Arquivo da tag: refém

Dom Antônio Muniz é mantido refém enquanto tem casa roubada em Maceió

Bandidos roubaram na manhã deste sábado a casa do arcebispo de Maceió, Dom Muniz Fernandes, no bairro do Farol.

Segundo o GazetaWeb, o crime aconteceu por volta das 5h40. Três homens armados teriam rendido o diácono Inaldo Pitta, que se dirigia à residência de Dom Muniz para buscá-lo. Em seguida renderam o vigia e invadiram a casa.

As três vítimas foram ameaçadas sob a mira da arma de dois dos homens enquanto o terceiro recolhia o material do roubo pela casa.

Durante a ação, Inaldo conseguiu fugir e chamou a polícia. Os criminosos saíram em seguida levando uma cruz peitoral, perfumes, um Iphone (que foi encontrado quebrado na rua pela polícia) e dinheiro para despesas da casa e combustível do carro do arcebispo.

A polícia chegou a procurar envolvidos na região, mas ninguém foi preso.

Noticias ao Minuto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Trio rouba carro dos Correios e faz funcionário refém em Campina Grande

Três assaltantes roubaram um carro dos Correios e fez um funcionário refém na segunda-feira (15), no bairro do Catolé, em Campina Grande. O trio abordou o motorista de um carro de entrega de encomendas da empresa que estava parado na rua Humberto Batista. Um deles estava armado, eles renderam o motorista e o levaram até um terreno baldio no bairro do Jardim Paulistano, onde deixaram todas as encomendas.

Tanto as encomendas como o carro foram recuperados pela polícia e o funcionário foi deixado perto do Aeroporto. Todo o material foi levado para a sede da Polícia Federal para ser conferido. O motorista disse que os três homens apenas pediram para que ele ficasse calmo.

A polícia não localizou nenhum dos assaltantes. Segundo o subcomandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, Major Rogério Damasceno, o trio deve ter visto alguma viatura da polícia no momento da ação e decidiu abortar o assalto.

Este foi o segundo caso registrado no mesmo bairro desde a semana passada. Na quarta-feira (10), uma ação semelhante foi registrada, quando homens abordaram um funcionário dos Correios, mas conseguiram levar todas as encomendas e apenas o veículo tinha sido recuperado até esta segunda-feira.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Agricultor é feito refém e espancado durante tentativa de assalto em Serraria

sireneUm agricultor de 53 anos de idade foi vítima de uma tentativa de roubo no Sítio Laranjeiras, município de Serraria, nesta quarta-feira (01).

Durante o fato, ele foi feito refém e espancado pelos autores do crime. Por volta das 18h15, policiais de plantão foram acionados para atender a ocorrência e, segundo as informações repassadas, dois indivíduos encapuzados com camisa na cabeça e armados com uma armas de fogo, estavam no sítio, com uma vítima, sendo mantida como refém.

O agricultor teria reconhecido um dos acusados, que o atingiu com uma coronhada na cabeça. A vítima foi socorrida pelo Samu para o Hospital de Trauma de João Pessoa.

Os acusados foram localizados logo em seguida pelo grupo de Inteligência e agentes de investigações, em frente a casa deles.

Compareceu ao local da ocorrência as guarnições das viaturas 6179, 6886 (ROTAM), e grupo de inteligência, que efetuaram a condução dos envolvidos até a delegacia de Solânea para as providências cabíveis.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Grupo rouba carro, faz refém, bate e derruba poste em João Pessoa

acidenteQuatro homens suspeitos de sequestro-relâmpago foram detidos na madrugada desta sexta-feira (17) após baterem um carro roubado em um poste na Avenida Tancredo Neves, no bairros do Ipês, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, cinco homens abordaram o dono do carro na Avenida Maria Rosa, no bairro de Manaíra, quando a vítima chegava em casa. Dentro do veículo com o refém, o grupo iniciou uma série de assaltos.

De acordo com o sargento Henrique, da Polícia Militar, o dono do carro foi colocado no banco de trás e ameaçado várias vezes com uma faca. Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos estavam armados com um revólver e uma pistola. Os assaltos praticados pelo suspeitos foram na área da orla e posteriormente no Centro de João Pessoa, onde o grupo roubou alguns taxistas.

Antes do acidente, retornando após os assaltos praticados no Centro, o grupo libertou o dono do veículo no bairro de Mandacaru, nas imediações de uma empresa de ônibus de João Pessoa. O acidente aconteceu logo depois, na Av. Tancredo Neves, após os criminosos perderem o controle do veículo. Após a batida, os suspeitos fugiram, mas foram identificados pela polícia.

“Uma equipe do Bope [Batalhão de Operações Especiais] foi a primeira a chegar no local do acidente e fez buscas no Bairro São José. Quatro desses indivíduos foram localizados. Um deles estava bastante machucado e foi levado pela própria PM e para o Hospital de Trauma de João Pessoa”, comentou.

Entre os detidos, três são jovens e um é adolescente. Na colisão, o carro roubado ficou destruído e o poste caiu interditando uma das faixas da Avenida Tancredo Neves, no sentido Centro-praia. A Polícia Militar segue fazendo buscas para localizar o quinto suspeito. A polícia não informou se o dono do carro feito refém foi ferido durante o sequestro-relâmpago.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após rebelião, presos fogem de cadeia, roubam armas e levam agente refém na Paraíba

cadeia-publica-de-princesa-isabelUma rebelião seguida de fuga aconteceu na cadeia pública do município de Princesa Isabel no Sertão da Paraíba, na manhã desta sexta-feira (04).  A central do SAMU pediu apoio de todas as ambulâncias e há informação de muitas pessoas feridas.

Ainda não foi divulgado o número exato de apenados que conseguiram escapar do complexo prisional, porém estima-se que foram ao menos dez. Eles teriam levado um agente como refém além de roubarem um fuzil e pistolas.

Os presos seguiram em sentido ao sítio Carneiro, na área do 13° Batalhão de Polícia Militar.

Mais informações em instantes. 

.paraiba.com.br

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Jovem é preso após fugir da polícia e fazer filho refém em Campina Grande

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)
(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Um jovem de 22 anos foi preso em Campina Grande após fugir de uma abordagem da polícia e manter o filho de sete anos em cárcere privado no bairro da Ramadinha, no domingo (31). Segundo a Polícia Militar, foram cerca de quatro horas de negociação até o homem se entregar e libertar a criança.

O capitão da PM Jonatha Yassaki contou que o jovem foi perseguido por policiais até chegar na casa. “Foi dada uma ordem de parada ao carro suspeito, que não foi obedecida. Houve uma perseguição na área central até a Zona Leste, o que culminou no desembarque dele na residência onde manteve algumas pessoas refém”, explicou.

Conforme a polícia, o jovem estava acompanhado de outro homem. Eles entraram na casa e mantiveram refém uma mulher e duas crianças. Com as negociações, o comparsa se entregou após uma hora. A mulher e uma das crianças também foram liberadas.

O jovem estava armado e manteve apenas o filho como refém. O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) foi chamado e comandou o restante das negociações. Depois de conversar com o advogado dele, o homem se entregou e liberou o filho, que foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Em entrevista à TV Paraíba, Abraão Agra da Silva se defendeu. “Eu fiquei lá só enquanto meu advogado chegava. Eu não fiz criança refém. Foram encontradas apenas munições e não tem arma nenhuma. Disseram que eu atirei numa delegacia no José Pinheiro. Eu nego”, disse.

Apesar da fala do jovem, a Polícia Militar encontrou uma arma na residência. Abraão Agra da Silva é ex-presidiário e já foi preso várias vezes, segundo a PM. Ele é suspeito de ter atacado uma base da polícia no dia 23 de julho. O carro que ele usou ao fugir da polícia tem placa clonada. O jovem foi encaminhado para a Central de Polícia.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Padre é morto após ser feito refém em igreja da Normandia, na França

Dois homens armados com facas fizeram reféns um padre, duas freiras e dois fiéis em uma igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, na região da Normandia, no norte da França, na manhã desta terça-feira (26). O padre de 84 anos foi morto. Outros três reféns ficaram feridos – um em estado grave.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado, que terminou após a polícia matar os dois terroristas. “Eles responderam aos chamados para atacar os países da coalizão internacional”, que luta contra o EI no Iraque e na Síria, segundo a Amaq.

Poucos minutos antes, o presidente francês, François Hollande, já tinha declarado que os criminosos disseram pertencer ao grupo terrorista. Hollande, que foi até o local do crime,  qualificou o ato como “um ignóbil atentado”.

De acordo com o jornal francês “Le Figaro”, os dois homens armados entraram na igreja durante uma missa. Fontes policiais informaram que pelo menos um deles usava barba e espécie de gorro de lã utilizado por muçulmanos.

Agentes do corpo de elite da Brigada de Investigação e Intervenção (BRI) da polícia local cercaram o imóvel e tentaram negociar com a dupla. O cerco só acabou após 40 minutos quando agentes de segurança mataram os  criminosos. Jacques Hamel, que foi degolado, trabalhava nessa igreja há cerca de 20 anos.

O Vaticano também condenou o “bárbaro assassinato” do padre. O ato se torna ainda mais odioso na avaliação da Santa Sé por ter ocorrido em um local sagrado, segundo a Reuters.

O ato é o mais recente em uma série de ataques violentos na Europa. A morte do padre ocorre em um contexto de alerta máximo na França apenas 12 dias após um tunisiano matar 84 pessoas com um caminhão em Nice, em ataque reivindicado pelo Estado Islâmico.

Dois homens fizeram reféns em uma igreja Saint Etienne du Rouvray, na região da Normandia,  no norte da França, na manhã desta terça. Um padre morreu (Foto: Charly Triballeau / AFP)Dois homens fizeram reféns em uma igreja Saint Etienne du Rouvray, na região da Normandia, no norte da França, na manhã desta terça. Um padre morreu (Foto: Charly Triballeau / AFP)
G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Assaltante faz refém e rouba pacientes e funcionários em clínica na Paraíba

(Foto: Walter Paparazzo/G1)
(Foto: Walter Paparazzo/G1)

Uma clínica médica no bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa, foi alvo de assalto na manhã desta quarta-feira (13). Conforme relatório do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), um homem armado rendeu pacientes e funcionários da clínica, recolheu celulares, relógios e jóias, e fugiu em seguida. Segundo relatos de testemunhas, no momento do assalto o estabelecimento tinha pelo menos 30 pacientes, além dos funcionários, que também foram assaltados. Antes da fuga, o assaltante chegou a fazer uma nutricionista refém.

Uma das funcionárias, que pediu para não ser identificada, detalhou a ação do criminoso. Ela explicou que ele chegou à clínica ainda cedo, como paciente, esperou que o movimento de pessoas aumentar para só então anunciar o assalto. “Ele entrou primeiro no consultório de uma nutricionista, aí ele rendeu logo ela com uma paciente na sala. Levou um celular dela, aliança. Levou objetos das duas, depois veio com elas abordando os outros na recepção”, comentou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A funcionária comentou que o assaltante estava nervoso, mas não chegou a agredir nenhuma das vítimas. “A minha vontade era só que ele saísse dali, que levasse os bens materiais, mas que saísse, porque eu vi a hora ele fazer uma besteira, porque estava muito nervoso. Tinha umas 30 pessoas, pacientes aguardando, fora os funcionários, porque ele também levou celular de funcionário”, explicou.

O marido de uma das vítimas flagrou o momento em que o assaltante arrastou a nutricionista como refém para o lado de fora da clínica e fugiu em uma motocicleta. “Ele já vinha com a médica como refém. Ele tava muito nervoso, montou na moto foi embora. Saiu com a médica lá de dentro, mas liberou ela quando fugiu na moto”, comentou.

Uma paciente, que não foi assaltada por estar dentro de uma sala que não foi invadida pelo assaltante, destacou que a clínica contava com um segurança. A Polícia Militar foi chamada para o local, realizou buscas pelo assaltante, mas até as 12h30 desta quarta-feira, o suspeito do roubo não tinha sido preso.

 

 

G1 PB

Mulher com faca faz motorista refém e ameaça matá-lo durante assalto a ônibus em JP

 (foto ilustrativa)
(foto ilustrativa)

Um ônibus da linha 5204 (Cristo/Manaíra) foi assaltado na noite desse domingo (10), quando passava pela Rua Aderbal Piragibe, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. Uma mulher armada com faca peixeira tomou o motorista como refém até que os cerca 10 passageiros entregassem dinheiro, celulares e pertences.

A criminosa pediu parada no primeiro ponto da rua e anunciou o assalto assim que subiu no ônibus, agarrando a cabeça do motorista. De cabelo curto, bermuda e camisa, ela tirou a faca escondida na cintura e sem passar na catraca apontou a arma para o condutor. “Todo mundo passa o celular ou eu mato ele; vou meter a faca no pescoço dele”, dizia enquanto esbravejava xingando os passageiros e pedindo também o dinheiro do caixa do ônibus. Os relatos são de uma passageira.

O motorista foi forçado a seguir com o ônibus e um passageiro teve que juntar os celulares e pertences dos demais, enquanto a assaltante continuava as ameaças. “Vou matar ele!”, gritava.

O material foi entregue, ela levou o dinheiro do caixa e pediu parada no segundo ponto da Aderbal Piragibe. “Se tu abrir a boca eu te rasgo todinho, mato você”, disse ao motorista enquanto descia. Ela seguiu caminhando pela rua que fica na lateral do Centro Administrativo do Estado, em direção à Rua das Trincheiras.

“Só havia dois ou três homens no ônibus. O resto de nós éramos todas mulheres. Entrei em desespero e comecei a chorar. Foi horrível, ela gritava muito e dizia o tempo todo que ia esfaquear o motorista. Entreguei meu celular pra que aquilo acabasse logo sem mais problemas”, disse uma passageira.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Polícia Militar foi acionada, mas até o fechamento desta matéria nenhuma suspeita do crime havia sido presa.

O motorista não foi ferido, mas ficou em estado de choque e foi amparado pela PM e por um colega de outro ônibus que passou pelo trecho logo depois da chegada da polícia.

Os passageiros seguiram viagem em outro ônibus do Cristo que passou pelo local cerca de 20 minutos depois da fuga da assaltante.

 

 

portalcorreio

Bando invade casa, faz família refém e rouba dinheiro e aparelhos eletrônicos, na PB

sireneUma família foi feita refém na noite dessa terça-feira (12) na cidade de Lagoa Seca (Agreste do estado, a 129 km de João Pessoa). Segundo a Polícia Militar, com base no relato das vítimas, cinco homens armados invadiram a casa da família por volta das 20h. Eles estavam encapuzados e usavam pistolas e armas de cano longo.

Ainda de acordo com a PM, o bando roubou aparelhos eletrônicos e uma quantia em dinheiro. Antes de fugir, os bandidos trancaram os moradores em um cômodo da casa. As vítimas só conseguiram sair do local cerca de 30 minutos depois.

A polícia realizou buscas nas imediações da casa, mas nenhum suspeito havia sido preso até a manhã desta quarta-feira (13).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

portalcorreio