Arquivo da tag: profissionais

João Azevêdo anuncia edital com 2.443 vagas temporárias para profissionais de saúde

O governador João Azevêdo anunciou a divulgação de edital, nesta terça-feira (23), para contratação de 2.443 profissionais para atuar na rede estadual de saúde. Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem serão contratados para reforçar a frente de combate ao novo coronavírus (Covid-19) na Paraíba.

A contratação será válida por 90 dias, podendo ser prorrogada conforme a necessidade e será feita após processo seletivo rápido. Os profissionais formarão um cadastro de reserva e serão chamados conforme a necessidade for surgindo.

Azevêdo explicou que o processo ocorrerá de forma rápida, pela Escola de Serviço Público (Espep). Os aprovados irão compor um cadastro de reserva e serão convocados de acordo com a necessidade da rede estadual. A Paraíba deve ganhar ainda mais 300 leitos hospitalares com a reativação de dois hospitais na Capital e a expectativa é que aumente a demanda por esses profissionais.

 

Portal WSCOM

 

 

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira com idosos e profissionais de saúde, na PB

Começa nesta segunda-feira (23) a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. Serão vacinados, primeiramente, os idosos e os trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente do atendimento à população. A campanha foi antecipada e a decisão é mais uma medida de proteção a esses públicos, em especial aos idosos, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que, dependendo da gravidade, pode levar a óbito.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. Ano passado, a Paraíba atingiu 94,44%. Foram recebidas no primeiro envio 246 mil doses que já foram encaminhadas aos municípios paraibanos.

A segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 16 de abril e contempla professores de escolas públicas e privadas, profissionais de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Na sequência, a partir do dia 9 de maio, que também é o Dia D, a campanha será aberta para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população indígena, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade. A vacinação será encerrada no dia 23 de maio.

“Do ponto de vista epidemiológico, as crianças são consideradas multiplicadoras de vírus respiratórios e, por isso, o Programa Nacional de Imunizações programou duas semanas de intervalo entre a primeira e terceira fase”, explicou Isiane.

Em 2020, até a 10ª semana epidemiológica (incompleta), dos 223 municípios da Paraíba, nove (4%) notificaram casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados. Do total de hospitalizados, 23 casos foram sinalizados com SRAG no ano de 2020, o que representa uma redução de 30% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, que registrou 33 casos.

Em 2019, foram notificados nove óbitos por SRAG, sendo cinco deles em João Pessoa. Já em 2020, até o momento, foram notificadas cinco mortes, três delas na capital e duas no sertão do estado.

Vacinação a domicílio

De acordo com o Ministério da Saúde, a priorização dos idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. Além disso, a pasta considera os estudos e dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

Uma preocupação é evitar que essas pessoas acima de 60 anos, público mais vulnerável ao coronavírus, precisem fazer deslocamentos no período esperado de provável circulação do vírus no país. O Governo do Estado recomenda que os municípios lancem estratégias de vacinação dos idosos casa a casa, para evitar aglomeração nos serviços de saúde.

Cidades que já anunciaram vacinação a domicílio para idosos

  • Conde: A Secretaria de Saúde da Prefeitura do Conde vai vacinar os idosos em suas residências pelas equipes das UBS na qual são atendidos.
  • Patos: A Prefeitura de patos pede que os idosos não se desloquem às Unidades de Saúde para procurarem vacina. Todos os idosos serão vacinados em suas residências.
  • Campina Grande: As equipes de Estratégia de Saúde da Família farão um cronograma para levar as vacinas, de rua em rua, para que os idosos não precisem ir até as unidades de saúde. Para os idosos que moram em áreas descobertas, ou seja, aquelas em que não há unidade de saúde, o agendamento poderá ser feito pelo Whatsapp lançado pela Secretaria de Saúde para essa finalidade: (83) 98700-1533. Já os trabalhadores em saúde devem se vacinar nas unidades de saúde onde trabalham ou nos Centros de Saúde.
  • Cabedelo: Nesta segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde (Sescab) vai dispor de 24 carros exclusivos para ir em busca dos idosos em seus residências. O esforço concentrado pretende imunizar boa parte dessa população, evitando que ela se dirija à USF. Cada carro conduzirá um agente de saúde e um técnico em enfermagem. Nos demais dias, também haverá uma busca ativa pelos idosos. A meta é imunizar todos em suas residências.

João Pessoa

João Pessoa não terá campanha de vacinação a domicílio. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa divulgou os locais onde será vacinada a população idosa dentro da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. Os locais de vacinação para os idosos podem ser acessados por meio de um link disponibilizado pela prefeitura. No entanto, os idosos em situações mais complicadas, segundo o secretário Adalberto Fulgêncio, serão vacinados em casa.

G1

 

Vacinação contra a gripe começa na segunda com idosos e profissionais de saúde

Começa na próxima segunda-feira (23) a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza.Serão vacinados, primeiramente, os idosos e os trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente do atendimento à população. A campanha foi antecipada e a decisão é mais uma medida de proteção a esses públicos, em especial aos idosos, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que, dependendo da gravidade, pode levar a óbito. Outra preocupação é evitar que as pessoas acima de 60 anos, público mais vulnerável ao coronavírus, precisem fazer deslocamentos no período esperado de provável circulação do vírus no país.

“O Governo do Estado recomenda que os municípios lancem estratégias de vacinação dos idosos casa a casa, para evitar aglomeração nos serviços de saúde. Esses cronogramas devem ser divulgados previamente para que os idosos aguardem em casa”, informou a chefe do Núcleo de Imunizações da Secretaria de Estado da Saúde, Isiane Queiroga.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. Ano passado, a Paraíba atingiu 94,44%. “Recebemos nesse primeiro envio 246 mil doses que já foram encaminhadas aos municípios paraibanos”, comunicou Isiane.

A segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 16 de abril e contempla professores de escolas públicas e privadas, profissionais de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Na sequência, a partir do dia 9 de maio, que também é o Dia D, a campanha será aberta para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população indígena, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade. A vacinação será encerrada no dia 23 de maio.

“Do ponto de vista epidemiológico, as crianças são consideradas multiplicadoras de vírus respiratórios e, por isso, o Programa Nacional de Imunizações programou duas semanas de intervalo entre a primeira e terceira fase”, explicou Isiane.

Dados – Este ano, até a 10ª semana epidemiológica (incompleta), dos 223 municípios da Paraíba, nove (4%) notificaram casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados. Do total de hospitalizados, 23 casos foram sinalizados com SRAG no ano de 2020, o que representa uma redução de 30% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, que registrou 33 casos.

Em 2019, foram notificados nove óbitos por SRAG, sendo cinco deles em João Pessoa. Já em 2020, até o momento, foram notificadas cinco mortes, três delas na capital e duas no sertão do estado.

Coronavírus – De acordo com o Ministério da Saúde, a priorização dos idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid 19. Além disso, a pasta considera os estudos e dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

Secom-PB

 

 

CORONAVÍRUS: Decreto da PMJP suspende eventos com mais de 250 pessoas e férias dos profissionais de saúde, na Capital

Depois de implantar o Núcleo Intersetorial de Prevenção e Cuidado em relação ao novo Coronavírus e de anunciar medidas de contingência a Covid-19, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, voltou a se reunir com a equipe de secretários e especialistas neste domingo (15), quando foram decididas nove ações preventivas. Entre as novas determinações estão a disponibilização de uma Central de Orientações por telefone formada por médicos de plantão, a suspensão de eventos culturais ou esportivos que reúnam mais de 250 pessoas, evitando aglomerações e também o cancelamento das férias dos profissionais da saúde nos próximos 60 dias.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) também anunciou que inicia na próxima semana uma campanha de mobilização nos principais equipamentos de atendimento ao público, como Unidades de Saúde da Família (USFs), creches, escolas, abrigos e restaurantes populares. O Procon-JP ficará responsável pela realização de operações em farmácias, distribuidores e demais estabelecimentos comerciais com o objetivo de identificar e coibir possíveis abusos ao consumidor na venda de produtos relacionados à prevenção ao novo Coronavírus.

As medidas são preventivas e buscam evitar a disseminação do vírus na capital paraibana. “Estamos agindo com muita serenidade, com base em evidências técnicas sobre como proceder em relação ao novo vírus. O momento é de prevenção para evitar qualquer disseminação, cumprindo o que prevê o protocolo internacional. O Núcleo Intersetorial vai seguir com reuniões permanentes, monitorando cada caso, mas o mais importante será a participação da população, adotando todos os cuidados necessários, principalmente no que diz respeito às pessoas acima de 60 anos”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, disse que ao suspender eventos com grandes aglomerações, a administração municipal dá mais um passo no caminho da prevenção e da contenção a Covid-19. Devem ser cancelados ou adiados eventos de massa (governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais e religiosos) com público superior a 250 pessoas em espaço aberto e superior a 100 pessoas em espaços fechados.

CLIQUE AQUI PARA LER O DECRETO NA ÍNTEGRA.

Medidas do Decreto:

1. Recomendação a pacientes com sintomas respiratórios para ficarem restritos ao domicílio e evitar ambientes com aglomerações;

2. Disponibilização de Central de Orientações por telefone com médicos para atender em plantão a população;


3. Suspensão de eventos de massa (governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais e religiosos) com público superior a 250 pessoas em espaço aberto e superior a 100 pessoas em espaços fechados;


4. Locais de grande circulação de pessoas, como terminais urbanos, shopping centers e comércio em geral devem reforçar medidas de higienização e disponibilizar álcool gel 70%;


5. Os serviços de alimentação, tais como restaurante, lanchonetes e bares deverão adotar medidas de prevenção para conter a disseminação da Covid-19;


6. Os estabelecimentos de ensino deverão manter rotinas de prevenção;


7. O Procon- JP realizará fiscalizações para coibir o aumento injustificado de preços de produtos de combate e proteção a Covid-19;


8. Ficam suspensas as viagens de servidores do município programadas, enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública;


9. Suspensão de férias aos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde até 15 de maio.

Portal WSCOM

 

 

Governo do Estado divulga editais de seleção de profissionais para o Paraibatec

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia divulgou, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (21), editais para seleção de profissionais bolsistas do programa Paraibatec. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de março no endereço bit.ly/pbtec.

Para os professores do programa, os valores pagos pela hora-aula são de R$ 21 para profissionais com títulos de graduação/licenciatura/bacharelado/tecnólogo/técnico; R$ 30 para profissionais com especialização; R$ 35 para profissionais com mestrado e R4 42 para profissionais com doutorado. As vagas são para as áreas de Segurança Pública e Administração ou Gestão Pública.

Também há vagas para Supervisor de Unidade de Ensino e Apoio de Unidade Ensino. A bolsa é de R$ 22 por hora de trabalho para supervisor e R$ 15 por hora para apoio. Para os dois cargos, exige-se curso superior completo. A carga é de até 20 horas de trabalho semanais e o local de atuação é o Lyceu Paraibano, em João Pessoa.

O edital de seleção de professor bolsista pode ser visto a partir da página 9 do DOE, enquanto o edital para os outros profissionais pode ser encontrado a partir da página 12.

 

clickpb

 

 

Conselho de Educação Física da Paraíba notificou quase 700 profissionais e estabelecimentos neste ano

Número faz parte do balanço divulgado, nesta sexta-feira (27), pela equipe de fiscalização

O Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) divulgou o balanço das fiscalizações realizadas neste ano. Foram feitas 2.274 visitas a academias, escolas, centros de atividades esportivas, entre outros estabelecimentos. Os fiscais notificaram 685 pessoas físicas e jurídicas em todas as regiões do estado. Os casos de irregularidades registrados com maior frequência foram referentes à ausência de profissional habilitado e à falta de registro junto ao Conselho.

De acordo com o balanço, em 37% dos casos, relacionados aos estabelecimentos, faltava profissional habilitado. Em 20%, não havia registro junto ao Conselho. Em 16%, pessoas não habilitadas para o exercício profissional estavam exercendo a atividade de forma ilegal. E em 11% dos casos, os estagiários apresentavam situação irregular. Já em relação às pessoas físicas, em 69% das notificações, os profissionais de Educação Física estavam sem registro.

Foram visitados 208 municípios, sendo o ano com o maior número de cidades que receberam a fiscalização do CREF10 desde 2016. “Aos poucos, vamos conscientizando os donos de estabelecimentos, os usuários e os próprios profissionais. Percebemos essa mudança durante as visitas. O trabalho é longo, mas só em perceber que, em certos lugares, algumas atitudes já são diferentes, vemos que o trabalho de educação e valorização da profissão de Educação Física está surtindo efeito”, declarou o presidente do Conselho, Francisco Martins da Silva.

Segundo ele, a atenção deve ser de todos e algumas dicas podem ajudar nesse sentido. “É sempre importante verificar se a academia ou o profissional que está sendo contratado, por exemplo, possui registro no Conselho, se o estabelecimento tem histórico de notificações, se já foi interditado etc. Assim, minimizamos os riscos à saúde e de se deparar com possíveis irregularidades”.

As denúncias ao CREF10/PB podem ser feitas, de forma anônima, pelo e-mail fiscalizacao@cref10.org.br ou através do telefone (83) 3244.3964

 

Positiva.com 

 

 

Profissionais do Trauma de CG fazem corredor humano em gratidão a doação de órgãos de menino morto

Dois meninos em São Paulo receberam os rins de origem da doação de órgãos de uma criança que morreu no Hospital de Trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. O menino de 11 anos morreu de uma hemorragia cerebral, decorrente de uma malformação arteriovenosa, nessa sexta-feira (1).

O coração já foi doado a uma criança de 13 anos, no Ceará. O fígado foi doado para uma pessoa internada no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa.

Uma das crianças que recebeu um rim do menino que morreu em Campina Grande tem sete anos. A outra tem 11 anos, assim como o doador.

Na saída do corpo do menino da ala médica do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, a equipe preparou um corredor humano em solidariedade à mãe que perdeu o filho e em gratidão pela doação dos órgãos.

A mãe foi amparada por profissionais do hospital até a saída. Uma pessoa deixou uma mensagem durante o corredor humano. “Que Deus lhe dê o descanso eterno.”

Veja o vídeo do momento do corredor humano

clickpb

 

Secretaria de Saúde de Solânea promove “Projeto de Educação Permanente” para qualificação dos profissionais da saúde

Com objetivo de proporcionar mais qualificação para os profissionais na área da saúde do município, o Governo de Solânea através da Secretaria de Saúde, deu inicio nesta quinta-feira (10), ao “Projeto de Educação Permanente” no Cine Teatro Jacob Soares. O Projeto ocorrerá todas as quintas-feiras deste mês e nas duas últimas quintas de novembro, e abordará  assuntos direcionados a cada setor da secretaria de saúde, com temáticas diferentes a cada encontro.

Nesta quinta, participaram da capacitação os profissionais que compõem a Rede de Atenção em Saúde do Município de Solânea: Agentes de Saúde, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e técnicos de saúde bucal. “Esse é o momento de refletir sobre as melhorias para que os profissionais voltem ao trabalho de forma aperfeiçoada. Com isso, melhora a assistência prestada a nossa população”, avaliou o prefeito Kayser Rocha.

Durante o treinamento, o Secretário de Saúde de Solânea, João Rocha, falou da importância dessa capacitação. “A partir do momento em que o profissional tem uma orientação diferenciada, tudo isso vai refletir num atendimento de qualidade aos nossos usuários”, defendeu. Os temas abordados durante os encontros de capacitação serão: Territorialização e cartografia em saúde, saúde mental, saúde bucal, saúde da criança, saúde do adulto, saúde da mulher e acolhimento em saúde. A palestrante deste primeiro dia de treinamento, Lucileide Braga é enfermeira de formação, Mestre de Atenção em Saúde e professora universitária da Faculdade FCM.

 

 Assessoria de Comunicação

 

Setembro Amarelo: profissionais de saúde mental chamam atenção para a prevenção ao suicídio e sintomas da depressão

Apontada como uma das principais causas de suicídio no mundo, a depressão, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), afeta 322 milhões de pessoas pelo mundo. Entre 2005 e 2015, o número de casos da doença cresceu 18%. Quando não diagnosticada e tratada, a doença pode resultar, em seus casos mais graves, no suicídio.

No Brasil, 5,8% da população sofre com a doença. São mais de 11,5 milhões de pessoas diagnosticadas com a depressão, que atualmente é vista como o mal do século. Esse número coloca o país como o 5º do mundo em número de casos. Já em relação aos transtornos de ansiedade, o Brasil é líder no mundo com 18,6 milhões de pessoas.

DEPRESSÃO

A depressão é um transtorno mental que produz alterações do humor. Essas alterações são caracterizadas por uma tristeza profunda, aliada à baixa autoestima, distúrbio do sono, falta de apetite e dores. Ainda de acordo com dados da OMS, as mulheres estão mais suscetíveis a quadros depressivos do que os homens. A doença pode ser classificada como leve, moderada ou grave, de acordo com a intensidade dos sintomas. Durante um quadro grave, o paciente tende a não ser capaz de realizar nenhuma função social.

No entanto, a psicóloga Hanna Jarine explica que nem todo caso de suicídio ou da tentativa de suicídio é resultado de uma depressão. Outros transtornos como o de Humor Bipolar, Esquizofrenia também podem ter como consequência o pensamento ou o comportamento suicida. “As pessoas que estão passando por alguma fragilidade emocional, algum momento de doença mental, aliadas ao medo e a sensação de não suportá-las, fazem com que estas desejem sanar suas dores, e o caminho que veem é com o pensamento do suicídio, não como forma de morrer, mas o ato de ser a única maneira de apagar essas dores”, analisou.

Hanna ressaltou que é comum aliar um comportamento suicida a algum transtorno mental, mas ela acrescenta que outros momentos de fragilidade emocional podem apresentar esse tipo de comportamento. “Por exemplo, alguém que esteja passando por um luto, a perda de alguém, então vem esse desejo de morte, já que atrela a sua felicidade, a sua qualidade de vida a outra pessoa. Alguém que acabou um relacionamento e também via essa fonte de felicidade no outro tem esse desejo de se matar porque é como se a vida não fizesse mais sentido. Mas são coisas passageiras, diferentemente de quem está com algum transtorno”, disse a psicóloga.

Ao identificar um comportamento suicida, seja de um familiar ou de um amigo, estudiosos da saúde mental orientam que esse sentimento não seja ignorado. A primeira atitude é procurar entender o sofrimento da pessoa, compreender as dificuldades e orientá-la a procurar um profissional. “A partir do momento em que a pessoa pensa que sua vida não faz sentido, esta é a hora de procurar um psicólogo ou um psiquiatra e ambos irão avaliar se existe a necessidade de um tratamento medicamentoso”, afirmou Hanna Jarine. É importante estar atento ao comportamento dessa pessoa e assim que notar uma fragilidade emocional profunda e, com isso, um desnivelamento de sua rotina, é bem possível que ela precise de ajuda psicológica. “A primeira coisa que a pessoa faz quando percebe que alguém está com comportamento suicida é validar o sofrimento da pessoa, ou seja, antes de dizer para a pessoa que o que ela sente é uma besteira, deve-se entender de fato o quanto é difícil, e oferecer-se para ajudá-la. É preciso estar ciente de que a pessoa que pensa em suicídio não está bem e orientá-la a procurar um profissional para falar sobre o assunto. A pessoa precisa entender que a vida vale a pena e que é necessário continuar”, observou a psicóloga.

PB Agora

 

 

Profissionais da Rede Municipal de Educação de Solânea recebem treinamento para primeiros socorros

Nessa quarta-feira (21) as Secretarias de Saúde e Educação de Solânea realizaram um curso de primeiros socorros para cerca de 250 profissionais que trabalham na Rede Municipal de Educação. O treinamento é resultado da parceria entre as secretarias para a aplicação do “Programa Saúde na Escola”(PSE).

Professores, gestores, supervisores, toda a equipe técnica e auxiliar das escolas foram treinados em duas turmas montadas em horários distintos da manhã e tarde. Entre os procedimentos ensinados pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Solânea, foram apresentados e treinados de forma prática como agir em situações de convulsão, desobstrução das vias aéreas superiores, queimaduras e parada cardiorrespiratória.

O prefeito de Solânea, Kayser Rocha, participou do treinamento. “Conhecendo como realizar os primeiros socorros podemos salvar vidas. Por isso a importância deste treinamento para os profissionais que cuidam de alguns dos nossos bens mais preciosos que são nossos estudantes”, disse. Ainda durante o curso, os secretários de Saúde, João Rocha, e Educação Virnália Fagundes, chamaram a atenção dos profissionais da educação para a parceria entre as secretarias e sobre a importância do treinamento. A diretora do Samu, Vânia Cândido, contou que durante o curso também foram esclarecidas informações sobre como funciona o serviço e em que situação chamar o Samu.

        

Ascom-PMS