Arquivo da tag: Santa Rita

Homem é assassinado a pauladas em Santa Rita, na Paraíba

Um homem foi morto na manhã desta segunda-feira (9), no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. De acordo com informações da Polícia Militar, a principal suspeita é que o homem tenha sido morto a pauladas. O caso aconteceu na rua Rodrigues Alves, no bairro Alto das Populares, depois das 5h.

A vítima tinha 27 anos. Segundo informações da polícia, por volta das 2h uma informação chegou ao Centro Integrado de Operações (Ciop) de que uma pessoa estaria carregando um corpo dentro de um carrinho de manhã. Em seguida, no início da manhã, a denúncia do corpo encontrado foi recebida pela polícia.

O homem foi encontrado morto perto da casa da família. Ele trabalhava vendendo bilhetes de jogo. A polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime.

A Polícia Civil vai investigar o caso e a perícia deve confirmar a causa da morte. Até as 7h desta segunda, nenhum suspeito do crime havia sido localizado.

G1

 

Homem é baleado na cabeça em Santa Rita, PB, e motivação pode ter sido cor de cabelo, diz polícia

Um homem foi baleado na cabeça no bairro de Tibiri, em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, na noite de sábado (7) após sofrer ameaça para que não pintasse o cabelo. Segundo delegada Vanderleia Gadi, uma ameaça anônima havia sido feita para que a vítima não descolorisse o cabelo, por ser um símbolo ligado a uma facção local.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe do homem baleado contou que o filho não se intimidou pela ameaça e pintou o cabelo de loiro. Por volta das 20h de sábado, a vítima foi abordada por um homem armado e baleada na cabeça.

O homem foi socorrido pelo Samu e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Conforme informações prévias repassadas pela Polícia Civil, a vítima foi levada em estado considerado grave para a unidade de saúde.

A Polícia Civil investiga se a motivação do crime realmente está ligada à briga de facções em Santa Rita.

G1

 

Quadrilha invade escola para roubar e provoca incêndio em Santa Rita

Na noite desta segunda-feira (25), bandidos invadiram uma escola pública para roubar objetos e provocaram um incêndio, no bairro Marcos Moura, em Santa Rita, na Paraíba. De acordo com funcionários da escola, os bandidos invadiram a escola e roubaram aparelhos de TV e computadores da sala dos professores.

Durante a ação, um aparelho de ar-condicionado explodiu iniciando um incêndio na escola. O Corpo de Bombeiros foi acionado.

Os suspeitos conseguiram fugir. Alguns materiais foram encontrados próximo a escola.

Dois adolescentes foram apreendidos suspeitos de participarem da ação, porém foram liberados por falta de provas.

Ninguém ficou ferido.

A escola não funcionará nesta terça-feira (26).

 

clickpb

 

 

Fantástico mostra viagem dos vereadores de Santa Rita a Gramado, com fotos e vídeos

O Fantástico, da TV Globo, mostrou neste domingo (17) a viagem dos vereadores de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, a Gramado, no Rio Grande do Sul. O grupo de 11 vereadores foi preso no dia 5 de novembro na BR-101, vindo do Recife onde desembarcaram de volta do Sul do país. Atualmente eles respondem em liberdade após serem soltos em audiência de custódia.

Eles foram alvos da Operação Natal Luz, deflagrada pelo Gaeco do Ministério Público e Polícia Civil, suspeitos de peculato, por suposta apropriação para fins pessoais de dinheiro público através de diárias. O MPPB alega que os vereadores viajaram a turismo com dinheiro público. Eles negam e alegam que houve realmente o evento mencionado oficialmente como justificativa da viagem a Gramado.

O Fantástico mostrou a passagem dos vereadores pelo hotel e pelos locais turísticos de Gramado, com fotos ‘selfie’ (como fez Rosa do Vaqueiro), vídeos em pedalinho e imagens dos quartos onde ficaram hospedados.

Os vereadores silenciaram na delegacia. À TV Globo, Diego Cabral, advogado e filho de Anésio Miranda, presidente da Câmara, disse que há provas da realização do evento e participação dos vereadores. A versão foi reforçada pelo advogado Alberdan Coelho, que faz a defesa do grupo de vereadores denunciados.

O repórter do Fantástico, Maurício Ferraz, foi às ruas conversar com a população. Uma senhora mostrou a situação do município de Santa Rita: “Olha aí o esgoto a céu aberto na rua.”

O representante do MPPB destacou que Santa Rita é a quarta maior economia da Paraíba ao argumentar a situação do município.

Foram exibidas imagens antigas dos vereadores em sessão na Câmara Municipal falando em contenção de gastos, mesmo Santa Rita sendo o município que mais gastou com diárias em 2019: mais de R$ 585 mil.

A reportagem foi encerrada com a frase do vereador Marcos Farias dita em uma das sessões na Câmara:  “Estamos aqui pela confiança do povo.Vamos honrar essa confiança.”

 

clickpb

 

 

Agência do BB de Santa Rita é assaltada e funcionários são feitos reféns

No início da tarde desta segunda-feira (04), dois homens armados, se passando por clientes, entraram na agência bancária do Banco do Brasil que fica no Centro da cidade de Santa Rita e anunciaram o assalto.

De acordo com informações policiais eles renderam o vigilante, tomaram a arma dele, e renderam também uma funcionária do setor administrativo da agência entre outros funcionários que foram trancados em um banheiro da agência.

Depois de alguns minutos, os assaltantes fugiram levando dinheiro e a arma do vigilante.

A gerencia do BB ainda não passou para a polícia o valor do dinheiro roubado.

A polícia segue em diligência.

PB Agora

 

 

Homens invadem casa, matam duas pessoas e deixam uma ferida em Santa Rita

Dois homens foram mortos e um ficou ferido após serem atingidos por vários tiros na madrugada deste domingo (03). De acordo com a polícia, o grupo estava bebendo em uma casa, no loteamento Boa Vista, em Várzea Nova, Santa Rita, quando desconhecidos chegaram atirando.

Um homem de 36 anos levou um tiro na região das nádegas, foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Trauma de João Pessoa, mas os outros dois não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

A polícia investiga o caso e até a publicação desta matéria não havia informações a respeito da autoria ou motivação do crime.

http://paraiba.com.br/

 

 

Oito suspeitos de estupro coletivo em Santa Rita são detidos pela polícia, na Paraíba

Oito pessoas suspeitas de participação no estupro coletivo de uma mulher de 21 anos, na madrugada de domingo (13), em Santa Rita, foram presos nesta segunda-feira (14) na Comunidade do Cadeado, também em Santa Rita. De acordo com informações do coronel Pablo, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Mulher, para prestarem depoimentos e passarem por reconhecimento por parte da vítima.

A delegada Paula Monalisa ouviu os suspeitos durante toda a tarde, mas a Polícia Civil não confirma se todos devem permanecer detidos por envolvimento no crime. Segundo testemunho da mulher à delegada, sete pessoas agrediram o marido dela e três teriam praticado o estupro. Nenhum dos detidos foi reconhecido por ela, inicialmente.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, os policiais estiveram na casa onde aconteceu o estupro, na localidade conhecida como Matadouro. Na casa de um dos suspeitos foi apreendido cerca de meio quilo de droga, ainda de acordo com a PM. Segundo o coronel Pablo, os suspeitos foram encaminhados para delegacia para prestar depoimentos sobre o estupro.

Inicialmente, no domingo (13), a Polícia Militar informou a participação de seis suspeitos no estupro coletivo. Em depoimento, nesta segunda, a vítima contou que cinco homens tinham participado do crime. Durante a operação deflagrada pelas Polícias Militar e Civil, sete suspeitos foram detidos e encaminhados para Delegacia de Mulher em Santa Rita.

A vítima prestou depoimento à Delegacia da Mulher ainda na noite do domingo, em João Pessoa. A mulher, de 21 anos, contou à Polícia Civil, em depoimento, que estava em casa quando o marido dela chegou.

Assim que entrou na residência, o homem foi puxado para fora pelos suspeitos e foi espancado até desmaiar. Em seguida, o grupo invadiu a casa, tirou a mulher do local e levou ela em um carro até um local conhecido como “matadouro”. No local, a mulher contou que foi estuprada por cinco homens.

De acordo com a delegada, os suspeitos estavam muito alterados e drogados, conforme o relato da vítima à polícia. Uma das linhas de investigação apontam para uma possível vingança contra o marido da vítima, que é presidiário e cumpre pena em regime semiaberto, mas a motivação do crime ainda é incerta e será investigada.

A mulher, logo após o crime, foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde recebeu os primeiros atendimento e teve alta ainda no domingo. Nesta segunda-feira (14), ela foi encaminhada para a Maternidade Cândida Vargas, onde passa por uma profilaxia e seguia em observação médica. Em seguida, ela deve ser encaminhada para um abrigo.

O marido dela, de 33 anos, que foi espancado, permanece internado no Hospital de Trauma da capital. Ele passou pelos procedimentos médicos de emergência e segue internado, em quadro clínico considerado estável.

G1

 

Polícia encontra corpo com pés decepados e mãos amarradas em Santa Rita

Atendendo uma chamada, a polícia encontrou ontem (02), o corpo de um homem com os pés decepados e mãos amarradas em uma área próxima ao aeroporto no município de Santa Rita.

De acordo com a perícia, o homem foi morto na madrugada do domingo para segunda-feira com perfurações de arma branca. O corpo ainda não foi identificado.

A polícia também investiga as motivações do crime.

pbagora

 

 

Homem morre após ter cabeça esmagada em atropelamento na BR-230 em Santa Rita

Um homem morreu, na noite desta segunda-feira (23), após ser atropelado, no km 36, da BR-230, em Santa Rita, na Paraíba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 19h.

A vítima teve a cabeça esmagada pelo veículo. Ainda de acordo com a PRF, o acidente aconteceu próximo a passarela.

Por causa do acidente, uma faixa ficou completamente interditada.

 

clickpb

 

 

Suspeito de manter esposa em cárcere privado é preso, em Santa Rita, na PB

Um homem suspeito de manter a esposa em cárcere privado durante uma semana, além de agredi-la, foi preso neste domingo (18), em Santa Rita, na Grande João Pessoa. A mulher de 28 anos convivia com esse homem há mais de um ano e, na última semana, foi impedida de sair de casa. Antes disso, ela foi agredida por ele.

A mulher contou à Polícia Civil que o marido não permitia que ela saísse sozinha sequer para fazer feira, não deixava que ela conversasse com familiares, nem telefonasse para a mãe, que mora no Rio de Janeiro.

No domingo (11) da semana passada o homem saiu de casa e a deixou trancada, conforme conta a delegada Paula Monalisa. Na volta, ele percebeu que ela havia tomado banho e trocado de roupa. Com ciúmes, ele manteve a esposa durante toda a semana presa em casa e a agrediu durante a manhã.

Neste domingo (18), no entanto, ele saiu e, quando voltou, por volta das 16h, reclamou que ela havia saído para o quintal para lavar roupa. Então ele começou uma nova série de agressões, com murros e chutes que machucaram a mulher.

No momento da agressão, ela conseguiu fugir e saiu correndo pela rua. Com a ajuda de um motorista de transporte alternativo ela conseguiu sair de perto da casa para ir até uma delegacia, em Tibiri. No caminho, ela percebeu a presença de uma viatura e atravessou na frente do carro pedindo socorro.

Com a polícia, a mulher voltou até a casa onde morava, mas o homem não estava mais lá. Quando saíam do local, se depararam com o homem e a filha do casal em cima de uma bicicleta. A Polícia Militar fez a abordagem, mas o homem resistiu a prisão, desacatando os policiais. Foi preso uma equipe de cinco policiais para que o homem fosse preso.

A mulher deve ser acolhida em um abrigo enquanto recebe da mãe a passagem para ir embora para o Rio de Janeiro. Ela ficará sob custódia do estado, em uma casa com a segurança necessária. O homem foi encaminhado para a Delegacia da Mulher, na Central de Polícia Civil.

G1