Arquivo da tag: Público

Corpo de Bombeiros suspende Concurso Público para CFO 2020

Diante da atual situação de calamidade pública decorrente do novo coronavírus (Covid-19), o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) informa que, através de ato, suspendeu as etapas do Concurso Público para o Curso de Formação de Oficiais 2020 por tempo indeterminado, com base no Decreto nº 40.134, de 20 de março de 2020, publicado no Diário Oficial nº 17.081 de 21 de março de 2020.

A Comissão Organizadora recomenda aos candidatos que fiquem atentos às publicações no site da Corporação e no Diário Oficial para se informarem sobre as novas datas para os exames que foram adiados.

PB Agora

 

 

Ministério Público quer explicações sobre aumento no preço de máscaras e álcool em gel em Guarabira

O promotor de Justiça, Eduardo Mayer, determinou a abertura de Procedimento Preparatório nº 065.2020.000566 para colher informações se algum estabelecimento ou distribuidora aumentou, injustificadamente, os preços de máscaras e de álcool em gel cobrados na cidade de Guarabira, no Brejo paraibano.

A iniciativa foi publicada na edição do Diário Eletrônico do Ministério Público, dessa quinta-feira (19).

Nos últimos dias, por conta do aumento no consumo desses produtos diante da pandemia do coronavírus, alguns estabelecimentos aumentaram os preços cobrados ao consumidor no país.

Alexandre Freire

 

 

Prefeitura de Guarabira divulga terceiro edital de convocação do concurso público 2019

Foi publicado no Diário Oficial do Município dessa terça-feira, 17 de março, o terceiro edital de convocação referente ao Concurso Público realizado pela Prefeitura de Guarabira em 2019 destinado ao preenchimento de vagas no quadro técnico efetivo do município.

Nesse edital, a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos convoca mais 22 candidatos aprovados que terão até o dia 16 de abril para apresentarem a documentação exigida.

Estão sendo convocados candidatos aprovados para o cargo de agente administrativo, auxiliar de serviços diversos, médico Pediatra, PSF, Psiquiatra, merendeiro, fiscal de obras, motorista da categoria D, operador de máquinas pesadas, Psicólogo, técnico em enfermagem e Enfermeiro 40h.

Os candidatos convocados deverão, após a realização dos exames médicos submeter-se à Junta Médica do Município e, após o laudo final, encaminhar toda a documentação à Secretaria de Administração e Recursos Humanos para a investidura em cargo público.

Com a execução do Decreto 68/2020 que dispõe de medidas emergenciais de combate ao novo coronavírus o candidato deverá o candidato ligar antecipadamente para a Secretaria de Administração e Recursos Humanos, através dos telefones (83) 3271-1246 e 3271-1946, para agendar o seu atendimento, o candidato também  deve estar atento a possíveis mudanças de horário de atendimento e/ou pontos facultativos, suspensões temporárias e outras medidas decretadas pelo Poder Executivo.

Confira a lista dos novos convocados:

Secom-PMG

 

 

CRO-PB emite alerta para dentistas acima de 60 anos suspenderem atendimento ao público para combater coronavírus

O Conselho Regional de Odontologia da Paraíba (CRO-PB) emitiu na tarde desta segunda-feira (16) uma nota em que alerta os profissionais da odontologia a considerarem a pandemia de coronavírus e orienta a suspensão dos serviços, mantendo apenas os casos de urgência e emergência.

De acordo com texto, os profissionais com mais de 60 anos devem suspender o atendimento ao público. “Orientar a readaptação temporária de cirurgiões-dentistas acima de 60 anos, afastando-os de atividades clínicas, visto ser considerado grupo de risco, cuja mortalidade tem sido comprovadamente mais elevada na população idosa”, recomenda.

Segundo o CRO-PB, a medida serve como uma forma de prevenção a doença e considera o risco que o cirurgião-dentista tem em relação a outros profissionais. “A atuação do cirurgião-dentista é, por sua vez natureza, a profissão de saúde mais exposta ao risco de contaminação, pelo íntimo contato com as vias aéreas dos pacientes, seja pela proximidade física necessária à execução de procedimentos, seja pelo uso de equipamentos que liberam aerossóis”, diz parte do texto.

Confira a nota na íntegra:

 

clickpb

 

 

Ministério Público Federal pede que Ricardo Coutinho e outros investigados voltem à prisão

O Ministério Público Federal (MPF) enviou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) agravos regimentais com pedido de reconsideração em face de decisões monocráticas que estenderam os efeitos de habeas corpus concedido ao ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, cujo acórdão aguarda ainda a respectiva publicação (quando então será objeto de exame específico pelo MPF), para outros investigados na Operação Calvário II, incluindo o irmão do ex-governador, Coriolano Coutinho, Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas, José Arthur Viana Teixeira, Valdemar Ábila, Denise Krummenauer Pahim, Breno Dornelles Pahim Neto, Waldson Dias de Souza e Gilberto Carneiro da Gama. O MPF pretende que essas prisões sejam restabelecidas.

Com a extensão do habeas corpus, os réus foram postos em liberdade, limitando-se a cumprir medidas como comparecimento periódico em juízo, proibição de manter contato com os demais investigados (com exceção do irmão, no caso de Coriolano Coutinho), proibição de sair da comarca sem autorização do juízo, afastamento de atividades econômicas ou financeiras que tenham relação com os fatos apurados na operação e proibição do exercício de cargo ou função pública no estado da Paraíba e nos municípios paraibanos.

Os agravos regimentais são assinados pelo subprocurador-geral da República Mario Bonsaglia. Ele argumenta que, ao contrário do que sustenta a defesa, as razões para a manutenção da custódia preventiva dos diversos investigados foram expostas de maneira individualizada nas decisões proferidas pelo desembargador relator do caso no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), em dezembro do ano passado.

De acordo com o MPF, o STJ já reconheceu em diversos julgados que a prisão preventiva para a garantia da ordem pública, em casos de organização criminosa, pode ser mantida com base na gravidade concreta do delito. A Operação Calvário II desarticulou esquema criminoso que desviou pelo menos R$ 134 milhões da saúde e da educação na Paraíba. Os valores envolvidos e as áreas atingidas pelo esquema demonstram “extrema gravidade concreta das infrações penais”. Além disso, é inviável a aplicação de medida cautelar diversa da prisão em caso de organização criminosa, segundo jurisprudência do próprio STJ, afirma o subprocurador-geral.

Mario Bonsaglia alerta ainda que o esquema não está completamente desarticulado, e as investigações prosseguem. Nesse sentido, destaca que “elementos de prova apontam para a existência de indícios de persistência de atos de desdobramento da cadeia criminosa, inclusive com adoção de cautelas para encobrimento de rastros e, ainda, de existência de numerário pendente de rastreamento”, e que não há nos autos comprovação de que os recursos tenham sido recuperados, “saltando aos olhos a presunção de que os agentes estejam usufruindo o numerário recebido, em tese, a título de propina”.

Por fim, o subprocurador-geral da República afirma, também, que a fundamentação da decisão da ministra relatora, que aponta a ausência de fatos novos atribuídos aos investigados, “data venia, tende a restringir demasiadamente o instituto da prisão preventiva, desnaturando sua natureza, como se a decretação da medida cautelar de privação da liberdade só coubesse em circunstâncias caracterizadoras de continuidade delitiva, de crime permanente ou de outras práticas delitivas relacionadas, situações estas que, mais propriamente, justificariam desde logo a própria prisão em flagrante do acusado, pela prática de novos delitos”.

Operação Calvário II – Conduzida pelo Ministério Público Estadual da Paraíba e pela Polícia Federal, a Operação Calvário II desbaratou esquema criminoso que teria desviado mais de R$ 134 milhões da saúde e da educação da Paraíba. Segundo o MP Estadual, o esquema contava com a participação do ex-governador Ricardo Coutinho e foi operado durante seus dois mandatos, entre 2010 e 2018. As investigações apontaram fraudes em licitações e em concursos públicos, corrupção e financiamento de campanhas e superfaturamento em equipamentos, serviços hospitalares e remédios.

Assessoria

 

 

Prefeitura de Tenório inscreve para concurso público com 76 vagas a partir desta segunda

A Prefeitura de Tenório inscreve a partir desta segunda-feira (9), para o concurso público que oferece 76 vagas em cargos de níveis fundamental, médio, médio/técnico e superior. Os salários variam entre R$ 1.045 e R$ 15,5 mil.

Confira o edital

As inscrições devem ser feitas a partir das 10h desta segunda-feira (9) até às 23h59 do dias 8 de abril, através do site da empresa organizadora do certame.
As taxas de inscrição custam R$ 65 para cargos de nível fundamental, R$ 85 para cargos de nível médio e médio/técnico e R$ 105 para cargos de nível superior.

O certame tem vagas para auxiliar de serviços gerais, carpinteiro/marceneiro, coveiro, eletricista, encanador, gari, pedreiro, vigilante, motorista D/E, operador de máquinas pesadas, agente administrativo, agente comunitário de saúde, agente de combate as endemias, técnico em contabilidade, técnico em enfermagem, técnico em enfermagem ESF, técnico em saúde bucal ESF, assistente social, bioquímico, cirurgião dentista ESF, cirurgião dentista odontólogo, enfermeiro, enfermeiro ESF, engenheiro agrônomo, fisioterapeuta, farmacêutico, médico ESF, médico veterinário, nutricionista, professor de educação básica I e professor de educação básica II – língua portuguesa.

A prova objetiva escrita está prevista para acontecer no dia 17 de maio.

 

clickpb

 

 

Prefeitura de Areial inscreve para concurso público a partir desta segunda-feira

A Prefeitura de Areial inscreve a partir desta segunda-feira (2), para o concurso público com 120 vagas nos níveis de escolaridade Fundamental, Médio/Técnico, Médio/Magistério, Superior/Magistério e Superior. Os salários vão de R$ 1.045 a R$ 2.602,31.

As inscrições estarão abertas entre as 10h do dia 2 de março até as 23h59 do dia 2 de abril. Para se inscrever o candidato deve acessar o site da CPCON.

As taxas de inscrição para os concursos são de R$ 65 (Fundamental), R$ 85 (Médio/Técnico) e R$ 105 (Superior). O boleto bancário pode ser quitado até o dia 3 de abril.

O candidato poderá realizar mais de uma inscrição para cada concurso, desde que sejam para cargos de níveis diferentes e horários de provas distintos. Para os candidatos com necessidades especiais ou aqueles que queiram solicitar isenção na taxa de inscrição, nos respectivos editais constam as informações necessárias para a solicitação. De acordo com a CPCON, a disponibilização do local, sala e carteira onde o candidato realizará a prova estará disponível no endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br a partir do dia 5 de maio.

A realização da prova escrita objetiva dos concursos será no dia 17 de maio e o resultado final está programado para ser divulgado em 22 de junho.

 

clickpb

 

 

Curso de oratória vai tratar das causas do medo de falar em público

O especialista em comunicação, Júnior Campos, que atua no rádio há um bom tempo e tem se dedicado à pesquisa e aos estudos da oratória, estará ministrando a segunda turma do curso de oratória humanizada. O curso acontece na Cidade de Solânea, no Letra Exata, Cursos e Espaço Corporativo Multifuncional.

Para Júnior Campos “se comunicar bem é um estado de espírito.” O especialista acredita que só estudar técnicas de oratória não resolve o problema de quem tem dificuldades de se comunicar em público. “Você pode conhecer as técnicas, mas se não dominar suas emoções, não vai conseguir se comunicar com desenvoltura. Comunicação tem tudo a ver com emoção. Por isso para mim se comunicar bem, é um estado de espírito.” Comenta.

“No curso vamos compreender o que é o medo, como ele se manifesta, suas causas e como contê-lo. Vamos conhecer técnicas e recursos para a mudança do nosso estado neurofisiológico. Vamos trabalhar a boa expressão corporal, aprender como construir um bom discurso e prender a atenção da plateia.” Explicou.

O curso que está previsto para começar no dia 03 de março tem vagas limitadas.

Informações sobre o curso podem ser obtidas por meio do telefone e WhatsApp (083) 9 9312-2406.

 

Assessoria

 

 

Banco do Brasil confirma concurso público em 2020, diz site

O Banco do Brasil confirmou a realização de um concurso público em 2020. A informação é do site especializado em concurso público, Folha Dirigida.

De acordo com informações da assessoria de imprensa, a previsão de divulgação seria em março.

A banca organizadora do concurso para contratação de escriturários para a área de tecnologia já foi escolhida como também o edital está sendo elaborado. Também é possível que tenha vagas para o escriturário generalista, aquele com o perfil mais tradicional, com atuação em atividades bancárias/administrativas.

Os interessados precisam ter o ensino médio.

O escriturário deve receber um salário de R$4.036,56, valor que já inclui os auxílios refeição e alimentação, para carga de 30 horas por semana. Além disso, ainda terá direito a auxílio-transporte, participação nos lucros, que geralmente, paga duas vezes ao ano, planos de saúde e odontológico, previdência privada com participação do banco, auxílio-creche/babá, auxílio ao filho com deficiência e tem possibilidade de crescimento dentro da empresa.

Ainda segundo o site, o concurso acontece em diversos estados do Brasil, incluindo o Rio de Janeiro, além do Distrito Federal.

O site não divulgou a quantidade de vagas a serem oferecidas no concurso público.

 

clickpb

 

 

Paulo Guedes compara funcionário público a “parasita”, em palestra

O ministro Paulo Guedes atacou nesta sexta-feira, 7, os funcionários públicos. Durante evento na FGV do Rio, Guedes comparou os servidores públicos a “parasitas” que querem reajustes automáticos, o que, segundo o titular da pasta, a população não quer mais.

“O funcionalismo teve aumento 50% acima da inflação. Além disso, tem estabilidade na carreira e aposentadoria generosa. O hospedeiro está morrendo, o cara (servidor) virou um parasita. O dinheiro não chega no povo e ele (servidor) quer reajuste automático”, afirmou Guedes.

O ministro disse que a maioria da população defende que servidores concursados podem ser demitidos. “A população não quer mais isso, 88% das pessoas são a favor de demissão no funcionalismo público”, afirmou.

 

Por Brasil 247