Arquivo da tag: residências

Bando invade residências, mata duas pessoas, troca tiros com a PM e foge

Ao menos cinco homens invadiram duas residências e assassinaram duas pessoas na manhã desta sexta-feira (03), na comunidade do Torto, bairro do Baralho, em Bayeux.

De acordo com informações da Polícia Militar, os suspeitos chegaram pelo mangue e invadiram as residências. Um dos homens estava dormindo em uma rede no momento do crime.

A polícia foi acionada e chegou a alcançar os suspeitos, mas eles fugiram pela mata após uma troca de tiros.

 

Flávio Fernandes

 

 

Torre de internet cai em cima de residências após chuvas no Sertão

torre-internetUma torre de internet de mais de 40 metros de altura desabou sobre residências devido às fortes chuvas e ventos registrados na zona rural da cidade de Conceição, no Sertão do Estado, neste domingo (22).

Pelo menos duas casas foram atingidas pela torre, que chegou a destruir parte dos telhados. Apesar do susto, ninguém ficou ferido com o desabamento e foram registrados apenas danos materiais.

A empresa responsável pela torre, que é de Cajazeiras, teria informado aos moradores que se responsabilizará pelos danos e se prontificou a ajudar os prejudicados.

O distrito de Mata Grande, onde aconteceu o acidente, tem cerca de dez torres instaladas, o que preocupa a população.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

DER reúne engenheiros das Residências e exige rapidez no Programa Estrada Segura

estradaAlém das muitas obras de pavimentação e restauração de rodovias, atualmente em pleno andamento, o governador Ricardo Coutinho tem solicitado ao Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba um esforço concentrado para recuperar o mais breve possível rodovias com o Programa Estrada Segura. Para fazer uma análise do cronograma das obras, o diretor superintendente do DER, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, convocou reunião nesta quarta-feira (7), com os chefes das oito Residências Rodoviárias gestores dos contratos de manutenção e diretores do órgão.

Após fazer uma detalhada explanação sobre a necessidade de rapidez na execução dos serviços, Carlos Pereira solicitou de cada chefe de Residência Rodoviária um relatório com todas as rodovias de sua jurisdição já beneficiadas e as que ainda apresentam buracos e outras falhas para que as ações sejam realizadas dentro do cronograma traçado pela diretoria.

O programa beneficia primeiro todas as rodovias que apresentam maior número de buracos, para que o tráfego de veículos flua com maior segurança para os seus usuários, especialmente nos municípios onde o período de chuvas se aproxima, quando os estragos acontecem com maior frequência.

O dirigente do DER frisa que cada engenheiro residente tem obrigação de acompanhar e fiscalizar as obras e exigir, além de boa qualidade, um trabalho contínuo, com as equipes contratadas para execução das obras.

O superintendente Carlos Pereira disse que os serviços de manutenção contemplam todas as regiões do Estado com a utilização dos recursos da CIDE proveniente do Governo federal. Ao agradecer a presença e o empenho de todos na execução das obras, Carlos Pereira disse que o governador Ricardo Coutinho tem cobrado cada vez mais a melhoria das rodovias, solicitando que não haja interrupções.

Secom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Grupo explode banco e foge atirando contra o destacamento da PM e residências na Paraíba

Banco explodido em Itatuba
Banco explodido em Itatuba

A Polícia Militar da Paraíba registrou mais uma explosão a banco no interior do Estado. Desta vez, o alvo foi o município de Itatuba, localizado na região do Agreste da Paraíba.

De acordo com as informações da polícia, cinco homens teriam chegado a agência bancária em um Fiat Uno e praticaram o ataque durante madrugada desta quinta-feira (31). A polícia ainda chegou a trocar tiros com os bandidos, porém eles conseguiram furar todos os pneus da viatura.

Conforme ainda a polícia, os homens atiraram contra residências e o Destacamento da Polícia Militar. Eles conseguiram fugir porque grampos foram colocados nas estradas, o que impediu que outras viaturas, solicitadas pelo Destacamento de municípios vizinhos, seguissem na captura dos bandidos porque todas tiveram os pneus furados.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os policiais continuam efetuando diligências nos município de Fagundes e Aroeiras, mas até o momento ninguém foi preso.

 

PortalCorreio

Agente de saúde que atua em residências receberá insalubridade

juizIndependentemente do local em que o profissional de saúde exerça sua função, a ele deve ser deferido o adicional de insalubridade. Foi com esse entendimento que a Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o direito de uma agente comunitária de saúde de receber o adicional, ainda que trabalhe na residência dos pacientes, e não em estabelecimentos destinados especificamente aos cuidados com a saúde humana.

“O risco está em todos os locais em que há contato com vírus e bactérias”, disse o relator do recurso de revista, ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho. Segundo ele, se o contato ocorre em atendimento domiciliar, quando o agente comunitário atua no tratamento, reabilitação e manutenção da saúde dos pacientes, ali existe a possibilidade de contágio devido ao contato com agentes biológicos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Exemplo disso são os procedimentos de tratamento, reabilitação e manutenção de portadores de hanseníase ou tuberculose, que recebem visitas periódicas dos agentes de saúde em casa para administração de medicamentos e acompanhamento, e o atendimento pré-hospitalar móvel. “Saúde é alvo de tratamento em diversas outras situações que não poderiam ser desprestigiadas unicamente por não serem desenvolvidas no ambiente hospitalar”, ressaltou.

Processo

O pedido da trabalhadora contratada pelo Município de Araioses (MA) foi deferido na primeira instância, após o laudo pericial constatar que a agente comunitária de saúde fazia jus ao pagamento do adicional de insalubridade em grau médio, na base de 20%. Porém, após recurso do empregador, o Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (MA) excluiu o adicional da condenação.

A fundamentação foi de que, como a agente realizava seu trabalho na comunidade, o adicional era indevido. Para seu pagamento, segundo o TRT, o Anexo 14 da Norma Regulamentadora 15 do Ministério do Trabalho e Emprego estabeleceria, que as atividades que envolvam agentes biológicos deveriam ocorrer em locais tais como “hospitais, serviços de emergência, enfermarias, ambulatórios, postos de vacinação e outros estabelecimentos destinados aos cuidados da saúde humana”.

Contra essa decisão, a trabalhadora recorreu ao TST. Ao julgar o caso, a Sétima Turma proveu o recurso, reconhecendo-lhe o direito e reformando o acórdão regional. De acordo com o ministro Vieira de Mello, a função desempenhada pela autora a coloca em contato com vários tipos de doenças, inclusive as infectocontagiosas, pois o trabalho prestado em visitas periódicas às pessoas em suas residências envolve conversas e administração de medicamentos, expondo-a a risco.

Quanto ao Anexo 14 da NR 15, o relator entende que a norma considera praticantes de atividades insalubres as pessoas em contato com pacientes em hospitais, serviços de emergência, enfermarias, ambulatórios, postos de vacinação e qualquer outro lugar destinado ao cuidado da pessoa, “o que inclui sua residência”.

(Lourdes Tavares/CF)

Processo: RR – 44800-78.2009.5.16.0018

 

 

Após chuvas, bombeiros recebem 89 chamados para retirar abelhas de residências no Sertão

abelhasO 4º Batalhão de Bombeiro Militar, com sede em Patos, no Sertão do estado, a 320 quilômetros de João Pessoa, registrou somente nos três primeiros meses deste ano, 86 chamados para retirada de enxames de abelhas em áreas urbanas. Para se ter ideia do aumento no número de casos, basta analisar os registros do ano passado que contabilizaram 119 chamados durante os 12 meses de 2013.

De acordo com o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, Major Saulo Laurentino, o número maior de ocorrência aconteceu no mês de março, com 57 registros, mês em que houve registros significativos de chuvas na região de Patos. Os animais foram afugentados pelo desmatamento e, forçados a procurarem abrigo, acabam indo para áreas residenciais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os locais onde os bombeiros receberam mais chamados foram edifícios residenciais, casas e igrejas. Mas elas podem procurar abrigo em qualquer lugar que encontre condições favoráveis para a construção do enxame.

Apesar do número alto de ocorrências, não foram registradas vítimas mais graves que necessitassem ser hospitalizadas. Ele informou que os casos de morte por picadas de abelhas acontecem quando a vítima é alérgica, mas não descartou situações que vitimem pessoas não alérgicas.

O militar explicou que esses insetos mudam de lugar com objetivos de reprodução ou quando encontram situações adversas no lugar onde estão. Ele acredita que as chuvas podem ter motivado um aumento no número de chamados para retiradas de enxames de áreas residenciais.

As abelhas mais comuns no Sertão são as africanas. No caso delas invadirem espaços domésticos ou sociais, major Saulo recomendou que as pessoas não as afugente. “Não se deve tocá-las, nem tão pouco atacá-las. Ao notar presença de enxame, deve-se entrar em contato com o Corpo de Bombeiros através do telefone gratuito 193”, disse.

Major Saulo contou que geralmente elas voam em grupos e houve casos em que uma família não conseguiu entrar em casa e sabiamente chamou os bombeiros para a retirada dos animais. “É importante lembrar que devemos manter uma distância segura de no mínimo 15 metros dos enxames e evitar usar roupas escuras e perfumes, cremes ou loções com cheiro forte, porque isso atrai as abelhas”, informou.

Outra coisa que atrai é quando uma delas é esmagada, portanto o militar orientou a não fazer isso porque a pessoa pode sofrer ataque das demais.

Acidentes

Os motoristas também têm sido alvo de ataque de abelhas. Pelo menos dois deles estiveram entre as vítimas que foram atacados enquanto dirigiam nas estradas.  Por isso, a recomendação é para que os motoristas se protejam de ataques transitando com os vidros fechados ou pelo menos com abertura mínima. Major Saulo recomendou os motoqueiros usem jaquetas e viseiras e uma proteção no pescoço.

O Corpo de Bombeiros já registrou casos em que elas provocaram acidentes com morte nas estradas. O militar contou que em há cerca de três anos, no município de Cajazeiras, também no Sertão, um motorista foi atacado e no momento em que tentava se desvencilhar das abelhas, perdeu o controle do veículo e bateu em uma motocicleta que vinha em sentido contrário na estrada. No acidente, o motoqueiro acabou morrendo e o motorista e os bombeiros que tentavam socorrê-lo tiveram que ser hospitalizado.

O horário propício para o trabalho dos bombeiros em ocorrências com abelhas é à noite porque é o horário que elas não se dispersam. Major Saulo explicou que durante o dia, elas se espalham e a interferência do Corpo de Bombeiros só acontece quando o caso é de ataque mesmo, como os que acontecem nas estradas.

Ele revelou que houve casos em que as abelhas estariam só de passagem, ou seja, chegam em determinado lugar, se instalam momentaneamente e quando a equipe de bombeiros agenda a retirada do enxame à noite, elas têm ido embora.

 

 

portalcorreio

Operação conjunta da PM/RN e PM/PB prendem ladrão de residências de Nova Cruz/RN em Dona Inês/PB

preso1Uma operação conjunta das Polícias Militar da Paraíba e do Rio Grande do Norte Prenderam na noite desta segunda-feira 24 de fevereiro de 2014 o maior ladrão de residências da cidade de Nova Cruz no Agreste potiguar.

A prisão deu-se por volta das 19h00min horas na cidade de Dona Inês no Curimataú paraibano, o Tenente Josivan e o soldado Ludyvik da PM RN relataram o Conexaonoticias que desde ontem 23 de fevereiro de 2014 vinham fazendo diligências para prender o Meliante Jose Carlo Marques dos Santo Vulgo (Carlinhos) de 26 anos, a prisão se deu no Bairro nova Conquista por traz do Ginásio O Bacurau.

A reportagem colheu a informação da PM/RN que Carlinhos tinha roubado 48 residências só este ano na cidade de Nova Cruz/RN; o Meliante colocava veneno chumbinho e gasolina em pães para matar os cães nas residências que dessa forma deixava a passagem livre para cometer o delito, ainda procurava as notas fiscais dos eletros domésticos roubado para facilitar a venda como se fosse produto licito. Carlinhos tinha Mandato de prisão aberta, pois havia foragido de uma semiaberta e esta a cometer vários roubos e tinha escolhido a cidade de Dona Inês para tentar se esconder, mas mesmo assim continuava cometendo crimes furtos em Nova Cruz/RN e se escondendo em Dona Inês/PB.

Participaram da operação os Soldados Teixeira e Soldado Silva da PM/PB, Tenente Josivan e o soldado Ludwik da PM RN O serviço de Inteligência da Policia Militar do 8º BPM com duas viaturas descacterizada uma moto da PM/RN e uma Viatura da PM/PB que depois de intensa perseguição policial conseguiram acerta Calinhos com um tiro na Canela.

A ação foi comandada pelo Major Tavares, Tenente Jorgivan, Sargento Enéias, e os Soldados Guedes, Soares Marinho, Ludyvik, De Souza, lemos, Laurentino, Edinor, Joelton, Susisgines e Wadson.

Um dos Objetos preferido de Carlinhos era TV de lied grande. O meliante após de ser alvejado pela PM foi levado para o hospital de Dona Inês para os primeiro Socorros e em seguida levado pela PM/RN para Nova Cruz.

De Frene ao Hospital de Dona Inês aglomerou-se bastante populares para testemunhar e observar a movimentação e ação policial.

 

Por: Redação com Conexão Noticias por Fernando Lucio

Arrombamentos a residências aumentam e assustam moradores de João Pessoa

Aguinaldo Mota
Aguinaldo Mota

Os arrombamentos às residências têm aumentado consideravelmente em diversos bairros de João Pessoa, nos últimos dias. A constatação é do delegado Antônio Farias, da 4ª Delegacia Distrital, que tem registrado diversas ocorrências, diariamente. A Polícia Civil constatou que os objetos furtados são para alimentar o tráfico de drogas. Os moradores se dizem assustados.

Segundo o delegado, na madrugada desta terça-feira (11), dois apartamentos foram arrombados no bairro do Geisel, Zona Sul da Capital, onde os crimes vêm ocorrendo com frequência, com as famílias dentro dos imóveis. Os bandidos ainda consumiram frutas antes de sair.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O caso está sério. Os bandidos estão cada vez mais ousados. Nessa madrugada, eles arrombaram dois apartamentos, no Geisel e fugiram levando diversos equipamentos”, disse o delegado informando que as polícias Civil e Militar estão trabalhando em conjunto para elucidar os crimes.

O serviço de inteligência da Polícia Militar está fazendo o levantamento dos casos de arrombamentos e já constou que muitos dos crimes ocorrem durante o dia. Um perfil dos acusados está sendo traçado e foram detectadas algumas características semelhantes nas ações criminosos.

“Como em muitos dos arrombamentos acontecem durante o dia, os bandidos chegam em um veículo e apertam a campainha. Como o pessoal não sai, eles têm a certeza de que o imóvel está vazio e fazem o ‘rapa’ na casa. Estamos no encalço deles e vamos prendê-los em breve”, disse um policial, que preferiu não se identificar.

Um morador entrou em contato com o Portal Correio e informou que no bairro João Paulo II, área da 4ª Delegacia, os bandidos entram nas casas ao meio dia. “Os donos das residências voltam para o horário do almoço e encontram às casas arrombadas. Já estamos com medo de deixá-las sem ninguém”, disse um morador.

Para o delegado Aldrovilli Grisi, titular da Roubos e Furtos de João Pessoa, os arrombamentos têm sido praticados por usuários de drogas visando a troca dos objetos para alimentar o vício. “A gente tem percebido a maturidade de muitos dos arrombadores em virtude da cena do crime. Se alimentam e deixam rastros. Estamos investigando”.

 

Grisi disse que alguns aparatos de segurança podem inibir a invasão dos bandidos. “Instalação de câmeras, cerca elétrica, iluminação mais forte, fechar portas de varandas, podem ajudar e impedir que os arrombamentos”.

 

portalcorreio

Rádio está presente em 88% das residências e número de emissoras dobra em 10 anos

radioApesar do avanço de novas mídias e da expansão do acesso à internet, o rádio continua sendo um dos principais veículos de informação dos brasileiros. Segundo a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert),o rádio – que comemora hoje seu dia mundial – está presente em 88,1% dos domicílios do país, perdendo apenas para a televisão, que tem penetração de cerca de 97%.

O país tem aproximadamente 9,4 mil emissoras de rádio em funcionamento, incluindo emissoras comerciais AM e FM e rádios comunitárias. O número é mais que o dobro do registrado há dez anos, segundo dados do Ministério das Comunicações. Nos estados de São Paulo e Minas Gerais estão concentrados os maiores números de emissoras, com 1,4 mil e 1,3 mil, respectivamente.

O número de aparelhos de rádio convencionais passa de 200 milhões no Brasil, além de 23,9 milhões de receptores em automóveis e do acesso por aparelhos celulares, que somam  cerca de 90 milhões. Isso sem falar no acesso às emissoras pela internet, por meio de computadores e smartphones. Aproximadamente 80% das emissoras do país já transmitem sua programação pela rede mundial de computadores.

O presidente da Abert, Daniel Slaviero, destaca que o rádio está se adaptando às novas tecnologias para disputar o mercado altamente competitivo da informação e do entretenimento. “Acreditamos no futuro do rádio, não como nossos pais e avós o conheceram, mas inovador, ágil, interativo e com a mesma importância social, eficiência comunicativa e proximidade com as comunidades e os ouvintes. Aos 90 anos, não há dúvida de que o rádio está em plena reinvenção”, avalia.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o rádio faz parte da cultura dos brasileiros e não perderá espaço porque está acompanhando a evolução do setor. “Neste momento especial de transformações tecnológicas e do aparecimento de outras mídias, o rádio segue firme no nosso dia a dia porque também se transformou. Hoje é comum, corriqueiro, ouvirmos a transmissão da programação também pela internet, direto das redações das emissoras”, diz. O ministro garante que o governo trabalha para dar à radiodifusão a flexibilidade e pujança necessárias para continuar a crescer.

 

Emissoras de rádio no Brasil

Rádio FM Comunitárias Ondas Médias (AM) Ondas Tropicais Ondas Curtas FM Educativa
Outorgas 2.664 4.421 1.785 74 66 469

Fonte: Ministério das Comunicações – dezembro 2012

 

Agência Brasil

Justiça despeja famílias de residências em Pilões; nova prefeita está preocupada

A justiça determinou o despejo na manhã dessa sexta-feira (26) de 21 famílias que ocuparam as casas do Conjunto Habitacional da Repetidora em Pilões, no brejo da Paraíba.

Há cerca de 10 dias as famílias já tinham sido informadas da decisão que expirou-se hoje e daí a Polícia Militar foi enviada para manter a ordem e fazer cumprir a determinação judicial.

As 21 casas ainda estavam em fase de conclusão quando as famílias ocuparam as residências e estão sendo construídas pela Prefeitura de Pilões em parceria com o Governo Federal dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida.

A Prefeita eleita de Pilões, Adriana Andrade a cerca de 8 dias durante entrevista ao Expresso PB, disse da sua preocupação com aquelas famílias. Segundo Adriana, assim que foi eleita a mesma se reunião com as famílias e garantiu que ajudaria as famílias ao serem removidas daquela localidade. “A gente tem com certeza uma questão que a gente já firmou o compromisso  que é o caso do Conjunto Habitacional que não foram terminadas as casas e que foi invadido e já fizemos uma reunião com o pessoal que invadiram por não terem casas nem condições de pagarem aluguel e das 21  apenas 4 estão na lista dos inscritos, afirmou a Prefeita.

Ainda sobre o assunto a nova Prefeita afirmou que a situação não poderia ficar pra depois. “A gente já está pensando numa medida imediata, eu não tenho como fazer casas pra essas famílias diretamente, mas a prefeitura vai arrumar uma forma de colocar essas pessoas em casas e se for o caso pagar o aluguel, até a gente conseguir um conjunto habitacional.”, concluiu a Prefeita.


Da Redação 
Do Expresso PB/Foto: Portal Mídia