Arquivo da tag: Regional

Médico é afastado do Hospital Regional de Cajazeiras após suposto relacionamento com paciente

O médico acusado de se relacionar com uma paciente do Hospital Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, foi afastado das funções e foi aberta sindicância para apurar o caso, segundo informou ao ClickPB a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde. O HRC divulgou nota nesta quarta-feira (22) comentando sobre o caso que teria acontecido dentro da unidade.

De acordo com a nota divulgada pela direção do Hospital Regional de Cajazeiras, a paciente teve retorno à instituição após complicações do pós-operatório.

Veja a nota na íntegra

Diante da repercussão nas redes sociais sobre o suposto envolvimento de um profissional médico funcionário do Hospital Regional de Cajazeiras e uma paciente, a Direção Geral da Unidade Hospitalar vem por meio desta explicar que:

01 – Para a apuração legal da situação, a unidade hospitalar por meio de sua Direção Geral, informa que será aberta uma sindicância para apurar os supostos fatos noticiados nas mídias sociais e de comunicação, a partir desta sindicância todas as medidas cabíveis pertinentes ao caso serão tomadas;

02 – A segunda pessoa envolvida no suposto fato, citada em matérias e programas de rádio, segundo informações, é uma profissional da área de nutrição, mas, se faz necessário esclarecer que a mesma não faz parte do quadro funcional deste hospital. Trata-se de uma paciente em retorno, onde a mesma em poucos dias havia passado por procedimento cirúrgico nesta unidade, e notou a necessidade da procura pelos serviços médicos, ao notar complicações no pós-operatório;

03 – Reiteramos que o Hospital Regional de Cajazeiras, segue de forma incansável no que diz respeito a prestação do cuidado e, também, sempre primando pelos princípios da administração pública, e desenvolvendo seu trabalho com transparência pautada na ética e na verdade, levando em consideração que, nesta unidade, temos mães e pais de família que se dedicam 24 horas por dia, cuidando e tratando de outras famílias que nos procuram.

A Direção Geral do Hospital Regional de Cajazeiras, segue na busca de melhorias para gerar um atendimento de qualidade e humanizado para a população sertaneja. No mais, nos colocamos a disposição para outros esclarecimentos.

Cajazeiras, 22 de janeiro de 2020

 

clickpb

 

 

Idosa atingida por caminhão desgovernado morre no Hospital Regional de Guarabira

A aposentada Judite Pedrosa da Silva, de 78 anos, morreu no final da tarde de hoje no Hospital Regional de Guarabira. Na tarde desta quinta-feira (02/12) no bairro da Bela Vista, um caminhão F4000 teria perdido força e o condutor perdeu o controle do veículo, vindo a colidir frontalmente numa residência e atingiu a vítima que estava numa cadeira de balanço, no terraço de casa.

A senhora atingida foi levada pelo corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Guarabira e por causa da gravidade dos ferimentos, não resistiu.

O motorista, José Fernandez Rodrigues, de 58 anos, que é vizinho da vítima, relatou à polícia que estava subindo a ladeira quando perdeu o controle do carro, após falha mecânica. O motorista fez o teste de bafômetro, mas não apresentou estado de embriaguez.

Com informações do repórter Pedro Jr

 

 

Governo do Estado entrega equipamentos ao Hospital Regional de Guarabira no dia do aniversário da cidade

Nesta terça-feira (26), a cidade de Guarabira completa 132 anos de emancipação política. Para marcar a data, o Governo do Estado entregou ao Hospital Regional da cidade equipamentos no valor de R$ 534.700,00. Além desses, já foram entregues outros equipamentos, nos últimos 11 meses, totalizando R$ 1 milhão em investimentos.

“Agradecemos ao Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por esses equipamentos e porque tem priorizado o Hospital e investido na melhoria do atendimento a população de Guarabira e da região”, disse o diretor do Hospital, Gílson Cândido.

Nesta terça, pela manhã, foram entregues dois focos cirúrgicos (iluminação); duas mesas para parto humanizado; uma mesa cirúrgica; 11 monitores multiparâmetros (monitora vários órgãos, ao mesmo tempo) e dois aspiradores cirúrgicos.

Segundo o diretor, recentemente, também foram entregues, um foco cirúrgico; um carro de anestesia; dois ventiladores; seis monitores multiparâmetros e oito camas Fawler (elétricas).

“Graças a esses aparelhos, que recebemos, ao longo do ano, recentemente, realizamos duas cirurgias de Colecistectomia (retirada da vesícula biliar), por videolaparoscopia, o que antes não era possível”, pontuou.

Além dos aparelhos, foi implantado o Serviço de Ortopedia e foi feita a reforma da Urgência. Gílson lembra ainda que, além de receberem os equipamentos, em breve, o hospital passará por uma ampla reforma, cujo projeto está em execução.

Secom-PB

 

 

Técnicos e engenheiros do Estado realizaram inspeção no Matadouro Público Regional de Solânea

Os profissionais avaliaram as necessidades estruturais de adequação para posterior abertura do matadouro.

Na manhã dessa terça-feira (16) técnicos da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan) e da Secretária de Defesa Agropecuária da Paraíba realizaram uma visita de inspeção ao Matadouro Público Regional de Solânea. O objetivo da visita foi realizar um levantamento e fazer o diagnóstico estrutural do matadouro para instalação dos equipamentos.

Estiveram presentes todo corpo técnico de engenheiros da Suplan e médicos veterinários da defesa agropecuária que juntos avaliaram como estão as instalações elétricas, hidráulicas, acomodações dos animais, currais, lagoas de tratamento e baías para inspeção dos animais. O prefeito de Solânea Kayser Rocha e o Secretário de Agricultura Késsio Furtado acompanharam a visita. “Os técnicos e engenheiros realizaram o levantamento e diagnósticos para iniciar o processo de adequações e modificações. Depois disso, iremos receber os equipamentos. O processo está bem adiantado e o objetivo é preparar o matadouro para receber os equipamentos e  posteriormente iniciar o funcionamento”, contou o prefeito de Solânea, Kayser Rocha, durante a visita.

         

 Assessoria de Comunicação

 

Tião Gomes solicita ao governo conclusão das obras do Matadouro Regional no Brejo paraibano

O deputado estadual Tião Gomes (Avante) se reuniu na manhã desta segunda-feira (1º), em João Pessoa, com o secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, Deusdete Queiroga, para pedir celeridade na conclusão das obras do Matadouro Público Regional do município de Solânea. O parlamentar destacou que a reunião foi positiva e confirmou que o Governo Estadual liberou os recursos para finalizar no prazo de 60 dias a obra, devido à necessidade dos munícipes e comércio local.

O encontro de emergência solicitado pelo deputado ocorreu depois que comerciantes o procuraram para relatar os problemas gerados e o impacto financeiro provocado depois que a justiça acatou o pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e determinou na quinta-feira (27), a suspensão imediata das atividades no matadouro que funciona de forma irregular no Sítio Chã do Carro, zona rural do município de Bananeiras.

Na sentença, o juiz Jailson Suassuna argumentou que o direito à vida e à saúde, ameaçados com o funcionamento de um matadouro que desatende a legislação, devem se sobrepor a qualquer outro direito.

Tião Gomes explicou que com o fechamento do matadouro, cidades da região ficaram prejudicadas tendo em vista que o local abastecia as feiras livres dos municípios vizinhos a exemplo de Solânea.

“Participei de uma reunião muito produtiva com o secretário Deusdete Queiroga e pedi a ele urgência por parte do governo para a conclusão das obras do Matadouro regional em Solânea. As obras estão 90% concluídas. A interdição do matadouro de Bananeiras por parte da justiça prejudicou o comércio de carne de Solânea e de outras cidades vizinhas. Os feirantes não podem sair no prejuízo e, portanto, tive a iniciativa de correr atrás e ter respostas positivas do Governo que nos garantiu concentrar esforços para que no prazo de 60 dias, as obras do matadouro da região sejam concluídas”, afirmou o parlamentar.

O deputado disse ainda que quando inaugurado, o Matadouro Regional irá atender não só o município de Solânea, como também Bananeiras, Arara, Casserengue, Serraria e Borborema.

“O impacto social da conclusão dessa obra, é, sem sombra de dúvida gigantesca, para esses municípios. Esse matadouro será idêntico aos que o Governo está construindo em Itaporanga e Mari, ou seja, de grande porte e excelente estrutura”, finalizou o deputado.

 

Assessoria

 

 

Barragem que abastece 6 municípios no Regional Brejo volta a sangrar; já Canafístula II pode entrar em colapso total

Com as chuvas na última semana, a barragem de São Salvador, localizada na cidade de Sapé, que tem capacidade de armazenar 12 milhões de metros cúbicos de água, voltou a sangrar neste final de semana. A sangria havia parado no mês passado e com a ocorrência de novas chuvas, sangra pela segunda vez no ano.

A barragem atende os municípios de Sapé, Sobrado, Mari, Mulungu, Gurinhém e Cajá/Caldas Brandão.

Enquanto já tem barragem sangrando, várias cidades do Regional do Brejo, segundo a Cagepa, estão em regime de racionamento e correm o risco de colapso se não houver recarga em barragens.

As cidades de Bananeiras, Solânea, Araruna e Cacimba de Dentro, abastecidas pela barragem de Canafístula 2, que encontra-se com pouco mais de 5% de sua capacidade, estão submetidas a racionamento, algumas delas tendo água somente três dias a cada duas semanas.

Belém, Caiçara, Logradouro, Pirpirituba, Sertãozinho, Duas Estradas, Serra da Raiz e Lagoa de Dentro, também estão em racionamento.

Ainda na região, as cidades de Dona Inês, Tacima, Riachão e Damião estão em colapso e são abastecidas através de carros pipa. A barragem de Jandaia, que atende os municípios, secou e ainda não recebeu recarga suficiente para voltar a operar.

Veja o vídeo

portal25horas

 

 

Homem morre com suspeita de H1N1 no Hospital Regional de Sousa, no Sertão da PB

O homem de 59 anos que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Sousa, no Sertão da Paraíba, com suspeita de H1N1, morreu nesta terça-feira (11), de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Ele foi transferido para a instituição no domingo (9), após ser atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A direção do hospital havia informado, na segunda-feira (10), que ele deu entrada na unidade com um quadro gripal, tosse, dificuldade intensa de respirar e fraqueza. Ainda na UPA, foi coletado material do paciente e enviado para o Laboratório Central do Estado (Lacen), para investigação do caso.

A SES declarou que a morte foi causada pela evolução do quadro do paciente e que a suspeita de H1N1 só poderá ser confirmada ou descartada com o resultado dos exames, que devem ser obtidos dentro de 15 dias.

A esposa dele, cujo caso também tem suspeita de H1N1, segue internada, em tratamento, com um estado de saúde considerado estável, segundo a SES.

G1

 

Tribunal Regional Eleitoral cancela cerca de 120 mil títulos na Paraíba

Cerca de 120 mil eleitores na Paraíba tiveram seus títulos cancelados desde essa segunda-feira (22) porque não fizeram o recadastramento biométrico em 2017. A informação foi divulgada, nesta terça-feira (23), durante entrevista coletiva no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo André Soares Cavalcanti, diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba,  os eleitores que tiveram os títulos cancelados devem tirar novo documento até o dia 9 de maio para poder votar nas eleições 2018.

Entretanto, quem faz  parte das 14 zonas que foram extintas por causa do rezoneamento só devem procurar a Justiça Eleitoral a partir do dia 8 de fevereiro quando os postos voltam ao funcionamento.

“Ele não vai poder fazer aquelas atualizações no cadastro como alistamento, transferência e revisão. Ele vai poder fazer a partir do dia oito de fevereiro quando a gente regularizar o atendimento”, afirmou.

Confira vídeo

Roberto Targino e Bruno Lira MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Conselho Regional de Medicina vai investigar licenças de deputados na Paraíba

O presidente do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), o médico João Medeiros (foto), revelou durante entrevista nesta segunda-feira (14), que vai investigar atestados e licenças médicas concedidas a deputados na Paraíba.

Segundo ele, há deputados que usam atestados para se afastar da assembleia por questões políticas e não de saúde.

– Vamos investigar a emissão desses atestados para conversar e ver a necessidade desses atestados. Vamos avaliar com detalhes para que possamos fazer um juízo de valor. O que nos chamou atenção é que essas licenças parecem ser mais conveniências políticas. São sempre 120 dias. O atestado médico é uma coisa séria – salientou.

As declarações repercutiram na Rádio Campina FM

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Presídio Regional de Campina Grande está superlotado, diz relatório do Siop

(Foto: Delmiro Nóbrega/Arquivo Pessoal)
(Foto: Delmiro Nóbrega/Arquivo Pessoal)

O Presídio Regional Raymundo Asfora, em Campina Grande, está com três vezes mais presos do que suporta. A unidade prisional, mais conhecido como Serrotão, comporta oficialmente 300 presos, mas tem uma população carcerária de 900 apenados atualmente. Os dados são de um levantamento feito pelo Setor de Inteligência de Operações (Siop) e divulgado na noite de segunda-feira (2).

De janeiro a dezembro, a penitenciária registrou a apreensão de 1.338 acessórios de aparelhos celulares, como baterias, fones, chips e carregadores, além de 284 materiais perfurocortantes, como facas, facões e espetos. Também foram encontrados 72 kg de maconha e 1 kg de cocaína foram encontrados dentro da unidade prisional no ano passado.

Apesar da superlotação expressiva, o levantamento aponta que em 2016 não houve registros de nenhuma fuga ou rebelião no presídio. Ainda conforme o estudo, as medidas preventivas, aliadas aos procedimentos de pente fino, realizadas pelos agentes penitenciários em parceria com a Polícia Militar, resultaram na apreensão de mais de 500 aparelhos celulares no ano passado.

Para o diretor do Presídio Regional de Campina Grande, Delmiro Nóbrega os números apresentados pelo estudo merecem ser comemorados. “Considero que foi um ano muito positivo, pois não houve registro nem de fuga e nem de rebelião. E com procedimentos constantes de fiscalização que resultou no saldo de apreensões expressivo. Além da realização de diversos projetos de ressocialização. Fruto de muito trabalho da equipe da unidade” avaliou.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br