Arquivo da tag: Santa Cruz

Belo perde por 3X0 para o Santa Cruz e deixa escapar classificação na Copa do NE

Não foi dessa vez que o time paraibano do Botafogo, conseguiu sua classificação antecipada, para a Copa do Nordeste, ao perder ontem (12), por 3X0 para o Santa Cruz de Pernambuco. A vitória do Santa, no entanto, passou longe de ser conquistada com facilidade. Sem Didira, expulso, os donos da casa pareciam se multiplicar em campo para marcar os atletas do Belo, que mesmo com Léo Moura em campo não conseguiram evitar a derrota.

Nos primeiros 15 minutos entre Santa Cruz e Botafogo-PB, os times deram a clara impressão de marasmo. Esquecendo a criatividade nos vestiários, as duas equipes pouco criaram e praticamente não chegaram ao gol adversário. Mas aos 18 minutos, o árbitro Léo Simão Holanda viu pênalti de Christiano em Pipico, que converteu a cobrança e incendiou a partida.

A vantagem coral, no entanto, parece não ter acalmado os ânimos do time. Logo aos 21 minutos, Didira entra pesado em Christiano e recebe vermelho. O cartão revoltou os tricolores que passaram a reclamar ainda mais da arbitragem, ao ponto de Itamar Schulle ser expulso, após chutar uma garrafa de água. Em se tratando de campo e bola, o Botafogo-PB até teve mais posse, mas pouco criou até o fim do primeiro tempo.

Já no segundo tempo – Com um jogador a menos, o Santa Cruz resolveu truncar a partida na segunda etapa. Nos primeiros minutos, o Botafogo-PB até deu sinais de que conseguiria criar mais problemas, mas aos poucos, a equipe paraibana foi perdendo o controle e errando muitos passes no meio de campo. Pelo lado coral, Pipico deu lugar para o volante Bileu e Jeremias entrou na vaga de Patrick Nonato, numa clara demonstração de que a ideia era se fechar.

Enquanto isso, o Belo tirou os volantes Juninho e Wellington para as entradas dos atacantes Pimentinha e Dico. Mudanças que, na prática, não surtiram o esperado. Melhor para o Santa Cruz, que aproveitou dois contra-ataques no finalzinho para marcar mais dois gols (ambos com Jeremias) e sacramentar a vitória.

Mesmo perdendo o Botafogo, segue liderando o Grupo A, com 12 pontos, e depende só de si para avançar na Copa do Nordeste. Caso o Sport perca para o Ceará, neste domingo, o Botafogo-PB se classificará mesmo que perca a última rodada. O resultado fez o Santa Cruz pular para o terceiro posto do Grupo B. Mas aguarda os jogos de Ceará e Vitória para saber se segue na zona de classificação. Na próxima rodada, o Santa Cruz vai até o Piauí, onde encara o Ríver, no dia 21 de março. Na mesma data, o Botafogo-PB recebe o Vitória.

pbagora

 

Botafogo-PB sofre gol no apagar das luzes e Santa Cruz evita derrota ao garantir empate

Santa Cruz e Botafogo-PB se encontraram pela terceira vez no ano, pela 12ª rodada da Série C, no Arruda, neste domingo. E mais uma vez, o Santa Cruz não conseguiu vencer em casa. Em jogo bastante prejudicado pela chuva que encharcou o gramado, os dois times lutaram muito, mas o 0 a 0 insistiu em continuar. Até que aos 44 minutos do segundo tempo, o Botafogo-PB encaixou contra-ataque para abrir o placar. Porém, para manter a tradição do confronto em 2019, já no apagar das luzes, o volante Charles cobrou falta com violência e estufou as redes de Saulo.

O empate foi muito ruim para a pretensão de ambos os times. A igualdade retirou a chance de ambos voltarem ao G4, fazendo com que times que estavam próximos como Confiança e Sampaio Corrêa abrissem vantagem. Além disso, em caso de vitória do Náutico, na segunda-feira, contra o líder Ferroviário-CE, as duas equipes perderam mais uma posição na tabela.

O Santa Cruz chega a três jogos sem vencer e irá se preparar para enfrentar o Sampaio Corrêa, concorrente direto pelo G4, fora de casa, na próxima quinta-feira, às 20h. Já o Botafogo-PB recebe o ABC, no sábado, às 17h, em João Pessoa.

O jogo

Com o gramado encharcado por causa do grande volume de chuva que caiu sobre o Recife durante o final de semana, o jogo no Arruda começou em ritmo lento. As duas equipes pareciam ter dificuldades em se adaptar ao piso da partida. Por isso, ambas iniciaram a primeira etapa se valendo das bolas paradas e dos lançamentos longos ao invés de trocarem passes.

A dificuldade com o campo fez com que os primeiros minutos registrassem diversas jogadas ríspidas, que originaram dois cartões amarelos para o time do Santa Cruz antes dos 15 primeiros minutos. Em duas faltas duras, Augusto e Kadu foram advertidos, sendo que o do atacante foi o terceiro e ele não enfrentará o Sampaio Corrêa, para cumprir a suspensão automática.

Com o passar do tempo, o Santa Cruz se adaptou melhor ao gramado e começou a impor seu jogo. O time coral teve duas boas chances em sequência perto dos 20 minutos. Primeiro, Dudu fez excelente jogada e clareou para Pipico, que bateu e a bola foi defendida com os pés por Saulo. Menos de um minuto depois, após cruzamento interceptado pelo goleiro do Belo, Charles recebeu bola limpa, com o gol aberto e chutou para fora.

No último terço do primeiro tempo, o Botafogo-PB cresceu. Especialmente, em jogadas protagonizadas por Marcos Aurélio. Aos 27, o camisa 10 do Belo tenta um sem-pulo para o gol, mas a bola é facilmente defendida por Anderson. Dois minutos depois, o experiente jogador bate falta perigosa e exige excelente intervenção de goleiro coral. Mesmo sem grandes chances no minuto final, o alvinegro continuou dominando as ações até o fim da primeira etapa, o que causou insatisfação e tímidas vaias direcionadas aos corais na saída de campo.

 

http://paraiba.com.br

 

 

Treze joga bem e vence o Santa Cruz em Campina Grande

Jogando com garra, determinação e marcando cada espaço do campo, o Treze se reabilitou em grande estilo ao derrotar o Santa Cruz-PE por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (27), no estádio Amigão, em Campina Grande, pela 10ª rodada da Série C do Brasileiro. Com mais um gol, o time sairia da zona de rebaixamento, mas com o resultado chegou aos nove pontos e respira mais aliviado na competição. Os gols foram marcados pelos atacantes Vanger e Eduardo, um em cada tempo.

O primeiro gol aconteceu aos 40 minutos da primeira etapa, quando o lateral Edy fez um lançamento da direita para a esquerda. O atacante Vanger dominou a bola, puxou para a entrada da área e bateu forte, abrindo o placar.

No segundo tempo, o Treze continuou com a mesma pegada, não deixando o Santa Cruz criar as jogadas de ataque. O gol da vitória do Galo da Borborema aconteceu aos 42 minutos do segundo tempo. Depois de uma cobrança de falta do lateral Silva, a bola sobrou para o atacante Eduardo, que teve calma para bater de perna direita, fazendo 2 a 0.

O time do Treze foi comandado por Kleber Romero que, a partir desta sexta-feira (28) volta à condição de assistente, pois a diretoria alvinegra deve anunciar oficialmente Luizinho Lopes como novo treinador. Lopes assistiu ao jogo ao lado dos dirigentes do Galo, no Amigão. O Treze joga contra o ABC-RN na próxima rodada. Já o Santa Cruz pega o Ferroviário.

*Texto de Franco Ferreira, do Jornal Correio

 

 

Grupo explode agência dos Correios, em Santa Cruz, PB

Uma agência dos Correios foi explodida por um grupo na madrugada desta quarta-feira (26), no município de Santa Cruz, no Sertão paraibano. De acordo com a Polícia Civil, o caso aconteceu por volta das 4h30, na rua Francisco Franca, no Centro da cidade.

Segundo relatos de moradores à Polícia Civil, os suspeitos utilizaram carros e motos e após a ação fugiram espalhando grampos nas ruas do município na intenção de dificultar perseguição da polícia.

A polícia disse que ainda não há informações sobre o que foi roubado e aguarda a chegada da perícia no local. As buscas na região continuam, mas até as 8h desta quarta-feira, ninguém foi preso.

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

G1

 

Treze empata com o Santa Cruz na estreia da Série C

No jogo de estreia na Série C do Campeonato Brasileiro, o Treze empatou com o Santa Cruz na noite desta segunda-feira (29), no estádio do Arruda, em Recife (PE), em 2 a 2. Os gols do Galo foram marcados por Gil e Eduardo, enquanto que Neto e Guilherme descontaram para a Cobra Coral.

O Treze deu uma demonstração de grandeza logo aos quatro minutos, quando Gil acertou um belo chute da entrada da área, no ângulo esquerdo, sem chances de defesa para goleiro Anderson. Aos 23 minutos, Gil fez uma bela jogada pela esquerda e lançou na área. Eduardo apareceu para cabecear e marcar o segundo gol do Galo.

O Santa Cruz retornou para o segundo tempo mais veloz. Os dois times continuaram no ataque, exigindo mais participação dos goleiros. Depois de tanto tentar, eis que o Santa Cruz marcou o seu primeiro gol. Marcos Martins cruzou na área e a bola encontrou Neto, que diminuiu o placar.

Após a marcação do gol, o Santa Cruz passou a pressionar mais. De tanto tentar, chegou ao empate aos 50 minutos. Guilherme bateu com precisão, decretando o fim do jogo com o empate em 2 a 2.

*Texto de Pessoa Junior, do Jornal Correio

(Foto: Reprodução/Instagram/trezefc)

 

 

Atlético-PR supera o Santa Cruz e avança na Copa do Brasil

O Atlético-PR venceu o Santa Cruz por 2 a 0 nesta quarta-feira na Arena da Baixada, e avançou para as quartas de final da Copa do Brasil. Após o empate sem gols em Recife, o Furacão fez o dever de casa e, com boa atuação, despachou a equipe pernambucana. Ainda encerrou o jejum de quatro jogos sem vencer ao lado da torcida – a última tinha sido no dia 26 de abril, diante do Flamengo, pela Libertadores.

Nikão abriu a vitória do Furacão diante do Santinha, na Arena. (Geraldo Bubniak/AGB)
Nikão abriu a vitória do Furacão diante do Santinha, na Arena. (Geraldo Bubniak/AGB)

Foto: LANCE!

O duelo começou em ritmo forte. Aos 3, pressionando a saída de bola atleticana, o Santinha roubou a bola e André Luís mandou uma bomba por cima do travessão. Dois minutos depois, na primeira chance real, o Furacão marcou. Em jogada pela esquerda, Sidcley tocou para Nikão na entrada da área, que ajeitou e chutou de direita, no canto do goleiro. 1×0.

Mesmo com a vantagem, o Rubro-Negro seguiu dominando o jogo, novamente no sistema 4-1-4-1. Aos 12, Cascardo recebeu pela direita e cruzou para Pablo, que pegou de primeira e a bola passou à esquerda da trave. O time pernambucano começou a equilibrar o confronto a partir daí e dificultava as jogadas da equipe da casa, que mesmo assim mostrava boas triangulações e movimentos na entrelinhas.

O Atlético-PR só foi aparecer novamente, com perigo, nos minutos finais. E por três vezes. Aos 37, Grafite recebeu bom passe na área e tentou o toque na saída do goleiro, que fez a defesa. Pouco depois, Rossetto lançou na entrada da área para Lucho, que ajeitou e Otávio bateu forte por cima. Na sequência, Nikão recebeu na segunda trave, matou a bola e bateu forte, rasteiro, para zagueiro tirar literalmente em cima da linha.

Assim como começou a primeira etapa, os dois clubes retornaram em ritmo frenético e criaram oportunidades no início. Com 2, Halef Pitbull recebeu livre na área, pela esquerda, e finalizou pela linha de fundo. No minuto seguinte, Grafite aproveitou cruzamento, cabeceou bem e Julio Cesar fez um milagre com o pé. Na continuação da jogada, Pablo foi acionado nas costas da zaga, mas se enrolou para chutar e foi travado perto da pequena área.

Aos 7, em novo erro na saída de bola, dessa vez de Pablo, André Luís roubou a bola, avançou e, da meia lua, bateu rasteiro na trave. A resposta atleticana veio com Sidcley, driblando o marcador na área e chutando colocado para o arqueiro espalmar.

A partir dos 20, o Furacão começou a explorar mais a transição ofensiva rápida. Em um desses lances, com os dois jogadores que entraram no decorrer, Eduardo da Silva achou Douglas Coutinho partindo em velocidade, sozinho, mas ele invadiu a área e chutou em cima de Julio Cesar. Dois minutos depois, Coutinho arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e Lucho, próximo da marca do pênalti, aproveitou e ampliou. 2×0.

O bom placar, que garantia a classificação e só escaparia com dois gols do rival, fez a equipe da casa segurar o ímpeto anterior e apenas administrar até o final. O Santa Cruz, sem força e qualidade, sequer esboçou reação. Vaga carimbada.

O sorteio para definição dos adversários nas quartas de final acontece no dia 5 de junho, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 0 SANTA CRUZ

Local : Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data-Hora : 31/5/2017 – 19h30
Árbitro : Elmo Alves Resenha Cunha (GO)
Auxiliares : Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/renda : 16.673 total/Não divulgado
Cartões amarelos : Eduardo da Silva, Douglas Coutinho (ATL); Nininho (SAN)
Gols : Nikão, 5’/1ºT (1-0); Lucho González, 22’/2ºT (2-0)

ATLÉTICO-PR : Weverton; Cascardo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley (Nicolas, 25’/2ºT); Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González, Nikão e Pablo (Douglas Coutinho, 19’/2ºT); Grafite (Eduardo da Silva, 17’/2ºT).Técnico : Eduardo Baptista.

SANTA CRUZ : Julio Cesar; Nininho, Bruno Silva, Anderson Salles e Tiago Costa (Roberto, 31’/1ºT); Elicardos, David, Éverton Santos, William Barbio (Léo Costa, 14’/2ºT) e André Luís; Halef Pitbull (Facundo, 28’/2ºT). Técnico: Vinícius Eutrópio.

Lance

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Campinense viaja para Recife e faz último treino antes do jogo contra o Santa Cruz nesta terça

onibus_campinenseMal terminou a partida contra o Treze pelo Campeonato Paraibano e a equipe do Campinense já está em Recife para a partida contra o Santa Cruz. O jogo é valido pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.

O time da Raposa vai fazer o último treino antes da partida no Centro de Treinamento do Náutico nesta terça-feira. A partida está marcada para as 21h45, no Estádio Arruda.

O Campinense é o primeiro colocado do Grupo A do Nordestão e já está com a classificação garantida para a fase de mata-mata da competição.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Campinense empata com o Santa Cruz-PE na estreia do Nordestão

foto: Paraibaonline
foto: Paraibaonline

No reencontro do campeão e vice da Copa do Nordeste de 2016, Santa Cruz e Campinense empataram por 1 a 1, na estreia de ambos na competição 2017.

Jogando em casa, com o apoio da torcida, a Raposa foi melhor em campo. No entanto, só conseguiu marcar aos 39 minutos do segundo tempo, gol contra de Bruno Silva. O Santa empatou quatro minutos depois, de pênalti, com Léo Costa.

A Raposa agora se concentra no Paraibano. No domingo joga contra o Serrano, no Estádio Amigão.

Ficha técnica

Campinense x Santa Cruz

Data: 25/01/2017 – 18h45
Local: Estádio Amigão / Campina Grande
Arbitragem: Mayron F. Novais; Antonio Fernando e Ivanildo Gonçalves

Cartões amarelos: Léo Costa, Elicarlos, Jaime (Santa Cruz)
Gols:  Bruno Silva (contra, aos 39min do 2 tempo; Léo Costa (Santa Cruz, aos 44min do 2 tempo)

Campinense: Gledson, Alex Travassos, Joécio, Paulo Paraíba e Gilmar(Ronael); Negreti, Magno, Fernando Pires e Felipe Ramon (Lessinho); Augusto e Casagrande (Tiago Orobó). Técnico: Sergio China.

Santa Cruz: Julio César, Victor, Jaime, Bruno Silva e Eduardo Brito; Elicarlos, David (Weelington César) e Léo Costa; Everton Santos, Thiago Primão (Thomás)e André Luiz (William Barbio). Técnico: Vinicius Eutrópio.

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Em clima de revanche, Campinense estreia na Copa do Nordeste contra o Santa Cruz

campinenseO Campinense estreia nesta quarta-feira pela Copa do Nordeste. E a competição já começa reeditando a última final da competição. O time de Campina Grande vai enfrentar o Santa Cruz, às 18h45, no Estádio Amigão.

Um dos remanescentes do time do Campinense de 2016, o goleiro Glédson, revelou um clima de revanche para a partida de hoje. “Principalmente para nós que somos remanescentes do grupo do ano passado acabamos criando um clima de revanche. Na última vez eles saíram daqui com o título, mas dentro da nossa casa não vamos pensar em outra coisa que não seja uma vitória”, declarou o goleiro.

Os preços dos ingressos foram divulgado pelo clube através de sua página no Facebook. Os ingressos para as cadeiras custam R$ 60, Arquibancada Sombra custa R$ 40 e a Geral R$ 20. Crianças pagam o valor de R$ 10 independente do setor.

Na última edição da Copa do Nordeste, o Campinense chegou à final justamente contra o Santa Cruz. Na ocasião o time pernambucano sagrou-se campeão. O Rubro-negro possui um título do Nordestão conquistado em 2013.

A Raposa está no Grupo A da Copa do Nordeste, junto de Náutico, Santa Cruz e Uninlinic. Depois do duelo de hoje, o Campinense vai enfrentar o Uniclinic no dia 5 de fevereiro.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Fred se isola na artilharia, mas Atlético não vence o rebaixado Santa Cruz

jogoBem que Fred tentou. O ataque foi o melhor jogador de linha do Atlético-MG no empate em 3 a 3 com o Santa Cruz, no Recife. O camisa 99 fez um gol, se isolando na artilharia da competição, e ainda deu um belo passe para o terceiro gol alvinegro, anotado por Hyuri. Mas não foi o suficiente para os reservas do Atlético vencerem o já rebaixado Santa Cruz.

Com o resultado, a situação na briga por uma vaga pelo G3 se manteve. A distância para o Flamengo, o terceiro colocado, segue em cinco pontos. Restando duas rodadas para o término do Brasileirão, dificilmente o time mineiro deve conseguir tirar a diferença.

Dupla Keno e Grafite deita em rola em campo

O Santa Cruz venceu o Atlético com gols de Grafite e Keno. E ambos poderiam deixar o Arruda com mais gols. A dupla de ataque do Santa Cruz aproveitou a enorme fragilidade defensiva do Atlético. Além dos gols, ainda no primeiro tempo, foram pelo menos quatro boas chances de ampliar o marcado, duas com Grafite e outras duas com Keno.

Defesa de 2016 supera o péssimo desempenho de 2015

Um dos pontos mais contestados do Atlético vice-campeão brasileiro no ano passado foi a defesa. Enquanto o campeão Corinthians se mostrava sólido defensivamente, o time mineiro sofreu, em média, mais de um gol por jogo. Foram 47 em 38 rodadas. Desempenho que piorou em 2016. Em 36 rodadas, o Atlético já superou a marca de 2015, com 48 gols. E ainda faltam duas rodadas para o término da competição, contra São Paulo e Chapecoense.

Giovanni na defesa e Fred no ataque são os destaques

O contrato de Giovanni está perto de vencer. No Atlético desde 2011, o goleiro mostrou que a diretoria pode contar com ele. Contra o Santa Cruz, o arqueiro reserva evitou que o time fosse derrotado. Foram pelo menos quatro grandes defesas. Se Giovanni resolveu na defesa, Fred foi o cara no ataque. O centroavante marcou mais um gol, o 14º neste Brasileirão, voltando a se isolar na artilharia. Fred ainda deu o passe para o gol de Hyuri.

Atlético garante o 4º lugar do Brasileirão

Nas palavras do presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, terminar o Brasileirão entre os três primeiros colocados era obrigação. Mas com o empate diante do Santa Cruz, a quarta rodada sem vitória no Brasileirão, o time mineiro viu busca pelo G3 ficar ainda mais difícil. Por outro lado, são 62 pontos conquistados e nenhuma possibilidade de ser superado por Atlético-PR e Botafogo.

Após 65 dias, Marcos Rocha volta a jogar

Foram mais de dois meses parado, mas o lateral direito Marcos Rocha está preparado para ajudar o Atlético na final da Copa do Brasil. Sem atuar desde o dia 15 de setembro, o camisa 2 jogou diante do Santa Cruz como parte do processo para estar em boa forma para o jogo com o Grêmio, nesta quarta-feira. Do time que jogou no Arruda, apenas Marcos Rocha vai ser titular no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil. Como já estava previsto, Rocha deixou o jogo aos 16 minutos do segundo tempo.

Cazares não aproveita nova chance e é expulso

O começo de Campeonato Brasileiro do meia Cazares deixou o torcedor do Atlético bastante animado. Com ele em campo, o time mineiro não era derrotado. Além disso, o jogador equatoriano era fundamental para o time, com gols e assistências. Mas tudo mudou após a lesão na coxa direita. Foram quase dois meses parado e desde que retornou, Cazares jamais conseguiu render perto do que mostrou no primeiro turno. Agora reserva, sem nenhum time de contestação, Cazares não jogou bem diante do Santa Cruz e ainda foi expulso, prejudicando o Atlético no jogo.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ 3 X 3 ATLÉTICO-MG
Data:
20 de novembro de 2016, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arruda, no Recife (PE)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa e Dibert Pedrosa Moises (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Neris e Danny Morais (SCZ) – (CAM)
Cartões vermelhos: Jadson (SCZ) Cazares (CAM)
Gols: Fred aos 5 min, Grafite aos 13 e Keno aos 30 do primeiro tempo Clayton aos 9 min, Vitor aos 13 min e Hyuri aos 34 min do segundo tempo

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Danilo Pires, aos 30 do 2º), Neris, Danny Morais e Roberto; Jadson, Arthur (Marion, aos 23 do 2º), João Paulo e Léo Moura; Keno e Grafite (Mazinho, aos 42 do 2º).
Técnico: Adriano Teixeira.

ATLÉTICO-MG: Giovanni, Marcos Rocha (Alex Silva, aos 16 do 2º), Edcarlos, Jesiel e Leonan; Rafael Carioca, Lucas Cândido (Thalis, aos 29 do 2º), Carlos Eduardo (Hyuri, aos 21 do 2º) e Cazares; Clayton e Fred.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br