Arquivo da tag: Roteiro

Caminhada Ecológica pelo Roteiro Mata do Seró acontece no dia 11 de junho em Dona Inês-PB

Em meio ao clima Junino, praticantes de caminhadas estarão reunidos em Dona Inês, Município que está a cerca de 170 km da Capital João Pessoa, para uma caminhada ecológica.

O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Educação e marca o encerramento da Programação da SAM (Semana de Ação Mundial).

A programação da caminhada ecológica terá início ás 07h00 no Espaço da Memória, no Centro da Cidade, com a recepção dos participantes com forró pé de serra, em seguida será servido um café e ás 08h00 terá início a caminhada.

A Caminhada pela mata do seró terá um percurso de aproximadamente 6km. É considerada de nível fácil, somente descida, com pequena subida e caminhada em local plano.

Terá ônibus para levar o participante do Espaço da Memória até o ponto de partida da Caminhada, no Sítio Canafístula, e para trazê-lo de volta para a Cidade.

A inscrição custa R$ 5,00 (cinco reais) e pode ser feita até a sexta (09), solicitando pelo e-mail: comunicacao@pmdonaines.pb.gov.br, ou na Biblioteca Municipal, em frente à Praça do Trabalhador. O Valor simbólico dará direto aos participantes; café da manhã, água e forró pé de serra, no Espaço da Memória e dentro do ônibus, durante o percurso da Cidade até o local de partida.

A Mata do Seró que fica a 03 km da Cidade de Dona Inês, é uma reserva de Mata Atlântica com 170 hectares preservada, pertencente ao INCRA, com uma flora rica em: ipês, jucá, pitiá, murici, jatobá, barrigudas, pau açu, e uma grande variedade de bromelhas. Lugar propício para fazer trilhas, visitar e respirar o ar puro, pois funciona como o pulmão de Dona Inês.

As trilhas mapeadas na mata podem ser conduzidas por guias treinados no curso de TRILHAS E CAMINHADAS ECOLÓGICAS promovido pelo SENAR, estando as mesmas cadastradas no Anda Brasil.

 Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Sebrae lança livro com ´roteiro criativo e integrador´ da Paraíba

Livro que reúne cerca de 150 atividades criativas com foco na produção associada ao turismo, na economia criativa e de experiência será lançado nesta quinta-feira (17), no Hotel Hardman, em Manaíra, às 19h

turismoSerá lançado nesta quinta-feira (17) o livro “Paraíba: 35 dias de vivências e experiências”, que apresenta o roteiro paraibano com atividades criativas com foco na produção associada ao turismo, na economia criativa e de experiência das regiões do Litoral, Brejo e Cariri paraibanos.  O lançamento será realizado no Hotel Hardman, em Manaíra, em João Pessoa, às 19h. A publicação já foi apresentada no Festival de Turismo de Gramado (RS), no dia 5 de novembro.

Produzido pelo Sebrae Paraíba, a publicação conta com 170 páginas e detalha cerca de150 atividades criativas de 19 municípios do Estado (Areia, Bananeiras, Conde, Pitimbu, Lucena, Cabedelo, Pilões, Alagoa Grande, Boqueirão, Cabaceiras, Ingá, Guarabira, Remígio, Solânea, João Pessoa, Campina Grande, Rio Tinto, Mamanguape e Marcação). O roteiro é resultado das ações realizadas desde 2012 pelo Sebrae Paraíba, em parceria com a Associação de Cultura Gerais (ACG).

“A consultoria foi o melhor caminho para a construção do capital social, de um ambiente de confiança, união e integração entre os empreendedores das diversas regiões paraibanas, com ações colaborativas e inovadoras, valorizando as histórias de empreendedorismo desses atores que transformam sonhos em oportunidades de negócios”, disse a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim.

Ela explicou que o livro apresenta um roteiro de viagem que começa por João Pessoa com a visita à Rota dos Ateliês, que reúne obras de 12 grandes artistas plásticos e duas galerias de arte. A rota segue para o Litoral Sul paraibano (Conde e Pitimbu), com o passeio às praias locais e seus equipamentos turísticos, como restaurantes e pousadas.  Além do sol e mar, a programação tem caminhada em trilhas, visita a assentamento, apresentações culturais, restaurantes, passeios de buggy, vivência na Aldeia Macuxi, oficina de artesanato, entre outras atividades.

Do Litoral Sul, o roteiro segue para o Brejo (Areia, Bananeiras, Remígio, Pilões Solânea e Guarabira). Na região, os visitantes podem desfrutar de hospedagens com foco na produção associada ao turismo, acompanhar a produção de doces artesanais e de farinha de mandioca, participar de oficinas artísticas e caminhadas culturais, fazer trilhas e piqueniques em reservas ecológicas, conhecer engenhos e sua produção, apreciar comidas típicas, ver de perto a confecção do artesanato local, entre outros.

“O roteiro é vasto e pode ser feito em 35 dias se o turista quiser fazê-lo completo. Com a publicação será mais fácil o planejamento de cada viagem. Há contatos das Agências de Turismo Receptivo, dos guias de turismo e dos condutores locais que podem auxiliar no agendamento do trajeto”, destacou Regina Amorim.

Além do Litoral Sul e Brejo, o roteiro contempla Campina Grande (Agreste), Ingá, Cabaceiras, Distrito do Marinho, em Boqueirão (Cariri), Lucena, Cabedelo, Mamanguape, Rio Tinto e Marcação (Litoral Norte). Na cidade do “Maior São João do Mundo”, o visitante tem uma vasta oferta de hospedagem. Para acompanhar o tour, o turista pode contratar o Virgulima de Campina, personagem da economia criativa. A cidade oferece ateliês de artesanato, museu com diversas atividades criativas, como pintura, dança típica, cordel e etc, restaurantes, além de produtos turísticos rurais. A cidade tem ainda o “Quadrilhando”, espetáculo junino criativo, que apresenta danças juninas tradicionais, teatro junino, forró pé de serra, comidas típicas juninas, aluguel e vendas de figurino junino, dentre outras atividades.

No Cariri, os turistas podem desfrutar das belezas naturais de Ingá e de oficinas de Patchwork, de pintura rupestre e de bordado, além de conhecer o artesanato local, com o Labirinto, e apreciar as comidas típicas da região. Em Boqueirão, os visitantes conhecerão a fabricação de redes e tapetes por mulheres da comunidade, quitutes rurais, a fauna e a flora do território, entre outros. Em Cabaceiras, a “Roliúde Nordestina”, há um circuito criativo com foco na produção associada ao turismo que incrementam os atrativos naturais da região. No Distrito do Marinho, há passeio de pau de arara, trilhas, apresentações culturais, camping rural, que oferece hospedagem em barracas com estrutura criativa.

Já no Litoral Norte, Lucena, Cabedelo, Mamanguape, Rio Tinto e Marcação oferecem aos visitantes diversas atividades, com passeio em lancha ou em barcos de pescadores para conhecer piscinas naturais, o habitat do peixe-boi e das tartarugas marinhas, trilhas ecológicas, igrejas históricas, produção de artesanato, roteiro gastronômico, apresentações culturais, ateliês criativos, passeios de catamarã, pescaria esportiva, pôr do sol na Praia do Jacaré, hotel-fazenda, turismo de base local, turismo de experiência, entre tantas outras atividades.

O livro será distribuído gratuitamente para a imprensa, os guias de turismo, as agências de receptivo e outros equipamentos turísticos de vários municípios do Estado, no lançamento. Mais informações: 83. 2108-1256.

SEBRAE PARAÍBA

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Publicação apresenta ‘roteiro criativo e integrador’ da Paraíba

Livro que reúne cerca de 150 atividades criativas com foco na produção associada ao turismo, na economia criativa e de experiência será lançado neste sábado (5), no Festival de Turismo de Gramado (RS)

turismoO Sebrae Paraíba lança, no próximo sábado (5), uma publicação que reúne cerca de 150 atividades criativas com foco na produção associada ao turismo, na economia criativa e de experiência das regiões do Litoral, Brejo e Cariri paraibanos.  O livro, com 170 páginas, apresenta um roteiro integrador de 35 dias de vivência e experiência em 19 municípios. O lançamento acontece no Festival de Turismo de Gramado (RS), no stand do Sebrae Nacional, às 16 horas.

De acordo com a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, a publicação reúne os resultados das ações realizadas em parceria com o Sebrae e a Associação de Cultura Gerais (ACG), que iniciou, em 2012, a formatação e estruturação das atividades criativas nos municípios de Areia, Bananeiras, Conde, Pitimbu, Lucena, Cabedelo, Pilões, Alagoa Grande, Boqueirão, Cabaceiras, Ingá, Guarabira, Remígio, Solânea, João Pessoa, Campina Grande, Rio Tinto, Mamanguape e Marcação.

“A consultoria foi o melhor caminho para a construção do capital social, de um ambiente de confiança, união e integração entre os empreendedores das diversas regiões paraibanas, com ações colaborativas e inovadoras, valorizando as histórias de empreendedorismo desses atores que transformam sonhos em oportunidades de negócios”, disse Regina.

A gestora explicou que o livro apresenta um roteiro de viagem que começa por João Pessoa com a visita à Rota dos Ateliês, que reúne obras de 12 grandes artistas plásticos e duas galerias de arte. A rota segue para o Litoral Sul paraibano (Conde e Pitimbu), com o passeio às praias locais e seus equipamentos turísticos, como restaurantes e pousadas.  Além do sol e mar, a programação tem caminhada em trilhas, visita a assentamento, apresentações culturais, restaurantes, passeios de buggy, vivência na Aldeia Macuxi, oficina de artesanato, entre outras atividades.

Do Litoral Sul, o roteiro segue para o Brejo (Areia, Bananeiras, Remígio, Pilões Solânea e Guarabira). Na região, os visitantes podem desfrutar de hospedagens com foco na produção associada ao turismo, acompanhar a produção de doces artesanais e de farinha de mandioca, participar de oficinas artísticas e caminhadas culturais, fazer trilhas e piqueniques em reservas ecológicas, conhecer engenhos e sua produção, apreciar comidas típicas, ver de perto a confecção do artesanato local, entre outros.

“O roteiro é vasto e pode ser feito em 35 dias se o turista quiser fazê-lo completo. Com a publicação será mais fácil o planejamento de cada viagem. Há contatos das Agências de Turismo Receptivo, dos guias de turismo e dos condutores locais que podem auxiliar no agendamento do trajeto”, destacou Regina Amorim.

Além do Litoral Sul e Brejo, o roteiro contempla Campina Grande (Agreste), Ingá, Cabaceiras, Distrito do Marinho, em Boqueirão (Cariri), Lucena, Cabedelo, Mamanguape, Rio Tinto e Marcação (Litoral Norte). Na cidade do “Maior São João do Mundo”, o visitante tem uma vasta oferta de hospedagem. Para acompanhar o tour, o turista pode contratar o Virgulima de Campina, personagem de economia criativa. A cidade oferece ateliês de artesanato, museu com diversas atividades criativas, como pintura, dança típica, cordel e etc, restaurantes, além de produtos turísticos rurais. A cidade tem ainda o “Quadrilhando”, espetáculo junino criativo, que apresenta danças juninas tradicionais, teatro junino, forró pé de serra, comidas típicas juninas, aluguel e vendas de figurino junino, dentre outras atividades.

No Cariri, os turistas podem desfrutar das belezas naturais de Ingá e de oficinas de Patchwork, de pintura rupestre e de bordado, além de conhecer o artesanato local, com o Labirinto, e apreciar as comidas típicas da região. Em Boqueirão, os visitantes conhecerão a fabricação de redes e tapetes por mulheres da comunidade, quitutes rurais, a fauna e a flora do território, entre outros. Em Cabaceiras, a “Roliúde Nordestina”, há um circuito criativo com foco na produção associada ao turismo que incrementam os atrativos naturais da região. No Distrito do Marinho, há passeio de pau de arara, trilhas, apresentações culturais, camping rural, que oferece hospedagem em barracas com estrutura criativa.

Já no Litoral Norte, Lucena, Cabedelo, Mamanguape, Rio Tinto e Marcação oferecem aos visitantes diversas atividades, com passeio em lancha ou em barcos de pescadores para conhecer piscinas naturais, o habitat do peixe-boi e das tartarugas marinhas, trilhas ecológicas, igrejas históricas, produção de artesanato, roteiro gastronômico, apresentações culturais, ateliês criativos, passeios de catamarã, pescaria esportiva, pôr do sol na Praia do Jacaré, hotel-fazenda, turismo de base local, turismo de experiência, entre tantas outras atividades.

De acordo com a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, em breve a publicação também será lançada na Paraíba. O livro será distribuído gratuitamente para a imprensa, os guias de turismo, as agências de receptivo e outros equipamentos turísticos de vários municípios do Estado. Mais informações: 83. 2108-1256.

SEBRAE PARAÍBA

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Pilões recebe roteiro cultural Caminhos do Frio entre os dias 20 e 26 de julho

Pilões
Pilões

A cidade de Pilões, a 140 quilômetros de João Pessoa, recebe a partir de segunda-feira (20) as atividades da rota cultural Caminhos do Frio. Até domingo (26), serão realizadas apresentações culturais, oficinas de artesanato, caminhada ecológica, passeio ciclístico, além de visitas às atividades criativas com foco na produção associada ao turismo, estruturadas na cidade no ano passado, através da consultoria promovida pelo Sebrae Paraíba.

Atualmente Pilões oferece cerca de 15 atividades criativas, como visita a engenhos, casas de farinha, cultivo de flores, cachoeiras, gastronomia, artesanato e artistas da terra. Para o Caminhos do Frio, foram programadas visita aos pontos turísticos de Pilões. “A organização do evento na cidade compreendeu o potencial do turismo de experiência oferecido pelos empreendedores e incorporou as atividades criativas e suas vivências à agenda do evento”, disse a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na programação do roteiro cultural, está previsto o passeio em pau de arara no sábado (25) para que os turistas possam conhecer o Memorial Casa de Farinha, Pousada das Abelhas, Comunidade de Veneza, Floricultura de Avarzeado, Café na Varanda e Comunidade de Pinturas.

A programação do Caminhos do Frio em Pilões começa às 19h desta segunda-feira (20) com abertura oficial e apresentação cultural na Praça João Pessoa. Na terça (21) e quarta-feira (22), serão realizadas oficinas de boneca, biscuit, flor de palha e arranjos florais no Centro de Artesanato.

Na quinta-feira, estão programadas apresentações dos grupos Cordelistas (8h), Raízes da Terra (14h) e Humor e Vídeo (19h), também no Centro de Artesanato. Já na sexta-feira (24), na Praça João Pessoa, haverá o desfile da Banda Marcial (18h), Retreta Musical com banda (19h), Noite Musical com os artistas da terra (20h) e o show Jacinta Voz e Violão (21h).

No sábado (25), além da visita às atividades criativas da cidade, estão programadas uma caminhada ecológica (7h) e apresentações artísticas na praça: Grupo Flauta (17h), grupo folclórico Aruenda da Saudade (18h), Os 3 Nordeste (19h), teatro (20h) e Forró Asa Branca (21h). No domingo (26), às 9h, haverá o passeio ciclístico com saída da Igreja Matriz. Às 12h, será o encerramento Forró Asa Branca e a apresentação do grupo Humor e Vídeo com Batista e sua turma, na Praça João Pessoa.

As próximas cidades que irão receber o roteiro cultural são Solânea (27 de julho a 2 de agosto), Serraria (3 a 9 de agosto), Bananeiras (10 a 15 de agosto), Alagoa Nova (16 a 23 de agosto) e Alagoa Grande (24 a 31 de agosto). O Caminhos do Frio é uma realização do Fórum Regional de Turismo Sustentável do Brejo Paraibano e das sete prefeituras envolvidas, e conta com o apoio do Governo do Estado, através da PBTur, Sebrae Paraíba e da Pec Eventos.

PROGRAMAÇÃO
20/07 (Segunda-feira)
19h – Abertura oficial – Praça João Pessoa
20h – Apresentação cultural – Praça João Pessoa

21/07 (Terça-feira)
8h – Oficina de Boneca – Centro de Artesanato
14h – Oficina de Biscuit – Centro de Artesanato

22/07 (Quarta-feira)
8h – Oficina Flor de Palha – Centro de Artesanato
14h – Oficina de Arranjos Florais – Centro de Artesanato

23/07 (Quinta-feira)
8h – Apresentação Cordelistas – Centro de Artesanato
14h – Apresentação Raízes da Terra – Centro de Artesanato
19h – Apresentação Humor e Vídeo – Centro de Artesanato

24/07 (Sexta-feira)
18h – Desfile Banda Marcial – Praça João Pessoa
19h – Retreta Musical com Banda – Praça João Pessoa
20h – Noite Musical com os artistas da terra – Praça João Pessoa
21h – Jacinta Voz e Violão – Praça João Pessoa

25/07 (Sábado)
7h – Caminhada Ecológica (Amigos do Brejo Paraibano) – Saída na Igreja Matriz às 8h
9h às 12h – Visitação aos pontos turísticos de Pilões em pau de arara (Memorial Casa de Farinha, Pousada das Abelhas, Comunidade de Veneza, Floricultura de Avarzeado, Café na Varanda, Café na Varanda, Comunidade de Pinturas)
17h – Apresentação do grupo de flauta – Praça João Pessoa
18h – grupo Folclórico Aruenda da Saudade
19h – Os 3 do Nordeste
20h – Apresentação de Teatro
21h – Encerramento com asa branca

26/07 (Domingo)
9h – Passeio Ciclístico – Saída da Igreja Matriz
12h – Encerramento com Forró Asa Branca e Humor e Vídeo com Batista e sua turma – Praça João Pessoa.

Redação iParaiba com Ascom

Caminhos dos Engenhos no Brejo faz parte do roteiro de turismo rural durante a Copa

Projeto Talentos do Brasil Rural selecionou 23 roteiros no país, com o objetivo de inserir produtos e serviços da agricultura familiar no mercado turístico

engenhoEmpreendimentos criativos, culturais, ecológicos e rurais poderão ser conhecidos pelos milhares de turistas brasileiros e estrangeiros que visitam o país sede da Copa do Mundo de Futebol. O projeto Talentos do Brasil Rural selecionou 23 roteiros turísticos que valorizam a identidade cultural da região, promovem a geração de emprego e renda e agregam valor à produção de grupos locais. Na Paraíba foram escolhidos três roteiros: Caminhos dos Engenhos (região do Brejo), Uma Viagem à Civilização dos Potiguara (Litoral Norte) e Mares Quilombolas (Litoral Sul).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O aumento no fluxo de turistas, neste período da Copa, renderá mais negócios para os empreendedores de micro e pequeno porte. A ideia é divulgar os roteiros não apenas no período dos jogos, mas durante todo o ano”, afirmou a analista do Sebrae, Maísa Duarte. A Paraíba foi selecionada por estar entre Pernambuco e Rio Grande do Norte, cujas capitais sediam jogos da competição.

 

O roteiro Caminhos dos Engenhos envolve as cidades de Areia e Bananeiras, no Brejo paraibano, que estão a cerca de 180 km da capital do Rio Grande do Norte, Natal, cidade-sede, e de onde devem originar os passeios. Nesse roteiro, os visitantes conhecerão a produção de cachaça e rapadura nos engenhos e conhecerão o patrimônio histórico, rural e cultural da região. “A civilização do açúcar deixou grandes marcas na Paraíba e no Nordeste brasileiro. A influência dessa atividade ainda está presente nos hábitos, costumes e tradições de toda a região”, destaca a gestora de Turismo do Sebrae Paraíba, Regina Amorim.

 

Ela ressaltou que foram organizados três tipos de passeios, sendo cada um com dois dias de atividades turísticas, que já são oferecidos por diversas agências de turismo receptivo. “O turismo no Brejo é muito rico e oferece inúmeras atividades, como visitas a museus, caminhadas, artesanato, excelente gastronomia, além de vivências da produção associada ao turismo”, diz Regina, explicando que o turista pode participar de uma oficina de pintura de bonecas de barro, por exemplo, ou participar da produção de um doce caseiro.

 

Já no Litoral Sul, o roteiro do projeto Talentos do Brasil Rural é o Mares Quilombolas, que envolve os municípios do Conde e de Pitimbu, distantes cerca de 100 km de Recife (PE), cidade-sede da Copa e de onde saem os passeios. Este é um dos únicos roteiros do projeto em que o turismo rural está muito próximo da praia. Fazem parte do roteiro a visitação à comunidade Quilombola Ipiranga, onde o turista vivencia a dança do coco de roda, conhece o Museu Quilombola, degusta os produtos da agricultura familiar, em sítios e restaurantes, além de poder participar de passeios de jipe e caminhadas ecológicas.

 

“Oferecemos inúmeros atrativos turísticos, que podem ser visitados em 2 ou 3 dias. Há uma imensa atividade cultural nessa região, com artesanato da escama de peixe e mariscos, a Quinzena Cultural de Pitimbu, com apresentações em praça pública, além das riquezas históricas da comunidade quilombola do Conde”, ressaltou o diretor da base local da Costa do Conde da Secretaria Municipal de Turismo da cidade, Danylo Aguiar.

 

O terceiro roteiro paraibano é uma viagem pelo Litoral Norte do Estado, onde se encontram a arte e a cultura dos índios potiguaras. O passeio parte de Natal (RN) com destino aos municípios paraibanos de Mamanguape, Rio Tinto, Marcação e Baía da Traição, distantes em torno de 130 km da capital do Rio Grande do Norte. Intitulado de Uma viagem à civilização dos potiguara”, o roteiro apresenta a cultura indígena e o artesanato local.

Talentos do Brasil Rural

Cerca de 400 empreendimentos em 54 municípios fazem parte do projeto desenvolvido pelos os ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Turismo (MTur) e o Sebrae. Os roteiros, que foram escolhidos por meio de chamada pública, foram mapeados, apresentados ao mercado turístico e receberam consultoria especializada e apoio à comercialização. Um dos requisitos para escolha é que o roteiro possa ser percorrido a, no máximo, três horas de uma das 12 capitais-sedes da Copa do Mundo, considerando meio terrestre ou aquaviário.

 

O consumo dos produtos não fica restrito às propriedades familiares. Os produtos fornecidos pela agricultura familiar podem ser consumidos em hotéis, restaurantes e vendidos em lojas das cidades e centros comerciais próximos aos estádios da Copa.

 

Os roteiros selecionados são:

Tucorin: Turismo Comunitário no Baixo Rio Negro (AM)

Trilha do Visgueiro (AL)

Roteiro Ecoétnico (BA)

Cultura e Ecologia em Busca do Futuro (CE)

Trekking Travessia (GO)

Circuito na Vivência da Agricultura Familiar do Serras de Minas (MG)

Caminhos Rurais da Mata Atlântica de Minas (MG)

Circuito Rural e Ecológico do Vale do Rio Preto (MG)

Roteiro Serras Rurais (MG)

Natureco Pantanal Remoto (MT)

Circuito Eco-Rural Caminhos do Brejal (RJ)

Caminho dos Engenhos (PB)

Uma Viagem à Civilização dos Potiguara (PB)

Mares Quilombolas (PB)

Circuito Turístico Caminhos Históricos da Serra (PR)

Caminhos do Vinho (PR)

Roteiro do Seridó (RN)

Caminhos Rurais de Porto Alegre (RS)

Vale dos Vinhedos (RS)

Agroturismo – Gramado (RS)

Caminhos da Colônia (RS)

Roteiro Caminhos de Pedra (RS)

Roteiro Rural “Caminhos da Roça” (SP)

SEBRAE

Concurso de roteiro premiará estudantes do ensino médio

concursoInteressados em participar do concurso ‘Esporte para Todos: Meu roteiro de inclusão’ devem fazer a inscrição até a próxima sexta-feira (28), pela internet. Promovido pela TV Escola, o concurso é dirigido a estudantes de qualquer série do ensino médio público. O tema desta edição é o esporte, e a história a ser contada, de 4 a 6 minutos, deve acontecer no espaço da escola.

Conforme o regulamento, a equipe vencedora do melhor roteiro vai participar de oficina de formação e produzir o curta-metragem com equipamentos e supervisão da TV Escola, emissora do Ministério da Educação. A inscrição pode ser individual, mas o estudante deve ter a supervisão de um professor. A inscrição compreende sinopse e roteiro, dados de identificação dos autores, declaração do professor responsável e autorização dos pais para menores de 18 anos. O tema é o esporte como fator de inclusão e a sinopse, com o máximo de cinco linhas, deve resumir a história do filme.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Direção, roteiro, fotografia, produção, som e edição são funções que devem ser preenchidas na ficha de inscrição do concurso. O roteiro deve ser dividido em cenas e, se há diálogo, eles deverão ser descritos. Também é necessário informar o gênero do filme – humor, drama, terror, romance, suspense, entre outros. Os alunos, diz o regulamento, não precisam ter experiência nas diversas funções descritas no roteiro, mas a ficha de inscrição deve informar a função de cada um.

Para orientar o trabalho de criação dos alunos, o regulamento detalha os sete critérios de avaliação: criatividade, clareza da proposta, coerência entre as cenas, viabilidade do projeto, originalidade, representatividade cultural e adequação ao tema do concurso.

Prêmios

Os autores do melhor roteiro participarão de uma oficina de capacitação no Rio de Janeiro, de 26 a 31 de março; vão produzir o filme na escola onde estudam, com equipamentos (câmera, luzes e microfones) e a supervisão de uma equipe da TV Escola, até 4 de abril; a gravação será de 6 a 11 de abril; para editar e finalizar o curta-metragem, os vencedores virão a Brasília nos dias 12 a 14 de abril. As despesas com viagem, hospedagem e alimentação durante as oficinas serão custeadas pela TV Escola. Os autores do roteiro premiado cederão à TV Escola os direitos de exibição pública do curta, na íntegra, por diferentes meios de divulgação.

Acesse o Portal do Professor e confira no regulamento como fazer a inscrição e todas as etapas do concurso.

Fonte:
Ministério da Educação

Concurso premiará roteiro para filme de aluno do ensino médio

concursoEstudantes do ensino médio público podem participar, até 28 de fevereiro, do concurso Esporte para todos: Meu roteiro de inclusão. O tema é o esporte, e a história contada, de quatro a seis minutos, deve se passar no espaço da escola. A equipe do melhor roteiro vai participar de oficina de formação e produzir o curta-metragem com equipamentos e supervisão da TV Escola, emissora do Ministério da Educação, que promove o concurso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Conforme o regulamento, a inscrição pode ser individual, mas o estudante deve ter a supervisão de um professor. A inscrição compreende sinopse e roteiro, dados de identificação dos autores, declaração do professor responsável e autorização dos pais para menores de 18 anos. O tema é o esporte como fator de inclusão e a sinopse, com o máximo de cinco linhas, deve resumir a história do filme.

Direção, roteiro, fotografia, produção, som e edição são funções que devem ser preenchidas na ficha de inscrição do concurso. O roteiro deve ser dividido em cenas e, se há diálogo, eles deverão ser descritos. Também é necessário informar o gênero do filme – humor, drama, terror, romance, suspense, entre outros. Os alunos, diz o regulamento, não precisam ter experiência nas diversas funções descritas no roteiro, mas a ficha de inscrição deve informar a função de cada um.

Dos trabalhos inscritos, a comissão de seleção vai escolher dez roteiros que serão encaminhados para a comissão julgadora, formada por especialistas indicados pelo MEC. São sete critérios de avaliação: criatividade, clareza da proposta, coerência entre as cenas, viabilidade do projeto, originalidade, representatividade cultural e adequação ao tema do concurso.

Prêmios – Os autores do melhor roteiro participarão de uma oficina de capacitação no Rio de Janeiro, de 26 a 31 de março; vão produzir o filme na escola onde estudam, com equipamentos (câmera, luzes e microfones) e a supervisão de uma equipe da TV Escola, de 6 a 11 de abril; para editar e finalizar o curta-metragem, os vencedores viajarão a Brasília nos dias 12 a 14 de abril. As despesas com viagem, hospedagem e alimentação durante as oficinas serão custeadas pela TV Escola. Os autores do roteiro premiado cederão à TV Escola os direitos de exibição pública do curta, na íntegra, por diferentes meios de divulgação.

Ionice Lorenzoni

 

Seleções mundiais excluem João Pessoa do roteiro da Copa do Mundo no Brasil

copaApesar da tentativa do Governo do Estado e da Prefeitura de João Pessoa para que a capital paraibana recebesse um das seleções da Copa do Mundo Fifa 2014, o roteiro não foi escolhido por nenhuma seleção que participará do mundial. A informação foi confirmada neste final de semana com o anuncio das localidades onde serão os Centros de Treinamentos neste ano. A intenção era que João Pessoa fosse escolhida por sua proximidade com Recife (PE) e Natal (RN), sedes da Copa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A menos de cinco meses da Copa do Mundo de 2014, todas as seleções já definiram onde irão fazer sua preparação no Brasil. Nesta sexta-feira (31), a Fifa divulgou a lista final dos centros de treinamento escolhidos pelas equipes classificadas para o Mundial. Na relação existem estádios, CTs de clubes e resorts, entre outros pontos.

As estruturas de times brasileiros foram escolhidas por seleções como Espanha (CT do Caju, do Atlético-PR), México (CT Rei Pelé, do Santos), Argentina (Cidade do Galo, do Atlético-MG), Chile (Toca da Raposa, do Cruzeiro), Estados Unidos (CT da Barra Funda, do São Paulo) e Irã (CT Joaquim Grava, do Corinthians). Seleção da Coreia do Sul treina em Foz do Iguaçu.

Algumas das equipes mais tradicionais optaram por tranquilidade e isolamento em resorts, como a Itália e a Alemanha, que se envolveu na construção de um novo empreendimento. Alguns dos campos de treinamento estão ainda em obras, como os estádios Kleber Andrade e Arena Unimed Sicoob, ambos em Vitória e que receberão, respectivamente, Camarões e Austrália.

O Estado de São Paulo foi o local mais escolhido entre as equipes que jogarão o Mundial, sendo casa para 15 times nacionais – quase metade dos classificados. Liderado por São Paulo, o Sudeste é a região que domina as sedes das seleções. Rio de Janeiro terá quatro equipes, enquanto Minas Gerais será casa de outras três. O Espírito Santo, por sua vez, abrigará mais duas, o que soma 24 times (75% das seleções da Copa do Mundo).

A concentração resulta em outra consequência: nenhuma equipe vai se hospedar no Norte ou no Centro-Oeste antes do Mundial, apesar de estas regiões contarem com três sedes da maior competição do futebol.

Confira a seguir a lista completa de onde cada seleção vai realizar seus treinamentos:

MaisPB com Terra

Luiz Couto inclui a Paraíba no roteiro de visitas da CPI do Tráfico de Pessoas

 

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) informou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o tráfico de pessoas no Brasil vai fazer diligências nos Estados de São Paulo, Pará, Pernambuco, Paraíba e Rio de Janeiro, além de visitas aos países de Suriname e Guiana Francesa.

Depois de comunicar que as datas para a realização dessas atividades ainda não foram definidas, Couto esclareceu que incluiu a Paraíba por considerar que os dados pesquisados pelo professor adjunto do Centro de Ciências Jurídicas da UFPB, Sven Peterker, precisam ser apurados com profundidade.

“Peterker, que no último dia 9 depôs na CPI, revelou que travestis são aliciados no interior da Paraíba e obrigados a fazer cirurgias de forma artesanal e insegura para depois viajarem para a Itália. Mas não é só isso, ele também apontou a exploração sexual de crianças e adolescentes, os trabalhos escravo nas fazendas e domésticos como crimes que têm relação com o comércio de pessoas no estado”, relatou.

Luiz Couto, que é vice-presidente da CPI, adiantou que o Estado da Bahia será inserido no roteiro, sobretudo depois da reportagem apresentada no programa Fantástico, da Rede Globo, que mostrou um suposto esquema de adoção ilegal na cidade de Monte Santo. “Neste município, cinco filhos foram tirados de casa e entregues para a adoção no ano passado, sendo que existem fortes suspeitas de irregularidade no processo”.

“Com base nesta denúncia, sugeri à comissão que escute o juiz que autorizou a adoção, o magistrado substituto que revogou a adoção, os pais biológicos e adotivos das crianças e a mulher do conselho tutelar que deu a autorização para que a adoção fosse feita”, comentou.

O deputado disse que os membros da CPI vão ao Rio de Janeiro para conversar com Glória Peres, autora de novelas, para tratar do tema tráfico de pessoas e entregar a ela um resumo dos trabalhos.

CPI

A Comissão Parlamentar de Inquérito é destinada a investigar o tráfico de pessoas no Brasil, suas causas, consequências e responsáveis no período de 2003 a 2011, compreendido na vigência da Convenção de Palermo.

Ascom dep. Luiz Couto

Bananeiras abre roteiro Caminhos do Frio nesta segunda

bananeiras.jpg_400.

Chegou a hora de vestir o agasalho, subir a serra e desfrutar da rota cultural   ‘Caminhos do Frio’ que começa nesta segunda-feira(23) na cidade de Bananeiras. O projeto leva na bagagem shows, teatro, dança, cinema, poesia, literatura, artesanato, gastrononomia, oficinas, exposições, trilhas, ecoturismo e visita aos engenhos. A sétima edição do roteiro parte de Bananeiras e depois segue para as cidades de Serraria, Pilões, Areia, Alagoa Grande, e encerra no dia 02 de setembro em Alagoa Nova.

Entre julho e agosto, essas cidades serranas chegam a registrar temperaturas de até 12°.  Durante a temporada a região do Brejo paraibano deverá receber a visita de cerca de 30 mil turistas. Além de divulgar a cultura da região, o intuito do projeto também é lançar novos artistas e dinamizar a economia local. ‘Caminhos do Frio’ é praticamente a única rota turística do Estado e já é conhecida internacionalmente. A expectativa do Fórum do Turismo Sustentável do Brejo da Paraíba é que cerca de R$ 1,5 milhões sejam movimentados durante os 42 dias do evento.

Bananeiras, a quase 30 km dali e a 552 metros sobre o nível do mar, é o primeiro  destino que merece uma visita. Esse município de passado colonial, recortado por ladeiras e sobrados do século 19, foi o maior produtor de café de toda a Paraíba e abriga um casario com 80 construções catalogadas pelo IPHAEP.

A região abriga também o histórico engenho Goiamunduba que, desde 1877. A cidade ainda conta com outras construções históricas como um túnel de trem de 1922 e um cruzeiro do final do século 19 localizado a 507 metros de altura, além da Cachoeira do Roncador, uma queda d’água de 45 metros.

AVENTURA E ARTE –  A programação em Bananeiras começa na segunda, 23, com um dia dedicado ao cinema, com destaque para o lançamento oficial do curta-metragem “Flor”, do diretor Silvio Toledo.

O filme  faz uma releitura da lenda “Comadre Florzinha”, e foi quase todo filmado na cidade entre fevereiro e março deste ano, em pontos como a Mata da Bica, Cachoeira do Roncador e Cruzeiro de Roma.

florzinha_400

“Flor” é um projeto transmídia, sem fins lucrativos, para produção de um curta-metragem em cinema digital adaptado do folheto de cordel ‘Comadre Florzinha – Um romance na Serra das Flechas’, de Vanderley de Brito e com aproximadamente 15 minutos de duração.

O filme traz uma novidade que é a aplicação de efeitos especiais para retratar uma personagem da fantasia do folclore nordestino, além de uma abordagem em romance diferente da abordagem de terror que o mito costuma ter.

Em Bananeiras, a programação do ‘Caminhos do frio’ apresenta também durante uma semana shows com Paulo Vinícios, Cabruêra, Gitana Pimentel, Sonora Sambagroove e Orquestra Sinfônica Infantil da Paraíba; e ainda exposição fotográfica, espetáculos de teatro infantil, trilha ecológica, festival gastronômico e oficicas cuturais.

Rota do Caminhos do Frio 2012:
Bananeiras – 23/07 a 29/07
Serraria – 30/07 a 05/08
Pilões – 06/08 a 12/08
Areia – 13/08 a 19/08
Alagoa Grande – 20/08 a 26/08
Alagoa Nova – 27/08 a 02/09

Mais informações: www.caminhosdofrio.com

Assessoria