Arquivo da tag: remanescente

Comunidade dos 40, em Triunfo, luta pelo reconhecimento como remanescente de Quilombola

O ano de 1952 marca o início da história da “Comunidade dos 40”, na cidade de Triunfo (PB), com a chegada de parte da família Pereira, oriunda de Pombal (PB), após vários conflitos registrados naquela cidade. Questões internas, como brigas, ameaças, disputas por terras, incêndios em plantações, fizeram com que quarenta integrantes de uma mesma família resolvesse procurar outro local para se estabelecerem, por conta da violência instalada, resultando, inclusive, em mortes.

Em 2008, foi inaugurada a “Praça dos 40”, em homenagem aos 50 anos da chegada da família a Triunfo

 

Desta forma, em 1952, os moradores de Triunfo viam entrar na cidade um grupo de quarenta negros, entre homens, mulheres e crianças, procurando um local tranquilo para viver. Após ter passado por São José de Piranhas (PB) e Quixeramobim (CE), o grupo foi orientado pelo místico José de Moura, muito conceituado e procurado na época, a se estabelecer em Triunfo, ainda pertencente ao município de São João do Rio do Peixe.
Recebidos pela família Teodoro, os quarenta negros, que descobriu-se recentemente serem remanescentes de uma comunidade quilombola de Pombal, se estabeleceram inicialmente no Sítio Gamela, onde passaram a trabalhar na agricultura e na produção de farinha de mandioca. Já na vila, os homens passaram a realizar serviços braçais e as mulheres foram trabalhar nas casas das famílias locais.
Atualmente, a luta dos descendentes dos pioneiros, estimados em mais de 150 pessoas, mantendo tradições como uma banda cabaçal, é pelo reconhecimento oficial da Comunidade dos 40 como remanescente de um Quilombola, passando a usufruir dos benefícios assegurados às várias comunidades descobertas no Brasil nos últimos anos.
Lenilson Oliveira (Revista Destaque 81, Jun/2012)

Fonte: DestaquePB, com Lenilson Oliveira (Revista Destaque 81, Jun/2012)
Focando a Notícia