Arquivo da tag: Revelado

Jogador Thalles, revelado pelo Vasco, morre em acidente no RJ

O atacante Thalles Lima de Conceição Penha, de 24 anos, morreu, na manhã deste sábado (22), após um acidente na Avenida Almirante Pena Boto, no bairro Monjolos, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Além de Thalles, outra pessoa morreu e três ficaram feridas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu após uma batida entre duas motos, que atropelaram outras pessoas. As vítimas foram levadas para o Hospital Estadual Alberto Torres. Segundo testemunhas, o jogador estaria voltando de um baile funk na comunidade da Cerâmica.

No hospital, o pai e tios do atleta reclamaram da demora no atendimento às vítimas. “O socorro demorou muito a chegar. Chegaram a nos falar que iriam chamar um helicóptero, o que não aconteceu. Os bombeiros também demoraram demais para saírem do local do acidente até o hospital – foi coisa de uma hora, uma hora e meia. Isso nos deixa muito revoltados”, afirmou Jorge da Conceição, tio de Thales.

Jogador Thalles morreu após acidente envolvendo duas motos em São Gonçalo — Foto: Reprodução / redes sociais

Jogador Thalles morreu após acidente envolvendo duas motos em São Gonçalo — Foto: Reprodução / redes sociais

Atacante cedido à Ponte Preta

Thalles foi revelado pelo Vasco da Gama, mas atualmente estava emprestado à Ponte Preta. Em nota, o Vasco lamentou a perda do atleta.

“Ainda chocados com a notícia do acidente, lamentamos profundamente o falecimento do atacante Thales Lima de Conceição Penha. Desejamos muita força aos familiares e amigos neste momento difícil”.

O atacante começou na base do Vasco e ganhou espaço no elenco principal a partir de 2013. Em cinco temporadas pelo clube carioca, disputou 154 jogos e fez 36 gols. No ano passado, foi emprestado ao Albirex Niigata, onde marcou seis vezes em 41 partidas. Em janeiro desse ano, o atacante foi cedido à Ponte Preta.

Atacante Thalles foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado (22) — Foto: Carlos Brito / G1

Atacante Thalles foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado (22) — Foto: Carlos Brito / G1

 

G1

Foto: Rodrigo Zanotto / Estadão Conteúdo

 

Maranhão se reúne com o vice-presidente Michel Temer, mas conteúdo da conversa não é revelado

ze-maranhaoPor um instante o vice-presidente Michel Temer enxergou no senador José Maranhão – presidente estadual do PMDB, um aliado importante neste momento de crise política que envolve o Palácio do Planalto, inclusive com ameaça de “impeachment” da presidente Dilma Rousseff. Sabe-se que Temer quer reforçar a articulação política do governo, que está sob sua responsabilidade.

O encontro Temer e Maranhão aconteceu no final da tarde desta segunda (6), em Brasília. O senador paraibano não revelou o teor da conversa, mas soou como prestígio para o experiente representante da bancada da Paraíba no Senado da República. A reunião foi realizada no gabinete do vice-presidente da República.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os detalhes da conversa foram mantidos sob absoluto sígilo, sem que ninguém tenha revelado o conteúdo. Porém, vazou uma informação que caresse de confirmação: as queixas de Temer com o senador Cássio Cunha Lima, líder do do PSDB no Senado. Por outro lado, Maranhão saiu da reunião com o sorriso largo.

Maranhão é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante do parlamento nacional e por onde deverá tramitar o possível processo com pedido de impeachment da presidente e do vice.

Marcone Ferreira

Só agora revelado: atirador de elite quase mata perto de Dilma na abertura da Copa

A abertura da Copa do Mundo, no dia 12 de junho, quase foi palco de uma tragédia digna de filme. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, uma falha no esquema de segurança quase terminou na morte de um policial armado que estava próximo à tribuna onde Dilma Rousseff e outras autoridades assistiam à partida entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians.

Um atirador de elite do Grupo Especial de Resgate (GER), da Polícia Civil, teria avistado o suspeito vestido com uniforme do Grupo de Ações Táticas da Polícia Militar (Gate) em área de acesso proibido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o jornal, o sniper teria então avisado via rádio a sala de comando, que respondeu que não havia autorização para que nenhum PM estivesse no local.

Temendo que se tratasse de um criminoso disfarçado, o atirador pediu autorização para disparar, mas recebeu ordem para que esperasse.

Minutos depois, outro policial reconheceu pelas imagens de monitoramento a identidade do homem, que era, de fato, membro do Gate. O disparo foi evitado e o policial se retirou em seguida da área restrita, ainda segundo a Folha.

size_590_Dilma_Rousseff_na_abertura_da_Copa.jpg

Crise no comando

A falha de comunicação teria provocado uma crise entre as polícias Civil e Militar, que, junto com o Exército, fazem parte da equipe responsável pela segurança no estádio.

Segundo o jornal, o PM investigava uma ameça de bomba que acabou não confirmada. A Secretaria de Segurança Pública respondeu à Folha que o erro de comunicação foi rapidamente esclarecido.

O caso está sendo investigado, mas o temor de uma nova falha fez com que o protocolo de segurança fosse reforçado nos jogos seguintes no Itaquerão.

Dilma na Copa - JF DIORIO-ESTADÃO CONTEÚDO.jpg

180 Graus

 

Revelado projeto dos EUA para destruir a Música Popular Brasileira

MPBO jornalista Luis Alberto Guedes, em sua coluna no MaisPB, traz à evidência um documentário em que faz revelações impactantes e estarrecedoras sobre um provável plano norte-americano para “exterminar” a Música Popular Brasileira, por conta de questões políticas. O vídeo toma por base um livro do escritor norte-americano Neil Jackman, que trata do assunto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com depoimentos de grandes nomes da música, produtores musicais e até personagens que ajudaram a contribuir com a efetivação ‘do plano’, o documentário apresenta peças que parecem se encaixar perfeitamente em um cenário que, nos tempos atuais, deixam claro que o resultado parece ter sido alcançado.

O mais surpreendente, porém, explica o jornalista, é que nomes da “Música Popular Brasileira” são revelados, de acordo com pesquisas realizadas, como “agentes infiltrados” no país, preparados para dar andamento ao projeto de destruição.

Leia a coluna do jornalista e editor do MaisPB, Luis Alberto Guedes, clicando AQUI

MaisPB