Arquivo da tag: Queimadas

Idosa é morta com 4 perfurações de faca após ter a sua casa invadida e incendiada em Queimadas-PB

A Policia Militar da Paraíba registrou, neste domingo (7), mais um crime brutal. Desta vez uma idosa, 76 anos, foi assassinada a golpes de arma branca após ter a sua casa invadida por dois homens na cidade de Queimadas, região metropolitana de Campina Grande. Segundo informações de populares, após a invasão, um incêndio também foi registrado no local.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens teriam invadido e incendiado a residência da idosa identificada como Maria José da Silva e efetuado ao menos 4 perfurações de faca na mesma. O companheiro da vítima, que também mora no local, é acamado e está internado.

Imagem reprodução/Foto: whatsapp

Devido ao incêndio, o Corpo de Bombeiros Militar chegou a ser acionado, mas vizinhos conseguiram apagar o fogo. A polícia faz diligências para tentar localizar os suspeitos. A Polícia Civil investiga o caso.

 

wscom

 

 

Jovem é morto a facadas em Queimadas e corpo é reconhecido pela mãe

Um jovem de 20 anos foi morto a facadas na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, nesta sexta-feira (5). Segundo as informações divulgados pelo Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), a vítima foi reconhecida pela mãe, no local do crime.

O homicídio foi registado por volta das 5h. Ainda segundo a Polícia Militar, uma equipe da Polícia Civil foi acionada. A polícia tentou pedir mais informações sobre o jovem com a mãe da vítima, mas ela não tinha condições de falar no local. A Polícia Militar disse que não há informações sobre a autoria do crime.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Polícia investiga casos de violência sexual em Queimadas, na Paraíba

casos de policiaDois casos de violência sexual registrados em menos de 24 horas estão sendo investigados pela Polícia Civil, na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. Na madrugada do domingo (13), uma adolescente com problemas mentais foi estuprada por dois adolescentes, que foram apreendidos e estão internados. Já na noite do domingo, uma mulher precisou saltar de um carro em movimento depois de ser assediada por um conhecido.

De acordo com a delegada do Núcleo da Mulher da Polícia Civil, em Queimadas, Juliana Brasil, o primeiro caso ocorreu na madrugada do domingo, mas as informações só foram divulgadas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (14). A vítima de 17 anos, que tem problemas mentais, estava voltando para casa, quando dois adolescentes de 16 e 17 anos lhe ofereceram uma carona. De acordo com a delegada, no caminho, os adolescentes pararam o veículo e realizaram o estupro. A mãe da vítima disse à polícia que os adolescentes eram conhecidos da família.

Ainda segundo a Polícia Civil, a vítima não acionou a Polícia Militar e o caso só foi registado por volta das 6h20. A adolescente foi internada no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), em Campina Grande, e seguia internada até esta segunda-feira.

“Ela foi internada porque sofreu várias lesões por causa do estupro. Ainda não pude ouvir a menina e estou aguardando ela receber alta médica para pegar mais detalhes sobre o caso. A mãe dela também ainda não foi ouvida porque está prestando a assistência à filha”, disse a delegada.

Os dois adolescentes suspeitos de envolvimento no caso foram apreendidos em flagrante. O procedimento policial da apreensão foi feito pelo delegado Luciano Serra e eles foram internados no centro educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca.

Segundo a delegada Juliana Brasil, o fato da vítima ter problemas mentais agrava a situação, e o caso vai ser tratado como estupro de vulnerável no inquérito policial. “Até a quarta-feira (16), pretendemos ouvir todos e terminar este inquérito para já encaminhar a justiça e buscar a garantia de que estes adolescentes vão permanecer internados”, disse a delegada.

Mulher pula de carro
Ainda segundo a polícia, na noite do domingo, também na cidade de Queimadas, uma mulher saltou de um carro em movimento depois de ser assediada por um conhecido. A vítima disse que estava com um conhecido e ele teria lhe chamado para ir ao motel. A mulher se recusou e os dois teriam começado uma discussão no carro. Como ele queria levar ela a força, a mulher abriu a porta e pulou do carro em movimento, segundo o relato. Ela teve ferimentos leves.

De acordo com a delegada, o caso vai continuar sendo investigado para tentar a identificação do suspeito. Segundo Brasil, a vítima teria dito poucas informações sobre o caso. “Ela prestou a queixa e disse que conhecia o suspeito, mas informou apenas um nome vago, sem nenhum outro detalhe sobre ele. Ela disse que iria retornar a delegacia nesta segunda-feira, mas não compareceu. Os agentes foram até a casa dela, mas ela não foi encontrada”, disse a delegada Juliana Brasil. A intenção da polícia é que após a identificação, o suspeito seja preso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Criança morre atropelada por ônibus em Queimadas-PB

sireneUma criança de 8 anos morreu depois de ser atropelada por um ônibus escolar, equanto brincava de bicicleta, na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. O acidente aconteceu no fim da tarde deste domingo (6) e a morte da vítima foi confirmada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelas polícias Militar e Civil. O motorista do ônibus envolvido teria fugido do local, sem prestar socorro.

Segundo o Samu, testemunhas ligaram informando que havia ocorrido um atropelamento na cidade, mas, ao chegar no local, a equipe médica constatou que a criança já estava morta.

De acordo com a Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sediada em Boqueirão, o atropelamento ocorreu por volta das 17h. A polícia destacou que ônibus envolvido é usado para transportar estudantes da prefeitura de Caturité, na mesma região.

A estudante Kécia Araújo, 24 anos, disse que o acidente aconteceu na rua Otaviano Araújo do Rego, no bairro Antônio Mariz. “A criança estava na bicicleta ao lado do pai e quando o ônibus entrou na rua e depois passou por cima do menino, que teve o crânio esmagado”, disse a estudante, que também confirmou que o motorista abandonou o local.

Segundo a Polícia Civil na cidade de Queimadas, o ônibus foi deixado no local do acidente e apreeendido. Até 19h deste domingo, ninguém da prefeitura de Caturité se apresentou ou entrou em contato com a Polícia Civil. O caso está sendo acompanhado pelo delegado Eriberto Paulino.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspenso concurso público da prefeitura de Queimadas, na Paraíba

concurso_publicoO concurso público da prefeitura de Queimadas, no Agreste paraibano, que aconteceria no próximo domingo (11), foi suspenso, após uma determinação judicial. A decisão é do juiz da 2º Vara Mista da comarca do municipal, Alex Muniz Barreto.

O edital prevê o preenchimento de 121 vagas, sendo oito para pessoas com deficiência, para cargos de nível fundamental incompleto, médio, técnico e superior. As remunerações variam entre R$ 880 e R$ 4,5 mil.

De acordo com a determinação do magistrado, ficaram evidentes irregularidades na contratação da empresa que realizaria o concurso na cidade.

Além disso, a justiça entendeu que não houve publicidade do certame em veículos de comunicação, como em jornais e outros meios da imprensa, para que o público tivesse conhecimento.

Na sentença prolatada, a justiça prevê que a prefeitura de Queimadas seja notificada sobre a medida de suspensão e prevê também que os candidatos que fizeram as inscrições para realização das provas tenham seus direitos respeitados, uma vez que a anulação causaria prejuízos para estes.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Queimadas disse que a procuradoria-geral do município enviou documentos a justiça para comprovar que o processo foi lícito, mas ainda não teve o retorno. Ainda segundo a assessoria, enquanto não houver esse retorno, o concurso não vai acontecer em cumprimento da atual decisão. Se a justiça liberar, uma nova data vai ser marcada.

Do G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Queimadas se destaca no ranking Folha e é o 18º mais eficiente da Paraíba

queimadasO município de Queimadas é o 18º mais eficiente da Paraíba, segundo Ranking de Eficiência dos Municípios (REM) realizado pela Folha/DataFolha. A administração do prefeito Jacó Maciel (PSD) priorizou os investimentos em saúde, educação e saneamento aplicando mais recursos e gastando menos para executar serviços. “A pesquisa mostra o respeito que a nossa gestão tem com o dinheiro público. Aqui priorizamos áreas essenciais e fazemos muito com menos recursos”, comentou o gestor municipal.

Na área de educação o prefeito aplicou 46% quando a média do Brasil foi de 32%. O investimento garantiu a presença 21% das crianças de 0 a 3 anos na escola. Também houve crescimento entre as crianças de 4 e 5 anos, com 93% de alunos matriculados.

Com Jacó houve mais investimentos da Prefeitura na saúde com a aplicação de 23%. Número superior à média nacional que é de 23%. Na área de saneamento, com base no Ranking de Eficiência, a Prefeitura de Queimadas teve uma média de 0,591 de investimento quando a média nacional foi de 0,567.

A boa aplicação dos recursos na gestão do prefeito Jacó Maciel foi feita com base em uma receita total de R$ 66,5 milhões, sendo o valor de R$ 1.562 por habitante. As transferências públicas em % da receita chegaram a 87%.

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Governo Federal coloca imóveis à venda em João Pessoa e Queimadas

Diario-OficialO Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (19) traz uma lista do Ministério do Planejamento com 239 imóveis da União que serão postos à venda como parte das ações para reforçar o caixa do Governo Federal. Dentre eles, quatro imóveis ficam na Paraíba, 61 no Distrito Federal, 58 em Minas Gerais e o restante, em outros 20 estados.

Na Paraíba, três imóveis estão localizados em João Pessoa e o outro no município de Queimadas. Na Capital, um imóvel fica na Avenida General Osório, Centro, Nº 280 , onde funciona serviços de saúde.

Os outros imóveis à venda também são na General Osório e estão localizados Nº 415: um é o 4º pavimento – Ed. Banco Real e o outro o 5º pavimento.

Este é o primeiro lote apresentado pelo governo neste ano, que planeja divulgar novas unidades bimestralmente. Segundo o Ministério do Planejamento, as primeiras vendas serão possíveis em 45 dias.

De acordo a Agência Estado, depois de uma tentativa fracassada de vender 20 imóveis por licitação no ano passado, agora todo o procedimento – desde a avaliação de preços até a concessão de financiamentos – ficará por conta da Caixa Econômica Federal.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A relação dos imóveis consta de portaria. O documento determina que a venda será feita por meio de licitação, na modalidade concorrência, e destaca que a medida segue as “novas diretrizes do governo federal para a redução de despesas e racionalização de gastos”.

Click PB

Estupro Coletivo: Movimento feminista na PB faz campanha por justiça para as mulheres de Queimadas

mulheres-de-queimadasO movimento feminista e de mulheres da Paraíba lançou nesta semana a campanha “#Somos todas e todos mulheres de Queimadas” nas redes sociais em solidariedade às mulheres de Queimadas, cidade onde Isabela Pajuçara e Michelle Domingues foram brutalmente assassinadas após serem vítimas de um estupro coletivo.

A campanha, que está sendo veiculada nesta semana, entre 22 a 26 de Setembro, evidencia a necessidade de punição de Eduardo Santos Pereira, acusado de ser o mentor e executor do crime de ocorrido na cidade de Queimadas, Paraíba. Eduardo será submetido ao Júri Popular nesta quinta-feira, 25 de setembro, no Fórum Criminal da Comarca de João Pessoa, para responder pelo crime cometido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na manhã do dia 25, o movimento feminista e de mulheres do estado realiza um ato público exigindo a condenação do réu e justiça para as mulheres violentadas e mortas durante a festa de aniversário do irmão de Eduardo. A partir das 9h, haverá a concentração para a realização de uma caminhada que sairá da Praça dos Três Poderes, no centro de João Pessoa em direção ao Fórum Criminal da capital.

O movimento convoca a todos e todas a chamar a atenção da população, compartilhando a campanha #SomosTodaseTodosMulheresdeQueimadas, com material gráfico disponível nas páginas de diversas articulações de mulheres como a Rede de Mulheres em Articulação da Paraíba. Ou então, tirar foto com um cartaz com as hastags #somostodasetodosmulheresdequeimadas e #justiçaparaasmulheresdequeimadas

Para entender caso – de acordo com a Polícia Civil e denúncia feita pelo Ministério Público da Paraíba, dez homens estupraram cinco mulheres durante a festa de aniversário de Luciano dos Santos Pereira, irmão de Eduardo dos Santos Pereira. Segundo informações contidas no processo, as mulheres foram oferecidas como “presente” para o aniversariante. A professora Isabela Pajuçara Frazão Monteiro, 27, e a recepcionista Michelle Domingues da Silva, 29, foram assassinadas por terem reconhecido os agressores. Os outros co-autores do crime já foram julgados em 2012. Seis homens foram condenados pelos crimes de cárcere privado, formação de quadrilha e estupro. Três adolescentes cumprem medidas socioeducativas.

 

Assessoria

 

Julgamento do principal acusado do Caso Queimadas será na tarde desta quinta-feira

queimadasO julgamento do principal acusado do denominado ‘Caso Queimadas’ acontecerá nesta quinta-feira, dia 25 de setembro, às 14h, no 1º Tribunal do Júri de João Pessoa, no Fórum Criminal da Capital. O réu Eduardo dos Santos Pereira, acusado de ser o mentor e principal executor do estupro coletivo, que aconteceu na cidade de Queimadas, enfrentará o Júri Popular.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Julgamento será presidido pelo juiz Antônio Maroja Limeira Filho, em substituição ao magistrado titular do Júri, Marcos William de Oliveira. Pelo Ministério Público vai atuar o promotor Francisco Antônio de Sarmento Vieira. A defesa do réu será feita pelo advogado Harley Hardemberg Medeiros Cordeiro. Sete testemunhas de acusação e uma de defesa estão sendo aguardadas para o Júri.

De acordo com informações do diretor do Fórum Criminal da Capital, juiz Geraldo Emílio Porto, vai ser disponibilizado um telão para a transmissão ao vivo do julgamento, no 6º andar do Fórum. “Se espera muita gente, pela repercussão do caso. Por isso, esse espaço será preparado e terá capacidade, em média, para oitenta pessoas”, adiantou.

Conforme informações da gerente do Fórum, Liana Urquiza de Sá, o Plenário do 1º Tribunal do Júri tem capacidade para 80 pessoas, algumas fileiras serão reservadas para familiares e as demais estarão abertas ao público, em geral. A direção do Fórum informou, ainda, que, caso necessário, será disponibilizado também o 1° andar do Fórum, com mais um telão para a transmissão do Júri Popular.

Caso Queimadas:

O caso ocorreu em 12 de fevereiro de 2012, resultou nas mortes de duas vítimas, a professora Isabela Pajuçara Frazão Monteiro, de 27 anos, e a recepcionista Michelle Domingues da Silva, de 29 anos, que foram assassinadas por terem reconhecido os agressores. O caso ganhou repercussão nacional.

o caso do estupro coletivo (0000322-76.2012.815.0981) foi desaforado da comarca de Queimadas, após solicitação do Ministério Público e da defesa do acusado, acatado em decisão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, que entendeu, por unanimidade, que essa determinação permitirá uma decisão imparcial por parte do Júri.

Na época, o juiz da 1ª Vara mista da comarca de Queimadas, Antônio Gonçalves Ribeiro, declarou que o desaforamento foi uma decisão justa, por se tratar de um caso muito “clamoroso”, que tinha animosidade da população, com vítimas que eram da cidade.

Fonte: Secom/PB

Caso do estupro coletivo de Queimadas vai a julgamento no mês de setembro pelo Tribunal do Júri

Queimadas
Queimadas

O caso do estupro coletivo que ocorreu no município de Queimadas no dia 12 de fevereiro de 2012 e que resultou nas mortes de Isabella Monteiro e Michelle Domingos e ganhou repercussão nacional será julgado no próximo dia 25 de setembro pelo 1º Tribunal do Júri da Capital.

O réu Eduardo dos Santos Pereira, acusado de ser o mentor e principal executor do crime enfrentará o Júri Popular. São aguardadas 7 testemunhas de acusação e 1 de defesa. O caso ocorreu em 12 de fevereiro de 2012, resultou nas mortes de Isabella Monteiro e Michelle Domingos, e ganhou repercussão nacional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Eduardo dos Santos Pereira foi denunciado pelo Ministério Público no crime previsto no artigo 121 § 2º, por homicídio, incisos I, IV e V (mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe; à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido e para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime).

Sendo acusado, ainda, no artigo 213, devido ao estupro das vítimas; assim como no artigo 148 § 1º, inciso V, referente a privar alguém de sua liberdade, mediante sequestro ou cárcere privado, com fins libidinosos.

Ainda cabe ao seu processo de acusação enquadramento nos artigo 288, por associação de três ou mais pessoas a fim de cometer crimes, e no 129, por lesão corporal grave. Todos os artigos elencados no Código Penal Brasileiro.

O réu também responde ao artigo 12 da Lei 10826/03, pelo porte de arma em desacordo com a regulamentação legal; e ao artigo 244-B da Lei 8.069/90, por corrupção de menor.

Histórico

O caso foi desaforado da comarca de Queimadas, após solicitação do Ministério Público e da defesa do acusado, acatado em decisão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, que entendeu, por unanimidade, que essa determinação permitirá uma decisão imparcial por parte do Júri. Os promotores do caso serão Francisco Antônio de Sarmento Vieira e Alexandre Varandas Paiva.

Na época, o juiz da 1ª Vara mista da comarca de Queimadas, Antônio Gonçalves Ribeiro declarou que o desaforamento foi uma decisão justa, por se tratar de um caso muito “clamoroso”, que tinha animosidade da população, com vítimas que eram da cidade.

paraiba.com.br