Arquivo da tag: Record

Lentidão para renovar contratos causa desconforto na Record

A política da Record com respeito a renovação dos contratos de seus profissionais – mesmo aqueles que já ostentam certo renome e tradição na casa – tem causado um crescente descontentamento interno.

De acordo com o jornalista Flávio Ricco, diversos funcionários de Edir Macedo veem com desagrado o hábito da direção da emissora de deixar praticamente para os 45 minutos do segundo tempo a renovação de vínculos profissionais à beira da expiração.

Rodrigo Faro, Marcos Mion, Ana Hickmann, Gugu Liberato e Ticiane Pinheiro foram algumas das vítimas desse estranho modus operandi da Record – que, vale lembrar, difere muitíssimo do sistema adotado pela Globo e o SBT para a mesma questão.

Além do desconforto com os próprios atores e apresentadores, ainda dá margem para que o assunto vire manchete e passe uma imprensa de desvalorização ou pouco caso por parte da empresa em relação a seus profissionais, até mesmo os mais gabaritados.

rd1

Record, SBT e RedeTV! preparam corte de sinal e armam guerra contra a TV paga

silvio e edirA briga entre a Sky e a Fox foi só um aperitivo do que executivos de três das maiores redes do país preveem para os próximos meses. Unidas na Simba, uma empresa criada no ano passado após aprovação do Cade, Record, SBT e RedeTV! planejam começar a cortar seus sinais das operadoras de TV por assinatura em abril, após o apagão analógico em São Paulo, maior mercado do país. Advogados de ambas as partes já se preparam para uma guerra que deve terminar nos tribunais.

Nesta semana, a Simba começou a enviar às operadoras uma proposta comercial. No documento, informa que, com o fim da TV analógica, a legislação permitirá às redes abertas cobrarem pelos seus sinais digitais e que, por isso, já quer abrir negociações em nome de Record, SBT e RedeTV!.

Juntas, as três redes detêm 19,7% da audiência de todos os canais, entre abertos e pagos, no cabo e no satélite, de acordo com dados de dezembro. Mais relevantes do que elas, só a Globo (30,7%). Os canais da Fox, que geraram centenas de ameaças de cancelamento de assinatura à Sky na semana passada, tiveram 3,43% da audiência da TV por assinatura em dezembro.

As emissoras de TV já sabem que as operadoras irão recusar qualquer negociação para pagar pelos sinais abertos, que são gratuitos. As operadoras estão dispostas a pagar para ver o que acontecerá, uma vez que estar na casa do assinante de TV por assinatura, quase 30% da população do país (e justamente a mais rica e educada), também é importante para as redes abertas, que vivem de publicidade.

Todas as operadoras, das gigantes Net e Sky às nanicas, foram contra a aprovação da Simba, joint venture das três redes, durante processo no Cade (Conselho Administrativo de Direito Econômico), no ano passado. Seus argumentos vão do caráter gratuito da TV aberta, que são concessões públicas, ao desequilíbrio econômico e ameaça à concorrência.

As emissoras abertas também estão dispostas a pagar para ver se as operadoras resistem à perda de clientes, que exigirão seus sinais. Elas se sentiram fortalecidas com a posição da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) de que, para compensar a saída da Fox, a Sky deveria oferecer novos canais similares ou reduzir o preço da mensalidade paga pelo assinante.

Executivos da Record, SBT e RedeTV! dão como certo que não haverá acordo com as operadoras e que, em abril, suas frequências serão cortadas em São Paulo, onde opera a Net, a maior do país. A Net, uma das maiores opositoras da aprovação da Simba no Cade, já sinalizou que não aceita pagar pelos sinais abertos.

O corte na TV paga ocorrerá assim que o sinal de TV analógico, cuja distribuição é obrigatória e gratuita no cabo, for desligado na Grande São Paulo, o que está previsto para 29 de março. Depois virão Goiânia (31 de maio) e as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Fortaleza e Belo Horizonte (26 de julho). Em um primeiro momento, o corte de sinal será apenas na Grande São Paulo.

Os dirigentes das TVs abertas têm um “padrinho” muito forte: o bispo Edir Macedo. O dono da Record, segundo altas fontes, está convencido de que é justo as operadoras pagarem por seus sinais de alta definição, uma vez que já remuneram a Globo, e de que essa receita é relevante _as redes estimam que podem faturar de R$ 360 milhões a R$ 1 bilhão por ano.
noticiasdatv

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

“Dança dos Famosos” da Xuxa terá exibições ao vivo na Record

xuxaO “Dançando com as Estrelas”, formato da BBC produzido pela Endemol Shine a pedido da Record, não será simplesmente um quadro de Xuxa nesta temporada de 2017, mas um programa inteiro. Portanto, não se trata de uma parte integrante, algo um pouco menor, como a princípio se imaginava.

A investida de agora em um modelo de longa duração, por tabela, já descarta a volta do “Xuxa Meneghel”, com musicais e entrevistas, que foi a grande aposta da emissora ao anunciar a contratação da apresentadora.

Nessa “Dança”, sob a direção-geral de Rodrigo Carelli, haverá um envolvimento da Xuxa em todo o processo, com um total de 13 episódios realizados, ao vivo, dos estúdios da Casablanca, no Rio.

A data, 3 de abril, definida para o lançamento, já é tratada como estreia do “novo programa da Xuxa”, fazendo uso de um modelo bem semelhante a “Dança dos Famosos”, que já de muito anos é sucesso da Globo no “Domingão do Faustão”.

Dança da Record
Rodrigo Carelli, completamente dedicado a esta tarefa, começou a trabalhar na montagem deste primeiro “Dançando com as Estrelas”, o “Dança dos Famosos” da Record.

O diretor avalia diversos perfis e o seu desejo é reunir um time muito forte. Certo também que Sérgio Marone terá uma participação importante na apresentação do quadro.

Baixaria das piores
Inqualificável o “Superpop”, da segunda-feira, com a tentativa do programa em provar que a ex-BBB, Antonella Vellaneda, teve um caso com a Sabrina Boing Boing, na presença das duas.

É lamentável ver a televisão descer a níveis tão rasos.

Raquel Couto/Divulgação/TV Globo
A vida não está fácil para Tião (José Mayer) em “A Lei do Amor”. Dia 10, sexta-feira, ele vai tomar outra surra de Pedro (Reynaldo Gianecchini)imagem: Raquel Couto/Divulgação/TV Globo

Estreias de março
No SBT, assegurada a permanência de Raul Gil, já se dão como certas as estreias do “Operação Mesquita”, com Otávio Mesquita, às 18h15; “Duelo de Mães”, em sua segunda temporada, com Ticiana Vilas Boas, às 19h15 e “Fábrica de Casamentos”, com Chris Flores e Carlos Bertolazzi, às 21h30.

Tudo isso a partir de 4 de março, final de semana seguinte ao encerramento do carnaval.

E o domingo
A novidade do domingo, no SBT, é a entrada do “Acontece lá em Casa”, às 9h, com a participação da psicóloga, pedagoga e escritora Betty Monteiro, conhecida por suas passagens no “Domingão”, ao lado da atriz e jornalista Gabi Monteiro.

E o “Domingo Legal”, do Celso Portiolli, que ia acabar, mas não vai acabar mais, será mantido no ar com o seu mesmo e conhecido formato. Entre um e outro, o “Mundo Disney”.

Apoio
A trilogia de Edir Macedo para o cinema, sob a direção de Alexandre Avancini, além da Record, deverá contar com o apoio da Paris Filmes e da RioFilme, por acaso uma empresa da Prefeitura do Rio de Janeiro vinculada à Secretaria Municipal de Cultura.

E que “visa o efetivo desenvolvimento da indústria audiovisual carioca”.

Desafio
Uber, empresa prestadora de serviços de transporte, é a mais nova dor de cabeça de todas as redações.

Continua sendo enorme a dificuldade em se chegar a uma conclusão sobre o seu “sexo”, se é feminino ou masculino.

Divulgação
“Pânico” teve Vesgo vestido de Trump em Washingtonimagem: Divulgação

Ibope é menor dos problemas
Em relação à volta do “Pânico”, ao vivo na Band, domingo passado, baixa audiência é o menor dos seus problemas, até porque existe a possibilidade disso ser revertido nas próximas edições.

O que não pode é ter funcionário insatisfeito.

Empurrando com a barriga
Produção e elenco do “Pânico”, de muito tempo, estão com salários atrasados, um particular que nem mesmo o alto escalão do programa escapa.

Há a promessa da Band em pagar dezembro até o final desta semana. É o que todos, ansiosamente, esperam.

Bate – Rebate

• No plantão de sábado do “Jornal da Record” foi proibido falar sobre o velório da dona Marisa…
• … A repórter Catarina Hong foi ao velório, preparou o texto, mas quando o vt estava na ilha de edição foi derrubado…
• … O jornal não deu uma linha sobre a morte da ex-primeira-dama. Ordem de cima.
• Ainda do jornalismo da Record, Luciana Barcelos, que estava no Rio, foi transferida para São Paulo…
• … No lugar dela já entrou André Ramos, que estava em Belo Horizonte.
• É até natural que após a saída de Britto Junior da Record apareçam comentários por aí sobre o interesse de outras emissoras…
• … Mas, no caso da Bandeirantes, não procedem os rumores de que o Britto comandará um programa nas suas tardes…
• … Consultada, a Band informa que não existe esta negociação.
• Não há nada de efetivo ainda, mas já existem ensaios sobre possíveis mudanças na apresentação dos informativos e programas jornalísticos da Record.
• Para não ficar naquilo de sempre, o SBT está ao menos tentando montar um esquema de cobertura um pouco diferente do carnaval de Salvador…
• …Entre uma das novidades, o acompanhamento aos principais artistas que irão se apresentar, de Ivete Sangalo e Claudia Leitte até o Chiclete com Banana, das suas casas até o trio elétrico.

*Colaboração de José Carlos Nery

tvefamosos

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Record tira equipamentos dos estúdios do Gugu

guguDesde a tarde de quinta-feira (8), a Record começou a retirar os equipamentos, carretas e até fiação que tinha na GGP e que estavam sendo utilizados no programa do Gugu.

O impasse, se ele vai parar ou continuar na casa, permanece. O contrato entre as partes vai até o dia 28.

Caso Gugu e Record venham a se acertar para a permanência dele na casa, trabalhando como simples contratado, a produção do programa continuará na condição de terceirizada.

Todos sendo assimilados por uma outra empresa, que tem ligações com a igreja patrocinadora. O caixa, no fundo, no fundo, é um só.

*Colaborou José Carlos Nery

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Fábio Porchat dispara: “Se a Record me proibisse de falar sobre política, estava fora”

fabio-porchatFábio Porchat foi um dos convidados de honra do jantar beneficente promovido pela Rede Record e o Instituto Ressoar nesta terça-feira, 22, no hotel Grand Hyatt em São Paulo. Em seu primeiro ano na emissora, essa é a primeira vez que o humorista marca presença no evento e destaca a importância de fazer parte dessa ação: “Vou ajudar a tirar dinheiro do pessoal para ajudar o Instituto Ressoar“, disse em entrevista à imprensa.

Questionado se é bom de barganha, o humorista declarou que é bom de “fazer piada e isso às vezes não ajuda muito, pois tenho que sensibilizar as pessoas e não fazer elas rirem“, disse ele, que já esteve à frente de outros dois leilões beneficentes este ano: Doutores da Alegria e do Instituto Sabrina Sato.

Membro do Porta dos Fundos, canal de humor no YouTube que tem em sua essência uma forte crítica ao cenário político nacional e internacional, Porchat negou, quando questionado pelo Observatório da Televisão, se há alguma pressão da Record para que ele evite falar sobre política no programa.

Os monólogos do Programa do Porchat são muito políticos. Tem piada com (Eduardo) Cunha, Dilma (Rousseff), Aécio (Neves), Lula, Garotinho, todos. Se a Record me proibisse, estava fora“, afirmou.

observatoriodatelevisao

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Record já teme “seca” de bons entrevistados para Fábio Porchat

fabio-porchatA decisão da Record em fazer do “Programa do Porchat” uma atração diária já assombra a produção por um motivo simples: a iminente falta de convidados interessantes –gente que valha realmente a pena ser entrevistada, que agregue conteúdo.

Houve gente na Record que sugeriu, desde o princípio, que a atração do talentoso humorista fosse semanal, mas essa tese foi derrotada por questões comerciais: acontece que é muito mais fácil arrumar anunciantes e patrocinadores fixos para um programa diário do que para um semanal.

Produzido em parceria com a Eyeworks, o talk-show é exibido de segunda a quinta. Nos primeiros dias Porchat conseguiu bons convidados, como Sasha (que falou pela primeira vez num programa de TV) e o ex-global Pedro Cardoso; houve ainda visitas divertidas, como ocorreu ontem com os irmãos Zezé e Luciano.

Porém já houve apostas erradas, como Tiririca e Joelma. O primeiro por ser absolutamente vazio de conteúdo, até chato; a segunda por sentar na poltrona de Fábio Porchat após meses e mais meses de exposição na mídia: a cantora já foi literalmente em todas as emissoras e pouco tem a acrescentar, além de auto-promoção.

Alguns dos próximos convidados de Porchat serão atores e jornalistas da Record. No entanto, essa alternativa também pode cansar o telespectador da própria emissora.

Uma estimativa otimista feita por um executivo da emissora a esta coluna, sob sigilo, prevê que o talk-show deverá conseguir bons convidados até o início de novembro. Depois disso, diz, é uma incógnita.

O programa terá uma pausa no fim do ano e volta em março de 2017.

TEMOR NO IBOPE

Outro fantasma  já tem rondado o novo produto da Record: fuga de público. Depois de uma estreia antológica em primeiro lugar isolado em São Paulo, na última quarta-feira, com nove pontos de média, o programa já caiu para a faixa dos 4 pontos (cada ponto = 69 mil domicílios).

A expectativa é que ficasse na casa dos 7 pontos, pelo menos.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após um ano na Record, Xuxa Meneghel “reaparece” na Globo

xuxaXuxa Meneghel “reapareceu” na Globo, após um ano na Record. A apresentadora surgiu na antiga emissora na reprise do especial “Por Toda Minha Vida” de 2007, em homenagem ao cantor sertanejo Leandro, vítima de câncer em junho de 1998.

No programa, Xuxa foi entrevistada por Fernanda Lima e contou sobre sua amizade com Leandro. “Em algumas entrevistas, quando era perguntado sobre a mulher ideal, ele falou várias vezes que era a Xuxa. Ele chegou a falar pessoalmente alguma vez?”, questionou Fernanda.

“Fora das câmeras ele brincava e dizia isso. O Leo não. Eu me lembro uma vez que os dois entraram e eu estava de minissaia. Leo falou que nunca tinha me visto de minissaia. Leandro falava ‘Para de ficar olhando’. Enquanto o Leo sempre foi uma pessoa muito brincalhona, o Leandro sempre foi uma pessoa muito carinhosa e te olhava sempre dentro do olho, sempre te apertava com vontade. Não tinha receio de fazer novos amigos. Todo mundo que o conheceu tem boas histórias para contar”, disse Xuxa.

“Por Toda Minha Vida” também exibiu imagens dos programas “Xuxa Park” (1996) e “Xuxa Hits” (1996), em que a loira apresentou vestida de cowgirl.

Xuxa já havia aparecido na Globo após assinar com a Record. Em maio de 2015, ela foi lembrada no “Mais Você” quando protagonizou uma “guerra de bolos” com Ana Maria Braga. Ela também foi vista no canal pago Viva, dentro dos especiais de Roberto Carlos.

Na última segunda, Xuxa comemorou o primeiro aniversário de seu programa na Record. Nas redes sociais, telespectadores comentaram o “ressurgimento” da apresentadora na Globo e ficaram surpresos pela emissora não ter cortado a cena.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Xuxa marca a sua pior audiência na Record

XuxaA Xuxa, com 4,4 pontos em SP, teve o seu pior resultado na segunda-feira (1) desde que estreou na Record. Uma tragédia.

Isso é que tem levado Marcelo Silva, o vice da Record, a exigir mudanças mais contundentes em seus programas de entretenimento. Na lista, o caso da Xuxa, que entre todos aparece como de maior gravidade. Quase desesperador.

Audiência tão baixa revela que existem erros muito sérios na sua produção.

Como contrapartida, em seus momentos finais, “Liberdade, Liberdade” anotou segunda-feira recorde de audiência em São Paulo, com 28 pontos de audiência e 43% de participação.

Uma novela das 23h não registrava esse índice desde 2012. Nem a badalada “Verdades Secretas” chegou a tanto.

Bol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Xuxa falta em evento da Record e cria mal-estar nos bastidores

xuxaTudo indica que a relação entre Xuxa Meneghel, 52, e a TV Record não anda bem. Após ter parte da equipe demitida e do diretor da sua atração ser afastado, a apresentadora descumpriu uma ordem da emissora.

De acordo com informações do jornal “Folha de São Paulo”, a Rainha dos Baixinhos não compareceu na pré-estreia do filme “Os Dez Mandamentos”, ocorrida nesta terça-feira (26) em um cinema de São Paulo. A falta da artista seria uma amostra da sua insatisfação com o canal.

Nos próximos dias, Xuxa deverá se reunir com o novo diretor do seu programa, Ignácio Coqueiro, 58, para definir os próximos rumos da atração que vem registrando baixos índices de audiência nas últimas semanas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

yahoo

Record escala diretor para censurar Xuxa e já estuda rescisão de contrato

xuxaMenos de um ano após a contratação, a relação de Xuxa com a Record está em níveis altíssimos de tensão. Na última segunda-feira (18), um alto executivo da área artística, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, fez uma espécie de censura pós-edição do programa, previamente gravado. Cumprindo recomendação da igreja, o diretor viu todo o programa atento a cada frase de Xuxa. Sua missão era eliminar tudo o que julgasse chulo, vulgar e imoral. Paralelamente, advogados da Record já destrincham o contrato de Xuxa. Estão se preparando para uma eventual rescisão.

A censura pós-edição deve se repetir hoje, com o primeiro programa gravado em 2016. A convidada do dia é a funkeira Ludmilla. A Record quer evitar que Xuxa repita situações consideradas constrangedoras, como ocorreu quando ela recebeu as cantoras Anitta e Preta Gil, o apresentador Sérgio Mallandro e a atriz Luana Piovanni. Não quer sua principal estrela falando de masturbação e uso de brinquedinhos sexuais na cama.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na semana passada, o principal convidado de Xuxa era o apresentador Marcelo Rezende. A loira, mais uma vez, roubou as atenções ao falar que sofreu abuso sexual na infância. Revelou que foi cantada por um professor de matemática quando tinha 11 anos. O executivo escalado pela Record/Igreja Universal do Reino de Deus estava preocupado principalmente com esse trecho.

Xuxa e Record estão em crise desde outubro, apenas dois meses após a estreia do Xuxa Meneghel. Além do excesso de referências sexuais, a emissora está descontente com o desempenho do programa no Ibope e no mercado publicitário. Há duas semanas, a atração marcou apenas 4,9 pontos, sua pior média. Levou uma “surra” do Programa do Ratinho, que no confronto registrou 11,7. Xuxa também tem sofrido derrotas consecutivas para o Máquina da Fama, do SBT. A Record esperava mais dela, em conteúdo, audiência e anúncios.

Xuxa, por sua vez, tem reclamado nos bastidores de falta de condições de trabalho. Primeiro, ela ficou insatisfeita com a decisão da emissora de terceirizar sua produção no Rio de Janeiro, arrendando seu complexo de estúdios para a produtora Casablanca. Os funcionários de Xuxa tiveram que rescindir com a Record e assinar novo contrato com a Casablanca, muitos em condições piores do que antes. Xuxa perdeu vários colaboradores. Eles argumentaram que deixaram a Globo para trabalhar na Record, não para a Casablanca.

Em novembro, a Record decidiu passar a gravar previamente o programa de Xuxa. A medida tem dois fins: reduzir custos com horas extras e adicional noturno gerados pelo programa ao vivo e evitar situações constrangedoras. Xuxa tentou de várias formas reverter a situação. Queria muito voltar com o programa ao vivo nesta segunda (25). Afinal, essa foi uma das justificativas para ela assinar com a Record, em março do ano passado, após ter sido dispensada pela Globo.

Diante desse quadro, advogados da Record já estudam o contrato da emissora com Xuxa. Buscam saídas que permitam uma rescisão menos traumática, como ocorreu com Gugu Liberato em 2013. Na época, Gugu tinha contrato até 2018. Sua multa chegava a quase R$ 300 milhões. A Record conseguiu negociar por um terço disso e ainda manteve o artista em seu elenco, agora como coprodutor, com um custo muito inferior ao do contrato assinado em 2009.

A tensão entre Xuxa e Record ainda não chega ao ponto de discussão do contrato. Ainda não se fala em rescisão. Mas os advogados da emissora não querem ser pegos desprevenidos.

 

Uol