Arquivo da tag: rompimento

João Azevêdo nega rompimento com Ricardo: ‘sou fruto desse projeto’

Nesta quinta-feira (30), o governador João Azevêdo (PSB) voltou a negar que tenha rompido relações com seu antecessor e padrinho político, Ricardo Coutinho (PSB). Havia a especulação que a postura de Azevêdo em relação ao G10 teria incomodado Coutinho, que falou mal do grupo no último domingo, o que teria gerado discórdia com o atual gestor estadual.

“Claro que não existe rompimento, aliás aprendi na política, e com o próprio Ricardo, que não se rompe. Se alguém não estiver satisfeito de estar próximo a mim que faça esse ato, mas da minha parte, nenhuma, até porque eu tenho o maior respeito pelo ex-governador, sei o tamanho que ele tem, da importância política que tem para a Paraíba”, afirmou.

O socialista arrematou lembrando que sua carreira política foi construída em parceria com Coutinho: “sou fruto desse projeto que estamos trabalhando. Essas coisas de rompimento que se tenta colocar, isso é muito mais fantasia do que, efetivamente, realidade”.

Yves Feitosa/Fernando Braz

 

 

Cidade é evacuada no Ceará por risco de rompimento de barragem

Mais de 250 famílias que vivem no entorno da barragem Granjeiro, de Ubajara, na Região da Ibiapaba do Estado, foram retiradas de casa na noite deste sábado (16), em caráter preventivo, caso haja o rompimento do açude. As informações foram divulgadas pelo Corpo de Bombeiros e pelo prefeito do município, Rene Vasconcelos, em transmissão ao vivo nas redes sociais. Parte das famílias foi transferida para casas de parentes, enquanto outras foram encaminhadas ao Santuário da Mãe Rainha, localizado no Bairro São Sebastião.

Desde o dia 11 de março, as intermediações do açude vinham sendo submetidas a avaliações da Defesa Civil devido às chances de rompimento após as fortes chuvas. Rene Vasconcelos afirmou que o risco é mínimo, mas a transferência da comunidade ribeirinha é uma medida de prevenção.

Recusa em deixar área

Cerca de 513 famílias vivem na região, o que corresponde a quase 3.200 pessoas. Destas, 30% estão se recusando a deixar suas moradias, um número aproximado de 960 moradores.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, equipes foram para o local juntamente com a Prefeitura Municipal de Ubajara e com órgãos municipais da Defesa Civil, e estão auxiliando na retirada das famílias.

O secretário de ação social do município, Jairo Araújo, ressaltou que profissionais de assistência social estão indo ao local para explicar às famílias que ficaram dos riscos do rompimento. “Houve uma resistência e estamos saindo com assistentes sociais, psicólogos e líderes comunitários para tentar convencer essas pessoas do risco real que se corre caso essa barragem venha a romper.”

Embora considere o risco mínimo, o prefeito da cidade reforça a importância do trabalho de remoção dos moradores.

“Está chovendo nas cabeceiras do rio e temos a necessidade de fazer a remoção das pessoas que estão à jusante do rio. O risco de rompimento é mínimo, mas existe, e não podemos trabalhar com nenhuma possibilidade de risco, por isso estamos fazendo esse trabalho que é altamente preventivo”, explica o prefeito.Técnicos fazem manutenção na barragem para evitar rompimento da estrutura — Foto: Arquivo pessoalTécnicos fazem manutenção na barragem para evitar rompimento da estrutura — Foto: Arquivo pessoal

Um novo sangradouro, segundo o prefeito de Ubajara, está sendo aberto para o açude Granjeiro. A previsão é de que as obras sejam concluídas entre segunda-feira (18) e terça-feira (19).

Vasconcelos informou que algumas medidas, como a instalação de réguas para o monitoramento do nível da água, foram implantadas no açude.

Municípios vizinhos, como Ibiapina e Tianguá, também estão auxiliando na operação, com o envio de equipes de segurança, ambulâncias e transporte.

Doações

Ônibus da prefeitura foram utilizados para retirar famílias da cidade — Foto: Prefeitura de UbajaraÔnibus da prefeitura foram utilizados para retirar famílias da cidade — Foto: Prefeitura de Ubajara

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ubajara está recebendo doações para as famílias. Estão sendo aceitos alimentos, artigos como colchões, cobertores e produtos de higiene.

Com o alerta divulgado pela prefeitura sobre risco de rompimento da barragem, algumas famílias saíram às pressas de casa, levando apenas o básico.

Segundo a diretora do sindicato, Nadja Carneiro, neste domingo (17), as pessoas interessadas em fazer doações podem entrar em contato por telefone. A partir de segunda-feira (18), os artigos podem ser enviados para a sede do sindicato. “Uma panificadora já entrou em contato com a gente hoje de manhã e doou pães pro café da manhã das famílias”, comentou a diretora.

Os telefones para contato são: (85) 9 9936-0231 – Nadja Carneiro e (88) 9 9212-6127 – Wescley Anderson.

G1 

 

 

Rompimento em adutora prejudica abastecimento de água em cidades do Brejo

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica nesta sexta-feira (21) que os municípios de Guarabira, Araçagi e Pilõezinhos ficarão com o abastecimento de água prejudicado devido a um rompimento na principal adutora de Araçagi.

O dano foi registrado nesta sexta-feira, observado após fortes chuvas que caíram na cidade. Com isso, o sistema está operando com 40% da capacidade, atendido apenas pela água proveniente da barragem de Tauá.

Técnicos da Cagepa estão trabalhando para corrigir o problema. A previsão para a normalização do serviço é apenas na próxima segunda-feira (24), às 13h. Até lá, o abastecimento ficará intermitente.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Maranhão justifica rompimento do PMDB com Ricardo: “Fomos escorraçados”

maranhãoO senador José Maranhão revelou, neste sábado (30), quais foram os motivos que levaram o PMDB a romper politicamente com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e deixar os cargos que ocupa no Governo do Estado. Maranhão afirmou que o partido foi escorraçado e esquecido pelo socialista.

“Ricardo esqueceu os melhores aliados, esqueceu a história do PMDB, escorraçou o partido apesar do PMDB ter dado a vitória a ele no segundo turno depois que ele perdeu para Cássio no primeiro turno. O PMDB sempre estendeu a mão amiga a ele e deu votos que garantiram a vitória”, disse.

Maranhão afirmou também que “não se administra nem se constroi politicamente tentando subestimar o peso e a história dos aliados”.

O peemedebista acrescentou que o seu partido se aliou ao PSD de Cartaxo não só para indicar o vice-prefeito, mas para participar do governo e ajudar na administração.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Vereador de Bananeiras troca PDT pelo PSD e desmente boatos de rompimento com prefeito

Foto: Bello Soares
Foto: Bello Soares

O vereador Antônio Marques trocou o PDT pelo partido do deputado Federal Rômulo Gouveia, o PSD. Apesar de ter mudado de legenda, ele desmentiu boatos que teria deixado a base aliado do prefeito Douglas Lucena.

“Quero aqui dizer para que seja divulgado de forma correta que deixei sim o PDT, pois não estava satisfeito com o partido. E após receber o convite do deputado federal Rômulo, aceitei depois de conversar com os amigos, mas isso não quer dizer que deixei a base do prefeito, pois segundo o próprio deputado, o partido é livre e não haverá nenhuma interferência na conjuntura municipal para as próximas eleições”, afirmou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Antônio Marques disse, ainda, que sua mudança de legenda não servirá para conchavos. “Vou continuar fazendo meu trabalho livre como sempre fiz e não mudei de partido para fazer conchavos políticos com ninguém. Continuo e continuarei na base do prefeito Douglas, mesmo não tendo pretensões políticas para este ano”, explicou.

Prefeito aumenta base na Câmara

A base governista deve aumentar nos próximos dias. A informação é que a vereadora Aline de Mercês (PP) deve anunciar em breve que deixará a bancada de oposição e ampliar a bancada do prefeito Douglas  Lucena.

Em se confirmando a adesão, a Casa Odon Bezerra ficará com apenas dois opositores contra 9 situacionistas. Permanecem na oposição os vereadores Eraldo Azevedo e Gilson Rosário.

Focando a Notícia

Após boatos de rompimento, Kilson Dantas coloca nome a disposição para vice de Douglas

Foto: Bello Soares
Foto: Bello Soares

Após boatos de que iria romper com o prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, o vereador Kilson Dantas (PSB) não só desmentiu a informação como também colocou seu nome a disposição para concorrer a vaga de vice-prefeito nas eleições deste ano.

A afirmativa foi feita pelo próprio parlamentar durante a sessão desta terça-feira (02) na Câmara Municipal. Kilson usou a tribuna para desmentir notícias publicadas recentemente em que o mesmo teria desistido de concorrer a uma vaga na câmara municipal por falta de apoio do prefeito.

“Venho aqui desmentir uma noticia publicada pela banda podre da imprensa divulgando que eu teria desistido da minha candidatura para vereador por falta de apoio. Quero aqui dizer que vou sim concorrer novamente a uma cadeira esta Casa, como também deixo meu nome a disposição para vice do prefeito Douglas, caso o grupo aceite. O meu ou qualquer nome que surgir será definido é claro com o consentimento do grupo”, comentou o vereador.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Focando a Notícia

Vice-prefeito de Areia anuncia rompimento com prefeito e leva três vereadores para oposição

andreperazzoO vice-prefeito de Areia, André Perazzo, anunciou rompimento com o prefeito Paulo Gomes, que é irmão do deputado estadual Tião Gomes. André revelou ao portal Paraiba.com.br, que uma serie de fatores contribuíram  para sua decisão, desde a demissão de 224 prestadores de serviço até discordância na forma de administrar a cidade.

“Desde dezembro que 224 pessoas foram demitidas e a cidade está cheia de obras inacabadas, além de falta de diálogo. Nós ganhamos para que Areia pudesse andar para frente e não retroceder”, destacou André.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O vice-prefeito revelou ainda três vereadores acompanharam sua decisão deixando a oposição com maioria na Câmara de Vereadores da cidade. O presidente da Câmara, Neto da Ceral, Bil de Mata Limpa e Lica. A secretaria de Ação Social, Clarissa Barreto, também entregou o cargo.

“A partir de agora, vou fiscalizar e o que tiver de errado vou denunciar”, alertou.

 

 

Marcos Wéric

Ex-Prefeito afirma ter pego Deputado com sua esposa na cama e anuncia rompimento político no sertão da PB

Ex-Prefeito e ex-esposa
Ex-Prefeito e ex-esposa

Em entrevista ao portal MaisPB, o ex-prefeito da cidade de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, Lauro Sérgio Maia de Vasconcelos confirmou rompimento com o deputado estadual Gervásio Maia – candidato à reeleição. Ele disse que passa a apoiar a candidatura do deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) à reeleição. Amanhã, em horário ainda a ser definido, Lauro se reunirá com Ludgério e integrantes do Diretório Municipal do PMDB.

Deputado Gervásio Maia
Deputado Gervásio Maia

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O motivo do rompimento, conforme Lauro Maia, foi passional. Ele diz ter encontrado a esposa Sandra Mara fazendo sexo com Gervásio. Lauro disse que, agora, está separado de Sandra e já deu entrada no pedido de divórcio.

“Rompi com Gervásio pela traição ao povo de Catolé. Peguei ele com a minha mulher em minha cama, na minha casa. Gervásio desrespeitou a mim. Me traiu! Desrespeitou minha família dentro de minha casa e traiu Catolé. E eu tratava Gervásio como filho…!”, disse o ex-prefeito Lauro Maia ao Portal MaisPB.

Da Redação 
Com Maispb

Luis Tôrres diz que rompimento de Rômulo com Ricardo Coutinho foi a maior traição da história política da Paraíba

luis-torresO secretário estadual de Comunicação, Luis Tôrres, disse, na tarde desta sexta-feira (27), que o rompimento do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) com o governador Ricardo Coutinho (PSB) ficará marcado como um dos maiores episódios de traição da história política da Paraíba. No início da tarde, durante entrevista coletiva na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API), Rômulo justificou o afastamento do socialista com o fato de ter perdido a vaga de senador na chapa majoritária do PSB para o PT.

“Fica marcado como um dos episódios mais fortes de traição da história da política da Paraíba”, afirmou o secretário.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Na coletiva, Rômulo disse que em nenhum momento Ricardo conversou com ele sobre o processo de aliança com o PT e que ficou sabendo através da imprensa da articulação, na qual foi oficializado o nome de Lucélio Cartaxo (PT) na chapa na vaga de senador, que estava “apalavrada com o PSD”. No entanto, Luis Tôrres disse que Rômulo foi avisado e acompanhou pessoalmente todos os passos com relação às composições políticas.

Tôrres revelou que o vice-governador, inclusive, colocou a disposição o cargo que pleiteava dentro da chapa majoritária, para que o governador ‘costurasse’ o processo de aliança.

“O que mais surpreendeu foi à justificativa que confronta violentamente a realidade, pois o vice-governador colocou a disposição o cargo que pleiteava dentro da chapa majoritária para que o governador costurasse o processo de aliança”, declarou.

O secretário acrescentou ainda que Rômulo Gouveia não teve sequer “coragem de olhar nos olhos do governador Ricardo Coutinho e dizer diretamente o que motivou o rompimento, que foi orquestrado na calada da noite, entre quatro paredes”.

“A Paraíba vai perguntar por anos e anos quais são as razões do vice-governador para o rompimento, depois de usufruir e compartilhar deste governo durante três anos e seis meses”, completou.

Cristiano Teixeira – MaisPB

Em respeito à Justiça Eleitoral, o MaisPB suspende temporariamente a publicação de comentários neste espaço para evitar eventuais casos e interpretações de propaganda eleitoral antecipada.

Agradecemos aos leitores pela compreensão.

Ricardo diz que rompimento com Cássio foi bom para a PB, mas ainda procura motivos

ricardoO governador Ricardo Coutinho (PSB) em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM nesta segunda (19) declarou que o rompimento com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi ‘bom’ para a Paraíba e reclamou que três meses depois ainda procura saber o motivo da separação.

Coutinho destacou que há três meses procura saber o motivo do rompimento e que por ‘incapacidade’, por não existir ou por ‘esperteza’ não se diz concretamente. “Acho que para a Paraíba isso não foi ruim porque, na essência, temos formas diferentes de ver o mundo, fazer política. Temos formas diferentes de ver e agir e meu projeto político é diferente, todo mundo sabe”, destaca.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O socialista continuou apontando divergências entre ele e o tucano: “Somos diferentes no trato da coisa pública, no quesito participação popular, diferente nos investimentos públicos ou privados”, diz.

 

Para o governador, a população vai ter a ‘oportunidade histórica’ de fazer o confronto de políticos ‘que ao meu entender é ultrapassada com a nova política – que tirou comodidade, que tinha que tirar – mas trouxe a Paraíba para um novo patamar de desenvolvimento’.

Marília Domingues / Fernando Braz