Arquivo da tag: Princesa Isabel

Médico é encontrado morto dentro de casa, em Princesa Isabel

O médico Glauco Suassuna foi encontrado morto em casa, na cidade de Princesa Isabel, Sertão paraibano, na manhã desta sexta-feira (14). Ainda não há definição exata da causa da morte.

As informações são de que o médico não foi trabalhar nem atendeu o telefone. Então pessoas próximas decidiram forçar a porta do quarto e o encontraram sem vida.

O corpo deve ser examinado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Patos para identificar a causa da morte.

Glauco Suassuna tinha 42 anos e era natural de Catolé do Rocha, embora sua família morasse há muitos anos em Campina Grande onde se formou em medicina. Em 2002, ele foi contratado para trabalhar em Juru e desde então permaneceu na região de Princesa Isabel.

 

clickpb

 

 

Adolescentes de 13 anos que estavam desaparecidos são encontrados mortos em Princesa Isabel

Dois adolescentes de 13 anos foram encontrados mortos, nesta segunda-feira (3), na cidade de Princesa Isabel, na Paraíba. A Polícia Civil informou que os adolescentes estavam desaparecidos desde a última sexta-feira (31).

Ainda de acordo com a polícia, os corpos apresentavam várias lesões, porém as investigações ainda não concluíram como o crime aconteceu.

Os jovens eram suspeitos de praticar furtos na cidade.

O corpo de uma das vítimas foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos e o outro para o Numol de Cajazeiras.

O caso segue sendo investigado.

 

clickpb

 

 

Homem é preso suspeito de matar ex-sogro a facadas em Princesa Isabel, Sertão da Paraíba

Um homem de 32 anos invadiu a casa da ex-companheira e matou o pai dela a facadas. O crime aconteceu por volta das 22h do domingo (8), em Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito teria ido à casa da ex-companheira e a agredido. Ele também a ameaçou e disse que voltaria. Minutos depois, ele retornou ao local armado com uma faca e começou a ferir os familiares da mulher.

Ainda de acordo com a polícia, o homem também esfaqueou o ex-cunhado. Pai e filho foram encaminhados para o Hospital Regional da cidade, mas o ex-sogro não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar, que não informou o estado de saúde da outra vítima. Outras três pessoas que estavam no local também foram agredidas.

O suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Princesa Isabel, onde permanecerá até a audiência de custódia.

G1

 

Sete presos que fugiram da cadeia de Princesa Isabel, na PB, são recapturados

 (Foto: Major Guedes/13º BPM/Divulgação)
(Foto: Major Guedes/13º BPM/Divulgação)

Sete dos dez presos que fugiram da cadeia pública de Princesa Isabel, no Sertão Paraibano, no dia 4 de novembro, foram recapturados na manhã desta terça-feira (15) dentro de uma casa na cidade de Conceição, na mesma região. De acordo com a Polícia Militar, a prisão foi feita após um trabalho de investigação da 2ª companhia do 13º batalhão da PM. Na ação, a polícia recuperou um fuzil que foi levado da sala onde ficavam as armas dos agentes penitenciários.

A fuga aconteceu no turno da manhã, durante o horário de visita. À princípio, a polícia havia informado que nove detentos tinham fugido, mas após uma recontagem, identificou-se que foram dez presos. Até o final da tarde do mesmo dia da fuga, três detentos haviam sido recapturados.

Os sete detentos recapturados nesta terça-feira foram apresentados na delegacia de Polícia Civil de Princesa Isabel. Antes de ser levado para a delegacia, um deles foi para o Hospital Regional de Patos para receber atendimentos, uma vez que ficou ferido em uma troca de tiros ao tentar fugir da ação da PM. Outras duas pessoas que estavam na casa foram detidas e levadas para prestar depoimentos na delegacia.

No dia da fuga, a esposa de um dos detentos foi presa suspeita ter ajudado a facilitar a ação dos detentos. “Ela impediu que o agente fechasse a grade, quando viu aquela multidão vindo pra cima dele. Ele abriu a grade pra dar acesso a ela sair do pátio. Mas aí ela impediu. Então ela é a principal acusada”, disse a delegada de Polícia Civil Darcinaura Alves.

Segundo a Polícia Civil, com a ajuda da mulher de 27 anos, os presos provocaram um tumulto e conseguiram ir até uma sala onde ficam as armas dos agentes penitenciário. Eles arrombaram as portas com tiros de fuzil e saíram da cadeia correndo pelas ruas da cidade. Duas agentes penitenciárias chegaram a ser mantidas como reféns, mas foram liberadas durante a fuga.

Nas ruas da cidade, os presos abordaram moradores e chegaram a roubar motocicletas para fugir, pela zona rural do município.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Polícia tem nomes de outros suspeitos de aterrorizar Princesa Isabel

policiaAs polícias da Paraíba e de Pernambuco, que estão trabalhando integradas na busca aos bandidos que atacaram a cidade de Princesa Isabel, já tem os nomes dos suspeitos de praticarem o crime e também informações sobre a participação deles em outras ações criminosas no interior dos dois Estados. Com as informações colhidas ontem, a polícia intensificou as buscas na região, que faz divisa entre os Estados. Cerca de 20 policiais serão organizados em grupos especiais que ficarão em áreas estratégicas para evitar a saída dos criminosos, caso eles ainda estejam na região, e outros PMs serão encaminhados para localidades onde integrantes do grupo criminoso, podem estar escondidos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o comandante do Policiamento Militar Regional do Sertão (CPR2), coronel José de Almeida Rosas, a polícia acha que uma parte da quadrilha ainda está na região entre as cidades pernambucanas de Carnaíba e Flores, e, por isso, a caçada continua na área. “Pode ser que os principais membros dessa quadrilha que assaltou os bancos em Princesa Isabel, não estejam mais na localidade, mas acreditamos que alguns integrantes do bando ainda estejam por lá e, por isso, continuamos as buscas sem parar. Temos conseguido algumas informações importantes, como nomes de suspeitos e atuação deles em outros crimes do tipo, e estamos trabalhando com elas para chegar até eles. Estamos juntando todas as informações para montar o quebra-cabeça”, afirmou o comandante.

Segundo o coronel, durante este final de semana, os 120 policiais, entre eles, homens da segurança pública de Pernambuco, serão divididos em grupos espalhados por pelo menos 10 pontos estratégicos entre os Estados, na tentativa de prender suspeitos que ainda possam estar na região. “Acreditamos que, nos próximos dias, poderemos ter uma resposta para esse caso. Já temos um preso suspeito, que apesar de negar participação no crime, sempre apresenta discurso contraditório em relação à sua procedência. Ele está detido na Central de Polícia de Patos, para averiguação”, afirmou o coronel.

Na última sexta-feira, a Polícia Civil divulgou que o valor roubado pela quadrilha nas agências do Banco do Brasil e do Bradesco, foi R$ 1,1 milhão. A invasão aconteceu na manhã da terça-feira passada.

 

 

Daniel Motta, Jornal Correio da Paraíba