Arquivo da tag: prisões

Em 48h, policiais do 4º BPM realizam seis prisões e uma apreensão de adolescente infrator

Somente nas últimas 48h, policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, em diversas cidades da região, seis prisões e a apreensão de um adolescente infrator. A primeira prisão aconteceu na tarde de sexta-feira (29), no centro da cidade de Alagoa Grande, quando a Rádio Patrulha realizava rondas rotineiras nas imediações dos estabelecimentos de ensino e os policiais se depararam com alguns jovens em atitudes suspeitas nas proximidades da quadra de esportes de uma escola. Ao realizarem os procedimentos padrões de abordagem, um deles passou a desacatar a guarnição com palavras ofensivas e não obedeceu às ordens legais. Diante do desacato, ele foi imobilizado e conduzido à delegacia.

No sábado (30), no centro de Pirpirituba, um homem foi preso suspeito de embriaguez ao volante quando estava conduzindo um veículo com placa do Rio Grande do Norte e foi abordado pela guarnição local, que constatou sinais visíveis de embriaguez. A guarnição da CPTran foi acionada, realizou o teste com etilômetro, que atestou 1,13 mg/h de álcool. Ele foi levado para a delegacia e o veículo foi entregue aos familiares por não apresentar irregularidades.

Na cidade de Guarabira, no Bairro do Cordeiro, uma mulher informou aos policiais que ao passar na frente da residência de outra foi agredida por ela sem nenhuma motivação. A guarnição comandada pelo cabo Danilo foi até o local, prendeu a suspeita da agressão e conduziu ambas as mulheres para a delegacia.

No Conjunto Santo Amaro, em Araçagi, o Copom recebeu uma ligação informando que um homem havia chegado em sua residência bêbado e estava ameaçando a família dizendo que iria tocar fogo na casa. Ao chegar ao local, os policiais mantiveram contato com a vítima, que confirmou a veracidade do fato. Ela disse que há dois dias o companheiro estava fora de casa, bebendo e, ao retornar, começou a fazer as ameaças. Ele foi preso em flagrante pelo crime de violência doméstica.

No centro da cidade de Belém, um homem foi preso por maus-tratos a animais e posse de arma de fogo depois que a guarnição comandada pelo tenente Valdir foi solicitada para atender a uma ocorrência na qual um homem havia matado um cachorro com uma foice, no quintal da sua residência. De imediato, os policiais foram até o local e mantiveram contato com o suspeito, que confirmou a denúncia. Na residência foram encontradas uma espingarda de soca, uma bolsa contendo pólvora, chumbos e espoletas, além da foice usada para matar o animal. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia.

Por volta da meia-noite, no centro de Pilões, a guarnição comandada pelo cabo Wellington realizava rondas quando foi acionada pela vítima, que apresentava um corte profundo no braço esquerdo e outras lesões superficiais pelo corpo, causadas, segundo algumas pessoas informaram aos policiais, por um copo de vidro quebrado. Os militares localizaram o suspeito, que foi preso e conduzido à delegacia. A vítima foi socorrida ao Hospital Regional de Guarabira.

Neste domingo (1º), em Pilões, a guarnição do Destacamento local realizava rondas nas proximidades do pátio da feira livre quando foi procurada por um comerciante que informou que um adolescente de 15 anos estava fazendo-lhe ameaças. Os policiais realizaram rondas e apreenderam o adolescente infrator, que foi conduzido à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Policiais do 4° BPM realizam oito prisões e apreendem arma e droga durante final de semana

Policiais do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, durante esse último final de semana, em diversas cidades que integram a área do Batalhão, oito prisões e também apreenderam uma arma de fogo e substância entorpecente. No domingo (20), no Conjunto Lealândia, em Mulungu, a guarnição comandada pelo cabo Hamilton realizava rondas quando foi acionada pelo Copom para averiguar uma denúncia de que um homem estaria ameaçando sua companheira. Os policiais foram ao local informado e constataram a veracidade da denúncia, sendo o suspeito preso e conduzido à delegacia em Guarabira, juntamente com a vítima.

No Conjunto Antônio Amaro, em Cuitegi, a guarnição do Destacamento local comandada pelo sargento Amaro estava em rondas quando foi acionada para atender uma ocorrência na qual uma mulher de 38 anos foi até a residência de uma jovem de 18 anos a fim de tomar satisfações sobre boatos direcionados a ela. Após o atrito verbal entre as envolvidas, a suspeita agrediu fisicamente a jovem, bem como rasgou a sua blusa. Diante dos fatos, a guarnição conduziu as partes envolvidas para a Delegacia de Polícia Civil.

No sábado (20), em Belém, um homem foi preso suspeito de embriaguez e desordem ao ser denunciado de que estaria armado com um facão e proferindo palavras de baixo calão contra alguns transeuntes. A guarnição comandada pelo subtenente Valdir esteve no local e prendeu o suspeito, que foi conduzido juntamente com a arma branca para a delegacia. Outro caso de embriaguez e desordem, além de agressão física, foi registrado no Conjunto Epaminondas, em Caiçara, onde um homem teria praticado desordem e quebrado objetos no interior da sua residência e, em seguida, teria ido para a casa da sogra, chegando a agredi-la com um soco no rosto. A guarnição comandada pelo subtenente S. Ferreira foi ao local e prendeu o suspeito.

Em Guarabira, durante a Operação Feira Segura, a guarnição da Rotam realizava rondas no entorno da feira livre quando foi informada que um indivíduo estaria traficando drogas no local. Os policiais, sob o comando do cabo Fernando, localizaram o acusado com papelotes de uma substancia semelhante à maconha e, em seguida, o conduziram para a delegacia. Ainda em Guarabira, os policiais foram informados de que havia acontecido um roubo de uma moto na frente do terminal rodoviário e que os acusados teriam fugido em direção ao centro da cidade. As guarnições saíram em diligências e foram informadas que os dois teriam caído da moto durante a fuga, tendo sido detidos pela guarnição da CPTran comandada pelo sargento Vitorino. Com os dois foram apreendidos uma espingarda calibre 12 com três cartuchos intactos.

No Bairro Bela Vista, em Guarabira, os policiais foram acionados para comparecer a um bar onde um homem com sinais visíveis de embriaguez alcoólica estava causando desordem e perturbando o sossego dos clientes no estabelecimento. De imediato, a guarnição comandada pelo sargento Elonildo localizou o acusado e o conduziu para a delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

PM realiza sete prisões em 24 horas nas cidades de Belém, Guarabira, Alagoa Grande e Pirpirituba

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, entre as 18h desse sábado (8) e as 18h deste domingo (9), sete prisões nas cidades de Belém, Guarabira, Alagoa Grande e Pirpirituba. A primeira prisão, por dano, aconteceu na cidade de Belém, quando a guarnição foi informada que estaria havendo um conflito interpessoal entre pai e filho. Ao chegarem ao local, os policiais foram informados pelo pai que o filho chegou em casa alterado e pediu dinheiro, como não foi atendido, começou a ameaçar os familiares e danificar os móveis e utensílios domésticos. Ele foi preso e conduzido à delegacia.

Em Guarabira, o Copom recebeu informações que um homem estava exibindo uma arma de fogo e amedrontando os moradores de Cachoeira dos Guedes, que relataram que ele já respondeu por um homicídio. A Força Tática foi até o local para averiguar a denúncia e, com o apoio da guarnição do cabo Erivan, o suspeito foi localizado e, na busca pessoal, foi encontrado com ele um simulacro de arma de fogo. No Conjunto Novo, em Alagoa Grande, a viatura foi solicitada a comparecer ao hospital municipal onde havia um homem com uma fratura na mandíbula e, após coletar informações com o pai da vítima, a guarnição comandada pelo sargento Paiva deu início às diligências e prendeu os dois suspeitos da lesão corporal.

Também em Alagoa Grande, a guarnição foi solicitada para atender a uma ocorrência de violência doméstica e, chegando ao local, a vítima saiu da residência chorando e com a blusa rasgada, afirmando que acabara de ser agredida pelo seu ex-companheiro. O suspeito estava no local, com visíveis sinais de embriaguez alcoólica e bastante exaltado. Ele foi imobilizado e conduzido à delegacia, para onde a vítima também foi conduzida após passar mal e ser medicada.

No início da madrugada do domingo, ao efetuar policiamento nas imediações de um dos bares na cidade de Pirpirituba onde acontecia uma festa, a guarnição foi acionada por populares que informaram que um homem estava praticando desordem no local. Os policiais localizaram e abordaram o indivíduo e, ao tentarem realizar a busca pessoal, ele desobedeceu às ordens, desrespeitando a guarnição. Ele também se negou a ser abordado e reagiu no momento da busca pessoal, vindo a arremessar um copo na direção da guarnição, gritando palavrões e negando-se a se identificar.

Em Alagoa Grande, os policiais militares, sob o comando do sargento Nascimento, tomaram conhecimento de vias fato e, ao chegarem ao local, constataram a veracidade da ocorrência e que a vitima já estava sendo atendida pelo Samu, porém, em razão da gravidade do ferimento, veio a óbito. De imediato, várias guarnições foram acionadas para diligenciarem e prenderam o autor do homicídio nas nas proximidades de sua residência.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Polícia faz prisões, apreensões de armas e drogas e recupera objetos em Guarabira

Em uma operação que contou com a participação da aeronave Acauã, policiais civis e militares deflagraram, na manhã dessa quinta-feira (23) a operação “Mão de Ferro, na cidade de Guarabira, no Brejo paraibano. Cinco adultos foram presos e um adolescente foi apreendido. Ainda houve apreensão de armas, munições e drogas e recuperação de veículo e de objetos furtados.

De acordo com o delegado Ricardo Sena, da Seccional de Guarabira, a operação envolveu cerca de 70 policiais. As equipes saíram às ruas nas primeiras horas da manhã e chamaram a atenção da população. Houve cumprimentos de mandados de busca e apreensão e também de prisão. Além disso, houve prisões em flagrante delito. “Os policiais prenderam um homem e uma mulher, que estavam em casas diferentes, portando armas, drogas e munições”, afirmou.

Na casa de um dos presos, foi encontrada uma moto com queixa de furto registrada na cidade de Dona Inês, que fica próxima a Guarabira. Também foram localizados diversos objetos de eletrônica, como rádios e aparelhos de som que haviam sido furtados na cidade de Mari, outro município próximo.

Segundo o delegado, todos os objetos apreendidos serão encaminhados às delegacias das duas cidades para serem devolvidos aos seus donos. “Conseguimos cumprir mandados, prender em flagrante e encontrar objetos e veículo furtado. Mas, independente disso, considero a operação bem sucedida em virtude da simples presença dos policiais nas ruas, o que mostra que o Estado está presente. Isso gera uma sensação de segurança entre a população”, afirmou Ricardo Sena.

O adolescente apreendido foi encaminhado ao Centro de Educação do Adolescente (CEA), enquanto que os homens passaram por audiência de custódia e levados à cadeia pública da cidade de Belém. Já a mulher permanece presa na Central de Polícia de Guarabira, aguardando ser apresentada à Justiça.

pbagora

Operação policial realiza prisões e apreensões em Belém-PB

Uma operação realizada de forma integrada por policiais militares e civis na cidade de Belém resultou em seis prisões, apreensões de dois adolescentes, armas de fogo e droga.

Entre os detidos estavam uma mulher e uma adolescente e um outro menor de idade que, com um dos revólveres apreendidos, tem relação direta com a prática de um homicídio registrado recentemente na cidade.

Na operação, realizada na comunidade Manoel Matias, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão e, ao final, foram aprendidos dois revólveres com munição, duas espingardas, sendo uma delas de fabricação caseira, 61 pedras de uma substância semelhante a crack e balanças de precisão.

Participaram da operação policiais militares do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e civis do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil. Todos os detidos e o material apreendido foram conduzidos e apresentados à autoridade policial para as providências legais.

 

Assessoria 4º BPM

Operação Gabarito tem prisões na Paraíba, Pernambuco e Distrito Federal em nova etapa deflagrada nesta segunda

(Foto: Lucas Sá/Polícia Civil da Paraíba/Arquivo)

Uma nova etapa da operação Gabarito cumpriu cinco mandados de prisão na manhã desta segunda-feira (15) na Paraíba, em Pernambuco e no Distrito Federal contra suspeitos de integrarem uma organização criminosa que fraudava concursos públicos. De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, foram duas prisões em Pernambuco, dois mandados de prisão cumpridos na Paraíba contra dois líderes da quadrilha que já estavam presos, e uma prisão de um policial civil no Distrito Federal.

Somente na Paraíba foram quatro mandados no total, sendo dois de prisão contra suspeitos já presos, Flávio Borges e Luiz Paulo Silva, e dois mandados de busca e apreensão. Conforme informações do delegado Lucas Sá, responsável pela Operação Gabarito, o policial civil do Distrito Federal era um membro importante na quadrilha. Em nota, a Corregedoria-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal (CGP-DF) explicou que ainda não está confirmada a participação do policial na organização.

“O policial preso no Distrito Federal atuava como um dos principais professores da Organização Criminosa, responsável pela resolução de provas da área de Direito”, explicou o delegado Lucas Sá.

A atuação do policial civil do Distrito Federal havia sido detectada no concurso do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Lucas Sá comentou que chegou a pedir por duas vezes a prisão preventiva à Justiça da Paraíba, mas teve os pedidos negados.

O suspeito permaneceu em liberdade, trabalhando normalmente desde o início da operação Gabarito, e só foi preso nesta segunda-feira, em razão da decretação de sua prisão pela justiça do Piauí, com base nas informações encaminhadas pela Delegacia de Defraudações de João Pessoa.

Todos os mandados cumpridos pela Operação Gabarito nesta segunda-feira foram expedidos pela Justiça de Piauí. Durante as investigações da Polícia Civil da Paraíba, foi constatada a fraude do concurso público para agente penitenciário no Piauí pela organização criminosa sediada em João Pessoa, possibilitando a integração das ações da Gabarito na Paraíba com a Justiça piauiense.

A Polícia Civil do Piauí, por sua vez, colabora com a operação Sem Barreiras, deflagrada dentro do escopo da Gabarito. Foram cumpridos mandados de prisões preventivas e buscas e apreensões nas cidades de João Pessoa, Teresina no Piauí; Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina em Pernambuco; e Brasília no Distrito Federal.

Operação Gabarito

A operação iniciada pela Polícia Civil da Paraíba em maio de 2017 desarticulou uma organização criminosa tratada como “empresa” pelos mais de 82 suspeitos envolvidos, sendo 31 já presos pela polícia. O grupo fraudou concursos em pelo menos 15 estados, aprovou mais de 500 pessoas e movimentou R$ 29 milhões em 12 anos de atuação.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Policiais do 4º BPM realizam prisões em Belém, Pirpirituba e Guarabira

casos de policiaPoliciais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, na noite de segunda (17) e madrugada de terça-feira (18), prisões nos municípios de Belém, Pirpirituba e Guarabira. Em Pirpirituba, durante a Operação Cidade Segura, as guarnições do Comando do 4º BPM, Destacamento de Pirpirituba e Força Tática, sob o comando do major Gilberto, abordaram um cidadão que conduzia uma motocicleta.

Ao ser indagado sobre os documentos de porte obrigatório, foi constatado que o acusado não possuía habilitação, além de ter ingerido bebida alcoólica, fato comprovado após o teste do etilômetro, onde foi constatado o teor de 0,45 mg/l de sangue, o que caracteriza embriaguez ao volante.

O proprietário do veículo também compareceu ao local e foi enquadrado na legislação vigente por ter entregue um veículo à pessoa não habilitada e embriagada. O acusado foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante.

Outras duas prisões, por furto e receptação, aconteceram em Belém, onde a guarnição comandada pelo St Dos Santos foi informada através do Copom da 3ª Companhia, que teria havido um furto de roupas em uma feira livre da cidade. Os policiais se dirigiram para o local da ocorrência e mantiveram contato com as vítimas, que confirmaram o crime, e obtiveram informações sobre as características do acusado do furto.

Nas diligências, o acusado foi localizado em um bar e, ao ser indagado, negou a participação no crime. No entanto, a guarnição foi informada de que ele costumava guardar objetos roubados e furtados no bar. Os policiais militares retornaram ao local, que estava fechado, então foram até a residência do proprietário, que afirmou que o produto do furto estaria guardado no seu estabelecimento.

A guarnição se dirigiu para o bar com ele e encontrou o material em seu interior, em seguida, conduziu os dois acusados para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados em flagrante por furto e receptação.

Em Guarabira, já na madrugada, a Polícia Militar foi informada que teria um indivíduo em atitude suspeita próximo à penitenciária João Bosco Carneiro.

Uma viatura foi até o local, localizou e abordou o homem que, ao ter o nome consultado, foi constatado que havia um mandado de prisão aberto em seu desfavor.

Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Policiais do 4º BPM realizam 23 prisões durante Operação Semana Santa

viaturaPoliciais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram durante a Operação Semana Santa, na área de atuação do Batalhão, 23 prisões e uma apreensão de adolescente. A operação teve início às 18h da quarta-feira (12) e foi encerrada à meia-noite desta segunda-feira (16) em todo o Estado da Paraíba.

Ainda durante a Operação, foram apreendidas duas armas de fogo, 18 armas brancas e uma pequena quantidade de droga. As prisões aconteceram nos municípios de Serra da Raiz, Guarabira, Caiçara, Belém, Alagoa Grande, Mulungu, Duas Estradas, Pilões e Araçagi.

A maioria das prisões aconteceu em flagrante e apenas uma foi em decorrência de um mandado de prisão, expedido pela Justiça por crimes hediondos. Entre as causas das prisões estão assalto, furto, receptação, embriaguez ao volante, embriaguez e desordem, homicídio, violência doméstica, lesão corporal, posse de arma e posse de droga.

Houve ainda um caso de um homem detido por dirigir um veículo com restrição de furto ou roubo. Em todos os casos, os policiais conduziram os acusados à Polícia Civil, onde eles permaneceram presos ou foram liberados depois de instaurado TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

A Operação Semana Santa intensificou, durante o periodo, as blitzen, além de abordagens a pessoas e veiculos.

Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Termina indulto natalino e 800 apenados devem retornar às prisões da Paraíba

presidioTerminou nessa segunda-feira (26) o indulto natalino concedido a 800 presos dos regimes semiaberto e aberto na Paraíba. Os apenados devem retornar às suas respectivas unidades prisionais, sob pena de serem considerados foragidos.

Segundo o gerente executivo do Sistema Penitenciário na Paraíba, João Paulo Barros, o índice de retorno dos presidiários é quase total. “No ano de 2015, a título de exemplo, menos de 1% não retornou ao cárcere”, disse o gerente.

“São pessoas que já estão no convívio social diariamente e só se recolhem no período noturno às unidades prisionais”, acrescentou João Paulo, referindo-se aos apenados que são beneficiados com o indulto, que devem seguir regras como recolhimento às residências deles entre as 22h e as 5h, a não ingestão de bebidas alcoólicas, a não participação em eventos públicos e vedação à presença deles em bares.

“Essas regras precisam ser cumpridas e elas são fiscalizadas pelos poderes policiais. Qualquer descumprimento vai acarretar na regressão para o regime fechado”, concluiu o gerente.

 

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em 2015, polícia realiza mais de 200 prisões a partir do Disque Denúncia

Policia-MilitarO Disque-Denúncia 197 vem ganhando cada vez mais a confiança da população, que tem buscado o serviço e, com isso, contribuído com o trabalho das forças de segurança da Paraíba. De acordo com levantamento da Gerência Operacional do Disque-Denúncia 197, em 2015, foram efetuadas 205 prisões após investigação de denúncias feitas pela população. Em 2014, foram 118 prisões.

As soluções apresentadas pela segurança pública às denúncias feitas pelo número 197, possivelmente estejam encorajando a população a fornecer mais informações. Segundo o levantamento, em relação à apreensão de armas, os números comparativos são ainda maiores: em 2015 foram apreendidas 102 armas com base nas denúncias e em 2014 foram 33. Sobre a apreensão de drogas, os dados revelam que em 2015 foram apreendidos 78 quilos de drogas e em 2014 esse quantitativo foi de 26 quilos. No geral, foram registradas 4.735 denúncias anônimas no ano passado, enquanto que em 2014 foram registradas 3.900.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Nós trabalhamos com a investigação dos fatos e não com o atendimento direto no local do fato. Após a denúncia ser formulada, os policiais iniciam a investigação com base nos dados repassados pelo informante e assim estamos conseguindo efetuar várias prisões, além da apreensão de armas e drogas no Estado. É importante lembrar que o denunciante não precisa se identificar e mesmo para aqueles que se identificarem, nós garantimos que sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo”, explicou o gerente do Disque-Denúncia, João Micena.

Além de atender a demanda da população, as informações repassadas pelo Disque-Denúncia 197 servem para dar suporte a ações de planejamento dos vários órgãos que trabalham a questão da segurança pública no Estado. “As informações recebidas dão suporte a ações planejadas e integradas entre a Secretaria de Segurança, através das Polícias Civil e Militar, Secretaria da Mulher e Diversidade Humana e Secretaria da  Administração Penitenciária. Dessa forma, esses órgãos do Governo alinham suas estratégias de ação no combate à violência no Estado”, disse.

A maioria dos crimes denunciados continua sendo o tráfico de drogas e homicídios. Segundo o gerente operacional do sistema, João Micena, o aumento do número de denúncias é resultado do trabalho de interiorização do 197, além das ações integradas realizadas pela Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social.

Como funciona – A ligação para o 197 é gratuita e pode ser feita de celular ou telefone convencional, de qualquer lugar do Estado. O serviço funciona 24 horas por dia e o denunciante não precisa se identificar. A denúncia também pode ser feita pelo e-mail gintel.denuncia@ssp.pb.gov.br. Para este e-mail, o cidadão poderá enviar documentos como texto, imagens e vídeos que complementem uma denúncia por telefone e que considere importante para as investigações.  Ao receber a denúncia, o policial integrante do 197 encaminha em tempo real as informações para a Delegacia Especializada responsável pela área do teor da denúncia.

 

 

paraibaja