Arquivo da tag: segue

Atlético Mineiro resolve no primeiro tempo, vence Ponte Preta e segue na cola dos líderes

ponteDepois de sair do Moisés Lucarelli vivo na briga pelo título da Copa do Brasil, em confronto pelas oitavas de final, o Atlético Mineiro venceu mais uma vez a Ponte Preta para seguir na luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

Na tarde deste sábado, em Campinas, Júnior Urso e Clayton, para o Atlético, e Roger, da Ponte, foram os responsáveis pelo placar de 2 a 1 que, que deixou a equipe mineira com 52 pontos, dois a menos que o Palmeiras, que ainda jogará pela 28ª rodada, e Flamengo, líder e vice neste momento.

Esta foi a primeira vitória do Atlético fora de casa no returno, deixando a Ponte Preta com 39 pontos, na 10ª posição, e mais distante da briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2017.

GOLAÇO FEITO E PERDIDO

O Atlético Mineiro resolveu a partida logo no primeiro tempo do jogo. O primeiro gol foi um verdadeiro golaço. A jogada começou com o toque de Pratto para Cazares, que deu belo passe na esquerda para Fabio Santos. O lateral cruzou na medida para Júnior Urso, que voou para abrir o placar.

Aos 37 veio o seugndo gol. Leandro Donizete deu lançamento na medida para Clayton, que carregou a bola até a área e teve muita tranquilidade para escolher o canto, esperar o goleiro Aranha e mandar para a rede.

Os atleticanos ainda poderiam ter marcado o terceiro e tinham tudo para isso. Aos 41, Cazares recebeu livre, driblou o goleiro e tinha tudo para fazer mais um golaço. Só que ele foi displicente ao finalizar, errando o gol aberto.

UM ADMINISTRA, O OUTRO BUSCA

Na segunda etapa o Atlético Mineiro passou a administrar o placar construido no primeiro tempo. A Ponte Preta  tentava criar chances de diminuir o placar, mas era a equipe visitante que ficava mais tempo com a bola nos pés .

Até que, aos 34, Roger colocou emoção no jogo. Wellington Paulista levantou para a área e o camisa 9 matou no peito para finalizar com categoria e diminuir a vantagem do Atlético no jogo.

Depois gol da Ponte, porém, o Atlético também buscou mais o ataque na tentativa de resolver o jogo de uma vez por todas. Mas ninguém marcou e a equipe mineira segue sonhando com o título, enquanto a Libertadores fica mais distante do time de Campinas.

PRÓXIMA RODADA

O próximo compromisso do Atlético-MG já é nesta quarta-feira. Na 29ª rodada, o time mineiro vai até Itaquera para enfrentar o Corinthians, em jogo marcado para as 21 horas (de Brasília). Já a Ponte Preta entra em campo apenas no próximo sábado, também 21 horas, contra o Cruzeiro, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 x 2 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 01 de outubro de 2016, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Alexandre Pruinelli Kleiniche (RS)
Cartões amarelos: João Vitor, Wendel (Ponte Preta), Otero, Júnior Urso (Atlético-MG)
Gols: PONTE PRETA: Roger, aos 34 minutos do segundo tempo; ATLÉTICO-MG: Júnior Urso, aos 15, e Clayton, aos 37, minutos do primeiro tempo;

PONTE PRETAAranha; Jeferson, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Breno Lopes; João Vitor (Wellington Paulista) e Wendel (Matheus Jesus); Thiago Galhardo, Felipe Azevedo e Ravanelli (Zé Roberto); Roger
Técnico: Eduardo Baptista

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Leandro Donizete e Júnior Urso; Cazares (Robinho), Clayton (Maicosuel) e Otero (Hyuri); Pratto
Técnico: Marcelo Oliveira

espn

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Caixa segue na liderança em ranking de queixas contra bancos de grande porte

banco-caixa-economica-federal_1A Caixa Econômica Federal ficou em primeiro lugar, pela terceira vez consecutiva, no ranking de queixas contra bancos com mais de 2 milhões de clientes. Em fevereiro, clientes registraram 887 reclamações procedentes contra a instituição, que teve índice de 11,84 pontos, de acordo com a metodologia do Banco Central (BC). Os dados foram divulgados hoje (16).

 

Em segundo lugar na lista dos bancos de maior porte ficou o HSBC, com 85 queixas e índice de 8,29. Em terceiro, vem o Santander, com 211 queixas e 6,69 pontos. O Banrisul ocupou o quarto lugar, com 22 queixas e pontuação de 5,62, e o Bradesco, o quinto lugar, com 399 reclamações e 5,31 pontos.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O índice representa o número de reclamações da instituição financeira para cada 1 milhão de clientes. Para chegar ao percentual, as reclamações são divididas pelo número de clientes do banco e multiplicadas por 1 milhão. A posição da instituição financeira no ranking do BC dependerá do índice, mesmo que tenha sido alvo de mais reclamações em números absolutos.

 

As irregularidades relativas à confiabilidade, segurança, ao sigilo ou à legitimidade das operações ocuparam o primeiro lugar entre as queixas contra bancos julgadas procedentes. Houve 579 queixas por esse motivo em janeiro. Em segundo lugar, ficou o débito em conta não autorizado pelo cliente, com 224 reclamações. A terceira posição foi ocupada pela restrição à realização de portabilidade de operação de crédito, com 194 menções.

 

Por fim, a recusa ou dificuldade de acesso aos canais de atendimento e as irregularidades no fornecimento de documento para liquidar antecipadamente operação de crédito consignado tiveram, respectivamente, 155 e 111 queixas. No total, houve 2.593 reclamações em fevereiro.

 

Agência Brasil

‘Lei da Palmada’ é aprovada no Senado Federal e segue para sanção de Dilma

senadoO Senado aprovou nesta quarta-feira (4) o projeto de lei que proíbe pais e responsáveis legais de baterem em crianças e adolescentes. Chamada informalmente de Lei da Palmada, depois rebatizada como Lei Menino Bernardo, a proposta estabelece que os pais que agredirem fisicamente os filhos sejam encaminhados a cursos de orientação e a tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de receberem advertência.

Com a aprovação no Senado, a matéria cumpriu a etapa de tramitação no Congresso e agora seguirá agora para sanção presidencial.

O projeto não impõe punição criminal para quem cometer agressão física contra menores de 18 anos. Também não especifica que tipo de advertência pode ser aplicada aos responsáveis. Fica definido, no entanto, que cabe ao Conselho Tutelar receber denúncias e estabelecer punição com multa de 3 a 20 salários aos profissionais do poder público, como professores e médicos, que tiverem conhecimento de casos de agressão e se omitirem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As crianças e os adolescentes agredidos, segundo a proposta, passam a ser encaminhados para atendimento especializado. O texto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente para incluir trecho que estabelece que os menores de 18 anos devem ser “educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante” como formas de correção ou disciplina.

A matéria define como “castigo físico” qualquer “ação punitiva ou disciplinar” com emprego de força física que resulte em sofrimento físico ou lesão, enquanto “tratamento cruel ou degradante” é definido como aquele que humilhe, ameace gravemente ou ridicularize a criança.

Há duas semanas, a proposta foi rebatizada na Câmara de Lei da Palmada para Lei Menino Bernardo, em homenagem ao garoto Bernardo Boldrini, de 11 anos, encontrado enterrado em um matagal no interior do Rio Grande do Sul. A madrasta e o pai de Bernardo são suspeitos de envolvimento no homicídio.

De acordo com a relatora da proposta na Comissão de Direitos Humanos do Senado, senadora Ana Rita (PT-ES), pela proposta, crianças vítimas de maus tratos ou adultos que sejam testemunhas de casos de agressão devem relatar o caso ao Conselho Tutelar. “Dependendo da situação, a polícia deve ser procurada. Mas a ideia não é penalizar, é encaminhar os pais para acompanhamento, para fazerem curso, ou para atendimento médico e psicológico. Não é uma lei de punição, mas para contribuir para uma sociedade com pessoas mais tolerantes e que não sejam agressivas”, disse Ana Rita.

Xuxa no Senado

A sessão desta quarta foi acompanhada pela apresentadora da TV Globo Xuxa Meneghel, que chegou ao Senado nesta tarde ao lado presidente do Senado, Renan Calheiros. Xuxa assistiu à votação de cima da tribuna do plenário, sentada entre Renan e a ministra da Cultura, Marta Suplicy. A apresentadora já havia ido à Câmara no dia em que o projeto foi aprovado pelos deputados federais.

“Essa lei é só para impedir que [pais] usem a violência, só isso. Pode educar de qualquer maneira, mas sem o uso da violência. Mas ninguém vai prender ninguém. Se eu der uma palmada, eu vou ser presa? Não, de maneira nenhuma. [A ideia] é apenas para mostrar que as pessoas podem ensinar e educar sem usar a violência”, declarou.

Votação polêmica

Aprovado na Câmara no último dia 21, a votação no Senado quase foi adiada depois de extensa discussão na Comissão de Direitos Humanos do Senado a tarde desta quarta. Foi preciso que Renan Calheiros comparecesse ao colegiado para fazer apelo pela apreciação do projeto.

Renan precisou intermediar a votação do projeto porque o senador Magno Malta (PR-ES) pediu vista (mais tempo para analisar o caso) durante a discussão da proposta na comissão. O parlamentar do Espírito Santo alegou que a Casa teve pouco tempo para discutir o texto aprovado na última semana pela Câmara. A maioria dos membros da comissão acabou aprovando o projeto depois de decidirem manter a data da votação.

Polêmica na Câmara

A tramitação do projeto também gerou polêmica na Câmara dos Deputados. Após inúmeros adiamentos por pressão da bancada evangélica, o texto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa em 21 de junho. Lá também foi preciso a intervenção do presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para fechar um acordo com os evangélicos.

Na ocasião, Xuxa foi hostilizada durante a sessão da CCJ pelo deputado Pastor Eurico (PSB-PE). O parlamentar questionou a participação da apresentadora na comissão e mencionou o filme Amor Estranho Amor, de 1982, em que Xuxa contracena com um garoto de 12 anos que é seduzido por ela no filme.

Sem autorização para usar os microfones do plenário, a apresentadora respondeu ao parlamentar do PSB fazendo um coração com as mãos.

G1

Andamento do concurso da PRF segue indefinido após atraso na divulgação do gabarito

A FUNCAB divulgou novo comunicado sobre o andamento do concurso da Polícia Rodoviária Federal. Na nova nota, a organizadora informa que os gabaritos preliminares das provas objetivas aplicadas no último domingo, dia 25 de maio, não sairão nesta semana devido a necessidade de prestar esclarecimentos ao Ministério Público Federal de Campo Grande-MS sobre a ocorrência de problemas encontrados durante a aplicação das mesmas no colégio Dom Bosco, bloco “E”.

Segundo relatos de candidatos, mais de 400 pessoas não realizaram as avaliações por falta de cadernos de prova. Os prejudicados entraram então com uma ação no Ministério Público Federal para pedir a anulação do concurso, fato este que está em análise do Departamento de Polícia Rodoviária Federal. No Estado, mais de 11 mil candidatos se inscreveram na seleção.

 

De acordo com o cronograma inicial do concurso, o gabarito das provas sairia no dia 27 de maio de 2014, para conferência das respostas dos mais de 259 mil candidatos inscritos no cargo de Agente Administrativo. A função exige nível médio completo e tem salário inicial de R$ 3.564,77, já contando as gratificações do cargo. Veja edital do concurso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com a organizadora, o concurso encerrou suas inscrições com 259.136 candidatos, o que gera uma concorrência média de 1.200 candidatos por vaga. O maior número de inscritos foi registrado no Estado da Bahia (26.070), seguido do Distrito Federal (22.035) e Minas Gerais (22.026). Mais informações em breve.

Ache Concursos

Boletim: após cirurgia para tratamento da próstata, José Maranhão passa bem, mas segue sem previsão de alta

zé maranhãoDepois de ter passada por um procedimento cirúrgico para a retirada de um nódulo na próstata, o ex-governador da Paraíba e presidente estadual do PMDB no Estado, José Maranhão segue internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, mas passa bem.

O peemedebista passou dois dias na UTI e já foi levado para um apartamento.

Segundo o boletim médico, Maranhão passou por um tratamento devido ao crescimento benigno da próstata no último sábado (15).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ainda de acordo com o boletim médico, divulgado pelo hospital na noite de segunda-feira (17), “o procedimento transcorreu sem interferência e o paciente encontra-se em ótimas condições clínicas”.

A equipe médica que acompanha o ex-governador é coordenada pelo doutor Álvaro Sarkis.

José Maranhão ainda não tem previsão de alta.

PB Agora