Arquivo da tag: presídio

Mulher suspeita de prostituir filha de 10 anos vai para presídio em João Pessoa, após audiência

A mulher presa no domingo (19), suspeita de prostituir a filha de 10 anos por R$ 20, teve a prisão mantida e deve ser encaminhada para o Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão, após audiência de custódia realizada no Fórum Criminal de João Pessoa, nesta segunda-feira (20).

De acordo com a diretoria do Fórum, a decisão foi do juiz José Márcio Rocha Galdino. Segundo a Polícia Militar, a mãe, de 28 anos, teria entregue a filha para que ela tivesse relações sexuais com um homem em troca do dinheiro, que seria usado para comprar drogas.

Conforme a PM, o caso aconteceu na noite do sábado (18), no Bairro Costa e Silva, e a menina contou que a mãe teria a obrigado a manter relações sexuais com o homem, dentro de um carro.

Após isso, a criança fugiu e pediu ajuda a uma moradora da região. Ela acionou a polícia, que prendeu a mulher. A suspeita foi encaminhada para a Central de Flagrantes e, depois, levada para a Delegacia da Mulher.

O Conselho Tutelar procurou a família da criança e ela foi entregue ao pai, na cidade de Alhandra. A mulher tem outros três filhos e a polícia investiga se ela também os aliciava.

Foto: Dani Fechine/G1

G1

 

Mães são presas após tentarem entrar com drogas em presídio de Campina Grande

Duas mulheres foram presas neste domingo (19), em Campina Grande, após tentarem entrar com drogas na Penitenciária Máxima Padrão da cidade, onde ficam os presos provisórios.

De acordo com a direção do presídio, a primeira mulher, mãe de um detento que responde por roubo, tentou entrar na penitenciária com uma substância semelhante a maconha, em dois cabos de vassoura.

No segundo caso, a mulher, que tem 70 anos e é mãe de um preso que responde por latrocínio, foi flagrada também com maconha em carteiras de cigarro. Ela teria colocado a droga dentro de cada unidade de cigarro e chegou a lacrar as embalagens para tentar não ser flagrada.

G1

 

Diretor de presídio em Guarabira dá detalhes sobre a fuga de presos

O diretor do presídio João Bosco Carneiro, da cidade de Guarabira, Agreste paraibano, Daniel Tomaz confirmou a informação da fuga de três apenados, na noite deste domingo (31). Ele relatou que por volta das 19:30h o policial militar que estava na guarita 3 notou uma movimentação estranha entre a guarita 3 e a 2, e comunicou aos demais colegas e solicitou ao 4ºBPM apoio.

Daniel Tomaz - Diretor do presídio João Bosco Carneiro em Guarabira. / Imagem: TV Midia
Daniel Tomaz – Diretor do presídio João Bosco Carneiro em Guarabira. / Imagem: TV Midia

“No local da movimentação estranha foi verificado um buraco no muro externo, estava escuro e a visibilidade não era boa para o sentinela, ao ponto de o mesmo não poder afirmar se de fato havia tido fuga. Solicitamos a presença da equipe de operações penitenciárias para fazer a contagem dos presos e uma varredura na unidade. disse Daniel.

Ainda de acordo com ele, ao fazer a contagem foi verificada a ausência de três apenados na sela 14, ( Fabinho, Marinaldo e Weverton) todos da cidade de Guarabira. A Secretaria de Segurança Pública foi informada e os procedimentos cabíveis foram tomados para apurar esse fato. Até agora nenhum deles foi recapturado.

 

portalmidia

 

 

Mulher é presa tentando entrar em presídio com 60 comprimidos de artane nas partes íntimas

Uma mulher foi presa na tarde deste domingo (17) ao tentar entrar com 60 comprimidos de artane escondidos nas partes íntimas na Penitenciária Desembargador Sílvio Porto em Mangabeira.

A mulher já cumpriu pena no Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão por tráfico de drogas. Ela chegou a ficar dois anos presa.

Na tarde deste domingo, a suspeita foi detida ao passar pelo Bodyscan. Ela estava com 60 compridos de artane nas partes íntimas. A droga iria para o companheiro dela que está preso.

Os agentes deram voz de prisão e a mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes.

O artane é um medicamento que exerce um efeito relaxante sobre a musculatura, muito usado no tratamento da Doença de Parkinson.

Marília Domingues / Washington Luis

 

 

Celulares, armas artesanais e drogas são apreendidas no presídio de Guarabira, PB

O Grupo de Operações Especiais (GPOE), agentes penitenciários e policiais militares realizaram uma operação pente fino na Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira, nesta terça-feira (13). Durante a ação, foram apreendidas armas artesanais, celulares, carregadores, chips de telefonia, fones de ouvido e pequenas porções de drogas.

De acordo com o diretor do presídio, a operação é uma medida de rotina para garantir que se acontecer algum conflito no local, os apenados não fiquem feridos. Já sobre os celulares e a droga encontrados, ele acredita que o material entre na unidade penitenciária por meio de visitantes.

Ainda segundo o gestor, não há como identificar a quem os objetos pertenciam porque, durante a revista, os 356 presidiários que cumprem pena no local são retirados das celas. A operação durou sete horas.

Veja a lista da quantidade de cada material apreendido:

  • 33 facas artesanais;
  • 21 celulares;
  • 16 espetos;
  • 15 trouxinhas de substâncias ilícitas;
  • 13 facões artesanais;
  • 11 pedaços de arame fino;
  • 10 baterias de celular;
  • 9 pedaços de ferro;
  • 6 fones de ouvido;
  • 5 mergulhões improvisados;
  • 5 carregadores de celular;
  • 5 chips;
  • 1 machadinha artesanal.
Também foram apreendidos 21 celulares, além de carregadores e drogas — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Também foram apreendidos 21 celulares, além de carregadores e drogas — Foto: Polícia Militar/Divulgação

G1

Secretaria suspende visita de crianças em presídio após caso de estupro no Ceará

A Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus) suspendeu as visitas de crianças a parentes detidos por crimes contra a dignidade sexual no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), conhecido como CPPL V, em Itaitinga. A decisão foi tomada após uma menina de 11 anos ser estuprada na unidade neste sábado (13).

A criança de 11 anos foi estuprada por um preso durante o horário de visitas. Ela estava com a mãe e visitava o pai, que está recolhido na unidade prisional. Durante a visita, porém, um detento levou a menina para dentro de um compartimento do presídio e a estuprou. Após ser encontrada por agentes penitenciários, a vítima passou por exames médicos e periciais que comprovaram o abuso.

De acordo com a Sejus, foi registrado um procedimento de estupro de vulnerável na Delegacia Metropolitana do Eusébio. “Contudo o caso está em segredo de Justiça. A Delegacia Metropolitana de Itaitinga dará continuidade às investigações”, informou, em nota.

A Sejus informa ainda que a visita de filhos e netos de internos é garantia pela Lei de Execução Penal e sempre transcorreu normalmente, desde que as crianças estejam acompanhados pelas responsáveis legais e que estejam cadastradas no Núcleo de Cadastro de Visitantes para tal fim.

‘Apuração rigorosa’

A Ordem dos Advogados do Ceará informou que vai cobrar uma “apuração rigorosa” sobre o caso. O presidente da Comissão de Direito Penitenciário da OAB-CE, Márcio Vitor Albuquerque, afirmou que os órgãos do estado responsáveis vão ser oficiados.

“Nós vamos exigir, já estamos oficiando a Secretaria da Segurança Pública, o Ministério Público e a própria Secretaria da Justiça para que seja apurado de forma rigorosa esse caso. Sabemos que uma pessoa já foi presa, mas queremos que esse episódio não se repita”, reforçou.

O suspeito foi capturado em flagrante. Conforme a polícia, ele já estava preso por estupro de vulnerável. Após o caso, ele foi transferido para evitar conflitos com outros detentos.

Segundo Albuquerque, a unidade em que ocorreu o crime, a CPPL V, está superlotada, e o efetivo de agentes penitenciários é suficiente para resguardar a segurança somente na área externa, em dias de visitas.

O presidente da Comissão de Direito Penitenciário esclarece também que não há impedimento legal para a entrada de crianças que vão visitar parentes, no Sistema Penitenciário. “Nós temos que respeitar esse dispositivo da lei de execução penal. No entanto, o Estado tem que resguardar a segurança das visitas, o que não foi feito neste caso, até em virtude da superlotação do sistema. No caso de um menor de idade, isso tinha que ser reforçado.”

G1 

Em Guarabira, albergado sofre tentativa de homicídio na saída do presídio

Por voltas das 5hs30min desta terça-feira (03/04) na saída dos albergados do presídio velho em Guarabira, um dos presos sofreu uma tentativa de homicídio.

As informações dão conta que o albergado, Dersom que é morador do bairro do cordeiro e cumpre pena por homicídio e tráfico de drogas, estaria saindo do presidio, quando dois meliantes estariam esperando o albergado do lado de fora na rua Solon de Lucena.

Vários disparos foram efetuados contra o Dersom, mas nenhum dos disparos atingiram o mesmo. Os bandidos que efetuaram os disparos fugiram do local.

Com Rodrigo Sousa

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem que matou esposa com mais de 20 facadas é achado morto em presídio

Ivanildo postou ameaça à companheira em rede social (Foto: Reprodução)

O detento Ivanildo Júnior foi encontrado morto, na manhã desta sexta-feira (9), na Penitenciária Padrão de Santa Rita, na Grande João Pessoa. Ele era o assassino confesso da esposa, Joseane França de Lima. A mulher foi morta com mais de 20 facadas, no dia 18 de fevereiro.

Segundo o diretor da penitenciária, Cícero Gonçalves, uma corda foi encontrada junto ao corpo de Ivanildo, o que aponta para a hipótese de suicídio. Ainda assim, uma perícia será realizada para confirmar a causa da morte. Ivanildo dividia cela com outros presos – todos enquadrados na Lei Maria da Penha – e estes devem prestar depoimento à polícia.

À TV Correio, o diretor da penitenciária informou ainda que Ivanildo não recebeu visitas de familiares durante o tempo em que esteve sob regime carcerário. Uma filha do suspeito havia concluído recentemente o cadastro para ter direito a encontros com ele.

Homem que matou esposa tinha feito ameaças pelo Facebook

Poucos dias antes do crime, Ivanildo havia postado ameaças a esposa no Facebook. Ao ser preso em flagrante, Ivanildo disse que decidiu assassinar Joseane após descobrir uma traição. Ele foi preso em flagrante, ainda dentro da casa onde aconteceu o crime, em Santa Rita, e com o corpo sujo do sangue da companheira.

O corpo de Ivanildo Júnior foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Campina Grande.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Estado exonera servidores e muda comandos em presídio e na Polícia

O governador Ricardo Coutinho realizou mais mudanças no comando de batalhões da Polícia Militar e no sistema penitenciário do estado. As exonerações e nomeações foram publicadas na edição desse sábado (16) do Diário Oficial do Estado, a partir da página 1.

O tenente coronel Sérgio Linhares deixa o comando da Companhia APMCB e, em seu lugar, assume o major Daniel Limeira dos Santos. A partir de agora, Linhares fica responsável pelo subcomando do Policiamento Regional da Polícia Militar.

Outra mudança é a saída do major Nicolau Franca Leite Terceiro do comando da Companhia – 3º EPMont para assumir 11º Batalhão de Polícia Militar, que fica sediado na cidade de Monteiro, no Cariri do estado.

O Diário Oficial também trouxe a nomeação de Max Oliveira para o cargo de diretor adjunto da Penitenciária de Segurança Máxima Criminalística Geraldo Beltrão, em João Pessoa.

Além da ‘mexida’ na segurança, o governador Ricardo Coutinho também fez outras alterações em postos da estrutura administrativa.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mulher é morta a tiros depois de sair do presídio Serrotão, em Campina Grande

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Uma mulher foi morta a tiros depois de sair da penitenciária Raymundo Asfora (Serrotão), em Campina Grande, no bairro do Mutirão, em Campina Grande. A Polícia Civil está investigado o caso e suspeita que o crime tenha relação com presidiários do Serrotão.

O crime ocorreu durante a tarde desta sexta-feira (1º), quando passava de moto por um terreno as margens da Alça Sudoeste da BR-230, no bairro Mutirão. O crime foi praticado por dois homens que estavam em uma moto.

A vítima foi atingida por quatro tiros, sendo três deles na cabeça, e morreu na hora. Os homens estavam em uma moto de cor preta.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br