Arquivo da tag: Rafael

Ex-Polegar Rafael Ilha é preso com armas em Foz do Iguaçu, diz Receita

-rafaelO ex-cantor do grupo Polegar Rafael Ilha foi preso na tarde desta segunda-feira (21), na Receita Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Rafael e a mulher foram presos com uma espingarda 12 milímetros, munição e uma arma de choque quando voltava do Paraguai.

Rafael e a mulher tentaram passar pela fiscalização da Receita Federal em duas moto-táxi. De acordo com a Receita, os agentes pararam a moto em que Rafael estava. A mulher dele, que vinha logo atrás, tentou dar meia-volta e seguir para o Paraguai de novo, mas foi impedida.

Ao revistar o casal, os agentes da Receita encontraram a espingarda e a munição enrolados em um cobertor que estava com a mulher de Rafael. A arma estava desmontada. Com Rafael, foi encontrada a arma de choque.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com a Receita Federal, o casal pode pegar de quatro a oito anos de prisão por tráfico internacional de armas. Eles foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, para que fosse registrado o flagrante.

O G1 tentou localizar a assessoria de Rafael Ilha, mas ninguém foi encontrado para explicar a situação.

Sucesso e confusões
O Grupo Polegar estourou em 1989, com a música “Dá Para Mim”, e chegou a vender um milhão de discos. Rafael Ilha deixou o grupo em 1991. Depois disso, o ex-vocalista acumulou passagens pela polícia. Ele foi preso pela primeira vez em setembro de 1998, quando tentava assaltar pessoas num cruzamento para comprar drogas. À época, ele roubou um vale-transporte e uma nota de R$ 1 de uma balconista na Zona Sul de São Paulo.

Ex-Polegar, em foto de de 2009, tem várias passagens pela polícia (Foto: Wanderlei Celestino/Futura Press )
Ex-Polegar, em foto de de 2009, tem várias passagens
pela polícia (Foto: Wanderlei Celestino/Futura Press )

No ano seguinte, ele foi detido por dirigir uma moto na contramão. Depois, foram duas outras prisões por porte de cocaína. Em 2000, o ex-integrante do grupo Polegar passou mal depois de engolir uma caneta, três isqueiros e uma pilha, durante uma crise de abstinência. Meses depois, ele ingeriu outras duas pilhas e precisou ser submetido a uma cirurgia, em um hospital de São Paulo, para a retirada dos objetos.

Em 2005, foi detido em Itapecerica da Serra, em frente à clínica dele, com uma arma calibre 380, com numeração raspada. Ele acabou autuado em flagrante por porte ilegal de arma. Em setembro de 2007, o ex-Polegar voltou à delegacia, mas como vítima. Rafael se dirigiu à residência de um jovem de 30 anos com intuito de convencê-lo a se internar. De acordo com a polícia, quando o homem percebeu a chegada do ex-vocalista, acabou fugindo em seu carro. Rafael passou a persegui-lo e, após um tempo, o jovem parou o carro e teria agredido o ex-cantor.

Em julho de 2008, Rafael Ilha passou 17 dias na prisão, acusado de tentativa de sequestro, formação de quadrilha e usurpação de função pública. Ele teria tentado, junto com outras duas pessoas, colocar à força em um carro a esteticista Karina Costa, de 28 anos. Ele informou à polícia que o ex-marido dela tinha entrado em contato e pedido para que a mulher fosse internada na clínica de reabilitação contra dependentes químicos do ex-Polegar. A esteticista negou ser usuária de drogas.

Em 2009, o ex-cantor foi encontrado dentro de um elevador de um condomínio todo ensanguentado. Os policiais que atenderam a ocorrência relataram na delegacia que ele dizia a frase “eu vou me matar”. Rafael ficou internado quatro dias. De acordo com o psiquiatra Aloísio Priuli, Ilha foi diagnosticado com transtorno bipolar.

Já em 2013, o ex-vocalista sofreu um acidente de moto na Ponte Octavio Frias de Oliveira, a ponte estaiada, na Zona Sul de São Paulo. Segundo a polícia, Rafael bateu com a motocicleta na mureta, depois de ser fechado por um carro. A moto pegou fogo e ficou totalmente destruída, mas o ex-Polegar conseguiu saltar do veículo e sofreu algumas escoriações.

G1

 

Rafael brilha nos pênaltis, Santos vence o Palmeiras e chega à semi

jogoO susto foi grande, mas o Santos está classificado para a semifinal do Campeonato Paulista. Em uma noite ruim de Neymar, que foi recebido com festa, mas jogou com dores, quem brilhou na vitória sobre o Palmeiras foi Rafael. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal, o goleiro defendeu as cobranças de pênalti de Kleber e Leandro, garantiu a vitória por 4 a 2 e manteve o Peixe vivo na luta pelo inédito tetracampeonato estadual. A raça mostrada pelo Verdão, desta vez, não foi o bastante. Agora, o foco passa a ser a Taça Libertadores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Santos esteve com a vaga nas mãos durante a partida. Cícero abriu o placar ainda no primeiro tempo, mas a equipe não soube aproveitar as chances de gols. Neymar, escalado de última hora por causa de dores na coxa esquerda, perdeu duas oportunidades claras, parando em belas defesas de Bruno. O Palmeiras foi guerreiro novamente. Kleber marcou de cabeça em falha de Edu Dracena e levou a decisão para as penalidades.

Se Neymar não foi bem, a torcida do Santos aproveitou para dar apoio a seu grande ídolo da atualidade. Faixas de incentivo ao jogador foram espalhadas pelas arquibancadas da Vila Belmiro. Na última quarta-feira, o atacante recebeu muitas vaias e chegou a ser chamado de “pipoqueiro” pelos torcedores mineiros durante o empate do Brasil com o Chile, no Mineirão.

Nas semifinais, o Santos enfrentará o Mogi Mirim, que goleou o Botafogo de Ribeirão Preto por 6 a 0 e terá a vantagem de fazer o jogo único contra o Peixe em seu estádio.

Já o Palmeiras volta a se concentrar apenas na Taça Libertadores. Classificado para as oitavas, o Verdão encara o Tijuana, terça-feira, às 22h30m (de Brasília), no México. A partida de volta está marcada para 14 de maio, no Pacaembu. Quem passar pega São Paulo ou Atlético-MG.

Verdão começa melhor, mas Peixe marca

Gilson Kleina deve olhar com inveja para Muricy Ramalho. A raça mostrada nos últimos jogos fez o Palmeiras crescer, mas neste sábado não foi o bastante para superar um adversário que tem Neymar. O Santos não precisou de nenhuma grande exibição. Sua maior estrela também não foi brilhante, voltando de contusão. Fez o básico, capaz de levar a vantagem no placar para o lado alvinegro.

Mesmo com uma formação mais cautelosa, o Palmeiras começou melhor a partida. A velocidade do ataque confundiu a marcação santista, principalmente na frente dos zagueiros. Neymar chegou a provar do próprio veneno ao levar um lindo drible de Leandro. Rafael salvou. Em seguida, o mesmo Leandro quase marcou ao desviar um cruzamento de Vinícius. A bola saiu rente à trave.

 

O susto fez o Santos despertar e se ajeitar no ataque. Arouca foi liberado para descer pelo lado direito, quase como um lateral, aproveitando os espaços dados por Marcelo Oliveira. O gol não demorou a sair. Após cobrança de escanteio, aos 12 minutos, Neymar dominou no peito na área e chutou cruzado com a perna lesionada. Cícero, livre de marcação, apenas desviou.

A vantagem aumentou ainda mais o controle do Santos sobre o rival. O craque do Peixe também subiu de produção e transformou o lateral Ayrton em seu alvo preferido com dribles desconcertantes. Em um deles, Henrique também ficou para trás, mas Marcelo Oliveira impediu que a bola chegasse a André na pequena área. Antes do fim, Bruno ainda salvou o Verdão duas vezes em chutes de longe de Edu Dracena e Neymar.

 

 

Neymar perde gols, e Kleber empata

O Palmeiras voltou mais ofensivo para a etapa final. Gilson Kleina trocou o volante Léo Gago pelo centroavante Kleber. A mudança não surtiu grande alteração, mas deixou a equipe mais ofensiva e exposta na defesa. Por sorte, o Santos não conseguiu aproveitar. Em um lance polêmico, com Montillo impedido pela direita, Cícero cruzou rasteiro, Neymar chutou e Bruno fez bela defesa.

O Verdão também teve seus momentos para chegar à igualdade no placar. Com um homem mais preso na área, a equipe conseguiu atrapalhar a marcação rival. Em um dos espaços criados pela movimentação do setor, Leandro saiu na cara de Rafael, driblou o goleiro, mas foi desarmado por Léo antes de tocar para o gol vazio.

Percebendo a dificuldade do Santos em marcar, Muricy Ramalho trocou Alan Santos, volante improvisado na lateral direita, pelo zagueiro Neto. No ataque, André, mais uma vez apagado, deu lugar a Miralles. O argentino, aliás, fez companhia a Neymar na lista de gols perdidos. Livre na área outra vez, o craque parou em Bruno novamente. O gringo pegou o rebote e Maurício Ramos salvou.

 

Fez falta. O Palmeiras não desistiu de, pelo menos, levar a decisão para os pênaltis e passou a atacar com mais frequência. O empate veio depois de uma bobeira de Edu Dracena, até então um dos melhores em campo. Souza fez boa jogada e cruzou da direita. A defesa não cortou e Kleber apareceu livre para cabecear forte e fazer o primeiro gol dele com a camisa palmeirense. Nos minutos finais, Neymar ainda tentou buscar um fôlego extra para decidir o jogo, mas era tarde, e a decisão ficou para os pênaltis.

Nas cobranças, Rafael pegou as batidas de Kleber e Leandro – Wesley e Souza anotaram para o Palmeiras. Miralles, Cícero, Montillo e René Júnior marcaram e classificaram o Santos.

 

 

Globoesporte.com

Júlio Rafael defende José Dirceu: ‘ele foi condenado injustamente’

Superintendente do Sebrae da Paraíba, Júlio Rafael (PT) defendeu o amigo e ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, apontado como chefe do mensalão.


Deu-se nessa quinta (25), quando entrevistado pelos jornalistas Cláudia Carvalho e Josival Pereira. Lembrou o seguinte:

 

“Em 2005, quando estourou o escândalo do mensalão, eu disse que Zé Dirceu seria condenado pelo que fez. Ele não é chefe de quadrilha e nem montou esquema de corrupção…”.

 

“… Houve um esquema, mas não para comprar apoios no Congresso para sustentar o governo…”.

 

“… O que houve foi um esquema para financiar campanhas eleitorais, mas o PT não soube enfrentar essa discussão e está entregando a cabeça de Zé Dirceu e de Genoíno, pessoas que tem uma trajetória belíssima no processo de construção do PT e da democracia no Brasil”.

 

No entendimento de Júlio Rafael, “o PT precisa acabar com essa conversa de que foi coisa dos setores conservadores da mídia”.

Marcone Ferreira

Exame detecta trauma, e goleiro Rafael Cabral é cortado da Seleção

O goleiro Rafael Cabral está fora das Olimpíadas de Londres. O arqueiro foi cortado nesta terça-feira por conta de um problema no cotovelo direito. Ele foi submetido a um exame de ressonância magnética na segunda-feira, e os médicos da seleção brasileira constataram um trauma no local. Gabriel, ex-Cruzeiro e hoje no Milan, entrará na vaga do atleta do Santos e será a outra opção para a posição, junto com Neto, da Fiorentina.

Antes do anúncio oficial, feito pelo médico da Seleção, José Luís Runco, Rafael Cabral caminhou pelo gramado próximo aos quartos dos atletas. Em seguida, ele acompanhou um trabalho na academia realizado pelo goleiro Neto, sob a supervisão do fisioterapeuta Odir de Souza. Coube ao médico do time canarinho e ao diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanches, confirmarem a informação.

– Ele sofreu um trauma no cotovelo e, ao examinarmos, ele tinha dor e pouca capacidade de mobilização. Pela posição em que ele atua e em termos de Olimpíadas, nós temos apenas 18 atletas e dois goleiros, não tivemos outra solução. Fizemos uma imagem de ressonância e foi vista uma contusão óssea, um trauma que o osso sofre e que precisa de repouso. Requer repouso e como temos apenas dois atletas, tivemos que tomar uma posição de sentar e conversar com a comissão técnica da necessidade da troca – afirmou Runco.

Rafael Cabral durante a coletiva do corte (Foto: Mowa Press)Visivelmente abatido, Rafael Cabral lamenta o corte dos Jogos de Londres (Foto: Mowa Press)

Com saída do arqueiro do Peixe, Mano relacionou Renan Ribeiro, do Atlético-MG, para ficar de stand by. O jogador vai embarcar para Londres para se juntar ao grupo na noite desta terça-feira. Andrés admitiu a chegada de um novo arqueiro, mas preferiu não confirmar o nome.

– É uma situação que não esperava, não queria. Estamos tristes, mas infelizmente por um problema clínico vamos cortar o Rafael. Será convocado um outro atleta, mas como no Brasil não deu para falar com o clube por conta do horário, nós vamos revelar o nome mais tarde. Será chamado um entre os 35. O Gabriel vai para segundo goleiro e virá um outro para ficar entre os quatro que estão na lista de espera – disse Andrés.

O problema de Rafael Cabral aconteceu na manhã de segunda-feira, no CT do Arsenal. O goleiro sofreu uma pancada no cotovelo direito e acabou deixando a atividade comandada pelo preparador Francisco Cersósimo. Com a saída do titular, Neto, ex-Atlético-PR e atualmente na Fiorentina, vai atuar no time principal.

– Foi em um treinamento de cruzamentos e acabei me chocando com aqueles bonecos que ficam no gramado. Na hora, a dor foi muito grande, mas segui no treinamento – contou Rafael, visivelmente abatido com o corte e que levará de duas a três semanas para retornar aos treinamentos com o Santos.

Boneco utilizado nos treinos da Seleção feminina para os Jogos de Londres (Foto: Mowa Press)Boneco utilizado nos treinos da Seleção feminina é
parecido com o que causou a lesão no goleiro
Rafael Cabral, em St. Albans (Foto: Mowa Press)

Na coletiva, Rafael contou como foi a reação dos familiares com o corte.

– Todos tristes, conversei com a minha família, com os meus pais, com a minha esposa. Falei com eles agora, mesmo sendo tão cedo no Brasil. Meu pai soube do exame por vocês porque eu não tinha comentado nada com ele. Ficou triste, desesperado…- contou.

Rafael Cabral fez o exame em uma clínica particular próxima a St. Albans. O atleta foi acompanhado do médico da seleção brasileira, José Luís Runco. Coincidentemente, antes mesmo da contusão do goleiro do Santos, Gabriel havia ido a Cardiff, no País de Gales, para concluir o credenciamento para ter acesso às áreas olímpicas e participar das atividades do time canarinho.

Vale lembrar que Gabriel está com o grupo desde as atividades no Rio de Janeiro e também viajou para Londres. Mano Menezes optou por levar três atletas para a posição justamente por conta de um possível contratempo, que acabou se concretizando nesta terça-feira.

A seleção brasileira estreia nos Jogos de Londres na próxima quinta-feira, às 15h45m (de Brasília), contra o Egito, em Cardiff, no País de Gales. Sportv transmite o confronto ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

GLOBOESPORTE.COM

Prefeitura não assina convênio com Estado e Cajazeiras poderá perder R$ 300 mil; Ricardo Coutinho taxa Rafael de politiqueiro

Governador Ricardo Coutinho concede entrevista coletiva na cidade do Casserengue

O secretário de Educação do Estado, Harisson Targino declarou nesse final de semana, que o governador Ricardo (PSB) Coutinho disponibilizou R$ 299,800 mil, para prefeitura de Cajazeiras, porém, os recursos não chegaram aos cofres do município porque o prefeito Carlos Rafael (PTB) não assinou o convênio, que é necessário para liberação do dinheiro.

“O prefeito não foi assinar o convênio para que o dinheiro seja liberado para a cidade de Cajazeiras, que deveria ser investido na educação”. Afirmou Harisson

O Governador
Durante a plenária do Orçamento Democrático em Cajazeiras na última sexta-feira (18), o governador Ricardo Coutinho disse que atitude de Prefeito Rafael deve ser definida como uma falta de respeito com os estudantes e taxou o gestor cajazeirense de politiqueiro.

“O prefeito que não quer receber dinheiro ele usa de politicagem barata, pequena, que não atende aos anseios e a necessidades da população.” Alfinetou o governador

Segundo Ricardo Coutinho, a verba está disponível para a prefeitura de Cajazeiras desde o dia 11 de maio, mas o chefe do executivo municipal não compareceu a Secretaria de Estado para assinar o documento.

“Conosco não tem essa bobagem ultrapassada de ficar fazendo guerrinha com município. Não vim para dividir a Paraíba, vim para governá-la e aqueles que insistem nessa política ultrapassada não conseguem dá reposta necessária à população”. Disparou Ricardo

O dinheiro liberado é referente ao convênio do transporte escolar e segundo informações chegadas a nossa reportagem, os motoristas estão sem receber salários há três meses.

O outro lado
A secretária de Educação do município, Maria do Carmo (Carminha), informou nesta segunda-feira (21), que Carlos Rafael assinou o convênio e a documentação foi encaminhada a Secretaria de Estado para liberação do dinheiro.

“Nós enviamos o plano de trabalho e o convênio assinados. Eu não estou entendendo essa afirmação do governador. Acho que está havendo falta de informação no Governo do Estado. Foi tudo dentro do prazo”. Informou a secretária

Carminha disse que está existindo interferência de ordem política, pois toda a documentação exigida pelo governador foi assinada pelo prefeito e encaminhada a Secretaria em tempo hábil.

“Eu tenho o protocolo assinado pela Secretaria que eles receberam essa documentação de Cajazeiras. Eu não faço nada a toa não”. Assegurou a auxiliar do Governo municipal

A secretária afirmou ainda, que Ricardo Coutinho está mal assessorado e insinuou que está existindo interferência política da oposição de Cajazeiras.

“Acho que o governador foi incitado de forma mirabolante, porque não tem condições. Alguém deve ter passado informação de forma maldosa, intencional. Estou preocupada porque como é que a gente pode confiar em um Governo desses. O governador tem que está mais informado”. Criticou Carminha

DIÁRIO DO SERTÃO