontecerão a cada 20 dias. Segundo o prefeito, o aumento de dias de uma etapa para outra permite uma melhor análise da situação do município.

De acordo com o plano de flexibilização econômica do estado, que divide os municípios por bandeiras de classificação e avaliação que determinam se as cidades podem adotar os parâmetros de fiscalização, Campina Grande tem bandeira laranja.

Nessa classificação devem ser permitidos serviços essenciais como agropecuária; cadeia produtiva e atividades essenciais; bancos, casas lotéricas, correspondentes bancários e seguradoras; empresas de telecomunicação, comunicação e imprensa; distribuidoras e geradoras energia, atividades de extração, produção, siderúrgica e afins; transporte, armazenagem, empresas de logística, correios e manutenção de veículos automotores; supermercados e afins; serviços de saúde; tratamento de água e esgoto e coleta de resíduos; e administração pública.

G1

 

Saiba quanto você poderá sacar do FGTS emergencial a partir desta segunda

A Caixa Econômica Federal vai liberar a partir desta segunda-feira (29) o saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), de até R$ 1.045 por trabalhador que tenha conta ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos anteriores).

Os primeiros a receber serão os nascidos em janeiro. Nessa primeira etapa, o total de recursos liberados somam mais de R$ 3,1 bilhões para 4,9 milhões de trabalhadores. O pagamento será primeiro em depósito na conta digital, que o trabalhador poderá pagar contas e fazer compras por meio do aplicativo Caixa Tem. Só a partir de 25 de julho começa o calendário do saque em dinheiro.

O novo saque estava previsto na Medida Provisória nº 946, publicada no dia 17 de abril. A medida é mais uma tentativa do governo para minimizar o impacto do novo coronavírus na vida financeira da população e movimentará durante todo calendário mais de R$ 37,8 bilhões para 60 milhões de trabalhadores.

Os trabalhadores também podem consultar o valor do saque emergencial disponível e a data em que o valor será creditado na poupança digital pelo site oficial, pelo número de telefone 111, ou pelo aplicativo do FGTS.

O pagamento do saque emergencial FGTS será realizado por meio de crédito em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores. O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

O calendário foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador e contém a data que corresponde ao crédito dos valores na conta poupança social digital, quando os recursos poderão ser utilizados em transações eletrônicas, além da data a partir de quando os recursos estarão disponíveis para saque em espécie ou transferência para outras contas.

FGTS emergencial

Como utilizar a conta

A poupança digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil.

A movimentação do valor do saque emergencial poderá, inicialmente, ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo Caixa Tem, sem custo, evitando o deslocamento das pessoas até as agências.

Logo após o crédito dos valores, será possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de 9 milhões de maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil. O trabalhador também poderá realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral.

A partir da data de disponibilização dos recursos para saque ou transferência, também de acordo com o mês de nascimento, os trabalhadores poderão transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custos, ou realizar o saque em espécie nas agências da Caixa, terminais de autoatendimento e casas lotéricas.

Como cancelar

Se o trabalhador não quiser receber o saque emergencial, pode informar essa opção pelo App FGTS com pelo menos 10 dias antes da data prevista para o crédito na poupança social digital, conforme o calendário.

Após o crédito dos valores na conta poupança social digital, o trabalhador poderá solicitar o seu desfazimento. Os valores retornarão à conta do FGTS devidamente corrigidos, sem prejuízo ao trabalhador. A solicitação de desfazimento do crédito do saque emergencial não pode ser desfeita.

Caso não haja movimentação na conta poupança social digital até 30 de novembro de 2020, o valor será devolvido à conta FGTS com a devida remuneração do período, sem nenhum prejuízo ao trabalhador. Se após esse prazo, o trabalhador decidir fazer o saque emergencial, poderá solicitar pelo App FGTS até 31 de dezembro de 2020.

Canais de consulta do FGTS

Site fgts.caixa.gov.br:

  • Consultar o valor do saque;
  • Consultar a data em que o recurso será creditado na poupança social digital, conforme calendário;
  • Informar que não deseja receber o valor do saque;
  • Solicitar o desfazimento do crédito feito na poupança social digital.

Central de atendimento 111, opção 2:

  • Consultar o valor do saque;
  • Consultar a data em que o recurso será creditado na poupança social digital, conforme calendário.

Internet Banking CAIXA:

  • Consultar o valor do saque;
  • Consultar a data em que o recurso será creditado na poupança social digital, conforme calendário;
  • Informar que não deseja receber o valor do saque;
  • Solicitar o desfazimento do crédito feito na poupança social digital.

Aplicativo FGTS

  • Consultar o valor do saque;
  • Consultar a data em que o recurso será creditado na poupança social digital, conforme calendário;
  • Informar que não deseja receber o valor do saque;
  • Solicitar o desfazimento do crédito efetuado na poupança social digital.

Alerta

A Caixa informa que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.


* Texto do R7

 

 

Salários dos funcionários públicos do Estado serão pagos nesta segunda e terça-feira

O pagamento dos salários de junho dos servidores estaduais será realizado nesta segunda (29) e terça-feira (30). No primeiro dia, recebem os aposentados e pensionistas e no segundo dia, os servidores da ativa.

“Apesar de o Estado contabilizar uma perda superior a R$ 220 milhões em sua receita, devido à pandemia do coronavírus, o Governo tem realizado todos os esforços para garantir o pagamento do funcionalismo público dentro do mês trabalhado”, ressaltou o secretário da Fazenda, Marialvo Laureano.

Calendário:

29/06- aposentados e pensionistas

30/06- servidores da ativa

Secom PB

 

 

Efraim Filho e o ex-ministro Mandetta fazem live nesta segunda, 29

O deputado federal Efraim Filho estará ao lado do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta segunda-feira, 29, quando juntos, em live, no perfil do Demoncratas, discutirão o cenário atual da pandemia no Brasil.

A live terá início às 18h, no perfil @democratas, no instagram, e abordará os temas reabertura e experiência de sucesso, situação atual e perspectivas de futuro, entre outros temas.

pbagora

 

 

Preço do botijão de gás de cozinha aumenta 5% na PB a partir desta segunda (22), diz sindicato

A partir desta segunda-feira (22), o botijão de gás de cozinha vai sofrer um aumento de 5%. O Sindicato dos Revendedores de Gás da Paraíba (Sinregás) informou que, em dinheiro, o reajuste significa um aumento entre R$ 2 e R$ 3. O último aumento aconteceu no dia 22 de maio e ainda há a previsão de um novo aumento para o dia 1º de julho, conforme o presidente da Sinregás, Marcos Antõnio.

O Procon-JP divulgou no início do mês, uma pesquisa sobre o preço do botijão de 13 kg variando entre R$ 65 (à vista) e R$ 75 (à vista ou no cartão), a mesma encontrada no último dia 21 de maio.

O presidente do Sinregás-PB, Marcos Antônio Bezerra, disse que somente na Grande João Pessoa existem 500 estabelecimentos revendedores de gás, com 300 instalados somente em João Pessoa. Ele alertou que os consumidores precisam prestar atenção no momento da compra do botijão, para que isso seja feito apenas em locais regulamentados e exigindo sempre o cupom fiscal na hora em que estiver adquirindo o produto.

Jornal da Paraíba

 

Será pago nesta segunda, mais uma parcela do auxílio emergencial

Será pago nesta segunda-feira (22) o saque da terceira parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família que têm o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 4, devem receber cerca de 1,9 milhão beneficiários.

Para os demais trabalhadores com a aprovação no auxílio, o governo federal continua sem definição do calendário.

Quem tem NIS com dígito final 1, 2 e 3 já teve a parcela liberada e pode sacar os R$ 600.

Veja o calendário:

NIS 1: 17 de junho (qua)

NIS 2: 18 de junho (qui)

NIS 3: 19 de junho (sex)

NIS 4: 22 de junho (seg)

NIS 5: 23 de junho (ter)

NIS 6: 24 de junho (qua)

NIS 7: 25 de junho (qui)

NIS 8: 26 de junho (sex)

NIS 9: 29 de junho (seg)

NIS 0: 30 de junho (ter)

 

pbagora

 

 

Confira o que volta a funcionar a partir desta segunda na capital

A partir de hoje (15) começa o plano de flexibilização das atividades econômicas e sociais na capital paraibana. Serviços considerados não essenciais que estavam suspensos desde 15 de março podem reabrir obedecendo as medidas de segurança ainda por conta do alto índice de infecção da pelo novo coronavírus.

O plano será realizado em diferentes datas e etapas. De modo geral, havendo cumprimento das regras e condições existe a possibilidade do afrouxamento de novos serviços. Caso contrário, o desrespeito pode acarretar em um novo fechamento.

Os municípios paraibanos vão receber classificação por cores que devem estabelecer o nível da flexibilização. Saiba mais

Nesta segunda- retornam os seguintes setores:

  • serviços essenciais seguem funcionando;
  • comércio atacadista (para abastecimento);
  • lojas de materiais de construção funcionando com delivery e drive thru;
  • alimentação em bares segue no formato de delivery e drive thru;
  • construção civil – a partir de novos protocolos – passa a funcionar com 100%;
  • concessionárias, revendas e locadoras de veículos passam a funcionar com 100%;
  • salões de beleza, centros de estética e barbearias com hora marcada;
  • estabelecimento de varejo por delivery e drive thru (abertura física egue fechada);
  • shoppings e centro comerciais seguem fechados (funcionamento de lojas e afins autorizado por delivery e drive thru);
  • atividades religiosas com 30% da capacidade das igrejas.

Seguem totalmente fechados:

  • transporte público
  • esporte profissional
  • escritórios
  • serviço público não essencial
  • praias, praças e parques
  • ferias livres e ambulantes
  • academias de ginástica
  • museus, cinemas e teatros
  • atividades de educação presenciais

Após o período de 15 dias, uma avaliação será feita sobre os resultados do afrouxamento. Caso o entendimento seja positivo, deve haver mais flexibilização (uma segunda fase). O mesmo deve acontecer após o mesmo período (quando pode haver a terceira fase).

pbagora

 

Transporte intermunicipal volta a circular segunda; veja regras

A partir desta segunda-feira (15), o transporte intermunicipal e os terminais rodoviários do Estado da Paraíba voltam a funcionar de forma gradual e com o cumprimento de diversas medidas de prevenção contra a disseminação do novo coronavírus.

Essa e outras normas constam no novo decreto 40.304 do Governo do Estado, publicado no Diário Oficial deste sábado (13). Entre as medidas destacam-se os horários, que deverão ser reduzidos em até 20%, e a capacidade de lotação nos ônibus, que pode chegar a 60% com os passageiros transportados sentados.

Para cumprir o decreto governamental, o Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER), por meio do seu Conselho Executivo, elaborou a Resolução nº 021/2020, aprovada em reunião extraordinária realizada nessa sexta-feira (12) e publicada no Diário Oficial Estadual deste sábado (13), com as providências que deverão ser adotadas para a operação dos ônibus e dos terminais rodoviários, a partir da zero hora desta segunda-feira (15).

O Conselho considerou alguns critérios como a importância do transporte na retomada gradativa da economia atual; a necessidade de reduzir o risco ao qual a população está sujeita, utilizando o transporte ilegal e clandestino; além da manutenção dos empregos e da estabilidade econômico-financeira das empresas transportadoras.

Recomendação para circulação de ônibus nas rodovias paraibanas

  • Higienização dos ônibus antes da partida e logo após a chegada no destino;
  • Higienização dos filtros do sistema de ar condicionado;
  • Obrigatório o uso de máscaras pelos seus operadores (motoristas, fiscais, funcionários) e pelos passageiros;
  • Operação em horários reduzidos, em até 20% dos horários previstos, podendo ser ampliados conforme for identificada a necessidade e mediante autorização do DER/PB;
  • A capacidade de lotação nos ônibus onde os passageiros deverão ser transportados sentados pode chegar a 60%;
  • Medição da temperatura dos passageiros no momento de embarque;
  • Disponibilização de álcool em gel 70° INPM para higienização das mãos.
  • Terminais rodoviários administrados ou concedidos pelo DER-PB

  • Higienização das instalações do Terminal Rodoviário;
  • Sinalização horizontal no acesso aos guichês de venda de passagens para garantir o distanciamento seguro;
  • A venda de passagens poderá ser feita pelo sistema on-line para facilitar o embarque dos passageiros;
  • Disponibilização de álcool em gel 70° INPM para higienização das mãos

 

portalcorreio