Arquivo da tag: Salgueiro

Pressionado, Campinense quer recuperação contra o Salgueiro na Série D

De favorito ao desespero. Depois de um início promissor, o Campinense caiu nas rodadas seguintes e, por isso, entra em campo nesta quarta-feira, precisando vencer o Salgueiro-PE para continuar a luta pela classificação na Série D do Brasileiro.

O confronto acontece a partir das 19h, no Estádio Amigão, em Campina Grande pela sexta rodada do Grupo 3. A Raposa, que vem derrota para o Atlético-PB, po0r 3 a 0, caiu para penúltima colocação, com cinco pontos. Já o Carcará pernambucano, está bem melhor, na terceira posição, com oit.

No Campinense, o treinador Givanildo Sales, que chegou a entregar o seu cargo, deve promover mudanças na equipe. Alex Travassos e Fabinho foram expulsos e cumprem suspensão. Além deles, estão fora Alex Murici, Pedro Victor e Juliano, lesionados.

Pelo lado do Salgueiro, o time espera manter a boa fase, já que se mantém invicto na chave. Caso consiga voltar de Campina com a vitória, a equipe do técnico Daniel Neri pode terminar a rodada na liderança, mesmo com um jogo a menos que os rivais.

Ficha Técnica
Campinense
Waldson (Welligton), Júnior Gaúcho, Rômulo, Breno e Vinícius Araújo; Neto, Gabriel e Echeverría; Jobson, Rafael Ibiapino e Fábio Júnior. Técnico – Givanildo Sales
Salgueiro
César Tanaka, Dadinha, Ranieri, Arthur e Daniel; Bruno Sena, Willian Daltro, Renato e Tarcísio; Ciel e Daniel Passira. Técnico – Daniel Neri
Árbitro – Jonata de Souza Gouveia (CBF-AL)
Assistentes – Ruan Neres e Luís Filipe Gonçalves (CBF-PB)

 

paraibaonline

 

 

Belo vence Salgueiro e entra no G-4 da série C; Raposa e Flu de Feira empatam pela série D

Jogando em casa, o Botafogo-PB recebeu a equipe do Salgueiro, em partida válida pela 4ª rodada da série C, do Campeonato Brasileiro, no estádio Almeidão, em João Pessoa.

Com um gol marcado pelo atacante Dico aos 45 minutos do 1º tempo, o time de João Pessoa conquistou mais três pontos e já é o terceiro na classificação do grupo A.

O próximo compromisso do Belo na competição é no próximo sábado (10), diante do MotoClub do Maranhão.

Série D

Já o time do Campinense foi até Feira de Santana, na Bahia, e arrancou um empate com o Fluminense de Feira.

Com o empate fora de casa, a Raposa soma quatro pontos na competição. A próxima partida do rubro-negro é contra o mesmo Fluminense de Feira, no domingo (11), no estádio Amigão, em Campina Grande.

Sousa x Coruripe 

A equipe do Sousa sofreu, mas acabou arrancando um empate diante do Coruripe de Alagoas, que inaugurou o placar logo aos três minutos do 1º tempo após um bate-rebate na área do time paraibano.

Aos 46 minutos, do 2º tempo, coube ao atacante Thiago Almeida marcar o gol de empate que ‘incendiou’ a torcida no estádio Marizão, em Sousa.

Aos 48 minutos quase o Dinossauro vira o jogo numa jogada de Isaías, mas a partida acabou empatada em 1 a 1, aos 50 minutos. O próximo compromisso da equipe do Sousa é contra o mesmo Coruripe no domingo (11), em Alagoas.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Botafogo-PB vence Salgueiro, mantém 100% no Almeidão e divide liderança

 (Foto: Maurílio Júnior)
(Foto: Maurílio Júnior)

O Botafogo acirrou a briga pela liderança do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C ao vencer o Salgueiro pelo placar de 2 a 0, em partida realizada no Estádio Almeidão, em João Pessoa, pela décima rodada. Foi a quinta vitória do Belo em cinco jogos no colosso do Cristo. Pedro Castro e Rodrigo Silva marcaram os gols.

Com o resultado, o Botafogo divide a liderança com o Fortaleza com 18 pontos. O Belo só não assumiu a primeira colocação por gols pró, 13 a 11 para o time cearense. O Salgueiro, por sua vez, já não vence há três rodadas e termina o domingo em sexto, com 13. O primeiro do G4 é o ASA, com 15.

VAI, BELO!
De olho na liderança, o Botafogo foi para cima do Salgueiro desde os primeiros minutos e precisou de 11 para abrir o marcador. Pedro Castro tabelou com Danielzinho e tocou na saída do goleiro Luciano. O segundo só não veio na sequência, pois o arqueiro do Carcará fez um milagre.

O Salgueiro demorou para entrar no jogo. O time pernambucano sentiu o golpe e só chegou com perigo aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio de Rafael Mineiro, Cássio desviou. A bola tinha endereço certo, mas Jefferson Recife afastou o perigo em cima da linha, salvando o Botafogo.

O Botafogo não deixou o adversário empolgar e perdeu gol incrível no minuto seguinte. Danielzinho recebeu de frente para o gol. Sozinho, não soube o que fazer e mandou para fora, na última grande chance do time no primeiro tempo.

FECHOU A CONTA!
No segundo tempo, o Salgueiro adiantou a marcação e não deixou mais o Botafogo sair em liberdade. Mas quando soube escapar da marcação, o Belo fez mais um. Aos 23 minutos, João Paulo colocou na cabeça de Rodrigo Silva, que só deslocou o goleiro para ampliar.

A situação do Salgueiro piorou ainda mais aos 24 minutos. Rodolfo deixou o cotovelo no rosto do adversário e acabou expulso. Com um jogador a menos, o Botafogo partiu para cima, já que mais um gol o deixaria na liderança do Grupo A.

O Belo acabou ficando também com dez jogadores em campo nos minutos finais. Plínio fez falta em Tatu e levou o melhor. Após o lance, o Botafogo só administrou o resultado e assegurou mais três pontos.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Botafogo-PB enfrenta o Cuiabá no domingo, às 16h, na Arena Pantanal. No mesmo dia, às 20h3, o ASA recebe o Remo no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.

MaisPB com Futebol do Interior

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Belo enfrenta Salgueiro para se manter no G4 da série C

almeidaoApós fazer história na Copa do Brasil, ao eliminar o Ceará e chegar pela primeira vez as oitavas de final da competição, o Botafogo-PB volta as suas atenções ao Campeonato Brasileiro da Série C. O Belo recebe o Salgueiro-PE, na noite deste domingo (24), às 19h, no estádio Almeidão. A partida pode recolocar os paraibanos na liderança do grupo A, desde que vença por três gols de diferença. Por outro lado, em caso de derrota, o alvinegro da estrela vermelha pode despencar para sexta posição, a depender dos outros resultados da 10ª rodada.

Foram poucas horas desde o desembarque da equipe, no fim da tarde da última quinta-feira, até o jogo deste domingo. Até por isso, o técnico Itamar Schulle deve manter a base do time que enfrentou o Vozão, na última quarta-feira. A única mudança deverá ser o retorno de Jefferson Recife a lateral esquerda.

Desta forma, o Botafogo-PB terá: Michel Alves, João Paulo, Plínio, Marcelo Xavier e Jefferson Recife; Sapé, Djavan, Pedro Castro e Marcinho; Rodrigo Silva e Danielzinho.

Salgueiro

Há dois jogos sem vitória, o técnico Evandro Guimarães tem dúvidas para escalar o Salgueiro. O setor defensivo está praticamente definido, com uma única alteração. Daniel recebeu o terceiro cartão amarelo no empate por 1 a 1 com o Confiança e vai cumprir suspensão. Por isso, Lucas Piauí fica com a vaga na lateral esquerda.

A formação deve ser a mesma da última partida, com três homens no meio de campo e três no ataque. O treinador ainda não sabe se mantém Moreilândia ou se dá uma chance para Diego Aragão começar jogado.

A trinca de ataque formada por Piauí, Luiz Paulo e Tatu não tem funcionado e o último tem sido bastante criticado. Em entrevista no início da semana, Evandro bancou a permanência do atacante, mas não descarta fazer alterações no setor.

O provável Salgueiro: Luciano; Tamandaré, Ranieri, Rogério e Lucas Piauí; Moreilândia (Diego Aragão), Rodolfo Potiguar e Cássio Ortega; Piauí, Luiz Paulo e Tatu

Fortaleza empata e ABC vence clássico

A 10ª rodada do grupo A da terceirona foi aberta nesse sábado (23) com dois jogos. Em Teresina, o líder Fortaleza visitou o River, 8º colocado, e ficou no empate. Clebinho marcou para o Leão do Pici enquanto Eduardo deixou tudo igual.

Em Natal, o clássico. ABC e América se enfrentaram no Frasqueirão. Melhor para o time da casa, que com gol do atacantes Jones Carioca venceu por 1 a 0 e dormiu na vice liderança.

MaisPB

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Campinense põe favoritismo no Nordestão à prova contra o Salgueiro

(Foto: Antônio Ronaldo/Correio da Paraíba)
(Foto: Antônio Ronaldo/Correio da Paraíba)

Invicto na temporada, com o artilheiro do Brasil e respeitado pelos adversários. Esse é o Campinense, que entra nas quartas de final da Copa do Nordeste com banca de favorito no duelo contra o Salgueiro. O primeiro jogo do mata-mata acontece nesta quinta-feira, às 21h30, no Estádio Cornélio de Barros, no Sertão pernambucano. Já a definição do classificado será no domingo, no Amigão, em Campina Grande.

A superioridade da Raposa é fácil de ser medida. Afinal, os dois times fizeram parte do Grupo A do Nordestão. O time paraibano passou com 16 pontos (5 vitórias e um empate), enquanto o Carcará fez 10 (três vitórias, um empate e duas derrotas). Nas duas vezes que se enfrentaram, o Rubro-Negro venceu.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Apesar de tantos números favoráveis, o adversário está longe de ser considerado presa fácil pelo técnico Francisco Diá. Ele está convicto que o Salgueiro era a “pior opção” possível para adversário no mata-mata, em detrimento a Santa Cruz, Fortaleza e CRB, as outras opções possíveis no sorteio na CBF.

“Eu analisei todos os times que poderiam aparecer na nossa frente nessa próxima fase e, de todos eles, posso garantir que o mais complicado é o Salgueiro. Eu venho analisando os jogos deles, vejo que o time é muito bem postado, e por isso vem fazendo uma bela campanha no Campeonato Pernambucano”, elogiou Diá.

Mesmo já liberados pelo departamento médico, o lateral-direito Paulinho e o atacante Raul não foram relacionados para a partida contra o Salgueiro e ficaram em Campina Grande aprimorando a parte física. A novidade deve ser Filipe Ramon no meio-campo, entrando no lugar de Jussimar.

No último treino em Campina Grande, Diá testou ainda Negretti na lateral direita no lugar de Everaldo, o que revela uma certa preocupação com os laterais do Salgueiro, que costumam apoiar muito o ataque, especialmente jogando no Cornélio de Barros.

No Salgueiro, a expectativa é que o desfecho do jogo de hoje seja diferente daqueles da primeira fase. Líder do hexagonal final do Campeonato Pernambucano, o Carcará só perdeu três vezes no ano, sendo duas delas para o Campinense pelo Nordestão.

“É uma situação diferente da que nós tivemos nos outros dois jogos contra o Campinense. A primeira fase é de classificação, onde tinham outros jogos para recuperar, como nós fizemos. Agora, não. São dois jogos, que em 180 minutos você define uma classificação para a semifinal, que é importantíssima para o Salgueiro”, afirmou o técnico Sérgio China.

Em relação ao time que venceu o Sport, no último domingo, a novidade será a volta do goleiro Mondragón, que não jogou na Ilha do Retiro por cumprir suspensão.

EXPEDITO MADRUGA do JP

MP pede adiamento do jogo entre Treze e Salgueiro devido às eleições

valbertoEra só o que faltava. Atravessando um verdadeiro drama na Série C do Campeonato Brasileiro, o Treze corre o risco de ter adiada a última e decisiva partida na fase classificatória da competição contra o Salgueiros. É que o procurador de justiça do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira, encaminhou nesta terça-feira (23), um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), solicitando o adiamento da partida, programada o dia 4 de outubro, no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, pela última rodada do Grupo A da Terceirona.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
No documento, o procurador, que também é presidente da Comissão Estadual de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba, alega falta de contingente da Polícia Militar para trabalhar no jogo, devido às eleições.

– Enviamos o ofício ao Dr. Virgílio Elísio, diretor de competições da CBF, para que a entidade adie a partida entre Treze e Salgueiro, por conta das eleições, pois por determinação legal o efetivo da Polícia Militar estará trabalhado no pleito. Por conta disso, os policiais deverão se deslocar, no mínimo três dias antes da chegada das urnas às cidades do interior, para trabalharem na segurança das seções eleitorais – disse.

A partida contra o Salgueiro deve ser determinante para definir o futuro do Treze na Série C do Brasileiro. Com a goleada sofrida para o Fortaleza por 4 a 0, o Alvinegro precisa vencer os dois jogos restantes e ainda torcer por tropeço do Águia de Marabá para permanecer na competição, em 2015.

Atualmente, Treze e Águia estão com 16 pontos cada, mas o time paraense está acima da zona de rebaixamento pelo critério de número de vitórias e saldo de gols.

PBAgora

Belo perde por 1 a 0 para o Salgueiro-PE pela 12ª rodada da Série C do Brasileirão

Reprodução/Voz da Torcida
Reprodução/Voz da Torcida

Em confronto direto por vaga entre os quatro primeiros colocados do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, o Salgueiro recebeu o Botafogo-PB no estádio Cornélio de Barros, em Pernambuco, na cidade de mesmo nome da equipe, pela 12ª rodada. Em uma partida sem grandes lances efetivos, o time da casa foi o vencedor pelo placar magro de 1 a 0.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Botafogo foi a campo com Genivaldo, Ferreira, Magno Alves, Walter, Alex Cazumba, Zaquel, Pio, Lenílson, Chapinha, Rafael Aidar e Frontini.

O treinador do Salgueiro escalou o time com Luciano, Marcos Tamandaré, Ranieri, Ricardo Braz, Peri, Morelandia, Vitor Caicó, Daniel, Anderson Paraíba, Fabrício Ceará e Elvis.

O Belo começou partindo para o ataque, mas quem abriu o placar, logo aos 8 minutos, foi o time da casa. Em uma jogada que não aparentava resultar em gol, um lançamento fez com que Anderson Paraíba marcasse para o Salgueiro.

Em desvantagem, o visitante continuou pressionando, esboçando chutes de fora da área, abrindo espaços para contra-ataques do anfitrião. Mesmo com maior posse de bola, o time Botafogo não conseguiu armar jogadas efetivas no primeiro tempo. O Carcará, por sua vez, perdeu muitas chances de aumentar a diferença no placar.

Na segunda etapa, o Bota voltou com o mesmo ímpeto, tendo que se esforçar para conseguir o empate. O Salgueiro seguiu se defendendo bem, porém sem produzir muito quando tentava atacar o adversário.

E esse foi o perfil do segundo tempo. O Belo, apesar de muito tentar, não conseguiu o empate e saiu derrotado.

Com a vitória, o Salgueiro permanece na quarta colocação do grupo A. O próximo jogo é contra o Paysandu, em Belém, no dia 30 de agosto.

O Botafogo-PB, apesar da derrota, continua na segunda colocação, com 20 pontos. No dia 30/08 encara o CRB de Alagoas no estádio Rei Pelé, em Maceió.

 

portalcorreio

Com gol no último minuto, Bota-PB e Salgueiro ficam no empate por 2 a 2

 (Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)
(Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)

O Botafogo-PB recebeu o Salgueiro na noite deste sábado no Estádio Almeidão, em partida válida pela Série C do Campeonato Brasileiro. Invicto na competição, o time da casa queria somar mais três pontos para ficar entre os líderes do Grupo A. Mas teve que suar para conseguir arrancar um empate contra o Carcará do Sertão. O Belo saiu na frente ainda no primeiro tempo, mas o time pernambucano dominou o jogo e no segundo tempo conseguiu a virada. Porém, no último minuto, Pio acertou uma bela cobrança de falta e deixou tudo igual no Almeidão: Botafogo-PB 2 x 2 Salgueiro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O primeiro gol do jogo foi do atacante Frontini. Kanu e Fabrício Ceará viraram para o visitante e no último minuto Pio empatou a partida. Com o resultado, o Botafogo chega aos cinco pontos e permanece invicto na Série C. Já o Salgueiro, continua sem vencer na competição, mas soma seu primeiro ponto. Na próxima rodada, o Belo recebe o CRB no Almeidão, enquanto o Salgueiro encara o Paysandu, no Estádio Cornélio de Barros.

Botafogo larga na frente, mas leva pressão

O jogo começou movimentado com as duas equipes tentando chegar ao ataque. E a primeira chance de gol foi do time da casa. O zagueiro André Lima recebeu um bom cruzamento de Pio, mas cabeceou para fora. Após o susto, o Salgueiro passou a dominar mais a partida e ter maior posse de bola. Mas quem balançou as redes primeiro foi o Botafogo-PB. Cléo Paraense recebeu um ótimo lançamento e, de bicicleta, tocou para Frontini. O camisa 9 só teve o trabalho de empurrar de cabeça a bola para o fundo do gol.

Botafogo-PB x Salgueiro, no Estádio Almeidão (Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)Luciano tenta, mas não consegue impedir gol de Frontini (Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)

 

Mesmo atrás do placar o Salgueiro não se abateu. Aos 20 minutos o Carcará do Sertão quase chega ao empate. Rodolfo Potiguar, de fora da área, acertou uma bomba no ângulo, mas o goleiro Genivaldo se esticou todo e conseguiu fazer uma linda defesa. E este não foi o único momento de perigo do time de Pernambuco. O visitante teve outras chances para empatar, mas não conseguia finalizar corretamente. Em um dos lances, o atacante Kanu ganhou da zaga botafoguense e cabeceou na trave. No rebote, a defesa afastou. E apesar da pressão do Salgueiro, o primeiro tempo terminou com vitória parcial do Belo.

Salgueiro volta com tudo, consegue a virada, mas leva gol no último minuto

Assim como terminou o primeiro tempo, começou o segundo: com o Salgueiro pressionando. Logo no primeiro minuto, o Carcará partiu para cima. Kanu foi lançado, mas na hora de finalizar se chocou com o goleiro Genivaldo, que ficou caído no gramado. O Bota só se defendia e tentava sair no contra-ataque, usando a velocidade do atacante Cléo Paraense. E foi justamente com o camisa 11, que o Belo desperdiçou uma boa chance de ampliar o placar. Aos 14 minutos ele foi lançado e partiu disparado, mas na hora da finalização caiu na área e ficou pedindo pênalti. O árbitro entendeu o lance como normal e mandou o jogo seguir.

Botafogo-PB x Salgueiro, no Estádio Almeidão (Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)Cléo Paraense tenta sair em contra-ataque para tirar Botafogo do sufoco (Foto: Kleide Teixeira / Jornal da Paraíba)

 

O Belo não conseguia chegar com perigo na área adversária e tentava apenas se defender das investidas do Salgueiro. E o Carcará insistiu tanto que acabou recompensado. Aos 24 minutos, após cobrança de escanteio, Kanu subiu mais que todo mundo e cabeceou forte para o fundo das redes. O goleiro Genivaldo nada pôde fazer. Tudo igual no Almeidão. Assim que levou o gol, o técnico Marcelo Vilar mandou chamar o atacante Warley para entrar no Bota. E a substituição quase surtiu efeito. No seu primeiro lance, o jogador recebeu a bola e, com o goleiro já vencido, chutou para fora. Quase o segundo do time da casa.

Mas quem marcou mesmo foi o visitante. Aos 37 minutos, Fabrício Ceará foi lançado dentro da área, ganhou da zaga botafoguense na corrida e, de pé direito, chutou alto para virar a partida. Com o resultado, o time de Pernambuco se fechou lá trás e passou a administrar o placar. E quando a vitória do Salgueiro parecia certa, veio o pé certeiro do volante Pio. Aos 49 minutos, o camisa 8 do Belo cobrou uma falta com maestria e deixou tudo igual no Almeidão, para delírio da torcida presente. E a partida terminou mesmo assim: Botafogo-PB 2 x 2 Salgueiro.

 

 

 

Globoesporte.com

2 x 1: Belo vence fora de casa, quebra invencibilidade do Salgueiro e decide semifinal em Casa

botafogo-pbO jogo começou às 16h, a partida de ida da semifinal da competição acontece no Estádio Salgueirão, casa do adversário, em Pernambuco. O Belo entrou desfalcado sem o meia Lenílson que é um dos principais nomes na Série D.

O Salgueiro começa pressionando nos primeiros momentos do jogo. Aos 4 minutos de jogo, Elves tenta abrir o palcar para o Salgueiro, mas Rémerson defende.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A bola fica lá e cá, mas aos 12 minutos Fausto cruza para Doda, que manda direto no canto esquerdo do gol do Salgueiro. Belo 1 x 0. O Salgueiro responde em seguida Fabrício Ceará chuta rasteiro no canto esquerdo do gol, mas Remerson vai direto na bola e defende.

O Salgueiro continua atancando: Elves cobra escanteio e Fabrício Ceará desviou para o gol, mas Rémerson vai na bola e impede o gol.

Aos 28 Paulo Macaíba manda uma bomba em direção ao gol do Salgueiro, mas a bola passa raspando pelo segundo pau.

O jogo continua quente e aos 38 minutos Cleberson é derrubado na entrada da área e árbitro da falta para o Salgueiro. Elves bate a falta e a bola vai na trave, dando um susto no Belo.

Aos 45 do primeiro tempo no rebote do escanteio, o meia Aílton manda para o gol e Marcel tenta afastar e manda a bola para o gol. Salgueiro empata e o jogo vai para o intervalo.

No intervalo jogadores e o técnico do Belo reclamam do lance de empate do jogo. Macelo Vilar, técnico do Botafogo reclamou: ‘Para mim a bola não entrou, mas o árbitro validou o gol’. Marcel ratificou a crítica: ‘A bola saiu, mas a bandeira não deu e validou o gol’.

O Salgueiro volta agressivo no segundo tempo, mas Remerson vira um paredão. O Salgueiro pressiona o Botafogo para marcar o segundo gol, mas esbarra na defesa.

Aos 16 minutos, Ferreira cobra falta e Izaías e Fausto sobem para tentar cabecear. Mas foi o volante que mandou a bola para o fundo das redes e o Belo faz o segundo do jogo, ficando à frente do placar novamente.

Dessa vez o Belo continua no ataque e Fausto manda uma bomba em direção ao gol, mas o goleiro Mandragon se estica para defender.

O Salgueiro volta a pressionar e chega com perigo ao gol de Remerson, que se atrapalha na defesa, mas o zagueiro Marcel consegue salvar.

Com o resultado, o Botafogo quebra uma sequencia de 24 jogos em que o Salgueiro não perde em casa.

Warley, atacante do Botafogo comentou: Tabus estão ai para serem querbrados. Sentimos dificuldades de jogar aqui, pois eles são muitos fortes na bola aérea, o calor e o sol também não ajudaram. Mas estamos ai e não tem nada ganho.

Já Rémerson, goleiro do Botafogo está focado no jogo de volta: O Almeidão vai estar lotado no domingo. Vamos decidir a semifinal lá em João Pessoa e esperamos apoio da torcida.

O técnico, Marcelo Vilar comemorou: Jogamos com raça e vitória foi merecida. Mas ainda não tem nada ganho. Não pudíamos nos desconcentrar, pois jogar aqui é muito dificil pois eles alçam a bola na área muito bem.

Escalação do Botafogo: Remerson; Ferreira, Marcel, André Lima, Celico;  Zaquel,  Hercules,  Pio,  Doda; Fausto e Paulino Macaíba.

Renda: R$ 68.670 mil

Público: 9.685

paraiba.com.br

Trio do Rio Grande do Norte comanda jogo entre Treze e Salgueiro

A CBF divulgou a arbitragem da décima rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16h, o Treze recebe o Salgueiro no Estádio Amigão, em Campina Grande. Para a partida, foi sorteado um trio de árbitros do Rio Grande do Norte.

O juiz será Ítalo Medeiros de Azevedo, auxiliado por Lorival Candido das Flores e Luiz Carlos Camara Bezerra. O quarto árbitro é o paraibano Eder Caxias Meneses.

O Treze ocupa atualmente a nona posição da tabela do Grupo A. O Galo tem sete pontos conquistados em nove jogos, um a menos do que o Cuiabá, que está fora da zona de rebaixamento.

Globoesporte.com