Arquivo da tag: quarta

Publicada a quarta e última chamada da lista de espera da UFCG

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) divulgou na manhã desta terça-feira, dia 3, a quarta e última chamada da Lista de Espera do Sistema de Seleção Unificado (SiSU) 2020.1. Estão sendo convocados 1.293 candidatos, dos quais 350 classificados e 943 suplentes. 

Classificados e suplentes 

Os candidatos estão sendo convocados em até cinco vezes o número de vagas remanescentes de cada curso, respeitando-se a classificação para vagas livres e reservadas (cotas). 

Está listado como “classificado” o candidato convocado no limite das vagas disponíveis para cada curso, enquanto que está listado como “suplente” o candidato convocado além do limite de vagas ofertadas. 

Por exemplo: se um determinado curso tem três vagas remanescentes, foram convocados 15 candidatos: três classificados e 12 suplentes. 

Veja aqui a Quarta Chamada. 

Cadastramento e matrícula 

Na terminologia oficial da UFCG, cadastramento e matrícula são procedimentos diferentes. O cadastramento (registro acadêmico) é o procedimento por meio do qual o candidato selecionado se torna aluno da UFCG. Já a matrícula é o procedimento por meio do qual o aluno define as disciplinas que irá cursar em cada período letivo. Os dois procedimentos são obrigatórios para garantir a vaga na UFCG. 

Os classificados na Quarta Chamada deverão realizar o cadastramento (registro acadêmico) e a matrícula em disciplinas na mesma ocasião, na próxima quinta, dia 5, e sexta, dia 6, das 8h às 11h e das 14h às 17h, na coordenação do curso para o qual foram selecionados. 

Os suplentes também deverão realizar o cadastramento nos dias 5 e 6 – na coordenação do curso para o qual foram selecionados, das 8h às 11h e das 14h às 17h -, para que sejam habilitados para concorrer à vaga. A confirmação da conquista da vaga ficará condicionada à desistência de classificados na Quarta Chamada ou desistência de outros candidatos já cadastrados. 

A divulgação da relação de suplentes efetivamente vinculados será feita no dia 12 de março. Eles deverão realizar a matrícula em disciplinas no dia 16 de março. 

Quarta chamada contém cursos não incluídos na Terceira Chamada 

A Quarta Chamada está convocando novamente candidatos às vagas em vários cursos que não constaram na Terceira Chamada devido ao preenchimento de todas as vagas nas chamadas anteriores. 

As novas vagas são decorrentes da não realização da matrícula em disciplinas por parte de alunos já cadastrados. A matrícula em disciplinas é obrigatória e o aluno ingressante que não realizou a matrícula nessa segunda, dia 2, perdeu o direito à vaga, mesmo já tendo realizado o cadastramento. 

Validação de Autodeclaração 

Todos os candidatos convocados na Quarta Chamada, classificados e suplentes, que concorrem às vagas reservadas às cotas raciais (Pretos, Pardos ou Indígenas – PPI) e de Pessoas com Deficiência (PcD) deverão passar pela Validação de Autodeclaração, procedimento anterior ao cadastramento, também nos dias 5 e 6 de março. O horário de funcionamento das comissões é das 8h às 11h e de 14h às 16h. 

Os classificados em cursos de graduação nos campi Campina Grande (que têm como centros de Ensino o CH, CCT, CTRN, CEEI e CCBS), Cuité (CES) e Sumé (CDSA) devem se apresentar no Bloco BG, no campus Campina Grande. Já os classificados nesta condição para vagas nos campi Patos (CSTR), Pombal (CCTA), Sousa (CCJS) e Cajazeiras (CFP) devem se apresentar no campus Cajazeiras. 

Os candidatos deverão obrigatoriamente apresentar-se à Comissão de Validação de Autodeclaração apresentando documento oficial de identificação com foto.

Os candidatos que se autodeclararam Pretos ou Pardos serão avaliados com base exclusivamente no fenótipo, enquanto que os autodeclarados Indígenas deverão apresentar o Registro Administrativo de Nascimento de Indígena (RANI), oficialmente emitido pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI). 

Candidatos que se autodeclararam com deficiência passarão por análise documental do laudo médico. Candidatos com deficiência que se autodeclararam pretos ou pardos também devem se apresentar à Comissão de Validação da Autodeclaração. 

Nos dias de funcionamento das comissões de Validação de Autodeclaração, é publicada a lista de candidatos cotistas (PPI e PcD) validados, constantemente atualizada ao longo do dia. Só após ter sua autodeclaração validada é que o candidato cotista deve realizar o cadastramento. 

Veja aqui o calendário e outras informações. 

Veja no edital toda a documentação necessária.

PB Agora com Assessoria

 

 

Rota Cultural Raízes do Brejo divulga sua programação nesta quarta

O Fórum de Turismo do Brejo Paraibano divulga, nesta quarta (4), em de Duas Estradas, a programação oficial da Rota Cultural Raízes do Brejo 2020. O evento acontecerá a partir das 15h30, no Mirante de São Francisco.

Composta por nove municípios,(Belém, Alagoinha, Duas Estradas, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz, Borborema, Dona Inês, Pirpirituba e Pilõezinhos) o evento une arte, gastronomia, cultura, história e música, oferecendo diferentes experiências para a população local e turistas. O projeto que teve início em 2017, conta com o apoio do Sebrae e do Governo do Estado, através da PBTUR, e já entrou no calendário cultural e turístico dos municípios participantes, se consolidando ano após ano como uma ótima alternativa de turismo no interior, com foco também na economia criativa e na geração de emprego e renda.

Para o Presidente do Fórum de Turismo, Sergerson Silvestre, que acompanha a Rota desde a sua criação, o evento tem muita importância no crescimento da riqueza cultural dos municípios participantes. “Acompanhei a evolução ocorrida nos municípios a partir do Raízes do Brejo e não tenho dúvida em afirmar que mudaram para melhor, após entrarem na Rota; o que me deixa muito feliz porque o objetivo é exatamente alavancar a cultura, a culinária, o turismo, mas, principalmente a autoestima dos moradores”, finalizou.

A edição 2020 da Rota inicia no dia 03 de abril, na cidade de Belém e segue até o dia 07 de junho, no Município de Pilõezinhos.

Veja as cidades e datas:

03, 04 e 05 de Abril (Belém)

17, 18 e 19 Abril (Alagoinha)

24, 25 e 26 de Abril (Duas Estradas)

01, 02 e 03 de Maio (Lagoa de Dentro)

8, 9 e 10 de Maio (Serra da Raiz)

15, 16e 17 de Maio (Borborema)

22, 23 e 24 de Maio (Dona Inês)

29, 30 e 31 de Maio (Pirpirituba)

05, 06 e 07 de Junho (Pilõezinhos)

Júnior Campos

 

Quarta morte causada por cerveja contaminada é confirmada em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais confirmou que a morte de uma mulher em Pompéu (MG), em 28 de dezembro de 2019, está relacionada com a síndrome nefroneural causada pelo consumo de cerveja contaminada. Ela tinha 60 anos e consumiu a Belorizontina no bairro de Buritis.

Na manhã desta quinta-feira, também foi confirmada a morte de um homem de 89 anos em decorrência do consumo da bebida. Até o momento, quatro pessoas morreram. Segundo a SES, até esta quinta-feira foram notificados 18 casos de intoxicação, dos quais quatro foram confirmados e 14 continuam sob investigação.

Apenas a morte de Pachoal Dermatini Filho, de 55 anos, está dentre os casos confirmados de intoxicação pelo dietilenoglicol. Os outros três estão  entre os casos suspeitos e a confirmação sobre a causa da morte depende do resultado de análises laboratoriais.

Na tarde desta quinta-feira, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou uma nota informando que identificou a presença de monoetilenoglicol e dietilenoglicol em oito produtos da Cervejaria Backer. Foram encontradas as substâncias tóxicas nas marcas Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown e Backer D2, além das marcas Belorizontina e Capixaba.

As análises foram realizadas pelos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária e constataram 21 lotes contaminados. A cerveja Belorizontina passou a ter 12 lotes contaminados.

MP proíbe comercialização de cervejas da Backer

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) proibiu a comercialização e o fornecimento de cervejas produzidas pela Backer. O documento foi emitido após uma reunião que envolveu o Procon-MG,  representantes da Cervejaria Backer, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel-MG), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e a Secretaria Municipal de Saúde da capital.

Ficou definido também que os “produtos deverão ser separados, devidamente identificados e ficar sob a guarda do responsável pelo estabelecimento até a conclusão das investigações”.

Além disso, o MPMG declarou que “em hipótese alguma, esses produtos poderão ser descartados, seja no lixo comum ou em qualquer outro local” e que a “cervejaria Backer emitirá um comunicado, posteriormente, sobre a destinação desses produto”.

 

 

O Globo

 

 

TCE se reúne nesta quarta para definir providências em relação à Calvário

O presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, conselheiro Arnóbio Alves Viana, reúne o conselho do TCE na manhã desta quarta-feira, 15, para definir que atitudes devem ser tomadas em relação a suspeitas que surgiram sobre a imparcialidade dos julgamentos da corte no âmbito das investigações da Operação Calvário. A reunião deveria ter acontecido nesta terça, mas com o novo horário de funcionamento, das 8h às 13h, o compromisso ficou para esta quarta.

Atualmente, dois conselheiros (Arthur Cunha Lima e Nominando Diniz) estão afastados das funções por determinação do Superior Tribunal de Justiça por um período de 120 dias. Eles também estão proibidos de entrar no TCE e de se comunicarem com funcionários e membros do tribunal.

Na sétima fase da Operação Calvário, deflagrada no dia 17 de dezembro, foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra Arthur Cunha Lima, André Carlo Torres e Nominando Diniz por suposto envolvimento no esquema de desvio de recursos da saúde e da educação por meio de organizações sociais. A suspeita é que eles teriam votado a favor das contas da gestão de Ricardo Coutinho, ajudando a dar legitimidade às ações que atualmente são investigadas como fraudulentas.

Em gravação de áudio divulgada na semana passada, o ex-chefe da Cruz Vermelha gaúcha, Daniel Gomes, aparece conversando com um advogado que promete conseguir cinco votos para Daniel.

Na denúncia oferecida pelo Ministério Público da Paraíba contra 35 pessoas acusadas de participação no esquema, o TCE também é posto em suspeição: “Até mesmo a relação de independência e harmonia que, segundo o ordenamento vigente, deveria existir entre os Poderes foi substituída por uma relação de submissão, fruto de conluio entre os participantes do organismo delinquencial, regado a vultosas propinas. As investigações revelaram um amplo domínio de Ricardo Coutinho, então governador, sobre segmentos dos demais poderes. Parte dessa submissão está sendo apurada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ)”, diz o Ministério Público.

Ainda segundo o MP, o TCE, além de encobrir as práticas criminosas, em determinados momentos também foi utilizado para potencializá-as, “tendo papel central no ‘modelo de negócio’ da empresa criminosa, que passou a deixar a intimidação como ‘força de reserva’ para adotar a ‘infiltração’ nos setores públicos”.

Esposa do presidente – Na delação premiada da ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, ela citou a esposa do presidente do TCE, Georgiana Cruz, como suposta participante de um esquema para facilitar a aprovação das contas do Governo do Estado.

Na ocasião, Arnóbio Alves Viana emitiu uma nota:

NOTA PÚBLICA

O Presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Conselheiro Arnóbio Alves Viana, em razão da mais recente divulgação de fatos decorrentes da denominada “Operação CALVÁRIO”, vem reiterar total e irrestrito apoio às investigações em curso, pugnando pela celeridade e efetiva punição a todos quantos tenham praticado delitos em desfavor da sociedade paraibana, doa a quem doer.

Ao mesmo tempo, renova a confiança na isenção, lisura e excelência dos trabalhos executados pelo diligente corpo de Auditores do TCE-PB.

João Pessoa, 06 de janeiro de 2020.

Conselheiro Arnóbio Alves Viana
Presidente

 

parlamentopb

 

 

Sindicato de trabalhadores da Energisa anuncia greve a partir da próxima quarta

O Sindicato de Trabalhadores Nas Indústrias Urbanas da Paraíba (STIUPB) anunciou a deflagração de uma paralisação por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (11).

A paralisação foi decidida em Assembleia Geral Extraordinária realizada entre os dias 21 e 26 de novembro, após a rejeição da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho apresentada pelas empresas.

Confira abaixo:

AVISO DE GREVE O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS DA PARAIBA – STIUPB, CNPJ 09.368.580/0001-49, localizado à Rua Tavares Cavalcante, 199 – Centro – Campina Grande – CEP: 58.400-150, por seu Presidente abaixo assinado, conforme o Estatuto Social da Entidade e para cumprimento das exigências da Lei nº 7.783/89 e o Art. 9º da Constituição Federal, avisa às empresas Energisa Paraíba e Energisa Borborema, aos usuários de seus serviços e à população em geral, que os empregados pertencentes a estas empresas na base territorial deste Sindicato, em todo Estado da Paraíba com exceção da cidade de João Pessoa, realizaram Assembleia Geral Extraordinária entre os dias 21, 22, 25 e 26 de Novembro de 2019, onde deliberaram pela deflagração de paralisação por tempo indeterminado, a partir do dia 11 de dezembro de 2019, em razão da rejeição da proposta do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020 apresentada pelas empresas, no que diz respeito aos seguintes pontos: 1 – Reajuste salarial; 2 – Reajuste do valor do ticket alimentação e; 3 – Coparticipação no plano de saúde dos dependentes.

Campina Grande-PB, 04 de dezembro de 2019

Wilton Maia Velez

Presidente

 

 

Servidores da Justiça da Paraíba voltam a paralisar atividades nesta quarta

Servidores do Judiciário Estadual irão paralisar suas atividades nesta quarta-feira (04), por duas horas. A decisão foi tomada em assembleia da categoria, realizada no último dia 18 de novembro, e o motivo, segundo  Sindicato dos Técnicos e Analistas do Judiciário (Sintaj-PB) e a Associação dos Servidores da Secretaria do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (Asstej PB), é o não cumprimento da lei 9.788/2012. que assegura o pagamento da reposição salarial.

A primeira paralisação aconteceu no último dia 28 de novembro. Os servidores do judiciário estadual darão início a uma série de mobilizações em todo estado. O Sintaj-PB estima que aproximadamente 2 mil servidores devem paralisaram suas atividades no dia 28. Além da quarta-feira (02), outras paralisações acontecerão nos dias 12 e 16 de dezembro.

Segundo informações do Sintaj, os servidores estão sem reajuste salarial há três anos da data-base, que é o período do ano em que patrões e empregados representados pelos sindicatos se reúnem para repactuar os termos dos seus contratos coletivos de trabalho para reivindicar a revisão de salário, apontar a manutenção do acordo, além de incluir novas cláusulas.

A assembleia que decidiu pela paralisação foi organizada pelo Sintaj-PB e Asstej-PB.  As comarcas que funcionam pela manhã, paralisarão as atividades das 9h às 11h. As comarcas que funcionam à tarde, das 14h às 16h.

Caso as reivindicações não sejam atendidas, o presidente do Sintaj-PB, Vladinei Gonzaga garantiu que a classe deve buscar os direitos. “Para os servidores não tem dinheiro, mas para a criação de novos cargos de assessores sempre tem. Se eles seguirem se mostrando indiferente, nós vamos nos reunir novamente em assembleia”, disse o presidente do Sintaj-PB.

Assessoria OAB-PB

 

 

Caixa paga nesta quarta até R$ 500 do FGTS para parte dos correntistas

Os correntistas da Caixa Econômica Federal nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro recebem nesta quarta-feira (9) o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O valor será depositado automaticamente na conta poupança dos clientes.

Os clientes do banco com data de aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril já receberam o crédito de até R$ 500 em 13 de setembro. O pagamento dos correntistas nascidos em maio, junho, julho e agosto foi feito no último dia 27.

De acordo com a Caixa, o crédito automático só está sendo realizado para quem abriu conta poupança até 24 de julho de 2019. O banco estima que cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: siteInternet Banking ou aplicativo no celular.

Para os não correntistas da Caixa, o pagamento começa no próximo dia 18 e segue até março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários. As liberações seguirão o seguinte cronograma:

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), do Número de Identificação Social (NIS), do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e a data de aniversário. Os saques de até R$ 100 poderão ser feitos em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da impressão digital no momento do saque. Para quem tem cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão Cidadão deve procurar uma agência da Caixa.

Saque aniversário

Outra modalidade de saque, válida para o próximo ano, será o saque aniversário. Os trabalhadores interessados em migrar para esse modelo, que permite a retirada de parte do saldo a cada aniversário, poderão comunicar à Caixa, a partir de 1º de outubro de 2019. Ao confirmar essa opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

Quem fizer a mudança só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos da data da solicitação à Caixa.

Caso o trabalhador não comunique o interesse no tipo de saque, a regra da rescisão será mantida.

A decisão de migrar para a modalidade do saque aniversário não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa.

 

Agência Brasil

 

 

Começa hoje decisão pela 2ª divisão do Campeonato Paraibano

Os primeiros 90 minutos pela decisão do Segunda Divisão do Campeonato Paraibano de futebol, começa nesta quarta-feira (09), após os 40 jogos disputados. Sport Lagoa Seca e São Paulo Crystal fazem a grande decisão, a partir das 20h30, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

O trio de arbitragem para esta partida será comandado por Tiago Ramos de Oliveira, auxiliado por Schumacher Marques e Luis Filipe Gonçalves Corrêa. O segundo e decisivo jogo será no próximo sábado, às 16 horas, no Estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo.

O Sport Lagoa Seca entra em campo como o time de melhor ataque da competição, tendo marcado 18 gols. Foi o primeiro colocado do grupo Agreste e Sertão de forma invicta e com 100 por cento de aproveitamento, tendo vencido todos os 5 jogos que disputou. Nas semifinais, perdeu na partida de ida para o Confiança por 1 a 0, mas deu o troco na volta, vencendo por 3 a 0. A equipe já somou 18 pontos, segunda melhor campanha da competição.

 

 

pbagora

 

 

Preço do gás de cozinha na Paraíba sobe pela quarta vez em 2019, diz sindicato

O preço do botijão do gás de cozinha de 13 quilos subiu pela quarta vez em 2019, na Paraíba. O produto que até esta quinta-feira (5) é comercializado, em média, por R$ 65, custará entre R$ 70 e R$ 75 na sexta-feira (6).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás de Cozinha da Paraíba (Sindigás), Antônio Marcos Bezerra, o aumento é de 3,8%. Mas no percentual não foram contabilizados os impostos sobre o produto.

Ainda de acordo com Antônio Marcos, o valor do botijão do gás de cozinha também foi reduzido durante o ano, mas não soube dizer por quantas vezes. Ele garantiu ainda que o preço comercializado a partir da sexta-feira é igual ao do mês de setembro de 2018.

O presidente do Sindigás contou também que algumas das reduções não chegaram ao consumidor. “Algumas das baixas praticadas nas refinarias não foram repassadas pelas distribuidoras para os revendedores. Então também não pudemos passar para o cliente. Foi o caso de uma queda de preço que aconteceu em julho”, disse Antônio Marcos.

G1

 

Pagamento com desconto de IPVA de placa final 7 termina nesta quarta

Para garantir o desconto de 10% no IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) nos carros e motos com final placa 7, os proprietários precisam efetivar o pagamento na opção da cota única à vista até esta quarta-feira (31), evitando ainda multa e acréscimos.
Os contribuintes têm ainda outras duas opções de pagamento do tributo, mas sem o desconto. No parcelamento em três vezes, sendo a primeira com vencimento também nesta quarta-feira (31), enquanto a terceira opção é o pagamento total do IPVA, sem o desconto de 10%, apenas no dia 30 de setembro.
Impressão dos boletos via Portais – Os boletos do IPVA deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da SEFAZ-PB www.receita.pb.gov.br, mas também no do Detran-PB: http://www.detran.pb.gov.br/ O boleto poderá também ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB.
Pagamento por Ficha de Compensação – Desde maio, a SEFAZ-PB ampliou os locais para pagamento do IPVA, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda a rede bancária. Se a opção permanecer no DAR (Documento de Arrecadação), o pagamento fica restrito ao Banco do Brasil.
Regras para Ficha de Compensação – O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária. Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.
Pagamento das parcelas anteriores – Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com finais das placas 5 e 6, os proprietários precisam  efetuar o pagamento das parcelas até o dia 31 de julho. Quem parcelou em três vezes a placa final 5, deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 6 terá de pagar a segunda parcela. Também vence no dia 31 de julho o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 5.
Comprovação da isenção da placa final 7 – As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofrentistas e de motoboys até 150 cc (cilindradas), de placa final 7, que requereram no ano passado a isenção do IPVA, precisam, agora, comprovar com documentação até o dia 31 de julho na repartição fiscal mais próxima do domicílio para gozar do direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem requerer a isenção de 2020.
É importante lembrar que esses veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.
PB Agora