Arquivo da tag: secretário

Secretário de Saúde de Solânea é eleito presidente da Comissão Intergetores Piemont da Borborema

Durante a 7ª Reunião de Assembléia Ordinária da Comissão Intergetores Piemont da Borborema 2019, que aconteceu ontem (04) na cidade de Casserengue, foi eleito o novo presidente do colegiado o Secretário Municipal de Saúde de Solânea, João Elísio da Rocha Neto, por um período de dois anos.

O colegiado é composto por representantes de 25 cidades que compõem a 2° Regional de Saúde, entre elas Solânea, Bananeiras e Casserengue. Na reunião foram debatidos diversos assuntos sobre a saúde da região. “É uma honra poder representar as 25 cidades que compõem a 2° Regional de Saúde. É nesse espaço onde debatemos os problemas e vivências dos municípios e encaminhamos para a CIB – Comissão Intergestores Bipartite”, contou o Secretário.

Esta é a primeira vez que um representante de Solânea ocupa o cargo. Atualmente João Rocha Neto também ocupa o cargo de Diretor de Regionalização da Saúde no Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) e tem assento fixo na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

 

Assessoria

 

 

Tião Gomes e lideranças de Algodão de Jandaíra solicitam abastecimento de água durante reunião com secretário de Infraestrutura

As necessidades hídricas do município de Algodão de Jandaíra foram apresentadas mais uma vez ao secretário de infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, Deusdete Queiroga, pelo deputado estadual, Tião Gomes (Avante), que estava acompanhado da vice-prefeita Simone, de dois ex-prefeitos, seis vereadores e diversas lideranças políticas da cidade, durante reunião nesta terça-feira (03), em João Pessoa.

O deputado Tião Gomes afirmou que Algodão é uma das poucas cidades na Paraíba que sofre com o desabastecimento de água, por isso, a oposição a atual gestão se uniu para lutar por uma solução urgente e melhorar a qualidade de vida da população que convive diariamente com o desabastecimento.

Outra solicitação do grupo foi a construção de uma quadra poliesportiva, tendo em vista que o município é o único no estado a não possuir este tipo de equipamento esportivo e os moradores cobram um espaço para a prática de esportes.

De acordo com o deputado, o desabastecimento de água em Algodão de Jandaíra impede o desenvolvimento da cidade, portanto, é necessário uma solução urgente para acabar com esse problema que há anos prejudica os moradores.

Na reunião, além da vice-prefeita estiveram presentes os ex-prefeitos Isaac Rodrigo e Humberto Santos, os vereadores Rodrigo Luna, Adão, Leandro, Alexandre, José Damião e Zezinho Coelho e também o ex-vice-prefeito Cícero Preto e as lideranças Fláviano da Emater, Franklin Paulino e Rivelino.

O secretário Deusdete Queiroga informou que existe um projeto que aponta como solução a saída de água de Remígio para Algodão de Jandaíra, através de uma adutora que será construída no próximo ano. “O projeto para acabar de vez com a falta d’água em Algodão já está pronto e será iniciado após a conclusão do sistema adutor Nova Camará que atenderá os municípios de Montadas, Areial e Arara. Acredito que no próximo ano conseguiremos por fim ao desabastecimento em Algodão de Jandaíra”, afirmou.

Sobre a quadra poliesportiva, Deusdete Queiroga ligou para o secretário de Educação, Aléssio Trindade, solicitando um levantamento no terreno indicado para viabilizar a construção do espaço.

 

portaldolitoralpb

 

 

Secretário Nacional de Segurança vem à Paraíba participar do iBRASJUS

O secretário nacional de Segurança Pública, General Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, estará na Paraíba no dia 27 de agosto para participar do iBRASJUS Fórum 2019. O evento começa no dia 26 e segue até 28 no Centro Cultural Ariano Suassuna, no Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), em João Pessoa. O general abrirá o segundo dia do fórum falando sobre ‘Crime organizado e os seus reflexos na sociedade’. O primeiro dia do evento será aberto pelo vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia. A programação completa pode ser conferida no https://forum2019.ibrasjus.org/programacao

Além do secretário nacional de Segurança Pública, o segundo dia do IBRASJUS Fórum 2019 contará com a participação do ex-secretário Nacional e consultor em Segurança Pública, Coronel José Vicente da Silva Filho, e do promotor de Justiça de São Paulo, Lincoln Gakiya. Eles também participarão do primeiro debate do dia que tratará sobre crime organizado e que terá a coordenação do delegado da Polícia Civil da Paraíba, Ragner Magalhães.

Sistema Prisional Brasileiro: desafios e soluções

O ‘Sistema Prisional Brasileiro: desafios e soluções’ é outro tema importante que estará na mesa de debates do iBRASJUS Fórum 2019 ainda na manhã da terça-feira. Dentro da cartela de especialistas renomados para discutir o assunto estão o secretário da Justiça e Cidadania de Santa Catarina, Leandro Antônio Soares Lima, e o diretor de Inteligência Penitenciária do Departamento Penitenciário Nacional, Washington Clarck dos Santos. Esse painel terá a coordenação do tenente-coronel da Polícia Militar da Paraíba e doutor em Ciências Jurídicas, Arnaldo Sobrinho.

O iBRASJUS FÓRUM 2019 vai reunir alguns dos melhores nomes das áreas de segurança e justiça no Brasil com o intuito de apresentar propostas de soluções para prevenir e reduzir os vários tipos de violência praticados no país e fortalecer a segurança.

O evento é uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Segurança e Justiça e tem por finalidade fomentar o diálogo e o debate sobre questões que vêm afetando a qualidade de vida da população, produzindo violência, medo e insegurança, além de comprometer o processo de desenvolvimento econômico, social e civilizatório da nação brasileira.

Confira mais detalhes da programação do 2º dia do iBRASJUS Fórum 2019

Painel 5 – A Tecnologia como Instrumento de Governança, Gestão e de Potencialização da Capacidade Operativa do Sistema de Justiça Criminal

Coronel Alfredo Deak Júnior – Diretor de Justiça e Segurança Pública da Microsoft na América Latina

Aline Lobato – Professora Doutora em Psicologia Investigativa/UEPB e vice-presidente executiva do iBRASJUS

Cel PM Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior – Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina e presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias e Bombeiros Militares do Brasil

Douglas Prehl – Diretor de Segurança do Banco Santander

Coordenador: Humberto de Sá Garay – Consultor em Inteligência e Defesa da Dígitro Tecnologia S/A e sócio fundador do iBRASJUS

Painel 6 – Controle de Fronteiras no Brasil: desafios e riscos

General de Divisão Ivan Ferreira Neiva Filho – Chefe do Escritório de Projetos do Exército Brasileiro

Coronel Aristóteles Martins Rocha – Subchefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste do Exército Brasileiro

Rafael Francisco França – Delegado da Polícia Federal, chefe do Serviço de Operações Especiais de Fronteiras-SOESF/DICOR/PF e sócio fundador do iBRASJUS

Coordenador: Marcílio Toscano Franca Filho – Procurador do Ministério Público de Contas do TCE/PB, professor da UFPB, professor visitante da Universidade de Turim (Itália) e sócio fundador do iBRASJUS

Música e Cultura

– Lançamento dos Livros:

• CRIME.GOV – Quando corrupção e governo se misturam

Autores: Jorge Pontes e Márcio Anselmo

• CONTROLE DE FRONTEIRAS NO BRASIL

Autor: Rafael Francisco França

– Apresentação Musical

 

 

Assessoria

 

 

Tião Gomes diz que gestão do secretário Geraldo Medeiros revoluciona a saúde da Paraíba

O deputado estadual Tião Gomes (Avante) está confiante no trabalho que vem sendo desenvolvido pelo novo secretário estadual de Saúde Geraldo Medeiros. De acordo com o parlamentar, o médico já demonstrou competência em funções públicas que ocupou ao longo de sua vida profissional, a exemplo da gestão do Hospital de Trauma de Campina Grande, onde foi diretor e mudou positivamente a realidade da unidade hospitalar.

A declaração de Tião Gomes aconteceu durante a audiência pública realizada nesta quarta-feira (14), onde o secretário de saúde prestou contas da pasta, através da apresentação de um relatório do 1º quadrimestre no plenário José Mariz, da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Tião Gomes reconheceu o bom trabalho executado pelo secretário que assumiu o cargo há quatro meses, mas, já soma diversas conquistas e melhorias importantes na saúde pública.

“Falo do reconhecimento dos avanços da saúde na Paraíba, porque esse desafio não é fácil. Mas, é visível que a gestão do médico Geraldo Medeiros é revolucionária, comprometida com a sociedade e aberta ao povo paraibano. E isso não é surpresa, pois a competência do Doutor Geraldo já era conhecida através do grande trabalho que ele realizou no Trauma de Campina Grande. Registro meus parabéns a esse competente gestor da nossa saúde estadual que atende a todos sem distinção e que em pouco tempo mudou a Saúde da Paraíba da água para o vinho”, pontuou Tião Gomes.

O deputado ainda disse que o governador João Azevêdo está acertando nas suas escolhas para gerir pastas importantíssimas da administração estadual. “Existem erros, existem. Mas há muitos avanços que têm que ser reconhecidos”, disse.

Durante a audiência pública, Geraldo Medeiros destacou as principais ações realizadas pelo Governo do Estado no período, entre as quais a formalização da Rede Cuidar, que passou a ser gerida exclusivamente pela Secretaria de Estado da Saúde; 10 programas de residência; e habilitações pelo Ministério da Saúde do Hospital do Bem e de 40 leitos de UTI (30 no Hospital Metropolitano e 10 no Hospital Geral de Mamanguape).

Para Geraldo Medeiros, a agenda realizada hoje na Assembleia é um instrumento de aproximação do gestor público com o cidadão paraibano. “Esse é o palco ideal para prestação de contas já que estamos na Assembleia, casa dos representantes do povo. Nada melhor do que essa casa para discutir, debater e atender os anseios da população e responder ao questionamento dos deputados”, ressaltou.

 

portaldolitoralpb

 

 

Secretário destaca elucidação de cerca de 80% dos crimes em várias regiões do Estado da Paraíba

O secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba,  Jean Francisco Bezerra Nunes destacou na  tarde desta quarta-feira (18) que existe áreas na Paraíba aonde a elucidação dos crimes chega a 80% e citou como exemplos o município de Campina Grande.

Durante entrevista ao Programa Arapuan Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação, o secretário destacou que essa redução deve-se  ao apoio e a implantação de políticas públicas de segurança pelo Governo do Estado, bem como a capacitação dos policiais associado a uso da tecnologia  e da inteligência além da parceria com todos os órgãos de segurança pública do Estado. ” São vários atores em cena e dispostos a trabalhar para garantir a segurança do povo paraibano, isso a gente não pode negar” .

Ainda durante a entrevista, o secretário falou sobre o grande número de assassinatos registrados no município de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa,  neste último final de semana.

Jean Bezerra   afirmou o município de Santa Rita tem uma área territorial muito e com grandes dificuldades de mobilidade urbana o que dificulta o  trabalho da polícia, mas  mesmo assim, os nossos policiais não medindo esforços para garantir a segurança daquela população e mesmo diante desses fatos, não podemos tirar o mérito de nossos policiais” disse o secretário ao garantir  que um plano de segurança está sendo montado para região com forma de prevenir esses casos de violência.

Foto: Kauê Barreto

http://paraiba.com.br

 

 

Secretário confirma: sem recursos, UFCG vai parar

Recentemente o reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Vicemário Simões, falou que o prazo máximo previsto para que a instituição funcione é o mês de setembro. O motivo da paralisação das atividades seria o contingenciamento de recursos feito pelo governo federal.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o professor e secretário de planejamento da UFCG, Camilo Farias, contou que se não houver a reposição dos R$ 27 milhões, que equivalem, segundo ele, a 30% da verba da instituição, as atividades realmente vão ser interrompidas.

O professor falou também que essa porcentagem é utilizada em atividades de capital e custeio da universidade, que são, respectivamente, os recursos aplicados no patrimônio como obras, mobiliário, livros e computadores; e os recursos que impactam os serviços de conservação como limpeza, vigilância patrimonial, além de água e energia.

O secretário explicou que todas essas atividades serão afetadas, mas que os chamados recursos obrigatórios, como auxílio-alimentação, auxílio-moradia, auxílio-transporte não serão atingidos. Por fim, ele contou também que o objetivo agora é mobilizar os parlamentares para que o governo federal reveja a decisão.

“Conseguimos uma reunião junto ao ministro, com os reitores das universidades e com os parlamentares, a bancada paraibana inteira. Infelizmente nem todos puderam comparecer, mas a reunião foi capitaneada pelos parlamentares. Nessa reunião, infelizmente, a gente não teve uma sinalização que esse desbloqueio aconteceria o mais rápido possível”,finalizou.

 

paraibadebate

 

 

Paraíba assume estatística dos oito mortos pela Polícia de Pernambuco, diz secretário

Em apenas um dia, a morte de oito suspeitos de assalto, em confronto com a Polícia Militar de Pernambuco em Barra de São Miguel, cidade paraibana a 175 km de João Pessoa, correspondeu a 25% do total das mortes causadas pelas polícias da Paraíba em 2018. A estatística da operação contra a quadrilha de assalto a bancos e lotéricas caiu na conta das forças de segurança da Paraíba, explica o secretário de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds), Jean Francisco Nunes.

Embora o assalto e o confronto inicial, deixando um PM de Pernambuco morto e outro ferido, tenha ocorrido em Santa Cruz do Capibaribe, Agreste pernambucano, e a troca de tiros tenha sido entre os policiais pernambucanos e os suspeitos, segundo Jean Francisco Nunes, a responsabilização pelas mortes é paraibana.

De acordo com o 24ª Batalhão da Polícia Militar de Santa Cruz do Capibaribe (PE), os suspeitos na morte do policial, que estavam foragidos desde a manhã da segunda-feira (1º), estavam escondidos em um matagal. Os criminosos foram localizados pela polícia por volta das 8h30 desta terça-feira.

Segundo a PM, o grupo estava escondido em um matagal entre as cidades de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio, ambas na Paraíba. Ao chegarem no local, a polícia teria sido recebida a tiros. Foi quando houve o confronto que terminou nas mortes dos suspeitos.

Viatura foi atingida por vários disparos de arma de fogo — Foto: WhatsApp/Reprodução

Viatura foi atingida por vários disparos de arma de fogo — Foto: WhatsApp/Reprodução

O secretário comentou que, por terem ocorrido em solo paraibano, cabe às autoridades do estado investigarem as circunstâncias, abrindo inquéritos sobre as mortes, assim como contabilizar para o balanço anual de Crimes Letais Violentos Intencionais (CVLI). As mortes são categorizadas como em decorrência de intervenção policial da Paraíba, para fins estatísticos.

“Pela metodologia que temos aqui, esse confronto contabiliza para nosso estado, ocorreu em território paraibano, mesmo sendo confronto de polícia de outro estado. Porque o que a gente contabiliza é morte em território paraibano, é uma metodologia rígida. Poderíamos colocar para o estado vizinho, mas aqui nós seguimos à risca”, comentou.

Em 2018, as polícias da Paraíba mataram 33 pessoas, um crescimento pequeno em relação às 30 mortes por mãos policiais em 2017 e 22 mortes do mesmo tipo em 2016. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, entre 2014 e 2017, o crescimento de mortes por intervenção policial na Paraíba cresceu 27,8%.

As circunstâncias das mortes dos suspeitos estão sendo apuradas em inquéritos pela Polícia Civil da Paraíba. “Na terça-feira foram feitas várias perícias no local das mortes, no cenário, o que é normal, porque toda cena temos que fazer a perícia, exames. Foi aberto o procedimento na Paraíba, assim como em Pernambuco. Essa apuração vai para o judiciário, seguir o trâmite normal”, comentou o secretário de segurança.

Apesar disso, Jean Francisco Nunes garante que a operação integrada entre os dois estados foi exitosa, pois, embora tenham gerado oito mortes, tirou de circulação uma quadrilha ligada a crimes como assaltos, latrocínios e homicídios.

“Esse grupo iria continuar a agir na Paraíba, poderia tirar as vidas de outras pessoas, como tirou a vida de um policial e deixou outro ferido. Quanto mais a gente conseguir tirar de circulação prendendo essas pessoas, melhor. Se partirem para o confronto, a polícia não vai recuar”, comentou.

O secretário avaliou que o trabalho para seguir reduzindo o número de crimes com mortes violentas vai continuar sendo feito com rigor, mas garantiu que não há uma preocupação em orientar os policiais paraibanos a recuar em confronto por conta das estatísticas.

“Se esses números tiverem que crescer, que eles cresçam, porque é decorrência normal das abordagens policiais e operações, não é o que temos buscado, confronto com morte, mas não temos recuado, nem vamos recuar. A medida quem vai dar é a operação”, analisou.

Excessos após mortes

Os corpos dos seis homens e das duas mulheres suspeitos de integrarem a quadrilha de assalto a bancos e da morte um policial militar de Pernambuco, foram expostos em vídeos e fotos nas redes sociais e aplicativos de mensagens.

Jean Francisco Nunes explicou que o conteúdo foi feito por moradores da localidade que, como grande parte da sociedade brasileira, está indignada com os crimes patrimoniais. Os registros foram feitos quando, os policiais de Pernambuco levavam os corpos dos suspeitos para Santa Cruz do Capibaribe como forma de prestar socorro.

Investigações na Paraíba

A quadrilha morta no confronto era suspeita de assaltos em cidades de Pernambuco próximas à divisa com a Paraíba e, de acordo com levantamento feito pelas autoridades de segurança paraibanas, planejavam assaltos em cidades do interior do estado. Jean Francisco Nunes comentou que as investigações são agora para identificar ramificações no estado e se a quadrilha cometeu crimes na Paraíba.

“Temos informações de assaltos em lotéricas de Queimadas e Princesa Isabel. Registros de crimes semelhantes aos que eram cometidos pela quadrilha em cidades próximas à divisa com Pernambuco, por isso iremos investigar a participação dessa quadrilha no nosso estado”, comentou Jean Nunes.

O secretário explicou ainda que por conta da organização das quadrilhas de ataque a instituições bancárias, as secretarias de segurança dos estados vizinhos à Paraíba trabalham em uma força tarefa conjunta. O operação que culminou com a morte dos suspeitos em Barra de São Miguel é resultado do trabalho integrado.

G1

 

Prefeito de Solânea participa de reunião com Secretário Estadual e agiliza aquisição de equipamentos para abertura do matadouro

Secretário Estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, afirma compromisso com abertura do matadouro

O Prefeito de Solânea, Kayser Rocha, e o Deputado Estadual, Ricardo Barbosa, participaram de reunião com Secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado Deusdete Queiroga, nessa quarta-feira (03) pela manhã, para viabilizar a  aquisição de equipamentos com o objetivo de abertura do Matadouro Público Regional de Solânea.

“Participamos dessa reunião para efetivamente agilizar a aquisição dos equipamentos e posterior funcionamento do matadouro regional. O prédio já está pronto e o Estado tem demonstrado total interesse em resolver. O Deputado Ricardo Barbosa também tem se empenhado diuturnamente para resolvermos essa questão”, contou o prefeito Kayser, logo após a reunião. Ele esclareceu também que já vem acompanhando e realizando reuniões com técnicos em relação à estruturação dos equipamentos. “Estamos nessa luta junto com a população de Solânea há meses, o Governador já demonstrou interesse para obtenção dos equipamentos durante o Orçamento Participativo. Essa é uma necessidade apontada por todos, e já temos o compromisso do Secretário como um procedimento prioritário que dará máxima agilidade”, enfatizou Kayser.

Prefeituras irão gerenciar o funcionamento

Durante o Orçamento Participativo em Solânea, que aconteceu no último mês de  abril, foi assinado um termo de compromisso entre os prefeitos das cidades de Solânea, Bananeiras, Arara, Borborema, Casserengue e Damião que firmaram acordo para o gerenciamento do Matadouro Público Regional de Solânea.

 Assessoria de Comunicação

 

Solânea recebe carro fumacê e secretário alerta para cuidados durante a pulverização 

Agentes em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde estão no município de Solânea para atuarem com o carro fumacê – veículo que faz a aplicação espacial do inseticida capaz de matar o mosquito Aedes Aegypti, causador da dengue, zika e chikungunia.

Os agentes vão realizar a ação na sexta-feira (24) fazendo a pulverização na cidade e o secretário de Saúde Municipal, João Rocha, fez um alerta sobre os cuidados que a população deve ter durante esse trabalho.

“Pedimos gentilmente que não se exponham ao veneno. Bem como não deixar crianças e animais por perto no momento da pulverização”, explicou.

João Rocha lembrou, ainda, que a luta contra o mosquito transmissor dessas doenças deve ser de todos, autoridades e cidadãos. “Lembrando que a pulverização só serve para o mosquito em fase de voo. As larvas não são atingidas pelo veneno. Cabendo a cada um de nós fazer a nossa parte”, finalizou.

 

 

Redação FN

 

 

Secretário de Segurança da PB defende mais rigor na emissão de CNHs

Presente ao lançamento do Movimento ‘Maio Amarelo’, aberto na Paraíba, na manhã desta quinta-feira (02), pelo governador João Azevêdo e pelo superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), o secretário da Segurança e da Defesa Social Jean Nunes classificou como uma epidemia os acidentes no trânsito, envolvendo, principalmente, motocicletas e defendeu um maior rigor na emissão das Carteiras de Habilitação.

“O país todo enfrenta uma verdadeira epidemia de acidentes de trânsito, em especial de motocicletas, e isso deve ser combatido com mais rigor”, defendeu.

Para o secretário, é necessário o envolvimento sistemático de todos em busca de um trânsito mais seguro.

“Temos que ter Estado, municípios e cidadãos envolvidos, ações educativas que têm que iniciar desde o período da formação escolar, além de rigidez na emissão de carteiras nacionais de habilitação (CNH), reorganização da mobilidade urbana, enfim uma série de ações que podem e devem ser desencadeadas”, disse.

Para ele, uma maior fiscalização poderia ser uma das alternativas a serem colocadas em prática.

“Deve-se disciplinar melhor esse enfrentamento a essa epidemia”, arrematou.

 

PB Agora