Arquivo da tag: Renovação

Renovação de CNH exigirá teste toxicológico

cnhUma nova resolução, que deveria ter começo a partir da última quinta-feira (30 de abril), foi adiada para o dia 3 de Junho de 2015. Baseadas nas resoluções 517/2015 e 460/2013, a nova resolução do CONTRAM torna obrigatória a realização de exame toxicológico para renovação da CNH. Vale salientar que somente para carteiras de habilitação das categorias C, D e E,

O objetivo do exame é descobrir se o condutor fez uso de drogas ou substâncias proibidas nos últimos 90 dias. Através de um pedaço de unha, pelo ou fio de cabelo, é possível saber se o motorista utilizou maconha, cocaína, opiáceos, ecstasy, anfetamina, metanfetaminas (rebite) e todos os derivados desses, incluindo morfina e crack.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O exame será por conta do motorista e deverá ser entregue no ato de renovação ou obtenção de CNH. O laboratório será indicado pelo Detran local. A validade do laudo é de 30 dias e a não realização do exame tornará o condutor ou candidato a motorista inabilitado ou inapto.

 

 

clickpb

MEC adia para 29 de maio o prazo de renovação de contratos do Fies

sisfiesO Ministério da Educação decidiu, nesta quinta-feira (23), prorrogar o prazo para que estudantes com contratos já vigentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) possam renovar os contratos de financiamento. Segundo a assessoria de imprensa do MEC, o novo prazo para estes estudantes concluírem a renovação semestral agora vai até 29 de maio.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa, os estudantes que querem pedir um novo contrato de financiamento terão o prazo inicial mantido para a quinta-feira da próxima semana, dia 30 de abril.

De acordo com a pasta, até a tarde desta quinta-feira cerca de 1,6 milhão do total de 1,9 milhão de contratos vigentes já tinham sido aditados, e 242 mil novos contratos tinham sido feitos pelo site do Fies.

Diário Oficial
A portaria que oficializa a mudança será publicada na edição desta sexta-feira (24) do “Diário Oficial da União”. Ela será assinada por Antonio Idilvan de Lima Alencar, presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Em nota divulgada pelo ministério, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou que “o MEC tomou essa decisão, em conjunto com o FNDE, para dar mais segurança e tranquilidade aos estudantes que ainda buscam aditar seus contratos no sistema”.

Segundo a portaria, além do aditamento de contrato, os estudantes que já têm contrato do Fies vigente desde 2014 ou anos anteriores também têm até 29 de maio para solicitar a transferência integral do curso ou da instituição de ensino, para solicitar a dilatação do prazo de utilização do financiamento, e para solicitar o aditamento da suspensão temporária do financiamento.

Ministro pede calma
Na manhã desta quinta, o ministro afirmou, durante o programa de rádio “Bom Dia Ministro”, que a prioridade do programa é com o estudante, e por isso  “todos os contratos do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) serão renovados” e ressaltou que os alunos “tenham calma e fiquem tranquilos”.

Renato Janine Ribeiro, ministro da Educação, durante o programa 'Bom Dia Ministro' (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)O ministro Janine Ribeiro durante o programa ‘Bom
Dia Ministro’ (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Nota mínima no Enem
Desde 30 de março, com a entrada das novas regras do Fies, para fazer a inscrição, o estudante deverá ter nota mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio e não ter tirado nota zero na redação.

Limite de reajuste
O Ministério da Educação conseguiu na Justiça derrubar as liminares que suspendiam as novas regras do Fies. Com isso, as instituições particulares de ensino superior não podem aumentar as mensalidades acima do teto de 6,4%.

Janine Ribeiro destacou, no programa de rádio, que, “no caso de haver discrepâncias quanto ao valor que a instituição quer cobrar, isto é, se a instituição quer cobrar acima do teto de 6,4%, o MEC vai discutir com a instituição, mas vai renovar a parte do aluno”.

“O aluno pode ficar tranquilo porque todas as renovações serão asseguradas”, disse o ministro.

A PUC de Campinas avisou aos alunos interessados que eles não vão receber o benefício do Fies porque optou por reajustar a mensalidade em 9%, acima do teto determinado pelo governo.

O Fies permite ao estudante cursar uma graduação em uma instituição particular e, depois de formado, pagar as mensalidades a uma taxa de juros de 3,4% ao ano. O aluno só começa pagar após 18 meses de concluído o curso.

 

G1

Alunos podem ficar ‘tranquilos’ com a renovação do Fies, diz ministro

renatoO ministro da Educação Renato Janine Ribeiro disse nesta quinta-feira (23) durante o programa de rádio “Bom Dia Ministro” que “todos os contratos do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) serão renovados” e ressaltou que os alunos “tenham calma e fiquem tranquilos”. Ele afirmou que, se necessário, o prazo final para as inscrições, que termina daqui a uma semana, no dia 30, poderá ser estendido. Os estudantes devem fazer a inscrição no site do Fies.

No último balanço divulgado pelo MEC, nesta quarta-feira (22), dos 1,9 milhão de contratos ativos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), 296 mil ainda precisam ser renovados. Além disso, 264 mil novos contratos já foram feitos para estudantes que solicitaram o financiamento estudantil pela primeira vez este ano.

Janine Ribeiro destacou ainda que “no caso de haver discrepâncias quanto ao valor que a instituição quer cobrar, isto é, se a instituição quer cobrar acima do teto de 6,4%, o MEC vai discutir com a instituição, mas vai renovar a parte do aluno”. “O aluno pode ficar tranquilo porque todas as renovações serão asseguradas”, disse o ministro.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Prorrogação do prazo
Sobre as chances de o prazo ser estendido, Janine Ribeiro disse que o MEC está observando que a cada dia aumenta o número de renovações de contratos e de novos contratos. “Estamos monitorando. Se houver qualquer problema em ampliar o prazo, porque nossa prioridade é com o estudante.”

Sobre os problemas que muitos alunos encontram para fazer a inscrição no site, Janine Ribeiro afirmou: “Nós estamos trabalhando para assegurar que o sistema funcione, esse problema às vezes é físico, é do sistema, tem muita demanda, então o que pedimos é só que não fique tentando insistentemente o tempo todo, que dê uma pausa entre uma tentativa e outra, porque se sobrecarrega pode haver problemas”. Ele destacou que quem tiver dúvidas pode ligar no serviço de atendimento do MEC no telefone 0800 61 61 61.

Novas regras

Desde 30 de março, com a entrada das novas regras do Fies, para fazer a inscrição, o estudante deverá ter nota mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio e não ter tirado nota zero na redação.

O Ministério da Educação conseguiu na Justiça derrubar as liminares que suspendiam as novas regras do Fies. Com isso, as instituições particulares de ensino superior não podem aumentar as mensalidades acima do teto de 6,4%.

A PUC de Campinas avisou aos alunos interessados que eles não vão receber o benefício do Fies porque optou por reajustar a mensalidade em 9%, acima do teto determinado pelo governo.

“O MEC negocia com muita atenção, sobretudo porque quem vai pagar isso um dia será o aluno”, disse o ministro em relação à PUC de Campinas. “Quer dizer, o aluno recebe não uma bolsa, mas um empréstimo que ele terá que devolver. Então seria muito mais fácil o MEC, digamos, aceitar todos os reajustes e deixar uma conta muito mais volumosa para o estudante um dia ressarcir. Agora, as instituições são livres para permanecer ou não no Fies.O que o MEC garante é que os contratos em vigor serão renovados. Se uma instituição não quiser firmar novos contratos, é direito dela.”

O Fies permite ao estudante cursar uma graduação em uma instituição particular e, depois de formado, pagar as mensalidades a uma taxa de juros de 3,4% ao ano. O aluno só começa pagar após 18 meses de concluído o curso.

 

 

G1

FNDE fixa novas datas para renovação de contratos do Fies

FNDEO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) fixou novas datas para a renovação semestral dos contratos de estudantes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os prazos variam de acordo com o período em que o contrato foi firmado.

Para os contratos formalizados em 2010, o prazo vai até o dia 15 de maio. Já os contratos referentes ao primeiro e segundo semestres de 2011, 2012 e 2013 têm até o dia 31 de maio para fazer o pedido no sistema. Os prazos valem para renovação, suspensão, transferência, dilatação ou encerramento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os pedidos de renovação, transferência e dilatação referentes aos contratos do primeiro semestre de 2014 também podem ser requeridos no sistema até 31 de maio. A suspensão e o encerramento desses contratos podem ser feitos até o dia 15 de maio.

Os estudantes devem fazer o aditamento de contrato online pelo Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

O Fies é destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores privados, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. O programa oferece cobertura de 50% a 100% do valor da mensalidade e juros de 3,4% ao ano. O contratante só começa a quitar o financiamento 18 meses depois de formado. O número de contratos formalizados desde 2010 já passa de  1,1 milhão.

 

Agencia Brasil

Papa Bento XVI abençoa fiéis e pede novamente renovação da Igreja

O Papa Bento XVI apareceu na janela de seus aposentos no Vaticano para abençoar os milhares de fiéis que se reuniram na manhã deste domingo (17) na Praça São Pedro, durante sua primeira bênção dominical do Ângelus desde o anúncio de sua renúncia – e a penúltima antes de sua saída, marcada para o dia 28 de fevereiro.

Bento XVI convocou a Igreja e todos os seus membros a se “renovarem” e “se reorientarem em direção a Deus, rejeitando o orgulho e o egoísmo”.

“A Igreja convoca todos os seus membros a se renovarem (…), o que envolve uma luta, um combate espiritual, porque o espírito do mal quer nos desviar do caminho em direção a Deus”, afirmou Bento XVI para a multidão na Praça São Pedro.

Falando em espanhol, o Papa disse: “Peço que vocês continuem rezando por mim e pelo próximo Papa”. Ele também agradeceu pelas “orações e suporte que foram demonstrados” pelos fiéis.

O pontífice fez votos para que neste tempo de Quaresma a “contemplação da paixão, morte e ressurreição de Cristo nos ajude a segui-lo mais de perto”.

A tradicional oração do Ângelus normalmente atrai poucos milhares de peregrinos e turistas. Entretanto, neste domingo, o caráter histórico deve aumentar o número para 150 mil pessoas, segundo a Associated Press. Moradores de diversas cidades da Itália e da Europa viajaram até o Vaticano para presenciar a benção.

Papa abençoa multidão reunida na Praça São Pedro em seu penúltimo ângelus como pontífice (Foto: Gabriel Bouys/AFP)Papa abençoa multidão reunida na Praça São Pedro em seu penúltimo ângelus como pontífice (Foto: Gabriel Bouys/AFP)
Fiéis lotam a Praça São Pedro, no Vaticano, para o penúltimo Ângelus do Papa Bento XVI (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)Fiéis lotam a Praça São Pedro, no Vaticano, para o penúltimo Ângelus do Papa Bento XVI (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)
São esperadas mais de 150 mil pessoas no Vaticano neste domingo (17) (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)São esperadas mais de 150 mil pessoas no Vaticano neste domingo (17) (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)

Após a aparição de Bento XVI, a multidão na Praça São Pedro gritou “Longa vida ao Papa”. Esta é uma das últimas aparições públicas de Bento XVI enquanto pontífice.

Para atender os fiéis, cidade de Roma colocou mais trens e ônibus em circulação para atender os fiéis, e está oferecendo transporte gratuito para idosos e deficientes. Chá quente gratuito também está sendo preparado para ajudar a combater o frio desta época do ano.

Às 18h deste domingo no horário de Roma (14h de Brasília) o Papa irá se retirar para a realização de exercícios espirituais que devem durar toda a semana – algo que já estava previsto para o período da Quaresma.

Sucessão
O Vaticano disse neste sábado (16) que o conclave que escolherá o sucessor do papa Bento XVI poderá começar antes de 15 de março se houver quórum de cardeais suficiente em Roma.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, afirmou que as regras da Igreja definem que a data dos conclaves pode ser “interpretada” diferentemente desta vez, já que se trata de uma circunstância extraordinária, após a histórica renúncia de Bento XVI.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele afirmou anteriormente que o conclave começaria entre 15 e 20 de março, de acordo com as regras existentes. Mas neste sábado (16), disse que os acontecimentos podem ocorrer mais rapidamente, já que a Igreja está lidando com uma renúncia anunciada previamente, e não com uma súbita morte do pontífice.

O tema está sendo debatido pelos próprios cardeais e “é possível que nossas autoridades submetam à votação este tema no mesmo dia em que começar a ‘sede vacante'”, disse.

Os cardeais estão “profundamente afetados” após a decisão de renunciar de Bento XVI e tentam “focar o alcance e o significado deste gesto”, acrescentou o porta-voz do Vaticano.

No total, 117 cardeais terão direito a voto (por terem menos de 80 anos) no conclave que elegerá, dentro da Capela Sistina, o novo Papa com uma maioria de dois terços.

O conclave que escolherá o sucessor de Bento XVI terá a participação de cinco cardeais brasileiros com direito a voto e que podem ser eleitos pontífices.

O arcebispo emérito de São Paulo, dom Claudio Hummes, terá 78 anos quando começar o processo de escolha do novo papa, marcado para a segunda metade de março. Ele será acompanhado do atual presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno, que completa (completou) 76 anos em 15 de fevereiro e também é arcebispo de Aparecida.

Os outros três brasileiros no conclave são o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, no Vaticano, dom João Braz de Aviz, 65; o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer, 63; e o arcebispo de Salvador e ex-presidente da CNBB, dom Geraldo Majella Agnelo, que completará 80 anos em outubro.

 

 

G1

Em reunião com clero, Bento XVI pede ‘verdadeira renovação’ da Igreja

O Papa Bento XVI pediu nesta quinta-feira (14) uma “verdadeira renovação” da Igreja Católica, durante encontro com sacerdotes da Diocese de Roma.

A reunião já prevista, mas ela teve seu significado ampliado, já que será a última vez que se reúne com eles antes de renunciar ao pontificado, o que deve ocorrer em 28 de fevereiro.

“Temos que trabalhar para que se realize verdadeiramente o Concílio Vaticano II e se renove a Igreja”, disse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os bispos auxiliares da diocese e as centenas de sacerdotes receberam o papa alemão com aplausos, vivas e outras demonstrações de carinho.

O papa entrou apoiado em um bastão, enquanto os aplausos se mesclavam com o canto ‘Tu sei Petrus’ (Tu és Pedro).

Bento XVI respondeu com um largo sorriso e dando várias vezes obrigado pelas mostras de carinho.

Bem humorado, ele contou piadas e falou sobre episódios de seu passado.

O Papa Bento XVI deixa a Sala Paulo VI, no Vaticano, nesta quinta-feira (14), após encontro com sacerdotes da Diocese de Roma (Foto: AFP)O Papa Bento XVI deixa a Sala Paulo VI, no Vaticano, nesta quinta-feira (14), após encontro com sacerdotes da Diocese de Roma (Foto: AFP)

‘Divisões’ da Igreja
Na véspera, durante a Missa de Quarta-Feira de Cinzas, o Papa afirmou que a Igreja “está desfigurada” pela “divisões em seu corpo eclesiástico”.

“A qualidade e a verdade da relação com Deus é o que certifica a autenticidade de todos os sinais religiosos”, disse o pontífice no sermão.

Depois, ele denunciou a “hipocrisia religiosa, o comportamento dos que querem aparentar, as atitudes que buscam os aplausos e a aprovação”.

‘Pelo bem da Igreja’
Mais cedo, na primeira fala em público desde que anunciou sua renúncia, ele disse que tomou a decisão de abandonar o pontificado “em plena liberdade, pelo bem da Igreja”.

Bento XVI disse que “orou arduamente e examinou sua consciência” antes de tomar a decisão.

O pontífice alemão, de 85 anos, reiterou que está consciente da gravidade da decisão, mas também que está consciente da diminuição de suas forças espirituais e físicas.

Ele disse ter certeza que a Igreja iria sustentá-lo com orações e que Cristo continuará sendo seu guia.

Na audiência, o Pontífice recebeu no Vaticano mais de 3.500 fiéis e peregrinos para a sua catequese e fez a saudação em várias línguas, entre as quais o português, falando sobre o período da Quaresma. Ele agradeceu à presença de fiéis, citando literalmente as cidades de Curitiba e Porto Alegre. 

Na terça-feira, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que o Papa Bento XVI está usando um marcapasso cardíaco “há algum tempo”, mas que seu estado de saúde é bom e que ele estava “lúcido e sereno” quando tomou a histórica decisão de encerrar precocemente seu pontificado.

Renúncia histórica
Bento XVI anunciou a renúncia pessoalmente, falando em latim, durante um encontro de cardeais no Vaticano, na segunda-feira. O conclave de cardeais deve escolher o novo Papa até a Páscoa, prevê o Vaticano.

O padre Lombardi disse que as baterias do marcapasso foram trocadas há três meses, em uma intervenção pequena, mas que isso não influiu na decisão da renúncia papal.

“Isso não influiu na decisão, as razões estavam na sua percepção de que sua força tinha diminuído com a idade avançada”, disse.

A informação sobre o marcapasso papal, que não era de conhecimento público, havia sido adiantada pelo jornal italiano “Il Sole 24 Ore”, que afirmou que o papa usava o artefato havia dez anos.

Lombardi também confirmou informação dada na véspera, de que Bento XVI vai manter a agenda de trabalho até dia 28, quando vai renunciar.

Isso inclui uma audiência com o presidente da Guatemala, Otto Pérez Molina, no próximo sábado (16).

A última audiência pública do papa, no dia 27, será na Praça de São Pedro, no Vaticano, para permitir que os fiéis possam assisti-la e se despedir do Papa.

O porta-voz também reafirmou que Bento XVI não vai interferir na escolha de seu sucessor, deixando os cardeais livres para decidirem. Federico disse que, após a renúncia, Bento XVI não terá nenhum papel na chefia da Igreja Católica.

Renúncia
O surpreendente discurso da renúncia, a primeira de um papa em séculos, foi feito entre as 11h30 e 11h40 locais (8h30 e 8h40 do horário brasileiro de verão), segundo o Vaticano.

A Santa Sé anunciou que o papado, exercido pelo teólogo alemão desde 2005, vai ficar vago até que o sucessor seja escolhido, o que se espera que ocorra “o mais rápido possível” e até a Páscoa, segundo o porta-voz Federico Lombardi.

Em comunicado, Bento XVI, que tem 85 anos, afirmou que vai deixar a liderança da Igreja Católica Apostólica Romana devido à idade avançada, por “não ter mais forças” para exercer as obrigações do cargo.

O Vaticano negou que uma doença tenha sido o motívo da renúncia.

O pontífice afirmou que está “totalmente consciente” da gravidade de seu gesto.

“Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com total liberdade declaro que renuncio ao ministério como Bispo de Roma, sucessor de São Pedro”, disse Joseph Ratzinger.

Na véspera, Bento XVI escreveu em sua conta no Twitter: “Devemos confiar no maravilhoso poder da misericórdia de Deus. Somos todos pecadores, mas Sua graça nos transforma e renova”.

Sucessor de João Paulo II, Bento XVI havia assumido o papado em 19 de abril de 2005, com 78 anos.

Pessoas se reúnem em frente a cúpula de São Pedro, no Vaticano, depois que o papa Bento XVI anunciou que vai renunciar ao cargo. (Foto: Filippo Monteforte / AFP Photo)Pessoas se reúnem em frente a cúpula de São Pedro, no Vaticano, depois que o papa Bento XVI anunciou que vai renunciar ao cargo. (Foto: Filippo Monteforte / AFP Photo)

O Vaticano afirmou que a renúncia vai se formalizar às 20h locais de 28 de fevereiro (17h do horário brasileiro de verão), uma quinta-feira.

Até lá, o Papa estará “totalmente encarregado” dos assuntos da igreja e irá cumprir os compromissos já agendados, segundo a Santa Sé.

O Papa Bento XVI lê nesta segunda-feira (11) o anúncio de sua renúncia, durante reunião de cardeais no Vaticano. A imagem foi divulgada pelo jornal ' L'Osservatore Romano', do Vaticano (Foto: AP)O Papa Bento XVI lê nesta segunda-feira (11) o anúncio de sua renúncia, durante reunião de cardeais no Vaticano. A imagem foi divulgada pelo jornal ‘ L’Osservatore Romano’, do Vaticano (Foto: AP)

O novo Papa será escolhido pelo conclave de cardeais, como de costume.

Decisão surpreendente
O porta-voz do Vaticano disse que a decisão do Papa surpreendeu a todos do seu círculo mais próximo.

arte veja trajtetória do papa versao 2 (Foto: 1)

Lombardi afirmou que, após a renúncia, Bento XVI vai à residência papal de verão, em Castel Gandolfo, próximo a Roma, e depois irá morar em um mosteiro dentro do Vaticano, que vai ser reformado para recebê-lo.

Lombardi também disse que Bento XVI não vai participar do conclave.

O porta-voz afirmou que Bento XVI mostrou “grande coragem” no seu gesto e descartou que uma depressão tenha sido o motivo da renúncia.

Lombardi também descartou que Bento XVI vá interferir no papado de seu sucessor.

Aparência frágil
Nos últimos meses, o Papa parecia cada vez mais frágil em suas aparições públicas, muitas vezes precisando de ajuda para caminhar.

Em seu livro de entrevistas publicado em 2010, Bento XVI já havia falado sobre a possibilidade de renunciar caso não tivesse condições de continuar no cargo.

Georg Ratzinger, irmão do Papa, afirmou à France Presse que o pontífice já planejava a renúncia havia alguns meses.

O diretor do jornal do Vaticano, o ‘L’Osservatore Romano’, Giovanni Maria Vian, disse que a decisão foi tomada há quase um ano.

Crises no pontificado
Bento XVI, ou Joseph Ratzinger, foi eleito para suceder João Paulo II, um dos pontífices mais populares da história.

Ele foi escolhido em 19 de abril de 2005, quando tinha 78 anos, 20 anos mais idoso do que seu predecessor quando foi eleito.

O papado do conservador alemão foi marcado por algumas crises, com várias denúncias de abuso sexual de crianças e adolescentes e acobertamento por parte do clero católico em vários países, que abalou a igreja, por um discurso que desagradou aos muçulmanos e também por um escândalo envolvendo o vazamento de documentos privados por intermédio de seu mordomo pessoal, o chamado “VatiLeaks”, que revelou os bastidores da luta interna pelo poder na Santa Sé.

Os escândalos de pedofilia o levaram, em várias ocasiões, a expressar um pedido de perdão público às vítimas e parentes e a reconhecer, durante sua viagem a Portugal, em maio de 2010, que a maior perseguição que sofria a Igreja não vinha de seus “inimigos externos” e sim de seus “próprios pecados”. Na ocasião, ele prometeu que os culpados responderiam “ante Deus e a justiça ordinária” pelos crimes.

Como Papa, Bento XVI tomou medidas que confirmaram o seu perfil conservador, como autorizar a missa em latim, em setembro de 2007.

Em janeiro de 2009, ele suspendeu a excomunhão de quatro bispos integristas do movimento ultraconservador de Marcel Lefebvre, entre eles o britânico Richard Williamson, que nega a existência do Holocausto nazista.

Em duas ocasiões, Bento XVI visitou a América Latina.

A primeira em maio de 2007, para assistir à assembleia geral da Conferência Episcopal da América Latina e do Caribe (Celam), celebrada na cidade de Aparecida, São Paulo.

Nessa ocasião, ele negou que a religião católica tivesse sido imposta pela força aos povos americanos, o que lhe valeu duras críticas de religiosos e laicos que recordaram as atrocidades cometidas pelos conquistadores da América em nome da fé.

Ele também canonizou Frei Galvão, primeiro santo brasileiro.

Em março de 2012, ele visitou o México e Cuba, onde defendeu a liberdade e os direitos da Igreja e recordou a primeira e histórica visita de João Paulo II à ilha comunista em 1998.

Nas questões morais, ele se manteve inflexível como seu antecessor.

Em nome da defesa da vida, Bento XVI manteve a condenação do aborto, da manipulação genética, da eutanásia e do casamento gay.

Segundo ele, o cristianismo só é crível se for exigente. Bento XVI prefere uma Igreja minoritária e convencida a uma grande comunidade de fé vaga.

Livros e encíclicas
Entre 2007 e 2012, o papa teólogo publicou três livros sobre a vida de Jesus, a partir de dados fundamentais oferecidos nos Evangelhos e em outros escritos do Novo Testamento.

Neles, reflete sobre a figura de Jesus Cristo na qualidade de teólogo, não como sumo pontífice da Igreja Católica, um imponente exercício intelectual, que, além disso, foi um êxito internacional de vendas.

Bento XVI escreveu três encíclicas: “Deus caritas est” (Deus é caridade, 2005), sobre a caridade e o amor divino, “Spe salvi” (Salvos pela esperança, 2007), na qual faz uma autocrítica ao cristianismo moderno e analisa principalmente o pessimismo e o materialismo que sacode os europeus, e “Caritas in veritate” (Na caridade e na verdade, 2009).

O Papa era aguardado no Rio de Janeiro em julho deste ano, onde iria participar da Jornada Mundial da Juventude, que vai reunir jovens católicos do mundo inteiro.

A Arquidiocese do Rio afirmou que a renúncia do Papa não vai mudar a programação do evento.

O Vaticano vai fazer uma cerimônia de despedida para Bento XVI antes do término de seu pontificado, à qual devem comparecer fiéis de todo o mundo e autoridades “de muitos países”, disse o cardeal decano, Angelo Sodano.

Leia a íntegra do discurso em que o Papa anunciou sua renúncia:

“Caros irmãos:

Convoquei-os para este consitório, não apenas para as três canonizações, mas também para comunicar a vocês uma decisão de grande importância para a vida da Igreja. Após ter repetidamente examinado minha consciência perante Deus, eu tive certeza de que minhas forças, devido à avançada idade, não são mais apropriadas para o adequado exercício do ministério de Pedro. Eu estou bem consciente de que esse ministério, devido à sua natureza essencialmente espiritual, deve ser levado não apenas com com palavras e fatos, mas não menos com oração e sofrimento. Contudo, no mundo de hoje, sujeito a mudanças tão rápidas e abalado por questões de profunda relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e proclamar o Evangelho, é necessário tanto força da mente como do corpo, o que, nos últimos meses, se deteriorou em mim numa extensão em que eu tenho de reconhecer minha incapacidade de adequadamente cumprir o ministério a mim confiado. Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério como Bispo de Roma, sucessor de São Pedro, confiado a mim pelos cardeais em 19 de abril de 2005, pelo qual a partir de 28 de fevereiro de 2013, às 20h, a Sé de Roma, a Sé de São Pedro, vai estar vaga e um conclave para eleger o novo Sumo Pontífice terá de ser convocado por quem tem competência para isso.

Caros irmãos, agradeço sinceramente por todo o amor e trabalho com que vocês me apoiaram em meu ministério, e peço perdão por todos os meus defeitos. E agora, vamos confiar a Sagrada Igreja aos cuidados de nosso Supremo Pastor, Nosso Senhor Jesus Cristo, e implorar a sua santa mãe Maria para que ajude os cardeiais com sua solicitude maternal, para eleger um novo Sumo Pontífice. Em relação a mim, desejo também devotamente servir a Santa Igreja de Deus no futuro, através de uma vida dedicada à oração.

Vaticano, 10 de fevereiro de 2013.

BENEDICTUS PP. XVI”

O Papa Bento XVI lê nesta segunda-feira (11) o anúncio de sua renúncia, durante reunião de cardeais no Vaticano. A imagem foi divulgada pelo jornal ' L'Osservatore Romano', do Vaticano (Foto: AP)O Papa Bento XVI lê nesta segunda-feira (11) o anúncio de sua renúncia, durante reunião de cardeais no Vaticano. A imagem foi divulgada pelo jornal ‘ L’Osservatore Romano’, do Vaticano (Foto: AP)
G1

FHC diz que PSDB precisa de renovação

Diante da possível vitória do candidato do PT, Fernando Haddad, à Prefeitura de São Paulo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que o PSDB “precisa voltar a ter uma atitude muito mais próxima do que o povo está sentindo”. “Tem que estar alinhado com o futuro.”

Ao chegar para votar no Colégio Sion, em Higienópolis, em torno das 12h40, FHC disse que o PSDB, “no conjunto do Brasil, vai se sair bem melhor do que estava antes”.

Questionado sobre se José Serra foi uma boa escolha para ser o candidato do partido, disse que, “se não fosse um bom candidato, não teria ido para o segundo turno”.

Disse que Serra foi um candidato que mostrou “tenacidade”, ” energia”.

Mas admitiu que “o partido vai precisar de renovação”. “A gente tem que empurrar os novos para ir para a frente”, disse.

MENSALÃO

Sobre a hipótese de o PT ganhar a administração do maior orçamento municipal do país, disse que “o peso não é político, tem que ter cuidado para gerir esse orçamento”. FHC fez a ressalva de que Haddad é uma pessoa séria, mas “agora, depois do mensalão, todo mundo ficou de olho”.

Para FHC, “o mensalão não é uma coisa para ser analisada só eleitoralmente, se interferiu na votação.

“É uma coisa que diz respeito à conduta das pessoas. Nesse sentido, interfere. Eu não gosto pessoalmente de ficar torcendo pela condenação das pessoas, não é o meu estilo. Mas acho que o fato de o tribunal [Supremo] ter tomado a decisão de punir, espero que isso iniba muita gente a repetir.”

O ex-presidente disse que “chegou o momento de os partidos botarem a mão na consciência”, inclusive o PT.

“Não pode passar impune, que não aconteceu o mensalão. Aconteceu e envolveu a cúpula do partido. Vou colocar debaixo do tapete? Ou enfrentar essa questão? Vou considerar herói quem participou [do mensalão]?”

Folha

Missionário da Renovação Carismática de São Paulo fará pregações no Viver em Cristo

 

O missionário Evandro Nunes, da Renovação Carismática Católica de Santo Amaro, em São Paulo, será o pregador do 20º Viver em Cristo, que acontece nesse domingo, 21, das 8h às 18h, no ginásio do Clube Campestre, em Campina Grande. Evandro Nunes fará duas pregações, uma pela manhã, sobre o tema “Por minhas obras, te mostrarei a minha fé” (Tg 2, 14-18), e a segunda, à tarde, sobre o tema do Viver em Cristo deste ano, “Com a boca, proclamo a minha fé” (Rm 10,10).

No seu perfil em uma rede de relacionamentos na internet, Evandro Nunes informou que estará pela pregando pela primeira vez na Paraíba e escreveu sobre a expectativa de participar do Viver em Cristo: “meu coração já anseia por esse encontro com o céu!”. Ainda sobre o encontro promovido pela Comunidade de São Pio X, o missionário que já fez pregações em vários Estados brasileiros, disse que “a fé terá o seu lugar devolvido nos corações que estiverem neste lugar!”.

Além das pregações, o Viver em Cristo terá uma extensa programação que começa às 8h, com o Santo Terço, com o Terço dos Homens, e em seguida, acontecerá um momento de animação com Luceana Ribeiro, acompanhada pelo Ministério de Louvor e Adoração “Viver em Cristo”, antecedendo a primeira pregação. Depois de um intervalo, Luceana Ribeiro promoverá mais um momento de animação, antes da procissão, adoração e bênção com o Santíssimo Sacramento, encerrando a programação da manhã.

À tarde, a partir das 14h, Teto iniciará um momento de animação, antes da segunda pregação. A programação da 20ª edição do Viver em Cristo será encerrada com a Santa Missa celebrada pelo bispo diocesano, Dom Manoel Delson, que estará participando pela primeira vez de um evento promovido pela Comunidade de São Pio X, e concelebrada por padres de diversas paróquias.

O acesso ao local do 20º Viver em Cristo é gratuito, mas as pessoas que puderem doar alimentos não perecíveis ou fraldas descartáveis estarão colaborando com as ações sociais desenvolvidas pela Comunidade de São Pio X que beneficiam famílias carentes de bairros da cidade.

Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Massa acerta renovação com Ferrari, e anúncio será terça, diz comentarista

A maré parece, enfim, ter virado para Felipe Massa. Após encerrar o jejum de pódios no GP do Japão do último domingo, o piloto garantiu sua permanência na Ferrari em 2013, assegurou o comentarista do SporTV, Lito Cavalcanti, durante os treinos livres para o GP da Coreia do Sul deste fim de semana. De acordo com o jornalista, a equipe italiana e o brasileiro entraram em acordo para renovar o vínculo por mais um ano, e o anúncio oficial será feito na próxima terça-feira, após o brasileiro assinar o contrato na sede da escuderia, em Maranello.

Felipe Massa chega em segundo no GP do Japão e encerra jejum de pódios (Foto: EFE)Felipe Massa chegou em segundo no GP do Japão e encerrou jejum de pódios (Foto: EFE)

Confirmado o acerto, Massa disputará no próximo ano sua oitava temporada pela Ferrari, a terceira na companhia de Fernando Alonso. Após um mau início de temporada, Felipe teve sua vaga fortemente ameaçada. Porém, reagiu no campeonato e voltou a ganhar a confiança da equipe. O brasileiro pontuou nos últimos cinco GPs disputados e é o terceiro com mais pontos após a volta das férias de agosto da categoria, atrás de Sebastian Vettel e Jenson Button, e a frente de Alonso. No GP do Japão do domingo passado, Massa chegou em segundo, dando fim a um tabu de quase dois anos (35 corridas) sem subir ao pódio. Ele vinha de uma sequência de boas exibições na Bélgica, na Itália e em Cingapura. Nos últimos tempos, Felipe tem demonstrado bastante confiança na permanência na escuderia mais tradicional da categoria. Depois do pódio em Suzuka, o brasileiro se mostrou mais tranquilo e confiante e afirmou que “tudo está caminhando na direção certa”.

Nos treinos livres desta sexta-feira, na Coreia do Sul, Massa ficou com o sexto melhor tempo do dia. O mais rápido foi o alemão Sebastian Vettel, da RBR. Satisfeito com o desempenho na atividade, Felipe comemorou:

– Eu diria que este fim de semana começou com o pé direito, mas o importante é continuar este caminho até domingo. Nosso carro parece muito bom nesta pista. Vamos nos preparar da melhor forma possível para o treino classificatório, que parece que será muito acirrado.

Longa história com Ferrari

A história de Massa com o time de Maranello começou em 2001, quando o brasileiro teve o passe comprado pela escuderia após o título da F-3000 Europeia, uma das principais divisões de acesso da F-1. Cumpriu uma temporada na Sauber em 2002, mas não caiu nas graças de Peter Sauber e passou o ano seguinte como piloto de testes da Ferrari. Voltou ao time suíço em 2004 e estreou com titular da equipe italiana em 2006, com Michael Schumacher como companheiro. Um ano depois, fez parceria com Kimi Raikkonen, campeão daquele ano.

Em 2008, fez sua melhor temporada, sendo vice-campeão.Venceu seis corridas, mas perdeu o título quando Lewis Hamilton superou Timo Glock na última curva do histórico GP do Brasil. Em 2009, sofreu o mais grave acidente da carreira ao ser atingido por uma mola do carro do amigo Rubens Barrichello nos treinos classificatórios do GP da Hungria. De fora do restante da temporada, retornou às pistas no ano seguinte, já com Alonso como parceiro.

Após um campeonato discreto, enfrentou um jejum de pódios que durou do GP da Coreia de 2010 até a corrida de Suzuka do último domingo. Massa tem 167 GPs disputados,11 vitórias, 34 pódios e 15 pole positions.

Globoesporte.com

DER conclui renovação da rodovia que liga Sapé à Guarabira

O Governo do Estado estará concluindo em 20 dias o rejuvenescimento e sinalização da PB-073, trecho ligando Sapé a Guarabira, com 42 km de extensão, com investimento R$ 3.177.202,42. Mais da metade da obra já foi concluída.

O rejuvenescimento da PB-073, principal rodovia do Brejo Paraibano, faz parte do programa rodoviário Caminhos da Paraíba, posto em prática pelo Governo visando não somente pavimentar, mas também restaurar as rodovias que se encontram danificadas.

Nesta sexta-feira (21) ao inspecionar as obras da PB-073, o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, disse que o rejuvenescimento, um dos mais modernos processo de recuperação de rodovias, é feito em duas etapas: a primeira ocorre com o tapa-buracos de todo o trecho e a segunda com a aplicação de duas camadas de microconcreto asfáltico com adição de polímeros. Uma camada com 7 e outra com 8 milímetros.

Concluída esta etapa e após ser feita uma revisão no sistema de drenagem com limpeza de sarjetas e desobstrução de drenos, será procedida a sinalização de todo o trecho. Para o dirigente do DER, bem conservado, o pavimento rejuvenescido terá vida útil em torno de 10 anos.

Após o serviço de tapa-buraco, o rejuvenescimento é aplicado a uma velocidade média de 3 km por dia, nas duas faixas. A liberação para o tráfego de veículos acontece com até 40 minutos após a aplicação.

Além da PB-073, o governo estadual está fazendo rejuvenescimento da PB-032 – entroncamento da BR-101/Pedras de Fogo, com 22 km e investimento de R$ 1.664.248,89; na PB-071 – entroncamento da BR-101/Jacaraú, com 25 km e investimento de R$ 1.891.191,92; na PB-233 – Santa Luzia/Cárzea/Divisa da Paraíba com o Rio Grande do Norte.

Já foram concluídos os rejuvenescimentos das PB-250 – entroncamento da BR-412/Prata/Ouro Velho/Divisa da Paraíba com Pernambuco e da PB-008 (Av. Hilton Souto Maior/Muçumago).

Com Ascom