Arquivo da tag: Ronaldinho

Felipão confirma equipe titular com Ronaldinho, Luis Fabiano e Dante

Treinador da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari confirmou a equipe para o amistoso diante da Inglaterra na tarde de quarta-feira, no estádio de Wembley, Londres. Durante o único treino no Hive Football Centre, que foi realizado na manhã  desta terça, ele trabalhou comRonaldinho Gaúcho e Luis Fabiano entre os titulares. A outra novidade foi a presença do zagueiro Dante.

O treino começou com trabalhos de bola parada. Depois, Felipão reuniu a equipe titular para mostrar algumas questões técnicas. Assim, o Brasil entrará em campo com a seguinte formação: Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Adriano; Ramires, Paulinho, Ronaldinho Gaúcho e Oscar; Neymar e Luis Fabiano.

dante ramires brasil treino (Foto: Leandro Canônico)Murtosa, Dante e Ramires no treino da Seleção (Foto: Leandro Canônico)

A partida desta quarta-feira, contra a Inglaterra, em Londres, às 17h30 (de Brasília), será transmitida ao vivo pela TV Globo, SporTV e GLOBOESPORTE.COM. O site também acompanha os lances em Tempo Real.

ronaldinho gaucho Luiz felipe scolari brasil treino (Foto: Agência EFE)Ronaldinho Gaúcho e Felipão durante treino da Seleção (Foto: Agência EFE)
Globoesporte.com

Felipão chama Ronaldinho e Julio César para reestreia pela Seleção

Luiz Felipe Scolari está de volta à Seleção e trouxe o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho, do Atlético-MG, e o goleiro Julio César, do Queens Park Rangers, juntos. Os dois estão convocados para enfrentar a Inglaterra, dia 6 de fevereiro, no estádio de Wembley, em Londres, partida que vai marcar a reestreia do treinador pelo Brasil. O meia Kaká, do Real Madrid, segue fora.

– De volta à Seleção. Feliz, muito feliz! – escreveu o R49 no Twitter logo após o anúncio.

A principal novidade da lista de 20 atletas é o zagueiro Dante (Bayern de Munique), convocado pela primeira vez para usar a amarelinha. Há seis atletas que atuam no futebol brasileiro: Neymar e Arouca (Santos), Luis Fabiano (São Paulo), Paulinho (Corinthians), Fred (Fluminense) e Ronaldinho.

– Em 2013 vamos ter os principais jogos e a possibilidade de organizar. Em 2014, se não me engano, teremos um jogo só. Vamos trabalhar bem, organizar e escolher os atletas praticamente neste ano de 2013. Devemos jogar dez jogos. Um time com boa qualidade técnica, com conhecimento tático que possa fazer frente ao futebol europeu e que tenha aquele vínculo, aquele amor de defender a seleção brasileira – disse o treinador, pentacampeão mundial em 2002 com o Brasil.

Luiz Felipe Scolari felipão coletiva seleção brasileira (Foto: Mowa Press)Pentacampeão em 2002, Felipão anunciou nesta terça sua primeira lista após retorno  (Foto: Mowa Press)

Em sua primeira convocação desde que assumiu o lugar de Mano Menezes no final do ano passado, Felipão trouxe alguns nomes que andavam esquecidos com o técnico anterior, como Hernanes (Lazio), Filipe Luis e Miranda (Atlético de Madri).

Os jogadores da Seleção vão se apresentar em Londres no dia 4 de fevereiro. No dia seguinte, Felipão comandará a primeira e única atividade antes do confronto diante dos ingleses. O treino acontecerá no The Hive Football Centre, na capital inglesa. Os atletas retornam aos clubes no dia 8. A nova comissão técnica tem também o tetracampeão Carlos Alberto Parreira como coordenador.

Capitão na era Mano Menezes, o zagueiro Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, ficou fora por causa de uma lesão muscular. Felipão também não chamou o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, recém-recuperado de uma cirurgia. Kaká, que tem ficado no banco de José Mourinho, tentou a transferência para o Milan nesta semana, mas o clube italiano anunciou que desistiu do negócio.

Titular de Dunga na Copa do Mundo de 2010, Luis Fabiano só ganhou chance com Mano no Superclássico das Américas, torneio contra a Argentina que só conta com atletas que atuam nos dois países.

Além deste jogo com a Inglaterra, a CBF tem mais quatro amistosos marcados até a estreia na Copa das Confederações: contra Itália (21 de março, na Suíça), Rússia (25 de março, na Inglaterra), Inglaterra (2 de junho, no Maracanã) e França (9 de junho, na Arena do Grêmio).

INFO convocação luis felipe scolari felipão brasil (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)
Globoesporte.com

No fim, Ronaldinho Gaúcho impede derrota do Galo para o Atlético-GO

Com cinco bolas na trave e lances polêmicos em faltas dentro da área, o Atlético-MG não conseguiu superar neste domingo o lanterna do Campeonato Brasileiro e apenas empatou com o Atlético-GO, por 2 a 2, no Estádio Independência, cxom direito a gol no último minuto do jogo. A zebra que apareceu em Belo Horizonte na partida da 36ª rodada quase fez com que o Galo perdesse a invencibilidade como mandante na competição após 15 partidas e 15 meses sem ser derrotado em casa. O Dragão chegou a fazer 2 a 0 com Rayllan e Patrick, mas permitiu a igualdade através de Réver e Ronaldinho Gaúcho.

Além disso, o time alvinegro fica na espera de manter o sonho de terminar a competição com o vice-campeonato, que dará a vaga na fase de grupos da Taça Libertadores do ano que vem. O Galo chegou aos 66 pontos, na terceira colocação, e pode ver essa diferença chegar a três pontos, se o Grêmio derrotar a Portuguesa, ainda neste domingo.

O Dragão, já rebaixado, chegou aos 27 pontos e conseguiu complicar a vida do Atlético-MG, assim como fez com o Santos de Neymar na rodada anterior, quando venceu por 2 a 1. Sem pretensão alguma, o time vai conseguindo terminar de forma honrosa a participação na Série A.

Na próxima rodada, o Galo vai ao Rio de Janeiro, onde enfrentará o Botafogo, no Engenhão, domingo, às 17h (de Brasília). O Atlético-GO vai pegar o Palmeiras, no mesmo dia, no mesmo horário, no Pacaembu.

Antes da partida, Ronaldinho Gaúcho foi premiado com o troféu em homenagem ao título de ‘Melhor Jogador da Década”, vencido pelo craque em 2009, honraria dada pela revista britânica “World Soccer”.

Dragão surpreendente

O lanterna da competição entrou em campo disposto a acabar com a euforia atleticana. Logo nos primeiros minutos, após cruzamento da direita, Victor espalmou para dentro da área, e Rayllan chutou forte para abrir o placar.

Até então, a torcida do Galo apoiava, mas o time parecia pensar que ganharia a partida quando quisesse. E a situação piorou quando o Dragão ampliou. Aos 16 minutos, Ernandes ganhou de Guilherme na corrida e cruzou para Patrick apenas empurrar para o gol. A torcida alvinegra não poupou Guilherme.

Ronaldinho gaucho atlético-mg eatlético-go (Foto: Paulo Fonseca / Agência Estado)Ronaldinho Gaúcho mais uma vez é decisivo para o Atlético-MG (Foto: Paulo Fonseca / Agência Estado)

Mas bastaram três minutos para o Galo diminuir com o capitão Réver. O zagueiro dominou dentro da pequena área chute de Bernard e só teve o trabalho de escolher o canto e tocar para o gol. Comemoração discreta em campo e ânimo renovado nas arquibancadas.

Mesmo com o gol que recolocou os donos da casa de volta ao jogo, o time se perdia nos próprios erros. Guilherme, tal como em boa parte de sua trajetória no Atlético-MG desde que chegou, estava apagado. O atacante Jô, na sua principal jogada, cabeceou no travessão, sem goleiro, uma chance cristalina, para desespero da torcida presente em ótimo número. Apesar da pressão territorial, das inúmeras finalizações e da supremacia na posse de bola, o Galo saiu em desvantagem no placar diante de um Dragão já rebaixado, porém sem responsabilidade.

Trave rouba pontos do Galo

O técnico Cuca, assim como toda a torcida no estádio, perdeu a paciência com Guilherme e colocou Neto Berola em seu lugar. No anúncio da substituição pelo alto-falante, os atleticanos comemoraram como um gol.

Com a bola rolando, Bernard chegou a mandar um chute na trave logo de cara. Em seguida, Réver cabeceou escanteio para fora. Assim, os visitantes se seguravam e até assustavam, com Reis, que havia entrado no lugar de Diogo Campos. Ele chutou à queima-roupa em cima de Victor.

Conforme passavam os minutos, o desespero dos mineiros aumentava. A cada passe errado, a torcida ia à loucura. E o time sentia bastante. A desorganização em campo era visível. Pelo futebol, parecia que o Galo era o último colocado.

Em falta, Ronaldinho mandou a primeira de suas três bolas na trave. Essa, depois de parar caprichosamente no travessão, ainda quicou em cima da linha. Logo depois, o camisa 49 mandou outra, só que no pé da trave, para levar os torcedores do Galo à loucura. Parecia de propósito, mas em outra oportunidade ele voltou a carimbar o travessão, desta vez com a ajuda de Márcio, que chegou a tocar na bola.

Mas o craque alvinegro retribuiu o pedido de “fica Ronaldinho” gritado pelos torcedores no início da partida. Aos 45 minutos, o meia pegou rebote na área e chutou no canto de Márcio para explodir o Independência e evitar a perda da invencibilidade do time como mandante na competição. Se não foi bom, o empate pelo menos serviu de consolo para o Alvinegro, que ainda briga pelo vice-campeonato.

Globoesporte.com

Náutico para Ronaldinho Gaúcho e Galo nos Aflitos e vence por 1 a 0

O Náutico conseguiu anular os principais pontos do candidato ao título Atlético-MG e arrancou uma importante vitória por 1 a 0, na tarde deste domingo, no estádio dos Aflitos, no Recife. O time da casa superou o Galo, que jogava para retornar à liderança do Brasileirão, graças à derrota do Fluminense para o Atlético-GO por 2 a 1, na noite de sábado, em Volta Redonda. E o gol foi em uma jogada feita no estilo do principal jogador atleticano, Ronaldinho Gaúcho: em cobrança de falta, Souza bateu quase rasteiro, no meio da barreira alvinegra, que pulou. O goleiro Victor ainda defendeu um pênalti cobrado por Araújo na etapa final, evitando um resultado mais elástico.

Com o resultado, a equipe pernambucana voltou a vencer após dois jogos e ficou ainda mais longe do Z-4, com 31 pontos, enquanto o time mineiro – que vinha de duas boas vitórias – fincou o pé na segunda colocação, com 51 e um jogo a menos – contra o Flamengo, marcado para o próximo dia 26, no Engenhão.

As duas equipes voltam a jogar no fim de semana que vem. No sábado, o Náutico encara o líder Fluminense no Rio, e o Atlético-MG recebe o Grêmio no domingo.

Náutico x Atlético-MG (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)Jogadores do Náutico comemoram com Souza o gol da vitória sobre o Atlético-MG
(Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

O jogo começou com susto provocado pelos donos da casa logo aos 15 segundos: Rogério fez o cruzamento, a bola passou por Araújo e encostou em Rhayner, que chegou assustado, mas a mandou próxima ao travessão de Victor. Delírio dos alvirrubros nos Aflitos. O Atlético-MG tentou dar o troco em seguida com uma jogada rápida pela esquerda, em tabelinha de Bernard e Ronaldinho Gaúcho, que até pouco antes da partida eram dúvidas por conta de problemas musculares.

Douglas teve mais duas boas chances na sequência, ambas pelo lado esquerdo. Primeiro, após belo drible na entrada da área. No rebote, chutou cruzado, e a bola passou ente à trave esquerda do goleiro atleticano. Mais empolgação dos torcedores do Timbu.

O Náutico, que chegava com mais facilidade à área atleticana, teve outra oportunidade perigosa aos 16 minutos, com Souza, que apareceu livre na esquerda e, na entrada da área, chutou em cima de Victor. O Galo ficava sempre do seu lado do campo, esperando o Timbu perder a posse da bola para, então, partir para o contra-ataque.

Praticamente restrito à defesa, o Galo pouco criava e, quando tentava, errava no último toque. O Timbu sempre que chegava ao campo atleticano rendia o balanço de desaprovação da cabeça do técnico Cuca.

Aos 41 minutos, um lance curioso. Josa, que em uma jogada havia recebido uma cabeçada, ficou caído na grande área. O Galo partiu para o contra-ataque, alheio ao adversário. Quando recuperou a posse, o Náutico também preferiu tentar partir para cima e abrir o marcador com Souza, ao invés de mandar a bola para fora. Apenas quando ela saiu pela intermediária de Victor é que o jogador do Timbu foi atendido. E assim terminou a etapa inicial nos Aflitos, sem a bola ter encontrado o fundo de nenhuma das redes.

Cobrança à la Ronaldinho Gaúcho

A exemplo da etapa inicial, o Náutico partiu para cima no segundo tempo. Antes de o relógio completar o terceiro minuto de jogo, Elicarlos driblou os marcadores e, assim que entrava na área de Victor, Junior Cesar o interrompeu. Por pouco não foi pênalti. O lateral-esquerdo foi amarelado.

Na cobrança de falta, Souza na bola. A barreira estava posta, assim como Victor. Cobrança autorizada, e o jogador do Náutico, com categoria, chutou quase rasteiro, ao melhor estilo de R49, e achou um espaço entre os atleticanos, mandando a bola para o fundo das redes. Alegria e delírio alvirrubro nos Aflitos.

O gol foi a senha para Cuca mandar imediatamente os reservas atleticanos para o aquecimento. Poucos minutos depois, Escudero entrou no lugar de Danilinho. Ainda sem conseguir chegar ao gol de Gideão, o atleticano fez outra mexida, em uma tentativa de dar mais velocidade ao ataque. Saiu Leonardo, que pouco fez, para a entrada de Neto Berola.

Mas a noite, definitivamente, não era do Galo. Em uma boa jogada de contra-ataque, Rogério deu ótimo lançamento para Araújo que, sozinho, fez a finta em Victor. O atleticano deixou o braço, e o atacante caiu na área. O árbitro apitou pênalti. O camisa 83 poderia ter sido expulso, mas foi apenas advertido com o amarelo. Aos 23, o próprio Araújo foi para a cobrança e bateu no lado esquerdo, mas Victor defendeu. Pela primeira vez na partida, a animada torcida atleticana nos Aflitos vibrou.

O Náutico não se deu por satisfeito com o resultado. Continuou chegando com força, ciente de que, se ficasse só na retranca, a pressão atleticana poderia ser maior. Já aos 40 minutos, Rogério perdeu uma chance para matar o jogo. Após excelente enfiada, ele correu, teve a chance de driblar Victor, mas chutou em cima do goleiro. Vitória merecida em casa para o Timbu, e melhor ainda para os 15.013 torcedores nos Aflitos. Aos 47, o Náutico perdeu Josa, que levou um vermelho direto depois de chutar o rosto de Marcos Rocha, mas já não dava mais tempo para o Atlético-MG se aproveitar de estar com um a mais.

Náutico x Atlético-MG (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)Ronaldinho para na marcação do Timbu nos Aflitos (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
Globoesporte.com

Estado de saúde de Ronaldo Cunha Lima piora e ele é sedado, diz Ronaldinho

O vice-candidato à Prefeitura de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, divulgou em sua página no twitter que o estado de saúde de seu pai, o ex-governador, Ronaldo Cunha Lima, piorou. Ele dorme através de sedativos.

“Ao lado do Poeta, que infelizmente a noite apresentou uma piora. Uma sedação leve a matem dormindo agora. Estamos todos em oração”, disse Ronaldinho, por volta das  11h.

Pedro Callado

Galo desembarca em Porto Alegre sob gritos de ‘traíra’ para Ronaldinho

Ronaldinho respondeu com sorrisos as provocações da torcida (Foto: Fernando Martins/Globoesporte.com)

Já era início da madrugada em Porto Alegre e o saguão do aeroporto Salgado Filho estava cheio, porém, não havia nenhum torcedor uniformizado. Várias famílias esperavam conhecidos ou entes próximos e depararam com a chegada da delegação do Atlético-MG, que trazia ninguém menos do que Ronaldinho Gaúcho.

Bastou o craque colocar o pé para fora do portão de desembarque para todo o clima ameno se transformar em provocações e xingamentos. O alvo: Ronaldinho Gaúcho, que segundo parte da torcida do Grêmio, foi antiético ao não ter aceitado voltar da Europa para o clube onde iniciou a carreira e ter acertado com o Flamengo, em 2011.

Os gritos de “traidor, traíra e mercenário” ecoaram no até então calmo saguão do aeroporto. Cercado pelos seguranças do clube e particulares, R49 demonstrou tranquilidade durante todo o trajeto do saguão até o ônibus da delegação.

A cada xingamento, o craque exibia um largo sorriso como se estivesse respondendo aos provocadores que os insultos não o atingem. O jogador passou pela mesma situação no primeiro confronto com a torcida gremista após ter assinado com o Flamengo, ano passado, pelo Campeonato Brasileiro.

O Atlético-MG enfrenta o Grêmio, domingo, a partir das 18h30m (de Brasília), no Estádio Olímpico. Será o segundo encontro de Ronaldinho Gaúcho com a torcida gremista que o idolatrou no início de carreira.

Globoesporte.com

Ronaldinho estreia, Atlético-MG bate Palmeiras e dorme líder do Brasileiro

Para o Palmeiras, era o último ensaio antes da primeira semifinal da Copa do Brasil, na quarta-feira, contra o Grêmio. Para o Atlético-MG, além da estreia de Ronaldinho, existia a certeza de que uma vitória valeria a liderança provisória do Campeonato Brasileiro. No jogo realizado na fria noite deste sábado, no estádio do Pacaembu, o R49 buscou jogo, se movimentou, acertou passes, mas não foi brilhante. Não precisou. O Galo, bem superior ao Verdão, venceu com justiça por 1 a 0, foi aos dez pontos na tabela de classificação e mostrou que pode ir longe neste ano.

Com mais um tropeço, o terceiro consecutivo, o Verdão segue na zona de rebaixamento, com apenas um ponto conquistado. Caso a Portuguesa vença o Atlético-GO neste domingo, o time de Palestra Itália terminará a rodada em último.

Pelo Nacional, a equipe paulista buscará a reabilitação no próximo domingo, contra o Vasco, novamente no estádio do Pacaembu. O Galo voltará a campo no mesmo dia, contra o São Paulo, no Morumbi.

Galo melhor

Os dois times entraram em campo com a mesma formação tática: 4-3-2-1. No Palmeiras, foram três alterações em relação à derrota para o Sport, na última quarta-feira, em Recife: Felipe entrou na vaga de Maikon Leite, Daniel Carvalho ficou com o lugar de Valdivia, liberado para viajar ao Chile após sofrer um sequestro-relâmpago, e Thiago Heleno, afastado por sete meses com lesão, voltou e ficou com o posto de Leandro Amaro. No Galo, com a estreia de Ronaldinho Gaúcho, o técnico Cuca apostou na movimentação constante do trio formado pelo recém-chegado, Danilinho e Bernard, com Jô funcionando como referência à frente.

O Palmeiras esteve ligeiramente melhor nos primeiros 15 minutos, principalmente porque matinha a posse de bola. Daniel Carvalho e Felipe se movimentavam bastante e buscavam se aproximar de Barcos a todo o instante. No Galo, Ronaldinho, que, em vez de jogar na esquerda, como no Flamengo, atuou mais centralizado, era marcado individualmente por Márcio Araújo. Aos 17, no único ataque perigoso do Verdão, Luan exigiu boa defesa de Giovanni em chute de fora da área.

Ronaldinho Gaúcho na partida do Atlético-MG contra o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Ronaldinho Gaúcho foi muito vigiado pelo meio-campo do Verdão (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Com o passar do tempo, o jogo mudou de lado. O Galo passou a ter o controle e, com jogadores mais talentosos e experientes, valorizava a posse de bola. Ronaldinho levava vantagem sobre marcação e, aos 21, o time visitante só não abriu o marcador porque Bernard perdeu gol incrível, cara a cara com Bruno, após passe de Danilinho e falha de Cicinho. Nesse lance, Bruno e Henrique se desentenderam e tiveram de ser separados pelos companheiros.

A torcida palmeirense não via reação e, perto dos 30, começou a reclamar. Seus meias não eram mais notados em campo e deixavam Barcos isolado na frente. Até o apito do intervalo, a equipe não esboçou qualquer reação.

Jô marca, Atlético-MG domina e vence

O Galo voltou ainda melhor para o segundo tempo e empurrou o Palmeiras para trás. Aos três minutos, Bernard se livrou como quis de Cicinho e cruzou na cabeça de Jô, que testou longe do alcance de Bruno: 1 a 0. O Pacaembu se transformou em um caldeirão. O Palmeiras, desorganizadamente, avançou seu meio-campo, mas seguia sem criar nada por absoluta falta de competência. O técnico Luiz Felipe Scolari tentou renovar o gás da equipe, com as entradas de Maikon Leite no lugar de Felipe e de Mazinho na vaga de Luan. Não adiantou. O time só chegou com perigo em duas faltas cobradas por Marcos Assunção, bem defendidas por Giovanni.

Jô e Ronaldinho comemoram gol do Atlético-MG contra o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Jô e Ronaldinho comemoram o gol do Galo no segundo tempo (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

O Galo, ao contrário, ficou com o jogo em suas mãos. Ronaldinho passou a ter liberdade para jogar, principalmente depois que Márcio Araújo, seu perseguidor, levou cartão amarelo. O gaúcho acertou lançamentos, prendeu a bola e iniciou os contra-ataques. Em um deles, aos 15, Jô marcou, mas a arbitragem anulou, considerando que ele cometeu falta em Henrique. Aos 23, Bruno fez brilhante defesa em cabeça de Jô e evitou o segundo gol da equipe mineira. Seis minutos depois, a arbitragem errou. Em cobrança de falta de Ronaldinho Gaúcho, Rafael Marques marcou, mas o tento foi anulado, sob alegação de impedimento, que não aconteceu.

O tempo passava e o Verdão não dava o menor sinal de que algo poderia mudar. Felipão fez sua terceira mudança, sacando Cicinho e improvisando o volante João Vítor na lateral direita. No Galo, Cuca tirou Marcos Rocha, que havia tomado o cartão amarelo e colocou Serginho. O Galo seguiu soberano em campo e só não aumentou sua vantagem porque diminuiu seu ritmo de jogo nos minutos finais. O Verdão, sem organização nenhuma, até criou chances para empatar, mas apenas na base da bola parada. Aos 39 e 41 minutos, Marcos Assunção cobrou duas faltas e carimbou o travessão em ambas.

Globoesporte.com

‘Exame apontou álcool no sangue de Ronaldinho’, diz vice jurídico do Fla

O Flamengo abriu fogo contra Ronaldinho Gaúcho e busca todas as provas para tentar cassar a liminar concedida pela 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro que o liberou do vínculo com o clube e o permitiu assinar contrato com o Atlético-MG. Além de pelo menos duas advertências por indisciplina, assinadas pelo jogador, e do vídeo que mostra o encontro do atacante com uma mulher na concentração em Londrina, em janeiro, o departamento jurídico diz que um exame realizado em um dia de treinos no Ninho do Urubu apontou álcool no sangue do atleta.

– Isso foi feito. Não sei dizer quando, mas sei que foi feito. O exame constatou álcool no sangue do Ronaldinho. Acho que ele nem sabia do resultado do exame. Isso está comprovado e é prova mais do que clara. Já pedimos ao departamento médico e deve chegar para mim hoje (terça-feira) ou amanhã. Existe o exame, vamos levantar e certamente será usado. É mais uma prova inequívoca do comportamento inadequado dele. O fato de ter sido encontrado álcool no sangue dele é um negócio bastante grave. Estamos levantando essas provas. É um exame, o vídeo. Vamos jogar com todas as forças – disse o vice-presidente do clube, Rafael de Piro.

ronaldinho gaúcho atlético-mg (Foto: Fernando Martins/Globoesporte.com)Ronaldinho treinou com a camisa do Atlético-MG antes mesmo de ser apresentado oficialmente (Foto: Fernando Martins/Globoesporte.com)

O contra-ataque do Flamengo começou um dia depois da decisão judicial favorável a Ronaldinho. Na noite da última sexta-feira, o Flamengo enviou uma notificação extrajudicial para o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, com cópias para a CBF e a Federação Paulista. A presidente Patricia Amorim alegou ter evidências de uma negociação entre o jogador e o clube paulista antes do rompimento do contrato do atleta com o Rubro-Negro, o que caracterizaria indução de quebra de vínculo. O Flamengo avisou que, em caso de acerto entre jogador e o Palmeiras, iria à Justiça cobrar indenização de R$ 325 milhões. A diretoria do Verdão negou de forma veemente a acusação dos rubro-negros. Como o jogador foi para o Atlético-MG, as suspeitas não se confirmaram.

– Aquilo era um alerta, um aviso para que o Palmeiras não o contratasse. Tínhamos a notícia de que eles vinham conversando com o Ronaldinho, e-mails trocados, mas o acerto não se concretizou – comentou De Piro.

Agora, o clube passa a investigar a contratação de Ronaldinho pelo Atlético-MG.

– Por enquanto ainda não temos nada, mas estamos investigando isso. Já estão surgindo as primeiras notícias de que o Atlético-MG teria conversado com ele no Rio de Janeiro antes da decisão. O corpo jurídico está analisando.

Globoesporte.com

Ronaldinho entra na Justiça e está fora do Flamengo. Clube vai recorrer

Ronaldinho Gaúcho entrou na Justiça para deixar o Flamengo (Foto: Jorge William / Ag. O Globo)

Depois de um ano e cinco meses de um relacionamento conturbado, Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Flamengo. O meia-atacante, que cobra do Rubro-Negro uma dívida de R$ 40.177.140,00, conseguiu a tutela antecipada na 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro. A liminar concedida pelo juiz André Luiz Amorim Franco foi protocolada na tarde desta quarta na CBF, e o fim do vínculo contratual será oficializado assim que a liminar passar pelos departamentos jurídico e de registros da entidade, o que libera o jogador para assinar com outro clube.

– O Ronaldinho não é mais jogador do Flamengo, o contrato dele foi rescindido judicialmente. Não posso falar de valores, porque eu mesma pedi segredo de Justiça. Mas estamos cobrando valores altíssimos, milionários, aos quais o atleta tem direito – disse a advogada do atleta, Gislaine Nunes, ao Arena Sportv.

O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael de Piro, confirmou que o clube já foi notificado da decisão judicial que deixa o jogador livre do contrato que era válido até dezembro de 2014.

– Essa questão é controvertida. Eu e outros colegas consideramos que o pagamento de direitos de imagem é de natureza civil. O juiz entendeu que é salarial. Vamos entrar hoje (quinta-feira) ainda com um pedido de reconsideração no juízo que emitiu a decisão. Se não for satisfatório, vamos ao tribunal – afirmou De Piro.

Segundo a lei trabalhista, o jogador pode entrar na Justiça e pedir a quebra de contrato quando o atraso de salários chegar a três meses. O clube entende que o rompimento só se justifica quando não paga os vencimentos previstos na carteira. Já Ronaldinho e sua advogada entendem que o atraso de direitos de imagem também permite a saída do atleta do clube.

– Conseguimos desmascarar o contrato de imagem que os clubes utilizam para burlar a previdência e os impostos. Tivemos o reconhecimento dessa remuneração como salário, o juiz acatou a nossa tese, e o Ronaldinho está liberado para seguir a vida dele – argumentou Gislaine.

Vamos entrar hoje (quinta-feira) ainda com um pedido de reconsideração no juízo que emitiu a decisão. Se não for satisfatório, vamos ao tribunal”
Rafael de Piro

O vice jurídico do Fla admitiu que a relação entre clube e jogador estava desgastada nos últimos meses – o camisa 10 já havia avisado a amigos na última segunda-feira que declararia guerra ao Rubro-Negro. Este ano, o Flamengo passou a pagar integralmente o salário de Ronaldinho – em 2011, a Traffic era responsável pelo pagamento de 75% dos vencimentos do atleta, mas desistiu do negócio.

– Nós relevamos diversos atos de indisciplina, fizemos um esforço monumental quando a Traffic pulou do barco, talvez já sabendo que a imagem dele não tinha o mesmo valor. Sempre orientei o departamento de futebol para que fizesse um relatório diário sobre as atividades, sei que existe muita coisa registrada – disse De Piro.

Ronaldinho conseguiu o rompimento com o clube horas após a divulgação de um vídeo no qual o vice de futebol do Flamengo, Paulo César Coutinho, dizia a torcedores que o jogador estava afastado. A advogada do jogador criticou duramente o dirigente depois da obtenção da liminar.

– Dedico essa liminar ao Coutinho, eu nem sabia da pérola que ele falou sobre o Ronaldinho, com palavrão e tudo. Agora ele vai chorar na cama que é lugar quente. O Flamengo tem 100 anos, sim, mas, quando tem uma administração provinciana, olha só o que acontece – afirmou Gislaine Nunes.

Ronaldinho marcou 28 gols em 74 jogos com a camisa do Flamengo. Ele chegou ao clube em janeiro de 2011 e conquistou um título carioca.

Globoesporte.com

Internautas querem Ronaldinho fora da seleção brasileira, aponta enquete

 

Há exatamente um mês, completados neste domingo (6), o FOCANDO A NOTÍCIA (FN) convidou os internautas a opinarem sobre a permanência do jogador Ronaldinho Gaucho na seleção brasileira.

De 335 votantes 141 (42%) defenderam que o atleta do Flamengo continue atuando na seleção, enquanto que 194 (58%) discordaram. Portanto, a maioria quer ver Ronaldinho fora da equipe canarinho.

Nova enquete

O FN passa a publicar a partir deste domingo uma série de enquetes envolvendo perguntas relacionadas às drogas. A durabilidade será de 15 dias.

Nesta primeira, as pessoas estão sendo chamadas a responder a seguinte pergunta: No geral, você acha que a criação dentro de casa está preparando os filhos para dizer NÃO às drogas?

Redação/Focando a Notícia