Arquivo da tag: presos

Acusados de roubos em Solânea e Bananeiras são presos; comerciante que comprava celulares roubados também foi preso

Na ação realizada pela Polícia Civil, através da 21° Secccional em Solânea, juntamente com a Polícia Militar, 7° CIPM, resultou na prisão da dupla acusada de 08 (oito) roubos a celulares registrados em Solânea e Bananeiras, sendo a maioria das vítimas mulheres.

De acordo com a investigação, a dupla, que é oriunda da zona rural de Bananeiras, praticava os roubos com o uso de motocicleta e vendia os objetos em uma loja localizada na praça Epitácio Pessoa, também em Bananeiras, sendo apreendido mais de 30 aparelhos celulares de origem suspeita, alguns já identificados pelas vítimas.

Um dos suspeitos dos crimes reside no Sítio Angelin, Bananeiras e o menor de idade reside no Distrito de Vila Maia, Bananeiras, onde, em cumprimento a lei, responderão pelos roubos em liberdade.

Já o comerciante de 25 anos, residente em Solânea e possui uma revenda de celulares em Bananeiras, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação dolosa e será encaminhado a cadeia de Solânea.

FN com 21° Secccional 

 

 

Governador prevê vingança de ex-aliados presos na Calvário

O governador João Azevêdo (sem partido) disse, nesta segunda-feira (23), durante entrevista coletiva para tratar das mudanças no sistema de Saúde do estado, que poderá ser alvo de retaliação de ex-aliados presos no âmbito da Operação Calvário. “Não tenho dúvida que vamos entrar em um processo de vingança generalizada. Ou alguém imagina que alguém que foi identificado e preso nessa operação terá por mim a mesma relação que teve? Evidente que não.” declarou.

Durante a entrevista, o governador negou qualquer tipo de envolvimento no suposto esquema e garantiu que nunca se sentou com quem quer que seja para tratar sobre propina.

Azevêdo disse estar com a consciência tranquila e se colocou à disposição da Justiça para colaborar no que for preciso.

 

Foto: Flávio Fernandes/Paraíba.com.br
paraiba.com.br

 

 

Polícia Civil instaura inquérito para apurar vazamento de fotos de presos da Calvário

Um inquérito da Polícia Civil deverá investigar quem teria divulgado fotos de presos na Operação Calvário no momento em que eles estavam na Central de Polícia de João Pessoa para os procedimentos de praxe.

As fotos foram divulgadas em diversas redes sociais.

De acordo com informações do delegado, Isaías Gualberto, as imagens não partiram da assessoria de imprensa ou de outro órgão ligado à Instituição.

PB Agora

 

 

Homens são presos após fazerem compra com nota de 100 reais falsa em Araçagi

Dois homens foram presos por policiais do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) neste domingo (8), na cidade de Araçagi, suspeitos de fazerem compra com uma nota de 100 reais falsa. O proprietário de um estabelecimento comercial localizado no Sítio Canafístula, zona rural do município, procurou os policiais e informou que teria recebido a nota falsa de dois homens que compraram uma caixa de cerveja.

O comerciante somente teria percebido que a nota era falsa depois da saída deles, que se dirigiram para a cidade. Imediatamente, a guarnição manteve contato com o solicitante e, ao visualizar o circuito de câmeras, conseguiu identificar os suspeitos. Após diligências, os dois foram localizados e ao serem indagados sobre o ilícito, confirmaram a utilização da cédula falsificada.

A cédula, a vítima e os dois suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

VIAS DE FATO – No Conjunto Assis Chateubriand, em Guarabira, cinco mulheres foram presas depois que a guarnição foi acionada para atender a uma ocorrência de vias de fato. Ao chegarem ao local, os policiais constataram a veracidade do fato e que uma das mulheres estava com uma lesão nas costas. Todas as envolvidas foram conduzidas à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Decisão do STF sobre prisão em 2ª instância pode tirar da cadeia Lula, Dirceu e mais 11 presos da Lava Jato no Paraná

O julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão após condenação em 2ª instância pode tirar da cadeia 13 presos da Operação Lava Jato no Paraná, conforme levantamento feito pela RPCVeja a lista completa mais abaixo.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), dos 74 réus da operação no Paraná com condenação em segunda instância, 38 podem ser beneficiados com a mudança de entendimento do STF.

Esses possíveis beneficiados estão cumprindo penas em regime fechado, semiaberto e aberto.

Entre os condenados que podem deixar a prisão, estão o ex-ministro petista José Dirceu e o ex-executivo da Engevix Gerson Almada, ambos presos no Complexo Médico-Penal (CMP) de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Também poderiam ser beneficiados o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, detidos na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

O levantamento mostra ainda que outros quatro condenados em segunda instância e que também estão na cadeia permaneceriam presos. Entre eles, o ex-deputado Eduardo Cunha e o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

Isso porque eles também estão presos preventivamente em outras ações.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já afirmou que, com o entendimento da necessidade de aguardar o julgamento de todos os recursos em instâncias superiores, 4,8 mil presos condenados em segunda instância podem ter a execução da sentença interrompida.

Mas o juiz pode manter os réus presos por meio de prisão preventiva. A legislação brasileira prevê a prisão por tempo indeterminado quando, por exemplo, há provas da existência do crime, risco de fuga, risco às investigações ou à ordem pública.

Presos da Lava Jato que podem deixar a cadeia:

  • Alberto Elísio Vilaça Gomes
  • Enivaldo Quadrado
  • Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura
  • Gerson Almada
  • João Augusto Rezende Henriques
  • José Dirceu
  • Julio Cesar dos Santos
  • Luiz Eduardo de Oliveira e Silva
  • Luiz Inácio Lula da Silva
  • Márcio de Andrade Bonilho
  • Pedro Augusto Corte Xavier
  • Renato Duque
  • Sérgio Cunha Mendes

 

G1

 

 

Vereadores presos suspeitos de usar verba pública em viagem são liberados após audiência de custódia, na PB

Os onze vereadores e o contador da Câmara de Santa Rita, detidos na terça-feira (5) suspeitos de desviar dinheiro público para custear despesas de uma viagem feita para a cidade de Gramado, vão responder o processo liberdade, após decisão da juíza Maria dos Remédios, durante audiência de custódia que aconteceu na noite desta quarta-feira (6).

De acordo com a decisão, a juíza “reconheceu a legalidade da prisão em flagrante, mas não entendeu os presentes requisitos para pedir a prisão preventiva”, decidindo então que os parlamentares vão responder em liberdade durante o andamento do processo. Cada sessão teve duração de 20 a 40 minutos.

Ainda conforme a decisão, foi decretada a busca e apreensão dos computadores e documentos da Câmara de Santa Rita, como parte de uma medida cautelar. Segundo o decreto, após feita a cópia do material, os documentos serão devolvidos. Além disso, a medida também impede que os vereadores viajem e também recebam diárias.

Os parlamentares foram detidos durante a operação ‘Natal Luz’ do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

De acordo com o delegado Allan Terruel, a operação teve início após o MP suspeitar da viagem dos vereadores, que usaram um seminário como justificativa para a ida a Gramado. A empresa organizadora da viagem seria do estado de Sergipe, o que fez a investigação ser iniciada.

A operação contou com a participação da Gaeco da PB e do Rio Grande do Sul, além da Polícia Civil de Sergipe. De acordo com a operação, só em diárias foram gastos R$69 mil.

G1

 

Dois homens são presos suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em Mamanguape, na PB

Dois homens foram presos na noite da sexta-feira (18) suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em em Mamanguape, na Paraíba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as prisões aconteceram durante fiscalizações em um carro de passeio e em um ônibus de transporte interestadual de passageiros. Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas.

A primeira prisão aconteceu durante uma abordagem da PRF na BR 101, no km 38, a um carro Cobalt que seguia de Natal (RN) para Recife (PE). No momento da abordagem, o condutor, um homem de 24 anos, ficou muito nervoso, o que levantou a suspeita dos policiais, que, após fiscalização, encontraram 2 kg de cocaína escondidos embaixo do banco do traseiro do veículo.

Também na tarde da sexta-feira (18), na Unidade Operacional da PRF em Mamanguape, a polícia prendeu um homem com 900 gramas de cocaína e 150 gramas de maconha, que estavam sendo transportados em ônibus interestadual de passageiro, que realiza a linha de Natal (RN) com destino a Araripina (PE). A droga estava escondida na bagagem de um homem de 22 anos.

Os dois homens e as drogas apreendidas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil de Mamanguape. A PRF vem intensificando as ações de combate ao crime em todo a Paraíba com reforço na fiscalização.

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

 

 

G1

 

 

Presos suspeitos de matar pai de cacique na Baía da Traição

Foram presos, nesta quinta-feira (17), dois homens suspeitos do latrocínio que vitimou o pai do cacique da Aldeia Caieira, Baía da Traição, ocorrido no dia 5 de junho deste ano. Existe suspeita de que a dupla esteja envolvida em outros dois casos de roubo seguido de morte. A prisão foi realizada pelas polícias Civil e Militar.

Segundo o delegado Walter Brandão, da Seccional de Polícia Civil de Mamanguape, os presos seriam responsáveis por assaltos que vinham sendo praticados em várias aldeias e aterrorizavam a população da Baía da Traição. Os investigados ficaram detidos e serão apresentados em audiência de Custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

portalcorreio

 

 

Ação policial resulta na apreensão de 4 kg de maconha em Solânea. Acusados de tráfico de drogas, roubos e furtos foram presos

Após investigação realizada pela Polícia Civil da Paraíba, através da 21ª Delegacia Seccional em Solânea, foi desencadeada na amanhã desta terça-feira (24), com apoio de Policiais Militares da 7ª CIPM, uma ação integrada que resultou na apreensão de 4 Kg de maconha, balança de precisão, dinheiro, além de objetos furtados.

A droga se encontrava na residência de Juliana Barbosa da silva, 22 anos, localizada na Rua Jatobá, em Solânea, sendo ela auxiliada pela investigada Fabíola de Oliveira Rodrigues, 21 anos, que se encontra gestante.

De acordo com a Polícia Civil, após uma operação realizada no dia 13 de agosto deste ano, denominada de OPERAÇÃO XADREZ, onde 26 pessoas investigadas por tráfico de entorpecente foram presas, a pessoa de Juliana veio  de João Pessoa para Solânea assumir as vendas de entorpecentes de um traficante, cujo nome a investigação preserva, mas que já se encontra preso há dois anos.

A investigação também elucida roubos e furtos fomentadas por traficantes e praticados por viciados em drogas, crimes estes ocorridos recentemente no centro de Solânea, sendo apreendidos dois menores de 17 anos e 16 anos, além de outras 4 pessoas que estão sendo indiciadas.

 

FN com Polícia Civil

 

 

Dois homens são presos por policiais do 4º BPM suspeitos de receptação e violência doméstica

Dois homens foram presos por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nessa sexta-feira (30), suspeitos de receptação de culposa e violência doméstica. A primeira prisão aconteceu no Sítio Porções, zona rural do município de Pilões, quando um homem conduzindo uma moto, em atitude suspeita, foi abordado e, após consulta, os policiais constataram que o veículo possuía restrição. O condutor foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, onde relatou ao delegado que teria comprado a moto sem saber que ela era produto de roubo ou furto.

Em Guarabira, no Bairro do Rosário, policiais prenderam um homem após receber informações que ele teria agredido a própria esposa. Ao chegarem ao local do fato, a vítima confirmou ter sido agredida fisicamente pelo suspeito, que apresentava sinais visíveis de embriaguez e, junto com ela, foi conduzido para a delegacia para a realização dos procedimentos legais.

 

Assessoria 4º BPM