Arquivo da tag: Pronatec

Governo da PB divulga edital para bolsista do ‘Pronatec Aprendiz’

professoraO Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), divulgou, nesta quarta-feira (4), o edital do processo de seleção pública simplificada para professor bolsista do Pronatec – Aprendiz.

As inscrições estarão abertas entre os dias 6 e 9 de janeiro de 2017 e visam selecionar profissionais para atuar como professor bolsista dos cursos profissionais técnicos de nível médio e de Formação Inicial e Continuada (FIC), da ação Bolsa-Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec – Aprendiz).

As inscrições são gratuitas e estarão abertas de 6 a 9 de janeiro de 2017, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 16h30 e poderão ser realizadas por meio do preenchimento da Ficha de Inscrição (Anexo II do Edital), que deverá ser acompanhada do Curriculum Vitae (Anexo III do Edital) e das cópias dos documentos de identificação pessoal (RG e CPF), da cópia da certidão de quitação eleitoral ou cópia de comprovante da última votação, além das cópias do comprovante de residência e dos documentos comprobatórios de titulação acadêmica (conforme perfil no Anexo I do Edital).

Após preencher os dados exigidos (que também estão disponíveis no link: www.paraiba.pb.gov.br/educacao/pronatec) e reunir a documentação, o candidato deve colocar toda a documentação exigida em um envelope e entregar, em João Pessoa, na sala da coordenação do Pronatec, localizada no 5º andar da sede da SEE, no Centro Administrativo Estadual, em Jaguaribe. Em Campina Grande, os candidatos devem procurar a sede da 3ª Gerência Regional de Educação (GRE), localizada no Centro da cidade. É importante colocar escrito no envelope o seguinte assunto: “INSCRIÇÃO EDITAL SEEPB Nº 001/2017 PROFESSOR BOLSISTA”, com a indicação do local de atuação (escola) e Gerência Regional de Educação que deseja concorrer.
Os cursos oferecidos, as disciplinas a serem ministradas e as suas respectivas cargas horárias, o perfil dos profissionais a serem selecionados e a quantidade de vagas a serem preenchidas estão discriminadas no Anexo I deste Edital.

A divulgação dos resultados preliminares acontecerá no dia 16 de janeiro. O dia 17 está destinado à interposição de recursos. No dia 18 de janeiro será divulgado o resultado da interposição dos recursos e no dia 19 de janeiro o resultado final da seleção.

O Pronatec tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de Cursos Técnicos de nível médio e de Formação Inicial e Continuada (FIC), para trabalhadores e estudantes, visando a expansão da Educação Profissional e Tecnológica. O Pronatec – Aprendiz é um desdobramento do Pronatec, fruto de parceria entre a Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) e os ministérios da Educação, do Desenvolvimento Social e do Trabalho e Emprego.

Remuneração – Os profissionais selecionados serão remunerados na forma de concessão de bolsas, financiadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de responsabilidade do Ministério da Educação. A carga horária semanal de dedicação ao programa será de no máximo 16 horas, com horas/aula de 60 minutos.

O resultado deste Processo de Seleção Pública Simplificada será divulgado no portal da Secretaria de Estado da Educação, no endereço eletrônico (http://www.paraiba.pb.gov.br/educacao/pronatec).

Em caso de dúvidas os interessados devem enviar e-mail exclusivamente para o endereço:  pronatec@see.pb.gov.br, com o título “DÚVIDAS EDITAL n.º 001/2017 – Professor Bolsista”.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Pronatec ofertará quase 10 vezes mais vagas em cursos técnicos em 2017

pronatecEstudantes do ensino médio de escolas públicas do Brasil terão mais oportunidade em 2017 de realizar curso técnico no contraturno das aulas regulares. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), na modalidade Bolsa-Formação, vai ofertar 82 mil vagas em cursos de longa duração, com pelo menos 800 horas de aula. Um aumento de quase dez vezes em relação a 2016, que registrou nove mil jovens matriculados nesse tipo de curso. “Além disso, o programa passa, em 2017, a ter novos indicadores de monitoramento e avaliação da política”, explica o ministro da Educação, Mendonça Filho. “Em vez de número de matrículas, terá como parâmetros os impactos e resultados da oferta de cursos técnicos, com base em aspectos socioeconômicos e fatores que contribuam para o desenvolvimento pessoal e profissional do egresso.”

“É uma forma de apoiar os estudantes da rede pública que optam pela formação profissional de forma concomitante ao curso regular a terminarem o ensino médio com a possibilidade de emprego na região onde moram”, garante a titular da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, Eline Neves Braga. Segundo ela, os R$ 700 milhões para esse investimentos foram liberados neste mês de dezembro para as secretarias estaduais de Educação e fundações que oferecem cursos técnicos nessa modalidade e de acordo com as demandas do mercado.

Essa nova ação estratégica do Pronatec, designada por MedioTec, dá prioridade à oferta de cursos técnicos em concomitância ao ensino médio regular para alunos matriculados em escolas públicas. Ela foi anunciada pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro Mendonça Filho em 20 de dezembro. A ideia é que os estudantes, ainda durante o curso, realizem estágios em empresas com carência de profissionais especializados.

Mapeamento — O MedioTec será executado em parceria com instituições públicas e privadas de ensino médio. As vagas dessa nova ação do Pronatec levam em consideração o mapeamento das demandas do mundo do trabalho e renda. O objetivo, afirma a secretária, é mapear as demandas de formação técnica em cada uma das cinco regiões do Brasil, com dados sobre as oportunidades reais de inserção, por município, e as aptidões formativas necessárias para atendê-las. A previsão é de que os cursos do MedioTec, que podem ter duração de um a dois anos e meio, tenham início em julho de 2017.

Como o beneficiário do MedioTec será o aluno do ensino médio das redes públicas de educação, a seleção ficará a critério das secretarias estaduais, em conformidade com as diretrizes definidas pelo MEC. A ideia é estimular parcerias entre as instituições ofertantes e as empresas da região no sentido de que os estudantes sejam absorvidos na condição de aprendizes ou estagiários durante a realização do curso. “O foco será o ensino médio porque o índice de desemprego no Brasil é maior entre os jovens, mas vamos direcionar as vagas para os cursos de acordo com as necessidades de mercado”, assinala a secretária.

Além do MedioTeC, o MEC vai fomentar em 2017 a oferta de cursos de qualificação profissional nas modalidades de formação inicial e continuada, além de garantir a continuidade dos cursos iniciados em anos anteriores. No entanto, o planejamento de novas vagas dependerá da aprovação pelo Congresso Nacional do orçamento de R$ 805 milhões destinado ao Pronatec.

180 Graus

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

MEC libera R$ 127 milhões para manutenção de cursos do Pronatec

pronatecO Mistério da Educação liberou, nesta segunda-feira (14), R$ 127,4 milhões para o pagamento de cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, relativos ao calendário de 2016. O repasse tem o objetivo de garantir a continuidade das ofertas de cursos do Pronatec e servirá como base para as novas matrículas realizadas em outubro deste ano.

“A verba assegura a continuidade de cerca de 500 mil matrículas em todo o País, solidificando o compromisso do MEC com as ações de educação profissional e tecnológica no âmbito do Pronatec”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho.

O valor é destinado ao custeio da ação Bolsa-Formação do Pronatec, que oferece cursos de educação profissional técnica de nível médio, de formação inicial e continuada ou qualificação profissional.

Os recursos beneficiam as instituições públicas das redes federal, estaduais e municipais, além das instituições dos serviços nacionais de aprendizagem (Sistema S) e da rede privada de ensino. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), por exemplo, vai receber R$ 41 milhões para a manutenção das bolsas-formação. Já o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) terá R$ 27 milhões.

Pronatec

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo governo federal, em 2011, por meio da Lei 12.513/2011. Objetivo é expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país.

O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Estado abre seleção para professores do Pronatec; veja como participar

sala de aulaEstão abertas as inscrições para quem deseja trabalhar como professor bolsista do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na Paraíba. Os interessados devem se inscrever até o próximo domingo (1º), por meio de e-mail enviado à Secretaria de Estado da Educação (SEE): pronatec@see.pb.gov.br. Veja aqui o edital (a partir da página 19). A carga horária semanal máxima é de 16 horas, com valor da bolsa de R$ 50 (hora/aula).

As inscrições são realizadas por meio de preenchimento de ficha de inscrição, que deve ser acompanhada de currículo e das cópias dos documentos de identificação (RG e CPF), da cópia de certidão de quitação eleitoral ou cópia de comprovante de última votação, da cópia do comprovante de residência e das cópias dos documentos comprobatórios de titulação acadêmica. Tudo deve ser enviado no e-mail.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Entre as vagas oferecidas, estão as que selecionam professores para os cursos de: Técnico em Informática, Técnico em Desenho da Construção Civil, Técnico em Logística, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Refrigeração e Climatização, Agente de Desenvolvimento Cooperativista e Mecânico de Motores de Popa.

Portal Correio

Prefeitura de Guarabira amplia parceria com IFPB e conquista novos cursos do Pronatec

zenobioO prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, se reuniu com Golbery Chagas e Ticiana Cunha, coordenadores do PRONATEC – campus Guarabira, na tarde nesta semana para discutir a ampliação do programa na cidade com a parceria entre a Prefeitura e o IFPB.

Para 2015, mais três cursos serão implantados na Zona Rural da cidade. Os novos cursos serão: promotor de vendas, agente em cooperativismo, e técnicas em vendas. As matrículas serão abertas a partir de fevereiro e devem capacitar 120 pessoas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O prefeito Zenóbio adiantou que a Prefeitura estará disponibilizando outros espaços para abrir novos cursos.

MaisPB com Assessoria 

Pronatec vai beneficiar pessoas com deficiência, população de rua e adolescentes

pronatecO Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) terá uma modalidade para beneficiar pessoas com deficiência, adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas e moradores de rua.

O chamado Pronatec Direitos Humanos teve as regras e critérios para a execução e monitoramento definidas em portaria da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) publicada hoje (26) no Diário Oficial da União.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com a portaria, a modalidade será dividida em três grupos: Pronatec Viver Sem Limite, Pronatec Sinase e Pronatec População de Rua.

A qualificação e aperfeiçoamento profissional desses grupos será feita dentro das regras do programa, estabelecidas pelo Ministério da Educação, a partir de demandas apresentadas pela SDH.

A secretaria vai atuar em conjunto com órgãos estaduais, municipais e organizações da sociedade civil para identificar demandas e organizar a seleção e a pré-matrícula dos beneficiários.

Assim como nas outras modalidades do programa, os cursos do Pronatec Direitos Humanos serão ofertados pelas instituições das redes federal, estadual e municipal de educação profissional e instituições dos serviços nacionais de aprendizagem.

Criado em 2011, o Pronatec já ofereceu cerca de 7,5 milhões de vagas. A meta do governo é chegar a 8 milhões até o fim de 2014, antes da segunda etapa do programa, que deverá oferecer 12 milhões de vagas entre 2015 e 2018.

Fonte: Agência Brasil

Mais de 100 mulheres foram certificadas com cursos do PRONATEC

 

cursoA iniciativa da Prefeitura de Bananeiras, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, certificou na manhã desta terça-feira, 25 de novembro, 110 mulheres que ao longo do ano participaram dos cursos oferecidos pelo PRONATEC, por meio do CRAS do município. A solenidade de entrega dos certificados ocorreu no auditório do Espaço Cultural “Oscar de Castro”, onde foram certificadas 49 mulheres do curso de pintura em tecido, 15 do curso de bordado, 15 do curso de crochê e 31 mulheres do curso de costureira industrial.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Renata Keli, coordenadora do CRAS, disse esperar que as participantes dos cursos, possam desenvolver atividades econômicas com o que aprenderam. Já o Vereador Guga Aragão, que esteve representando o Poder Legislativo, disse que a experiência adquirida vai permitir que a vida dessas mulheres melhore.

 

Daniel Guimarães, coordenador da Casa do Empreendedor, destacou a força de vontade das mulheres, que para isso tiveram muitas vezes que deixar o lar para poderem realizar os cursos. Disse que o Empreender Bananeiras tem aberto as portas para as mulheres, e informou que uma média de 12 mulheres já conseguiram linhas de créditos, junto ao Empreender, para criar e tocar o próprio negócio.

 

O Prefeito Douglas Lucena que participou da entrega dos certificados destacou que numa parceria com a UFPB, SENAI e outros órgãos e entidades, desde o início de sua gestão, em 2013, já foram mais de 2 mil pessoas qualificadas pelas ações da Prefeitura de Bananeiras. Ressaltou ainda que alguns cursos foram oferecidos à comunidades rurais, o que em nenhum outro município da região aconteceu.

 

O Prefeito aproveitou e Parabenizou toda a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social pela qualidade na oferta dos serviços. Disse que o objetivo da sua gestão é tornar o Bananeirense independente, através de políticas públicas que possibilitem a qualificação e a profissionalização do cidadão. Lembrou que a conquista do Prêmio Prefeito Empreendedor Nacional, também passou pelas ofertas de cursos profissionalizantes. Disse que para algumas mulheres, os cursos ajudaram a elevar a autoestima.

 

Isso tem permitido que muita gente possa apontar um caminho melhor para o futuro, gerando emprego, renda e oportunidades de dias melhores. São ações como essas que colocam Bananeiras em um rumo ainda melhor. É para isso que estamos trabalhando e trabalhando muito, sobretudo para quem mais precisa.” Conversou o Chefe do Executivo Municipal.

 

Elizabete Barbosa, de 47 anos de idade, residente no Taboleiro, disse que o CRAS tem sido algo muito importante em sua vida. “O CRAS tem sido um espaço para melhorar minha vida. Sinto-me muito feliz e realizada em fazer parte dessa família”. Comentou. A dona de casa que já participou de vários cursos, oferecidos pelo CRAS, disse que pretende usar o conhecimento adquirido para abrir uma loja com seus produtos de artesanatos e melhorar a vida financeira da família.

 

Assessoria

 

IFPB abre vagas para professores do Pronatec em Guarabira e mais dois Campi

ifpbO Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) abriu inscrições para professor do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em três campi.

Em Princesa Isabel, a inscrição foi aberta nessa quinta e vai até dia 1º de agosto. Em Guarabira e João Pessoa, a inscrição prossegue até 28 de julho. Os editais estão com inscrição aberta para professores de fora do quadro do IFPB.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em Princesa Isabel, são 13 disciplinas, nove voltadas a profissionais da Costura e Moda, três para Cabeleireiro e um para Computação-Informática. Acesse aqui o Edital, o anexo de vagas e demais documentos relativos ao processo seletivo.

Em Guarabira, a inscrição é para seis disciplinas, envolvendo áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Computação e Informática. Veja o Edital, o anexo e demais documentos do processo seletivo.

No campus João Pessoa, são 34 vagas com oportunidades para professores de Letras (Espanhol e Inglês) e de Língua Brasileira de Sinais (Libras). A inscrição também é via Protocolo. Confira o edital e anexos.

O pagamento é de R$ 50 hora-aula e o interessado deve conferir a carga horária de sua disciplina. O pagamento é por bolsa com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Não são aceitas inscrições via Correios.

Para todos os candidatos, a pontuação é por avaliação curricular. Quem não tiver um ano de experiência docente e não possuir título de licenciatura pode se inscrever, mas será submetido à prova de desempenho didático pedagógico, de cunho apenas eliminatório. Para profissionais dos cursos de Cabeleireiro e Costura, a seleção é apenas curricular.

 

portalcorreio

IFPB abre seleção para professores do Pronatec em cinco municípios

ifpbEstão abertas, até o dia 18 de julho, as inscrições  para a seleção para professor do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em diversos municípios da Paraíba. A seleção é realizada pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) e as inscrições são feitas de modo presencial no Protocolo do campus correspondente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A seleção aberta para o público externo ao IFPB tem vagas em disciplinas de cursos do campus Campina Grande ministrado em suas unidades remotas nas cidades de Queimadas, Ligeiro, Remígio, Montadas e Areia. São vagas em 25 disciplinas.

Confira o edital aqui.

Entre as formações exigidas estão Farmácia, Bioquímica, Administração, Letras, Turismo, Direito, História, Antropologia, Arquitetura, Libras, Enfermagem, Comunicação Social, Ciências Sociais e Serviço Social. Recepcionista em Meios de Hospedagem, Agente Cultural, Língua Brasileira de Sinais (Libras) Básico e Balconista de Farmácia.

A remuneração do professor do Pronatec é através de bolsa do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no valor de R$ 50 a hora-aula. A atuação será em cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC).

A avaliação é por análise curricular e por isso é preciso anexar os documentos que comprovem a titulação e a participação em programas e cursos, além da atuação como professor, com vistas à contagem da pontuação. Quem não tiver experiência mínima de um ano na docência pode ter a chance de fazer a prova de desempenho didático-pedagógico que avalia aptidão para a sala de aula.

G1/PB

Dilma diz que lança na próxima semana segunda etapa do Pronatec

dilma_wf2A presidente Dilma Rousseff disse hoje (6) que vai lançar, na próxima semana, a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Em maio, a presidenta adiantou que o chamado Pronatec 2.0 vai incluir cursos para capacitar microempreendedores individuais e pequenos empresários.

O Pronatec foi criado em 2011 pelo governo federal com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Até o fim de 2014, a meta é oferecer 8 milhões de matrículas em cursos técnicos, de formação inicial e continuada

“Nessa [etapa] nós estamos fazendo 8 milhões [de matrículas], na próxima, nós vamos fazer mais que 8 milhões”, disse Dilma ao discursar na cerimônia de formatura de alunos do programa em Florianópolis.

Em mais de uma ocasião, Dilma já manifestou a intenção de transformar o Pronatec em política de Estado, para torná-lo permanente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O Pronatec é um programa que reconhece que o Brasil só vai ser grande se nos tivermos técnicos, pessoas capacitadas. Esse é um programa que tem que ser permanente porque o Brasil vai precisar de técnicos e vai precisar que esses técnicos sempre busquem melhorar a sua formação”, reiterou hoje.

Agência Brasil