Arquivo da tag: reage

Universitária reage a assalto e é morta perto de faculdade em João Pessoa

(Foto: Phillipe Xavier/Jornal da Paraíba)
(Foto: Phillipe Xavier/Jornal da Paraíba)

Uma universitária de 19 anos foi morta após reagir à abordagem de um assaltante, na noite desta quarta-feira (15), no bairro de Tambiá, em João Pessoa. De acordo com o tenente Ítalo Santana, da Polícia Militar, a jovem estava perto da faculdade particular onde estuda quando foi rendida por dois homens em uma moto. Nervosa, ela resistiu a entregar a bolsa, e um dos assaltantes atirou. O disparo atingiu o ouvido da jovem e ela morreu no local.

O crime aconteceu na esquina da Rua Deputado Barreto Sobrinho com a Avelino Cunha. De acordo com o tenente Santana, ela chegou de Itabaiana, onde mora, e estava indo lanchar com uma amiga antes de assistir à aula. A amiga, no entanto, percebeu a movimentação e conseguiu correr.

A dupla conseguiu levar a bolsa e o celular da universitária. A polícia verificou sinais de que os criminosos também tentaram levar o relógio dela, mas não conseguiram. A universitária cursava o segundo período de biomedicina na faculdade.

Os policiais continuam no local do crime, buscam câmeras que possam ter registrado o crime na região e fazem busca na região para tentar prender o criminoso. Até as 19h30, nenhum suspeito foi encontrado.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Idoso reage a assalto e baleia jovem suspeito na cabeça na PB, diz PM

sireneUm idoso de 60 anos reagiu a um assalto e baleou um jovem de 18 anos suspeito de tentar invadir a casa dele no Sítio Floriano, na zona rural de Lagoa Seca, no Agreste paraibano. O caso aconteceu na noite da quarta-feira (1°). Segundo a Polícia Civil, o homem confessou que atirou ao perceber que o rapaz tentava abrir a porta da residência.

Ainda conforme a polícia, o idoso afirmou que estava em casa quando quatro homens chegaram e tentaram invadir o local. Ele disse aos policiais que tinha um revólver em casa, atirou em direção as quatro pessoas e atingiu o jovem de 18 anos. Os outros três fugiram em motocicletas, segundo a polícia.

O próprio idoso acionou a Polícia Militar e contou o que tinha acontecido. Ele foi detido e levado para o Distrito de Segurança Pública (Disp) em Campina Grande, onde foi autuado, mas pagou fiança de R$ 450 e acabou sendo liberado.

O jovem baleado foi socorrido e deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande às 22h22. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, ele seguia internado na manhã desta quinta-feira (2) e o estado de saúde é considerado grave.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Empresário chinês reage a assalto e baleia suspeito em Campina Grande

sireneUm empresário chinês teve a casa invadida por três adolescentes na noite da terça-feira (8), reagiu tomando a arma de um deles e baleou um suspeito de 14 anos. O caso aconteceu por volta das 23h na rua João Quirino, no bairro do Catolé. O jovem atingido foi levado para o hospital e os outros dois foram apreendidos.

De acordo com sargento F. Costa, o empresário relatou que estava chegando em casa quando foi surpreendido pelos três adolescente armados. Eles forçaram a entrada na residência, onde mais dois familiares da vítima estavam e conseguiram acionar a Polícia Militar. Uma equipe com quatro policiais chegou ao local minutos depois.

“Quando dissemos que estavam cercados, os menores começaram a correr apavorados. O chinês entrou em luta corporal com um deles, conseguiu pegar a arma e efetuar o disparo. Foi quando a guarnição entrar e render os três adolescentes, além de apreender as armas”, explicou o sargento F. Costa.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu o adolescente de 14 anos e o levou para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Segundo a PM, o rapaz foi atingido nas nádegas e passou por cirurgia. O estado de saúde dele não foi divulgado até as 7h (horário local) desta quarta-feira (9). Os outros adolescentes já foram encaminhados para o Centro Educacional Lar do Garoto em Lagoa Seca.

A Polícia Civil informou que o empresário prestou depoimento ao delegado plantonista no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp) ainda durante a madrugada desta quarta-feira (9) e foi liberado logo em seguida.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Professor reage a assalto em escola e baleia suspeito na PB

arrastao_escola_jenipapoUm professor, que também é policial civil, reagiu a um assalto dentro da escola estadual em que trabalha e baleou um dos suspeitos, de 27 anos, na noite da quarta-feira (14), no Distrito do Jenipapo, na cidade de Puxinanã, no Agreste paraibano. De acordo com informações da Polícia Militar, quatro homens tentaram fazer um arrastão na escola.

Testemunhas contaram à polícia que os homens entraram pelo fundos da escola, onde não há muro, apenas uma cerca. Eles estavam em duas motocicletas e desligaram o sistema de energia da instituição. Segundo a polícia, no momento que os homens iniciaram as abordagens, o professor reagiu e atirou contra um deles.

O jovem baleado foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Ele passou por cirurgia e segue internado sob custódia. O estado de saúde não foi divulgado pelo hospital.

Os outros três suspeitos de invadirem a escola fugiram do local a pé e abandonaram as motos usadas na ação. Conforme a Polícia Militar, os veículos haviam sido roubados recentemente. Policiais fizeram buscas na região, mas nenhum suspeito foi localizado. O professor deve se apresentar espontaneamente nesta quinta-feira (15) para prestar depoimento, ainda segundo a polícia.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Zenóbio reage à ‘traição’ de vereador e revela chantagem: ‘Me pediu R$ 169 mil’

Zenobio-ToscanoEm contato com o Portal MaisPB, na tarde desta quinta-feira (21), o  prefeito da cidade de Guarabira e candidato à reeleição, Zenóbio Toscano (PSDB), acusou o presidente da Câmara de Vereadores, Inaldo Júnior (PTB), de lhe pedir R$ 169 mil para não romper politicamente com ele.

De acordo com Zenóbio, o dinheiro serviria para liquidar um empréstimo do parlamentar, mas, como não pôde atender o pleito, na tarde de ontem o petebista anunciou adesão a pré-candidatura de Fátima Paulino (PMDB), que o anunciou como vice na chapa peemedebista.

Zenóbio Toscano disse que de certa forma não chegou a ser surpresa o rompimento de Inaldo Júnior, uma vez que já havia a “boataria na cidade” de sua aproximação com a família Paulino.

Na manhã de hoje, o prefeito exonerou a esposa do parlamentar, Hellen Bernardes da Silva, que ocupava a Secretaria da Mulher do governo municipal.

Roberto Targino – MaisPB

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Igreja reage à aprovação de casamento gay

casamento-gayO arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, disse  que o sim dos eleitores irlandeses ao casamento homossexual é um exemplo da revolução social que o país atravessa há algum tempo e à qual a Igreja Católica deve reagir.

Como a maioria dos votos do referendo indica a vitória do sim, Martin admitiu que chegou o momento de a hierarquia católica iniciar um processo de profundo debate e revisão da realidade.

O arcebispo assegurou que as lideranças católicas devem encontrar uma nova linguagem para propagar de maneira mais eficaz a mensagem da Igreja, sobretudo entre os mais jovens, cujo voto foi decisivo para a vitória do sim.

Durante a campanha, a Igreja católica, apoiada por grupos conservadores, movimentos antiaborto, além de senadores e deputados, defendeu que o casamento homossexual atenta contra os valores da família tradicional e vai modificar os processos de adoção, incidindo negativamente nos direitos dos menores.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A República da Irlanda promulgou em 2010 uma lei de relações civis que, pela primeira vez, reconhecia legalmente os casais de pessoas do mesmo sexo, mas não as classificava como casadas, nem lhes conferia proteção constitucional, como passa a ocorrer com a vitória do sim.

Agência Brasil 

Suspeito de matar mulher a tijoladas na Paraíba reage a prisão e leva tiro

POLICIAO suspeito de matar sua ex-companheira a tijoladas na madrugada desta segunda-feira (11) em Nazarezinho, Sertão paraibano, reagiu à prisão e foi atingido por um tiro. Segundo a Polícia Militar, ele foi encontrado enquanto fugia e teria agredido um dos policiais.

O crime aconteceu por volta das 3h30, quando a jovem de 27 anos foi agredida no meio da rua. De acordo com a Polícia Militar, ela estava saindo de uma festa em comemoração ao dia das mães.

O homem ficou foragido até a manhã desta segunda. Policiais militares fizeram uma operação de busca na Zona Rural de Nazarezinho e com informações de moradores acharam o homem em um matagal.

De acordo com o tenente José Pereira Mendes, o suspeito reagiu no momento da prisão. “Quando nós o alcançamos e demos a ordem de prisão, ele reagiu e foi preciso dar um tiro na perna para contê-lo. O nosso policial só revidou”, afirmou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O homem foi levado para o Hospital Regional de Sousa e permanecia sob custódia até as 11h20, quando ainda passava por cirurgia. O estado de saúde dele é regular. Ainda conforme a polícia, ele deve ser encaminhado para a Colônia Penal Agrícola de Sousa após ser atendido.

 

Do G1 PB

Vítima reage a sequestro-relâmpago e mata suspeito a tiros na saída de banco, em João Pessoa

apreensãoUm jovem de 18 anos acusado de sequestro-relâmpago acabou morto na noite desse domingo (19), no bairro dos Bancários, em João Pessoa. Mateus Brito da Silva foi atingido com dois tiros pela própria arma depois que a vítima reagiu e o desarmou. O pai do jovem confirmou que o filho era envolvido com drogas e estava praticando assaltos.

Segundo o tenente Medeiros, do 5º Batalhão, dois jovens teriam assaltado uma farmácia e na saída renderam um dos clientes do estabelecimento. “Os dois rapazes renderam um homem e o colocaram dentro do carro da vítima. A dupla percorreu algumas ruas do bairro e foi até a Caixa para sacar um dinheiro”, disse

Ainda segundo o policial, após o saque de cerca de R$ 1 mil, a vítima aproveitou um descuido do jovem e o desarmou. “Como a vítima viu que a arma estava na cintura, ela entrou em luta corporal na porta do banco, desarmou o assaltante e o matou com um tiro no peito. O outro comparsa dele conseguiu fugir. Ele ainda não foi encontrado”, disse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O homem que foi feito refém ficou no local do crime e prestou todo esclarecimento para as autoridades policiais. Dentro do veículo utilizado no sequestro foi encontrado um material que pode ter sido roubado da farmácia, como camisinhas, medicamentos, lâminas de barbear e etc. Um carro Fiat Uno – que estava com os assaltantes – foi apreendido e levado para a Central de Polícia Civil da Capital.

“Tudo leva a crê que foi legitima defesa. Vamos investigar e o circuito de câmeras do banco poderá elucidar o caso”, falou o delegado Luiz Contrim, plantonista da Homicídios de João Pessoa. O corpo de Mateus Brito foi levado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor, na Capital.

 

 

portalcorreio

Comerciante reage a assalto, luta com ladrão, mas é assassinado na PB; ninguém foi preso

Reprodução/ arquivo pessoal/
Reprodução/ arquivo pessoal/

O comerciante Antônio Carlos da Silva, 56 anos, foi assassinado a tiros ao reagir a um assalto na tarde desta quarta-feira (18), na cidade de São Bento, a 434 km de João Pessoa. A vítima ainda entrou em luta corporal com um dos assaltantes.

Segundo o capitão Cunha Lima, comandante da Polícia Militar de São Bento, dois homens chegaram ao mercadinho da vítima em uma motocicleta e um dos assaltantes invadiu o estabelecimento.

“O assaltante entrou no mercadinho e anunciou o assalto. As imagens do circuito de câmeras flagraram quando o comerciante lutou três vezes com o bandido. É possível quer a briga entre eles. Após ser agredido, o assaltante atira contra Antônio”, falou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Antônio Carlos ainda chegou a ser socorrido para o hospital local, mas não resistiu e morreu. A vítima foi atingida com dois tiros. A delegada Silvia Alencar, que vai investigar o crime, revelou que, na hora do assassinato, o criminoso estava usando uma toca, capacete e calça.

“Os suspeitos ainda não foram achados. Devido os trajes, as pessoas disseram que não deu pra reconhecer os assassinos. Quem souber de alguma informação pode ligar para o 197 da Polícia Civil”, comentou.

 

portalcorreio

Professor reage a assalto e toma arma de suspeitos, na Paraíba

sireneUm professor da Universidade Federal de Campina Grande sofreu uma tentativa de assalto na manhã deste sábado (14), mas reagiu e conseguiu tomar porte da arma usada por um dos suspeitos, escapando de ser assaltado. Os suspeitos não foram encontrados pela polícia.

O professor, que preferiu não se identificar, explicou que dois homens o abordaram mostrando a arma. “Eles pediram que eu entregasse meus pertences. Me aproximei do que estava armado e consegui segurar a arma. Assim que consegui pegá-la, eles fugiram”, relatou.

Após escapar do assalto, o professor foi até a Central de Polícia de Campina Grande para prestar queixa e entregar a arma.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Do G1 PB