Arquivo da tag: progressão

Prefeitura de Bananeiras começa a pagar os 20% da progressão horizontal à Professores da Rede Municipal de Ensino

 

douglasA proposta apresentada em Março deste ano, pelo Chefe do Poder Executivo de Bananeiras, Douglas Lucena, aos professores da Rede Municipal de Ensino; de até o fim da gestão fazer a adequação ao tempo de serviço, de forma gradativa em termos percentuais, onde a cada semestre fosse colocado um percentual de 20%, até alcançar os 100% exigidos pela categoria, já está sendo executada. A informação foi repassada nesse sábado, 02 de Agosto, pelo Prefeito.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Nós estabelecemos um acordo com os Professores do município de Bananeiras, e esse acordo passava pelo ajuste semestral das janelas de progressão horizontal de seus salários. Nós dividimos em parcelas semestrais de 20 %.” Explicou.

 

Douglas explicou ainda que no início do mês de Julho foi feito um planejamento financeiro para poder fazer a implantação do recurso. “Essa é uma reivindicação justa dos Professores que há muito tempo esperavam por isso, o que só demonstra respeito pelos profissionais de educação. Com essa ação nosso Governo fica marcada como um dos mais que diálogo com a população.” Concluiu.

CODECOM-Prefeitura de Bananeiras/PB

Suzane Richthofen volta a pedir ao STF progressão para o semiaberto

A defesa de Suzane von Richthofen entrou com novo pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar a progressão do regime fechado de prisão para o semiaberto, quando é possível deixar o presídio durante o dia para trabalhar, ou o cumprimento da pena em um centro de ressocialização.

O pedido foi protocolado na semana passada e distribuído para o ministro Marco Aurélio Mello. Até esta quinta-feira (20), o magistrado não decidiu sobre o pedido de liminar (decisão provisória) a favor de Suzane.

Suzane Richtofen teve pedido de transferência negado (Foto: Reprodução/TV Globo)Suzane Richtofen foi presa em 8 de novembro de
2002 (Foto: Reprodução/TV Globo)

Atualmente na Penitenciária de Tremembé (SP), ela está presa desde 8 de novembro de 2002 pela morte dos pais, no dia 31 de outubro daquele ano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quatro anos depois do crime e quando já estava presa, Suzane foi condenada a 39 anos em presídio de segurança máxima em regime fechado. Desde 2009, ela tenta mudar o regime de cumprimento da pena, mas teve pedidos rejeitados por diversos tribunais. O próprio STF chegou a negar um pedido de progressão feito em 2010.

Em abril, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, por unanimidade, pedido de Suzane para mudar de regime.

A defesa de Suzane argumenta que a condenada está “sofrendo constrangimento ilegal” em razão da decisão tomada pelo STJ.

O advogado Denivaldo Barni, informa no documento, que, em 2006, “especialistas firmaram pareceres conclusivos de que ela tem o perfil para cumprir a pena em centro de ressocialização”. No entanto, aponta a defesa. ela foi para um presídio de segurança máxima. Barni afirma que o próprio Ministério Público já opinou para que Suzane vá para centro de ressocialização.

Para Denivaldo Barni, é “indevida a imposição […] de que a paciente permaneça recolhida em regime prisional mais gravoso do que aquele que, a rigor, deveria estar.”

Segundo o advogado, há registros de “ótima conduta carcerária” por parte de Suzane. Ele pede que Marco Aurélio conceda liminar para ir para o semiaberto ou para um centro de ressocialização.

G1

Após aumento, sindicalista diz que vai lutar pelos 10% na gratificação dos professores e pela progressão funcional

piso dos professoresO presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa, Daniel de Assis, disse que mesmo com o aumento concedido e anunciado pelo prefeito Luciano Cartaxo, a categoria vai continuar na luta para conseguir outros benefícios.

 

Ele disse que umas das reivindicações que estarão presentes na mesa permanente e negociações e que será encaminhada nesses cem dias de governo são os 10% de aumento na gratificação dos diretores de escola que já está presente na Medida Provisória que vai para a Câmara.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Outros pontos destacados pelo sindicalista e que serão discutidos e negociados são a continuidade das negociações para o reajuste do  restante das categorias cuja data base é em março e a progressão funcional do magistério. “Vamos discutir tudo isso democraticamente com o prefeito”, destacou.

paraiba