Arquivo da tag: provocam

Chuvas provocam alagamentos e desmoronamentos no Sertão da PB

chuvasDezoito ocorrências entre alagamentos e desmoronamentos foram registrados na cidade de Patos entre a noite de segunda-feira (9) e madrugada desta terça-feira (10) por conta das fortes chuvas que caíram na região. Segundo informações da prefeitura de Patos, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Campo da Liga ficou alagada e o Pronto Atendimento Maria Marques também registrou alguns setores alagados.

Treze das ocorrências foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros e outras cinco foram acompanhadas pela Defesa Civil da cidade, que atende emergências pelo número (83) 9-9967-6061.

Segundo Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), foi registrado um volume de 82 mm de chuvas na cidade.

Ainda segundo a prefeitura, o Canal do Frando não transbordou, mas ficou cheio e o represamento alagou algumas ruas na comunidade Dom Bosco. Uma loja de veículos no bairro do Jatobá caiu, assim como parte do tapume do teatro da cidade, dificultando a passagem de veículos nas ruas laterais.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Bandidos explodem agência de Banco do Brasil e provocam terror na madrugada em Conceição

bancoA população de Conceição acordou no meio da madrugada desta terça (dia 16), com a explosão de mais uma agência bancária, desta vez os bandidos explodiram a agência do Banco do Brasil do município, deram vários disparos, Não se tem notícia quanto levaram em dinheiro.

Os bandidos adentraram na cidade em dois veículos fortemente armados, onde ao chegar a agência explodiram seu cofre que fica na parte frontal da mesma, no momento da ação fizeram 13 jovens de reféns que se encentravam pela avenida Solon de Lucena, vindo a liberar os reféns após toda ação.

Nas últimas semanas, os bandidos têm causado “um verdadeiro terror”, aproveitando, da “falta de policiamento”.

“É o caos na segurança pública da Paraíba de João Pessoa a Conceição com assaltos todos os dias aos Bancos. Acorda Senhor Governador! Cadê a sua tão propagada eficiência? Parece-me que todas as gangs de assaltadores de bancos fizeram sua morada na Paraíba. Por que será? Não será porque eles sabem que neste torrão de meu Deus não tem Governador e nem segurança pública. Graças a Deus ninguém saiu ferido mas poderia ter sido um caos hoje aqui em Conceição.”

Da redação – Conceição Verdade

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Seca, crime e imprudência provocam incêndios que ameaçam plantações na PB

Reprodução/Diário do Sertão
Reprodução/Diário do Sertão

A região da cidade de Sousa, a 429 km de João Pessoa, no Sertão paraibano, tem registrado em média 16 incêndios por mês. No dia 22 de agosto, o Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas de um incêndio de grandes proporções, às margens da BR-230. A maior parte dos casos começa através de pessoas que queimam lixo ou vegetação. Mas também há denúncias de crimes cometidos contra propriedades de agricultores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook



De acordo com os bombeiros em Sousa, os focos de incêndio começam de forma discreta, mas devido ao clima seco e a falta de chuvas na região, acabam se alastrando com muita facilidade, causando os estragos. Segundo estatísticas do Corpo de Bombeiros, nos meses de julho e agosto deste ano, 32 ocorrências foram registradas na cidade, sendo 16 em cada mês.

A maior parte dos focos de incêndio está em terrenos baldios e áreas de preservação ambiental. Conforme levantamento do Corpo de Bombeiros em Sousa, das 32 ocorrências, 26 foram registradas nessas área de preservação e apenas seis em terrenos baldios.

Já na região que abrange Patos, Cajazeiras, Sousa, Pombal e Catolé do Rocha, foram 96 casos em terrenos baldios e 36 focos fora de áreas de preservação ambiental, nos meses de junho e julho de 2014.

Um dos casos mais recentes foi identificado no dia 22 de agosto, quando um incêndio de grandes proporções atingiu uma plantação de coco na cidade de Sousa. O Corpo de Bombeiros disse que demorou cerca de cinco horas para conter as chamas que se espalharam por 10 hectares.

De acordo com agricultores responsáveis pelas plantações, eles têm recebido ameaças e denunciam que criminosos estariam agindo para provocar as ocorrências. A polícia investiga o caso, mas ninguém foi detido.

As plantações de coco em Sousa têm produção média de 400 mil frutas por mês. A atividade gera cerca de 11 mil empregos diretos e indiretos, com distribuição local e para Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Não é a primeira vez que esses locais sofrem com incêndios. Em 2012, plantações de frutas foram destruídas por chamas provocadas por um fio desencapado.

 

portalcorreio

Demissões de sevidores estaduais provocam paralisação de aulas e revoltam moradores na Paraíba

Professores, servidores e alunos de escolas estaduais no município de São José de Lagoa Tapada realizaram uma manifestação na cidade contra demissões ocorridas pela Secretaria Estadual de Educação. Os manifestantes são das escolas Genésio Araújo e Gregório Lacerda. Eles se dizem revoltados com as demissões, que teriam ocorrido após rompimento do prefeito local com o governo do estado. A população considerou as exonerações injustas e as taxaram de politicagem.

Segundo as informações, as demissões teriam ocorrido imediatamente após o anúncio do rompimento. Isso porque os servidores seriam ligados ao grupo do prefeito. Logo em seguida professores, diretores e funcionários receberam o comunicado de que estavam afastados de suas funções.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Depois disso, os problemas começaram. A Escola Genésio Araújo, por exemplo, está passando por uma reforma e, durante a obra, estava funcionando em uma casa alugada. Para o funcionamento do colégio no prédio improvisado, a diretora Marília Rufino conseguiu cadeiras emprestadas na prefeitura local na tentativa de que os alunos não fossem prejudicados com uma possível paralisação das aulas por conta da reforma.

manifestantes1O proprietário da casa alugada, também ficou revoltado com o problema, e resolveu pedir a retirada de todas as cadeiras do seu imóvel que estava alugado a Empresa que realiza a reforma do Educandário. Os alunos, professores e servidores ficaram emocionados ao chegarem, na manhã dessa segunda-feira (07), e darem de cara com o caminhão parado para retirar as cadeiras.

A partir daí a diretora, Marília Rufino, conseguiu um serviço de som e começou a explicar aos alunos porque não haveria mais aula naquele lugar. Todos que integram o corpo de funcionários e alunos da escola se emocionaram no momento que souberam que não haveria mais aulas.

Depois do ato realizado em frente à casa onde funcionava a escola, os alunos, professores e servidores ganharam às ruas de São José da Lagoa Tapada em forma de protesto pela situação vivida na educação do estado naquela cidade.

De acordo com a gestão estadual, alguns servidores foram exonerados para atender uma ação da Secretaria de Educação.

Já, em relação ao pedido de devolução do prédio onde funciona a escola Gregório de Lacerda, a Secretaria de Educação informou que a 10ª Gerência Regional de Educação (GRE), com sede na cidade de Sousa, já está a procura de um imóvel para dar continuidade às aulas e evitar que os alunos sejam prejudicados.

Blog do Gordinho com Folha do Sertão

Animais na pista provocam acidente com viatura policial em Sousa

A polícia está tentando identificar o proprietário do animal, que provavelmente poderá responder criminalmente pelo delito de deixar animal solto as margens da PB José de Paiva Gadelha.

 

Na madrugada desse domingo (25), uma viatura do trânsito da polícia militar de Sousa e envolveu em um acidente provocado por duas vacas na PB José de Paiva Gadelha, saída para cidade de Uiraúna.

Conforme informações, a viatura seguia sentido Lagoa dos Estrelas a Sousa e a chegar próximo ao motel, duas vacas saíram correndo no mato e atravessou a pista, provocando assim o sinistro.

 


No acidente um dos animais morreu no local, já a viatura ficou parcialmente danificada. Esse é mais um acidente provocado por animais na região da grade Sousa, onde recentemente houve uma reunião entre as autoridades competentes, sendo acordado entre as mesmas uma parceria para intensificar a fiscalização dos animais nas rodovias da região, mas aparentemente o referido ficou apenas no papel e a cada dia as pessoas que trafegam pelas rodovias estão sujeitas a se envolverem em um acidente a qualquer momento.

A polícia agora está tentando identificar o proprietário do animal, que provavelmente poderá responder criminalmente pelo delito de deixar animal solto as margens da PB José de Paiva Gadelha.

 


Fonte: Sertão Informado

Focando a Notícia

Incredibilidade da classe política e falta de divulgação provocam ‘insucesso’ de doações pela internet

Apesar de valer desde as eleições de 2010, as doações de campanha pela internet ainda não ‘caíram no gosto’ do eleitor brasileiro e essa realidade não é diferente na Paraíba.

O advogado Kleber Carvalho atribui esse ‘acanhamento’ à falta de credibilidade da classe política perante o eleitorado. “O eleitor tem simpatia por um determinado candidato, mas se abstém de participar financeiramente da campanha, o que provoca, pelo menos neste momento, o insucesso deste sistema”, pontuou.

Ele exemplificou que a maioria das notícias veiculadas nos meios de comunicação sobre desvio de dinheiro e fraudes é relacionada a políticos. “Isso faz com que o eleitor comum não se interesse em doar dinheiro para determinado candidato”, falou.

Kleber Carvalho acredita também que a falta de divulgação pela mídia e pelos próprios partidos e candidatos interfere no inexpressivo número de doações on-line. “Muitas pessoas não sabem como fazer esse tipo de doação. Então, é preciso haver uma maior difusão dessa ferramenta”, analisou.

Embora os números não sejam promissores, o advogado acredita que futuramente, as doações pela internet serão recorrentes entre o eleitorado. “Eu creio que essa prática vai funcionar a partir do amadurecimento político da população”, observou.

Ele ainda acrescentou que o sistema de doação é seguro e transparente. “Toda a doação é acompanhada passo-a-passo pelo TSE, inclusive com emissão de recibo-padrão”.

Os sites dos prefeitáveis de João Pessoa Cícero Lucena (PSDB), Estela Bezerra (PSB) e Luciano Cartaxo (PT) não disponibilizam aplicativos para que os eleitores façam suas contribuições.

A assessoria de Luciano Cartaxo informou que deverá disponibilizar em breve um espaço para informar aos internautas o número da conta de campanha do candidato e como será o procedimento para a doação. “A Assessoria Financeira preferiu fazer dessa forma para facilitar o controle de doações”, justificou Chico Raimerson.

A assessoria do tucano Cícero Lucena adiantou que a equipe de informática está analisando o uso da internet como ferramenta para a doação de camapanha.

A candidata Estela Bezerra não usará esse mecanismo para receber doações nas eleições deste ano.

O candidato pelo PSOL, Renan Palmeira, não lançará site para a campanha eleitoral. De acordo com sua assessoria, as doações poderão ser feitas através de depósitos para a conta de campanha do candidato, realizados nas agências bancárias.

Já a Coordenação de campanha de José Maranhão informou que o site do candidato deverá ser lançado na próxima sexta-feira (24), mas não adiantou se o aplicativo para doações será disponibilizado.

A redação não conseguiu falar com os candidatos Antônio Radical (PSTU) e Lourdes Sarmento (PCO).

De acordo com a legislação eleitoral, a doação pela internet é permitida mediante depósitos, devidamente identificados com o nome e CPF do doador, transferência eletrônica de depósitos ou através de cartão de crédito.

clickpb

Chuvas provocam deslizamento de terras e destróem casas em Pilões, no Brejo

As fortes chuvas que caíram na cidade de Pilões nestas quarta e quinta provocaram um deslizamento de terra no Conjunto Bela Vista,  que atingiu duas casas e deixou outras com suas estruturas comprometidas, precisando ser interditadas.

O Tenente Nogueira, a Tenente Vivicléia e o Cabo Fernando do Corpo de Bombeiros de Guarabira estiveram visitando o local e conversaram com os moradores que se recusam a sair das casas.

Por sorte, as duas residências que desabaram haviam sido construídas recentemente e ainda não estavam ocupadas.

O terreno onde houve o deslizamento de terras pertence à prefeitura municipal, mas foi invadido por famílias que de forma alheia e sem fiscalização construíram suas casas.

Os Bombeiros interditaram mais de cinco casas, que estão sendo habitadas, pois as mesmas encontram-se em área de risco e também podem desabar a qualquer momento.

Da Redação com Seligapiloes.net

As fortes chuvas que caíram na cidade de Pilões nestas quarta e quinta provocaram um deslizamento de terra no Conjunto Bela Vista,  que atingiu duas casas e deixou outras com suas estruturas comprometidas, precisando ser interditadas.

O Tenente Nogueira, a Tenente Vivicléia e o Cabo Fernando do Corpo de Bombeiros de Guarabira estiveram visitando o local e conversaram com os moradores que se recusam a sair das casas.

Por sorte, as duas residências que desabaram haviam sido construídas recentemente e ainda não estavam ocupadas.

O terreno onde houve o deslizamento de terras pertence à prefeitura municipal, mas foi invadido por famílias que de forma alheia e sem fiscalização construíram suas casas.

Os Bombeiros interditaram mais de cinco casas, que estão sendo habitadas, pois as mesmas encontram-se em área de risco e também podem desabar a qualquer momento.

Portalmídia com Seligapiloes.net

Chuvas provocam grave acidente na BR 104 entre microônibus e caminhonete em CG

Um grave acidente, supostamente provocado pelas fortes chuvas que caíram na manhã desta segunda-feira (25) foi registrado na BR 104, entre os municípios de Lagoa Seca e Campina Grande. Um microônibus da Secretaria de Saúde de Matinhas colidiu de frente com uma caminhonete F100 e deixou várias pessoas feridas.

A colisão aconteceu em frente ao restaurante Bananal e de acordo com o estudante Antonio Epaminondas, que passava no local no momento do acidente, o acidente pode ter sido provocado pela imprudência do motorista do ônibus, que não teria respeitado a sinalização da pista e feito uma ultrapassagem perigosa no momento em que caia muita chuva.

Várias viaturas do Corpo de Bombeiros e do Samu foram acionadas para fazer o resgate das vitimas. Ainda não há informações oficiais sobre quantas pessoas teriam ficado feridas. Também não há informação sobre nenhum óbito

PB Agora