Arquivo da tag: secretário

Secretário Walber Virgolino se envolve em acidente na BR-101, em Mamanguape

O secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Walber Virgolino, sofreu um acidente na manhã desta quarta-feira (03) quando viajava de João Pessoa para Natal. O carro em que o paraibano estava aquaplanou na pista, que estava molhada devido às chuvas, e derrapou para fora da rodovia BR-101, nas proximidades de Mamanguape.

Além do secretário do Rio Grande do Norte, estavam no carro o motorista e o coronel Américo, que trabalha com Walber Virgolino.

Apesar do susto, os ocupantes do veículo sofreram apenas pequenas luxações e pancadas. Eles foram levados para receber atendimento no Hospital da Unimed, em João Pessoa.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Secretário de segurança dos EUA descarta deportação em massa, mas insiste em muro

Johan Ordonez/AFP Photo
Johan Ordonez/AFP Photo

O secretário americano de Segurança Interna, John Kelly, descartou – em declarações na Guatemala nesta quarta-feira (22) – que vá haver deportações em massa de imigrantes em situação ilegal, mas confirmou a construção de um muro para reforçar a vigilância na fronteira com o México.

“Não estamos fazendo deportações em massa, mas temos leis que temos de respeitar. Então, vamos nos concentrar primeiro naqueles que cometeram crimes nos Estados Unidos para expulsá-los”, afirmou Kelly, em entrevista coletiva antes de seguir para o México.

Kelly visitou a Guatemala um dia depois de sua pasta publicar duas circulares internas que reforçam a captura e a deportação de imigrantes em situação clandestina.

Ele explicou que inclui um processo legal mais ágil, quando se entra em contato com um imigrante nessa situação, o qual será devolvido “para seu país de uma forma mais rápida do que se fez em uma década”.

O secretário afirmou ainda que a diretiva do presidente Donald Trump dá a seu departamento mais recursos para reforçar a fronteira com o México.

“Isso significa mais oficiais para o controle da fronteira, mais recursos para detenções na fronteira e também a construção de uma barreira física” na fronteira, acrescentou.

“O presidente Trump me ordenou que restabeleça o controle na fronteira. Então, vamos construir uma barreira física, vamos realizar patrulhas não militares, mas com homens e mulheres que estão no âmbito da aplicação da lei e de metodologias tecnológicas”, completou.

Kelly criticou os traficantes de imigrantes clandestinos – os chamados “coiotes”.

“São mentirosos. A vida humana não lhes interessa. Simplesmente são predadores que buscam tirar o dinheiro das pessoas”, apontou.

“Muitas vítimas sofrem torturas, estupro e outras vergonhas. O terreno é brutal, perigoso e não perdoa. Muitos homens, mulheres e crianças perderam a vida ao tentar cruzar esse trajeto para os Estados Unidos”, lamentou.

Durante sua visita, ele se reuniu com o presidente Jimmy Morales e com os ministros do Interior, Francisco Rivas, e das Relações Exteriores, Carlos Morales.

Esta é a primeira visita de um funcionário americano de alto escalão à América Central desde que Trump assumiu a Presidência em 20 de janeiro passado.

Depois da Guatemala, Kelly segue para o México, onde fará uma visita ao lado do secretário de Estado americano, Rex Tillerson, que já está lá.

AFP

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Mais de 80 municípios da Paraíba ainda estão sem secretário de Saúde e podem ter FPM suspenso

saudeLevantamento feito pela Confederação dos Municípios mostra que 83 prefeitos da Paraíba ainda não solicitaram alteração dos dados do gestor no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops). Com isso, as prefeituras constam como sem secretários.

A CNM alerta ainda que no país 2.713 municípios ainda não fizeram a mesma solicitação. A entidade lembra os gestores que essa medida é necessária e obrigatória, uma vez que o prazo para registro das receitas totais e despesas em ações e serviços públicos em saúde encerrou na segunda-feira, 30 de janeiro.

Todos aqueles que não homologarem as informações de 2016 dentro do prazo serão notificados e poderão ter suas transferências constitucionais suspensas a partir de 2 de março.

O processo funciona da seguinte maneira: caso o prefeito seja reeleito, o cadastro atual não sofrerá modificações. Entretanto, quando se trata de um novo prefeito, este deve cadastrar o novo gestor do SUS, o secretário de Saúde, no sistema, utilizando a certificação digital. Por sua vez, o gestor já incluído no sistema, deverá cadastrar o responsável pelo preenchimento e envio de dados ao Siops, validando também a informação com o certificado digital. O login e a senha são enviados por e-mail para o responsável pelo preenchimento designado pelo gestor.

Penalização

A CNM lembra que o prazo para envio dos gastos em saúde do exercício passado já foi encerrado e que, a partir de 2 de março, Municípios que não se regularizarem poderão ter suas transferências constitucionais, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), suspensas. Não deixar para última hora é fundamental.
Confira os municípios da Paraíba que apresentam pendência:

Água Branca, Alagoa Grande, Algodão de Jandaíra, Amparo, Araçagi, Araruna, Areial, Baía da Traição, Baraúna, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bayeux, Belém do Brejo do Cruz, Bom Sucesso, Brejo do Cruz, Caaporã, Cachoeira dos Índios, Cacimba de Dentro, Cajazeiras, Camalaú, Capim, Carrapateira, Casserengue, Conde, Coremas, Cuité, Cuité de Mamanguape, Desterro, Diamante, Dona Inês, Itabaiana, Itapororoca, Jacaraú, Juazeirinho, Lastro, Manaíra, Mari, Massaranduba, Mataraca, Mogeiro, Mulungu, Nova Olinda, Nova Palmeira, Olivedos, Piancó, Pilar, Pilõezinhos, Pombal, Princesa Isabel, Queimadas, Riachão do Bacamarte, Riachão do Poço, Rio Tinto, Salgadinho, Salgado de São Félix, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Rita, Santana de Mangueira, Santana dos Garrotes, Santa Teresinha, São Bento, São José de Caiana, São José de Piranhas, São José de Princesa, São José do Brejo do Cruz, São José do Sabugi, São José dos Cordeiros, São Mamede, São Sebastião de Lagoa de Roça, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Serra Redonda, Serraria, Sertãozinho, Solânea, Sousa, Sumé, Tenório, Triunfo, Umbuzeiro, Vieirópolis, Zabelê.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

‘Facções existem em presídios da PB há 14 anos’, diz secretário e vê construção de novas unidades

wagner-dortaO secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, admitiu nesta segunda-feira (16) a existência de facções dentro dos presídios do Estado e destacou que o Governo Federal liberou o Fundo Penitenciário Nacional destinando ao estado recursos na ordem de R$ 44,7 milhões.

Dorta lembrou que facções delituosas com grupos rivais no Estado. “Isso é um fato, não tem como dizer que não é. Já de 12, 14 anos atrás”, disse, apontando que tem trabalhado bastante para o controle desses grupos.

Os recursos liberados pelo governo federal já estão na Paraíba e a ideia inicial do secretário é construir duas novas unidades prisionais, uma em João Pessoa e outra em Campina Grande, já que são as cidades que enfrentam maior superlotação, porém ele apontou que a proposta precisa ser melhor discutida.

Desativação do Roger – O secretário afirmou ainda que não vê como na atual situação penitenciária brasileira há condições de desativar a penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Roger. Ele afirmou que apesar de ser antigo e estar superlotado, o presídio ainda é necessário. Porém mais necessária ainda é a construção das novas unidades para diminuir a superlotação. A perspectiva é de tirar ao menos uma parcela.

Com informações da CBN João Pessoa. 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

30 cidades estão com agências sem operar. Secretário já apresentou propostas a Febraban

bancoOs assaltantes de banco não só levaram terror e ameaça aos paraibanos, durante o ano passado, como deixaram um rastro de transtornos para os moradores de várias cidades. Nos grandes centros, onde existem várias agências, os clientes dispõe de muitas alternativas para o serviço bancário. Mas, na maioria das cidades atacadas, a agência explodida era a única que existia e os moradores ficaram sem banco.

Somente nas regiões metropolitanas de João Pessoa e Campina Grande, 13 cidades estão nessa situação, e os clientes sendo obrigados a se deslocar para municípios vizinhos, sacrificando tempo e dinheiro de transporte, toda vez que precisar fazer uma operação financeira.

Os bancos e a Empresa de Correios e Telégrafos, que atua como correspondente bancário em vários municípios, não deram informações oficiais sobre as agências que continuam inoperantes por causa da destruição. Mas, ouvindo moradores e clientes bancários, a reportagem catalogou pelo menos 30 cidades na Paraíba com agências ou correspondentes que estão sem operação.

De acordo com os Sindicatos dos Bancários e dos trabalhadores dos Correios, mais de 150 ataques aconteceram em 2016, sendo mais de 80 explosões, 63 somente em bancos oficiais. Cidades sem serviço de correios: Alagoa Grande, Alcantil, Barra de Santa Rosa, Bayeux, Cabaceiras, Cruz das Armas (João Pessoa), Cubati, Junco do Seridó, Massaranduba, Puxinanã, Salgadinho, Santo André e Umbuzeiro.

“Já fizemos várias propostas para a Febraban, a última delas sugerindo a implantação de uma tecnologia já existente, que destrói as cédulas no momento em que o caixa é explodido. Medidas como essas iria desestimular a procura dos bandidos por esse ramo criminoso” Cláudio Lima. Secretário de Estado da Segurança.

Febraban

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Secretário de Temer cai após dizer que massacre ‘tinha que matar mais’

ministroO secretário nacional de Juventude, Bruno Júlio (PMDB-MG), vai deixar o cargo depois de criticar a repercussão do massacre nos presídios do país, que deixaram 93 mortos na primeira semana do ano.

A informação foi confirmada pela assessoria da Presidência da República. A demissão deve ser publicada no “Diário Oficial” nos próximos dias.

A polêmica começou após ele declarar ao jornal “O Globo” que “tinha que matar mais” ao comentar ao a morte dos presos. “Tinha que fazer uma chacina por semana”, afirmou, segundo o jornal.

Em entrevista à Folha pouco depois, Júlio negou a frase e disse que sua opinião havia sido “deturpada”.

Porém, o site Huffpost Brasil, que também esteve na mesma conversa do secretário com o “O Globo”, publicou áudio da declaração, em que ele realmente afirma que “tinha que matar mais”.

À Folha, criticou o destaque dado aos massacres nos presídios e disse que é um “acerto de contas de bandidos”. “Eu fico triste porque não estão dando tanta importância para as pessoas de bem que morrem todo dia”, afirmou à nesta sexta.

A Secretaria de Juventude é vinculada à Secretaria de Governo, da Presidência da República.

O presidente Michel Temer pretendia conversar neste sábado (7) com o secretário nacional sobre a polêmica declaração. Segundo assessores e auxiliares presidenciais, no entanto, a permanência dele no cargo tornou-se “insustentável” e o mais correto era que o presidente o demitiria.

Em nota, Bruno Júlio disse que “está havendo uma valorização muito grande, pela morte entre condenados, muito maior do que quando um bandido mata um pai de família que sai do trabalho ou a ele se dirige”.

“Sou filho de policial e sei o dilema diário da família. Quando esses saem de casa sem a certeza de quer irão voltar; em razão do crescimento da violência”, afirmou.

Bruno Júlio é filho do deputado estadual e ex-deputado federal Cabo Júlio (PMDB-MG). Foi nomeado pelo presidente Michel Temer ao cargo no Planalto por meio de indicação da bancada mineira do PMDB.

MASSACRES

Quatro dias após a morte de 60 detentos em duas penitenciárias de Manaus, outros 31 presos foram assassinados na madrugada desta sexta (6), desta vez na maior penitenciária de Roraima.

São as maiores chacinas em presídios desde o massacre do Carandiru, em 1992, quando uma ação policial deixou 111 presos mortos na casa de detenção, em São Paulo –confira as maiores matanças em presídios.

Nesses seis primeiros dias de janeiro foram registradas 93 mortes em presídios no Brasil. Esse número representa cerca de 25% do total de mortes registradas em todo o ano passado (372).

Folha

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Devido à crise nacional, Secretário descarta realização de concurso para as polícias em 2017

claudio-limaO secretário da Segurança Pública, Cláudio Lima descartou, durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação desta quarta-feira (28), a realização de concurso público para as polícias Civil e Militar em 2017. Ele justificou dizendo que ainda não foram chamados todos os aprovados do último concurso e que por isso a lei não permite a realização de outro processo semelhante e,  somando-se a isso, tem ainda a crise econômica e financeira que o País vem enfrentando.

Sobre os ataques a bancos, Cláudio Lima afirmou que a preservação da vida humana é mais importante do que as explosões a caixas eletrônicos que vêm acontecendo quase todos os dias na Paraíba. “Ninguém devolve a vida daquela empresária que foi assassinada durante um assalto em Campina Grande, por exemplo,”, destacou.

Com relação o combate às explosões de caixas eletrônicos, o secretário garantiu que a polícia vem fazendo a sua parte com a realização de investigações e a prisão de quadrilhas, o que, segundo ele, vem acontecendo com freqüência. “A gente prende bandido quase todos os dias”, garantiu Cláudio Lima ao destacar que o grande problema é que as quadrilhas estão migrando de um estado para outro.

Mais uma vez Cláudio Lima afirmou que os banqueiros têm uma parcela de culpa com relação às explosões dos caixas eletrônicos porque não implantam nenhum sistema de segurança ou tecnologia para impedir esse tipo de crime. “Já existem tecnologias em que no momento em que o caixa eletrônico é violado, um dispositivo é acionado e queima o numerário, mas que ainda não foi implantado pelos donos dos bancos, mesmo isso sendo lei”, disse o secretário.

Sobre o helicóptero, o secretário garantiu que a manutenção da aeronave já foi concluída e que esta esperando apenas que sejam feitos os últimos testes que serão realizados pela empresa responsável pela manutenção o que deverá acontecer no início de janeiro.

paraiba.com.br

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Prefeito de Bananeiras esclarece denuncia de irregularidade envolvendo pagamento de secretário

douglasO prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, publicou nessa sexta-feira (02) uma nota de esclarecimento mostrando que não houve irregularidades com o pagamento do secretário de Cultura e Turismo, como havia sido publicado pelo portal PB Agora de que o mesmo estaria recebendo com recursos da saúde. Confira a nota abaixo:

Nota de Esclarecimento

Em veiculação recente no portal PB Agora desta quinta-feira (01), noticiou que poderia haver irregularidades na forma de pagamento do Secretário de Cultura e Turismo da cidade de Bananeiras.

Basta esclarecer que o Secretário em questão, Eduardo Guimarães, antes de assumir a pasta de Cultura e Turismo, esteve lotado como Secretário de Saúde no período de 02 de Janeiro de 2015 a 30 de Junho de 2015.

Exonerado do cargo de Secretário de Saúde e nomeado como Secretário de Cultura e Turismo no dia 01 de Julho de 2015, destacado nos documentos anexos.

A forma pagadora também foi alterada neste período e a partir de Julho de 2015, passou a ser com Recursos Ordinários, que são recursos próprios municipais, comprovados nos documentos anexos.
Sendo assim, o erro na informação para o Sagres ocorreu em função da não alteração da matrícula do servidor, o que ensejou a vinculação de informação contábil errônea, no entanto, sem prejuízo ao erário e sem utilização de recursos da saúde com desvio de finalidade.

nomeacao

exoneracao

Focando a Notícia com Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Secretário diz que governo adotará novas medidas para controle de gastos

waldson-sousaO secretário de Planejamento, Waldson Sousa, informou que o governo do estado deve adotar algumas medidas para ampliar o controle de gastos de todos os órgãos do Poder Executivo. Segundo o auxiliar do governador Ricardo Coutinho, o sistema de governança vem sendo trabalhado internamente e será implantado em breve.

“O governador tomará outras decisões nos próximos dias que são importantes tanto para o ajuste fiscal como para o controle dos gastos. Isso é para que a receita do estado permaneça em condições de continuar investindo”, declarou. Waldson também falou sobre a expectativa de conclusão dos trabalhos com a votação da LOA na Assembleia Legislativa até a segunda semana de dezembro “para que se tenha um orçamento tranquilo no próximo ano”.

Em relação recursos da repatriação, o secretário informou que, dos R$ 180 milhões que a Paraíba tem a receber, R$ 67 milhões já foram depositados na conta do estado, enquanto o restante deve ser pago nos próximos dias. “São recursos importantes não só para o estado mas para os municípios que estão em situação difícil”. Segundo ele, a quantia vai ajudar a recompor os caixas para o encerramento de um ciclo de quatro anos de crise. “A gente fecha um ano bastante difícil do ponto de vista fiscal, com a diminuição de receitas e de arrecadações importantes”.

Sobre o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro, o auxiliar do governador preferiu não antecipar datas. Waldson declarou que essa é uma prerrogativa de Coutinho, mas que a garantia do pagamento já foi dada pelo gestor. “Ele tem chamado a equipe de governo para que se tenha concentração em tudo que se anuncia. Esse é um anúncio do governador”.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em audiência para debater LOA, secretário assegura pagamento da folha e segunda parcela do 13° em dia

tarcio-pessoaDurante a audiência para Discutir a Lei Orçamentária Anual (LOA), o secretário de Planejamento, Gestão e Orçamento do Estado, Tárcio Pessoa, assegurou que o governo do Estado não vai atrasar o pagamento da folha de pessoal, muito menos o pagamento da segunda parcela do 13° pagamento.

O secretário foi até a Assembleia Legislativa para debatera peça orçamentária para o próximo ano e aproveitou para tecer críticas à PEC 241 em tramitação no Congresso Nacional que limita gastos públicos com Saúde e Educação por 20 anos.

Tárcio também criticou a queda dos repasses federais para o Estado.

Marília Domingues / João Costa

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br