Arquivo da tag: Quatro

Apenas quatro paraibanos votam contra reforma da Previdência; texto foi aprovado com 379 votos

Foi aprovado em 1º turno na Câmara Federal o texto base para a reforma da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. A PEC foi aprovada pela maioria de 379 votos favoráveis e 131 contrários à proposta.

Dos 12 parlamentares paraibanos, apenas Dr Damião (PDT), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB) e Hugo Mota votaram contra o texto. A PEC aprovada contou os votos favoráveis de 8 paraibanos: Aguinaldo Ribeiro, Edna Henrique, Efraim Filho, Julian Lemos, Pedro Cunha Lima, Ruy Carneiro, Wellington Roberto e Wilson Santiago.

Depois de cinco horas de sessão, o plenário da Câmara dos Deputados começou a discutir o texto principal da reforma da Previdência. Por volta das 17h, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) abriu as discussões para a votação do texto do relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

A votação pelo modo eletrônico teve início já perto das 21h. Logo após a votação, a maioria dos deputados ainda rejeitaram um destaque apresentado com o intuito de retirar a categoria dos professores das novas regras.

PB Agora

 

 

Acidente envolvendo van deixa pelo menos quatro feridos na BR-101

Um acidente com uma van na BR-101 deixou pelo menos quatro pessoas feridas, no município de Caaporã, situado no Litoral Sul da Paraíba, nesta segunda-feira (17), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a PRF, o acidente aconteceu no sentido João Pessoa – Recife da rodovia, no quilômetro 122, após o veículo sair da pista, bater em um divisor de pista e tombar.

A suspeita da polícia é que o acidente tenha sido causado pelas fortes chuvas registradas na região desde a quinta-feira (13), que deixaram a pista molhada. No entanto a inspetora Keilla Melo declarou que não é possível afirmar se essa foi a única causa.

A PRF informou ainda que quatro vítimas foram atendidas e levadas para uma unidade de saúde. No boletim médico divulgado às 17h, a assessoria de imprensa do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa informou que cinco pessoas deram entrada na instituição, vítimas de um acidente de automóvel, na BR-101.

Dessas, três pessoas receberam alta médica ao longo da tarde desta segunda-feira (17) e outras duas seguiam em observação, com um estado de saúde considerado estável.

G1

 

João Pessoa registra quase 500 mm de chuvas em quatro dias

Em quatro dias, choveu em João Pessoa quase 500 milímetros, de acordo com os dados da Defesa Civil no município, divulgados neste domingo (16). De acordo com o coordenador do órgão, Noé Estrela, a precipitação registrada na cidade desde quinta-feira (13) foi de 460 milímetros, o maior volume concentrado em 96 horas dos últimos 30 anos.

No início da manhã, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo de chuva até a segunda-feira (17). O Centro de Monitoramento de Alertas e Desastres Naturais (Cemaden) também voltou a emitir um alerta de “risco alto” de chuvas neste domingo.

Em João Pessoa, as chuvas registradas entre a noite do sábado (16) e a manhã deste domingo causaram transtornos. A barreira do Castelo Branco voltou a deslizar e interditou uma faixa da BR-230, no sentido João Pessoa – Cabedelo. Também houve deslizamento na encosta da Rua Desportista José Eduardo de Holanda, no Cabo Branco, e uma árvore caiu na Rua Bancário Wagner Alexandrino Bezerra Japyassu, nos Bancários. As apresentações culturais na Casa da Pólvora e no Parque da Lagoa foram canceladas por causa do alerta.

Deslizamento de encosta no bairro do Cabo Branco, em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Deslizamento de encosta no bairro do Cabo Branco, em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

O trecho da BR-230 onde houve o deslizamento foi interditado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) às 12h, para que a Defesa Civil faça a retirada do material oriundo da queda da barreira. O órgão orienta os motoristas a desviarem pela Avenida Pedro II.

Desde a quinta-feira, 64 famílias estão desabrigadas ou desalojadas, sendo assistidas pela Prefeitura de João Pessoa. Conforme Noé Estrela, estas famílias são abrigadas em espaços públicos, como escolas, ou em associações de bairros. Duas cozinhas comunitárias estão à disposição destas pessoas.

Árvore caiu no bairro dos Bancários, em João Pessoa — Foto: Walter Paparazzo/G1

Árvore caiu no bairro dos Bancários, em João Pessoa — Foto: Walter Paparazzo/G1

“Pelo volume de chuvas, João Pessoa está conseguindo se portar de uma forma surpreendente. Registramos quedas de barreiras e árvores, alguns pontos de alagamento e estas famílias que moram em regiões ribeirinhas e que foram retiradas das casas, mas assim que a água baixar, vai ser avaliado se elas podem voltar às casas ou se vai ser preciso continuarem abrigadas e, em seguida, cadastradas em programas de habitação”, diz Noé.

A recomendação da Defesa Civil, em caso de chuvas, é de que a população evite sair de casa e, se sair, evitar andar próximo a muros em risco ou ficar embaixo de árvores. Também devem ser evitadas as calçadas com postes de alta tensão. O órgão recomenda aos motoristas que andem com faróis ligados e evitem poças de água.

G1

 

Mulher é espancada pelo companheiro durante quatro horas, em Campina Grande

Um homem foi preso nesta quarta-feira (16) suspeito de espancar a companheira por cerca de quatro horas, em Campina Grande. Conforme a Polícia Civil, a mãe da vítima acionou a polícia porque, após as agressões todos ficaram em silêncio dentro da casa.

O homem, primeiramente, levou a companheiro para um terreno baldio. A mãe dela tentou defender a filha, mas também foi agredida. Depois, o suspeito levou a companheira de volta para casa e a espancou por quatro horas.

Quando a mãe da vítima não ouviu mais a voz da filha, se preocupou e chamou a polícia. Quando as equipes chegaram na casa, localizada no bairro da Catingueira, o homem não quis abrir a porta. Quando a polícia conseguiu entrar, a mulher explicou que havia desmaiado.

José Macedo dos Santos, de 30 anos, está preso na Central de Polícia de Campina Grande. A mulher agredida foi atendida em uma unidade de saúde e liberada. A filha dela está internado no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O estado de saúde dela é considerado estável.

G1

 

Venda de veículos sobe 12% nos primeiros quatro meses de 2019

A venda de veículos automotores registrou alta de 12,2% nos primeiros quatro meses do ano em comparação a igual período do ano anterior. Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgados hoje (2), 1.244.151 unidades foram licenciadas de janeiro a abril de 2019, ante 1.108.897 unidades comercializadas no mesmo período do ano passado.

As vendas levam em conta automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas. No mês de abril foram emplacados 339.424 veículos, 11,1% acima do volume registrado no mês de março de 2019, quando 305.524 unidades foram licenciadas. Na comparação com abril de 2018, mês que registrou 311.160 unidades emplacadas, a alta é de 9,08%.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o desempenho positivo em abril está relacionado a dois dias úteis a mais, com relação ao mês de março, mas também a uma gradual elevação nos índices de confiança do consumidor.  “O mercado, como um todo, manteve o ritmo de recuperação. A média diária de vendas cresceu 0,5%”, disse.

Nos segmentos de automóveis e comerciais leves, o resultado do quadrimestre registrou 801.330 unidades emplacadas, representando crescimento de 8,71% em relação a igual período do ano passado, quando foram licenciadas 737.135 unidades. Em abril, esses dois segmentos somaram 221.321 unidades emplacadas, contra 199.528 em março, registrando alta de 10,92%. Na comparação com as 209.940 unidades de abril de 2018, a evolução foi 5,42%.

Agencia Brasil 

 

 

Quatro concursos de prefeituras na Paraíba abrem inscrições em mais de 300 vagas de emprego

Estão abertas a partir desta segunda-feira (29) as inscrições em concursos de quatro prefeituras na Paraíba. Somados, os concursos das prefeituras de Nova Palmeira, Cuité, Picuí e Itaporanga oferecem 315 vagas de emprego. Os quatro concursos têm a CPCon como organizadora e o prazo de inscrição vai até 26 de maio. Confira:

Concurso da Prefeitura de Nova Palmeira

Concurso da Prefeitura de Cuité

Concurso da Prefeitura de Picuí

Concurso da prefeitura de Itaporanga

 

G1

 

 

Juiz condena quatro adolescentes após estupro de criança em escola particular de João Pessoa

Quatro adolescentes foram condenados pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude em João Pessoa, Luiz Augusto Souto Cantalice, pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Esses quatro adolescentes foram apreendidos na investigação do estupro de uma criança que ocorreu em uma escola particular da capital paraibana.

A sentença foi prolatada na noite desta quarta-feira (24). Os quatro adolescentes foram condenados à pena de internação, que prevê reanálise da necessidade da manutenção, no máximo, em 06 meses. O caso corre em segredo de justiça e por isso o teor total da sentença não está sendo divulgado.

A informação da condenação foi confirmada pelo advogado, Aécio Farias, que faz a defesa dos adolescentes. Ele considerou a sentença o “maior erro judicial do universo”.

“Não havia qualquer prova para condenação. Além do mais, o processo está cheio de nulidades e a maior delas, sem dúvida, foi a existência de assistentes de acusação, o que é extremamente proibido. Vamos recorrer ainda hoje”, disse o advogado na noite desta quarta-feira.

Entenda o caso

Os adolescentes foram apreendidos suspeitos de ato infracional semelhante ao crime de estupro praticado contra uma criança de oito anos dentro de uma escola particular, em João Pessoa. As apreensões aconteceram em decorrência de mandados judiciais após processo que tramita em segredo de justiça desde maio de 2018. Um ex-zelador suspeito de participar nos estupros também foi preso. Outros casos de estupro começaram a ser apurados ao longo da investigação.

Primeiro caso

A investigação começou em maio de 2018, com a denúncia da primeira vítima, uma criança de 8 anos, que disse ter sido estuprada dentro do banheiro do colégio Geo. O processo começou a tramitar em segredo de justiça desde o primeiro depoimento.

Os abusos vieram à tona após a mãe de uma das vítimas receber um aviso da escola que comunicava que o filho dela estava indo com muita frequência ao banheiro. Além disso, a criança também passou a ter um “comportamento agressivo e também choroso”. “Em conversa com a mãe, a vítima contou sobre os abusos e a investigação foi iniciada”, disse a delegada Joana D’arc Sampaio.

G1

 

Paraíba registra quatro casos de feminicídio em apenas cinco dias

Quatro casos de feminicídio foram registrados nos últimos cinco dias na Paraíba. O último caso foi registrado  na noite desta sexta-feira (19) no sítio Floresta, município de Sousa, Sertão do Estado.

De acordo com informações da Polícia Militar, a agricultora Fabiana Ferreira, de 30 anos, foi atingida com um tiro na cabeça enquanto participava de uma comemoração entre amigos. O companheiro, que também estava na festa, fugiu logo após o crime.

O delegado Ilamilto Simplício afirmou que o caso está sendo investigado como feminicídio e que policiais do Grupo Tático Especial estão em diligência para encontrar Artur Garrido da Silva.

Os outros casos – Ainda esta semana a policia registrou mais três casos de feminicidio na Paraíba. O primeiro foi registrado na segunda-feira (15) quando um homem assassinou a tiros a ex-companheira dentro de um motel em Campina Grande.

O segundo caso aconteceu dia 18 no bairro da Torre quando um empresário, dono de uma concessionária de veículos, matou também a tiros a ex-companheira.

Na madrugada de ontem foi registrado o terceiro caso quando um homem assassinou a companheira a facadas no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

paraiba.com.br

 

 

Quatro idosos são maltratados por hora no país

Falta de políticas públicas, valorização do idoso e capacitação profissional são algumas causas apontadas por especialistas

Nos últimos 77 anos, a expectativa de vida do brasileiro aumentou 30,5 anos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país tem hoje mais de 30 milhões de idosos e projeções do órgão apontam para um aumento ainda mais significativo nas próximas décadas, fazendo com que a pirâmide etária brasileira se altere e faça da população idosa maioria.

Com isso, para atender plenamente os idosos, se faz necessário corrigir estruturas do estado brasileiro como a Previdência Social e o Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, mais do que as reformas, é preciso uma discussão ampla sobre a importância dos idosos para o país. É exatamente isso que propõe um estudo científico desenvolvido pelas alunas Letícia Staroski Machado e Letícia Costa de Oliveira, do curso de Direito do Centro Universitário Uninter.

As autoras constataram um dado alarmante de que, em média, quatro idosos são maltratados por hora no Brasil. Segundo o professor de Direito Internacional da Uninter, Eduardo Gomes, orientador do estudo, isso acontece pois, “além dos problemas demográficos já conhecidos, falta consciência da sociedade civil e fiscalização do poder público”.

Além dos maus-tratos e ineficiência do estado, especialistas apontam a falta de profissionais capacitados como um dos motivos para essa realidade. O curioso é que o mercado para cuidador de idosos, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), foi o que mais cresceu no Brasil, passando de 5.263 em 2007 para 34.051 em 2017 – o que representa uma alta superior a 500%.

De acordo com o professor Cristiano Caveião, coordenador do curso de Gerontologia (Cuidador de Idosos), apesar do aumento de profissionais, a necessidade de mais especialistas fica evidente a cada dia que passa. “O número de cuidadores não acompanha o aumento de idosos e cada vez mais precisamos de gente capacitada para, além de cuidar, também orientar, proteger e reinserir essa população na sociedade”, explica Cristiano.

O professor esclarece que o curso aborda temas que formarão um profissional com as necessidades do mercado de trabalho. “Alguém que, além de cuidados básicos, possa orientar quanto à qualidade de vida, direitos, promoção de saúde, e também ser gestor de instituições de serviços voltados a esse público”, diz.

O curso

Com duração de dois anos e na modalidade EAD, o curso de Gerontologia possui em sua grade matérias voltadas para o processo de envelhecimento humano (anatomia, fisiologia e epidemiologia) entre outras, como psicologia, ética e fundamentos de direito. Um destaque especial ocorre para a matéria de empreendedorismo, que estimulará o profissional a inovar na área com a criação de novos negócios para o público idoso.  Acesse www.uninter.com.br e saiba mais.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo Uninter é o maior centro universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e a única instituição de ensino a distância (EAD) do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC).  Sediado em Curitiba (PR), já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 210 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de mil polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém cinco campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais, acesse uninter.com.

Na foto, da esquerda para direita: Letícia Costa de Oliveira e Letícia Machado.

 

Assessoria de imprensa 

 

Vinte e quatro fugitivos do PB1 ainda estão foragidos

Vinte e quatro dos 92 presos que fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes (PB1), em João Pessoa, seguem foragidos. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba nessa segunda-feira (15).

Conforme o balanço, 68 apenados já foram recapturados, com destaque para Jobson Barbosa da Silva, de 25 anos, condenado a 24 anos de prisão pelo assassinato da vendedora Vivianny Crisley, que aconteceu em outubro 2016. Jobson foi recapturado na sexta-feira (12) em Santa Rita.

Entenda o caso

No dia 10 de setembro, ao menos 20 homens fortemente armados invadiram a penitenciária e explodiram o portão principal, ocasionando a maior fuga em massa já registrada na Paraíba.

A intenção dos bandidos era resgatar quatro detentos, que são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo a bancos e carros-fortes. Um deles não conseguiu fugir. Em contrapartida, muitos outros apenados foram beneficiados pela ação e escaparam do cárcere.

A identificação de todos os 24 foragidos não foi divulgada pela Administração Penitenciária, mas quem quiser colaborar com a polícia na busca por qualquer pessoa procurada, pode acessar o site Procurados PB.

 

portalcorreio