Arquivo da tag: Queimadas

Homem é preso suspeito de matar companheira com barra de ferro, em Queimadas, PB

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante na noite da sexta-feira (11), suspeito de matar a companheira dele, de 37 anos, com golpes de barra de ferro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba. Segundo o delegado Kelsen Vasconcelos, o suspeito teria coberto o corpo da vítima e dito que ela havia sido atropelada.

Ainda de acordo com o delegado, testemunhas viram quando o casal discutia em um bar, localizado no Sítio Caixa D’água, por volta das 23h. Eles continuaram a discussão em um ponto de ônibus próximo ao estabelecimento. O suspeito estava armado com uma barra de ferro.

Alguns minutos depois, o homem que teria sumido do local, voltou e cobriu o corpo da vítima. À Polícia Militar, ele disse que a companheira havia sido atropelada.

O delegado disse que a versão apresentada pelo suspeito não condizia com a cena do crime. “A perícia constatou que não havia indício de atropelamento. Ela foi atingida na cabeça, no braço e estava com várias lesões. Indica-se que foi [a barra de ferro] pela gravidade das lesões”, explicou o delegado. Ele também cogita a hipótese de que um pedaço de madeira ou uma pedra tenham sido utilizados.

A barra de ferro que teria sido utilizada ainda não foi encontrada pela polícia. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Queimadas, onde foi autuado pelo crime de feminicídio. Ele negou que tenha cometido o crime e permanece no local à disposição da Justiça.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

G1

 

Incêndio atinge depósito de fábrica de material reciclável, em Queimadas, no Agreste da PB

Um incêndio atingiu um depósito de uma fábrica de material reciclável por volta das 20h desta segunda-feira (7), no bairro do Ligeiro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba. Três equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba foram enviadas para controlar o fogo.

O incêndio atingiu o local e o fogo se alastrou rapidamente tomando grande proporção. Foram necessários mais de 26 mil litros de água para controlar o fogo. O expediente da fábrica foi encerrado às 17h e no momento do incêndio não havia ninguém no local.

O fogo atingiu parte da fábrica onde o material reciclável era separado e, por se tratar de produtos inflamáveis, tudo foi queimado. Outras duas empresas que ficam ao lado da fábrica estavam com chamas ao entorno quando os bombeiros chegaram, mas não foram atingidas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, apesar da situação estar controlada, o clarão do fogo e a fumaça duraram a madrugada inteira. As equipes do Bombeiros trabalharam por cerca de 10 horas ininterruptas em um trabalho de resfriamento e revirada dos entulhos para o cessar do fogo.

O trabalho dos bombeiros terminou por volta das 6h30 desta terça-feira (8). As causas do incêndio estão sendo investigas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba deve fazer uma perícia no local atingido pelo fogo quando não houver mais fumaça.

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

 

G1

 

 

Madeira, garimpo, fazenda e queimadas 

IMAGENS AÉREAS DE REGIÕES DA AMAZÔNIA MOSTRAM SUCESSÕES DE CLAREIRAS QUE FORAM QUEIMADAS APÓS A RETIRADA DA MADEIRA DE LEI, CHAMADA OURO VERDE DEVIDO A SEU IMENSO VALOR COMERCIAL.

Madeireiros, garimpeiros e fazendeiros, são profissões que, aparentemente, nada há de comum em suas atividades.

No mês de agosto, o clima costuma ser muito quente e seco na região centro-oeste e também em algumas áreas da região norte.

É nessa época que a turma do garimpo abre as clareiras nas matas para exploração e coleta de metais e pedras preciosas.

Enquanto o garimpeiro busca o ouro amarelo, os madeireiros estão à procura das madeiras de lei chamadas de ouro verde.

Como a exploração dessas clareiras dura pouco tempo, o fazendeiro com sua insaciável cobiça por mais terras, espera que os madeireiros saiam para ele possa fazer a limpeza das áreas, mediante o uso do fogo.

Assim, as queimadas são causas e consequências dos desmatamentos para extração de madeira de lei, pedras e metais preciosos.

Há relatos que fazendeiros dão apoio a essas atividades, quando fornecem ajuda durante os arrastões das árvores, usando enormes tratores que puxam cinturões formados por destruidoras correntes de aço.

A crise provocada pelo desflorestamento da Amazônia entrou para as listas de alerta operacional de instituições financeiras, internacionais e avança com mais protestos, e claros sinais de boicotes, aos produtos “Made in Brazil”.  

IMAGENS AÉREAS DE REGIÕES DA AMAZÔNIA MOSTRAM SUCESSÕES DE CLAREIRAS QUE FORAM QUEIMADAS APÓS A RETIRADA DA MADEIRA DE LEI, CHAMADA OURO VERDE DEVIDO A SEU IMENSO VALOR COMERCIAL.

 

 

 

Queimadas: Paraíba já registrou 103 focos de incêndio só este ano

O tamanho do estrago das queimadas na floresta amazônica ainda é incerto, mas o certo é que elas podem afetar o clima no Nordeste. Mesmo estando longe da floresta “pulmão do mundo”, a Paraíba pode sofrer com os efeitos das queimadas.

A fumaça que se espalha entre o centro e o sul da África, na altura da República Democrática do Congo, Zâmbia e países vizinhos, já está alcançando o litoral do Nordeste.
Na Paraíba, a Associação Paraibana de Astronomia (APA), identificou que o pôr do sol está mais avermelhado recentemente, algo normalmente percebido somente na época de colheita da cana, o que não é o caso.

Segundo o Centro de Monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), setembro começou com 10 focos de queimadas ativos na Paraíba e foram registrados 103 até o fim de agosto deste ano, número pouco menor que os 102 vistos no mesmo período de 2018.

A partir de imagens de satélite, a APA concluiu que a alteração na coloração do céu de João Pessoa não vem das queimadas no estado, mas das que ocorrem no continente africano, que estão espalhando fumaça também no litoral do Nordeste por meio de correntes de vento que atravessam cerca de 6 mil km do Oceano Atlântico.

O geógrafo e professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Hermes Alves de Almeida aponta que a Amazônia é importante não somente para o Brasil, mas para todo o planeta. Um estudo divulgado no ano passado pela Universidade de São Paulo (USP) apontou que o bioma é um dos maiores estoques de carbono em ambientes terrestres do mundo.

Em 2018, o setor de Estatísticas do Corpo de Bombeiros registrou 1.565 incêndios em vegetação, terrenos baldios ou em resíduos em todo o Estado.

SL
PB Agora

 

 

“Rota suicida”: imprensa mundial detona Brasil por queimadas

A imprensa internacional repercutiu nesta sexta-feira, 23, o agravamento da crise provocada pelos incêndios na Amazônia. Grandes jornais europeus, como o Guardian, o El País e o Le Monde ressaltaram a pressão da comunidade internacional sobre o presidente Jair Bolsonaro e os riscos que os incêndios na floresta representam para a estabilidade climática do planeta.

“Líderes mundiais pressionam o Brasil para desviar de rota suicida em incêndios na Amazônia”, escreveu o Guardian em sua manchete principal.

O premiê britânico, Boris Johnson, divulgou nota na qual disse estar profundamente preocupado com os incêndios e o impacto das chamas na natureza. O primeiro-ministro usará o encontro do G-7 no sábado na França para pedir um foco renovado na proteção da natureza.

O francês Le Monde destacou: “A Amazônia paga pela política do presidente brasileiro”. A reação da França foi a mais dura contra o aumento na destruição na floresta equatorial.

O presidente Emmanuel Macron acusou Bolsonaro de mentir sobre sua política climática durante a reunião do G-20 em Osaka em julho e disse que estuda desistir do acordo entre UE e Mercosul.

BBC britânica destacou em seu site as ameaças de Macron e questionou: ‘Incêndios na amazônia: como a situação ficou tão ruim?’

Na Itália, o La Repubblica lembrou que Bolsonaro encoraja o desmatamento da Amazônia.

A nível diplomático, representantes do G7 já trabalham em Biarritz para coordenar uma resposta ao desmatamento em larga escala da floresta.

 

Foto: Bruno Kelly / Reuters

Estadão

 

 

Idosa é morta com 4 perfurações de faca após ter a sua casa invadida e incendiada em Queimadas-PB

A Policia Militar da Paraíba registrou, neste domingo (7), mais um crime brutal. Desta vez uma idosa, 76 anos, foi assassinada a golpes de arma branca após ter a sua casa invadida por dois homens na cidade de Queimadas, região metropolitana de Campina Grande. Segundo informações de populares, após a invasão, um incêndio também foi registrado no local.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens teriam invadido e incendiado a residência da idosa identificada como Maria José da Silva e efetuado ao menos 4 perfurações de faca na mesma. O companheiro da vítima, que também mora no local, é acamado e está internado.

Imagem reprodução/Foto: whatsapp

Devido ao incêndio, o Corpo de Bombeiros Militar chegou a ser acionado, mas vizinhos conseguiram apagar o fogo. A polícia faz diligências para tentar localizar os suspeitos. A Polícia Civil investiga o caso.

 

wscom

 

 

Jovem é morto a facadas em Queimadas e corpo é reconhecido pela mãe

Um jovem de 20 anos foi morto a facadas na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, nesta sexta-feira (5). Segundo as informações divulgados pelo Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), a vítima foi reconhecida pela mãe, no local do crime.

O homicídio foi registado por volta das 5h. Ainda segundo a Polícia Militar, uma equipe da Polícia Civil foi acionada. A polícia tentou pedir mais informações sobre o jovem com a mãe da vítima, mas ela não tinha condições de falar no local. A Polícia Militar disse que não há informações sobre a autoria do crime.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Polícia investiga casos de violência sexual em Queimadas, na Paraíba

casos de policiaDois casos de violência sexual registrados em menos de 24 horas estão sendo investigados pela Polícia Civil, na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. Na madrugada do domingo (13), uma adolescente com problemas mentais foi estuprada por dois adolescentes, que foram apreendidos e estão internados. Já na noite do domingo, uma mulher precisou saltar de um carro em movimento depois de ser assediada por um conhecido.

De acordo com a delegada do Núcleo da Mulher da Polícia Civil, em Queimadas, Juliana Brasil, o primeiro caso ocorreu na madrugada do domingo, mas as informações só foram divulgadas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (14). A vítima de 17 anos, que tem problemas mentais, estava voltando para casa, quando dois adolescentes de 16 e 17 anos lhe ofereceram uma carona. De acordo com a delegada, no caminho, os adolescentes pararam o veículo e realizaram o estupro. A mãe da vítima disse à polícia que os adolescentes eram conhecidos da família.

Ainda segundo a Polícia Civil, a vítima não acionou a Polícia Militar e o caso só foi registado por volta das 6h20. A adolescente foi internada no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), em Campina Grande, e seguia internada até esta segunda-feira.

“Ela foi internada porque sofreu várias lesões por causa do estupro. Ainda não pude ouvir a menina e estou aguardando ela receber alta médica para pegar mais detalhes sobre o caso. A mãe dela também ainda não foi ouvida porque está prestando a assistência à filha”, disse a delegada.

Os dois adolescentes suspeitos de envolvimento no caso foram apreendidos em flagrante. O procedimento policial da apreensão foi feito pelo delegado Luciano Serra e eles foram internados no centro educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca.

Segundo a delegada Juliana Brasil, o fato da vítima ter problemas mentais agrava a situação, e o caso vai ser tratado como estupro de vulnerável no inquérito policial. “Até a quarta-feira (16), pretendemos ouvir todos e terminar este inquérito para já encaminhar a justiça e buscar a garantia de que estes adolescentes vão permanecer internados”, disse a delegada.

Mulher pula de carro
Ainda segundo a polícia, na noite do domingo, também na cidade de Queimadas, uma mulher saltou de um carro em movimento depois de ser assediada por um conhecido. A vítima disse que estava com um conhecido e ele teria lhe chamado para ir ao motel. A mulher se recusou e os dois teriam começado uma discussão no carro. Como ele queria levar ela a força, a mulher abriu a porta e pulou do carro em movimento, segundo o relato. Ela teve ferimentos leves.

De acordo com a delegada, o caso vai continuar sendo investigado para tentar a identificação do suspeito. Segundo Brasil, a vítima teria dito poucas informações sobre o caso. “Ela prestou a queixa e disse que conhecia o suspeito, mas informou apenas um nome vago, sem nenhum outro detalhe sobre ele. Ela disse que iria retornar a delegacia nesta segunda-feira, mas não compareceu. Os agentes foram até a casa dela, mas ela não foi encontrada”, disse a delegada Juliana Brasil. A intenção da polícia é que após a identificação, o suspeito seja preso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Criança morre atropelada por ônibus em Queimadas-PB

sireneUma criança de 8 anos morreu depois de ser atropelada por um ônibus escolar, equanto brincava de bicicleta, na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. O acidente aconteceu no fim da tarde deste domingo (6) e a morte da vítima foi confirmada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelas polícias Militar e Civil. O motorista do ônibus envolvido teria fugido do local, sem prestar socorro.

Segundo o Samu, testemunhas ligaram informando que havia ocorrido um atropelamento na cidade, mas, ao chegar no local, a equipe médica constatou que a criança já estava morta.

De acordo com a Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sediada em Boqueirão, o atropelamento ocorreu por volta das 17h. A polícia destacou que ônibus envolvido é usado para transportar estudantes da prefeitura de Caturité, na mesma região.

A estudante Kécia Araújo, 24 anos, disse que o acidente aconteceu na rua Otaviano Araújo do Rego, no bairro Antônio Mariz. “A criança estava na bicicleta ao lado do pai e quando o ônibus entrou na rua e depois passou por cima do menino, que teve o crânio esmagado”, disse a estudante, que também confirmou que o motorista abandonou o local.

Segundo a Polícia Civil na cidade de Queimadas, o ônibus foi deixado no local do acidente e apreeendido. Até 19h deste domingo, ninguém da prefeitura de Caturité se apresentou ou entrou em contato com a Polícia Civil. O caso está sendo acompanhado pelo delegado Eriberto Paulino.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspenso concurso público da prefeitura de Queimadas, na Paraíba

concurso_publicoO concurso público da prefeitura de Queimadas, no Agreste paraibano, que aconteceria no próximo domingo (11), foi suspenso, após uma determinação judicial. A decisão é do juiz da 2º Vara Mista da comarca do municipal, Alex Muniz Barreto.

O edital prevê o preenchimento de 121 vagas, sendo oito para pessoas com deficiência, para cargos de nível fundamental incompleto, médio, técnico e superior. As remunerações variam entre R$ 880 e R$ 4,5 mil.

De acordo com a determinação do magistrado, ficaram evidentes irregularidades na contratação da empresa que realizaria o concurso na cidade.

Além disso, a justiça entendeu que não houve publicidade do certame em veículos de comunicação, como em jornais e outros meios da imprensa, para que o público tivesse conhecimento.

Na sentença prolatada, a justiça prevê que a prefeitura de Queimadas seja notificada sobre a medida de suspensão e prevê também que os candidatos que fizeram as inscrições para realização das provas tenham seus direitos respeitados, uma vez que a anulação causaria prejuízos para estes.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Queimadas disse que a procuradoria-geral do município enviou documentos a justiça para comprovar que o processo foi lícito, mas ainda não teve o retorno. Ainda segundo a assessoria, enquanto não houver esse retorno, o concurso não vai acontecer em cumprimento da atual decisão. Se a justiça liberar, uma nova data vai ser marcada.

Do G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br