Arquivo da tag: registra

Brasil registra 800 mortes pelo novo coronavírus

O número de mortes decorrentes do novo coronavírus chegou a 800 no Brasil, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (8) pelo Ministério da Saúde. O resultado marca um aumento de 20% em relação a ontem, quando eram registrados 667 óbitos.

Entre ontem e hoje, foram 133 novas mortes, o maior total desde o início da medição. Na atualização de ontem, foram 114 novas mortes. No recorte por sexo das pessoas que morreram, 59% eram homens e 41% mulheres. Na distribuição por faixa etária, 77% tinham acima de 60 anos. Na semana passada, esse percentual estava em 90%.

Quanto às complicações associadas à morte, 336 tinham cardiopatia, 240 eram diabéticos, 82 tinham alguma uma pneumopatia e 55 experimentavam algum tipo de condição neurológica.

São Paulo concentra o maior número de pessoas mortas por complicações da doença, 428. O estado é seguido por Rio de Janeiro (106), Pernambuco (46), Ceará (43) e Amazonas (30).

Além disso, foram registradas mortes no Paraná (17), Santa Catarina (15), Bahia (15), Minas Gerais (14), Distrito Federal (12), Rio Grande do Norte (11), Maranhão (11), Rio Grande do Sul (9), Goiás (7), Espírito Santo (6), Pará (6), Piauí (5), Paraíba (4), Sergipe (4), Alagoas (2), Mato Grosso do Sul (2), Amapá (2), Acre (2), Rondônia (1), Roraima (1) e Mato Grosso (1).

Infectados

O número de pacientes infectados pelo novo coronavírus chegou a 15.927, segundo balanço de hoje do Ministério da Saúde. O resultado representa um crescimento de 16% em relação a ontem, quando os dados da pasta marcavam 13.717 pessoas infectadas. A taxa de letalidade do país subiu de 4,4% pra 5% entre segunda (6) e hoje.

Mundo

No balanço de hoje, foram 2.210 novos casos, um novo recorde. Até então, o maior número de de novas pessoas infectadas no dia tinha sido ontem, quando foram registrados 1.661 casos. As hospitalizações por covid-19 somaram 3.416.

Em comparação com os outros países, o Brasil é o 14º em número de casos confirmados no mundo, 12º em número de mortes, 8º em taxa de letalidade (óbitos por casos confirmados) e 16º em índice de letalidade (falecimentos proporcionais à população).

 

agenciabrasil

 

 

Brasil registra 11.130 casos de coronavírus e 486 mortes

O Ministério da Saúde divulgou, na tarde desse domingo (5), os números atualizados do novo coronavírus. De acordo com a pasta, o número de infectados, no momento, é de 11.130. Isso representa um aumento de 852 casos em relação ao balanço divulgado no sábado (4). O número de mortes é de 486. Foram 54 mortes em 24 horas. A taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 4,2%.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (4.620) e também o maior número de mortes (275). Todas as regiões, no entanto, apresentaram aumento no número de casos. Em relação às mortes, apenas o Centro-Oeste não teve aumento, permanecendo com 12 óbitos registrados.

Na região Sudeste, o Rio de Janeiro, com 1.394 casos e 64 mortes; e São Paulo, com 4.620 casos e 275 mortes, se destacam. Na região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 417, além de 14 mortes.

Na região Nordeste, o Ceará se destaca, com 823 casos e 26 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 468 casos e sete mortes. Os estados do Sul do Brasil apresentam um número de casos mais parelho. O Paraná é o estado da região com mais casos, 438, e Santa Catarina é estado com menos casos, 357.

Dentre os óbitos cuja investigação foi concluída, 228 são de homens e 160 de mulheres. O grupo de pessoas com 60 anos ou mais concentra a maior parte, com 312 (86%). As mortes de pessoas entre 40 e 59 anos somam 54. Além disso, 20 pacientes com idades entre 20 e 39 anos morreram.

Entre os grupos de risco com mais mortes estão os que sofrem de cardiopatia e diabetes. O Ministério da Saúde também registra mortes em pacientes com quadros de pneumopatia, doença neurológica, doença renal, imunodepressão, obesidade, asma, doença hematológica e doença hepática.

 

Agência Brasil

 

 

Bahia registra primeira morte de paciente com covid-19

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou a primeira morte pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. A informação foi divulgada na manhã deste domingo (29).

O paciente era um homem de 74 anos, que estava internado em um hospital privado de Salvador. Ele estava entubado e em diálise continua. A Sesab não divulgou mais detalhes sobre o paciente e nem quando ocorreu a morte.

O idoso estava internado no Hospital da Bahia, segundo confirmou a assessoria de comunicação do hospital.

Até a noite de sábado (28), a Sesab havia confirmado mais quatro novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no estado. Com isso, o total de casos confirmados no estado totaliza 127.

Boletim

Os novos casos divulgados no último boletim são em Itagibá (1) e Salvador (3). Não há detalhes sobre os perfis dos pacientes, como gênero, idade e forma de contaminação. De acordo com a secretaria, 1.380 suspeitas foram descartadas. O órgão também divulgou que 2.702 casos estão em investigação.

A Secretaria de Saúde informou também que, do total de infectados, 17 pessoas já estão curadas e outras 14 hospitalizadas. O restante dos infectados está em isolamento domiciliar.

Segundo informações do órgão, 58,3% dos casos confirmados são mulheres e 41,7% são homens. A faixa de idade em que mais foram registrados casos foi entre 30 e 39 anos, representando 25,58% do total.

Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos, seguida da faixa de 80 e mais, indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

Os municípios com casos positivos são: Alagoinhas (01); Barreiras (01); Brumado (01); Camaçari (01); Canarana (01); Conceição do Jacuípe (01); Conde (01); Feira de Santana (09); Ilhéus (02); Ipiaú (01); Itabuna (02); Itagibá (01); Jequié (01); Juazeiro (02); Lauro de Freitas (07); Porto Seguro (10); Prado (03); Salvador (81 casos, sendo 60 residentes na capital, 1 residente em Mossoró RN, 1 São Paulo e 1 Miami); São Domingos (01); Teixeira de Freitas (01); e 4 em investigação epidemiológica.

Os números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

A Sesab ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

O diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

 

G1

 

 

Araruna registra primeiro caso suspeito de Coronavírus

A Prefeitura de Araruna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde informa que na noite do dia 24/03, às 23h30, deu entrada no Pronto Atendimento Municipal, um paciente, (criança de 08 anos de idade), apresentando sintomas de tosse seca, afebril, dispneia e após o manejo clínico, o médico plantonista avaliou a necessidade de regular o mesmo para o serviço de referência (UPA-Guarabira).

Através do monitoramento constante da SMS na busca por informações sobre o paciente, a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba comunicou que o caso em questão foi considerado suspeito para a COVID-19.

Todas as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde estão sendo adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde e logo que o resultado laboratorial seja apresentado, a população será comunicada.

Mesmo assim, se trata apenas de uma suspeita, não há motivo para pânico. Recomenda-se que as pessoas fiquem em casa e evitem contato com pessoas. Atenção deve ser redobrada a idosos e crianças.

boletim 26


ASCOM PMA

 

 

Paraíba registra sétimo caso confirmado de coronavírus

A Paraíba registrou na noite desta quinta-feira (26) o sétimo caso confirmado de contaminação pelo novo coronavírurs, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O paciente é da cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, que divulgou o caso nesta sexta-feira (27). O resultado foi informado para o paciente e para a família com o objetivo do isolamento social. A SES ainda não confirmou o perfil do paciente.

Acompanhe os sete casos por ordem crescente de confirmação:

– Homem, de 60 anos, que mora em João Pessoa
– Homem, de 60 anos, que mora em Igaracy
– Mulher, de 31 anos que mora em João Pessoa
– Mulher, de 45 anos, que mora em João Pessoa
– Mulher, de 55 anos, que mora em João Pessoa
– Homem, de 34 anos, que mora em João Pessoa
– Homem, idade e moradia não informados

Os três primeiros pacientes que tiveram os testes confirmados para o coronavírus estão recuperados, de acordo com o secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros. Conforme a assessoria da SES, os três já estão fora do período de 14 dias de transmissão da doença, estão bem e em casa.

Até a tarde da quinta-feira, exames haviam descartado mais 34 casos com suspeita de infecção pelo coronavírus. Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

– Sete casos confirmados
– 227 casos descartados
– Nenhuma morte

 

portal25horas

 

 

Paraíba registra quatro mortes de pacientes com suspeita de coronavírus

Quatro óbitos já foram registrados na Paraíba nos últimos sete dias de pacientes suspeitos de contágio pelo coronavírus. A informação foi confirmada pelo secretário Geraldo Medeiros, durante entrevista nesta segunda-feira (23).

Os casos foram registrados em João Pessoa, Monteiro e Patos. As amostras foram coletadas e o Governo aguarda a liberação dos resultados pelo Instituto Evandro Chagas, unidade referência para esse tipo de exame no Norte e Nordeste, para confirmar se foram ou não causados pelo contágio do vírus.

Agora, com a nova fase na efetivação do plano de contingência e enfrentamento da doença, que entrou na fase de mitigação, qualquer paciente que apresente sintomas e entrem em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede de saúde será considerado suspeito.

Boletim divulgado na manhã de hoje apontou que a Paraíba registra dois casos confirmados e mais de 200 sob investigação.

A Paraíba já conta com 205 hospitais e mais de 8.000 leitos, sendo 132 hospitais públicos, destes 32 estaduais e mais de 6.000 leitos são públicos.

A Sescretaria de Saúde disponibiliza quatro números para plantão de dúvidas da Vigilância em Saúde e Hospital Clementino Fraga, desde o dia 16/03/2020, cujo atendimento é realizado por especialista da área (99146-9790; 99146-9250; 99147-0810 e 98823-6186).

 

PB Agora

 

 

PB registra 2º caso de coronavírus; já são 227 investigados

A Secretaria de Saúde da Paraíba (SES} confirmou na manhã desta segunda-feira (23) o segundo caso de paciente infectado pelo coronavírus (COVID 19} no Estado. De acordo com informações da SES trata de um homem de 60 anos, morador da cidade de Igaracy, a cerca de 454 km de João Pessoa, no Sertão paraibano.

O governo do Estado atualizou os dados dos casos investigados de coronavírus (COVID 19} na Paraíba. Até o momento são 227 casos investigados.
O Segundo caso confirmado trata-se de um idoso, que chegou de São Paulo já com sintomas e no dia 14/03 procurou atendimento médico no Município de Aguiar. Foi avaliado, notificado, coletado material para exame e seguiu em isolamento domiciliar acompanhado pelo município de residência. Resultado liberado no dia 22/03 detectável para Novo Coronavírus.

O primeiro caso foi registrado em João Pessoa, um idoso de 60 anos com histórico de viagem à Europa. Com isso, até o momento, são 269 notificações registradas

Atualização COVID-19 23/03 7h

Casos Confirmados: 02
Casos Descartados: 40
Em Investigação: 227
(Censo do dia 22/03 até 15h) – Pacientes internos com suspeita de infecção pelo COVID-19: 20
Internação em UTI: 6 (5 deles em Hospitais Privados)
Internação em leito regular: 14 (distribuídos nos municípios de João Pessoa, Patos, Cajazeiras, Sousa e Monteiro).

PB Agora

 

 

Campina Grande registra primeiro caso suspeito de coronavírus

Um homem de 37 anos procurou a UPA Manoel Tavares em Campina Grande neste domingo, 8, relatando sintomas parecidos com o do coronavírus como dor de cabeça, febre e tosse. Recentemente, ele viajou à Espanha e também passou pela Inglaterra com a esposa, que não apresenta qualquer problema de saúde. O homem ainda teve contato com uma prima e também com a sogra e ambas também estão assintomáticas. A orientação dada ao paciente foi de que permaneça em quarentena em casa. Os demais familiares não precisam ficar no isolamento já que não apresentam sintomas.

“Os cuidados a serem tomados são os mesmos de uma gripe comum”, disse o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros.

Na Paraíba, outros cinco casos suspeitos de contágio por coronavírus já foram descartados.

 

parlamentopb

 

 

Paraíba registra redução em número de casos de dengue, chikungunya e zika vírus em 2020

O número de casos suspeitos de arboviroses, que são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypt, na Paraíba diminuiu no ano de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, segundo aponta o Boletim Epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta segunda-feira (2). O número geral de casos caiu de 818 em 2019 para 767 em 2020, representando redução de 6,2%.

Porém, apesar dessa redução geral, a SES alerta que é preciso manter a prevenção de criadouros e focos dos mosquitos transmissores, pois a Paraíba foi apontada pelo Ministério da Saúde como uma das regiões com risco de surto do vírus da dengue em 2020.

Em 2020, até a 7ª Semana Epidemiológica (SE), foram registrados 667 casos prováveis de dengue. Quando comparado o dado do mesmo período de 2019 em que foram registrados 700 casos prováveis, verifica-se uma diminuição de 5%. Quanto à chikungunya foram notificados 85 casos prováveis, o que corresponde a uma diminuição de 7% em relação ao mesmo período de 2019 quando foram registrados 91 casos prováveis. Para a doença aguda pelo vírus zika, até a 7ª SE, foram notificados 15 casos, correspondendo a uma redução de 44% relação ao mesmo período de 2019, quando foram registrados 27 casos prováveis.

Confira o Boletim Epidemiológico

O boletim aponta ainda que as maiores incidências de casos notificados por arboviroses estão concentradas na 1ª, 5ª e 9ª Regiões de Saúde. Nessas regiões os municípios com maiores incidências da doença são: 1ª Região (Conde, João Pessoa e Santa Rita), 5ª Região (Monteiro, São João do Tigre e Zabelê) e na 9ª Região (Bom Jesus, Bernadino Batista e Santarém). De acordo com a gerente da Vigilância em Saúde, Talita Tavares, a SES vem intensificando as ações de prevenção das arboviroses, por meio do mapeamento do tipo do vírus nas regiões e circulação de carros fumacê.

A SES reforça que cuidados simples podem evitar a incidência do mosquito como: não deixar água acumulada em pneus, calhas e vasos; adicionar cloro à água da piscina; deixar garrafas cobertas ou de cabeça para baixo são algumas medidas que podem fazer toda a diferença para impedir o registro de mais casos da doença, além de receber em domicílio o técnico de saúde devidamente credenciado, para que as visitas de rotina sirvam como vigilância.

 

clickpb

 

 

Aesa registra chuvas em 90 cidades paraibanas e reabastecimento de açudes

Entre as manhãs de domingo e desta segunda-feira (2), a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa) registrou chuvas em 90 municípios paraibanos. Em algumas cidades choveu forte, o que ajudou a reabastecer alguns açudes. O reservatório Epitácio Pessoa, popularmente conhecido como Boqueirão, ganhou 6 milhões de metros cúbicos e agora está com quase 107 milhões de metros cúbicos, o equivalente a 22,91% de sua capacidade máxima.

De acordo com o levantamento feito pelo setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, o açude Gurjão, localizado na cidade de mesmo nome, recebeu uma recarga de 707 mil metros cúbicos. No município do Congo, a barragem Cordeiro ganhou 577 mil metros cúbicos. Em Cajazeiras, Lagoa do Arroz recebeu um aporte de 513 mil metros cúbicos.

Dos 134 açudes monitorados pela Aesa, 31 estão com menos de 5% do volume total. Outros 43 têm menos de 20% e 57 reservatórios possuem capacidade superior a 20%. Apenas três estão sangrando.

Chuvas – Os dez maiores índices pluviométricos foram registrados nas seguintes cidades: Riachão do Bacamarte (123 mm), Serra Redonda (116 mm), Esperança (100 mm), Barra de Santa Rosa (93 mm), Gurjão (92 mm) Areial (91 mm), Campina Grande (91 mm), Caturité (90 mm), Cacimba de Dentro (80 mm) e Cuité (75 mm).

Previsão do tempo – Segundo a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, na manhã desta segunda-feira houve uma redução na nebulosidade em praticamente todo Estado. “Mesmo assim, o tempo permanece favorável para a ocorrência de chuvas significativas nas regiões do Cariri/Curimataú, Sertão e Alto Sertão. Nas demais regiões, existe a possibilidade de ocorrência de pancadas de chuva”, explicou.

PB Agora