Arquivo da tag: protestam

Moradores protestam uma semana após acidente que matou mãe e dois filhos em Areia

Uma semana após o acidente que vitimou três pessoas na cidade de Areia, a 130 km de João Pessoa, moradores da região fizeram um protesto pedindo justiça.

O atropelamento aconteceu na noite de domingo (22) e vitimou fatalmente uma mulher e uma criança na hora. Uma criança de quatro anos e um adulto de 28 ficaram feridos e outra criança de quatro anos teve morte cerebral confirmada na quinta-feira (26).

Os moradores levaram cartazes e fizeram orações. Os suspeitos do crime continuam em liberdade. Na semana passada, o delegado Gilson Teles informou que o advogado do suspeito entrou em contato afirmando que apresentaria o homem esta semana.

paraiba.com.br

 

 

Na região do Brejo, trabalhadores protestam contra a reforma da previdência

Um ato público contra a reforma da previdência e às políticas do governo Bolsonaro, ocorrido na tarde da sexta-feira (26), fez com que pessoas de vários municípios se deslocassem até Belém, região do Brejo paraibano.

Sindicatos rurais e de servidores públicos trouxeram suas caravanas compostas por agricultores familiares, a maioria, e trabalhadores urbanos. Muitos exibiam faixas e cartazes com frases contra a reforma da previdência e pedindo Lula Livre, lidas durante o evento.

Todos se concentraram em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, de onde saíram em caminhada pelas ruas, cantando e gritando palavras de ordem, até chegar a praça central. Neste local, os oradores expuseram as contradições da reforma previdenciária e de outras políticas do governo Bolsonaro; pediram a liberdade do ex-presidente Lula e defenderam a democracia.

Associações de assentamentos de diversas cidades, ADUFPB, CUT, FETAG, SINTRICOM-JP, SINDSERVEM, SINSERMA e SINDAF (Araruna), Secretaria Pastoral da Diocese de Guarabira e Polo da Borborema estiveram representados no ato público regional.

Dirigentes partidários, vereadores, representantes dos deputados federais Frei Anastácio (PT), vereador Nelson Anacleto, e Gervásio Maia (PSB), prefeita Renata Christinne, também marcaram presença.

O ato foi organizado pelos STRs de Guarabira, Belém, Pirpirituba e Bananeiras; Núcleo da Frente Brasil Popular (Guarabira); SINSERTA (Sindicato dos Servidores Públicos de Sertãozinho e Adjacências), e Associação do Assentamento Nossa Senhora das Graças, igualmente de Bananeiras. FETAG E CUT apoiaram a iniciativa.

FOCANDO A NOTÍCIA

 

 

Policiais Civis protestam com entrega de coletes vencidos

Foto: Divulgação: Portal Stive

Os policiais civis da cidade de Patos, a 317 km de João Pessoa, realizaram na manhã desta segunda-feira (8), uma ação coletiva de entrega dos coletes balísticos vencidos, na Central de Polícia da cidade. A entrega dos coletes é um manifesto, segundo a categoria, contra o descaso com a segurança dos policiais civis.

Segundo a categoria, o equipamento utilizado pelos policiais não garante proteção nem a integridade física durante o dia a dia no trabalho. Os coletes balísticos estão vencidos há mais de três anos, já que o primeiro lote venceu em 2014 e o segundo, em 2016. Os coletes fora da validade devem ser destruídos, conforme regulamenta a portaria do Exército brasileiro, mas ainda não foram substituídos.

“Estamos reivindicando um direto da categoria, que é promover a segurança público estando, também, com suas vidas asseguradas. A Aspol-PB mobiliza os policiais para que não se arrisquem no combate à criminalidade, já que esses equipamentos não podem ser mais utilizados. Os policiais também não devem ser convocados para participar de operações de ‘campo’, segundo recomendou o Ministério Público do Trabalho, até que sejam entregues coletes novos”, disse a presidente da Aspol-PB, Suana Melo.

O Delegado Geral Adjunto da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, afirmou que “novos coletes balísticos já foram adquiridos, e a Secretaria de Segurança do Estado já está providenciando a entrega dos materiais para os próximos dias”.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Atores protestam contra projeto de Silvio Santos

Um grupo de atores criou neste domingo, 29, uma petição online em protesto contra o projeto apresentado pelo apresentador Silvio Santos de construir prédios residenciais onde fica o Teatro Oficina, no centro de São Paulo.

Na semana passada, o Condephaat – órgão estadual de defesa do patrimônio – reverteu uma decisão de 2016 que proibia as obras da Sisan – braço imobiliário do grupo Silvio Santos – no terreno ao lado do teatro. O projeto prevê a construção de três torres, sendo que duas delas tapariam uma janela do Oficina, que permite ao espectador ver a paisagem da cidade durante as apresentações. Essa é uma das principais características do teatro.  A construção precisava passar pela aprovação do Condephaat porque a área onde o Oficina, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, é tombada.

“Iniciamos um movimento dos artistas do Brasil e do mundo, com o povo brasileiro, para que enviem para as autoridades do governo de São Paulo pedidos de veto ao assassinato cultural da obra de arte Teatro Oficina e seu entorno tombado”, escreve a Associação Teat(r)o Oficina Uziyna Uzona. “Invocamos a força da multidão para que direcione, através de textos, vídeos, etc ao governado Geraldo Alckmin pedidos de veto ao empreendimento ao grupo Silvio Santos.”  Até o fechamento desta reportagem, a petição já tinha mais de 1400 assinaturas.

A proposta de Silvio Santos criou um embate que já é antigo entre o dono do SBT e o diretor do Oficina, o dramaturgo José Celso Martinez Corrêa. Segundo Zé Celso, o projeto vai provocar um “genocídio” do bairro. Ele diz também que a proposta de Silvio Santos “encaixotaria” o edifício.

A última vez que Zé Celso e Silvio Santos discutiram esse tema foi em uma reunião em agosto deste ano, no SBT, da qual participaram também o prefeito João Doria e o vereador Eduardo Suplicy (PT). Em um vídeo gravado nesta reunião publicado neste domingo pela jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Silvio Santos diz a Zé Celso que “vai transferir a Cracolância” para a região do Oficina, após o dramaturgo se manifestar mais uma vez contra o projeto.

 

VEJA.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grupos protestam contra reformas da Previdência e do Ensino Médio na PB

(Foto: Artur Lira/G1)
(Foto: Artur Lira/G1)

Manifestantes se reuniram em João Pessoa e Campina Grande, na tarde desta sexta-feira (31), para protestar contra a Reforma da Previdência e do Ensino Médio. Com faixas e bandeiras, os grupos foram às ruas a partir das 15h gritando palavras de ordem e fazendo discursos.

A Polícia Militar informou que não vai divulgar estimativa de público. Em João Pessoa, a organização estima a presença de 6 mil pessoas. A organização em Campina Grande estima que 400 pessoas participaram do protesto.

Em João Pessoa, a concentração aconteceu no Lyceu Paraibano, no Centro da cidade. A convocação foi feita pela Frente Brasil Popular Paraíba e pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o movimento faz parte do calendário nacional dos professores.

Os manifestantes saíram do Lyceu em caminhada, passando pela Procuradoria-Geral da República e pelo anel externo da Lagoa, seguindo para a Avenida Dom Pedro II pela Avenida Diogo Velho. O encerramento deve acontecer no Ponto de Cem Réis, onde chegaram por volta das 17h50.

O protesto em Campina Grande tem concentração na calçada da Avenida Cardoso Vieira, no Centro da cidade. A convocação foi do Comitê Contra a Reforma na Previdência, mas o grupo também protesta contra o presidente Michel Temer, terceirização, a Reforma do Ensino Médio e a pós-graduação paga em instituições públicas.

Manifestantes em João Pessoa fizeram um boneco com o rosto do presidente Michel Temer. (Foto: Gabriel Costa/G1)Manifestantes em João Pessoa fizeram um boneco com o rosto do presidente Michel Temer. (Foto: Gabriel Costa/G1)
G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Norte-americanos protestam contra propostas de Donald Trump

protesto_contra_trumpMilhares de pessoas saíram às ruas em todas as grandes cidades americanas para protestar contra as propostas do presidente eleito Donald Trump, de expulsar imigrantes e banir a entrada de muçulmanos no país. Os protestos ocorreram no dia em que foi anunciado o resultado da eleição à presidência, com vitória do republicano que derrotou a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton. Também foram divulgados nessa quarta-feira os resultados das eleições de senadores e deputados. Os republicanos vão continuar dominando o Congresso porque elegeram a maioria de parlamentares nas duas casas.

Com o avanço da contagem de votos, os republicanos elegeram 51 senadores, contra 48 dos democratas. Na Câmara dos Deputados (também chamada de Câmara dos Representantes), os republicanos elegeram 239 deputados contra 193 representantes dos democratas. O controle simultâneo, pelo Partido Republicano, da presidência dos Estados Unidos e também das duas casas do Congresso surpreendeu não só os líderes democratas, como também muitos republicanos, e é uma situação que não se via na politica norte-americana desde 2006. Essa nova composição de poder está assustando e dividindo os líderes do Partido Democrata. Muitos consideram que os números do colégio eleitoral não representam o sentimento da população americana.

Outros, como a candidata democrata Hillary Clinton e o presidente Barack Obama, estão fazendo apelo para que todos aceitem o resultado das urnas. Ontem, Hillary  disse que o resultado causa dor, mas insistiu que os democratas devem se manifestar nas urnas. Obama vai receber Donald Trump hoje na Casa Branca para iniciar o processo de adaptação do presidente eleito, que tomará posse em 20 de janeiro de 2017. Hillary Clinton também será recebida por Obama.

Protestos

Apesar do apelo feito por Hillary e Obama, milhares de pessoas marcharam espontaneamente pelas ruas das principais cidades dos Estados Unidos para protestar. Entoando cânticos como “Trump não é meu presidente”, manifestantes levavam cartazes com palavras de ordem contra as políticas anunciadas por Trump, durante a campanha eleitoral. A maior parte dos cartazes protestava contra o anúncio de Tramp de que expulsará imigrantes ilegais e barrará a entrada de  muçulmanos em território norte-americano. As manifestações começaram em Nova York e Chicago, mas depois se espalharam por dezenas de cidades.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Funcionários de Araçagi protestam cobrando pagamento de salários atrasados

funcionarios-aracagiOs servidores municipais de Araçagi foram ao prédio da Prefeitura Municipal, nesta terça-feira, 25, para cobrar o pagamento de salários atrasados. O protesto foi apoiado pelo SINDSERVM, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Brejo.

Os funcionários contabilizam quase 60 dias de atraso. A gestão atual teria parcelado os pagamentos em duas vezes. Professores receberam apenas 50% dos vencimentos.

Os funcionários aguardavam a presença do prefeito Didi Braz; o que não aconteceu.

Rafael San

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Ativistas ficam nuas e protestam em banheira no centro do RJ

Duas ativistas da organização Pessoas a favor do Tratamento Ético aos Animais (Peta, em inglês) tomaram banho nuas no Largo da Carioca, no centro do Rio de Janeiro, para denunciar que o consumo de carne representa desperdício de grandes quantidades de água.


Foto: EFE
As duas mulheres, procedentes de Estados Unidos e Canadá, ficaram cerca de uma hora em uma banheira cheia de água com espuma, diante do olhar de dezenas de curiosos.
“Economize água: Torna-te vegano”, diziam os cartazes das ativistas da Peta, assegurando que comer um bife consome tanta água quanto 50 banhos de sete minutos.


Foto: EFE
Um ativista da Peta, Frank Alarcón, disse à Agência Efe que a pecuária “é uma das indústrias que mais água desperdiça e polui o planeta”.

“O não consumo de carne evita o desperdício de água e sua poluição, além de se referir ao respeito com os animais. Os animais têm direito, como não serem maltratados”, comentou.

A protesto é um das dezenas previstos nestes dias no Rio de Janeiro para aproveitar a atenção mundial gerada com os Jogos Olímpicos que serão inaugurados amanhã na cidade.

Foto: EFE

EFE

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Margaridas pedem cabeça de Cunha e protestam contra impeachment

protestoAs manifestantes que participam da Marcha das Margaridas na manhã desta quarta-feira 12 pedem a cabeça do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e viram as costas para o Congresso Nacional, contra projetos como a ampliação da terceirização.

O ato, que teve a participação do ex-presidente Lula na noite de ontem, também protesta contra as tentativas de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ela estará no encerramento do evento na tarde desta quarta, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

As mulheres chegaram à Esplanada dos Ministérios e ao Congresso Nacional aos gritos de “Fora, Cunha”. Uma manifestante cantava de um carro de som: “Marcha, mulher, marcha / molha os pés mas não faz a unha / viemos de todo o Brasil / pedir a cabeça do Cunha”.

Segundo a Polícia Militar, 30 mil pessoas participam da manifestação. De acordo com a Contag, que organiza o evento, há 70 mil participantes.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre a marcha:

Marcha das Margaridas chega à Esplanada dos Ministérios

Luana Lourenço – A Marcha das Margaridas iniciou por volta das 8h30, caminhada em direção à Esplanada dos Ministérios. A mobilização das trabalhadoreas rurais saiu do Estádio Nacional Mané Garrincha e vai seguir até o Congresso Nacional, em um percurso de cerca de 5 km. De acordo com Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), que é a entidade organizadora do evento, 70 mil pessoas participam da marcha. A Polícia Militar ainda não informou a estimativa de público.

Neste ano, a 5ª edição da Marcha das Margaridas tem como tema “Margaridas seguem em marcha pelo desenvolvimento sustentável com democracia, justiça autonomia, liberdade e igualdade”. Além de reivindicações históricas como agilidade na reforma agrária e igualdade de direitos, as manifestantes também pedem reforma política e até a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, ao entoarem nos carros de som: “Marcha mulherada! Sua bandeira na mão empunha. Viemos de todo canto, botar pra fora Eduardo Cunha”.

Além das trabalhadoras rurais, a marcha também tem participação de centrais sindicais e outros movimentos sociais. Às 11horas, as margaridas serão homenageadas em sessão solene no Senado e às 15h encontrarão a presidenta Dilma Rousseff, que deve dar uma resposta ao movimento sobre a pauta de reivindicações entregue ao governo no início de julho.

 

brasil247

Estupro: moradores protestam em frente ao fórum de Guarabira, pedindo à liberação de acusado

(Foto: Andeson Santos/TVPortalMidia).
(Foto: Andeson Santos/TVPortalMidia).

Na manhã desta terça-feira (04), na cidade de Guarabira/PB, Rainha do Brejo Paraibano, um grupo de moradores dos bairros do Mutirão e Faixa da Pista, protestaram em frente ao Fórum da cidade. Os manifestantes pediam a libertação de Pedro do Mutirão, que está sendo acusado de ter estuprado uma garota de 5 anos no último final de semana na cidade.

Segundo Aluizio Batista de Lima, morador do bairro Mutirão e vizinho do acusado, Pedro é inocente e que estava apenas dando banho na garota no momento do mal entendido. De acordo com os manifestantes, Pedro teria recebido ameaças de morte dos apenados no presídio.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Confira o vídeo (Reportagem Andeson Santos/TVPortalMidia):

portalmidia


INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627