Arquivo da tag: presas

Duas mulheres são presas com cerca de 50 quilos de maconha

Duas mulheres foram presas e flagrante na tarde deste sábado (15) acusadas de tráfico. Com elas, a Polícia Militar apreendeu cerca de 50 quilos de maconha. De acordo com a polícia, elas vinham com a droga da cidade de Caruarú, no Pernambuco com destino à João Pessoa quando foram interceptadas.

As suspeitas, de 38 e 28 anos, estavam em um carro e foram interceptadas quando passavam no Distrito de Galante, em Campina Grande, onde os policiais realizavam uma blitz.

A droga estava separada em quatro sacos, dentro do porta-malas do veículo. Uma das presas, a de 38 anos, já cumpre pena por tráfico de drogas e usa uma tornozeleira eletrônica.  A maconha ainda seria ‘tratada’ para a venda, segunda as presas, que não revelaram qual bairro iriam fazer a entrega.

De acordo com o comandante da 3ª Companhia do Policiamento de Trânsito do BPTran, capitão Ralisson Andrade, as duas atuavam no tráfico como transportadoras de drogas, conforme as informações que foram levantadas a partir do momento da prisão da dupla. “Elas são paraibanas e estariam atuando nesse transporte de drogas. Elas usavam GPS para escolher rotas alternativas, com o objetivo de evitar vias movimentadas nas cidades e tentar não passar por fiscalizações, mas foram surpreendidas com uma blitz da 3ª CPTran, que abordou o veículo e encontrou as drogas no carro”, disse.

Além das drogas, os policiais encontraram com as acusadas um caderno de anotações com todas as despesas financeiras da viagem, desde combustível até a alimentação. Elas foram apresentadas com todo o material apreendido a Central de Polícia Civil, em Campina Grande.

paraiba.com.br

 

 

Mães são presas após tentarem entrar com drogas em presídio de Campina Grande

Duas mulheres foram presas neste domingo (19), em Campina Grande, após tentarem entrar com drogas na Penitenciária Máxima Padrão da cidade, onde ficam os presos provisórios.

De acordo com a direção do presídio, a primeira mulher, mãe de um detento que responde por roubo, tentou entrar na penitenciária com uma substância semelhante a maconha, em dois cabos de vassoura.

No segundo caso, a mulher, que tem 70 anos e é mãe de um preso que responde por latrocínio, foi flagrada também com maconha em carteiras de cigarro. Ela teria colocado a droga dentro de cada unidade de cigarro e chegou a lacrar as embalagens para tentar não ser flagrada.

G1

 

Dez pessoas são presas por policiais do 4º BPM durante final de semana

Além das duas prisões registradas durante a Operação Voto Seguro em Belém e Cuitegi, dez outras prisões foram realizadas pelos militares do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) durante o policiamento ordinário realizado entre o sábado (27) e o início da madrugada desta segunda-feira (29), em cidades da região. No sábado, em Cuitegi, os policiais foram informados que dois homens estariam brigando em um bar e, ao chegarem ao local, constataram o ocorrido e conduziram os dois para a delegacia. No Conjunto Frei Damião, em Guarabira, a guarnição comandada pelo CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade), tenente Danilo, com o apoio do Major Silva Ferreira, realizava rondas quando visualizou dois homens em atitudes suspeitas numa praça. Ao abordar e revistar os suspeitos, com eles foram encontradas substâncias semelhantes a crack. Presos em flagrante, os dois foram conduzidos à delegacia.

No centro de Pilõezinhos, policiais receberam a informação de que dois homens embriagados discutiram e entraram em vias de fato. A guarnição comandada pelo sargento Vieira confirmou a veracidade da denúncia e constatou a embriaguez nos dois, que foram presos e conduzidos à delegacia. À noite, no Pirpiri, em Guarabira, policiais realizaram outra prisão por embriaguez e desordem de um homem que estava causando baderna no local. A guarnição comandada pelo cabo Sérgio constatou que ele estava embriagado e causava transtorno às pessoas, inclusive tentando agredir o próprio pai, fato que não se concretizou por causa da intervenção de terceiros. Diante dos fatos, ele foi conduzido e apresentado na delegacia para as providências cabíveis.

No domingo (27), no Distrito Cachoeira dos Guedes, em Guarabira, um homem foi preso em flagrante suspeito de violência doméstica depois que a própria vítima acionou os policiais informando que o seu companheiro teria chegado em casa com sinais de embriaguez alcoólica e que a teria agredido fisicamente com socos. Em Araçagi, a guarnição comandada pelo sargento Arimateia foi solicitada porque segundo informações, um homem teria invadido uma residência armado com uma faca e um facão. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram a vítima lesionada, segundo ela, por motivos desconhecidos. Após diligências, o suspeito foi localizado e preso em flagrante pelos policiais.

Na madrugada desta segunda-feira, os policiais foram informados de que dois homens estavam em vias de fato e, ao visualizarem a aproximação da viatura, um deles tentou fugir de moto. Ele foi perseguido e alcançado, momento em que foi observado pelos militares que ele apresentava sinais visíveis de embriaguez. Uma guarnição de trânsito foi chamada até o local para a possível aferição do nível de álcool no suspeito, mas ele se recusou, então foi detido e conduzido à delegacia.

4º BPM

Mãe e filha são presas suspeitas de matar vizinha

A Polícia localizou, nesta quarta-feira (31), mãe e filha acusadas na morte de Andreia Keila Nascimento. O crime aconteceu no dia 25 de janeiro na Comunidade Santa Clara, no bairro Castelo Branco, em João Pessoa.

As acusadas foram detidas na cidade de Cuité de Mamanguape, após informações levantadas pelo Núcleo de Inteligência do Batalhão Ambiental e da 2ª Companhia Integrada de Polícia Militar. Segundo as investigações, a autora do crime teria sido a adolescente de 16 anos, que teve auxilio da mãe e de um rapaz identificado como “Igor Neguinho”.

Após o crime, elas foram para a casa de parentes na comunidade do Arroz, em Cuité de Mamanguape. Igor Neguinho já havia sido preso.

WSCOM com Aguinaldo Mota

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Irmãs são presas em Guarabira acusadas de fazer compras com cartão de crédito furtado em João Pessoa

Duas irmãs, de 29 e 32 anos de idade, foram presas por policiais militares e civis nesta terça-feira (16), no Bairro do Rosário, em Guarabira, acusadas de realizarem mais de R$ 4 mil em compras com um cartão de crédito furtado de uma vítima que reside em João Pessoa. O furto aconteceu no dia 7 deste mês e no dia 8 elas fizeram compras em vários lojas no centro da cidade de João Pessoa e Guarabira. As duas acusadas foram identificadas pelos policiais através das imagens das câmeras dos estabelecimentos comerciais de Guarabira e, nas residências delas, foram encontrados objetos comprados com o cartão furtado.

As prisões foram feitas por policiais do Núcleo de Inteligência e Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, que tomaram conhecimento do caso e analisaram as imagens de alguns estabelecimentos comerciais onde, de acordo com a operadora do cartão de crédito, as compras tinham sido realizadas. As duas irmãs então foram identificadas e nas residências delas foram encontrados alguns dos objetos comprados, entre eles, um gelágua, relógios, anéis e aparelhos de telefone celular.

Uma das mulheres informou que teria encontrado, em João Pessoa, a carteira de documentos da vítima com o cartão e a senha anotada, então teria feito as compras em Guarabira junto com a irmã. As duas e os objetos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, onde elas foram autuadas em flagrante por furto e estelionato.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

11 pessoas foram presas na operação “Fim de Linha” na manhã desta quinta em Guarabira

presosApós quatro meses de investigação, na manhã desta quinta-feira (16), onze pessoas foram presas na operação “Fim de Linha”, desencadeada em conjunto com as Polícias Militar  e Civil, envolvendo 64 policiais.

Foram expedidos 14 mandados de prisão para membros de duas quadrilhas especializadas em roubar empresas, veículos de cargas e estabelecimentos comerciais, com destaque a roubos ao cofre de uma distribuidora de bebidas onde 90 mil reais foram levados em novembro de 2016  e o roubo a um dono de posto de gasolina em Guarabira, na ocasião, roubaram 59 mil reais.

Um dos grupos é liderado por Ailton Francisco, conhecido como “Nego Velho”, com ligações no Bairro do Rosário. O outro grupo é liderado por Raianderson dos Santos, conhecido como “Rai”, com ligações no Bairro do Nordeste. Segundo dr. Ricardo Sena, o grupo de “Nego Velho” teria praticado o roubo de uma grande distribuidora de bebidas no ano passado. Uma das quadrilhas era comandada por um presídio. A investigação durou 4 meses e é resultado do planejamento estratégico de combate a crimes patrimoniais violentos atribuídos aos comandos da Polícia Civil e Militar.

Foram presos:

Quadrilha 1- roubo às distribuidoras de bebidas e caminhões:

Raianderson dos Santos Oliveira “Rai”- presidiário, comandava a quadrilha ,

Valdemira Alves Fernandes , “Bia”, de 23 anos,

Jhonata Tacashi Ferreira , “Japonês”, 33 anos, (até o momento não foi pego),

Laelson Francelino da Silva , “Dedé”, 46 anos,

Edemilson da Silva Rosemiro, “Ném” ou Neném”, 18 anos,

Giovane Artom da Costa Moreira, 18 anos,

Zacarias Honório da Silva Filho, “Zaquinha”, 29 anos,

João Victor Pontes Ferreira, “vitinho”, 18 anos, presidiário,

Quadrilha 2- roubo a empresários, postos de gasolina e outros estabelecimentos:

Ailton Francisco- “Nego Véio”, cabeça da quadrilha, 25 anos, (até o momento não foi pego)

Joalisson Soares Ribeiro, “Galego”, 21 anos de idade, presidiário,

Erinaldo de Oliveira, “Vado”, 24 anos, (estava com passagem comprada para a fuga)

Josenildo Francisco, “Da Lua”, 23 anos,

Alison da Silva Moura, 20 anos, presidiário, (até o momento não foi pego).

Wellington da Conceição, “Pinduga”, 33 anos de idade.

“O dr. Hugo Lucena fará as oitivas para identificar o que cada individuo fez nestas ações. O assaltante tem uma peculiaridade. Eles se armam apenas para as ações, por isso, não foi encontrado nada na casa deles. Estas armas geralmente são emprestadas ou guardadas em outro local e no dia da ação eles as adquirem”, disse o dr. Ricardo Sena.

nordeste1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Jovens são presas com quase 1kg de maconha em Araçagi

janieleNa tarde desta quarta feira (19), investigadores criminais da 7° Delegacia Seccional de Mamanguape, com apoio e informações dos investigadores e da Polícia Militar de Araçagi, Brejo paraibano, prenderam em flagrante delito por tráfico de drogas Janiele Manoel da Silva.

De acordo com informações da polícia, Janiele foi presa no momento que recebia a droga das mãos de Ana Barbara Magalhães Serrano (18 anos), nas proximidades do Conjunto Nossa Senhora da Penha, em Araçagi.

Com a acusada, os policiais encontraram uma bolsa com quase 1 kg de maconha, que seria comercializada na cidade.

MaisPB com Portal Mídia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Duas pessoas são presas e dois jovens apreendidos acusados de tráfico em Solânea

plantão policialDuas pessoas foram presas nessa segunda-feira (16), em Solânea, acusadas de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e corrupção de menores. Dois adolescentes de 14 anos, ambos, foram apreendidos durante a ação da polícia.

As prisões e apreensões ocorreram não rua São Pedro depois de uma denúncia anônima recebida pela Polícia Militar. As informações davam co ta de que um casal e dois adolescentes estavam bebendo e que na noite do domingo haviam exibido armas de fogo na rua.

O tenente Willys compareceu com sua equipe no local e constatou a veracidade dos fatos. No momento da abordagem da polícia, um dos acusados tentou fugir, mas os policiais conseguiram prender o rapaz e com ele foi encontrado sete papelotes de maconha.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A polícia fez buscas na casa onde eles estavam e encontrou um papelote de maconha, uma espingarda de fabricação caseira, seis celulares, dois punhais e uma faca peixeira. Os acusados foram presos e conduzidos juntamente com os objetos apreendidos à Delegacia de Polícia para que fossem tomadas todas as providências que o caso requer.

Focando a Notícia

Mulheres são presas na maternidade Frei Damião acusadas de tentar roubar bebê

maternidade-frei-damiaoDuas mulheres foram detidas na manhã desta terça-feira (15) na maternidade Frei Damião acusadas de tentar roubar um bebê. À polícia, uma delas contou que a outra não podia ter filhos e que elas teriam ido procurar uma mãe para doar a criança.

Uma das mulheres, Lidiane Nascimento, afirmou que conheceu a outra, Damiana Vilma de Sousa Andrade, na tarde de ontem quando ela pediu ajuda para adotar uma criança, pois não podia ter filhos e resolveu ajudar.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na versão das acusadas, elas teriam ido até a maternidade a Lidiane afirmou ter conversado com a assistente social para consultar as mães e ver se alguma queria doar a criança, porém a polícia contesta esta versão afirmando que a conversa com a assistente social foi na verdade uma distração para que a outra mulher pudesse entrar na área que estavam as crianças e sequestrar uma delas.

A outra mulher teria oferecido R$ 50 para uma funcionária do hospital ceder uma bata para que ela pudesse entrar sem ser percebida.

Funcionários do hospital perceberam a movimentação suspeita e a direção acionou a polícia. A polícia foi até a casa de Lidiane buscar os documentos dela para então ir até uma delegacia especializada.

A direção do hospital e a Secretaria de Saúde não quiseram se pronunciar sobre o fato.

Marília Domingues / Daniel Lustosa

Número de mulheres presas cresce 112% na PB e Estado é o 6º do país com maior índice de aumento

Mulher-presaFlagradas ao tentar entrar em presídios com drogas, celulares, carregadores ou qualquer outro produto, muitas mulheres têm sido presas quase que diariamente na Paraíba. A maioria alega, em sua defesa, que foi obrigada a transportar o objeto para entregar ao marido ou companheiro. E este pode estar sendo o principal motivo para o crescimento do número de mulheres encarceradas no Estado.

De acordo com o Mapa do Encarceramento divulgado pelo Ministério da Justiça, nesta quarta-feira (03), o índice de pessoas presas do sexo feminino aumentou em 112% colocando a Paraíba em 6º lugar no Brasil onde mais se elevou essa taxa. No Nordeste, o Estado aparece em 3º em crescimento do número de mulheres presas. Isso num intervalo de apenas cinco anos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Paraíba perde apenas para os Estados de Alagoas (263%), Pará (163%), Minas Gerais (135%), Sergipe (125%) e Amazonas (123%).

Enquanto em 2007 a população carcerária feminina era de 271 na Paraíba, em 2012 esse número passou para 574. O único ano em que houve redução na taxa de mulheres presas no Estado foi justamente no último avaliado pela pesquisa. Em comparação com o ano anterior (2011) houve um decréscimo mínimo de 2,26%. Nesse período o número de encarceradas era de 587.

População carcerária na Paraíba

A Paraíba é o 4º Estado do Nordeste onde há o maior número de pessoas em presídios. Ao todo, o Estado tem uma população carcerária que chega aos 8.723. Pernambuco é o 1º da região com 28.769 presos. Ele vem seguido do Ceará (17.622) e da Bahia (10.251).

O total de encarcerados na Paraíba cresceu 43% em sete anos. Em 2005 o Estado tinha 6.118 pessoas vivendo em presídios. Segundo o Mapa do Encarceramento, para cada 100 mil paraibanos há 232 presos. Essa média é maior que a registrada no Nordeste, que foi de 163 detidos para cada 100 mil habitantes.

Mas, nem todos os presos haviam sido condenados no período da pesquisa. O estudo revela que 38,3% dos encarcerados ainda aguardavam julgamento, enquanto que 61,7% já haviam sido condenados.

 

 

blogdogordinho