Arquivo da tag: Ricardo Coutinho

Ricardo Coutinho chama Galdino, Hervázio e Ricardo Barbosa de ingratos e diz que Nonato e Rosas coagiram lideranças

O ex-governador Ricardo Coutinho comentou em entrevista na manhã desta quinta-feira (12) os fatos mais recentes sobre a crise interna no diretório estadual do PSB na Paraíba. Ele concedeu entrevista ao programa Jornal da Cultura, da rádio Cultura FM, de Guarabira, e teceu várias críticas a alguns integrantes do partido que se posicionaram contra a sua liderança na legenda. O programa é comandado pelos apresentadores Rudney Araújo, Edcarlo Monteiro, Martins Jr. e Rodrigo Souza.

Questionado sobre as recentes falas dos deputados Adriano Galdino e Ricardo Barbosa, e o secretário Hervázio Bezerra sobre a sua responsabilidade na crise interna do partido, Ricardo Coutinho conteve-se a declarar que “a ingratidão infelizmente é um sentimento meio que permanente no exercício da história da humanidade”.

Ele comentou ainda que “pessoas que, se não fosse a minha convivência e minha determinação, não teriam conseguido chegar onde chegaram. Gente que inúmeras vezes não passavam de uma suplência e com o meu auxílio, essas pessoas deixaram de ser eternos suplentes para ser titulares de mandato. Pessoas que eu escolhi para alçar no Parlamento, lugares mais altos”.

O ex-governador criticou a postura de Ricardo Barbosa ao citar que ele nunca foi a uma reunião do PSB, somente esteve em convenções, que são consideradas festas dos candidatos. Outro discurso atacado por Ricardo Coutinho foi a tese de saída do PSB com base na dissolução do diretório, como o deputado Adriano Galdino. Ricardo comentou que esta versão “é insustentável e não tem nenhuma verdade nisso”.

Ele comentou que a crise dentro do PSB não é tão grande quanto fazem parecer. “Alguns estão inflando a crise apenas para ficarem com pedaços maiores nessa estrutura chamada Governo”, declarou.

Pela primeira vez se pronunciando sobre o assunto, Ricardo afirmou que “tem muita gente jogando fogo, jogando lenha nessa fogueira e ela não é tão grande como alguns fazem parecer ser”. O ex-governador ainda revelou uma previsão de que as pessoas que estão jogando contra o partido serão reveladas em breve.

“Cairão as máscaras e as pessoas verão que era somente por interesses pessoais”, profetizou Ricardo Coutinho.

Agora na presidência da comissão provisória do PSB na Paraíba, Ricardo declarou que continua sendo um militante e permanece lutando dentro do espaço que lhe cabe. De acordo com o ex-governador, sua conduta à frente da comissão provisória terá suas características comuns. “Eu existo para somar, mas existo para somar aqueles que querem ser somados, aqueles que querem caminhar juntos na mesma direção”, explicou.

Ricardo não deixou de citar alguns integrantes do PSB que, sob seu ponto de vista, estariam trabalhando contra o próprio partido. Ele revelou que o deputado Ricardo Barbosa nunca teria comparecido a reuniões do PSB. O secretário de Esportes da Paraíba, Hervázio Bezerra, também não foi poupado das reclamações do governador.

Ainda durante a entrevista, Ricardo declarou que Nonato Bandeira e Edvaldo Rosas coagiram lideranças políticas. Para o ex-governador, “feudalizaram o Estado. Eu alertei a João sobre isso. Nonato Bandeira comandou esse processo de lotear o estado através dos deputados. E eu avisei a João e hoje tá aí ele está aí refém da maioria da Assembeia Legislativa”, resumiu.

 

clickpb

 

 

Ricardo Coutinho faz alerta sobre posturas anticivilizadoras de Bolsonaro e orienta STF a ser mais presente no debate

Uma reportagem do portal UOL, desta sexta-feira (16), trouxe uma entrevista do ex-governador da Paraíba e atual presidente da Fundação João Mangabeira, Ricardo Coutinho (PSB) em que o socialista faz um alerta sobre a postura anticivilizadora adotada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), sobretudo no trato com a região Nordeste.

Para Ricardo Coutinho, os ataques não só de palavras, mas institucionais, precisam ser mais vistos pelos outros Poderes.

“O Congresso e o STF, naturalmente, precisam ser mais presentes nesse debate. Vejo que o Executivo funciona a mil por hora, pelo menos na produção de coisas não civilizadas, e não é acompanhado pelos demais Poderes. Isso é muito perigoso”, alertou.

Intitulada ‘Preconceito de Bolsonaro com a Região Nordeste precisa ter freio’, a matéria engloba críticas do ex-governador a violência utilizada pelo chefe de Estado com o povo e as obras do Nordeste.

CONFIRA

Chefe do Executivo da Paraíba por oito anos (2011-2018), o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) criticou a “violência” usada pelo presidente Jair Bolsonaro com os governadores, com o povo e com as obras do Nordeste. O principal exemplo, diz, seria o “abandono” do governo federal à transposição do rio São Francisco. “É uma discriminação odienta. É importante que as demais instituições ponham um freio nisso e atuem na defesa da democracia”, diz.

Em entrevista ao UOL, Coutinho pediu a responsabilidade ao Congresso e ao STF (Supremo Tribunal Federal) para que vetem excessos de Bolsonaro. “O Congresso pode se afirmar mais, como fez em alguns momentos, por exemplo no decreto das armas. Ele teve boa atitude, mas não estamos vivendo momento de normalidade. Não tem nada normal no que ocorre hoje”, diz.

“Em qual época na história você viu um jornal austríaco de respeito dizendo que o Brasil elegeu um idiota? Em qual época tivemos presidente brasileiro atacando a vontade soberana de um povo, como no caso do Nordeste? As coisas estão num patamar anticivil.”

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CONTEÚDO NA ÍNTEGRA

 

PB Agora

 

 

“Armar a população não soluciona”, alerta Ricardo Coutinho

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), repercutiu nas suas redes sociais o decreto do governo federal que flexibiliza e amplia as categorias e pessoas que têm direito ao porte de armas no país.

De acordo com Coutinho, em todo o Brasil, serão 19 milhões de brasileiros que poderão andar armados.

Ele relembra entrevista recente que deu a revista Carta Capital onde fala sobre o tema e sentencia:

“Armar a população não soluciona a questão da segurança pública. Apenas terceirizamos uma questão que é papel do Estado”

 

pbagora

 

 

 

Justiça obriga portais a retirarem fake news contra Ricardo Coutinho

A farra das “fake news” anda solta na Paraíba. Os blogueiros pagos com verbas das principais prefeituras andam cascavilhando, inventando e propagando mentiras contra o ex-governador Ricardo Coutinho. Os ataques vêm do mesmo circulo de pessoas que sofrem de uma patologia chamada mitomania, pessoas compulsivas em inventar mentiras.

Nesta quarta-feira (3), Ricardo Coutinho conseguiu duas liminares no 4º juizado especial cível da Capital contra os proprietários dos sites resumopb.com.br e blogdepianco que divulgaram “fake news” de que ele teria recebido sem trabalhar o salário no mês de janeiro de 2019 no cargo de farmacêutico na Universidade Federal da Paraíba. Ricardo Coutinho é servidor público concursado e teve portaria de aposentadoria publicada no dia 1º de março deste ano, no Diário Oficial da União (DOU).

A mentira dos dois blogueiros desta vez foi que Ricardo teria recebido o mês de janeiro sem trabalhar. Mas quem informou não teve o cuidado de verificar que em janeiro, o servidor Ricardo Coutinho estava de férias e, por isso, recebeu o salário do mês e o correspondente a um terço de férias como determina a lei. Os atores do crime Thomaz Patrick Cabral e Erasmo Thomaz Almeida de Aquino esquecem que quando se tem justiça a verdade logo logo aparece, e terão que retirar a matéria imediatamente dos sites e das redes sociais, caso contrário, pagarão multa de até R$ 7 mil. Outras ações por fake news contra Ricardo Coutinho tramitam no judiciário e a sociedade espera apenas que prevaleçam a verdade e a justiça.

Aos autores da mentira resta a dignidade de cumprir a lei retirando as notícias do ar e pedir desculpas pelo total desrespeito ao cidadão Ricardo Coutinho e a seus leitores. É o que se espera para que tenham o mínimo de dignidade e credibilidade ou então, é caso de psiquiatria mesmo.

CLIQUE AQUI E VEJA A LIMINAR 

As informações são do Blog do Clóvis Gaião.

 

 

 

Nota: jurídico garante que Ricardo Coutinho não é réu em ação penal

Em nota encaminhada à imprensa na tarde desta quinta-feira (21), o advogado Sheyner Asfóra, que faz a defesa do ex-governador Ricardo Vieira Coutinho (PSB) negou que seu cliente seja réu em uma ação penal.

Nesta manhã o foi divulgado em setores da imprensa que o socialista figuraria como réu em investigação, segundo o advogado,  entre muitas inverdades, se levantava a suspeita da participação do então governador na morte do jovem Bruno Ernesto, versão essa, como já exaustivamente esclarecida nos autos, não tem nenhum fundamento, porquanto ser inverídica.

O caso voltou à tona no dia de hoje depois do processo referente à morte do ex-servidor público Bruno Ernesto Morais, de 31 anos, deixar o Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde era relatado pelo ministro Félix Fischer, e ter voltado ao Estado da Paraíba para tramitar no 2º Tribunal do Júri. A mudança gerou a divulgação de informações desencontradas dando conta de que o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), teria virado réu no processo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO PELA DEFESA DE RICARDO VIEIRA COUTINHO

Pela presente, esclareço à imprensa e ao público em geral, que o Sr. Ricardo Vieira Coutinho não figura como réu nos autos do procedimento investigatório que foi distribuído ao 2º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa/PB;

Cumpre informar, por oportuno, que o referido procedimento se originou no âmbito da Procuradoria da República na Paraíba em razão de uma representação de cunho político onde, entre muitas inverdades, se levantou a suspeita da participação do então governador na morte do jovem Bruno Ernesto, versão essa, como já exaustivamente esclarecido nos autos, não tem nenhum fundamento, porquanto ser inverídica;

Após a remessa dos autos ao Colendo Superior Tribunal de Justiça, tendo como relator o ministro Félix Fischer, o mesmo determinou o cumprimento de diligências com o fito de esclarecer os fatos, o que foi realizado pela Polícia Federal;

Dessa forma, após todo o trabalho de investigação, nada foi produzido que viesse a indicar a menor participação do Sr. Ricardo Coutinho na fatídica morte de Bruno Ernesto, não tendo, portanto, na ótica da defesa, qualquer elemento de prova a embasar uma acusação ministerial;

Registro, portanto, que Ricardo Vieira Coutinho não foi denunciado pelo Ministério Público e, portanto, não é réu nos autos do referido procedimento que a imprensa amplamente divulgou apesar de, como registra a movimentação processual mantida pelo site do TJPB, estar tramitando em segredo de justiça;

A defesa técnica reputa e lamenta, através da presente nota, as informações levianas e desencontradas que, sem a menor apuração quanto à veracidade da situação fática e processual, foram indevidamente publicadas nos portais e redes sociais com a nítida intenção de afetar a honra alheia.

João Pessoa/PB, 21 de março de 2019

SHEYNER ASFÓRA
Advogado de Ricardo Vieira Coutinho

 

 

PB Agora

 

 

Ricardo Coutinho é aprovado por 75% dos paraibanos, aponta pesquisa Consult

O governador Ricardo Coutinho (PSB) tem aprovação de 75% dos eleitores paraibanos. Os dados foram registrados através de uma pesquisa de opinião feita pela empresa Consult, sobre as eleições 2018 na Paraíba e divulgados na noite desta terça-feira (14). O relatório revela que o socialista tem alto índice de satisfação pelas duas gestões consecutivas enquanto governador da Paraíba.

Os índices ressaltam a liderança de Ricardo, que sai na frente quando o assunto é aprovação popular. Na pesquisa, os eleitores foram questionados com a seguinte pergunta: Você aprova ou desaprova o Governo de Ricardo Coutinho, para a Paraíba?.

O resultado revelou que apenas 17,35% desaprova, seguido de 7,15% indecisos.

 

clickpb

Adriano Galdino afirma que Ricardo Coutinho fica no Governo

O deputado Adriano Galdino (PSB), que respondeu nos últimos dois anos pela Secretaria de Articulação Política do Governo do Estado, disse ter convicção de que o governador Ricardo Coutinho (PSB) vai permanecer no cargo. Ele limitou-se a comentar que no período em que foi auxiliar do socialista, ele teria dado várias demonstrações de que iria responder pelo mandato até o fim.

“Foram vários os sinais. Eu, além disso, pela proximidade com o governador neste período, pude perceber isso em sua fisionomia”, disse o deputado.

Ricardo Coutinho deve anunciar em uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, 6, seu futuro político. Secretários e deputados de sua base não arriscaram palpites. A decisão do governador é tida como indefinida e dependeria da disposição da vice, Lígia Feliciano, de também deixar o governo, ideia que ela não pretenderia abraçar. As informações são do parlamentopb

 

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

“Toda decisão pode ser revista”, diz socialista sobre possibilidade de Ricardo Coutinho não disputar Senado Federal, em 2018

Cresce no jardim girassol a torcida para que o governador Ricardo Coutinho (PSB) volte atrás da decisão de não disputar uma vaga no Senado Federal, nas eleições de 2018. Dessa vez quem engrossou a torcida pela candidatura do governador na chapa majoritária encabeçada pelo secretário João Azevêdo (PSB) foi o vereador Tibério Limeira (PSB).

Em entrevista ao PB Agora, Tibério colocou em dúvida a decisão de Ricardo de permanecer no cargo até o final do mandato e ressaltou que até o dia 07 de abril o governador poderá mudar de postura.

“O governador Ricardo Coutinho já anunciou a decisão de permanecer no cargo. Mas é claro que toda decisão pode ser revista e naturalmente ele tem prazo até 07 de abril e até lá ele pode decidir se vai permanecer até o final do mandato ou não. Acho que essa é uma decisão que cabe a ele como a pessoa interessada e como líder desse processo”, disse.

Já sobre a pré-candidatura de João Azevêdo (PSB), Tibério colocou no rol das decisões irreversíveis.

“A pré-candidatura de João, que será uma candidatura no próximo ano, está mantida como representante do projeto do PSB e isso não muda mais. Acredito que a gente tenha uma boa perspectiva de vitória e acredito também que a presença do governador Ricardo Coutinho nessa chapa fortaleceria o processo, assim também como a permanência dele no Governo também fortalece o projeto. Então nos próximos três meses essas discussões vão evoluir e o PSB achará a melhor solução para esse processo a fim de vencer as eleições de 2018”, arrematou.

 

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Ricardo Coutinho entrega à ALPB projeto de lei que reduz imposto para microempresas

O governador Ricardo Coutinho assina nesta terça-feira (31) um Projeto de Lei à Assembleia Legislativa que concede benefícios fiscais para as Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes do Simples Nacional. A solenidade está prevista para às 10h, no Palácio da Redenção.

A Paraíba atualmente concede redução na base de cálculo do ICMS para empresas optantes pelo Simples Nacional com faturamento até R$ 1.260.000,00. De acordo com o projeto de lei, a partir de 1º de janeiro de 2018, esse benefício fiscal será ampliado para empresas do Simples com faturamento até R$ 1.800.000,00, beneficiando mais de 90% das empresas contribuintes de ICMS do regime diferenciado de micro e pequenas empresas.

No projeto de Lei, as microempresas que têm faturamento até R$ 360 mil serão as mais beneficiadas. As empresas com faturamento até R$ 180 mil, que atualmente têm uma redução na base de cálculo do ICMS de 60%, a partir de 1º de janeiro de 2018 passarão a ter essa redução elevada para 63,23%; enquanto as empresas com faturamento na faixa de R$ 180 mil a R$ 360 mil, que atualmente têm uma redução na base de cálculo do ICMS de 19,35%, passarão a ter essa redução elevada para 21,87%.

Mesmo em cenário de crise e de incertezas da arrecadação tributária em 2018, o governador Ricardo Coutinho decidiu ampliar benefícios fiscais para as Micros e Pequenas Empresas paraibanas optantes do Simples Nacional como uma forma de incentivar a geração de renda e a criação de empregos por meio da redução da carga tributária.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Governador Ricardo Coutinho anuncia pagamento dos servidores estaduais

O governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou, na manhã desta quarta-feira (26), em seu perfil no Twitter, as datas de pagamento do funcionalismo público estadual.

Os servidores inativos receberão na próxima sexta-feira (28) e os funcionários ativos na segunda-feira (31).

“Dias 28 e 31, sexta e segunda, pagaremos ao funcionalismo público da Paraiba. Continuamos a pagar dentro do mês trabalhado desde o início”, declarou Ricardo, na postagem.

pbagora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br