Arquivo da tag: pressões

REAÇÃO: Ruy diz que PSDB não vai ceder a pressões do PSB e avisa que não irá alterar calendário da sigla

ruy carneiro“Ninguém admite que um vizinho, aliado ou até amigo venha dar ordens em sua casa”, argumenta o Presidente do PSDB. “Se nem no momento em que precisam aglutinar forças e buscar pontos de convergência, eles respeitam os partidos aliados, quando vão respeitar? Pelo que se ouviu e leu, parece até que não estão buscando aliados, mas juntando uma claque”.

O deputado Ruy Carneiro insiste em que o PSDB tem consciência de sua responsabilidade no processo eleitoral diante da Paraíba. “Nossa preocupação não é aparecer numa foto, mas fazer o que acharmos melhor para o futuro da Paraíba”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O Ultimato – Edvaldo Rosas estabeleceu até o dia 22 de março para os aliados se definirem pela manutenção ou não da aliança, se vão seguir o projeto do PSB, que é a reeleição do governador Ricardo Coutinho.

Ele informou ainda que neste dia, o partido promoverá um grande debate com todos os partidos que têm o interesse em manter a aliança formalizada em 2010. Ele espera ainda que o PSDB, principal aliado do governo, se decida se vai permanecer.

Segundo Rosas, os partidos da base governistas deverão fazer uma avaliação do governo, apresentar as sugestões que esses partidos e lideranças têm para a Paraíba do Futuro II, ou seja, para o segundo governo de Ricardo Coutinho.

PBAgora

‘Não temo pressões nem estou aqui para cabalar votos’, diz Ricardo Marcelo sobre derrota do Governo

“A respeito da derrota do governo nas votações, quero avisar a quem interessar possa que enquanto eu estiver na presidência desta casa que a minha função não é cabalar votos, para oposição ou para a situação. A minha função é de magistrado, e quero avisar também que não admito e nem me submeto a nenhum tipo de extorsão de quem usa meios de comunicação”, disse nesta quarta-feira, 18, o presidente da Assembleia, Ricardo Marcelo (PSDB), sobre a sessão de ontem, em que o governo sofreu importante derrota na apreciação das MPs do Fisco.

Aplaudido pelos deputados em plenário, Marcelo acrescentou: “aqui ninguém se curva, o Poder é independente. E volto a repetir que não tenho medo de perseguições, nem de retaliação”, disse o presidente da Assembleia.

Segundo ele mais de 300 matérias foram retidas para que houvesse acordo entre governo e oposição.

“Exaurimos as negociações, mas não houve acordo. Não perseguimos ninguém, nem tiramos direito de ninguém, mas o nosso direto também precisa ser respeitado”, declarou Ricardo Marcelo.

João Costa

Paraíba.com.br