Arquivo da tag: rival

Bandidos tentam assassinar rival dentro de coletivo em João Pessoa

Passageiros de um ônibus que faz a linha 302- Mangabeira, passaram por maus momentos ao presenciarem uma tentativa de assalto dentro coletivo. O fato aconteceu por volta das 5 horas da manhã desta terça-feira (27)  na rua prefeito Luiz Alberto Moreira Coutinho em Mangabeira VII.

De acordo com a polícia, os dois homens estavam dentro do coletivo e de repente se levantaram já de armas em punho. Eles pegaram um presidiário do regime semiaberto com a intenção de matá-lo, mas a vítima, mesmo com dificuldades de locomoção, reagiu e travou uma luta corporal com os suspeitos.

Enquanto a briga acontecia dentro do coletivo, outro homem rendeu o motorista e o obrigou a parar o veículo. Vários tiros foram disparados e os passageiros começaram a gritar. Assustados, os dois homens decidiram ir embora sem cometer o crime.

Dentro do coletivo ficaram as marcas da violência: uma janela quebrada por um tiro e um banco perfurado a bala que se alojou na lateral do ônibus.

Paulo Cosme\David Martins do Paraíba.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Estudantes são detidas na PB suspeitas de ameaçar colegas torcedoras de clube rival

(Foto: Leonardo SIlva / Jornal da Paraíba/Arquivo)

Duas adolescentes que seriam integrantes de uma torcida organizada do Campinense Clube foram apreendidas pela Polícia Civil, na segunda-feira (24). De acordo com a polícia, elas estavam dentro do Colégio Estadual da Prata, ameaçando outras estudantes que usavam camisas do Treze Futebol Clube. No domingo (23), o Treze eliminou o Campinense na semifinal do Campeonato Paraibano 2017.

As jovens foram detidas por ameaça e constrangimento ilegal. Segundo a Delegacia da Infância e Juventude, as suspeitas iriam “tomar a beca” das adolescentes torcedoras do time rival. “Tomar a beca consiste em uma prática de forçar o torcedor do time adversário a entregar a camisa e, em caso de negativa, retira-se a camisa a força com agressões físicas”, diz nota da Polícia Civil.

A polícia apreendeu e autuou em flagrante as duas adolescentes por ato infracional, em seguida elas foram entregues aos responsáveis legais.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Botafogo vence Flu, segura rival na briga por G4 e se afasta da degola

botafogoO Botafogo fez valer o mando de campo e venceu o Fluminense por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Botafogo. Em jogo muito truncado, o gol marcado por Neílton no início do segundo tempo fez a diferença e garantiu os três pontos para o Alvinegro. O Tricolor ainda tentou a reação, mas não teve força para empatar o jogo, embora tenha carimbado a trave com Willian Matheus.

Com o resultado, o Botafogo chega a 32 pontos e pula para a 10ª posição, se afastando ainda mais da zona de rebaixamento. O Fluminense, por sua vez, tem muito a lamentar. Permanece com 34 pontos e perde grande oportunidade de entrar de vez na briga pelo G4.

O Botafogo volta a campo no domingo, quando visitará o Cruzeiro, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Fluminense receberá o Atlético-MG, em Edson Passos, na segunda-feira.

Gramado é alvo de críticas de jogadores de Botafogo e Fluminense

Após o primeiro tempo de jogo, jogadores de Botafogo e Fluminense reclamaram bastante da qualidade do gramado na Arena Botafogo. “Está muito difícil jogar nesse campo. Com todo respeito, mas não está no nível de Série A”, disse Wellington. “Prejudica os dois lados. O campo é um pouco duro e não ajuda muito”, completou Camilo, dono da casa.

Hino nacional ‘falha’ no dia da Independência antes da partida

Tradicional antes das partidas de futebol, o hino nacional não teve o destaque merecido justamente no Dia da Independência. No momento da execução, o som saiu muito baixa nas caixas de som e passou imperceptível por todos no estádio. Cada torcida, por exemplo, cantou a plenos pulmões o hino de cada agremiação.

Após atuação ruim, Henrique Dourado é barrado no Fluminense

O Fluminense sofreu, mas venceu o Figueirense na última rodada, em Edson Passos. Um jogador, porém, não teve boa atuação e se complicou. Henrique Dourado, contratado para ser o substituto de Fred, perdeu a posição para Samuel, que acumulou empréstimos para clubes menores nos últimos anos.

“Depois de um primeiro tempo apenas morno, o segundo esquentou, porque o Flu depois de tomar o gol foi para cima e até fez para empatar, mas a trave e Cidão não permitiram”.

BOTAFOGO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Arena da Ilha do Governador (RJ)
Hora: 16h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Cartões amarelo: Edson e Pierre (FLU) Joel Carli, Sidão, Diego, Victor Luis e Bruno Silva (BOT)
Gols: Neílton, aos 4min do segundo tempo;

BOTAFOGO
Sidão, Diego (Marcelo), Emerson Santos, Joel Carli e Diogo; Airton (Victor Luiz), Dudu Cearense, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Sassá (Vinicius Tanque)
Técnico: Jair Ventura

FLUMINENSE
Diego Cavalieri (Julio Cesar); Wellington Silva, Gum, Henrique e Willian Matheus; Pierre (Magno Alves), Cícero, Edson (Douglas) e Gustavo Scarpa; Wellington e Samuel
Técnico: Levir Culpi

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

De tirar o fôlego: Robson derrota rival cubano e vai em busca de ouro inédito

A missão deste domingo foi cumprida. Robson Conceição queria presentear a si mesmo pelo Dia dos Pais “mudando a cor da medalha”, como ele mesmo disse após garantir o bronze com a vitória nas quartas de final. Pai de Sophia, que completa dois anos no dia 19, ele também prometeu a medalha de ouro para ela. Desta vez, na semifinal, teve seu grande rival, Lazaro Alvarez, de Cuba, no caminho. Fácil, é claro, não seria, afinal, o adversário era um tricampeão mundial, medalhista de bronze em Londres 2012 e primeiro colocado no ranking da AIBA (Associação Internacional de Boxe Amador). Entretanto, o baiano, vice-líder da categoria peso-leve (até 60kg) conseguiu o triunfo por decisão unânime, com 3 a 0 (29-28, 29-28 e 30-27) e está na grande decisão do ouro, que será disputada na próxima terça-feira, às 19h15.

Boxeador Robson Conceição comemora vitória sobre Jorge Alvarez (Foto: Peter Cziborra / Reuters)Robson Conceição comemora a vitória sobre Jorge Alvarez: rumo ao ouro (Foto: Peter Cziborra / Reuters)

 

Na zona mista minutos depois do triunfo, Robson comentou a respeito do fim de luta emocionante, quando ele foi para a trocação franca com o adversário e minimizou o corte sofrido no supercílio. Ele garante que isso não será problema para a final e promete foco nos próximos dias para poder subir ao topo do pódio.

– Os meus técnicos falaram para que eu não entrasse na curta distância com ele, porém, senti que estava bem, no gás. Ele veio para cima, comecei a trocar também e acho que levei ligeira vantagem. Estou preparado para quem vier. Treinei bastante, esse corte não vai fazer diferença. É botar gelo e ver se posso tomar alguma medicação. Vou me concentrar, manter os pés no chão e ficar pronto para buscar a medalha de ouro – disse.

Na final, Robson pega o vencedor de Otgondalai Dorjnyambuu (Mongólia) x Sofiane Oumiha (França) – embate que acontece neste domingo, 18h30. A torcida brasileira pode ficar otimista, ao menos no que depender de Robson, pois antes do duelo contra Alvarez, ele acreditava que o confronto seria a final antecipada.

Caso vença a decisão, Robson alcançará o maior resultado da história do boxe brasileiro em Olimpíadas. O país não tem nenhuma medalha de ouro na modalidade. Nos Jogos de 2012, em Londres, Esquiva Falcão bateu na trave e ficou com a prata. Na mesma edição, a nobre arte do país faturou dois bronzes, com Adriana Araújo e Yamaguchi Falcão. A dupla se juntou a Servílio de Oliveira, o primeiro atleta canarinho a conquistar uma medalha na modalidade, em 1968, na Cidade do México.

A LUTA

Robson entrou no ringue demonstrando serenidade. Jogando nos contra-ataques, ele evitava com maestria os golpes de Alvarez e entrava no tempo certo. Em desvantagem na primeira metade do round, o cubano foi para cima de forma acelerada e os dois trocaram golpes francos na curta distância. O brasileiro movimentava bem a cabeça para se defender e chegava a ficar de guarda baixa para atrair Alvarez e contra-golpear. No fim do round, ambos levantaram o braço após muito equilíbrio.

Robson caminhou mais para a frente no início do segundo assalto, procurando mais a luta e chegou a enquadrar o cubano, que devolveu da mesma forma. Ambos clincharam para conter o momento. O brasileiro levantava a torcida a cada golpe certeiro que desferia, mas o perigoso Alvarez também respondia de forma efetiva. Nos 20 segundos finais, Robson cresceu e acertou duas combinações.

Robson manteve a postura mais agressiva no início e combinou bem para jab e direto, mas Alvarez foi contundente e, na primeira investida, quase levou o brasileiro a knockdown. O cubano ganhou confiança e buscou a trocação franca, mas Robson respondeu com uma boa esquerda. O brasileiro precisou usar o clinche diversas vezes e, na saída de um deles, encaixou bom cruzado de esquerda – mas Alvarez abriu um corte no rosto de Robson, que precisou receber atendimento médico. Nos 35 segundos finais, Robson arriscou tudo e trabalhou muitos ganchos na linha de cintura, terminando melhor a luta.

Robson Conceição com sangramento ao fim da luta contra o cubano Jorge Alvarez (Foto: Danilo Verpa/ Folha de S.Paulo/ NOPP)Robson apresenta sangramento ao fim da luta contra o cubano (Foto: Danilo Verpa/ Folha de S.Paulo/ NOPP)
globoesporte

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Com crise de ciúmes, mulher invade residência e tentar assassinar rival a golpes de estilete

sireneUma mulher identificada como Aline foi detida pela Polícia Militar na tarde deste domingo (8) depois de tentar matar uma mulher. O fato ocorreu no Centro da cidade de Bayeux, região metropolitana da Capital.

Segundo a polícia, a acusada invadiu a residência da vítima e desferiu golpes de estilete no ombro e braço. Os cortes, segundo a PM, teriam sido superficiais.

Os parentes da vítima formalizaram a denúncia e militares do Serviço de Inteligência conseguiram localizar a suspeita. Ela foi conduzida para a Central de Flagrantes, em João Pessoa.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

paraiba.com.br

Oeste bate Lusa, sai da zona da degola e rebaixa rival para a série C

Oeste e Portuguesa entraram em campo no estádio dos Amaros, em Itápolis, na noite desta terça-feira, pressionados pela ameaça de rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro. A situação da Lusa era bem mais complicada: na laterna da competição, precisava vencer para seguir respirando. Não deu. O Oeste fez 3 a 0 e decretou a queda da equipe paulistana, que enfrentará o calvário da terceira divisão pela primeira vez em sua história. Com 21 pontos, na lanterna da competição, o time rubro-verde não tem mais salvação.

Já a equipe de Itápolis, que contou com gols de Denis, Reis e Cristiano, chegou a 38 pontos e subiu para a 16ª posição, ultrapassando o Icasa, e ficando fora do Z-4. O time cearense, porém, ainda joga sábado, contra o Náutico. Se vencer, as posições se invertem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Oeste terá a semana toda para treinar, já que só retorna a campo na próxima terça-feira, para enfrentar o Avaí, na Ressacada. A Portuguesa terá de cumprir tabela para terminar a competição de maneira digna. A Lusa encara o Luverdense dia 8 de novembro, um sábado, no Canindé.

Denis comemora gol do Oeste contra a Portuguesa (Foto: Jose Luis da Silva / Agência estado)Denis comemora gol do Oeste contra a Portuguesa (Foto: Jose Luis da Silva / Agência Estado)

O jogo

O Oeste foi para cima da Portuguesa desde o início da partida e tentou pressionar. A Lusa, porém, começou bem postada defensivamente, dificultando a criação dos donos da casa. Quando tinha a bola, o time paulistano ameaçava em contra-ataques. Entretanto, aos 31 minutos, Cristiano rompeu o bloqueio rubro-verde, arrancou pelo meio e foi derrubado por Brinner, dentro da área. Denis cobrou o pênalti no canto esquerdo de Rafael Santos, que caiu para o direito, e colocou o time de Itápolis em vantagem. No restante da primeira etapa, os visitantes tentaram reagir, mas não produziram oportunidades de gol.

No segundo tempo, a Portuguesa tentou se lançar ao ataque e criou chances. O goleiro Anderson fez grande defesa em chute de Léo Costa, evitando o empate. A pressão era da Lusa, mas quando a fase não é boa, tudo conspira contra. Aos 11 minutos, o Oeste, em sua primeira jogada de perigo na etapa final ampliou com Reis. O gol abateu de vez a Portuguesa, e o time da casa acabou ampliando, com Cristiano, aos 21. A partir daí, o Oeste passou a tocar a bola. Desanimados, os jogadores da Lusa desistiram o jogo, não tinham forças para reagir.

 

Globoesporte.com

Pesquisa mostra queda em torcidas de Fla e SP; Atlético-MG ultrapassa rival

torcida_flamengoO instituto Ibope divulgou nesta quarta-feira (27), através do diário Lance!, a quinta edição de sua pesquisa para mensurar o tamanho das torcidas dos clubes do futebol brasileiro. O Flamengo se manteve como o time mais popular do país, mas viu sua participação diminuir, assim como o São Paulo. Quem teve uma forte alta foi o Atlético-MG, que ultrapassou o arquirrival Cruzeiro no ranking.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Flamengo detém 16,2% dos torcedores do país, representando 32,5 milhões de pessoas – uma queda de 1% em relação à pesquisa anterior, realizada em 2010. O Corinthians aparece em segundo lugar, com 13,6% (aumento de 0,2%) e 27,3 milhões de aficionados.

Terceiro colocado, o São Paulo viu sua torcida reduzir em 1,9% e possui 6,8% dos torcedores – 13,6 milhões de pessoas. O Palmeiras, quarto colocado com 5,3% e 10,6 milhões de aficionados, também sofreu queda de 0,7%. Completa a relação dos cinco primeiros o Vasco, com 3,6% e 7,2 milhões de torcedores (redução de 0,5%).

O clube de maior ascensão na última pesquisa foi o Atlético-MG, que teve um aumento de 0,9% e saltou da nona para a sexta colocação, com 3,5% dos torcedores (7 milhões). Com isso, o Cruzeiro caiu para o sétimo lugar com 3,1% e 6,2 milhões de aficionados (queda de 0,4%).

Grêmio e Internacional aparecem em seguida, praticamente empatados. O tricolor gaúcho é o oitavo com 3% da participação e 6 milhões de torcedores (queda de 1%). Já a equipe colorada é a nona com 2,8% e 5,6 milhões de aficionados (crescimento de 0,3%).

O Santos completa a lista dos 10 clubes mais populares do país. Apesar da queda de 0,3%, aparece com 2,4% da participação e 4,8 milhões de torcedores. Fluminense é o 11º, com 1,8% e 3,6 milhões de aficionados (alta de 0,2%). Já Botafogo e Bahia aparecem empatados em 12º com 1,7% (3,4 milhões).

O Ibope ouviu 7.005 entrevistados em todos os estados mais o Distrito Federal. A pesquisa incluiu torcedores entre 10 e 16 anos de idade e possui uma margem de erro de um ponto percentual.

UOL

Flamengo vence Botafogo, fatura a taça Guanabara e elimina o rival

flamengoO público era pequeno (9.348 pagantes), o que já é praxe no Carioca 2014. O troféu não estava presente. Não houve volta olímpica. Mesmo assim, o jogo valeu taça, mais uma, Guanabara, para a galeria do Flamengo. Com seus titulares, o Rubro-Negro mostrou sua força e venceu o Botafogo, todo reserva, por 2 a 0, na noite deste domingo, no Maracanã, com gols de Gabriel e Léo. Com duas rodadas de antecedência, o time flamenguista, com 34 pontos, não pode mais ser alcançado e é campeão do primeiro turno, eliminando o rival Alvinegro da disputa da semifinal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além de encorpar sua galeria de troféus, o Flamengo conquista importante vantagem. Jogará sempre por dois empates na fase final do Carioca, que só começará no dia 26 de março, com as semifinais. Foi a 20ª vez que o Rubro-Negro conquistou a Taça Guanabara, sendo o maior vencedor.

Para ficar com a taça neste domingo, o Fla, primeiro, contou com o tropeço do Fluminense, que empatou com o Duque de Caxias mais cedo. Depois, fez sua parte, levando a sério o clássico e escalando quase todos os titulares. Exceções foram André Santos e Elano, com dores musculares. O time dominou praticamente todo o jogo e não sofreu sustos. Na quarta, no Maracanã, às 22h, enfrentará o Bolivar, pela terceira rodada da Taça Libertadores.

– Essa conquista mostrou a força do elenco. O Botafogo se planejou da mesma forma e não venceu os jogos. Nós atuamos várias vezes com o time reserva, e vencemos a maioria das partidas – disse o goleiro Felipe após o jogo.

Gabriel Botafogo x Flamengo (Foto: Ide Gomes / Agência Estado)Gabriel comemora o primeiro gol do Flamengo no clássico (Foto: Ide Gomes / Agência Estado)

O Botafogo, por sua vez, adotou novamente a tática de poupar todos os titulares visando o torneio continental, pelo qual jogará na quarta-feira, às 19h45m, em Quito, contra o Independente del Valle. O time reserva, que derrotou o Fluminense por 3 a 0, desta vez foi muito mal, um retrato da equipe durante boa parte do estadual. O Alvinegro, que teve Airton expulso no segundo tempo, é apenas o sétimo colocado, com 16 pontos, nove atrás da Cabofriense, em quarto, e não tem mais chance de classificação.

Pelo estadual, os dois times cumprem tabela no próximo fim de semana. No sábado, às 18h30m, o Botafogo encara o Boavista, no Moacyrzão. No dia seguinte, às 16h, o Flamengo enfrenta o Bangu em Volta Redonda.

Caneta, gol e lesão

Na estreia de sua nova camisa branca, o Flamengo se impôs desde o início e controlou todo a etapa inicial. Logo no primeiro minuto, Leonardo Moura levantou a torcida com linda caneta aplicada no estreante alvinegro Zeballos. A festa foi completa aos dez, quando Gabriel recebeu de Márcio Araújo e completou boa trama do ataque com chute rasteiro, por baixo de Helton Leite, para abrir o marcador. Um começo arrasador.

Porém, embora encontrasse enorme facilidade e não desse espaços para o Botafogo, o Flamengo diminuiu o ritmo. Leonardo Moura saiu machucado aos 20, para entrada de Leo. Hernane, por duas vezes, foi acionado pelo alto, mas perdeu de cabeça as oportunidades. O Botafogo, no entanto, não conseguiu reagir. Sem saída de bola, Henrique e Zeballos pouco foram acionados. No meio, Airton, para variar, abusou das faltas. Felipe passou todo o primeiro tempo sem fazer defesa.

Airton Botafogo x Flamengo (Foto: Márcio Alves / Agência O Globo)Airton é expulso no segundo tempo do clássico (Foto: Márcio Alves / Agência O Globo)

Botafogo fica com dez

Na segunda etapa o camisa 1 rubro-negro, apesar da ligeira melhora do Botafogo, também pouco foi acionado. Para piorar, o Alvinegro ficou com dez, quando Airton foi expulso após dividida com Samir aos 21. O Flamengo prosseguiu controlando o jogo, mas sem se expor. Hernane, aos nove, perdeu a melhor chance, só que a cavadinha que encobriu Helton Leite foi salva por André Bahia quase em cima da linha.

Os treinadores ainda fizeram todas as substituições a que tinham direito, mas o panorama não se alterou. O estreante Zeballos atuou os 90 minutos, embora pouco tenha ameaçado. Deu um bom passe de calcanhar e um chute, sem perigo, para fora. No Flamengo, Paulinho, após bom tempo ausente, entrou, mas se atrapalhou nos poucos contra-ataques em que foi acionado. No fim, porém, Léo fez a torcida entoar pela primeira vez o grito de “campeão” ao ampliar aos 45, de perna esquerda.

 

Globoesporte.com

Muricy rebate técnico rival e culpa preparo físico do Tricolor por empate

são pauloO técnico Muricy Ramalho acredita que o mau condicionamento físico dos jogadores do São Paulo tenha sido o principal adversário no empate por 1 a 1 contra a Universidad Católica, nesta quinta-feira, no Morumbi, pelas oitavas da Copa Sul-Americana. O treinador confia que o time ainda pode conseguir a classificação no confronto da volta, dia 23 de outubro, em Santiago.

Na saída de campo, o técnico da equipe chilena, Martín Lasarte, disse que estava satisfeito com o resultado na capital paulista, mas que poderia ter vencido o Tricolor. Muricy não concordou e respondeu.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

– Não vi toda essa diferença. No primeiro tempo, eles deram sorte de tomar um gol só. Enquanto estávamos bem na parte física, dominamos, e eles chegaram apenas no gol. Respeito, mas não concordo. Ele deve ter visto outro jogo – afirmou.

O São Paulo começou o confronto pressionando e criando boas chances. No entanto, na etapa final, o Tricolor despencou de rendimento e quase não assustou. Para o comandante, o preparo físico do elenco, também criticado anteriormente por Paulo Autuori, deixa a desejar.

– Nosso condicionamento físico é muito ruim. Não tivemos força no segundo tempo. O time sente demais a parte física. Isso preocupa muito – ressaltou.

Com a igualdade em casa, o São Paulo precisa vencer o duelo no Chile para se classificar. Um empate por dois ou mais gols também leva o Tricolor para as quartas de final.

– (O prejuízo) é grande, mas está tudo aberto. Um gol lá nos classifica. É uma pedreira, esse time é perigoso em casa. O gol fora de casa ajuda muito o adversário, mas não tem nada decidido.

 

Globoesporte.com

Vídeo mostra execução de rival na Paraíba; seis acusados são presos durante operação no Sertão

casos-de-policiaUm vídeo que mostra o momento do assassinato de Paulo Marcos da Silva Diniz, ocorrido no final de agosto deste ano na cidade de Brejo dos Santos, Sertão paraibano, foi divulgado nesta quarta-feira (18) pela Polícia Civil, após a prisão de seis pessoas acusadas de homicídios e tráfico de drogas nas cidades de Brejo dos Santos e Catolé. Os envolvidos no crime foram presos.

As imagens mostram o homem indo ao encontro de Paulo Marcos e, logo em seguida, efetua vários disparos contra ele, que morreu na hora. O criminoso foge com o ajuda de um mototaxista, que também foi preso.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o delegado Seccional de Catolé do Rocha, Jorge Luiz, a operação ‘Amanhecer’ desencadeada pelas policias Civil e Militar iniciou na manhã desta quarta-feira (18) e cumpriu onze mandados de prisão e busca e apreensão. Oitenta e cinco policiais participaram da operação. Jorge Luiz ressaltou que as investigações foram iniciadas após uma série de homicídios e o aumento do tráfico de drogas na região.

“Fizemos um levantamento e constatamos muitas bocas de fumos em Catolé e Brejo dos Santos. Com os mandados de prisão e busca e apreensão caímos em campo e conseguimos prender seis até o momento. Alguns homicídios da região estão ligados diretamente a rixa histórica entre as famílias Oliveiras e Suassuna”, disse o delegado.

A rixa entre as famílias já teria causado a morte de mais de 90 pessoas ao logo de três décadas, conforme constam nos registros da Polícia Civil após operações realizadas desde 2011, denominadas ‘Laços de Sangue’.

Residências foram vistoriadas e drogas (cocaína, maconha e crack) e armas foram apreendidas. Os presos estão no Presídio de Catolé do Rocha. “A operação continua e vamos prender outras pessoas e apreender materiais ilícitos”, afirmou Jorge Luiz.

Confira vídeo:

Por Hyldo Pereira