Arquivo da tag: REGALIA

Diretor da Cadeia de Solânea é exonerado após denúncia de regalia a preso

O diretor da Cadeia Pública de Solânea, Fernando Diogo Júnior, foi exonerado do cargo após denúncia de que um estelionatário preso em agosto do ano passado tinha fugiu levando uma pistola do Sistema Penitenciário. Segundo informações repassadas ao Portal Correio, o detento gozava de ‘regalias’ na unidade e teria dito que iria a um motel no dia da fuga.

A exoneração do diretor foi publicada na edição desta terça-feira (28), do Diário Oficial do Estado (DOE).

Em nota, Fernando negou a denúncia e afirmou que o detento apenas prestava serviços junto à unidade para fins de remição de pena.

O caso motivou a abertura de um inquérito pela Polícia Civil de um procedimento administrativo pela própria Secretaria de Administração Penitenciária para apurar possíveis participações de servidores do poder público na fuga.

Substituto é anunciado

O Diário Oficial também trouxe o ato governamental designando o diretor da Cadeia de Alagoinha, Jonny Ville da Silva Brilhante, para responder cumulativamente  pelo cargo.

 

portalcorreio

 

 

REGALIA MANTIDA: extinção do 14º e 15º salários de parlamentares é adiada pela Assembléia Legislativa da Paraíba

O presidente da ALPB, deputado Ricardo Marcelo (PEN), informou ontem que decidiu adiar a apresentação do projeto de lei para acabar com o pagamento dos 14º e 15º salários dos parlamentares. De acordo com ele, a matéria agora só deverá ser apresentada após o término da campanha eleitoral.

Ricardo Marcelo falou pela primeira vez em extinguir o benefício no final do mês de maio. Na época, ele disse que considerava o pagamento injusto porque os deputados não poderiam ter mais regalias que os trabalhadores normais. Ele também chegou a dar um prazo de uma semana para a matéria entrar em tramitação na ALPB.

Quase três meses depois, o discurso do presidente agora é outro. Segundo ele, o momento não é oportuno para a apresentação do projeto. “Nesse momento de campanha política nós não temos nem condições de sentar todos os 36 (deputados). A partir do dia 7 de outubro, terminou as eleições, aí sim nós vamos discutir”, afirmou.

O presidente justificou que não pode tomar nenhuma decisão antes de ouvir todos os deputados. “Essa é uma das metas não só da mesa, quase que tivemos unanimidade nesse sentido. Nós não vamos tomar nenhuma deliberação sem antes ouvir os 36”, ponderou,

A ajuda de custo dos deputados é de R$ 20,042 mil, mesmo valor do salário mensal deles, e ela é paga no início e no fim de cada ano. Caso o projeto para extinção do benefício seja realmente apresentado e aprovado, a ALPB vai economizar cerca de R$ 1,4 milhão por ano.

O fim do 14º e 15º também é tema de discussão no Congresso Nacional. A extinção do benefício já foi aprovada no Senado e agora tramita na Câmara dos Deputados. O projeto estava na pauta de ontem da Comissão de Finanças e Tributação (CFT), mas por falta de quórum não pôde ser avaliado. Era necessário a presença de 17 deputados, mas apenas 16 compareceram à reunião.

JORNAL DA PARAÍBA