Arquivo da tag: roubados

Policiais do 4º BPM realizam prisões e apreensões de adolescentes, droga, moto e celular roubados

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) intensificaram, nesse domingo (9), as operações que resultaram em várias prisões e apreensões em cidades da região. Em Guarabira, durante a Operação Cidade Segura, a guarnição de Rádio Patrulha comandada pelo cabo Abraão, ao realizar o patrulhamento nas proximidades do Detran, visualizou dois homens em uma moto em atitude suspeita e, ao perceberem a guarnição, eles empreenderam fuga pela PB-073 em direção ao município de Pirpirituba. Eles foram perseguidos e alcançados após o Memorial Frei Damião e, ao serem abordados, os policiais constataram se tratar de dois adolescentes, de 16 e 17 anos de idade. Ao realizarem a busca pessoal e consulta nos dados do veículo, os militares constataram que a moto de cor preta e placa OEG-9396 apresentava uma restrição de roubo/furto registrada no dia 4. A guarnição também fez a apreensão dois relógios, um cordão dourado e dois aparelhos de telefone celular, um deles que tinha sido roubado no dia 6.

No Sítio Umburana, zona rural do município de Caiçara, ainda durante a Operação Cidade Segura, um homem foi preso suspeito de posse de entorpecente quando a guarnição do Destacamento realizava o patrulhamento e se deparou com dois homens em uma moto, em atitudes suspeitas. Ao procederem a abordagem e busca pessoal, foram encontrados com o condutor da moto 12 papelotes de uma substância semelhante à maconha. Como ele não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação, a moto foi recolhida a pátio da CPTran e, após a prisão, o suspeito foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

Durante a operação, também foram realizadas as prisões de um foragido da Justiça e de um porte ilegal de arma de fogo, além da apreensão de um revólver.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Comércio que vendia produtos roubados em Bananeiras é autuado

Após a prisão de um comerciante suspeito de comprar celulares roubados nas cidades de Solânea e Bananeiras, o seu estabelecimento comercial, localizado na Praça Epitácio Pessoa, centro de Bananeiras, foi autuado pela Receita Estadual, onde foi constatado que o funcionamento era irregular e toda mercadoria foi apreendida.

De acordo com a Polícia Civil, o proprietário do comércio permanece preso na Cadeia de Solânea pelo crime de receptação qualificada e as pessoas que compraram os aparelhos roubados também foram indiciadas pelos crimes, pois sequer tiveram o cuidado de solicitar a nota fiscal dos celulares e o valor estava abaixo do praticado pelo mercado.

A Polícia orienta a população a verificar a procedência antes de adquirir aparelho celular, pois não só quem rouba, mas também adquire o objeto roubado poderá responder criminalmente.

Informações da Polícia Civil

 

 

Acusados de roubos em Solânea e Bananeiras são presos; comerciante que comprava celulares roubados também foi preso

Na ação realizada pela Polícia Civil, através da 21° Secccional em Solânea, juntamente com a Polícia Militar, 7° CIPM, resultou na prisão da dupla acusada de 08 (oito) roubos a celulares registrados em Solânea e Bananeiras, sendo a maioria das vítimas mulheres.

De acordo com a investigação, a dupla, que é oriunda da zona rural de Bananeiras, praticava os roubos com o uso de motocicleta e vendia os objetos em uma loja localizada na praça Epitácio Pessoa, também em Bananeiras, sendo apreendido mais de 30 aparelhos celulares de origem suspeita, alguns já identificados pelas vítimas.

Um dos suspeitos dos crimes reside no Sítio Angelin, Bananeiras e o menor de idade reside no Distrito de Vila Maia, Bananeiras, onde, em cumprimento a lei, responderão pelos roubos em liberdade.

Já o comerciante de 25 anos, residente em Solânea e possui uma revenda de celulares em Bananeiras, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação dolosa e será encaminhado a cadeia de Solânea.

FN com 21° Secccional 

 

 

Diretor e funcionária de escola pública são roubados no local de trabalho, em Cacimba de Dentro

O diretor e uma funcionária de uma escola pública no município de Cacimba de Dentro, na Paraíba, foram vítimas de um roubo na noite desta quinta-feira (21). O caso aconteceu por volta das 21h45, dentro da unidade de ensino, localizada na rua Olegário da Silva.

De acordo com o relato do diretor à Polícia Militar, o assaltante portando uma arma de fogo, invadiu a Escola Integral Senador Humberto Lucena e anunciou o roubo. Ele subtraiu do diretor a quantia de R$ 750,00 e uma carteira contendo documentos e cartões de créditos, além de um aparelho celular Moto G6 da funcionária pública.

Segundo informações, o indivíduo aparentemente menor de idade deixou o local a pé, tomando destino ignorado. Uma Guarnição da Polícia Militar realizou rondas no intuito de localizar o autor do delito porém, sem êxito.

Redação e Créditos | Blog do Pedro Júnior

 

 

Quase 300 veículos roubados são apreendidos em operação da PRF na PB, no PI e MT

Quase 300 veículos que haviam sido roubados foram recuperados e 166 pessoas foram presas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante a quinta fase da Operação Hircus, realizada simultaneamente na Paraíba, no Piauí e Mato Grosso, ao longo de sete dias. Uma coletiva de imprensa sobre a ação na Paraíba está marcada para esta quinta-feira (3).

Os três estados foram escolhidos por serem locais em que a PRF identificou altos índices de furtos, roubos e adulteração de veículos. Ao todo, 281 veículos foram apreendidos.

De acordo com o inspetor João Paulo Moura, durante a operação a PRF analisou diversos fatores que identificam os veículos, como peças e documentos. “Pra checar a originalidade desses itens, pra gente tentar identificar se o veículo é roubado ou se pelo menos algum agregado é roubado”, disse.

No município de Teixeira, no Sertão paraibano, por exemplo, uma caminhonete com placa clonada foi apreendida. Já em Ingá, no Agreste do estado, duas motos montadas com partes de várias outras foram encontradas pela PRF.

O delegado de Polícia Civil da cidade de Teixeira, Clenaldo Queiroz, explicou que os veículos que estiverem regularizados devem ser entregues aos proprietários, enquanto os outros serão encaminhados para um dos pátios da Polícia Rodoviária Federal.

O próximo passo, segundo o inspetor Cristiano Mendonça, é investigar se quem comprou os veículos sabia o produto era roubado. “Se ele tivesse conhecimento que se tratava de algo ilícito poderá responder por receptação, que prevê pena de um a quatro anos de reclusão. E, caso ele não tenha conhecimento, se ele adquiriu de boa fé, poderá responder por receptação culposa que tem uma previsão de um mês a um ano de detenção”, afirmou.

A operação ocorreu por meio de uma integração entre a Polícia Rodoviária Federal e as secretarias de segurança de cada estado. O diretor de operações da PRF, o inspetor João Francisco, destacou que fraudes que envolvem veículos, como roubos e furtos, são importantes fontes de financiamento para o crime organizado.

G1

 

Policiais do 4º BPM prendem suspeito com revólver e telefones roubados

Um homem foi preso com um revólver e dois aparelhos de telefone celular roubados logo depois de um assalto praticado por ele e outro, que conseguiu fugir, na noite desta terça-feira (13), na cidade de Pirpirituba, no trevo que dá acesso a Belém. A moto utilizada no crime também foi apreendida pelos policiais.

O roubo aconteceu no centro de Sertãozinho e a prisão foi feita pela guarnição de Pirpirituba, formada pelo soldado Jair e soldado John, com o apoio do CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade), tenente Diniz, que iniciaram as diligências logo que tomaram conhecimento da ocorrência.

De acordo com informações do suspeito preso, um mototaxista teria alugado a moto para que eles pudessem praticar o roubo. Os policiais ainda estão realizando diligências para localizar o segundo suspeito e o mototaxista.

Assessoria 4º BPM

 

 

Dono de rede de baterias tem mais de 80 produtos roubados em terceiro assalto, em João Pessoa

Mais uma loja de baterias foi arrombada, na madrugada desta segunda-feira (29), no bairro do José Américo, em João Pessoa. O estabelecimento faz parte da mesma rede que foi alvo de suspeitos duas vezes na semana passada. No assalto desta segunda, mais de 80 baterias foram roubadas, causando um prejuízo de mais de R$ 50 mil, conforme o proprietário. No último sábado (27), houve a inauguração da loja.

De acordo com informações da Polícia Militar, o assalto aconteceu por volta das 3h. Os suspeitos chegaram em um carro, engataram a marcha ré e conseguiram arrombar a entrada do estabelecimento. Duas barras de ferro que faziam o reforço na porta da entrada foram retorcidas com o impacto.

Na madrugada da última sexta-feira (26), uma loja da mesma rede de baterias também foi arrombada, no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. Os suspeitos conseguiram roubar 27 baterias, no entanto, acabaram capotando o veículo durante a fuga.

Eles chegaram em um carro, arrombaram o portão e roubaram as baterias. No entanto, durante a batida no portão para abrir o estabelecimento, a suspensão do veículo foi quebrada. Na fuga, os suspeitos bateram em uma pedra e o carro acabou capotando. As 27 baterias que estavam no veículo foram recuperadas, no entanto, algumas estavam danificadas.

Primeiro roubo aconteceu na madrugada da quarta-feira e foi registrado por câmeras de segurança, em Santa Rita, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Primeiro roubo aconteceu na madrugada da quarta-feira e foi registrado por câmeras de segurança, em Santa Rita, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Um vídeo de câmera de segurança mostra também que na madrugada da última quarta-feira (24), a mesma loja foi alvo de assalto. Durante a ação, os suspeitos roubaram cerca de 50 baterias, um prejuízo superior a R$ 30 mil.

A polícia está em busca não só dos suspeitos de realizarem a ação, mas também dos receptadores dos materiais, que podem estar vendendo os produtos sem a documentação necessária.

G1

 

Polícia apreende três carros roubados e com placas clonadas em Guarabira

Três carros, sendo um Renegade, uma Duster e uma Ecosport, roubados e com as placas clonadas e que estavam sendo comercializados por preços bem abaixo dos valores de mercado foram apreendidos por policiais militares e civis nessa segunda (22) e terça-feira (23),na cidade de Guarabira. A ação realizada de forma integrada envolveu policiais da guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civi e teve início quando eles receberam a informação de que um empresário teria adquirido um veículo, um Renault Duster, possivelmente adulterado e foram até a residência dele, localizada no centro da cidade. Ao visualizarem o veículo estacionado na garagem, os policiais consultaram a placa, de Natal, no Rio Grande do Norte,e não encontraram nenhuma restrição, no entanto, ao entrarem em contato com a verdadeira proprietária, ela informou que o seu veículo estava em Natal com um sobrinho seu. O empresário foi abordado e então informou que teria negociado o veículo com um homem, com quem teria trocado o seu veículo Honda, parcelando a diferença de R$ 9 mil em 18 parcelas. O homem indicado pelo empresário informou que o veículo localizado na garagem do empresário pertencia a outro homem e que ele apenas teria intermediado a negociação, pela qual teria recebido o valor de R$ 300.

No segundo caso, os policiais também localizaram o veículo, um Renegade, na garagem de uma aposentada no Bairro São José e também consultaram a placa. A verdadeira proprietária já teria inclusive prestado um Boletim de Ocorrência informando que estaria recebendo infrações de trânsito que teriam sido praticadas na cidade de Guarabira. Aos policiais, a aposentada informou que estava em negociação no veículo pelo valor de R$ 30 mil, mas que teria dito ao vendedor que só pagaria quando recebesse o documento que comprovasse a venda. Ela também informou o mesmo nome do homem que teria negociado o carro da ocorrência anterior.

O terceiro veículo clonado, uma Ecosport com placa do Recife, em Pernambuco, foi encontrado em uma sucata localizada também no centro e os policiais foram informados pelo verdadeiro proprietário que o veículo estava com ele e que estava recebendo infrações de trânsito que teriam sido praticadas em Guarabira, cidade onde ele nunca esteve. O proprietário da sucata informou aos policiais que teria adquirido o veículo, ao mesmo homem citado nos dois casos anteriores, por R$ 5 mil, para recuperar o veículo, que estava avariado em decorrência de um acidente de trânsito.

As três pessoas com quem os veículos foram encontrados e os demais envolvidos foram conduzidas à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos e, em seguida foram liberados. Os três veículos foram apreendidos, sendo o que estava avariado teve quer ser removido pelo reboque da CPTran. De acordo com as investigações, os três carros tiveram placas e chassi adulterados para serem vendidos na Paraíba.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Suspeitos de estelionato e receptação de carros roubados são presos pela PRF na PB

Dois homens de 45 e 59 anos de idade foram presos pela Polícia Rodoviária (PRF) nesta terça-feira (16), na BR-230, em Pocinhos, na Paraíba. No carro em que eles estavam haviam drogas, cheques furtados e notas promissórias com dados falsos, além de documentos falsos. Contra um deles havia um mandado de prisão expedido.

Segundo a PRF, os dois homens estavam em um veículo com placas de Fortaleza, capital cearense. Após uma revista preliminar, foi encontrado com cada um deles uma pequena quantidade de substância semelhante a maconha, que eles alegaram ser para uso pessoal. Na abordagem, o homem de 59 anos, que estava como passageiro, apresentou identidade com nome e demais dados falsos.

Os policiais descobriram que o nome que ele apresentou era falso e, ao consultarem o real nome do suspeito, descobriram que havia um mandado de prisão expedido contra ele. Ainda no procedimento, os agentes da PRF descobriram que os dois homens respondem a vários processos por estelionato, receptação roubo e porte ilegal de arma.

As queixas e processos estão registradas em mais de 5 estados brasileiros e mostraram ainda que as práticas criminosas ocorrem há mais de 10 anos. Os dois homens foram presos e levados para a Delegacia da Polícia Federal, em Campina Grande.

G1

 

Loja de baterias é arrombada e mais de 90 produtos são roubados, em João Pessoa

Uma loja de baterias automotivas foi arrombada e mais de 90 produtos foram roubados na Av. Ruy Barbosa, no bairro da Torre, em João Pessoa. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (7). Este foi o terceiro caso semelhante registrado nas últimas duas semanas, de acordo com a polícia.

Na semana passada, também no bairro da Torre, na Av. Nossa Senhora de Fátima, suspeitos invadiram outra casa que trabalha com venda de baterias e já no fim do mês de abril outro caso aconteceu na cidade de Bayeux. A suspeita da Polícia Civil é de que se trata de um mesmo grupo especializado neste tipo de crime.

Segundo relato do proprietário da loja, ele foi avisado pelo vizinho do estabelecimento por volta das 3h e, ao chegar no local, encontrou sinais de arrombamento e grande parte do estoque de baterias roubado. Ele estima um prejuízo de quase R$30 mil.

A polícia foi acionada e uma perícia foi feita o local. Câmeras de segurança podem ajudar na identificação dos suspeitos. Até as 8h, nenhum suspeito havia sido preso.

G1