Arquivo da tag: Salão

Transexual é baleada enquanto atendia cliente em salão de beleza na PB

hospitalUma transexual de 30 anos foi ferida por vários disparos de arma de fogo enquanto trabalhava em um salão de beleza na cidade de Sousa (Sertão do estado, a 438 km de João Pessoa). O crime aconteceu por volta das 18h dessa quinta-feira (12), no bairro São José. A vítima foi socorrida para o Hospital Regional de Sousa e, segundo a polícia, não corre risco de morte.

De acordo com informações repassadas pela soldada Verônica, da Polícia Militar da cidade, o crime foi cometido por dois homens. Eles chegaram ao estabelecimento em uma motocicleta e, após disparar os tiros, tomaram outra moto em assalto, abandonando o veículo em que chegaram ao local. A dupla fugiu e até a manhã desta sexta-feira (13) não havia sido localizada.

As câmeras do circuito de segurança do salão de beleza gravaram a tentativa de homicídio e as imagens devem ajudar na identificação dos suspeitos. No momento do crime, havia uma funcionária e duas clientes no salão, mas elas não foram atingidas pelos tiros. Uma das clientes estava sendo atendida pela vítima. O vídeo mostra quando ela e as outras duas mulheres correm para escapar dos disparos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Conforme mostra o vídeo, tinha mais gente no estabelecimento, mas nenhuma dessas pessoas saiu ferida. Ou seja, a hipótese mais provável é de que os suspeitos tinham como alvo a própria vítima”, disse a policial.

Nenhum objeto foi roubado, o que reforça a suspeita da polícia de que o crime tenha sido uma tentativa de execução. A Polícia Civil já foi acionada e vai investigar as motivações do crime.

 

 

portalcorreio

Artesanato da Paraíba presente no 2º Salão de Turismo Rota 101 Nordeste, em Recife      

artesanatoO artesanato paraibano vai estar presente no 2º Salão de Turismo Rota 101 Nordeste, que vai acontecer em Recife entre os dias 06 a 08 de agosto, no Centro de Convenções de Pernambuco. Serão 15 artesãos que integram o Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) que produzem peças das mais variadas tipologias das cidades de João Pessoa, Bayeux, Campina Grande, Boqueirão, Areia, Pitimbu e Cabaceiras. Além dos artesãos, hoteleiros paraibanos e a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e a Secretaria Estadual do Turismo e Desenvolvimento (SETDE) estarão participando do evento que deve receber um público estimado em 10 mil em três dias.

A coordenadora de Eventos do PAP, Iara de Alencar, informa que o público Pernambuco que for ao 2º Salão de Turismo Rota 101 Nordeste terá a oportunidade de conhecer a originalidade do artesanato paraibano. Ela disse que estarão à venda ao público peças produzidas a partir do algodão colorido, fibras de coco, madeira, couro, crochê, labirinto, madeira e até brinquedos. “ É uma variedade de peças que revela a criatividade dos nossos artesãos. É importante destacar que são profissionais de várias cidades do estado”, garantiu.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Salão – Os organizadores do Salão informam que além do público em geral, o evento é voltado para os profissionais da cadeia produtivo do turismo de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Estão confirmadas as presenças de autoridades do setor, secretários e técnicos de turismo, hoteleiros, operadores, agentes de viagens, empresários do segmento de lazer, jornalistas e público final, consumidor, sobretudo os habitantes da populosa Região Metropolitana do Recife.

Sabores – O Festival Gastronômico do 2° Salão de Turismo Rota 101 Nordeste terá chefs consagrados dos quatro Estados. Vou citar apenas dois, para não tirar algumas surpresas. Do Rio Grande do Norte estará a chef e proprietária do restaurante Paçoca de Pilão, D. Adalva Rodrigues, já habituada a representar o Rio Grande do Norte em grandes feiras nacionais. Levará carne de sol com paçoca e camarão á moda potiguar. O Estado anfitrião também caprichou, com seu chef: Alcindo Queiroz, bastante famoso e proprietário do igualmente badalado restaurante Patuá, em Olinda. Detalhe importante: os pratos do Festival Gastronômico custarão R$ 25. Isso mesmo. Apenas R$ 25. Pernambuco (cada Estado levará dois pratos) oferecerá arroz de frutos do mar e cordeiro à moda pernambucana, assinados por Alcindo Queiroz.

Entrada franca – Não será cobrada entrada no evento. Os principais shoppings da capital pernambucana e pontos estratégicos, como o Marco Zero, estão recebendo ações de marketing desde o final de semana passado. Equipes com a camiseta da Rota 101 Nordeste estão entregando convites para o Salão para a população. Vale lembrar que o convite é meramente uma forma de divulgar o evento. Não é preciso apresentá-lo na entrada. Basta um rápido credenciamento mediante informações básicas.

Fotos: Acervo PBTur/Secom-PB

Galo goleia Timão, se classifica e transforma Mineirão em salão de baile

guerreiroNão se pode duvidar jamais da força do Atlético-MG e do Mineirão lotado. Empurrado por sua massa fanática, o Galo foi histórico: começou o jogo contra o Corinthians, nesta quarta-feira, precisando vencer por três gols de diferença para avançar às semifinais da Copa do Brasil, já que o Timão fez 2 a 0 na ida, em São Paulo. Levou um gol aos quatro minutos de jogo, mas jamais desistiu. Foi forte e vingador, como diz o seu hino e, de forma espetacular, venceu por 4 a 1, assegurando a classificação. Ao fim da partida, os jogadores atleticanos imitaram a dancinha do corintiano Mano Menezes no jogo de ida. O adversário na proxima fase será o Flamengo, que eliminou o América-RN: os confrontos serão nos dias 29 de outubro e 5 de novembro.

O jogo

Amparado pelos 2 a 0 que fez no jogo de ida, o Corinthians entrou em campo relaxado, tocando bem a bola, evitando o abafa do Atlético. Com apenas quatro minutos de jogo, o Timão abriu o placar, com Guerrero tirando proveito do vacilo de Jemerson. Deu a impressão de que o restante do jogo seria mera formalidade, já que o Galo precisaria agora marcar quatro gols para avançar. Era uma vantagem muito grande para o time paulista.

Os mineiros, porém, não se deram por vencidos, foram em busca da reação e desandaram a fazer gols. Luan, aos 23, e Guilherme, aos 31, colocaram a equipe da casa na frente. Faltavam mais dois, que Cássio insistia em não deixar passar. O goleiro corintiano fez boas defesas e conseguiu manter seu time na semifinal ao fim do primeiro tempo.

O Atlético voltou ao segundo tempo bem adiantado, com sua linha de meio-campo próxima à área corintiana. O chute de Carlos que explodiu na trave, aos 15 minutos, acabou sendo um prenúncio do que estava por vir. O Mineirão respirou fundo. Ao Corinthians, restava o contra-ataque. À medida que o jogo avançava, a equipe de Mano Menezes ia ganhando mais espaço para explorar. Mas quando parecia que o Timão começava a controlar o ímpeto do Galo, Guilherme marcou o terceiro e incendiou a disputa.

Imediatamente, o treinador corintiano colocou Elias e Danilo em campo, nos lugares de Guilherme Andrade e Renato Augusto, respectivamente. A intenção era segurar a bola no meio e tentar apagar o fogo dos mineiros. Em seu primeiro lance, Danilo quase fez os corações atleticanos pararem em chute colocado que obrigou Victor a fazer grande defesa.

Dois gols. Não parecia muito, dado o volume de jogo do Galo, que voltou à carga passado o susto do chute de Danilo. Não foi na base do abafa, mas de forma consciente, tocando a bola e envolvendo o Corinthians. Guilherme marcou o terceiro, aos 29, num chute colocado, após tabela na entrada da área. Torcedores mineiros se abraçavam. Alguns já choravam. Faltava um. Um golzinho… Não seria impossível.

Não foi! Aos 41, o golpe fatal: Edcarlos, de cabeça, fez explodir o Mineirão. Os minutos finais foram de festa para os mineiros, já que o Corinthians se abateu de tal forma que não conseguiu mais ameaçar o gol de Victor. O apito final transformou o gramado em um salão de baile, com os jogadores do Atlético imitando a dancinha de Mano Menezes no primeiro jogo.

 

Globoesporte.com

Putin chega ao Planalto e é recebido por Dilma no Salão Nobre

A presidente Dilma Rousseff ao receber o presidente da Rússia, Vladimir Putin, no Palácio do Planalto (Foto: Wilson Dias / Agência Brasil)
A presidente Dilma Rousseff ao receber o presidente da Rússia, Vladimir Putin, no Palácio do Planalto (Foto: Wilson Dias / Agência Brasil)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, chegou por volta das 11h desta segunda-feira (14) ao Palácio do Planalto, em Brasília, para se encontrar com a presidente Dilma Rousseff e foi recebido no Salão Nobre do palácio, onde posou para fotos ao lado da presidente.

Em nota divulgada nesta segunda, o “Blog do Planalto”, vinculado à Presidência da República, informou que a reunião entre Dilma e Putin em Brasília tem como objetivo, entre outros pontos, ampliar o fluxo comercial entre os dois países dos atuais US$ 5,6 bilhões anuais para US$ US$ 10 bilhões.

Putin está no Brasil para participar da VI Cúpula dos Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que irá ocorrer em Fortaleza (CE) e Brasília (DF) durante esta semana.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O calendário da Cúpula dos Brics começa nesta segunda, na capital cearense, com reuniões entre ministros da Fazenda, presidentes dos bancos centrais, dos bancos de desenvolvimento e empresários dos países que compõem o grupo.

Nesta terça (15), os presidentes dos países do bloco se reunirão, também em Fortaleza. A programação inclui sessão privada de trabalho, foto oficial, almoço entre os chefes de Estado e de governo, assinatura de atos e reunião plenária de líderes.

Ao chegar ao Planalto, Putin e Dilma se posicionaram na rampa principal do palácio, de frente para a Praça dos Três Poderes, onde acompanharam a execução dos hinos da Rússia e do Brasil, pelo Batalhão da Guarda Presidencial.

Após os cumprimentos, Dilma e o presidente russo seguiram para reunião fechada. Segundo programação oficial, haverá reunião ampliada – com a participação de ministros e comitivas – e, após, declaração à imprensa sobre o encontro. Dilma e Putin viajam ainda nesta segunda para Fortaleza.

Brics e Unasul
Na quarta-feira (16), os presidentes dos países que compõem o Brics e a União das Nações Sul-americanas (Unasul) se reunirão em Brasília, durante a manhã. Todos participarão de encontro no Itamaraty. A agenda oficial prevê reunião de duas horas entre os mandatários. Após o encontro, será servido almoço, sem previsão de declaração à imprensa.

 

Filipe Matoso

Salão do Artesanato Paraibano é oportunidade de negócios para mais de 4 mil artesãos

Exposição permanece até 26 de janeiro e expectativa é que as vendas superem R$1,5 milhão

stand sebrae mariscosA diversidade e a originalidade do artesanato paraibano estão expostas até o dia 26 de janeiro, no Jangada Clube em João Pessoa. Em sua XIX edição, o Salão do Artesanato Paraibano mostra, a cada ano, produtos criados por artesãos e artistas criativos, inovadores e empreendedores. A mistura de materiais, novos designs e a valorização da cultura local são os principais elementos do Salão deste ano, que tem como tema “Nossa Arte tem Fibra”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Mais que um ambiente de exposição e um atrativo turístico, o Salão é um espaço de negócios para mais de 4 mil artesãos de 130 municípios. A expectativa da organização do evento é que as vendas superem R$1,5 milhão. “No período que antecedeu o Salão, o Sebrae realizou diversas capacitações e consultorias com os artesãos, para que eles chegassem mais preparados no que diz respeito à inovação, design e vendas”, destacou o gerente da agência do Sebrae em João Pessoa, Edilson Azevedo.

A artesã Beth Paz, 35 anos, de João Pessoa é um dos exemplos de quem se preparou para fazer bons negócios no evento. “A cada ano procuro uma proposta nova para apresentar no Salão de Artesanato. No ano passado fiz um curso de qualificação em couro, oferecido pelo Sebrae em Campina Grande, incorporei o tear e criei produtos novos”, disse Beth. O resultado são colares, braceletes e telas inovadoras e originais, que chamam a atenção do público que visita o Salão.

Já recebi propostas de lojas de Recife e de João Pessoa que querem vender minhas peças. Vejo que estou no caminho certo e quero cada vez mais aprimorar minhas técnicas e me formalizar como empresária”, ressaltou a artesã, que trabalha com o couro de bode e fios. Seu próximo passo é se inscrever como Microempreendedora Individual (MEI), ter o CNPJ e formalizar a atividade que exerce há seis anos.

Artesãs do crochê também buscaram a qualificação para apresentar novos produtos durante o Salão de Artesanato. Durante o mês de novembro do ano passado, cerca de 30 mulheres participaram da consultoria com a designer Adriana Yasbek, oferecida pelo Sebrae. “Ela nos propôs inovar, trabalhar com cores, aprender as melhores combinações. Eu amo o meu trabalho, vivo dele e achei fantástico aprender coisas novas, que têm atraído meus clientes”, destacou Socorro Moraes, nascida no Acre e há 30 anos na Paraíba. “Vejo o resultado da consultoria nas minhas peças e nas das minhas colegas. É muito gratificante”, completou.

Novos negócios orgulham a comunidade

Produtos feitos com a escama do peixe, mariscos, fios ou fibra da bananeira também têm novo design. Mais que isso: mulheres que não tinham renda, agora se sustentam com o próprio trabalho. Durante o ano de 2013, o Sebrae promoveu oficinas de design em três comunidades: para as marisqueiras da praia de Acaú (Pitimbu), para artesãs que trabalham com a escama de peixe, na Associação Farol de Cabedelo e para mulheres do Jardim Alfa, também em Cabedelo, que usam o tear. O artesanato feito com a fibra da bananeira, na comunidade Chã de Jardim, na cidade de Areia, também recebeu consultoria do Sebrae.

Em todas essas comunidades, o designer Sérgio Matos foi o responsável pela consultoria. “Eu sempre fiz artesanato, mas com o curso aprendi coisas novas e muito bonitas. Fiquei muito orgulhosa do nosso trabalho”, destacou a artesã Anilza Barbosa, uma das marisqueiras de Acaú. Cerca de 15 mulheres da sua comunidade aprenderam a produzir novas peças com Sérgio Matos. São vasos, luminárias, fruteiras que ganharam formas diferenciadas, cores e estão sendo vendidas durante o Salão.

Nossos produtos estão sendo bem aceitos. Ficamos muito animadas, pois estamos trazendo novidades para nossos clientes”, disse Lia Caju, que produz flores e acessórios de escama de peixe. Maria das Graças, que aprendeu novas técnicas de tear, em Cabedelo, está otimista quanto às vendas e ao seu futuro. “Em 2008, comecei a fazer cursos e aprendi uma profissão. Agora já ensino para minha comunidade e estou ajudando outras mulheres a terem uma renda. Além do tear, estou aprendendo cerâmica e a produzir telas”, completou a artesã.

Salão do Artesanato Paraibano

XIX Salão do Artesanato Paraibano está montado no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa, em um espaço de 3.500 m². Funciona diariamente, das 15h às 22h, até o dia 26 de janeiro. A visitação é gratuita. Os artesãos apresentam peças em fibra, madeira, algodão colorido, cerâmica, couro, tecelagem, brinquedo, pedra, metal, osso, cordel, xilogravura e habilidades manuais. O Salão é realizado em parceria pelo Governo do Estado, através do Programa do Artesanato Paraibano, e o Sebrae Paraíba.


SEBRAE PARAÍBA