Arquivo da tag: registrada

Passagem de meteoro é registrada por câmeras, em João Pessoa

A passagem de um meteoro foi registrada na noite desta quarta-feira (19) por câmeras da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon), em João Pessoa. Outras quatro câmeras também registraram o fenômeno a partir das cidades de Araripina, Cabrobó e Ouricuri, em Pernambuco, e Juazeiro do Norte, no Ceará.

A Bramon calculou a trajetória do meteoro e concluiu que ele ocorre sobre o estado do Rio Grande do Norte. A passagem durou cerca de quatro segundo até desaparecer na cidade de Cruzeta. As imagens foram enviadas por Marcelo Zurita, da Associação Paraibana de Astronomia.

De acordo com Marcelo, o meteoro, que se trata de um fenômeno luminoso, estava em uma velocidade de 72 mil km/hora. Segundo ele, o fenômeno é observável porque atinge a atmosfera numa velocidade muito alta e acaba gerando uma bolha de gás incandescente.

O objeto tinha cerca de 1,5 kg e, conforme explica Marcelo, não deve causar prejuízo, porque a maior parte dele é consumida pela passagem atmosférica.

G1

 

Polícia investiga agressão registrada em vídeo que viralizou na web

A Polícia Civil investiga um caso de agressão envolvendo uma adolescente de 16 anos e uma jovem de 21 anos em Cunha, no interior de São Paulo. A briga foi gravada e compartilhada nas redes sociais. No Facebook, uma postagem com o vídeo tem cerca de 5 milhões de visualizações.

O caso aconteceu na última segunda-feira (22). Segundo a jovem Larissa de Oliveira, de 21 anos, ela havia saído de casa no fim da tarde para comprar leite quando foi abordada por cerca de cinco pessoas. Uma delas, uma adolescente de 16 anos começa uma discussão e as agressões.

“Ela me abordou saindo de casa e eu continuei porque não imaginei que ela pudesse me bater. Eu não tenho contato com ela, amizade. Não a conheço. Não tem nada que justificasse isso. Na volta, ela me abordou com outras pessoas e começou a agressão”, contou Larissa ao G1.

A confusão foi filmada por uma das testemunhas, que compartilhou o vídeo nas redes sociais. No vídeo, a agressora alega que a jovem a teria ofendido, o que motivou a agressão. A polícia detém as imagens e vai incluir no inquérito.

Após a repercussão, Larissa fez uma postagem divulgando as imagens pedindo que ajudassem a sensibilizar a polícia. “Não pode ficar impune o que essa menina fez comigo”, escreveu. A postagem tem cerca de 49 mil compartilhamentos.

“Eu fiz o boletim de ocorrência, mas ela é menor de idade e não podem fazer muito. Eu não consigo sair de casa nem para trabalhar, porque ela continua me ameaçando. Se eu ou alguém que estiver comigo agredir a menina, vamos responder por isso. Mas ela pode me coagir?”, questiona.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Sérgio Barbosa, as outras duas envolvidas na agressão foram identificadas pela polícia e serão ouvidas nos próximos dias.

“Nós encontramos essas meninas e elas vão ser ouvidas. O caso foi registrado como lesão corporal, mas queremos mudar para tortura pela humilhação a que a vítima foi exposta com o compartilhamento das imagens”, disse o delegado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mais uma tentativa de homicídio é registrada em Mari, nesta quinta (25)

Mais uma tentativa de homicídio foi registrada na cidade de Mari, na região da Zona da Mata paraibana.

Era por volta das 21:00h desta quinta-feira (25), quando três elementos chegaram encapuzados, à residência da vítima, identificada como Alexandro Oliveira Santos, vulgo “Guardinha”, residente no bairro Amor Divino, em Mari, e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o mesmo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo as informações ele foi atingido com pelo menos 6 disparos, na cabeça, na boca, tórax, costas e perna.

Vítima dos disparos
Vítima dos disparos

“Guardinha” é acusado de ser mandante de vários assassinatos na região de Mari, inclusive ele também está sendo apontado como o responsável pela última tentativa de homicídio ocorrida na cidade na semana passada.

Ele foi socorrido para o Trauma da capital em estado grave e até o momento ninguém foi preso pelo crime.

Informações e fotos/Jean Ganso