Arquivo da tag: rende

Dupla rende funcionário de casa lotérica e foge levando malote, em Campina Grande

Reprodução
Imagem ilustrativa

Uma casa lotérica foi roubada na manhã desta quarta-feira (21), no bairro Liberdade, em Campina Grande. Dois homens armados aproveitaram o momento em que o estabelecimento estava sendo aberto e renderam um funcionário. A dupla fugiu levando um malote de dinheiro.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o roubo ocorreu por volta das 7h, na casa lotérica que fica na Rua Odon Bezerra. Os dois homens armados, pararam a moto e foram em direção ao funcionário com o malote. O valor levado pelos suspeitos não foi informado.

Depois do roubo, os homens fugiram na moto. A Polícia Militar foi acionada, fez buscas pelos bairros próximos, mas nenhum suspeito foi localizado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Quadrilha rende família com idosos e rouba granja em Lagoa Seca, PB

Assaltantes reviveram granja em Lagoa Seca durante roubo no domingo (4) (Foto: Reprodução/TV Paraíba )

Uma família moradora de uma granja na zona rural de Lagoa Seca, no Agreste paraibano, foi feita refém durante um assalto registrado no domingo (4). De acordo com a Polícia Militar, cinco homens armados invadiram a propriedade pouco antes das 6h (horário local). O caseiro da granja foi o primeiro rendido pela quadrilha.

Após render o funcionário do local, os assaltantes foram até a casa principal e renderam a família: um casal de idosos e dois netos adultos. Segundo relato das vítimas à polícia, os assaltantes se dividiram pelos cômodos e reviraram móveis em busca de objetos de valor.

“Eles saíram mexendo em tudo, jogando tudo, caçando alguma coisa de valor”, relatou o caseiro que preferiu não ser identificado.

Uma das netas do casal de idosos estava dormindo quando foi acordada por um dos assaltantes que uma arma de fogo na cabeça. Segundo a neta, os bandidos em todo momento perguntavam por armas, dinheiro e joias. Toda ação dos bandidos durou cerca de 40 minutos.

A quadrilha fugiu da granja levando três televisores, quatro notebooks, celulares, caixas de som, videogame, micro-ondas, dinheiro e as chaves dos carros. Todo o material recolhido da casa foi colocado em uma das caminhonetes da família e levada pelos assaltantes. Uma motocicleta também foi roubada no local pela quadrilha.

O casal de idosos precisou ser levado para o hospital por estar em estado de choque. Um dos idosos precisou ser encaminhado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta de um problema médico de pressão alta. O caso foi registrado pelas vítimas na delegacia da cidade de Lagoa Seca.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Quadrilha explode Correios, rende empresário e troca tiros com a PM

Reprodução
Imagem ilustrativa

Cerca de 10 homens explodiram a agência dos Correios de Mataraca, no Litoral Norte, e tentaram explodir o Banco do Bradesco da cidade na madrugada desta quarta-feira (13).

O comandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar de Mamanguape, major Alberto Filho, informou que durante a ação um empresário foi feito refém e liberado durante a fuga dos suspeitos.

“No momento que o grupo ia chegando na agência dos Correios, o empresário de uma usina ia passando pelo local após ter saído de uma festa e foi abordado pelos homens. Ele foi feito de refém e usaram o seu carro para fechar a rua dos Correios”, afirmou.

Mesmo com a explosão, a quadrilha não conseguiu roubar nenhuma quantia de dinheiro. Eles fugiram em direção ao Rio Grande do Norte e ainda trocaram tiros com policiais. Grampos deixados na pista dificultaram a perseguição.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bando rende funcionários e vigias, e rouba R$ 80 milhões da Samsung

A fábrica da Samsung em Campinas (SP) foi assaltada na madrugada desta segunda-feira (7), no Parque Imperador, às margens da Rodovia Dom Pedro I. Segundo a Polícia Civil, aproximadamente 20 criminosos renderam funcionários e vigias, e usaram sete caminhões próprios para levar cerca de 40 mil peças, entre tablets, celulares e notebooks. A carga é avaliada em R$ 80 milhões, de acordo com os policiais responsáveis pela investigação. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, a quadrilha chegou à empresa por volta de 0h desta segunda-feira. Durante a ação, cerca de 200 funcionários do setor de distribuição da empresa ficaram sob poder do bando. O grupo deixou o local por volta das 3h.

Veículo da Polícia Militar entra na fábrica da Samsung em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)
Veículo da Polícia Militar entra na fábrica da
Samsung em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)

Início da ação
Segundo a polícia, funcionários da empresa que estavam em uma van foram rendidos em uma estrada. Eles foram levados para um local, ainda desconhecido, e os criminosos usaram crachás de identificação dos trabalhadores. Uma das vítimas ficou sob poder do bando.

Ao entrar na Samsung, a quadrilha rendeu inicialmente os seguranças do setor de distribuição e, em seguida, os vigias da portaria. “Retiraram os armamentos deles e as munições e deixaram eles trabalhando normalmente, nos mesmos postos como se nada tivesse acontecido”, disse o tenente da Polícia Militar Vitor Chaves.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Investigação
Para a Polícia Civil, os criminosos tinham muitas informações sobre os procedimentos da empresa. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e imagens da Samsung, rodovias e da cidade são avaliadas em busca de pistas sobre suspeitos.

Por meio de nota, a Samsung disse que ninguém ficou ferido e que a empresa coopera “plenamente” com a investigação policial. “Faremos o nosso melhor para evitar qualquer recorrência.”, diz o texto.

 

Do G1