Arquivo da tag: saldo

FGTS: veja o passo a passo para consultar o saldo pelo celular

fgtsA partir de março, o trabalhador poderá sacar o dinheiro do FGTS que estiver em contas inativas até 31 de dezembro de 2015. Mas antes de fazer o resgate, é preciso consultar se há saldo disponível. Além do site e agências da Caixa Econômica, é possível fazer a consulta pelo próprio celular.

O aplicativo do FGTS pode ser baixado nos smartphones e tablets com versões compatíveis aos sistemas Android, iOS e Windows. Há uma série de apps disponíveis com o nome FGTS, mas o aplicativo oficial leva o nome da Caixa Econômica Federal.

No sistema Android, mais de 1 milhão de pessoas já baixaram o aplicativo. No iOS, o aplicativo da do FGTS aparece entre os mais baixados. Além de acessar o saldo de suas contas, é possível atualizar seu endereço e localizar pontos de atendimento pelo celular.

Veja abaixo o passo a passo para visualizar seu saldo pelo aplicativo do FGTS:

PASSO 1: É seu primeiro acesso?

Quem ainda não possui a senha da internet, obtida pelo site da Caixa, deve escolher a opção “Primeiro Acesso”, que aparece na parte inferior da primeira tela do aplicativo. Quem já possui o cadastro pode fazer o login da forma como é feito pela web.

Aceite os termos do contrato

Após clicar nesta opção, o trabalhador precisa ler e aceitar as condições estabelecidas no contrato da Caixa Econômica para prosseguir.

Digite seu NIS

O NIS (PIS/Pasep) é o número de identificação social do trabalhador e pode ser consultado nos extratos do FGTS, no Cartão do Cidadão ou na própria carteira de trabalho. Digite o número sem pontos e sem hífen.

Preencha seus dados pessoais

Em seguida, preencha seus dados pessoais: nome completo, nome da mãe, data de nascimento, CPF etc. O nome de sua mãe deve ser exatamente o mesmo registrado na Carteira de Trabalho. Já o número do RG deve ser preenchido sem o último dígito. Clique em “próximo”.

Crie uma senha

Sua nova senha deve conter entre 6 e 8 caracteres alfanuméricos (números e/ou letras), como a criada pelo site da Caixa. Digite-a duas vezes, confirme e clique em cadastrar.

PASSO 2: Com a conta já cadastrada

Se seu cadastro já está feito, digite o seu número do NIS (PIS/Pasep) e a senha para consultar o FGTS. Nesta etapa, quem ainda não tiver uma senha da internet pode usar a senha do Cartão Cidadão.

Atualize seu endereço

Para continuar, você precisa atualizar seu endereço. Clique no ícone no canto superior esquerdo do seu celular e acesse o menu. Clique em “Atualizar endereço” e digite seu novo CEP. Depois, clique em “salvar endereço”.

PASSO 3: Visualize seu saldo do FGTS

Com todas as etapas cumpridas anteriormente, faça o login com o número do NIS (Pis Pasep), que pode ser consultado na Carteira de Trabalho, e a senha. Se as informações estiverem corretas, você poderá visualizar suas contas e saldos do FGTS na tela do celular.

Esqueci minha senha. E agora?

Você vai precisar informar o número do seu NIS (PIS/Pasep). Em seguida, o aplicativo pedirá para você confirmar seus dados pessoais. O número da carteira de identidade (RG) não deve ter o último dígito. Já o nome da sua mãe deve ser igual ao da Carteira de Trabalho. Em seguida, você deverá escolher uma nova senha. Digite e aperte o botão “cadastrar”.

Como vejo o extrato detalhado das minhas contas?

Para visualizar o extrato detalhado de cada uma, você deve clicar sobre a conta. Você também pode salvar seu extrato em um arquivo PDF.

Como saber se meu saldo poderá ser sacado?


Se seu saldo estiver em uma conta inativa (que teve o contrato de trabalho suspenso) até o dia 31 de dezembro de 2015, você poderá resgatar todo o valor desta conta. Os saques serão permitidos a partir de março, dentro de um calendário que será divulgado pelo governo.

Como consulto postos de atendimento próximos?


Volte para o menu, no canto superior esquerdo da tela, e escolha o item correspondente. É possível encontrar o ponto mais próximo por sua localização atual ou pelo seu endereço, que foi informado no cadastro. Clique sobre um ponto de localização para acessar o mapa.

Como consulto meu saldo do FGTS por outros meios?

Além do aplicativo, também é possível acessar seu saldo pelo próprio site da Caixa, pessoalmente, por email ou SMS. Veja aqui como fazer a consulta.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Paraíba gera 2º maior saldo de empregos do país em agosto

desempregoMesmo em cenário agravado pela forte recessão econômica, a Paraíba voltou a ser destaque na geração de empregos com carteira assinada no país. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho, mostram que o Estado gerou 5.905 vagas no mês de agosto, o segundo maior saldo do país. O desempenho ficou atrás apenas de Pernambuco (9.887) entre as 26 unidades de federação e do Distrito Federal. Já o país manteve saldo negativo, no último mês, com 33.953 postos.

Segundo dados do Caged, o saldo positivo de agosto da Paraíba foi puxado pelo maior volume de contratações nos setores da agropecuária (2.921), da indústria de transformação (2.710) e de serviços (520). Foi o melhor agosto em geração de vagas do Estado dos últimos três anos, potencializado pelo início da safra da zona canavieira e da fabricação de etanol e açúcar pelas usinas.

Os municípios paraibanos que mais contribuíram com contratações foram Mamanguape (1.224), Santa Rita (1.078) e Sousa (105). Já a capital paraibana liderou a queda do emprego no mês de agosto com saldo negativo de 143 vagas.

Cenário regional – A Paraíba foi responsável por 30% dos 19.903 empregos gerados nos nove Estados do Nordeste em agosto. A região apresentou o maior saldo do país no último mês. O Sul registrou apenas 1.857, enquanto Sudeste (-50.862), Centro-Oeste (-2.586) e Norte (-1.825) apresentaram saldo negativo.

O país manteve a trajetória de queda pelo 17º mês seguido. Em agosto, o saldo negativo de 33.953 vagas foi oriundo de 1,253 milhão de admissões contra 1,287 milhão de desligamentos. No acumulado do ano, o nível de emprego formal apresentou declínio de 651,288 mil postos de trabalho. A Paraíba registrou em oito meses saldo negativo -7,769 mil, o menor entre os nove estados do Nordeste. A região acumula perdas de 204,9 mil vagas.

Entre os Estados, a maior queda no nível de emprego formal foi registrada no Rio de Janeiro, com o fechamento de 28.321 vagas, dados influenciados também pelo fim dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Também houve perda de vagas em Minas Gerais (-3.121), devido o fim do ciclo de produção de café, e Espírito Santo (-4.862).

Secom-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Revisão de FGTS pode dobrar o saldo saiba quanto você pode ganhar

FGTSA discussão sobre o índice a ser usado para corrigir o saldo das contas de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ganhou um novo capítulo nesta semana, quando a DPU (Defensoria Pública da União) entrou com uma ação coletiva na Justiça Federal no Rio Grande do Sul.

Se o juiz der ganho de causa para os trabalhadores, o saldo do fundo de garantia pode dobrar de valor, segundo o Instituto FGTS Fácil. Confira abaixo alguns exemplos da diferença na remuneração desde 1999 a janeiro deste ano.

Atualmente, o saldo das contas do fundo de garantia de todos os trabalhadores com carteira assinada é corrigido pela TR (Taxa Referencial) mais 3% ao ano. No entanto, esse cálculo não reflete a inflação. Com isso, os trabalhadores estão perdendo o poder de compra.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o presidente do Instituto FGTS Fácil, Mario Alberto Avelino, os trabalhadores precisam saber exatamente quanto eles têm em conta para calcular o que teriam direito se o saldo fosse corrigido pelo INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor), por exemplo.

— Criamos uma ferramenta gratuita para que todas as pessoas possam saber o quanto terão de correção. Mas os trabalhadores não devem ficar esperando uma decisão sobre essa ação na Justiça gaúcha. Cada profissional deve entrar com uma ação, seja individual, em grupo de até dez pessoas ou por meio dos sindicatos, com cobrança simbólica que vai de R$ 5 a R$ 10.

De acordo com Avelino, se a Justiça decidir que os trabalhadores têm direito a receber a correção pelo INPC, no lugar do cálculo atual, haverá um impacto de R$ 200 bilhões.

— Apenas de multas por demissão sem justa causa nesse período, as empresas deixaram de pagar R$ 50 bilhões.

Devo entrar com ação?

O advogado Carlos Henrique Crosara Delgado, tributarista do escritório Leite, Tosto e Barros, afirma que os trabalhadores devem entrar com ação o quanto antes, até para ter a segurança de que vão receber a diferença caso a Justiça limite a correção no tempo.

— Para não haver um colapso com a quantidade de dinheiro a ser paga, e para que a Caixa tenha condição de pagar, a Justiça pode dar o reajuste apenas a quem entrou com ação até uma determinada data. Por isso, é interessante aproveitar o momento e entrar com uma ação.

Já o advogado Geraldo Wetzel Neto, sócio do Bornholdt Advogados, diz que o trabalhador pode esperar um pouco antes de entrar com uma ação e observar a sinalização dos Tribunais Regionais.

— Entrar com uma ação agora só vai pagar os honorários. Além de passar pelos tribunais regionais, esse caso ainda será encaminhado para Brasília.

A ação da defensoria se une a outras 39 mil que estão na primeira instância e aguardam uma solução definitiva da Justiça. Das que foram avaliadas, a Caixa ganhou 18 mil e perdeu 15.

A polêmica sobre o índice de correção a ser adotado só deve ser resolvida definitivamente após a questão chegar ao STF (Supremo Tribunal Federal), o que pode levar três ou quatro anos, segundo os especialistas. No julgamento sobre o valor de correção de precatórios, o STF decidiu que deve ser utilizado o índice de inflação e não o da poupança.

r7

Manifestação em São Paulo deixa saldo de jornalistas feridos, presos e agredidos

As imagens da prisão do repórter do Portal Aprendiz, Pedro Ribeiro Nogueira – ainda preso e que será solto nesta sexta para responder em liberdade – repercutiam na imprensa e nas redes sociais quando novas informações de que profissionais estavam sendo detidos e agredidos começaram a ser divulgadas na tarde desta quinta-feira (13/6).
O quarto protesto realizado pelo Movimento Passe Livre contra o aumento das passagens do transporte público em São Paulo foi o mais violento – na ação contra os manifestantes e jornalistas – e o que deixou o maior número de profissionais de imprensa feridos, presos e agredidos.

Rodrigo Paiva/Estadão
Em São Paulo, cinegrafista é atingido por spray de pimenta
Logo no início da manifestação, que começou na região central de São Paulo, o repórter da revista CartaCapital, Piero Locatelli foi preso e encaminhado para a 78ª delegacia por carregar vinagre na bolsa. Por volta de 19h ele foi liberado.
CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O fotógrafo do Portal Terra, Fernando Borges, também foi detido, mesmo se apresentando como profissional de imprensa, ele ficou junto detido com outros manifestantes por volta de 40 minutos e liberado.
Jornalistas do jornal O Estado de S.Paulo e da Rádio Estadão também relataram cenário de extrema violência por parte da polícia, principalmente no lançamento de bombas de efeito moral e spray de pimenta.

A repórter da revista Exame, Amanda Previdelli, presenciou a manifestação e narrou os momentos de violência pelo twitter. “Gente, desculpa, ainda tô muito impressionada. Não vi a frente e o fim da manifestação, mas a ABSURDA maioria era PACÍFICA”, disse Amanda em um dos posts.

A Rede Brasil Atual também informou, em seu perfil no Facebook, que uma repórter do veículo foi agredida. “Ela estava sentada escrevendo no bloco de anotações quando recebeu pancadas de cassetete no rosto e nas pernas. Há pelo menos uma dezena de jornalistas reprimidos hoje pela PM de São Paulo”, disse a nota publicada.

Cenário de guerra

Reprodução
Giuliana Vallone foi ferida no rosto por balas de borracha
Do jornal Folha de S.Paulo, sete repórteres foram atingidos e dois levam tiros no rosto. Segundo a publicação, a jornalista Giuliana Vallone, da TV Folha, e o colega Fábio Braga foram atingidos por balas de borracha no rosto disparadas pela Tropa de Choque da Polícia Militar. O repórter-fotográfico Fábio Braga recebeu dois disparos, um no rosto e outro na virilha.

 

Entidades de defesa à imprensa
No início da noite, a Anistia Internacional divulgou nota sobre as manifestações. “A Anistia Internacional vê com preocupação o aumento da violência na repressão aos protestos contra o aumento das passagens de ônibus no Rio de Janeiro e em São Paulo”. A entidade destacou a preocupação em relação ao discurso das autoridades sinalizando a “radicalização da repressão”.
A organização Repórteres Sem Fronteiras divulgou no fim da manhã uma nota de repúdio à prisão do jornalista Pedro Ribeiro Nogueira e a detenção que aconteceram na terça (11/6) do jornalista Leandro Machado, Folha de S. Paulo, do fotógrafo Leandro Morais, do UOL e a agressão do repórter do R7, Fernando Mellis.

Reprodução
Fábio Braga, jornalista da Folha

“A mídia desempenha um papel crucial nas manifestações, divulgando as queixas dos participantes, relatando a resposta das autoridades e contribuindo a abrir um debate sobre as reivindicações. Os jornalistas não podem ser assimilados aos manifestantes. Por conseguinte, as forças da ordem devem comprometer-se a respeitar a neutralidade e integridade dos profissionais da informação”, declarou RSF.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo condenou a agressão contra os jornalistas. “A Abraji considera preocupante que esta ação contrária ao trabalho da imprensa parta do Estado, e justamente da PM, mandada à rua para manter a ordem e garantir direitos”.

“Fora Rede Globo”

Por volta de 18h30, quando a manifestação seguia na Rua  da Consolação, região central, IMPRENSA acompanhou o protesto e presenciou a ação da Polícia Militar.Entre os manifestantes, ouvia-se palavras de ordem contra a TV Globo. Muitos manifestantes consideram que alguns veículos da imprensa estão fazendo uma cobertura parcial das manifestações.

 

Luiz Gustavo Pacete e Vanessa Gonçalves

Secretaria de Administração Penitenciária divulga saldo de ‘pente fino’ que encontrou roteador de internet sem fio

Pente finoA Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) realizou nessa terça-feira (5) mais uma Operação “Pente Fino” no Presídio Desembargador Flósculo da Nóbrega, mais conhecido como Presídio do “Róger”. O trabalho foi realizado por 30 policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope), 15 agentes do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe) e mais 30 agentes penitenciários plantonistas.

De acordo com a Seap, foram apreendidos 24 chips de celular, 50 aparelhos celulares, um pé de cabra, um cachimbo artesanal conhecido como marica, 19 facas, 13 espetos artesanais e uma tesoura, além de um cartão de memória e um roteador de internet. A operação, que se estendeu durante todo o dia na unidade prisional, teve como alvo principal o pavilhão 1, mas varreduras também foram realizadas nos pavilhões 2 e 3.

O secretário Walber Virgolino, que acompanhou o trabalho dos militares e dos agentes, informou que esse tipo de operação vai acontecer ininterruptamente em todas as unidades prisionais da Paraíba, de acordo com um cronograma agendado previamente. Ainda na tarde desta terça-feira (5), a Seap realizou a transferência de 16 detentos com a autorização do juiz da Vara de Execuções Penais da Capital para a Penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1/PB2).

As visitas íntimas na Penitenciária Flósculo da Nóbrega estão suspensas até o término da reconstrução que está sendo feita depois do motim ocorrido na semana passada.


MaisPB com Secom PB

Ex-prefeito deixou R$ 2,10 de saldo para sucessora na PB, diz Fantástico

Pedro Alves da Nóbrega, promotor de Juazeirinho

O município de Juazeirinho, cariri paraibano, foi destaque em matéria exibida na noite deste domingo no Fantástico, da Rede Globo de Televisão. O programa trouxe uma panorama de onze prefeituras brasileiras em que prefeitos não conseguiram a reeleição e deixaram um caos administrativo de herança para os sucessores.

Em Juazeirinho, a nova prefeita, Carleusa Marinheiro, revelou que recebeu exatamente R$ 2,10 de saldo de caixa do antigo gestor, Bevilacqua Matias. Aliás, a reportagem começou com um discurso de campanha do ex-prefeito garantindo equilíbrio financeiro na Prefeitura.

Ainda segundo a atual gestora, a sede da Prefeitura foi encontrada sem energia elétrica. Em nota, o ex-prefeito alegou que teve que optar entre pagar a conta de luz e honrar a folha de pessoal dos servidores municipais.

Na matéria, o promotor da cidade, Pedro Alves da Nóbrega, disse que Juazeirinho está entre os municípios nordestinos que sofrem com os efeitos da seca prolongada, mas que não oferece assistência devida às vítimas por conta dos desmandos administrativos.

A cidade de Alhandra, litoral sul da Paraíba, também foi citada na reportagem. A nova gestão acusa o ex-prefeito Renato Mendes (PSDB) de ter feito sumir arquivos de computadores.

MaisPB

Prisões, apreensão de armas e veículos é o saldo de festa “‘paredão”

Na madrugada deste sábado (1°), policiais militaresa da Rádio Patrulha e dos Batalhões de Trânsito e Ambiental foram acionados para revistar os participantes de uma festa tipo ‘paredão’, que estava sendo realizada na estrada de Gramame, em João Pessoa.

Consumo de bebidas alcoólicas por parte de condutores de veículos, som excessivamente alto e suspeita de pessoas armadas foram as informações recebidas anonimamente pelos policiais, que se dirigiram ao local por volta das 4 horas e fizeram a revista nas pessoas que estavam deixando a festa. A barreira policial foi montada na saída do local onde a festa estava acontecendo.

O saldo da operação foram 15 veículos apreendidos por estarem com documentação irregular, pessoas detidas por tentarem dirigir embriagadas e apreensão de uma arma de fogo (revólver calibre 38, com seis munições), que estava com o dono do paredão. Menores que estavam no local também foram apreendidos.

portalcorreio

Guarabira: 4 tentativas de homicídio e uma morte fecham grande saldo de violência em 12 dias

Parece que a ”Paz”, que rondava a capital do brejo, foi por água abaixo. Uma onda de  atentados contra a vida e um homicídio fizeram parte das estatísticas feitas pelo portalmidia, em duas semanas na cidade de Guarabira.

Tudo começou na última segunda-feira (20), o filho do sargento D’ Assis, o jovem vinha na rua Arthur Pontes no bairro São José, quando foi surpreendido por dois homens em uma moto que efetuaram disparos de armas de fogo.  Nenhum dos disparos atingiram o jovem.

Na quarta-feira (22)  mais uma tentativa de homicídio. A vítima é uma menor de 16 anos, filha do cabo da Polícia Militar Joseildo. Segundo informações da polícia, a menina caminhava na rua Napoleão Laureano, ao lado do Fórum municipal, quando foi alvejada a balas.

No Sábado (25), Vários disparos de arma de fogo alvejaram duas pessoas; Manoel Messias Cândido da Silva, 41 anos de idade, feirante, morador do conjunto Lucas Porpino foi vítima de bala perdida, e José Barbosa da Silva, 20 anos, filho de Camarão. A segunda vítima foi o alvo dos disparos.

Na noite desta sexta-feira (31), a cidade de Guarabira, foi alvo de uma verdadeira noite de horror.

Primeiro uma tentativa de homicídio, no bairro Nossa Senhora Aparecida, dois jovens foram alvejados por arma de fogo. três homens a pé, efetuaram vários disparos contra o o casal, a mulher conseguiu escapar, mais o namorado foi alvejado com seis tiros.

Logo depois disparos de arma de fogo no conjunto João Cassimiro, segundo informações de populares, homens em uma moto estariam efetuando os disparos.

Em seguida homicídio no bairro do Rosário, mais precisamente na Rua do Lenço, O ex-presidiário identificado apenas como “Preto de Zumba”, residente à Rua Rosil Guedes, no Bairro do Nordeste, em Guarabira, foi assassinado com vários tiros no rosto, no início da madrugada deste sábado (01), no Bairro do Rosário, na mesma cidade.

Essas ocorrências, fecham uma grande onda de violência, que deixam a população da cidade amedrontada.

Portalmídia

Animal da pista provoca acidente e deixa saldo de um morto e outro ferido no Sertão

Um acidente de trânsito foi registrado por volta de 01h desse domingo 08, na PB 366 em Cajazeirinhas no Sertão do Estado, deixou o saldo de uma pessoa morta e outra ferida. Conforme informações repassadas ao Jornalismo do Paraíba Urgente, o autônomo Francisco Gomes Guedes Júnior, 25 anos e o estudante José Anderson Felizardo Dantas, 18 anos, ambos residentes em Coremas, seguia em uma moto em direção a cidade de Cajazeirinhas, quando um animal (jumento), cruzou a pista provocando o acidente.
Francisco Gomes Guedes Júnio teve morte instantânea no local. Já o estudante foi socorrido pelo SAMU para um hospital na cidade de Coremas em estado grave.
A polícia esteve no local e realizou os procedimentos necessários ao caso.
Em todo o Brasil é uma constante a presença de animais nas pistas das rodovias que cruzam o país.

Bruno de Lima/Paraíba Urgente
Focando a Notícia

Acidente entre Itapororoca e Araçagi deixa saldo de um morto e cinco feridos

 

Apenas sabemos que o motorista não corre risco de morte, informações do pai da vítima.

Por volta das 18h dessa quinta-feira 31, um acidente automobilístico na PB 075 terminou com o saldo de uma vítima fatal e cinco pessoas feridas na ladeira do Macaco, município de Itapororoca/PB.

Segundo informações de populares, um veículo de marca Peugeot, de cor prata e placas NQK-4328, de Guarabira-PB vinha sentido Itapororoca a Araçagi, quando após desviar de um animal, invadiu a contramão e colidiu com três pescadores que retornavam de uma pescaria nos braços da barragem de Araçagi em suas bicicletas.

Além do motorista do carro Dr. Henrique Toscano, Professor de Direito Público da UEPB – Campus III, Mestrando em Relações internacionais e Advogado, mais duas pessoas ocupavam o automóvel. Várias viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas para os socorros das vítimas.

Henrique Toscano / Motorista do veículo envolvido
Henrique Toscano / motorista
Carro envolvido
Carro envolvido
Emiliano Felix de Brito / Vítima fatal
Emiliano Felix de Brito / Vítima fatal
Bicicletas acabadas
Bicicletas acabadas

Um dos pescadores veio a óbito no local do sinistro. Emiliano Felix de Brito morreu após ser arremessado de uma distância de 20 metros devido ao impacto da batida. As outras vítimas foram socorridas para o Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena na capital. Apenas sabemos que o motorista não corre risco de morte, informações do pai da vítima.

Pedro Júnior/NotíciaPB
Focando a Notícia