Arquivo da tag: sabor

Irresistível! Prepare o tradicional doce romeu e julieta com sabor especial

Creme-de-queijoPara fazer o creme de queijo:
Ingredientes:
250g de queijo tipo cottage
3 colheres (sopa) de suco de limão
1 colher (chá) de água de rosas

Modo de preparo:
Bata o queijo com um mixer até ficar bem cremoso. Acrescente o suco de limão e a água de rosas, sem parar de bater. Assim que todos os ingredientes estiverem incorporados ao creme, distribua-o em quatro taças ou em xícaras mais ou menos até a metade e reserve na geladeira.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para fazer a calda de goiabada:
Ingredientes:
250g de goiabada
120ml de água
1 colher (sopa) de cachaça

Modo de preparo:
Dissolva a goiabada na água, em fogo baixo, até obter uma calda densa e cremosa. Só misture a cachaça quando a calda estiver morna, para o álcool não evaporar.

Montagem da sobremesa:
Intercale o creme de queijo com a calda de goiabada. Com a ponta de uma faca, faça movimentos em espiral para mostrar o contraste de cores. Guarde na geladeira até a hora de servir.

 

GNT

Nice Almeida – Enfim, o sabor das eleições

Com a permissão da legislação, no dia 10 de junho foi dada a alargada, oficial, para as eleições 2012 com a realização das convenções partidárias. Quase três meses depois disso eu, pessoalmente, ainda não tinha sentido o sabor das eleições. Pouco barulho, nada de carreatas, quase nenhuma bandeira. Porém…

Cheguei a Solânea na última sexta-feira (31/08) por volta das 19h30. De cara, na entrada da cidade (em frente a Rádio Integração do Brejo), encontro uma carreata. De início me irritei, pois depois de um dia inteiro de trabalho o que eu mais queria era chegar à casa dos meus avós e ver minha família. Mas depois, vendo que o que me restava era esperar, relaxei.

Mais do que relaxar vi que aquela manifestação política era o demonstrativo de que a minha terra natal estava saboreando o gostinho da grande e bela festa democrática que é uma eleição.

E por falar em democracia o amarelo e o verde (por ordem alfabética) são as cores que predominam por lá. Caminhando pela rua principal da cidade as duas cores se misturam quase que formando uma grande bandeira brasileira, símbolo maior da nossa República.

Sinceramente, acho que os candidatos da minha cidade não poderiam ter sido mais felizes na escolha das cores. Parecia que eu estava mesmo vivendo um momento único, quase uma copa do mundo. Por todo o perímetro por mim percorrido, desde a casa de meus avós – próximo ao DER – até a Praça Central de Solânea, tudo estava tomado pelas duas cores.

De forma pacífica e democrática, amarelo e verde ocupavam quase que o mesmo espaço numa prova concreta de civilidade dada pelo meu povo que mistura duas cores diferentes, mas mantendo sempre o respeito um pelo outro.

Parabéns povo de Solânea, parabéns minha terra natal, eu me orgulho muito de ser filha dessa cidade. Porque o respeito e a civilidade é o que deve predominar sempre.

O texto é de inteira responsabilidade do assinante

Tcheco elogia torcida do Paysandu e diz: “gol teve sabor especial”

Foto: Tarso Sarraf/Agif/Gazeta Press

O Coritiba venceu o Paysandu por 1 a 0 no Mangueirão e avançou às quartas de final da Copa do Brasil, já que havia goleado o rival no Couto Pereira na semana passada. Autor do gol da vitória desta quinta-feira, o meia Tcheco afirmou que acabar com a euforia dos quase 40 mil torcedores que lotaram o estádio deu um sabor especial para ele.

“(Jogar em estádio lotado) é uma sensação incomum, para o calendário que a gente vive, já que no Campeonato Brasileiro não tem mata-mata”, disse o veterano meia do Coritiba após a partida na qual marcou um belo gol de falta, chutando rasteiro e vencendo Rafael.

Além disso, o camisa 8 elogiou a presença maciça de torcedores do Paysandu apesar da goleada por 4 a 1 sofrida no Couto Pereira, na última quinta-feira. “É gostoso fazer gol em estádio cheio, mas também é bonito ver uma torcida comparecer assim”, elogiou.

Já pelos lados do Paysandu, o sentimento era de tristeza com a eliminação e a frustração dos torcedores da equipe da casa. O meio-campista Harrison, que acabou não correspondendo à convocação que fez à torcida após o primeiro jogo contra o Coritiba, na semana passada, lamentou a fraca atuação ao ser substituído e teve de ser consolado por companheiros.

De cabeça quente, o camisa 8 chegou a xingar jogadores do time adversário, durante a partida. Depois do apito final, mais calmo, o jogador parabenizou a torcida e, junto aos companheiros de time, deu saudações em direção à arquibancada. Em resposta, o público cantou “Vamos subir, Papão”, grito que vem ecoando sem sucesso, durante os cinco anos em que o Paysandu tem jogado a terceira divisão do Brasileiro.

“É assim mesmo, em uma falha a gente leva o gol. Mas é essa torcida que a gente espera agora para a Série C”, finalizou Harrison.

Terra

Após descobrir sabor da vitória, Nico Rosberg prevê: ‘Vem mais por aí’

Com uma atuação impecável, Nico Rosberg venceu pela primeira vez em seu 111º GP na Fórmula 1. Agora que descobriu o sabor da vitória na categoria máxima do automobilismo, o alemão de 26 anos, que havia obtido no sábado a primeira pole na carreira, quer mais. Feliz com a evolução da Mercedes, Rosberg comemorou o resultado e projetou mais sucesso na temporada.

– Foi um fim de semana perfeito. É um sentimento inacreditável. Estou muito feliz, muito extasiado. Foi um longo tempo de espera para eu e para a equipe. Finalmente conseguimos. Agora a equipe precisa se acostumar, porque vem mais por aí. Estou ansioso para saber aonde podemos chegar – celebrou.

Foi a primeira vitória da Mercedes após seu retorno à categoria em 2010, a décima na história da escuderia, quebrando um jejum de 57 anos desde a conquista de Juan Manuel Fangio, na Itália, em 1955.

F1 Gp da China Nico Rosberg (Foto: Reuters)Nico Rosberg comemora pela primeira vez no alto do pódio (Foto: Reuters)

Rosberg se mostrou surpreso com o ritmo de corrida da Mercedes. O piloto sabia que os carros da escuderia apresentavam bom desempenho nos treinos, mas deixavam a desejar nas corridas.

– Nós sabíamos que tínhamos boas chances de terminar na frente, mas não esperávamos ser tão rápidos. Foi uma corrida ótima e é impressionante ver como progredimos tão rapidamente. Nós tivemos dificuldades nas duas primeiras corridas, mas fizemos algumas mudanças e tudo melhorou – completou.

Os pilotos voltam à pista no próximo fim de semana, para o polêmico GP do Bahrein, que chegou a ser ameaçado por problemas de segurança no país. O treino classificatório está marcado para as 8h de sábado, e a corrida, para 9h de domingo .

GLOBOESPORTE.COM.