Arquivo da tag: reassume

Com gol nos acréscimos, Bota-PB vence Auto Esporte e reassume liderança

Um gol nos acréscimos do segundo tempo garantiu mais uma vitória do Botafogo-PB em um clássico Botauto.

Neste domingo (22), pela quinta rodada do Campeonato Paraibano de 2017, o zagueiro Gustavo Henrique deus os três pontos que recolocaram o Belo na liderança da competição, e deixaram o Auto Esporte ainda na lanterna.

Como em quase todo dérbi, a partida foi muito brigada e recheada de cartões amarelos. Sem nenhuma cena lamentável, as punições aconteceram apenas pela força excessiva utilizada em algumas jogadas. No total, seis cartões foram aplicados, sendo quatro botafoguenses e dois automobilistas.

Quem chegou com algum perigo pela primeira vez foi o Auto Esporte. Aos 13 minutos, Cesinha lançou a bola para Van Basten, que chutou cruzado, de pé esquerdo, e obrigou Michel Alves a se esticar todo para mandar a bola para escanteio.

Cinco minutos mais tarde foi a vez do Botafogo-PB quase abrir o placar. Gustavo cobrou falta próximo da marca de escanteio, Gustavo Henrique subiu mais que a defesa e cabeceou, mas a bola passou a esquerda da trave esquerda defendida por Danilo.

O jogo ficava muito amarrado e sem muitas oportunidades de gol. Jogando com três zagueiros, o alvirrubro de Mangabeira tinha uma postura mais defensiva e não dava espaços para o Botafogo-PB, que por sua vez, jogando com três volantes no meio campo, tinha pouca criatividade e dependia muito das jogadas em velocidade de Wanderson, que não surtiram efeito.

Percebendo a falta de opções para armar, ainda antes do intervalo, o treinador Itamar Schulle tirou Amarildo e colocou Luiz Paulo, que entrou na lateral esquerda e deslocou Tarcísio, que estava improvisado no lado do campo, na armação, sua posição de origem, junto com Raphael Luz.

Para o segundo tempo Itamar colocou o time ainda mais para cima, sacando Tarcísio e colocando o atacante Biro Biro em seu lugar logo na volta do intervalo.

Foto: Voz da Torcida

Antes do primeiro minuto da segunda etapa quase o Belo abre o placar. Raphael Luz cobrou falta pela esquerda e Rafael Oliveira desviou de cabeça, no canto esquerdo rasteiro de Danilo, que se esticou todo e conseguiu espalmar a bola, afastando o perigo.

Por sua vez, o Auto Esporte fez uma bonita jogada aos 14 minutos do segundo tempo e quase marcou o seu também. Gil Bala dançou na frente de Robston quase na bandeira de escanteio do lado direito do campo, tabelou com Arthur, que de dentro da área, chutou de perna esquerda, mas a bola subiu demais e passou por cima do travessão.

Na melhor oportunidade do jogo até então, o Botafogo-PB chegou bem com Biro Biro pela direita. O xodó da torcida botafoguense invadiu a área e bateu cruzado, de pé direito. Danilo rebateu para o meio, Gustavo pegou a sobra e a defesa bloqueou o chute. Wanderson ainda tentou empurrar para as redes, mas Júlio afastou o perigo da pequena área automobilista.

Mas quem chegou ao gol primeiro foi o Auto Esporte. Aos 23 minutos, Tadeu fez boa jogada pela direita, limpou Gustavo Henrique e bateu cruzado. A bola ia cruzar a pequena área, mas Van Basten apareceu nas costas de Plínio e só empurrou de pé direito para o gol vazio, estufando a rede e abrindo o placar no Almeidão.

Três minutos mais tarde, Júlio tentou cortar o cruzamento e colocou a mão na bola dentro da área. Pablo Alves assinalou pênalti. Rafael Oliveira foi para a bola, tocou no canto esquerdo de Danilo, que foi para o outro lado, e deu a resposta imediata do Botafogo-PB, empatando o jogo.

O Belo teve uma chance espetacular para virar o jogo aos 41 do segundo tempo. A bola sobrou na pequena área para Raphael Luz, que ficou só com o goleiro Danilo a sua frente. O meia encheu o pé esquerdo, mas o arqueiro alvirrubro conseguiu fazer grande defesa e evitou o segundo gol do Botafogo-PB.

Na base da pressão, o Botafogo-PB conseguiu virar o jogo. Aos 48 do segundo tempo, Gustavo cobrou falta na área, Rafael Oliveira desviou de cabeça para Danilo defender, mas no rebote, o zagueiro Gustavo Henrique, quase na linha do gol, só tocou na bola para marcar o gol que garantiu a vitória botafoguense.

Os três pontos recolocam o Botafogo-PB na liderança isolada do Paraibano, agora com 12 pontos. No meio da semana, na quinta-feira (26), o Belo tem compromisso pela Copa do Nordeste, quando irá a Natal enfrentar o América-RN. Pelo estadual, o time volta a campo no domingo (29), no Amigão, em Campina Grande, onde enfrentará o Serrano.

Já o Auto Esporte segue sem vencer, somando apenas 2 pontos, ocupando a lanterna do certame. Na próxima rodada o alvirrubro enfrentará o Sousa, no Marizão.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 1 Auto Esporte

Campeonato Paraibano 2017 (5ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Pablo Alves; José Maria Neto, e Michelson Nóbrega

Gols: Rafael Oliveira, Gustavo Henrique (B);Van Basten (A)
Cartões amarelos: Amarildo, Plínio, Gustavo Henrique, Robston (B); Cesinha, Tiago Bob (A)

Botafogo-PB: Michel Alves, Gustavo, Plínio, Gustavo Henrique, Tarcísio (Biro Biro); Djavan, Amarildo (Luiz Paulo), Robston, Raphael Luz; Wanderson (Warley), Rafael Oliveira. Técnico: Itamar Schulle.

Auto Esporte: Danilo, Tiago Bob, Júlio, Fábio Bilica; Naldo (Emersonn Bastos), David (Izaias), Tadeu, Léo Lima, Tadeu, Gil Bala; Cesinha (Arthur), Van Basten. Técnico: Severino Maia.

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Ex-vereador Claúdio Rodrigues reassume presidência do PMN de Solânea      

 

PMN-logoEm reunião realizada no Diretório Estadual do PMN ( Partido da Mobilização Nacional), no dia 13 de Outubro de 2015, em João Pessoa, com a presença da Vereadora Vanda Rodrigues e o ex- Vereador Cláudio Rodrigues, foram discutidos vários assuntos com relação as diretrizes para eleições 2016. Na oportunidade o Diretório Estadual fez elogios a condução do partido no município de Solânea e sua organização, onde por três eleições consecutivas foi vitorioso nas eleições proporcionais, no encontro foi proposto a recondução do ex-vereador Cláudio Rodrigues a Presidência Municipal,  no mesmo dia o Diretório Estadual deu entrada no TRE (tribunal Regional eleitoral), ao pedido de  formação da nova comissão, já publicada em 28/10/2015.

 

Segundo o ex-vereador Cláudio Rodrigues, deixou claro que o partido esta pronto, não só para concorrer mais uma vez a eleição proporcional, mais de forma democrática, participar das discussões, no tocante a formação de uma chapa, não descartando por recomendação do diretório estadual, a indicação de nomes do partido para composição futura de uma chapa majoritária.

 

claudio

Assessoria

Reginaldo fica apenas seis horas no cargo e Netinho reassume prefeitura de Santa Rita

Reprodução/instagram/moficorreio
Reprodução/instagram/moficorreio

Após reassumir o cargo de prefeito de Santa Rita, Reginaldo Pereira passou apenas seis horas no posto. Por volta das 21h30, o juiz da Comarca de Santa Rita, Gustavo Procópio, determinou a saída de Reginaldo e mandou que o prefeito afastado, Severino Neto, conhecido como Netinho, reassumisse de imediato, independente de novo termo de posse, segundo informou o advogado Rinaldo Mouzalas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quem assinou o pedido de retorno de Netinho foi o advogado Davi Viana. O juiz, segundo os advogados, alegou que a Câmara Municipal de Santa Rita teria violado o devido processo legal ao anular a cassação de Reginaldo Pereira.

Reginaldo, após assumir, chegou a assinar um termo de compromisso que o manteria como prefeito até 31 de dezembro de 2016. Ele também havia feito uma análise do governo e disse que esperava apoio dos vereadores.

 

Jornal Correio da Paraíba

Sob o comando de D’ale, Inter bate o Flu e reassume a segunda colocação

interNada melhor do que uma importante vitória para se esquecer uma decepção. Depois de ser goleado por 5 a 0 pela Chapecoense na última quinta-feira, o Internacional se recuperou na tarde deste domingo, no Beira-Rio. Derrotou o Fluminense por 2 a 1 com duas assistências de D’Alessandro e reassumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. A vitória diminuiu para seis pontos a distância para o líder Cruzeiro. O Tricolor, por outro lado, chegou à sua terceira partida sem vencer e se manteve longe do G-4: com 42 pontos, permanece em oitavo – agora a cinco pontos do Atlético-MG, o quarto colocado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Todos os gols em Porto Alegre saíram no segundo tempo. Alex abriu o placar para o Inter ao marcar um golaço encobrindo Diego Cavalieri. Perto do fim do jogo, Fred empatou de cabeça. Mas nem deu tempo de a torcida tricolor comemorar: dois minutos depois, Valdívia aproveitou erro da zaga para invadir a área e garantir a vitória.

O Internacional volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Corinthians, novamente no Beira-Rio. O Fluminense joga no sábado, contra o Criciúma, no Maracanã, na abertura da 29ª rodada.

Pressão colorada e emoção no fim

Depois da goleada por 5 a 0 para a Chapecoense, o Internacional entrou pressionado em campo. E tratou de logo dar uma resposta ao seu torcedor. O primeiro tempo foi uma verdadeira blitz. Enquanto Willians abusava das faltas, os atacantes desperdiçavam chances de gol. Alex teve as duas melhores. Na primeira, foi desarmado por Diego Cavalieri na hora do drible. Na seguinte até conseguiu encobrir o goleiro, mas Marlon salvou em cima da linha. Perdendo o meio-campo na disputa, o Fluminense não conseguia ganhar os rebotes. Tanto que pouco atacou. A única boa oportunidade nasceu em cobrança de falta que Fred, livre, cabeçeou para fora.

As substituições no intervalo foram um reflexo dos primeiros 45 minutos. O Inter de Abel Braga, tentando novas formas de atacar, trocou Wellington Paulista por Nilmar. O Flu de Cristóvão Borges colocou Rafinha na vaga de Diguinho. Nada mudou. A pressão seguiu intensa, Alan Patrick quase marcou e, de tanto tentar, Alex não perdeu a sua terceira chance clara após lançamento preciso de D’Alessandro: 1 a 0. A saída de Diguinho, sentindo cansaço muscular, desorganizou o Fluminense, que parecia ainda mais perdido em campo. Cristóvão tentou arrumar o problema com a entrada de Edson no meio-campo. Abel respondeu com Valdívia. Quando conseguia atacar, o Tricolor parava no goleiro Alisson: primeiro em cabeçada de Fred, depois em chute de Wagner.

Mesmo com o recuo do Colorado para defender a vantagem mínima, o jogo parecia decidido. Mas ainda havia tempo para mais emoções. Aos 40, Conca cruzou da direita, Fred se antecipou a Ernando e cabeceou para enfim vencer Alisson. Só que o empate no placar durou apenas dois minutos. Foi o tempo necessário para D’Ale achar outro passe para deixar Valdivia na cara de Cavalieri: chute forte, gol da vitória e alívio no Beira-Rio.

 

Globoesporte.com

Michel Temer reassume comando do PMDB e desembarca na PB dia 24

michel-temerO vice-presidente da República, Michel Temer, reassumiu nessa quarta-feira (16) a presidência do PMDB nacional, cargo do qual ele estava licenciado desde março de 2013. De volta ao comando da sigla ele pretende fazer um giro pelo país começando pela Paraíba onde deve desembarcar no próximo dia 24. Temer deve vir reforçar a candidatura de Vital do Rêgo Filho, que disputa o governo do estado em meio a polêmica de judicialização da aliança entre PT e PMDB no estado.

No discurso eleitoral que levará aos palanques, Temer deve ressaltar a participaçãovdos ministros do partido na realização da Copa do Mundo. Um ensaio foi feito no encontro de ontem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“É importante notar o quanto o PMDB tem contribuído para o governo federal. Tomo a liberdade de mencionar esses últimos eventos da Copa do Mundo, que foi um sucesso administrativo extraordinário. Nesse sucesso participaram pelo menos três ministros do PMDB: o ministro Moreira Franco (Aviação), o do Turismo, primeiro com Gastão Vieira, depois com Vinicius Lages, e depois, convenhamos, não faltou energia, então um sucesso também patrocinado por um membro do PMDB, que é o ministro Edison Lobão (de Minas e Energia)”, ressaltou.

Antes de Temer voltar ao posto de presidente do PMDB quem estava respondendo pelo partido era Valdir Raupp, vice-presidente da legenda.

Blog do Gordinho com Estadão

 

Com pênalti polêmico, Vasco vence Ponte Preta e reassume a liderança

Trinta minutos do segundo tempo. O estreante William Matheus cai na área, o árbitro Fabrício Neves Correa marca um pênalti polêmico, e muda o jogo e o campeonato. Em uma partida dominada pela Ponte Preta, que teve 13 finalizações contra cinco do Vasco, o time carioca conseguiu uma apertada vitória, de virada, por 3 a 2, e reassumiu a liderança do Brasileirão para a festa da torcida em São Januário. O jogo, válido pela sétima rodada, teve público pagante de 7.547 torcedores (11.082 presentes).

Com o resultado deste sábado, o Vasco recuperou o primeiro lugar da tabela, com 16 pontos. O time volta a campo no próximo domingo, dia 8, contra o Figueirense, em Florianópolis. A Ponte, que se manteve na décima posição, com nove, encara o Palmeiras, também no domingo, em Campinas.

– Senti um toque. Para mim foi pênalti – disse William Matheus.

Na Ponte, o técnico Gilson Kleina preferiu elogiar a equipe.

– O time teve uma postura espetacular. Soube neutralizar os pontos fortes do Vasco, jogou com dinâmica, teve a transição com velocidade, mas se tivéssemos um pouco de capricho, poderíamos ter ampliado, mas isso não aconteceu, merecimento do Vasco, que foi eficiente.

Falhas na marcação do Vasco pontuam o primeiro tempo

Jogadas de velocidade contra falhas na marcação. O primeiro tempo foi um duelo entre o ataque da Ponte e a defesa do Vasco. Sem Romulo, negociado com o Spartak de Moscou, na cobertura, o Vasco abriu uma avenida pela esquerda para Nikão e Roger passarem. E eles passaram.

A Ponte só foi parada com falta. Na primeira oportunidade de gol, Renato Silva derrubou Roger. Nikão cobrou, Prass espalmou, e a bola foi no travessão. No rebote, Roger chutou, mas Dedé apareceu na frente para fazer a torcida vascaína suspirar.

Quatro minutos depois, a Macaca chegou. Após cobrança de lateral, João Paulo Silva fez lindo lançamento, e Roger recebeu nas costas de Felipe para chutar no canto direito de Prass e marcar o primeiro gol do jogo aos 16.

Se a defesa cruz-maltina estava perdida em campo, o meio também não criava. O técnico Cristóvão Borges optou por barrar Diego Souza e entrar em campo com Carlos Alberto. Fellipe Bastos foi a escolha para a vaga deixada por Romulo. Mas nem marcação, nem criação estavam dando certo.

roger ponte preta gol vasco (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)Roger marca dois gols para a Ponte Preta
(Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)

Em 20 minutos, o Vasco não tinha finalizado, contra quatro chutes do adversário. Mas na primeira vez que chegou, o time da Colina marcou. Felipe cruzou pela esquerda, Eder Luis furou de cabeça, e Alecsandro cabeceou na sobra para anotar seu quinto gol no Brasileiro e chegar à artilharia isolada.

O gol deu um gás a mais para o Vasco. A torcida se levantou quando Dedé subiu ao ataque e deu um corta-luz para jogada de Eder Luis. Mas as falhas na marcação continuaram.

A Ponte ainda estava melhor, e com contra-ataques velozes chegou à frente do placar. Novamente com Roger. Nikão deu passe para Renê Junior, que tocou para o camisa 9. Renato Silva tentou marcar o centroavante, mas o chute no canto esquerdo entrou por pouco, sem chance de defesa para Prass, aos 26.

Com duas jogadas de gol pela esquerda, Cristóvão mandou Fellipe Bastos ficar na lateral e liberou Felipe para o meio. A mudança melhorou o time. Eder Luis fez tabela com Felipe e chutou pelo meio das pernas de Edson Bastos para balançar as redes. O lance, porém, foi anulado devido ao impedimento do atacante.

O bom primeiro tempo ainda teve uma bola na trave de Nikão, que passou pela marcação de Fagner e Juninho na direita. Na saída para o intervalo, vaias da torcida vascaína em São Januário.

Lucas fura e dá presente para Eder Luis

eder luis vasco ponte preta (Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)Eder Luis recebe presente de Lucas
(Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)

O Vasco ganhou um presente logo no início do segundo tempo. Lucas, que havia entrado no lugar de Cicinho, com uma torção no joelho, furou após o cruzamento de Alecsandro, e Eder Luis mandou a bola para as redes, empatando o jogo em 2 a 2, aos três.

Após o gol, a torcida vascaína pediu Diego Souza. Cristóvão mandou todos os jogadores do banco para o aquecimento. Enquanto isso, no campo, João Paulo Silva cruzou pela esquerda, e Nikão chutou por cima do gol. Foi o último lance dele no jogo, substituído por Caio. Na sequência, Roger perdeu um gol de frente para as redes.

Diego Souza entrou na vaga de Eder Luis. Mas a Ponte continuou melhor. Prass até respirou fundo depois de impedir uma jogada de Caio, mas errar ao repor a bola nos pés de João Paulo Silva, que chutou para longe, com o goleiro fora das traves.

Pênalti polêmico muda o jogo

Carlos Alberto pediu para sair e foi atendido. William Matheus entrou em seu lugar. Sete minutos depois de entrar em campo, o jogador fez tabela com Diego Souza e caiu na área, alegando empurrão de Lucas. O árbitro marcou o pênalti e deu cartão amarelo para o volante da Ponte. Diego Souza fez o terceiro gol e levantou a torcida no estádio. Logo depois, William Matheus passou mal e chegou ter ânsia de vômito em campo.

A Ponte ainda teve mais uma chance de empatar, com uma falha de Prass, deixando rebote para Roger. O centroavante furou e perdeu o gol e o ponto que daria duas posições na tabela.

Globoesporte.com

Nilda Gondim reassume mandato nesta quinta-feira (19)

 

A deputada federal Nilda Gondim (PMDB-PB) reassume as suas atividades no Plenário da Câmara Federal nesta quinta-feira (19), após um período de quatro meses cumprindo licença conjunta da Câmara Federal para tratamento de saúde e de assuntos de caráter particular, dentre eles questões relacionadas à presidência do Diretório Municipal do PMDB de Campina Grande e do núcleo do PMDB Mulher na Paraíba.

De volta à Casa, ela garante que não há qualquer possibilidade, por menor que seja, de prorrogação de licença ou de pedido de nova licença. “Estou aqui para representar e defender os interesses do meu País, como deputada federal, e em especial do meu Estado, enquanto membro da bancada federal da Paraíba. E é isto que estou e sempre estive determinada a fazer desde que aceitei o desafio de colocar meu nome à disposição dos paraibanos no processo de escolha, ocorrido em 2010, dos nomes para representar os seus interesses no Congresso Nacional”, enfatiza.

Na Câmara Federal, além dos compromissos em Plenário, na Bancada Feminina e nas Comissões de que faz parte como membro titular ou como suplente, Nilda Gondim vai apresentar novas iniciativas de lei em benefício dos vários segmentos da sociedade, e também acompanhar de perto e buscar a devida celeridade na tramitação de 24 projetos de lei que apresentou na sessão legislativa de 2011 (todos considerados relevantes pelos órgãos de acompanhamento das atividades do Congresso Nacional).

Além disso, vai buscar agilidade na tramitação do Projeto de Resolução n° 30/2011, que altera o artigo 105 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados (aprovado pela Resolução nº. 17, de 1989) e estabelece novas regras acerca do arquivamento de proposições, e ainda da Proposta de Emenda Constitucional (PEC n° 73/2011) que acrescenta o parágrafo 22 ao artigo 40 da Constituição Federal para instituir adicional de tempo de serviço público em favor de profissionais de saúde (com profissões regulamentadas) que prestem serviços em regiões inóspitas, de difícil acesso. O PR n° 30/2011 e a PEC n° 73/2011 também são de iniciativa da deputada Nilda Gondim.

Sem descuidar dos compromissos na Comissão Especial da Igualdade dos Direitos Trabalhistas, na Comissão Especial de Bebidas Alcoólicas, na Subcomissão Especial Destinada a Acompanhar e Discutir o Sistema Único de Assistência Social, na Subcomissão Especial destinada a Avaliar o Sistema de Saúde Complementar, na Comissão de Defesa do Consumidor e na Comissão de Seguridade Social e Família, a deputada do PMDB paraibano vai também intensificar, junto aos Ministérios e órgãos do Governo Federal, o encaminhamento dos processos visando à liberação dos recursos por ela destinados a municípios paraibanos por meio de emendas individuais ao Orçamento Geral da União para o exercício financeiro de 2012.

Em dezembro de 2011, Nilda Gondim conseguiu destinar, no Orçamento, a importância de R$ 15 milhões para serem distribuídos entre os 37 municípios paraibanos, recursos estes que serão liberados de acordo com a programação dos órgãos aos quais as rubricas orçamentárias estão atreladas.

Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia