Arquivo da tag: que

COMBATE: RC diz que fará comparativo com gestões de adversários e demonstra indiferença com ‘bandeira’ de luta oposicionista

O governador Ricardo Coutinho (PSB) demonstrou indiferença quando questionado sobre a sua expectativa em torno da analise das contas do exercício financeiro 2011, assunto que retornará ao centro dos debates políticos na Paraíba após o recesso do Legislativo previsto para o mês de julho.

Coutinho negou um sangramento por parte de sua gestão: “Esse governo não se sangra. Esse governo tem consistência, tem ética e respeito pelo dinheiro público. Tanto tem respeito que onde se olha pela Paraíba afora se vê coisas de boa qualidade e muitas coisas acontecendo”, pontuou.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Não satisfeito, Ricardo mandou um desafio para os adversários,dando o tom da campanha:

“E eu ainda não estou em campanha e vou mostrar a Paraíba como era na época deles e como é hoje na minha gestão e como será”, frisou.

O governador socialista também adiantou qual será o sua preocupação nos próximos meses:

“Minha pauta é política para o idoso, inaugurar escolas, inaugurar reforma da Casa do Artesão no Varadouro, é isso que eu tenho que cuidar”, enfatizou.

PB Agora

Lula diz que futebol do Brasil perdeu estilo: ‘não tem mais o jogo bonito’

lulaO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal francês L’Équipe que o futebol brasileiro perdeu seu estilo. “O Brasil não é mais o país do jogo bonito”, resumiu Lula.

Para o ex-presidente, o futebol brasileiro “perdeu um pouco da essência”, e não é mais possível dizer que os europeus são mais violentos ou que não sabem driblar. “Talvez não saibam sambar, mas sabem jogar a bola”, brincou Lula, que citou o Bayern de Munique como um exemplo de time que “trata a bola com o mesmo amor que os brasileiros”.

Lula também apontou a globalização do futebol como um dos fatores que tiraram o estilo do Brasil. “Quando os brasileiros entram em campo contra a Espanha, conhecem os seus rivais melhor do que seus próprios companheiros. Já não há a inibição que poderia haver antes. O futebol perdeu a rivalidade e nós perdemos nosso estilo”, disse o ex-presidente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Sobre a Copa do Mundo, Lula disse que pretende ver não apenas os jogos da seleção brasileira, mas também de outros países. E disse que o Brasil é um dos principais candidatos ao título.

“Um país que organiza a Copa do Mundo e tem o histórico de conquistas que o Brasil tem é necessariamente favorito”, afirmou o ex-presidente, que alertou a seleção para possíveis “excessos de confiança”. Para Lula, Itália, Alemanha, Portugal, França e Espanha são os outros possíveis campeões.

“Mas tem que ter atenção ao Uruguai, que não pode passar despercebido porque tem dois jogadores de classe mundial, Luis Suárez e Cavani. Tem que estar muito atento a esses jogadores”, avisa Lula.

Sobre a organização da Copa, Lula defendeu o legado da competição para o Brasil. “Você tem que ter na cabeça que não podemos solucionar em 20 anos os problemas que arrastamos há 500 anos”, disse o ex-presidente.

Paraiba.com

‘Aqueles que esperam que o Brasil tenha retrocesso vão quebrar a cara’, diz Lula

lulaO jornal El País publicou uma matéria destacando as falas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no fórum Desenvolvimento, Inovação e Integração Nacional, promovido pelo jornal espanhol. Lula ironizou as críticas sobre os rumos da economia e afirmou: “Aqueles que estão esperando que o país tenha retrocesso vão quebrar a cara. Não haverá retrocesso”.

De acordo com a reportagem, Lula exaltou os êxitos dos 11 anos do PT à frente do país e argumentou que o país tem reagido bem “à maior crise financeira desde a de 1929”, gerando recordes de emprego.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O ex-presidente defendeu até o crescimento do PIB de 2,3% em 2013, considerado pífio por grande parte dos economistas. A publicação destaca que, ainda assim, Lula reconheceu que o Brasil passa por um período que requer atenção, mas culpou o cenário internacional. Ele acredita que o cenário poderia ser evitado se as principais potências ampliassem as transações internacionais e reduzissem as barreiras protecionistas.

O texto destaca que Lula ainda defendeu o aumento do crédito como forma de estimular o crescimento brasileiro, indo na contramão de analistas preocupados com o endividamento e a falta de poupança das famílias brasileiras. Ele também teria aproveitado para rebater as críticas de que há descontrole nos gastos do Governo Federal e pediu para que se compare a atual relação entre a dívida do país e o PIB com a que encontrou ao suceder o ex-presidente do partido opositor, Fernando Henrique Cardoso.

O autor aponta que boa parte do discurso de Lula foi dedicado aos programas sociais, como o Bolsa Família. Segundo Lula, eles representam apenas 0,5% dos gastos da máquina federal e geraram um ciclo de consumo que movimenta toda a economia. Além disso, o líder petista teria assegurado que 80% dos beneficiários têm ocupação, mas que a renda obtida não os tira da linha da miséria. A matéria diz que o ex-presidente enalteceu os programas afirmando que fazem parte de uma política de ascensão social das camadas mais pobres, que passaram a ter acesso a novos bens e serviços.  “Fico porreta quando vejo os pobres invadindo os aviões”, brincou.

Por fim, Lula teria criticado a cobertura “pessimista” do Brasil por veículos de comunicação nacionais e estrangeiros e considerou o Brasil uma potência digna de ocupar em breve o posto de “quinta maior economia do mundo”. O jornal informa que ele ressaltou que o país precisa ampliar o comércio internacional com os países da América do Sul.

Jornal do Brasil

 

Force India culpa Massa por batida. E diz que punição a Pérez é conspiração

felipe-massa-acidenteA Force India não concordou com a punição dada a Sergio Pérez, pelo acidente em que o piloto se envolveu em uma disputa por posição com o brasileiro Felipe Massa no GP do Canadá. Os comissários de prova declararam o mexicano culpado pela batida, mas a escuderia afirma que a decisão não passa de uma “conspiração”.

Massa atacou Pérez por ter mudado a trajetória quando defendia a posição – o que gerou a batida, com o brasileiro atingindo a traseira do mexicano. Para a Force India, seu piloto foi vítima.

E, de acordo com o Auto Motor und Sport, a Force India acredita numa “teoria da conspiração”. Isso por conta dos comissários escolhidos para julgarem os casos na corrida deste domingo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além dos quatro comissários regulares, Adrian Fernandez esteve na sala que definiu a punição a Pérez. Ele foi empresário de Pérez até dois anos atrás, e eles romperam de forma pouco amigável.

“O comissário piloto desta vez era Derek Daly”, pontuou o diretor da Force India Andy Stevenson. “Eu não sei porque pediram a Fernandez sua opinião.”

O diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, disse que a teoria da conspiração é “sem noção”. “De tempos em tempos há comissários como observadores. Fernandez será comissário na Rússia, então o convidamos para ver como as coisas funcionam.

Depois do acidente, tanto Massa quanto Pérez foram encaminhados para o hospital e passaram por exames. Ambos foram liberados sem a constatação de problemas.

Uol

Pesquisa aponta que 84% dos eleitores paraibanos não sabem em quem votar para deputado estadual

Pesquisa faltaPesquisa divulgada no Jornal Correio da Paraíba e encomendada ao Instituto Souza Lopes aponta que 84% dos eleitores paraibanos ainda não sabem em quem votar para deputado estadual. Para deputado federal, esse porcentual aumenta para 85,5%.

De acordo com o diretor do Instituto, Buno Souza Lopes o cenário para a disputa para os cargos proporcionais está em aberto e qualquer candidato tem chance de vitória.

Ele observou que o acirramento por uma cadeira na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa será maior, caso a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de reduzir as bancadas seja mantida no Supremo Tribunal Federal (STF).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 23 de maio e ouviu 1500 eleitores. O erro amostral é de 2,6 para mais ou para menos e o intervalo de confiança da pesquisa é de 95%.

Ao perguntar em quem o eleitor votaria para deputado estadual 11,6% apontaram algum nome, 4,4% disseram que votariam em branco ou nulo.

Quando indagados sobre a preferência para deputado federal apenas 9,7% apresentaram algum nome. 4,8% disseram que votariam em branco ou anulariam o voto.

Dilma diz que lança na próxima semana segunda etapa do Pronatec

dilma_wf2A presidente Dilma Rousseff disse hoje (6) que vai lançar, na próxima semana, a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Em maio, a presidenta adiantou que o chamado Pronatec 2.0 vai incluir cursos para capacitar microempreendedores individuais e pequenos empresários.

O Pronatec foi criado em 2011 pelo governo federal com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Até o fim de 2014, a meta é oferecer 8 milhões de matrículas em cursos técnicos, de formação inicial e continuada

“Nessa [etapa] nós estamos fazendo 8 milhões [de matrículas], na próxima, nós vamos fazer mais que 8 milhões”, disse Dilma ao discursar na cerimônia de formatura de alunos do programa em Florianópolis.

Em mais de uma ocasião, Dilma já manifestou a intenção de transformar o Pronatec em política de Estado, para torná-lo permanente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O Pronatec é um programa que reconhece que o Brasil só vai ser grande se nos tivermos técnicos, pessoas capacitadas. Esse é um programa que tem que ser permanente porque o Brasil vai precisar de técnicos e vai precisar que esses técnicos sempre busquem melhorar a sua formação”, reiterou hoje.

Agência Brasil

 

Lula pede que Dilma vá a convenções de aliados

lulaEm reunião da coordenação da pré-campanha reeleitoral na segunda-feira, 02, no Palácio da Alvorada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aconselhou sua sucessora, Dilma Rousseff, a estar presente em todas as convenções dos partidos aliados. Os eventos que definirão os apoios das legendas governistas serão inaugurados na semana que vem e ocorrem até o fim do mês.

Dilma já confirmou presença na convenção do PMDB, principal partido aliado e que indicou e manterá o candidato a vice-presidente, Michel Temer, na chapa petista. O encontro está marcado para o dia 10 de junho. Além de Dilma e Lula, estavam presentes ao jantar no Alvorada o presidente do PT, Rui Falcão, o marqueteiro João Santana e os ministros das Comunicações, Paulo Bernardo, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, além do ex-ministro Franklin Martins.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Alguns partidos aliados ensaiaram uma rebelião nas últimas semanas, insinuando que poderiam aderir a candidaturas da oposição, como a do senador tucano Aécio Neves. A entrada de Lula nas negociações pacificou os ânimos dos aliados.

Inaugurações

Mesmo na Copa, Dilma vai inaugurar, uma vez por semana, ao menos uma grande obra de mobilidade urbana em diversas cidades do País – ela tem até 5 de julho, um dia antes da data oficial do início da campanha eleitoral, para fazer isso. Essa será uma das estratégias desenhadas na reunião.

O objetivo de continuar inaugurando “importantes obras de infraestrutura” é mostrar para a população que os investimentos que foram feitos pelo governo federal nas cidades “não são apenas um legado para a Copa do Mundo”, mas para a população em geral, principalmente depois do encerramento dos jogos do Mundial.

Divisão de trabalho

Dilma e Lula continuarão a dividir palanques pelo País, pelo menos uma vez por semana. Mas, em alguns casos, vão se separar para percorrer vários Estados.

O Estado de São Paulo

Bares e restaurantes que quiserem transmitir jogos da Copa terão que pagar ‘taxa’ para a FIFA em JP

jogo-do-brasil-no-barO Secretário Helton Renê da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de João Pessoa vai reunir na próxima semana os proprietários de estabelecimentos comerciais para definir um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a Copa. Os bares e restaurantes que quiserem exibir os jogos da Copa do Mundo devem possuir uma licença e pagar uma taxa para a Fifa (o valor vai de R$ 2 a R$ 28 mil, a depender da estimativa do público.

Conforme o regulamento da Fifa, todo estabelecimento deve pedir autorização para transmitir uma partida, e a Fifa considera todo espaço como área comercial, desde os menores bares até os grandes shoppings. Só as residências que não precisam de autorização.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A FIFA é beneficiada pelo Estado Brasileiro com isenção total de impostos durante o Mundial, produzindo um lucro em 2014, superior aos 10 bilhões, na busca de ampliar ainda mais o retorno do seu investimento lucrativo, a FIFA articula-se com prefeituras e secretarias municipais que deveriam defender os direitos dos consumidores, para explorar ainda mais o povo brasileiro.

O professor Renan Palmeira, que é um dos organizadores do protesto ‘contra a Copa’ que aconteceu na Estação Ciência, quando a taça do torneio estava na Paraíba, trouxe à tona mais essa denúncia e afirmou que ‘A secretaria que deveria defender os direitos e interesses dos consumidores municipais, servindo de porta voz dos interesses da FIFA, depois dessa a secretária deveria mudar o seu nome para ‘Secretária Municipal de Proteção e Defesa da FIFA”.

No protesto, Palmeira destacou que nesta copa houve ‘uma inversão de valores, com o dinheiro público sendo investido no Mundial, sendo que  há outras prioridades para o povo brasileiro’, mas ressalta que não é contra a copa, mas sim do gasto que o poder público teve. Desta vez, o problema torna-se ainda mais localizado quando a própria secretaria de defesa do consumidor, inverte também as prioridades.

 

 

paraiba.com

Barbosa diz que aposentadoria do Supremo levará ao menos 15 dias

Joaquim Barbosa (Foto Nelson Jr./SCO/STF)
Joaquim Barbosa (Foto Nelson Jr./SCO/STF)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministroJoaquim Barbosa, afirmou nesta terça-feira (3) que o processo burocrático para que ele se aposente do tribunal levará cerca de 15 dias. Somente depois disso o ministro deixará o Supremo, o que não tem data exata para acontecer.

Na semana passada, Barbosa anunciou em plenário a aposentadoria para este mês, disse que o assunto mensalão está “completamente superado” e que a decisão de deixar o tribunal foi motivada pelo “livre arbítrio”. Aos 59 anos, o ministro poderia permanecer no tribunal por mais 11 anos, até completar 70, idade em que seria aposentado compulsoriamente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No intervalo da sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta terça, Barbosa disse que o processo de pedido de aposentadoria “não é assim tão simples” e que ele deve participar da próxima sessão do CNJ, marcada para daqui a duas semanas.

“Há uma tramitação [para a saída]. Não é assim tão simples. Leva uns 15 dias”, afirmou, enquanto deixava o conselho.

Ameaças
Perguntado se deixou o cargo em razão de ameaças que vinha sofrendo, ele disse que “é verdade o que saiu na [revista] ‘Veja'”. Após os jornalistas questionarem se isso influenciou, ele disse: “Imagina”.

Na semana passada, o G1 entrevistou um dos investigados pela Polícia Federal por ameaças a Barbosa e ele afirmou que foi uma “idiotice” da qual se arrepende. O caso foi revelado pela revista “Veja”.

“Foi a maior idiotice que já fiz na minha vida. Eu não tenho esse caráter. Jamais mataria ninguém e nem quis fazer ameaças. Eu pediria desculpas públicas a Joaquim Barbosa e à sociedade. Já pedi de certa forma. Não foi correta a forma com que me dirigi a um ministro do Supremo, me arrependo. Sei que essa atitude não contribui em nada para a construção de um país”, afirmou Sérvolo de Oliveira e Silva.

G1